Você está na página 1de 37

1

APRESENTAÇÃO

Estamos a caminho de uma evangelização restauradora! A missão de uma


Igreja Terapêutica é levar a restauração e libertação a todo ser humano. É
uma tarefa de honra ser um atalaia proclamador e libertador que toca a
trombeta anunciando a Paz, como fez João Batista ao clamar em alta voz:
“No dia seguinte João viu a Jesus, que vinha para ele, e disse: Eis o
Cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo. ” (João 1:29)
Este manual lhe será útil em sua caminhada como um atalaia, com a voz
que ressoa neste deserto chamado CAMPO GRANDE.
Falar do projeto CASA DE PAZ é levar o Senhor da paz a cada pessoa, que
se encontra sem esperança, aos pés de Cristo Jesus. Ele é a vida verdadeira,
a paz que todos nós esperamos e, podemos afirmar, que Ele é a única
esperança para todos nós. Levar a mensagem à casa de paz é trazer as
pessoas para o corpo de Cristo, que é a igreja, por meio do Batismo.
Meu desejo é que, ao final desta jornada evangelística, você tenha vivido a
maior experiência de sua vida: ter levado aos pés de Cristo uma pessoa
sem paz e esperança.
Nossa meta é alcançarmos 100 casas até o mês de agosto. Por esta razão a
leitura e observação das dicas e orientações deste manual dará a você e a
seu GDF o resultado que todos nós esperamos: 300 pessoas sendo
evangelizadas e 150 batismos no mês de setembro deste ano.
Você tem à sua frente a maior e melhor maneira de expressar seu amor aos
desesperançados sem Cristo. Em sete semanas você ministrará: Como ter
um lar cheio de paz? Quem é esse Jesus batendo à sua porta? Há poder no
nome de Jesus; O poder do sangue de Jesus; O propósito de Jesus na sua
vida; Como ter uma casa de paz; Prosperidade.
Pronto, agora é crer e depender do mover de Deus através de você. O
chamado que o Senhor tem para sua vida é influenciar vidas e famílias com
a Palavra de Deus e conquistar novos territórios. Parabéns por esta decisão!
Agora você é um ATALAIA NA CASA DE PAZ!
Minha oração é que você desfrute desta colheita maravilhosa e promova
uma grande festa no céu e na terra.

Pr. Nivaldo Didini Coelho

2
1. INTRODUÇÃO
Pouco antes da sua morte Jesus declarou aos seus discípulos: “Deixo com
vocês a paz. É a minha paz que eu lhes dou; não lhes dou a paz como o
mundo a dá. Não fiquem aflitos, nem tenham medo” (Jo 14:27). E logo
após sua ressurreição ele apareceu aos mesmos discípulos para confortá-
los, e essa foi a primeira declaração que ele fez: “Paz seja convosco! ” Sim,
Jesus está muito interessado em ministrar a Sua paz aos corações das
pessoas.

2. A INSPIRAÇÃO BÍBLICA
Trata-se de uma estratégia bíblica, simples e eficaz de mobilização da
igreja local para ganhar vidas e estabelecer suas casas como a base para a
expansão do reino de Deus. A passagem bíblica usada como base é o
capítulo 10 de Lucas, onde Jesus chama 70 dos seus discípulos, todos
inexperientes na fé, e os envia de dois em dois a diversas cidades e aldeias,
com a missão de encontrar pessoas que estivessem abertas para receber a
presença do Senhor em suas casas.
Nos versículos 5 e 6 Jesus os orientou dizendo: “Quando entrarem numa
casa, façam primeiro esta saudação: ‘Que a paz esteja nesta casa! ” E, se ali
houver algum filho da paz, repousará sobre ele a vossa paz (…) ”. Então, a
tarefa dos 70 era encontrar os “filhos da paz” e estabelecer suas casas como
“Casas de Paz” e uma base de operação do reino de Deus.
O texto nos mostra que os discípulos saíram de dois em dois para a missão
que Jesus lhes havia dado, indo a diversas cidades, aldeias e povoados a
fim de encontrar pessoas que estivessem abertas para receber a presença do
Senhor Jesus em suas casas. Alguns dias depois, todos retornaram “cheios
de alegria” por tudo o que viram o Senhor realizar: salvação, restauração e
milagres! Aqueles homens ousaram obedecer ao Senhor, enfrentando
muitas oposições e seus próprios medos, e o resultado foi aquilo que
queremos experimentar como igreja: um verdadeiro avivamento!

3. O QUE SÃO AS CASAS DE PAZ


São casas que se abrem para que, durante um período de sete semanas, a
palavra de Deus possa ser ministrada de uma maneira simples e
compreensível a pessoas que ainda não participam de nenhuma igreja
evangélica. Além da Palavra, as pessoas também recebem oração por suas
necessidades pessoais e enfermidades e são levadas a se integrarem em
nossa igreja.
3
4. IMPLANTANDO AS CASAS DE PAZ
A implementação das Casas de Paz envolve diversas etapas, incluindo um
tempo de preparação a fim de mobilizar toda a igreja para se envolver no
projeto, conforme descrito abaixo:

• Oração: Durante as semanas que antecedem o início da Campanha, toda


a igreja será desafiada a orar, saturando os céus da nossa cidade com
clamores tanto pelas pessoas que abrirão suas casas como por aquelas
que serão convidadas a participar das Casas de Paz. Faremos isso em
todas as reuniões possíveis: reuniões de oração, Celebrações, reuniões
de liderança, LEC, etc. É claro que a oração vai continuar até
finalização da Campanha, quando os frutos serão apresentados a Deus
numa grande celebração com toda a igreja.

• Mobilização nos Grupos de Discipulados Frutíferos – GDFs e


Celebrações: Tanto nos cultos de Celebração, quanto nos encontros e
reuniões as mensagens serão ministradas no sentido de preparar,
motivar e envolver o nosso povo, a fim de engajar o maior número de
pessoas possível no projeto.

