Você está na página 1de 16

1

s in g u la r

GEOMETRIA
ANALÍTICA

2º E.M.
VESPERTINO
Colégio Técnico Noturno

Profª Liana

(Lista de exercícios elaborada pelo professor DANRLEY)


2

SISTEMA CARTESIANO ORTOGONAL

1) Indique a que quadrante pertence cada ponto:

a) A(-5,2) b) B(7,-3) c) C(1/3,-1/2) d) D( 2, 3) e) E(-1,-1) f) F(-2/5, 5)

g) G( 17,-91) h) H(-19,97) i) I(-80,-90) j) J(2/3,-3/2)

2) Localize no sistema cartesiano ortogonal os pontos:

a) A(-2,1) b) B(2,-1) c) C(2,2) d) D(0,3) e) E(0,0) f) F(-1,0)

g) G(0,-3) h) H(-3,-3) i) I( 2,0) j) J(2,-2)

3) Verifique para quais valores de m o ponto P(-2,m) pertence ao local indicado:

a) eixo das abscissas b) eixo das ordenadas c) bissetriz dos quadrantes ímpares

d) bissetriz dos quadrantes pares e) 3º- quadrante

DISTÂNCIA ENTRE DOIS PONTOS

4) Calcule a distância entre os pontos dados:

a) A(-3,2) e B(1,-1) b) C(22,13) e D(7,5) c) M(11,7) e N(5,13) d) P(5,0) e Q(0,6)

5) Calcule o comprimento do segmento AB : A(5,-8) e B(12,-32).

6) Calcule o perímetro do triângulo de vértices A, B e C, em cada caso :

a) A(0,0), B(-4,0) e C(0,-3) b) A(1,2), B(2,1) e C(3,-1) c) A(0,-1), B(-2,1) e C(1,0)

7) Os pontos A(2,-3) e B(5,0) são extremidades da diagonal de um quadrado. Calcule o lado desse
quadrado .

8) Dados os pontos A(x,1), B(2,3) e C(4,5), determine a abscissa x para que A seja eqüidistante
de B e C .

9) Determine as coordenadas do ponto P, pertencente ao eixo das abscissas, sabendo que P


eqüidista dos pontos A(1,2) e B(4,4).

10) Encontre as coordenadas do ponto P, pertencente ao eixo das ordenadas, sabendo que P
eqüidista dos pontos A(1,3) e B(3,4) .

11) Determine as coordenadas do ponto da bissetriz dos quadrantes ímpares que eqüidista
dos pontos A(2,-3) e B(-4,1) .
3
12) Determine as coordenadas do ponto da bissetriz dos quadrantes pares que eqüidista dos
pontos A(1,4) e B(5,2) .

13) Para que valor de k o ponto P(k,5) dista 4 do ponto Q(3,1)?

14) Classifique cada triângulo ABC como isósceles, eqüilátero ou escaleno:

a) A(4,3), B(2,8) e C(3,5) b) A(0,1), B(3,2) e C(0,3) c) ) A(-1,1), B(3,-1) e C(3,4)

15) Mostre que o triângulo de vértices A(0,7), B(4,4) e C(7,8) é retângulo.

16) Classifique cada triângulo como retângulo, acutângulo ou obtusângulo:

a) A(1,3), B(7,-1) e C(7,9) b) A(-2,1), B(2,7) e C(11,1) c) A(0,0), B(4,6) e C(18,0)

17) Calcule a distância entre o ponto P(3,-4) e o ponto P’, simétrico de P em relação à origem do
sistema de coordenadas.

18) Determinar as coordenadas do ponto médio do segmento AB, sendo A(1,7) e B(11,3).
19) Uma das extremidades de um segmento AB é o ponto A(3,2). Sendo M(-1,3) o ponto médio desse
segmento, determine as coordenadas da outra extremidade do segmento.

20) Os vértices de um triângulo são os pontos A(0,4),B(2,-6) e C(-4,2). Calcular os comprimentos das
Medianas do triângulo.

21) Num paralelogramo ABCD dois vértices consecutivos são os pontos A(2,3) e B(6,4). Seja M(1,-2) o
ponto de encontro das diagonais AC e BD do paralelogramo. Sabendo que as diagonais no
paralelogramo cortam-se mutuamente ao meio, determine as coordenadas dos vértices C e D desse
paralelogramo.

