Você está na página 1de 32

Semana Acadêmica de

Farmácia - UFF

Assistência Farmacêutica em Homeopatia

Fortune Homsani
Farmacêutica Homeopata
Laboratório Multidisciplinar de Ciências Farmacêuticas
Faculdade de Farmácia UFRJ
Gerente de Marketing da Farmácia de Homeopatia e Manipulação
Quintessência
Homeopatia
MÉDICO ALEMÃO, FUNDADOR DA
HOMEOPATIA:
Dr. CRISTIANO FREDERICO SAMUEL
HAHNEMANN (1755-1843).

Após oito anos de prática médica


abandona a medicina tradicional
(“medicina das sangrias”)
Homeopatia
 Tem 4 princípios:

 Lei do Semelhante - similia similibus curantur -


substância capaz de provocar no homem sadio,
sintomas semelhantes aos da doença é capaz de
curar, desde que em doses adequadas.
Homeopatia
 Experimentação no homem são - testar
substâncias medicinais em indivíduos sadios para
elucidar sintomas que irão refletir sua ação.

 Doses mínimas - sucessivas diluições


intercaladas de sucussões - diminuinção da
concentração Química e aumento da sua ação
dinâmica. Estimula a reação do organismo na
direção da cura.
Homeopatia
 Remédio Único - Busca-se o simillimum - sempre
que possível um medicamento Homeopático por
vez.

 Trata o indivíduo, levando em conta suas


características físicas e emocionais.
 Tem como particularidade a terapêutica individual;
um medicamento é bom somente para aquele
doente com aqueles sintomas.
Homeopatia
 Origem do medicamento homeopático:
Apis mellifica

Reino Vegetal, Belladona

Reino Animal,

Reino Mineral,

Aurum metallicum
Homeopatia
 Nascimento da Homeopatia – há 214 anos atrás
Homeopatia
No Brasil:

 1840 – Dr. Beneot Jules Murte (Bento Mure)


Homeopatia desperta o interesse dos Farmacêuticos
 1851 – Aprovada a separação da prática Médica da
Farmacêutica
 1886 – Decreto nº 9.554
manipulação apenas pelo Farmacêutico
 1980 – Homeopatia – especialidade médica pelo CFM –
Resolução nº 1.00/80.
 Momento cultural trazendo novos paradigmas ao homem
contemporâneo em busca de práticas mais naturais,
saudáveis e não evasivas.
Homeopatia

 Especialidade Médica
Veterinária
Farmacêutica

 Habilitação Odontologia
Homeopatia

 Ao Clínico Homeopata: cabe prescrever


as substâncias que quando utilizadas em
homens sãos produzam sintomas análogos aos das
doenças a ser combatida.

 Para ser um médico homeopata veterinário ou da


clínica médica em humanos, após a conclusão do
curso de graduação é necessário fazer o curso de
especialização em Homeopatia
Homeopatia
Ao Farmacêutico Homeopata:
 Transformar estas substâncias em
medicamentos por meio das
dinamizações.
Homeopatia
Farmacêutico
 Profissional que completou o curso
universitário de Farmácia, perito na
produção, manipulação e dispensação
de medicamentos.

Farmacêutico Homeopata
 Curso de Especialização
 Prova de Título da ABFH
 Universidades com disciplina 60hs +
estágio de 240hs
Medicamento Homeopático

 “É toda apresentação
farmacêutica destinada a
ser ministrada segundo o
princípio da similitude, com
finalidade preventiva e terapêutica,obtida
pelo método de diluições seguidas de
sucussões e/ou triturações sucessivas.”
(Farmacopéia Homeopática Brasileira II)
O FARMACÊUTICO NA FARMÁCIA
HOMEOPÁTICA

Prescritores
Supervisionar
produção Clientes Usuários

Conhecimento da Colaboradores
Legislação Vigente
RDC 44 Órgãos fiscais

Atualização e Controle da Qualidade


reciclagem
Treinamento
Responsabilidade
Fornecedores
Social e ambiental
Atento ao mercado
Gestão / Administração
Entidade e Associações
ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA
 “Conjunto de ações desenvolvidas pelo
farmacêutico, e outros profissionais de saúde,
voltadas à promoção, proteção e recuperação da
saúde, tanto no nível individual como coletivo,
tendo o medicamento como insumo essencial e
visando o acesso e o seu uso racional. Envolve
a pesquisa, o desenvolvimento e a produção de
medicamentos e insumos, bem como a sua
seleção, programação, aquisição, distribuição,
dispensação, garantia da qualidade dos produtos
e serviços, acompanhamento e avaliação de sua
utilização, na perspectiva da obtenção de
resultados concretos e da melhoria da qualidade
de vida da população”.
QUALIDADE DE VIDA

