Você está na página 1de 11

Eletricidade I

Características dos
circuitos elétricos, leis de
Kirchhoff

Você constatou a presença de tensão e corrente em um circuito elétrico durante as


experimentações da unidade anterior! Agora, você vai constatar várias situações que
resultam das ligações em série ou paralelo dos componentes de um circuito elétrico.

Aprenderá também a identificar esses componentes, assim como suas funções no


circuito. Para que tudo fique bem claro, você verá circuitos em série, em paralelo e
mistos e fará operações, cálculos e leituras de corrente e tensão elétricas.

A partir de duas montagens para as experimentações que comprovam as leis de


Kirchhoff e um texto sobre circuitos e componentes elétricos, constatar que:
• Em um circuito elétrico em série, a soma das tensões parciais é igual à tensão
aplicada no circuito e o valor da corrente elétrica é igual em todos os pontos do
circuito;
• Em um circuito elétrico em paralelo, a soma das correntes parciais é igual à
corrente de entrada do circuito e o valor da tensão aplicada é igual em todos os
componentes do circuito.

Os circuitos elétricos são caracterizados, também, pela maneira com que os


componentes são ligados à fonte de energia. Em geral, os componentes podem ser
ligados, nos circuitos, em série, em paralelo ou de modo misto.

Circuito em série

No circuito em série, a corrente elétrica percorre, sucessivamente, cada um dos


componentes intercalados entre os bornes da fonte geradora de eletricidade.

Nesse tipo de ligação, o valor da corrente elétrica é igual em todos os componentes do


circuito.

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


95
Eletricidade I

Circuito aberto

Circuito fechado

Note que a corrente precisa entrar e sair de uma lâmpada para poder entrar na
lâmpada seguinte. As lâmpadas (consumidores) não podem funcionar separadamente,
pois cada uma serve de ponte de ligação para as outras.

Desse modo, se qualquer uma das lâmpadas se queimar a corrente não poderá mais
percorrer o circuito, que deixará de funcionar.

Nos circuitos elétricos em série, há uma queda de tensão nos extremos de cada
componente. Havendo corrente elétrica no circuito, a queda de tensão em cada
componente será proporcional à sua resistência.

Circuito elétrico em série.

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


96
Eletricidade I

A soma das tensões indicadas nos voltímetros U1, U2 e U3 será igual à tensão
indicada no voltímetro que mede a tensão da bateria Ut.

Circuito elétrico em série.

As conclusões anteriores nos levam à seguinte expressão matemática:

UT = U1 +U2 +U3

Essa expressão corresponde à segunda lei de Kirchhoff, que diz: “No circuito em
série, a soma das tensões parciais consumidas é igual à tensão aplicada no circuito”.

Portanto, temos:

UT = UT +U2 +U3 + ... + Un

Quando o circuito é formado por vários componentes de mesmo valor resistivo, a


queda de tensão é igual em todos os componentes, isto é;

U1 =U2 =U3 = ... = Un

Un representa a queda de tensão no último elemento do circuito. Logo, nesse caso, a


tensão de entrada será igual à tensão de um componente vezes o número de
componentes:

UT = U1 . n para U1 =U2 =U3 ... Un

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


97
Eletricidade I

Exemplos:

Determinar o valor da fonte de alimentação UT. Dados: U1 = 10 V, U2 = 5 V e U3 = 9 V.

Circuito elétrico em série

Solução:
UT = U1 + U2 + U3 =>
UT = 10 + 5 + 9 =>
UT = 24 V

Resposta: O valor da tensão é 24 V.

Determinar o valor de UT, onde U1 = U2 = U3. Dados: U1 = 4 V, U2 = 4 V e U3 = 4 V.

Circuito elétrico em série.

Solução:
UT = Un =>
UT = 4 x n = 4 x 3 =>
UT = 12 V.

Resposta: O valor da tensão é 12 V.

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


98
Eletricidade I

Circuito em paralelo

No circuito elétrico em paralelo, os componentes são associados de tal forma que o


funcionamento de um independe do outro.

Exemplo de circuito em paralelo


.
Neste caso, todo o circuito é operado através do dispositivo de manobra 7. Mas os
consumidores têm funcionamento independente, porque a corrente elétrica tem vários
caminhos.

As tensões elétricas medidas entre os pontos do circuito C – D, B – E e A – F são


iguais. Portanto, em um circuito em paralelo, o valor da tensão elétrica é igual para
todos os componentes.

Se instalarmos amperímetros nos ramos de uma ligação em paralelo, a leitura dos


instrumentos nos informará que: “A corrente que entra no circuito é igual a soma das
correntes parciais dos seus ramos”. Esta é a primeira lei de Kirchhoff.

