Você está na página 1de 5

AGRUPAMENTO DE ESCOLAS OLIVEIRA JÚNIOR – 152900

Escola Básica e Secundária Oliveira Júnior – 402850

CURSOS PROFISSIONAIS
Ano letivo 2018/2019

História da Cultura e das Artes Módulo X- A Cultura do Espaço Virtual


12ºJ
Professor: Nuno Pinto
Ficha nº2

A revolução cultural nas décadas de 60-70.


Na década de 60, um mundo saído da segunda guerra mundial continuava
mergulhado num clima de conflito. A guerra fria acabaria por dividir o mundo
em dois grandes blocos. A contestação a este clima acabaria por levar a formação
de novas ideias e da construção de um novo futuro.

• Sociedade com maior acesso à informação.


• Descontentamento com as lideranças politicas.
• Contestação contra os conflitos armados.
• Maior consciência de uma juventude mais instruída.
• Problemas de desigualdade social.
• Segregação racial.
• Vontade de construir um mundo diferente.

O Maio de 68
Começou como uma série de greves estudantis que irromperam em algumas
universidades e escolas de ensino secundário em Paris, após confrontos com a
administração e a polícia. A tentativa do governo gaullista (Charles de Gaulle) de
esmagar essas greves com mais ações policiais no Quartier Latin levou a uma
escalada do conflito, que culminou numa greve geral de estudantes e em greves
com ocupações de fábricas em toda a França.

A maioria dos insurretos era adepta a


ideias esquerdistas, comunistas ou
anarquistas. Muitos viam os eventos
como uma oportunidade para sacudir os
valores da "velha sociedade",
contrapondo ideias avançadas sobre a
educação, a sexualidade e o prazer. Entre

1
eles, uma pequena minoria defendia ideias de direita.

Mesmo sem alcançar algum tipo de conquista objetiva, o movimento de Maio de


68 indicou uma mudança de comportamentos. As artes, a filosofia e as relações
afetivas seriam o espaço de ação de um mundo marcado por mudanças. Não
podemos bem ao certo julgar esse episódio como imaturo ou precipitado. Muito
menos sabemos limitar precisamente o quanto o mundo modificou a partir de
então. No entanto, podemos refletir qual o lugar que a rebeldia e vigor das ideias
ocupam numa sociedade sistematicamente taxada de consumista e individualista.

A luta contra a segregação racial nos E.U.A.

Apesar do seu elevado desenvolvimento económico e tecnológico, os E.U.A.


continuavam a praticar a segregação racial. A população negra era
sistematicamente discriminada.

Em 1955, aconteceria um marco na história dos direitos dos negros dos Estados
Unidos. No altamente segregado e racista estado do Alabama, uma senhora negra
chamada Rosa Parks sentou-se num assento reservado a negros. Com o autocarro
ficando cheio, para evitar que brancos ficassem em pé, o motorista exigiu que os
quatro negros da primeira fileira da parte exclusiva do automóvel para 'pessoas
de cor' se levantassem, mas Rosa recusou. Ela acabou por ser presa, por
desobedecer ao código civil da cidade de Montgomery. Este ato gerou revolta
entre a comunidade negra local e os protestos espalharam-se. Um bem-sucedido
2
boicote as empresas de transportes de Montgomery, entrou em vigor no mesmo
ano e durou por algum tempo. A revolta deu maior intensidade ao movimento
dos direitos civis dos negros nos Estados Unidos. Rosa Parks tornou-se um
símbolo internacional na luta contra a segregação. Figuras proeminentes como
Martin Luther King, Jr. ganharam notoriedade pedindo igualdade de direitos.
Enquanto a população branca no norte começava a ver a segregação como algo
errado, os sulistas resistiam. Mas o entendimento das cortes estatais e federais,
além dos políticos, era de que a discriminação racial institucionalizada deveria
acabar.
Martin Luther King
Líder negro norte-americano (15/1/1929-4/4/1968). Nasce em Atlanta. O pai e o
avô materno eram pastores batistas, carreira que ele também decide seguir. Aos
22 anos forma-se em teologia e dois anos depois casa-se com Coretta Scott, com
quem tem quatro filhos.

Malcom X

Malcolm X foi um ativista pelos direitos civis nos Estados Unidos. Nascido em
19 de maio de 1925, em Omaha, Nebraska, Malcolm X foi um líder nacionalista
negro que serviu como porta-voz da Nação do Islã durante os anos 50 e 60.
Devido aos seus esforços, a Nação do Islã cresceu de meros 400 membros na
época em que ele foi solto da prisão, em 1952, a 40.000 membros em 1960.
Articulado, apaixonado e um orador nato, Malcolm X incentivou os negros a se
livrarem das algemas do racismo “de qualquer forma necessária”, incluindo
violência. O impetuoso líder pelos direitos civis rompeu com seu grupo pouco
tempo antes de seu assassinato.

O movimento Hippie

O movimento Hippie foi um comportamento coletivo de contracultura, iniciado


por jovens americanos nos últimos anos da década de 1960 e caracterizou-se pela
anarquia não violenta e politicamente ativa contra a guerra, pela preocupação
pelo meio-ambiente e a total rejeição do dos valores tradicionais da sociedade da
classe média e do materialismo ocidental.
Contrários aos ideais da sociedade daquela época, os hippies tinham uma
filosofia orientada por mestres espirituais, valorizavam a natureza, viviam em
comunidade e apreciavam a utilização de drogas como LSD, maconha e
mescalina. Eram contra a propriedade privada, sempre vistos viajando em trailers

3
ou vivendo em conjunto com seus
iguais. Pregavam a inexistência de
nações ou fronteiras separando os
países. Para eles, o mundo seria de
todos e cada um deveria buscar sua
própria paz espiritual.

1) Tendo em conta as ideias defendidas no maio de 68, consideras que hoje


ainda existe uma sociedade conservadora (Justifica)?
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________

2) Olhando para notícias como as recentes agressões no bairro da Jamaica,


consideras que a segregação racial é uma realidade no nosso país, ou do
teu ponto de vista essa questão está ultrapassada?
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________

4
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________

3) Os Hippies contestavam as guerras, os problemas ambientais e o


materialismo. Do teu ponto de vista, a tua geração ainda partilha dessas
ideias ou as preocupações atuais mudaram?
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________
_____________________________________________________________