BARICENTRO , ÁREA DO TRIÂNGULO E POLÍGONOS


22) Obtenha as coordenadas do baricentro do triângulo ABC:

a) A(-2,-5), B(-3,4) e C(3,3) b) A(5,4), B(6,-4) e C(-2,-3)

c) A(-7,3), B(-8,-4) e C(3,-2) d) A(0,4), B(8,0) e C(-2,-2)

23) O baricentro de um triângulo é G(5,1) e dois de seus vértices são A(2,4) e B(3,7). Determine o
terceiro vértice.

24) Calcule a área S do triângulo de vértices A, B e C , em cada caso:

a) A(-1,1), B(1,3) e C(4,0) b) A(0,3), B(-2,-2) e C( 2,-1) c) A(-3,3), B(3,2) e C( 2,-2)

d) A(0,-1), B(-4,-1) e C(-7,0) e) A(0,0), B(0,7) e C(6,0)

25) Determine o valor de Y para que o triângulo de vértices A(5,Y), B(-4,3) e C(-1,-2) tenha área
igual a 25.
4

ALINHAMENTO DE 3 PONTOS

26) Verifique em cada caso, se estão ou não estão alinhados os pontos A, B e C:

a) A(0,2), B(1,0) e C(2,-3) b) A(0,4), B(1,3) e C(3,5) c) A(-1,-6), B(4,-1) e C(9,4)

d) A(1,-1), B(2,1) e C(4,6) e) A(1,2), B(2,3) e C(5,6)

27) Determine o valor de X para que os pontos A, B e C sejam colineares:

a) A(X,-1), B(4,0) e C(-3,1) b) A(-1,1), B(-3,X) e C(2,2)

c) A(1,-3), B(-4,4) e C(X,3) d) A(0,X), B(2,-1) e C(6,2)

28) Determine para que valores de P existe o triângulo ABC:

a) A(p,3), B(1,6) e C(-1,1) b) A(0,2), B(3,0) e C(p,3) c) A(p,-1), B(4,9) e C(p+1,4)

29) Sabendo que os pontos A, B e C estão alinhados, determine o valor de m em função de n, em


cada caso:

a) A(m,n), B(2,3) e C(-1,5) b) A(1,4), B(m,n) e C(5,3) c) A(-3,-2), B(2,1) e C(m,n)

30) Obtenha o ponto em que a reta AB corta o eixo das abscissas: A(2,3) e B(3,2)

31) Obtenha o ponto em que a reta AB corta o eixo das ordenadas : A(1,2) e B(2,1)

32) Obtenha o ponto em que a reta AB corta a bissetriz dos quadrantes ímpares: A(-1,3) e B(3,2)

33) Obtenha o ponto em que a reta AB corta a bissetriz dos quadrantes pares: A(1,4) e B(-2,-3) b

34) Obtenha o ponto de intersecção das retas AB e CD : A(0,1), B(1,0), C(0,0) e D(2,-4)

EQUAÇÃO GERAL DA RETA

35) Determine em cada caso uma equação geral da reta AB :

a) A(3,5) e B(4,7) b) A(-3,2) e B(2,-3) c) A(0,3) e B(-2,-4) d) A(0,0) e B(3,-4)

e) A(1,1/2) e B(2/3,-2)

36) Determine, para cada gráfico, uma equação geral da reta nele representada:
a) b)
y y

3
x x
-4 -5
5
-5

c) y d) y

x x
4

37) Obtenha uma equação geral para cada uma das retas-suporte dos lados do triângulo de vértices
A(-3,1), B(2,2) e C(1,0).

38) Dada a reta r de equação x+3y-5=0, verifique se cada ponto pertence à reta r :

a) A(-5,0) b) B(2,1) c) C(1,2) d) D(0,5/3) e) E(4,1/3)

39) Dada a reta (r) 2x-3y+6=0, determine :

a) o ponto A de abscissa –2

b) o ponto B onde r intercepta o eixo X

c) o ponto C onde r intercepta o eixo Y

d) o ponto D onde r intercepta a bissetriz dos quadrantes ímpares

e) o ponto E onde r intercepta a bissetriz dos quadrantes pares.

