Você está na página 1de 9

ANEXO II - RELATÓRIO DE ATIVIDADES DE PESQUISA

1. IDENTIFICAÇÃO DO PROJETO

Título do Projeto: Sinalário WEB: Criação de um repositório on-line para divulgação de


termos técnicos em Libras.

Coordenador:
Claudio Kleina – SIAPE: 2260165
Tempo dedicado ao projeto: 4h semanais

Colaborador:
Cleverson Rogerio dos Santos – SIAPE: 3013382
Tempo dedicado ao projeto: 3h semanais

Número do processo: 23410.000207/2017-12

Natureza do Relatório:
( ) Parcial Período: 11/02/2019 a 05/07/2019
( X ) Final

2. ENCAMINHAMENTO DAS ATIVIDADES


2.1. Resumo do projeto:
O projeto teve como objetivo criar um portal, através da utilização da ferramenta de
gerenciamento de conteúdo on-line para organizar e disponibilizar os vídeos, ilustrações e
descrições dos termos técnicos em Libras do Curso Técnico em Eletrotécnica do Instituto
Federal do Paraná – Campo Largo. Justifica-se o mesmo pela necessidade de ter um
canal de divulgação dos sinais de termos técnicos em Libras pesquisados, desenhados e
filmados pelos alunos neste campus no projeto Sinalário de termos técnicos em
eletrotécnica, já finalizado. Com esta pesquisa foi possível disponibilizar em um site na
Internet – sinalario.wordpress.com, os termos técnicos pesquisados no curso de
Eletrotécnica do campus Campo Largo, que espera-se servir como referência de consulta
para comunidade surda, intérpretes de Libras e demais pesquisadores desta área.

2.2. Atividades desenvolvidas no período: (relatar as etapas cumpridas até o


momento).
O projeto precisou de mais este semestre para sua conclusão porque a descrição dos 166
sinais demandou mais tempo do que o que fora previsto. Neste semestre houve a saída
do intérprete Thiago e a entrada do intérprete Cleverson Rogério dos Santos, que foi
fundamental nesta etapa. Além da descrição dos 102 sinais faltantes, foi realizada a
revisão dos 64 sinais anteriores para seguir o mesmo padrão de escrita.
Foi criado um documento compartilhado onde o intérprete inseria as descrições que
posteriormente eram inseridas no site pelo professor Claudio, que também fez a pesquisa
dos conceitos de cada um dos sinais.
No mês de Fevereiro foi feito o convite e a exposição do projeto ao novo integrante, o
intérprete Cleverson, do Instituto Federal de Jacarezinho.
Nos meses de março, abril e maio foram descritos os 102 sinais que faltaram (em torno
de 30 a 40 sinais por mês) e a sua inserção e formatação no site. Paralelamente à
descrição dos primeiros sinais, o site foi formatado para ficar mais fácil e intuitivo navegar,
além de alterações no leiaute e padronização nos tamanhos das ilustrações dos sinais.
O mês de julho foi destinado à reescrita dos primeiros 42 sinais para que todos seguissem
o mesmo padrão e linguagem. Com isso, todas as etapas previstas foram concluídas e o
site está disponível no link: sinalario.wordpress.com.
Mesmo concluso, ainda há a expectativa da elaboração de um livro digital e a construção
de um artigo científico.

2.3. Metodologia utilizada:


A pesquisa iniciou com o estudo da ferramenta de gerenciador de conteúdos
WordPress e com a definição do modelo de leiaute para disponibilizar a informação de
maneira mais adequada, considerando sua usabilidade e acessibilidade.
A próxima etapa foi o levantamento e a organização didática dos sinais dos termos
técnicos gravados, desenhados e sua descrição (conceito e descrição técnica do sinal).
Cada sinal foi descrito através de pesquisa bibliográfica em catálogos de sinais e/ou
outras fontes e passou pela validação de um profissional da área – intérprete de Libras.
Além dos termos técnicos foram pesquisadas outras informações sobre a
comunidade surda e outras informações que se incorporaram ao portal.
Está prevista a manutenção do site, cadastrando novos termos técnicos
pesquisados e confeccionados no campus, como também das demais informações
correlatas, que poderá ser feita por alunos interessados em pesquisar sobre a criação de
sites, em momentos dentro do próprio Instituto Federal e outros à distância.