• Definição das duplas – “Atalaias”: Inspirados no modelo de Jesus, que


enviou os 70 discípulos de dois em dois, estaremos formando as duplas
de “Atalaias” a fim de levar a Paz de Cristo a centenas de casas da
nossa cidade. O critério para a formação desses pares é que sejam
pessoas comprometidas com o Grupo de Discípulos Frutíferos - GDF e
a Igreja, que sejam batizadas e já tenham passado pelo Impacto com
Deus.

• Reuniões de treinamento Para o Envio das Duplas de Atalaias: Além


das ministrações feitas nos cultos de celebração, nas reuniões e
Encontro de Discípulos frutíferos, haverá pelo menos uma reunião
previamente agendada, quando todas as duplas já estiverem definidas,
para transmitir instruções mais detalhadas para a realização das
reuniões nas Casas de Paz, por exemplo: Como proceder nas casas;
Tempo e programação das reuniões; Como os estudos serão
ministrados; Como integrar os novos convertidos à vida da igreja;
Além dessas instruções, nessa reunião haverá um tempo especial no

4
Culto de Envio para que os Pastores possam orar e ungir as duplas de
suas respectivas redes, enviando-as para o trabalho.

• A Busca dos “Natanaéis”: Há muitas formas de se encontrar os


“natanaéis”. O evangelismo pessoal é a principal delas. A sugestão é
que cada dupla faça uma lista de pessoas pelas quais estarão orando e
busquem o momento de abordá-las, propondo se gostariam de abrir
suas casas para que a Paz do Senhor possa ser ali ministrada por sete
semanas. A prioridade deve ser abordar aquelas pessoas que estejam
enfrentando algum tipo de sofrimento pessoal ou em sua família. Ex:
alguém doente, um filho que esteja nas drogas, dificuldades financeiras,
etc.
Há sempre ao nosso redor pessoas necessitadas e outras que estão
curiosas em relação ao mundo espiritual. São verdadeiros “Natanaéis”,
que precisam ser descobertos, como Filipe (João 1.45-51). Outra
maneira de abrir “Casas de Paz” é utilizando as reuniões de
confraternização e de os eventos da Igreja para convidar o maior
número possível de pessoas não convertidas. Neste dia o líder do
evento ou mesmo uma das duplas poderia repartir uma pequena palavra
desafiando as pessoas a abrirem suas casas para Jesus.

• As Reuniões nas “Casas de Paz”: As reuniões acontecerão uma vez por


semana, durante sete semanas. Elas deverão ser intensas e objetivas,
não durando mais que 45 minutos, começando com uma breve oração,
depois um quebra-gelo rápido, 1 louvor (opcional) e em seguida a
palavra, que deverá ser ministrada em no máximo 15 minutos. Após o
ensino da palavra, é preciso dar oportunidade para que as pessoas
façam seus pedidos de oração, provocando a oportunidade para que
milagres aconteçam e aquelas famílias sejam abençoadas.
O encerramento da reunião acontecerá com essa oração. É muito
importante que a reunião não se estenda por mais 45 minutos, para que
as pessoas tenham expectativa pelo que acontecerá na próxima semana.
Casa de paz não é culto, por isso não há necessidade de grandes
pregações e sermos.

• O Material a ser Ministrado nas Casas de Paz: No site da igreja estará


disponível as 7 lições a serem ministradas semanalmente na Casa de
Paz. São lições tão simples que até mesmo um novo convertido pode
compartilhá-las. Tudo o que for ministrado tem como objetivo levar os
ouvintes ao arrependimento, à conversão e a um compromisso
5
definitivo com Cristo e com a igreja local. Antes de iniciarmos a
campanha, as duplas convocadas passarão por um treinamento
específico no Encontro de Discípulos Frutíferos dia 16/06, quando
serão instruídas em como ministrar.

• Dias e horários para realizar: Não existe um dia pré-estabelecido para realizar
a Casa de Paz, excetuando-se apenas os horários dos cultos oficiais da igreja.
É preciso entrar em acordo com a família para que seja um dia em que todos
possam estar presentes. O horário também deve ser acordado entre vocês,
porém cada reunião deverá durar no máximo 45 minutos.

5. ESCOLHA DAS DUPLAS DE ATALAIAS


Chamamos de “Atalaias” todos os irmãos que serão enviados para
implantar o reino de Deus nas casas. Esses irmãos devem passar pelo
treinamento e serem legitimados na reunião de envio por seus pastores. O
critério para a escolha desses agentes é que sejam batizados, terem passado
pelo Impacto com Deus. Os pastores, discipuladores, líderes de ministérios
já são automaticamente considerados Atalaias, pois, pela função que
exercem já cumpriram os requisitos anteriores, embora também necessitem
passar pelo treinamento específico do projeto.
É muito importante que a liderança seja a primeira a se envolver. Isso
demonstra a importância que essa ação missionária tem para nós. Os
membros dos Grupos de Discípulos Frutíferos - GDF serão convocados
para serem Atalaias pelos seus discipuladores, sob a orientação do pastor.
Caso exista algum caso especial de alguém que não tenha algum dos
requisitos exigidos o pastor ou líder é quem decidirá se a pessoa poderá ser
um Atalaia ou não.
É recomendável que pastores e líderes de ministério não façam duplas com
pessoas experientes, mas que escolham pessoas que estejam iniciando para
poder treiná-las. A razão é que dessa forma podemos aumentar o número
de duplas de atalaias e treinar outros irmãos que não tenham tanta
experiência.
Em cada dupla de agentes haverá um líder. No caso dos pastores, e líderes
eles serão automaticamente os líderes de suas duplas e no caso das duplas
formadas no Grupo de Discípulos Frutíferos - GDF, o discipulador da
dupla poderá estabelecer quem está mais apto para ser o líder da dupla de
Atalaias. O critério será a maturidade, responsabilidade e a frutificação.

6
Embora exista um líder ambos participarão ativamente da missão inclusive
se revezando na condução das reuniões das casas de paz. Essa liderança
existe para a tomada de decisões necessárias e circunstanciais durante o
período do projeto.
Os Atalaias serão enviados de dois em dois, como Jesus adotou. Devem ser
casais casados ou duplas homogêneas. Os juvenis também poderão ser
atalaias desde que sejam acompanhados por um jovem maior de idade que
vai liderar a missão.