40) Obtenha a área do triângulo determinado pela origem e pelas intersecções da reta (r) 5x+2y-10=0
com os eixos cartesianos.

41) Obtenha o ponto de intersecção das retas r e s em cada caso :

a) (r) x-y-3 = 0 b) (r) 2x-y+4 = 0

(s) 2x-3y-1 = 0 (s) 3x+2y-1 = 0


6

Coeficiente Angular DA RETA


42) Calcule o coeficiente angular da reta r:
a) b) y
y r r

45° 45°
x x

c) d)
y y

r
30°
30° x x

43)O crescimento y de uma cultura biológica passa de 8 cm² para 10 cm², enquanto o tempo x
aumenta de 1 para 2 horas. Se a taxa média de crescimento é representada pelo coeficiente angular
da reta que passa por esses dois pontos, determine essa taxa média de crescimento.

44) Dados os pontos A e B, calcule o coeficiente angular da reta AB :

a) A(3,-4) e B(6,-1) b) A(2,-1) e B(3,-4) c) A(-5,3) e B(-7,4) d) A(1,8) e B(1,5)

e) A(-3,2) e B(2,2)

45) Calcule a inclinação da reta AB em cada caso :

a) A(5,-2) e B(4,-1) b) A(0,0) e B(2,-23) c) A(4,2) e B(5,3) d) A(-2,9) e B(5,9)

e) A(3,-2) e B(3,7)

46) Dado o ponto A(1,3), obtenha as coordenadas do ponto B(k,2k-1) de modo que o coeficiente
angular de AB seja -3

47) Dado o ponto A(-2,1), obtenha as coordenadas do ponto B(2k,k+1) de modo que a inclinação da
reta AB seja 135 graus.

48) Obtenha o coeficiente angular de cada uma das retas :

a) 3x+4y=7 b) -5y+2x = 3 c) 2x-7y+5=0 d) x-y=0 e) - 3y+12=0


7

EQUAÇÃO FUNDAMENTAL DA RETA e EQUAÇÂO GERAL DA RETA

49) Obtenha a equação geral (utilizando-se da fundamental) da reta r de coeficiente angular m e que
passa pelo ponto A :

a) m=-4 e A(3,2) b) m=2 e A(-2,3) c) m=1/3 e A(-3,0) d) m=5 e A(0,-2)

50) Obtenha a equação fundamental da reta de inclinação alfa e que passa pelo ponto A :

a) alfa=30 graus e A(1,3) b) alfa=120 graus e A(-1,5)

c) alfa=135 graus e A(-2,-2) d) alfa=150 graus e A(5,-3)

51) Determine a equação da reta r que passa pelo ponto A :

a) b)
y y
r r

3 A 6 A

45° x 90° x
1 5

c) y d) y

r r

45° A x A 60° x

52) Obtenha a equação geral (utilizando a fundamental) da reta AB :

a) A(-3,4) e B(3,-2) b) A(-2,-1) e B(3,2) c) A(0,0) e B(-5,5) d) A(5,2) e B(9,2)

e) A(-3,-2) e B(-5,-2)
8

EQUAÇÃO REDUZIDA DA RETA


53) Obtenha a equação reduzida das retas:

a) 3x-2y+1=0 b) 4x-2y+3=0 c) x+y+1=0 d) 2x+3y=0 e) 2y-6=0

54) Obtenha uma equação geral das retas:

a) y= 3x-2 b) y= - x+5 c) y=- 3x-1 d) y=-4x e) y=7

55) Obtenha o coeficiente angular de cada uma das retas :

7 6 x 1
a) y = 3x - 4 b) y = 3 – 7x c) y= x d) y= -  11 e) y= x
9 5 3 2

56) Obtenha a equação reduzida das retas :

a) b)
y y

r r
3 2

45° x 60° x

c) d)
y y

r 3

30°
x x
2
9

57) Determinar a equação reduzida das retas em cada caso :


a) b)
y y

r r
5
3

2 x -6 x

c) d)
y y
r
-4 x x
3

-4 -5

EQUAÇÃO SEGMENTÁRIA DA RETA

58) Obtenha a equação segmentária da reta que passa pelos pontos P e Q :

a) P(7,0) e Q(0,4) b) P(-4,0) e Q(0,9) c) P(-6,0) e Q(0,-7) d) P(8,0) e Q(0,-6)