2.4. Resultados obtidos: (Descrever de forma detalhada todos os resultados obtidos até
o momento. Podem ser incluídas figuras e/ou tabelas).
Até o momento foi criado e configurado um site na plataforma WordPress, disponível no
link: https://sinalario.wordpress.com/.
Foi definida a organização das informações e criada uma página principal, com
mecanismo de procura, um índice na coluna à direita, um formulário de contato e
descrições sobre o projeto.
Também foram criadas 166 páginas web com o vídeo de cada sinal, nome e os desenhos
de sua representação em Libras.
No site foram inseridas informações sobre o projeto, o Instituto Federal do Paraná, a
Libras e objetivos do projeto. Além da padronização das informações, foi construído um
mecanismo de pesquisa dos termos e melhorada sua navegação.
Foi realizada a pesquisa dos conceitos dos termos, a descrição textual de 64 sinais, sua
validação e a atualização destas informações no site.
No ano de 2019, foram pesquisados, descritos e validados pelo intérprete de Libras, os
102 sinais faltantes e a reescrita dos 64 sinais do semestre anterior para conseguir uma
homogeneização dos padrões de escrita e linguagem. O site também passou por
melhorias no leiaute e todas as ilustrações foram formatadas para manter tamanhos
similares.
Dessa forma, o site está completo, disponível através do link: sinalario.wordpress.com,
conforme ilustra a figura 1:
Figura 1 - Página inicial
Fonte: o autor

A figura 2 ilustra o mecanismo de procura incorporado ao site:

Figura 2 – Pesquisa de termos técnicos


Fonte: o autor

E por fim, na figura 3 é apresentada uma página com a inserção do vídeo, conceito,
descrição do sinal e ilustrações correspondentes.
Figura 3 - Página com vídeo, conceito, descrição e ilustração de um termo técnico
Fonte: o autor

2.5. Dificuldades encontradas:


Uma das dificuldades foi a aprendizagem da ferramenta de criação de sites WordPress
que, apesar de bastante intuitiva, demandou muito estudo para seu aprendizado.
A outra foi a descrição dos sinais que demandou mais tempo do que o previsto, já que
envolvia a pesquisa em livros e sites especializados e redação por um intérprete de
Libras. Para cada sinal, além do conceito, foi descrito o posicionamento do corpo,
expressão facial, movimento dos braços e de ambas as mãos.

2.6. Discussão:
A Libras está em constante incorporação de novos termos (SPERB, LAGUNA,
2010), conhecê-los e incorporá-los no cotidiano da comunidade surda deve ser uma tarefa
constante, a qual é um dos objetivos do presente projeto.
Além da pesquisa dos sinais já existentes, especialmente em se tratando de termos
técnicos, também ocorrem situações onde se é necessário criar um sinal temporário para
que o aluno surdo não fique sem compreender o conteúdo ministrado pelo docente.
Porém, como salienta Pereira (2004, p.240), deve-se ter o cuidado para usar este recurso
em situações pontuais, buscando-se sempre os sinais já criados e convencionados. Daí a
importância desta seleção de termos utilizado em um curso técnico e sua publicação, que
facilitará a busca e o uso dos sinais oficiais em sala de aula.
A Internet é hoje, sem dúvida, a fonte mais utilizada na busca de informações.
Porém, para conseguir maior eficiência, o projeto de um website deve ser elaborado
considerando que a organização sistemática dos links deve favorecer o acesso à
informação e possibilitar a criação de associações com significado (SEMELER, 2013)
Um bom projeto de website considera também a aplicação de esquemas de
navegação, organização, rotulagem e busca a partir de um espaço informacional para
facilitar as tarefas e o acesso intuitivo aos conteúdos, tendo como centro, as
necessidades do usuário (CICON e LUNARDELLI, 2012).
Na construção do leiaute da página e na organização das informações
disponibilizadas está sendo considerado o conceito de usabilidade universal proposto por
Shneiderman (2007) e a ferramenta de desenvolvimento escolhida – WordPress –
corrobora com esta finalidade.

2.7. Situação Atual do Projeto: (Apenas para relatório parcial)


(Descrever objetivos a serem alcançados e/ou objetivos que não estavam previstos no
projeto. Descrever de forma sucinta as atividades a serem desenvolvidas, recursos ainda
necessários, etc.).