6. CONVOCAÇÃO DE ORAÇÃO E JEJUM


Sabemos que toda a batalha deve ser ganha primeiramente em oração. As
escrituras nos orientam a orar sem cessar. Por isso é fundamental que antes
de sairmos às casas tenhamos um período de oração, súplicas, intercessões,
decretos, tudo de acordo com a orientação do Espírito durante os
momentos de oração. Devemos orar tanto individual quanto coletivamente
na nossa vigília semanal. Por isso todos os pastores farão uma convocação
às seus liderados para um relógio de oração e jejum pelo período de 21 dias
antes do lançamento do projeto.
A partir do momento que as duplas de agentes forem formadas, será
fundamental que comecem o orar juntos e se prepararem para a missão.

Alvos de oração:
• Pelos Atalaias: Que sejam cheios do Espírito Santo e poder. Tenham
autoridade, sabedoria e ousadia para ministrar nas casas. Que tenham o
mesmo resultado que os discípulos de Jesus tiveram no passado. Que
sejam guardados de todo mal, que o Senhor opere sinais e maravilhas
através dos agentes.
• Para que caia a cegueira espiritual, jugo, resistência, tanto nas
famílias quanto nos bairros e na própria cidade. Vamos orar em
unidade para que toda a resistência do inimigo caia por terra. Podemos
percorrer a cidade de carro orando e profetizando; caminhadas de
oração nas ruas; atos proféticos; decretos de arrependimento...
• Para que haja fome e sede pelo evangelho. É maravilhoso quanto as
pessoas estão abertas e sedentas por salvação. Há interesse,
comprometimento, expectativa. A semente cai numa boa terra.
• Por casas abertas. Zaqueu abriu a porta de sua casa e logo em seguida
seu coração. Vamos crer e profetizar que muitas casas portas se abrirão

7
e muitas famílias serão transformadas, o que era ruína e desolação será
edificação.
• Pela participação dos familiares, vizinhos, parentes e amigos nas
casas que se abrirem. Não queremos alcançar apenas uma família
numa casa. A mensagem alcançará a muitos. Certa vez Jesus estava
ministrando numa casa. O lugar estava tão cheio que um enfermo
precisou ser baixado pelo telhado para chegar até Jesus.
• Pela manifestação de sinais e maravilhas, cura de enfermos. As
manifestações do Espírito Santo são uma poderosa arma para
convencer os ouvintes. Precisamos orar para que haja um aumento
dessas manifestações: palavra de sabedoria, palavra de conhecimento,
fé, curas, milagres, profecias, discernimento de espíritos, línguas e
interpretação de línguas.
• Pela ação dos anjos durante o projeto: Os anjos são enviados por
Deus para auxiliar os herdeiros da salvação. Eles protegem, encorajam,
fortalecem, tocam de forma sobrenatural as pessoas. Vamos pedir que
anjos sejam liberados.
• Por salvação: Cremos que milhares de pessoas conhecerão e receberão
a Jesus como Senhor e salvador de suas vidas. Vamos encher o céu
com nossas orações para que venha um derramar abundante do Espírito
e o resultado seja a transformação de muitos.
• Por libertação: Quando um ambiente está carregado com a presença
de Deus, as pessoas são libertas instantaneamente e nenhuma opressão
prevalece. Que as cadeias caiam todas por terra e as famílias adorem a
Deus livremente.
• Por consolidação. Desejamos fazer uma ponte para que todas as
pessoas alcançadas conheçam se integrem na igreja. Eles serão
convidados para as reuniões de celebração e também para as células.
Uma pessoa salva deve estar integrada no corpo de Cristo.
• Multiplicação dos Grupos de Discípulos Frutíferos - GDF: Cremos
que é possível multiplicarmos todas os nossos discípulos durante esse
projeto. Vamos transformar isso em realidade.
• Por uma colheita incomum e sobrenatural para o reino de Deus:
Estamos num tempo de oportunidades incomuns e os resultados serão
igualmente incomuns. Prepare-se para grandes experiências em sua
jornada.

8
7. A GRANDE FESTA DE ENCERRAMENTO DAS CASAS DE
PAZ:
No final das sete semanas haverá uma celebração especial envolvendo toda
a Igreja, nos moldes do retorno do Impacto, para celebrarmos a colheita.
Nesse dia todas as pessoas que abriram suas casas e também aquelas que
tiveram uma experiência pessoal com Deus, serão reconhecidas e
honradas, numa grande festa.

8. AGENDA
• Treinamento dos Atalaias: Mês de Junho
• Campanha de Oração: 31/05 a 20/06 – 3 vigílias
• Prazo para formação das duplas de Atalaias: 16/06
• Início dos 7 dias de Jejum das Duplas: 17/06
• Prazo para cadastramento das Casas de Paz: 23/06
• Culto de Envio dos Atalaias: 23/06
• Culto da Paz: 11/08
• Impacto com Deus:
Libeerten - Dias 16 a 18 de agosto
Liberte – Dias 23 a 25 de agosto
Homens e Mulheres – Dias 30/08 a 01/09
• Abrace e Batismo: 08/09 as 8:00

1ª lição 2ª lição 3ª lição 4ª lição 5ª lição 6ª lição 7ª lição


24 a 01 a 08 a 15 a 22 a 29/07 a 05 a
30/06 07/07 14/07 21/07 28/07 04/08 11/08

9. MATERIAL (KIT DA DUPLA DE ATALAIAS = R$ 20,00)


• 20 convites
• 1 chaveiro
*O óleo ungido pode ser adquirido na livraria.

10. POSSÍVEIS DÚVIDAS


1. Durante a campanha das casas de paz, as reuniões com o Grupo de
Discípulos Frutíferos - GDF serão interrompidas?
Não! Para nós como igreja terapêutica, entendemos que o cuidado tem três
fases: evangelismo com sinais e maravilhas; discipulado como um lugar de
9
cuidado, frutificação e aplicação dos dons e talentos de cada membro.
Assim sendo os encontros com o Grupo de Discípulos Frutíferos - GDF
continuam sendo a prioridade na estrutura de pastoreio da ágape.