59) Obtenha a equação segmentária da reta representada em cada um dos gráficos :

a) b)
y y

5 9

-8 x 9 x
10

y y

c) x d) x
9 -10

-7
-6

60) Escreva a equação segmentária de cada reta :

a) 2x-5y+4=0 b) – x+3y-2=0 c) 3x-y+5=0 d) 2x+2y-3=0

61) Obtenha a equação segmentária de cada reta :

a) y= 2x-1 b) y= 3x+2 c)y= - x+5 d)y= - 2x-3

62) Obtenha a equação segmentária da reta que passa pelos pontos A e B :

a) A(2,3) e B(3,5) b) A(5,-2) e B(4,0) c) A(-3,-1) e B(-1,-2) d) A(5,-3) e B(3,-5)

63) Obtenha a equação segmentária da reta representada em cada um dos gráficos :

a) b)
y y

5 3
135° 135°
x x
-6 3

c) d)
y y

5 45° 45° -3
x x
-4
-4
11

64) Escreva uma equação geral para cada reta dada :

a) x / 5 + y / 6 = 1 b) x / 12 + y / 3 = 1 c) x / - 8 + y / 6 = 1

65) Obtenha a equação reduzida para cada reta dada ;

a) x / - 2 + y / 7 = 1 b) x / 6 + y / -4 = 1 c) x / 15 + y / 10 = 1

POSIÇÕES RELATIVAS DE DUAS RETAS

Retas Paralelas e Retas Concorrentes:

66) Determine a posição relativa das retas r e s :

a) (r) y= - 5x+2 b) (r) y= 3x+2 c) (r) y= - x+7 d) (r) y= 5


(s) y= - 2x+5 (s) y= 3x-2 (s) y= - x (s) y= 4

67) Classifique a posição relativa das retas r e s :

a) (r) 3x+5y+7=0 b) (r) 2x-5y+1=0 c) (r) x-y+2=0 d) (r) x-2=0 e) (r) x-1=0
(s) - 6x-10y=0 (s) - 4x-10y+3=0 (s) 2x+y-1=0 (s) y-2=0 (s) x+1=0

68) Determine m para que as retas r e s sejam paralelas :

a) (r) y=(m-1)x+9 b) (r) y=mx+2 c) (r) mx-y-4=0 d) (r) - x+2y+m=0


(s) y=3x-2 (s) y=(2-m)x-3 (s) 2x+y+5=0 (s) 2x-4y-3=0

69) Em cada caso, obtenha a equação da reta r que passa pelo ponto P e é paralela à reta s :

a) P(1,2) e (s) 2x-y+5=0 b) P(-3,-3) e (s) 2x-4y+7=0

c) P(-3,4) e (s) y+2=0 d) P(5,-2) e (s) x-6=0

70) Obtenha a equação reduzida da reta r que passa pelo ponto Q(0,-2) e é paralela à bissetriz
dos quadrantes ímpares.

71) Obtenha a equação reduzida da reta r que passa pelo ponto Q(0,4) e é paralela à bissetriz dos
quadrantes pares .

72) As retas r e s de equações x+y-4=0 e 2x-y+1=0, respectivamente, se interceptam num ponto P.


Determinar esse ponto.

73) (FUVEST) As retas de equações 4x-3y+a =0, 5x-y+9 =0 e 3x-2y+4 = 0,se interceptam em um
ponto.Determine o ponto de intersecção e o valor de a.
12

74) Determine a equação fundamental da reta r, sabendo que ela é paralela à reta s :
a) b)
r y y r

s s
135° 3 7 60°
x x
2 -5

c) y d) y
r s r
s 4
30° 60°
-6 x x

Retas Perpendiculares:

75) Verifique em cada caso, se as retas r e s são ou não são perpendiculares :

a) (r) y= - 2x+7 b)(r) y= 2/3x+1 c)(r) y= x+8 d)(r) y= 3x-2


(s) y= x/2-3 (s) y= 3/2x - 1 (s) y= - x+7 (s) y= - 1/3

76) Verifique, em cada caso, se as retas r e s são ou não são perpendiculares:

a) (r) - 5x+3y-2=0 b) (r) 4x+y-5=0 c)(r) 7x-2y+5=0 d) (r) y+5=0 e) (r) x+8=0
(s) 3x+5y-4=0 (s) 2x-8y+21=0 (s) 2x-7y=0 (s) y-1/5=0 (s) y+8=0