2.8. Considerações finais: (Apenas para relatório final)


Mesmo sem haver nenhuma divulgação, o site neste semestre já tem mais que o dobro
de visualizações em relação a todo o ano de 2018. Foram 206 visualizações em 2019 e
89 no ano passado, conforme demonstra o gráfico1:
Gráfico 1: acessos ao site (gerado automaticamente pelo site Wordpress)

Já o canal do Youtube, disponível através do link


https://www.youtube.com/channel/UCKycIihJV8oSvyeydRQ4hHg onde estão inseridos
todos os vídeos dos sinais da pesquisa já está com 7.902 visualizações desde sua
criação, conforme dados das configurações do site, demonstrado na figura 4:

Figura 4: estatística de acessos ao canal Sinalário (YOUTUBE, 2019).

Estas informações demonstram que, mesmo sem haver divulgação, a comunidade está
acessando as informações disponibilizadas, o que demonstra a importância do projeto. Há
muito mais acesso ao canal de vídeo do Youtube, pois foi criado antes do site.
A próxima etapa será promover a divulgação desta fonte de consulta para que mais
pessoas possam ter acesso. Constatando-se a necessidade, o site será atualizado, tanto
para inserir novos termos, quanto para demais informações e correções que forem
necessárias.
3. Produções Ligadas ao Projeto:
Com a conclusão do projeto, foi criado um canal do Youtube com a divulgação dos sinais
em Libras levantados no curso de eletrotécnica, disponível em:
https://www.youtube.com/channel/UCKycIihJV8oSvyeydRQ4hHg.
Construiu-se um Portal onde estão publicados todos os vídeos e desenhos dos sinais em
Libras que foram utilizados durante as aulas do curso técnico em eletrotécnica do IFPR,
além de informações sobre o projeto, Libras e Institutos Federais, que pode ser acessado
através do link: https://sinalario.wordpress.com .
Pretende-se também criar um livro digital para facilitar o acesso desta produção à
comunidade surda e a elaboração de um artigo científico.

4. Bibliografia: (apresentação dos textos, artigos, revistas ou livros utilizados no


desenvolvimento das atividades)
ABNT. NBR ISO 9241: Ergonomia da interação humano-sistema. Parte 151: Orientações
para interfaces de usuários da World Wide Web. Rio de Janeiro: ABNT, 2011.

CICON, Claudia Regina; LUNARDELLI, Rosane S. A. A ORGANIZAÇÃO DA


INFORMAÇÃO EM AMBIENTE WEB. Inf. Prof., 2012. Disponível em:
http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/infoprof/article/download/14592/12260 Acesso em:
07 de fev. 2017.

PEREIRA, Isabel Brasil. A construção coletivas no ensino técnico em saúde in:


FRIGOTTO, Gaudêncio; CIAVATTA, Maria (ORG). Ensino Médio: ciência cultura e
trabalho. Brasília: MEC, SEMTEC, 2004.

SEMELER, Alexandre Ribas. Concepção de interfaces para websites de bibliotecas


universitárias: projeto, elaboração e gestão de informação em meio digital Rev. digit.
bibliotecon. cienc. inf. Campinas, SP v.11 n.1 p.72-82 jan./abr. 2013.

SHNEIDERMAN , Ben. Universal usability. Communications of the ACM, n. 43, v. 5, 84-


91, 2007.

SINALÁRIO ELETROTÉCNICA. Canal com vídeos de sinais em Libras de termos


técnicos de eletrotécnica. Disponível em:
https://www.youtube.com/channel/UCKycIihJV8oSvyeydRQ4hHg. Acesso em 03 de jul.
2019.

SINALÁRIO. Sinalário de termos técnicos de eletrotécnica em Libras. Disponível em:


https://sinalario.wordpress.com.br. Acesso em 03 de jul. 2019.

SPERB, Carolina Comerlato; LAGUNA, Maria Cristina Viana. Os sinálários da língua de


sinais. In: CELSUL – Círculo de Estudos Linguísticos do Sul, IX, Palhoça. Anais do IX
Encontro do CELSUL. Palhoça: UFSC, 2010.

Local e data: Campo Largo, 03 de julho de 2019.

___________________________________________
Assinatura do Coordenador do Projeto