2. Quais os pré-requisitos para fazer parte da dupla de atalaias?


Ser batizado, estar participando ativamente de um GDF e ter feito o
impacto com Deus. Obs.: o líder de ministério, acompanhado do pastor,
avaliará os casos especiais.

3. Quem definirá as duplas de atalaias?


Cabe ao discipulador definição e acompanhamento das duplas, sempre com
o apoio dos presbíteros e pastores, considerando alguns fatores como:
afinidade, facilidade de se encontrarem e, na medida do possível colocando
alguém mais maduro junto a um menos experiente. A dupla também pode
ser formada por um casal.
Obs.: no caso de jovens, adolescentes e juvenis as duplas de atalaias
preferencialmente devem ser formadas por pessoas mesmo sexo, a fim de
facilitar a participação de jovens de ambos os sexos nas reuniões.
No caso de adolescentes e juvenis, é imprescindível que em cada dupla
sempre haja alguém maior de idade e mais experiente.

4. Os integrantes das duplas de atalaias têm que ter feito curso de


vocacionados ?
Não. O critério definido é que tenha participado do impacto, seja batizado
e que esteja com o Grupo de Discípulos Frutíferos - GDF.

5. Poderão ser formadas duplas envolvendo pessoas de GDFs


diferentes?
Isso é aceitável, porém não recomendável, pois dificultaria o
acompanhamento por parte de um discipulador.

6. Como se dará o acompanhamento das duplas que foram enviadas a


abrir as casas de paz?
As duplas de atalaias deverão frequentar seus respectivos Grupo de
Discípulos Frutíferos - GDF durante as sete semanas, onde serão

10
acompanhados por seu discipulador, prestando contas semanalmente.
Todas as casas de paz devem ser cadastradas no site da igreja para
acompanhamento dos ministérios. Os cultos serão voltado para o tema
Atalaias na Casa de paz. Os Grupos de Discípulos Frutíferos - GDF
ouvirão as experiências e dificuldades dos Atalaias. O discipulador dará
orientações, encorajará e orará com eles. Todos do Grupos de Discípulos
Frutíferos - GDF se levantarão para cuidar dos soldados que estão em
guerra, proporcionando-os a oportunidade de compartilhamento e
diminuição de ansiedade e frustrações na cadeira da bênção e ativando o
despertamento profético.

7. Onde as casas de paz podem acontecer?


De preferência em todas as casas ou estabelecimentos que abrirem suas
portas para receber a dupla de atalaias, durante um período de sete
semanas. Esses locais podem ser de familiares ou amigos de membros da
igreja, que não sejam convertidos ou que estejam desviados.
Obs.: nenhuma casa de paz poderá ser iniciada na casa de membros de
outras igrejas evangélicas.
8. Quantas casas de paz cada dupla de atalaias pode abrir?
Não existe limite. Por se tratar de uma estratégia de evangelismo, quanto
mais, melhor! Como se trata de um esforço evangelístico de duração
limitada, se houver disposição e tempo para abrir várias, em endereços
diferentes, podem e devem fazê-lo.

9. Alguém pode começar a frequentar uma casa de paz no meio do


processo, sem ter recebido as primeiras ministrações?
Sem dúvida! Para a salvação de vidas não há restrição. Nosso foco são as
pessoas que vão ouvir sobre o amor de Jesus.

10. Os atalaias devem falar sobre a estrutura da igreja nas casas de


paz?
Isso pode ser feito apenas depois de um tempo, pois o propósito principal
das casas de paz é levar a bênção de Deus para aquela casa e conduzir cada
pessoa a uma experiência pessoal com Deus.

11. Qual será o limite de participantes nas reuniões das casas de paz?

11
Não há limites, a não serem os limites da própria casa ou aqueles que os
anfitriões impuserem.

12. Os atalaias são livres para dirigir as reuniões semanais como


desejarem?
Não! Todos devem seguir o padrão estabelecido para a ministração, tempo,
conteúdo etc.

13. Qual a duração das reuniões nas casas de paz?


A duração de cada reunião não pode ultrapassar uma hora. A mensagem
deve ser ministrada em no máximo 20 minutos, seguida de oração pelas
necessidades e encerramento.

14. Novas pessoas podem ser convidadas para participar das casas de
paz depois da primeira semana?
Sim! Qualquer pessoa pode ser convidada a participar em qualquer das
ministrações pois as mesmas não são sequenciais.

15. Os líderes e os pastores podem compor as duplas de atalaias?


Não há nenhuma restrição quanto a isso, aliás, é recomendável que o
façam.

16. Em que momento as pessoas devem ser convidadas a participar do


culto na igreja?
Desde a primeira reunião nas casas de paz as pessoas devem ser
incentivadas, a fim de terem um primeiro contato com o ambiente ungido e
estimulante da igreja.

17. Os participantes das casas de paz estão liberados para ministrar?


Não, por se tratar de uma estratégia de evangelismo, é importante que
apenas os atalaias ministrem o estudo dirigido, ainda que em alguns
momentos algumas pessoas possam até abrir seus corações e/ou interagir
nas reuniões.

12
18. Como os atalaias devem se comportar ao se depararem com um
ambiente diferente e/ou hostil nas casas de paz?
Os atalaias devem estar preparados para encontrar imagens de santos,
bebidas alcoólicas, cigarro, pessoas hostis, etc.
É preciso respeitar o ambiente da casa, evitando confrontos desnecessários
e agindo com sensibilidade, sabendo que se trata de um campo a ser
conquistado com sabedoria e muita oração. Por enquanto, ignore e ore. No
Impacto com Deus ele será confrontado pela Palavra.
Obs.: é importante que em todas as semanas, ao entrar e sair das casas de
paz os atalaias declarem a bênção de Deus sobre aquele lugar. E ao pisar na
casa, declarem: paz seja nesta casa!