77) Em cada um dos casos, determine m para que as retas r e s sejam perpendiculares :

a) (r) 8x-3y+1=0 b) (r) x-my+3=0 c) (r) x+my-1=0 d) (r) mx+y+5=0


(s) mx+8y-2=0 (s) 6x-2y+7=0 (s) 2mx-2y+7=0 (s) x+my+5=0

78) Em cada caso, obtenha a equação da reta r que passa pelo ponto P e é perpendicular à reta s :

a) P(2,3) e (s) x+3y-4=0 b) P(0,0) e (s) x+y+3=0 c) P(3,- 1) e (s) - 2x+y=0


13
d) P(- 2,- 3) e (s) y-1=0 e) P(- 4,1) e (s) x+2=0

79) Determine a equação da reta perpendicular a s no ponto P ( que pertence a s ) de abscissa 2 :


(s) 3x+2y-6=0 .

80) Obtenha a equação da mediatriz r do segmento AB :


a) A(2,5) e B(7,3) b) A(-2,3) e B(4,1) c) A(3,5) e B(3,9) d) A(-6,4) e B(2,4)

81) Os pontos A(1,2) e C(7,5) são extremidades de uma das diagonais do quadrado ABCD.
Obtenha a equação da reta BD, suporte da outra diagonal.

82) Em cada caso, determine a projeção ortogonal Q do ponto P sobre a reta r e o ponto P',
simétrico de P em relação a r :
a) P(3,6) e (r) x+3y-6=0 b) P(0,5) e (r) x-2y+12=0

DISTÂNCIA DE PONTO À RETA

83) Calcule a distância entre o ponto P e a reta r em cada caso:

a) P(1,2) e (r) 2x-3y+1=0 b) P(-2,-5) e (r) x+2y-3=0 c) P(4,-1) e (r) x-y=0

d) P(-1,2) e (r) 3x-5=0 e) P(-3,-2) e (r) 2y+1=0

84) Obtenha a distância entre o ponto P e reta r em cada um dos casos :

a) P(2,5) e (r) y=2x-3 b) P(-2,3) e (r) x /3 + y /2 = 1

85) Calcule a distância do ponto origem à reta r :

a) (r) 5x-2y+1=0 b) (r) -2x+7y-2=0 c) (r) -3x-y+1=0 d) (r) 2y-5=0

86) Calcule a medida da altura HA, relativa ao lado BC, do triângulo de vértices A(1,2), B(3,5) e
C(5,1) .

87) Calcule a medida das três alturas do triângulo de vértices A(-1,1), B(1,7) e C(2,2) .

88) Calcule a distância entre cada par de retas paralelas :

a) (r) 3x+4y+4=0 b) (r) 5x+12y-24=0 c) (r) x+2y-6=0


(s) 3x+4y-11=0 (s) 5x+12y+15=0 (s) 2x+4y-13=0
14

ESTUDO DA CIRCUNFERÊNCIA

EQUAÇÃO REDUZIDA DA CIRCUNFERÊNCIA

89) Escreva a equação reduzida da circunferência de centro C e raio r em cada um dos casos :

a) C(5,5) e r=2 b) C(-1,2) e r=1 c) C(-3,-4) e r=3 d) C(6,-1) e r= 5

e) C(0,0) e r=23 f) C(0,-2) e r=7 g) C(-8,0) e r=32

90) Em cada caso, determine o centro e o raio da circunferência dada pela sua equação reduzida :

a) (x-1)² + (y+1)² =1 b) (x+7)² + (y+8)² =11 c) (x-5)² + (y-9)² =3

d) (x-6)² + (y+11)² =50 e) (x+9)² + y² =5 f) x² + (y+8)² =98

g) x² + y² =20

91) Dados os pontos A(3,-7), B(1,-6), C(-2,-9) e D(4,-10), verifique se eles pertencem ou não
pertencem à circunferência de equação (x-1)² + ( y+9)² =9 .

92) Dados os pontos A(2,-4), B(1,-10) e D(-2,-2), verifique se eles pertencem ou não à circunferência
de centro C(-2,-7) e raio r = 5 .

