Você está na página 1de 26

TUTORIAL LOAD BALANCE ASSIMÉTRICO – DETALHADO LINK ESTÁTICO

Olá, mais uma vez pessoal, meu nome é Pedro Henrique Rodrigues da Silva, e neste
tutorial estarei ensinando/ajudando e também juntamente com vocês aprendendo como
configurar um balance em um Mikrotik. Assim como na outra aula, LINUX PARALELO COM
MIKROTIK, explicarei com detalhes como serão feitas as marcações tanto das rotas quanto das
conexões e também como fazer com que determinados sites passe por fora do balance,
evitando assim algumas falhas de entre outros problemas possíveis apresentados aqui. O
tutorial foi feito baseado em estudos que fiz em fóruns e blogs como: underlinux, overnix,
vivaolinux, wiki.mikrotik entre muitos outros sites disponíveis na internet.
Se houver erros aqui, sugestões e criticas serão aceitas, pois a intenção é ajudar e compartilhar
conhecimentos.

TOPOLOGIA DO TUTORIAL
INTRODUÇÃO RÁPIDA

Neste exemplo estarei explicando com links assimétricos, ou seja, com cargas
diferentes e de forma estática. Usarei um “link” de 15MB e outro de 10MB como exemplo,
sendo que os testes serão feitos em uma maquina virtual.

Quando temos links assimétricos, fazemos as divisões de cargas de forma proporcional:

Link1 = 10MB Faremos 02 marcações no link de 10MB


Link2 = 15MB Faremos 03 marcações no link de 15MB
Total = 25MB
Marcações = 5 Marcações 5/0

OS: Lembrando que é uma proporção entre as velocidades dos links.

Se fossem em 03 Links também assimétricos teríamos, por exemplo:

Link1= 2MB Teríamos 04 marcações


Link2 = 1MB Teríamos 02 marcações
Link3 = 512K Teríamos 01 marcação
Total = 3,5MB
Marcações totais = 7 marcações

Com os 03 links apenas somamos tudo, e dividimos o valor da velocidade real de um link pelo
o de menor velocidade. Ou seja, pegamos o Link3 = 512K ou 0,5K, e dividimos pelos outros:

2MB/0,5K = 4
1MB/0,5= 2
0,5MB/0,5MB=1
Total de 07 marcações

No balance simétrico a teoria e a prática é a mesma coisa do tutorial, no entanto apenas


com duas “marcações de cargas”, sendo que os links terão a mesma velocidade.
Vamos à prática:

Vamos setar os endereços de IP nas placas, e se preferir dêem nome as interfaces na aba
interfaces.

Clique em:

IP> ADDRESS e defina os valores conforme a realidade da sua rede. No meu exemplo usarei
como na topologia:

Para a ether1 (Link1-10MB) usarei o range 187.100.100.0/24 defina o host, usarei o final 254.
Para a ether2 (Link2-15MB) usarei o range 187.200.200.0/24 defina o host, usarei o final 254.
Para a ether3 (Lan) usarei o range 192.168.0.254/16 defina o host, usarei o final 254.

O próximo passo é o DNS, use o seu de preferência e faça como na figura abaixo.
IP> DNS

Próxima coisa são as rotas dos links, siga como abaixo e observe o lugar marcado em amarelo,
são as distância dos links; no gateway do seu Link1 coloque distance 1 e do link2, distance 2.
IP>ROUTES
Criaremos o Mascaramento na aba NAT dos dois links, vamos em:
IP>FIREWALL>NAT e adicione as regras abaixo:

Deverão fica assim:

Agora vamos a parte mais importante do balance que são as marcações, já citadas na
introdução.

Vamos em IP>MANGLE

Primeiramente vamos criar a regra que determina que alguns sites que usam a porta
443 não vão passar pelo balance.

Observação: Importante ressaltar que essa regra deve ficar acima de qualquer outra que
estiver com marcações.

Clique para adicionar e siga como abaixo nas figuras abaixo:


Regra 1
Regra 2
No final de um nome a regra. Ela deverá estar como abaixo.

Agora criaremos uma regra para que nossa routerboard aceite as requisições da nossa placa
LAN com a faixa de IP 192.168.0.0/16.

Regra 3

Suas regras devem ficar dessa maneira até essa parte do tutorial.
MARCAÇÕES DAS CONEXÕES E DAS ROTAS

Teremos 04 coisas a fazer nessa parte:

1- Marcar conexão dos links;


2- Marcar a divisão das cargas dos links;
3- Marcar a rota de entrada dos links;
4- Marcar rota de saída dos links;

1 – MARCANDO AS CONEXÕES DOS LINKS:

LINK1 - 10MB:
LINK2 – 15MB:

Devendo ficar assim:


2 – DIVISÃO DE CARGAS:
A) LINK1 – 10MB – 5/0:
B) LINK1 – 10MB - 5/1:
Dê um nome para regra.
As marcações do LINK de 10MB devem ficar assim no final:
C) LINK2 – 15MB – 5/2
D) LINK2 – 15MB – 5/3
E) LINK2 – 15MB – 5/4
Suas regras deverão ficar assim até essa parte do tutorial
2- MARCANDO A ROTAS DOS LINKS

A) Rota de entrada para LINK1


B) Rota de entrada para LINK2
3 – MARCAR ROTAS DE SAIR DOS LINKS
ROTAS

Nesta etapa, faremos as rotas com as marcações que criamos durante o processo em MAGLE.

Volte novamente em IP>ROUTES e adicione as regras abaixo:

A primeira rota será para o LINK1, adicione o gateway do LINK, selecione a opção ping em
Check Gateway, e selecione em Routing Mark a rota que criamos nas marcações em mangle.

Faremos o mesmo procedimento para o LINK2, colocando o gateway do LINK2, selecionando a


opção de ping e marcando a rota para o link2.
Bom pessoal, é isso ai espero que este material ajude todos vocês... lembrando que não sou
um expert nem mestre na área de Mikrotik, apenas com os estudos consegui alcançar algumas
coisas para poder ajudar a você que precisa.. então fica um pedido.
Não venda este material, é um passo a passo simples ou receita de bolo como é conhecido por
muitos, não lucre com o trabalho dos outros. Apenas compartilhe assim como estou fazendo
com você.

Um abraço saudoso,

Att;

Pedro Henrique Rodrigues da Silva


Técnico em Rede de Computadores:
-Server Linux - Windows Server - Mikrotik RouteOS - CFTV

Contatos:

Pedro Henrique Rodrigues da Silva


https://www.facebook.com/phrdsilva
E-mail: phrdsilva@gmail.com
Skype: pedrohenrique.ti