19. Se houver pessoas perturbadas ou manifestações demoníacas com


algum participante, o que deve ser feito?
A dupla de atalaias deve orar ali mesmo na reunião, para que as pessoas
sejam libertas. Lembre-se de que foi isso o que aconteceu quando Jesus
enviou seus discípulos, conforme o relato dos discípulos a Jesus: “Senhor,
os próprios demônios se nos submetem pelo teu nome”. (Lc 10:17).

20. No final do período das sete semanas o que acontecerá com as casas
que se abriram para abrigar uma reunião das casas de paz?
As pessoas que participaram das casas de paz, principalmente os novos
convertidos, serão convidados para impacto com Deus e também para o
culto de domingo/sábado.

O objetivo é que toda a igreja se envolva nesse esforço evangelístico e que


tenhamos tantas casas de paz quanto for possível abertas. Para isso, todos
os membros comprometidos com a igreja serão desafiados a se envolver no
projeto compondo as duplas de atalaias.

11. NOMENCLATURAS
• Atalaias: membros da igreja enviados para liderar uma casa de paz
• Natanaéis: anfitriões não crentes que receberão os atalaias em suas
casas por sete semanas

13
12. CONCLUSÃO
O objetivo é que toda a Igreja se envolva nesse esforço evangelístico e que
tenhamos tantas Casas de Paz quanto for possível. Para isso, todos os
membros comprometidos com a Igreja Batista Ágape serão animados a se
envolver no projeto compondo as duplas de Atalaias. Vale lembrar que as
reuniões semanais com o Grupo de Discípulos Frutíferos - GDF
continuarão normalmente, inclusive porque as mesmas estarão se
preparando para serem futuros discipuladores para receber aqueles que
forem alcançados nas Casas de Paz. Que Deus nos conceda a Sua graça e
capacidade, para enchermos centenas de casas da nossa cidade com a Paz
que só Jesus pode dar.

14
INSTRUÇÕES PARA FORMAÇÃO DAS DUPLAS E ESCOLHA
DAS FAMÍLIAS

Em todo projeto temos princípios a serem seguidos que não devem ser
alterados, pois alterações podem não gerar os resultados esperados e
também não nos permite avaliar com exatidão os resultados. Da mesma
forma, se o projeto Atalaia na Casa de Paz não for aplicado na sua
essência e na sua íntegra, podemos cair no engano de falar que o projeto
não funciona. Por esse motivo, temos o cuidado de explicar nas próximas
linhas como as duplas devem ser formadas e as famílias escolhidas.

Duplas
• Devem ser membros convertidos, batizados e que já tenham passado
pelo Impacto com Deus.
• Devem estar frequentando o Grupo de Discípulos Frutíferos - GDF
regularmente, pois as duplas serão enviadas por um discipulador.
• Devem ser membros frequentes em cultos e reuniões promovidas
pela igreja.
• As duplas podem ser formadas por casais (casados ou parentesco
próximo – mãe e filho) ou duplas homogêneas. Evitar jovens
formando duplas heterogêneas e, no caso de juvenis, sempre ter um
jovem maior de idade.
• As duplas não precisam ter experiência em liderança, pois um dos
objetivos do projeto é despertar discípulos que cumpram o IDE de
Jesus. Portanto, os atalaias são discípulos em potencial.
• As duplas devem ser cadastradas no site da igreja e acompanhadas
semanalmente pelo Grupo de Discípulos Frutíferos - GDF que o
enviou.

Uma vez a dupla escolhida, esta deve:

• Iniciar um jejum de 07 dias em que a dupla reveza 12hs cada um.


Das 00hs às 12hs jejua um e das 12hs às 24hs jejua outro;
• Os integrantes da dupla devem orar juntos duas vezes ao dia, por
ocasião da troca do jejum, às 12hs e às 24hs, pode ser pelo celular
para facilitar as distâncias;
• Durante esse período de jejum e oração cada integrante deve sugerir
o nome de algumas famílias – escrevendo o nome de cada Natanael
em um papel separado, estas famílias serão o foco das orações nesses
sete dias;

15
• Terminado o período de jejum e oração, a dupla se reúne e sorteia
(Atos 2) as famílias em uma ordem 01 até o fim;
• O primeiro Natanael sorteado deverá ser aquele que receberá o
convite do Projeto Casa de Paz para que este se realize em sua casa.
Caso este Natanael não queira, passa-se para o segundo e assim por
diante até que uma família receba o projeto em sua casa. Este
processo não pode ser demorado, o Natanael deve ter no máximo 01
dia para responder se quer ou não o projeto.

Natanaéis
A escolha dos Natanaéis deve ser feita baseada em alguns princípios para a
eficácia do projeto:

• A casa não pode ser de um integrante da célula;


• Os Natanaéis podem ser parentes, amigos, colegas ou vizinhos de
membros da célula;
• Não se deve fazer o projeto em casas de famílias que frequentam
outra igreja. O projeto é evangelístico e por isso devemos focar em
pessoas que não conhecem a Jesus.
• O ideal é que todos os integrantes da família escolhida estejam de
acordo com a reunião, embora nem todos precisem participar
regularmente. Porém, o líder da casa precisa concordar.
• Deve-se explicar para os Natanaéis que o projeto tem como objetivo
abençoar o seu lar através das orações e ministração da palavra.
Devem ser avisados também de que é um compromisso de 07
semanas seguidas, sem interrupções.