 É o método usado para medir as


condições da vida de um ser humano.
Envolve o bem físico, mental,
psicológico e emocional, além de
relacionamentos sociais, como família
e amigos e também a saúde,
educação, poder de compra e outras
circunstâncias da vida.
ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA
Envolve
Pesquisa,
Desenvolvimento e
produção do medicamento e
insumos,
Programação, Dispensação,
Aquisição, Garantia da Qualidade dos
Distribuição, produtos e serviços,
Avaliação na utilização, na
perspectiva de resultados
concretos,
Melhoria da qualidade de vida.
Assistência Farmacêutica em
Homeopatia
 Conjunto de ações desenvolvidas pelo farmacêutico
homeopata e sua equipe de trabalho, voltada a
promoção e recuperação da saúde, no
restabelecimento da energia vital do indivíduo, tendo o
medicamento como insumo essencial, visando o seu
acesso e seu uso racional. Com base no que
preconiza a OMS, cabendo ao farmacêutico o
gerenciamento de todas as fases do processo, desde
a captação do receituário, produção, aviamento, até a
dispensação e orientação ao usuário (Atenção
Farmacêutica).
ATENÇÃO FARMACÊUTICA
EM HOMEOPATIA
ATENÇÃO FARMACÊUTICA
EM HOMEOPATIA
 A Atenção Farmacêutica deve ocorrer na
dispensação, na indicação farmacêutica e no
acompanhamento farmacoterapêutico. A
dispensação dentro do conceito de Atenção
Farmacêutica vai além do ato de entregar o
medicamento acompanhado de informação para
seu correto uso.
 O farmacêutico neste momento deve estar
“preocupado” com o resultado do tratamento, ou
seja, deve buscar informações de se o paciente já
está em tratamento homeopático, quais suas
queixas,como está evoluindo com o tratamento, se
tem alguma dúvida quanto a terapia homeopática.
ATENÇÃO FARMACÊUTICA
EM HOMEOPATIA

 Orientações mais comuns por parte dos Clínicos e


adotadas pelos Farmacêuticos Homeopatas:

 orientação quanto à posologia, indicação,

 meios de administração, conservação,

 manter fora do alcance de crianças,

 não fazer uso da automedicação.


(Fontes, 2005)
Importância do Farmacêutico
Homeopata
 Fundamental!
 Momento de integração
 É necessário conhecimento
habilidades
técnicas de comunicação
saber ouvir
empatia e consideração com
o usuário
Dúvidas freqüentes dos
pacientes homeopáticos ...
Dúvidas freqüentes dos pacientes
homeopáticos ...

 Para que ser o medicamento prescrito pelo meu médico?


Eles não tem bula!
São prescrito pelo conjunto de sintomas do paciente,
respeitando sua individualidade.
 Devo acordar para tomar o meu medicamento?
Não. A não ser que seja recomendado pelo clínico.
 Existem medicamentos homeopáticos mais forte do
que outros?
Não. O que existem são medicamentos adequados
ao quadro do paciente.
Dúvidas freqüentes dos pacientes
homeopáticos ...

 Fitoterapia é o mesmo do que Homeopatia?


Não. Fitoterapia usa medicamentos de origem vegetal.
A Homeopatia utiliza medicamentos de origem dos três
reinos. Além da particularidade do preparo do
medicamento.
 A Homeopatia trata todas as doenças?
Existem doenças que são incuráveis para qualquer
forma de tratamento. Podemos promover a melhoria da
qualidade de vida do paciente.
Dúvidas freqüentes dos pacientes
homeopáticos ...
 A Homeopatia realmente funciona? Há pesquisas
que comprovem seus efeitos?
Sim. O vem se buscando é elucidar o seu
mecanismo de ação. Existem inúmeros artigos
demonstrando a eficácia das chamadas soluções
“ultradiluídas” ou em “altas-diluições”.
 Posso continuar a usar os medicamentos
homeopáticos com alopáticos?
Em geral sim, mas deve ser relatado ao clínico o
uso de outros medicamentos.
A Homeopatia, é hoje reconhecida como uma das
práticas de terapias complementares, dentro da
atual “Medicina Integrativa”.
Práticas
Integrativas
 Emprego dos recursos da Medicina
Convencional, associados a outros métodos
terapêuticos, em benefício da saúde e bem
estar do paciente.
 Portaria 971 – PNPIC/SUS - 05/2006 MS.
 Garantia do acesso a informação e ao
tratamento.
 Deve ser implantada pelas secretarias de
saúde de vários municípios do país.
 Precisa ser implantada com apoio da
sociedade e das Instituições que elaboraram o
projeto.
O momento atual da Homeopatia no
mundo e no Brasil
 2004 – grande número de publicações internacionais que
buscam o entendimento do mecanismo de ação do
medicamento homeopático;
 2005 – crescimento das Práticas Integrativas e
Complementares no mundo;
 2006 – Portaria Nº 971, de 3 de maio (Ministério da Saúde),
que oficializa a Política Nacional de Práticas Integrativas e
Complementares (PNPIC) no SUS (Homeopatia, Fitoterapia
e Acumputura);
 2007 – grande número de publicações envolvendo a
“memória da água” e um aumento no interesse pelos
sistemas ultradiluídos;
 2010 – continua a luta pela implementação da PNPIC no
Brasil;
– cresce o número de publicações na busca ao
entendimento do mecanismo de ação do medicamento
homeopático.
Mas assim como para tudo ...

É fundamental que estejamos sempre


com:
 A ética
 O compromisso
 A responsabilidade
 A consciência da importância do
nosso papel
“A mente é como um pára-
pára-quedas:
funciona melhor quando aberto”
(Autor desconhecido)
f_homsani@terrra.com.br
www.quintessencia.com.br