Você está na página 1de 9

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE SANTA CRUZ- UESC

DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS AGRÁRIAS E


AMBIENTAIS – DCAA

Atividade 1
Curso: Geografia Turmas: Bacharelado e
Licenciatura
Disciplina: Conceitos Básicos de Professora: Maria Cristina
Geografia Rangel
Juan Amaro
Alunos (as): Laís de Jesus Santana
Murilo Ribeiro dos Santos
1. O que é território nacional brasileiro segundo o Código
Penal atual (Pesquise na internet)? Este conceito está
relacionado à Geografia Clássica ou a Contemporânea?
Justifique sua resposta (1,0).
Entende-se por território nacional a soma do espaço físico
(ou geográfico) com o espaço jurídico (espaço físico por
ficção, por equiparação, por extensão ou território
flutuante). Clássica, pois é uma geografia muito mais
descritiva e vê o solo como local de domínio do estado.

2. Na geografia não existe somente um conceito de


território a para cada conceito existem diversas formas de
analisá-los. Na coluna da esquerda temos alguns conceitos
e na da direita anotem as formas que os autores propõem
para análise territorial — use as aulas e os textos para
responder (1,5).
CONCEITOS FORMAS DE ANÁLISE DO
TERRITÓRIO

Território- areal (área), com EXEMPLO:


fronteiras e limites, pertence a Para Ratzel:
alguém ou grupo, local onde o - o território possui uma área,
Estado exerce o domínio. É limites e fronteiras;
território usado para a habitação e - é o local onde o Estado o exerce
exploração (alimentação). o poder;
Território-conteúdo- o solo + - é de longa duração, pois está
população + Estado (proteção) + ligado a existência do Estado-
alimentação+ comércio, que dá nação;
mais poder ao Estado-nação. - é um espaço vital para a
(RATZEL, 1898-1899). sobrevivência de uma população,
daí a necessidade dos recursos
naturais relacionados à hidrografia,
fauna, flora... (alimento);
- se não for suficiente para uma
população, para que esta não
pereça e prospere, é necessário
que haja a expansão do território.
“[...] um espaço onde se projetou Considera as relações de poder
um trabalho, seja energia (força de que formam o “Território” e a
trabalho) e informação ( população aparece como o próprio
conhecimento de como produzir), fundamento do poder, e assim
e que, por consequência, revela rompe com a geografia política
relações marcadas pelo poder. (...) clássica. verifica-se uma
o território se apoia no espaço, concepção múltipla de território e
mas não é o espaço. É uma territorialidade humana. Apesar de
produção a partir do espaço. Ora, tecer uma análise de base mais
a produção, por causa de todas as econômica e política do território,
relações que envolvem, se este reconhece a
inscreve num campo de poder [...]” complementaridade entre as
(RAFFESTIN, 1993, p.144) dimensões da economia, política e
cultura. De acordo com este autor,
o espaço é a base para a
formulação do território, ou seja, o
espaço existe antes do território,
ele é a “matéria-prima” para a
construção deste último.
“ O território não é apenas o Propôs que o “espaço geográfico”
conjunto dos sistemas naturais e (sinônimo de “território usado”)
de sistemas de coisas seja compreendido como uma
superpostas; o território tem que mediação entre o mundo e a
ser entendido como o território sociedade nacional e local, e
usado, não o território em si. O assumido como um conceito
território usado é o chão mais a indispensável para a compreensão
identidade. A identidade é o do funcionamento do mundo
sentimento de pertencer aquilo presente. Ele chama atenção para
que nos pertence. O território é o o novo funcionamento do território,
fundamento do trabalho; o lugar da através de horizontalidades (ou
residência, das trocas materiais e seja, lugares vizinhos reunidos por
espirituais e do exercício da vida”. uma continuidade territorial) e
(SANTOS,2007, verticalidades (formadas por
pontos distantes uns dos outros,
ligados por todas as formas e
processos sociais).
“[...] o poder não se circunscreve o território tem sua raiz na
ao Estado nem se confunde com a chamada Geografia Clássica, e
violência e a dominação (vale durante muito tempo esteve
dizer, com a heteronomia), da atrelado quase exclusivamente à
mesma forma o conceito de concepção de território nacional
território deve abarcar (ligada ao poder legal que o
infinitamente mais que o território Estado tem de interferir na
do Estado-Nação.Todo espaço delimitação de fronteiras físicas),
definido e delimitado por e a partir ou vinculada ao aspecto
de relações de poder é um físiconatural.
território, do quarteirão
aterrorizado por uma gangue de
jovens até o bloco constituído
pelos países-membros da OTAN.
(SOUZA,2010, p. 11).

“[...] o território não é o substrato, o


espaço social em si, mas sim um
campo de forças, as relações de
poder espacialmente delimitadas e
operando, destarte, sobre um
substrato referencial”.
(SOUZA,2010, p. 96).

“A territorialidade, no singular,
remeteria a algo extremamente
abstrato: aquilo que faz de
qualquer território, isto é, de
acordo com o que se disse há
pouco, relações de poder
espacialmente delimitadas e
operando sobre um substrato
referencial. Seja como for, é óbvio
que, ao falar de territorialidade, o
que o autor deste artigo tem em
mente [que] é um certo tipo de
interação entre seres humanos
mediatizada pelo espaço.
(SOUZA, 2010, p. 98).