16
INSTRUÇÕES PARA SEREM APLICADAS EM CADA VISITA

• Antes de entrar no lar ore com seu par (companheiro de jugo Fl 4.3),
expulsando Satanás, limitando o território dos demônios daquela região, da
casa e da vida de cada pessoa da família. Peça a presença do Espírito Santo e
dos anjos obedientes ao Senhor (guerreiros, guardiões, ministradores);
• Ao entrar no lar digam: "Paz seja nesta casa!" (Lc 10.5). Façam isto
sorrindo e cumprimentem a cada pessoa com bastante simpatia, naturalidade e
alegria;
• Vejam todos já como amigos e cristãos, mesmo apesar de algum olhar de
desconfiança por parte de alguém. Lembre-se, Deus está com você e
derramará seu amor e unção sobre cada vida à medida que você agir;
• Abra a reunião dizendo que vocês estão ali porque Deus ama muito aquela
família e vai abençoá-la grandemente a partir de agora;
• Diga que aquele lar e aquela reunião estão sob a cobertura espiritual da Igreja
Evangélica Batista Ágape e diga o nome de seus líderes (que estarão orando
por eles);
• Inicie com as boas vindas e uma oração exaltando ao Pai, ao Filho e ao
Espírito Santo e pedindo ao Senhor que abençoe a família com a revelação da
Sua salvação, Seu amor e poder, dando uma experiência a cada pessoa em
Nome de Jesus;
• Ministrar um momento de louvor é opcional. Porém se optar por fazê-lo,
lembre-se: coloque apenas um louvor dizendo aos presentes que durante o
louvor podem falar com Deus, adorá-Lo e pedir coisas a Ele (certifique-se de
levar um CD player ou outro equipamento para o momento do louvor); não se
esqueça de levar a letra da música impressa para que todos acompanhem;
• Você já gastou 10 minutos entre a oração de abertura e o louvor, agora seja
bem objetivo na ministração da palavra não excedendo mais do que 15
minutos. Seja claro, transmita fé e profetize sobre o que Deus fará;
• Todas as ministrações são propícias para convidar os familiares a aceitarem a
Jesus. Que você, Atalaia, perceba o momento ideal dentro das 7 semanas para
realizar o apelo. Porém, que ele seja feito em um destes momentos.
• Após cada palavra, peça que as pessoas apresentem seus motivos de oração
de forma verbal e bem resumida. Comece pelo dono da casa;
• Use os 10 minutos finais orando fervorosamente por estes pedidos com muita
fé e autoridade. Determine que os milagres aconteçam e que o nome de Jesus
seja glorificado naquela família;
17
• No final do estudo da primeira semana, entregue ao Natanael o chaveiro da
Casa de Paz e a primeira chave profetizando a existência da fé e a aplicação
da palavra ministrada à história daquela família. Ao final de cada estudo,
entregue a chave com o título referente ao texto estudado naquele dia.
• Não convide ninguém para ir à igreja nos primeiros 4 encontros. Se alguém
pedir para ir, informe a ele o endereço da igreja e os dias de culto ou das
células (por critério de proximidade);
• Não fale de religião, não se importe com qualquer ídolo ou objeto consagrado
ao mal que exista na casa, fale apenas de Jesus, de Seu amor e dos milagres
que Ele fará na vida dos que crerem Nele;
• Evite tomar mais tempo da família. Ao término da reunião, cumprimente a
todos, lembre-os que vocês virão na próxima semana, no mesmo dia e horário
e profetize que até lá todos terão um testemunho para contar. Vá embora
deixando um gosto de quero mais. Ore com seu par agradecendo pela reunião
e proibindo todo contra-ataque do mal sobre vocês e sobre a família (faça isso
longe da casa para não constranger a família);
• Faça depois de 48 horas um contato telefónico breve, para sentir a evolução e
resultado da oração e fé aplicada. Não se surpreenda, pois muitos já estarão
dando testemunho;
• No dia da próxima reunião, ligue novamente pela manhã, lembrando que
haverá reunião naquele dia e que todos da família devem ser lembrados disso
para que estejam presentes. Motive o anfitrião a convidar seus vizinhos,
parentes e amigos.
• Você que é um Atalaia, prepara-se para ministrar neste lar. Ao entrar declare a
Paz do Senhor e ela virá sobre aquela casa (Mt 10.12-13). Assuma este
compromisso diante de Deus e esforce-se para ser um canal de transformação
nesta família. Temos convicção que você está plantando uma poderosa
semente e juntos veremos frutifica-la. Deus te abençoe poderosamente.

ORGANIZANDO A REUNIÃO
Boas vindas 3 min
Oração inicial 2 min
Louvor (opcional) 5 min
Palavra e ministração 20 min
Pedidos de oração 5 min
Oração pelos pedidos 10 min
18
Oração final 2 min
DATA DE ÍNICIO _____/_____/_____
TÉRMINO _____/_____/_____

Obs.: é extremamente importante que todos os atalaias iniciem os estudos


na Casa de Paz na mesma semana (podendo variar o dia) para que o
encerramento ocorra junto com toda a igreja e as pessoas sejam
encaminhadas para o Impacto com Deus, seguindo assim o calendário do
projeto.

19
MINISTRAÇÕES

20
1ª SEMANA - COMO TER UM LAR CHEIO DE PAZ?
"E temeu Davi ao SENHOR naquele dia; e disse: Como virá a mim a arca
do SENHOR? E não quis Davi retirar junto de si a arca do Senhor, à
cidade de Davi; mas Davi a fez levar à casa de Obede- Edom, o giteu. E
ficou a arca do SENHOR EM CASA DE Obede- Edom, o giteu, três meses;
e abençoou o SENHOR a Obede-Edom, e a toda a sua casa. Então
avisaram a Davi, dizendo: Abençoou o SENHOR a casa de Obede-Edom, e
tudo quanto tem, por causa da arca de Deus; foi, pois, Davi; e trouxe a
arca de Deus para ciam, da casa de Obede-Edom, à cidade de Davi, com
alegria". II Sm. 6.9-12

OBEDE-EDOM TAMBÉM TINHA UMA FAMÍLIA


O livro de II Samuel, capítulo 6, conta a história da família de Obede-
Edom. Ele e sua casa foram os escolhidos por Davi para receberem a arca
de Deus que representava a presença Dele. Este homem, o chefe desta
família não hesitou em abrir as portas para receber a visita de Deus e o
resultado foi que bênçãos e muita prosperidade vieram sobre toda a sua
família. E hoje vocês também são escolhidos para receber a presença de
Deus!

DEUS TEM UM INTERESSE ESPECIAL COM SUA CASA


"Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a
porta, entrarei em sua casa, e com ele cearei, e ele comigo."Ap. 3.20
Vemos na Bíblia é que o centro do plano de Deus é abençoar as famílias. É
seu desejo abençoar todas as famílias da terra. E JESUS está à porta – Ele
está demonstrando todo Seu desejo em entrar em nosso lar. Como, Obede-
Edom, hoje vocês têm a oportunidade de mudar sua história familiar, mas
precisam tomar a decisão de receber a presença do Senhor em sua casa.