Circuito elétrico em paralelo

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


99
Eletricidade I

Daí, matematicamente têm-se:

IT = I1 +I2 +I3 + ... + In

Na expressão acima, IT é o valor da corrente de entrada, I1 +I2 +I3 são correntes


parciais dos ramos e In é o valor da corrente no último ramo.

Quando os elementos do circuito tiverem mesmo valor resistivo, ocorrerá que IT = I x n,


pois em todos os ramos as correntes serão iguais.

I é o valor da corrente em um ramo e n é o número de ramos do circuito.

Exercícios:
Calcular a corrente indicada no amperímetro. Dados: I1 = 2 A, I2 = 3 A e I3 = 5 A.

Circuito elétrico em paralelo.

Solução:
IT = I1 + I2 + I3 =>
IT = 2 + 3 + 5 =>
It = 10 A

Resposta: A corrente indicada no amperímetro será de l0 A.

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


100
Eletricidade I

Calcular os valores das correntes I1, I2 e I3, onde I1 = I2 = I3. Dados: IT = 9 A e n = 3.

Circuito elétrico em paralelo

Solução:
IT = I x n =>
IT = I x 3 =>
9 = I x 3 =>
I = 9 / 3 =>
I = 3 A.

Resposta: Os valores das correntes são: I1 = I2 = I3 = 3 A.

Circuito misto

Como o próprio nome diz, circuito misto é o que tem parte dos consumidores ligada
em série e parte ligada em paralelo. Nos circuitos mistos devemos identificar os
consumidores associados em série e os associados em paralelo.

Já sabemos que nos circuitos ligados em série, os componentes são percorridos pela
mesma corrente. A tensão de entrada é igual a da soma das tensões parciais em cada
componente.

Nos circuitos em paralelo, a tensão é igual em todos os componentes e a corrente de


entrada é igual a soma das correntes parciais que percorrem cada ramo de circuito.

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


101
Eletricidade I

Circuitos mistos requerem cuidado na análise de seu funcionamento.

Exemplo de circuito elétrico misto.

As ligações do circuito acima apresentam as seguintes características:


• L1 e L5 estão ligados em série.
• L2, L3 e L4 estão ligadas em paralelo entre si.
• O circuito paralelo formado por L2, L3 e L4 está ligado em série com L1 e L5.
• As tensões são iguais em L2, L3 e L4.
• A tensão da fonte é igual à soma das tensões L1 e L5 e à tensão consumida no
circuito paralelo ( L2, L3 e L4).
• A corrente fornecida pela bateria é a que percorre em L1 e L5, e é igual à soma
das correntes parciais de L2, L3 e L4.

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


102
Eletricidade I

Exercícios resolvidos:

1. Determinar a tensão da fonte. Dados: U1 = 3 V, U2 = 4 V e U3 = 5V.

Circuito elétrico misto.

Solução:
UT = U1 + U2 + U3 =>
UT = 3 + 4 + 5 =>
UT = 12 V.

Resposta: A tensão da fonte é de 12 V.

2. Calcular a corrente elétrica fornecida pela fonte. Dados: I1 = 3 A, I2 = 2 A e


I3 = 1 A.

Circuito elétrico misto.

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


103
Eletricidade I

Solução:
IT = I1 + I2 + I3 =>
IT = 3 + 2 + 1 =>
IT = 6 A.

Resposta: A corrente fornecida pela fonte é de 6 A.

Exercícios:

1. Assinale com V as afirmativas verdadeiras e com F, as falsas.

( ) No circuito em série, a corrente elétrica é igual em todos os componentes.


( ) As lâmpadas ligadas em série podem funcionar separadamente.
( ) A queda de tensão em cada componente do circuito em série é proporcional à
sua resistência.
( ) A tensão aplicada em um circuito em série é igual à soma das quedas de
tensão de cada componente.

2. Complete as sentenças escrevendo as palavras corretas nos espaços em


branco.

a. No circuito em série somam-se as __________________________________.


b. No circuito em paralelo somam-se as _______________________________ .
c. No circuito misto somam-se as _______________ e as _________________ .
d. A tensão nos componentes de um circuito paralelo é ___________________ .

3. Assinale com S as alternativas que correspondem ao circuito em série e com P


as que correspondem ao circuito em paralelo.
( ) 1ª lei de Kirchhoff
( ) UT = U1 + U2 + ...+ Un
( ) IT = I1 + I2 +...+ In
( ) 2ª lei de Kirchhoff

4. Calcular as tensões e as correntes em cada resistor nos circuitos abaixo.

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


104
Eletricidade I

Resposta:
ET = 5V ER1 = 3V
ER2=_______ ER3 =_________
IR1= _______ IR2 =__________
IR3= _______ It =___________

Resposta:
ET = _______ IT = ______
ER1= 3V IR1 = ______
ER2 = _______ IR2 = ______
ER3 = 4,5V IR3 = ______

Escola SENAI “Oscar Rodrigues Alves”


105

Você também pode gostar