93) Obtenha os pontos em que a circunferência de equação (x-2)² + (y+3)² =25 intercepta a abscissa .

94) Obtenha os pontos em que a circunferência de equação (x+3)² + (y-1)² =18 intercepta a ordenada.

95) Obtenha os pontos em que a circunferência de equação (x-2)² + (y-2)² =8 intercepta a bissetriz
dos quadrante ímpares .

96) Obtenha a equação reduzida da circunferência de centro C(1,-1), que passa pelo ponto P(7,7) .

97) Obtenha a equação reduzida da circunferência de centro C(-3,-2), que passa pela origem do
sistema de coordenadas.

98) Os pontos A(6,2) e B(-2,-4) são extremidades do diâmetro de uma circunferência . Obtenha
sua equação reduzida .

EQUAÇÃO GERAL DA CIRCUNFERÊNCIA

99) Em cada caso, escreva a equação geral da circunferência, conhecidos o centro C e o raio r :
15

a) C(8,2) e r = 9 b) C(-7,5) e r = 8 c) C(9,-6) e r = 1

d) C(-5,0) e r = 3 e) C(0,0) e r = 25

100) Determine o centro e o raio para cada circunferência :


a) x²+y²+18x+18y+161=0 b) x²+y²-16x-17=0 c) x²+y²+20y+95=0

d) x²+y²-7=0 e) x²+y²-22x+14y+70=0

101) Verifique se cada uma das equações representa ou não uma circunferência. Em caso afirmativo,
determine o centro e o raio .
a) x²+y²-20x+18y+182=0 b) x²-y²+8x-16y+24=0 c) x²+y²-2x+16y+62=0

d) x²+y²-2xy-2x-2y+1=0 e) x²+y²-22y+121=0

102) Determine o valor de k para que cada equação represente uma circunferência :
(Condição : r > 0 então r2 > 0)

a) x²+y²-8x+6y+k = 0 b) x²+y²+10x-2y+k = 0

c) 2x²+2y²-4x-8y-k = 0 d) -x²-y²+6x-16y+k = 0

103) Obtenha o centro e o raio da circunferência de equação 4x²+4y²-12x+20y+33 = 0 .

POSIÇÃO DE UM PONTO EM RELAÇÃO A UMA CIRCUNFERÊNCIA:

104) Para cada ponto determine sua posição em relação à circunferência x²+y²+2x-20y-20 = 0 :

a) L(5,0) b) M(9,5) c) N(0,0) d) P(10,10) e) Q(0,20)

105) Para cada ponto determine sua posição em relação à circunferência (x+7)² + (y-4)² = 64 :

a) A(-7,4) b) B(7,-4) c) D(7,4) d) E(-7,-4) e) F(0,0)

106) Obtenha o valor de k para que o ponto P(k,2) seja interior à circunferência x²+ (y-1)² = 4 .

107) Obtenha o valor de k para que o ponto P(1,k) seja exterior à circunferência (x+2)² + (y-3)² = 25 .

INTERSECÇÃO DE RETA E CIRCUNFERÊNCIA

108) Para cada reta dada, determine sua posição em relação à circunferência (x+4)² + (y-5)² = 64 :

a) (s) 3x+4y+40= 0 b) (t) 3x+4y+32= 0 c) (u) 3x+4y+25= 0

d) (v) 3x+4y-48= 0 e) (w) 3x+4y-64= 0


16

109) Determine a posição da reta (s) 4x+3y-12=0 em relação a cada circunferência :

a) x²+y² = 4 b) x²+y² = 9 c) 25x²+25y²-144 = 0 d) (x-1)² + (y-2)² = 1

e) x²+y²-12x+8y+47= 0

110) A reta (s) x-y=0 é secante à circunferência (x-2)² + (y+1)² = 9 nos pontos A e B. Determine o
valor da corda AB .

111) Determine a equação reduzida da circunferência de centro C(0,5), sabendo que a reta
(t) 4x-3y=0 é tangente a ela.

BIBLIOGRAFIA : MATEMÁTICA CONCEITOS E FUNDAMENTOS


Antônio Nicolau Youssef
Vicente Paz Fernandez
Editora Scipione Vol. III

Colégio Técnico Singular


Vespertino-2015