PRECISAMOS ABRIR A PORTA


Esta é uma decisão que ninguém pode tomar por nós, nem mesmo Deus.
Jesus não vai entrar em portas que estão fechadas. Por isso, Ele deixa clara
a necessidade de que, como família, vocês precisam decidir permiti-lo
entrar.

REFLITA

21
• Vocês reconhecem que há necessidades em sua família e estão
dispostos a abrir as portas para Ele?
• Querem fazer como Obede-Edom que recebeu a arca do Senhor e ver
as bênçãos de Deus estabelecidas em sua casa?

MINISTRAÇÃO
• Ore para que os participantes, desde já, comecem a sentir a paz
invadindo seu lar. Que haja uma atmosfera de amor e fé na casa;
• Peça permissão para ungir a casa e a unja;
• Ore pelos pedidos de oração especificamente, clamando para que
haja milagres e curas.

22
2ª SEMANA - QUEM É ESSE JESUS BATENDO À SUA PORTA?
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho
unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida
eterna." Jo. 3.16

Você realmente sabe quem é Jesus? Podemos dizer que Jesus é Deus que
se fez homem, mas então, quem é Deus? Deus é o único Deus, Criador de
todo universo, que se apresenta em três pessoas - Pai, Filho e Espírito
Santo. As três pessoas são distintas em suas características e funções, mas
são uma mesma essência, substância e natureza. É como a água [H2O] que
pode estar no estado gasoso, líquido ou sólido. Quer dizer, manifesta-se
nos três estados de acordo com a pressão e a temperatura do meio ambiente
em que se encontre. Isto tudo acontece sem deixar de ser a mesma e única
substância: Água [H2O]. E foi decidido entre eles que o Filho desceria a
terra para salvar toda a humanidade.
Jesus veio a terra fazer grandes coisas. Uma delas seria pagar a nossa
dívida de pecado e nos mostrar como vencer nesse planeta. Ele se
autolimitou como humano para ter sua realidade muito parecida com a
nossa.
"Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo- se
semelhante aos homens". Fp.2.7

JESUS É A ESSÊNCIA DO AMOR


Conhecemos várias formas de amor: entre um homem e uma mulher, entre
pais e filhos, entre amigos e familiares. E sem dúvida, estas demonstrações
de amor entre duas pessoas são imprescindíveis para que tenhamos saúde
emocional, mas nada, demonstração alguma se compara ao que Jesus fez
por nós. "Nisto conhecemos o amor; que Cristo deu a sua vido por nós..."1
João 3.16
Jesus, como Filho de Deus, era o único que poderia morrer pelos pecados
da humanidade. E Ele o fez por todos vocês. Jesus é amor e essa é a maior
característica do Seu ser. Não existe ninguém que não seja amado por Ele e
isso nos confirma em Jeremias 31.3: "Com amor eterno, eu te amei".
Portanto, não há uma só pessoa vivendo sobre a face da terra que não seja
amada por Jesus.
Você, sua família, são especiais para Jesus e Ele os ama
incondicionalmente. Independente de como estão.

23
RECEBA DO AMOR DE JESUS
Você está tendo a oportunidade de conhecer a Jesus e receber do Seu amor.
Ele estará sempre disposto a amá-lo e, através disso, liberar cura,
prosperidade, paz e salvação.

MINISTRAÇÃO
• Ore para que cada participante entenda a inigualável atitude de amor
feita por Jesus ao Se dar como nosso Salvador.
• Ore pelos pedidos de oração especificamente, clamando para que
haja milagres, cura, prosperidade, paz e salvação.

24
3ª SEMANA - PODER NO NOME DE JESUS
"Até agora, nada pedistes em MEU NOME; pedi e recebereis para que a
vossa alegria se cumpra". Jo 16.24

Todo nome está relacionado a algumas características, a imagem que


temos dela e hoje vamos aprender sobre o poder, as características
maravilhosas que há por detrás do Nome de Jesus. O nome de Jesus se
destaca dos demais nomes e é superior a todos os outros porque é um nome
que nos traz vitórias eternas. Jesus é um nome poderoso e deve ser usado
para trazer vitórias e nos ajudar na resolução de problemas. Quando
cremos neste Nome podemos dar voz de prisão ao problema que nos aflige,
seja qual for.

PRECISAMOS PEDIR TUDO NO NOME DE JESUS


"Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai EM
MEU NOME, ele vo-lo há de dar". Jo 16.23
Jesus está dizendo: Você pede ao Pai em Meu Nome - eu endossarei o
pedido - e o Pai o dará a você. As pessoas têm concordado em ficar sem
respostas à oração. Até conversam com Deus por meio da oração, mas
entenda que se não a concluímos orando - EM NOME DE JESUS - Deus
não nos atenderá. O nome de Jesus é a SENHA para recebermos o que
temos pedido! Orar pelo nome de Jesus coloca a oração numa base
puramente legal, pois Ele nos deu o direito legal de usar Seu nome.

O NOME DE JESUS EM NOSSO DIA A DIA NA ORAÇÃO


Há uma chave para a oração, e sem esta chave não conseguimos chegar a
lugar algum. Esta chave abrirá as portas e janelas do céu e satisfará todas
as nossas necessidades. Esta chave é o Nome de Jesus.
Ore sempre usando o Nome de Jesus. O Nome de Jesus significa salvação,
vida eterna com Deus, liberdade, paz, alegria, prosperidade, saúde. Seu
Nome concentra tudo de bom que Deus tem para nós! Onde está presente o
Nome de Jesus nada que rouba, mata e destrói pode permanecer.

CONFIE DE TODO CORAÇÃO NO NOME DE JESUS


Se você confiar de todo o seu coração que o Nome de Jesus tem poder
mais do que suficiente para aniquilar o mal que o está afligindo, você

25
experimentará cura e liberdade. Jesus pode aniquilar qualquer problema ou
aflição, mas precisa nos ouvir falando Seu nome.
Se no mais íntimo do seu coração o problema parecer mais forte, então é
ele quem vai vencer e permanecer. Mas, se você crer que o Nome de Jesus
é mais poderoso do que o seu problema então é Jesus quem vai vencer e
reinar, trazendo a solução e vitória naquela questão.
Jesus é a solução para que em seu lar reine a paz! Use o nome dele.

MINISTRAÇÃO
• Ore para que cada participante entenda o propósito do nome de Jesus
e usufrua o poder do Nome;
• Ore pelos pedidos de oração especificamente, clamando para que
haja milagres e curas.

26
4ª SEMANA - O PODER DO SANGUE DE JESUS
"E disse-lhes: Isto é o meu sangue, o sangue do novo testamento, que por
muitos é derramado". Mc. 14.24
Deus viu o quanto a humanidade precisava de ajuda. Os homens estavam
envolvidos em todo tipo de pecado e haviam se afastado completamente
Dele. Ele precisava estabelecer um plano de redenção e para isso ordenou
que Jesus, seu filho puro e santo fosse usado como Cordeiro para apagar da
humanidade. Jesus foi o Cordeiro expiatório pelos nossos pecados.
"Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se
alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo".
1Jo. 2.1

O SANGUE ESTABELECEU UM NOVO PACTO


Quando Jesus derramou Seu sangue apagou os nossos pecados e
estabeleceu um novo pacto e uma nova aliança entre Deus e os homens.
Este foi um pacto selado com sangue e por isso, nossos pecados foram
apagados. Alguns pecados ainda surgem em nossos caminhos, mas isso
acontece por conta da raiz de iniquidade que ainda está em nós, mas o
sangue do Cordeiro está disponível para nos lavar e perdoar. Na presença
de Deus Ele derramou o Seu Sangue dizendo que serviria para apagar o
pecado de todos aqueles que O aceitassem.
Entenda que “pecador” é aquele que vive na prática do pecado, somos
santos lutando contra o pecado e o sangue do Cordeiro está no altar
disponível para nos limpar.
"O qual nos tirou da potestade das trevas, e nos transportou para o reino
do Filho do seu amor. Em quem temos a redenção pelo seu sangue, a
saber, a remissão dos pecados". Cl 1.13-14

O SANGUE DE JESUS NOS PROPORCIONA UMA NOVA VIDA


Você se tornará salvo, liberto, curado e poderá viver uma vida de paz por
causa: deste sangue. Nenhum espírito maligno poderá te resistir porque o
Sangue de Cristo clama a seu favor.
O Sangue de Jesus está sobre nós e nada poderá nos resistir. Além do
Nome de Jesus, Seu sangue também nos garante a vitória.
O Sangue de Jesus é a solução para os pecados do homem e o conduz e
uma vida de vitória. Seu DNA será mudado e pelo poder do sangue você

27
receberá a natureza de Jesus. Será um homem espiritual que viverá uma
vida de vitória pelo poder do Sangue. Clame diariamente por este sangue!

MINISTRAÇÃO
• Ore para que as pessoas entendam que o sangue de Jesus é a única
saída que temos diante do pecado e de suas consequências;
• Ore e unja cada um dos participantes aplicando o sangue de Jesus;
• Ore pelos pedidos de oração especificamente, clamando para que
haja milagres e curas.

28
5ª SEMANA - O PROPÓSITO DE JESUS NA SUA VIDA
Você já aprendeu que Jesus veio a terra por muitos motivos - para
derramar Seu sangue e nos purificar dos nossos pecados, além de nos curar
e restaurar. Também veio a terra para que pudéssemos usar. Seu nome e
conquistar tudo através dele. Mas são muitos os detalhes das nossas vidas
com que Jesus está preocupado. Ele veio para estabelecer a vontade do Pai
sobre a terra e está profundamente interessado nas necessidades do Seu
povo.
Independente do seu problema - o Senhor Jesus está à disposição para
suprir cada um deles. Como conta o livro de Lucas através da história do
cego de Jericó:
"E aconteceu que chegado ele perto de Jericó, estava um cego assentado
junto do caminho, mendigando. E, ouvindo passar a multidão, perguntou
que era aquilo. E disseram-lhe que Jesus Nazareno passava. Então
clamou, dizendo: Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim. E os que
iam passando repreendiam-no para que se calasse; mas ele clamava ainda
mais: Filho de Davi, tem misericórdia de mim! Então Jesus, parando,
mandou que lhe trouxessem; e, chegando ele, perguntou-lhe. Dizendo: Que
queres que te faça? E ele disse: Senhor, que eu veja. E Jesus lhe disse: Vê;
a tua fé te salvou". Lc. 18.35-42

JESUS ESTÁ PREOCUPADO COM SUA SAÚDE


Jesus veio para curar o homem de todas as suas necessidades físicas. Ele
está preocupado com sua queda de cabelo, com a obesidade mórbida, está
interessado na sua dor de cabeça e a dor em seu joanete. Ele está
preocupado com cada centímetro do seu corpo - com sua artrose e artrite.

JESUS ESTÁ PREOCUPADO COM SUAS FINANÇAS


Uma multidão havia se reunido para ouvir sobre Jesus, porém eles
começaram a ficar com muita fome e o Senhor mandou que os discípulos
dessem a eles de comer.

JESUS ESTÁ PREOCUPADO COM SUAS CRISES EMOCIONAIS


O evangelho de João, no capítulo 4, fala da mulher samaritana que
precisava buscar água no meio do dia, no momento em que o sol estava
mais quente por ser desprezada e rejeitada por todos. Ela vivia em meio ao
desprezo e a humilhação de todos, mas teve um encontro, com o Senhor
29
Jesus. Jesus passou a suprir suas necessidades emocionais, as necessidades
da sua alma. O Senhor Jesus está interessado em retirar você do lamaçal de
vergonha e começar juntos uma nova história repleta de honra e
conquistas. Ele veio para nos dar dupla honra.

JESUS ESTÁ PREOCUPADO COM SUAS NECESSIDADES


ESPIRITUAIS
"Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho
unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida
eterna. ” Jo 3.16
Jesus morreu para que todos que Nele crerem não morra eternamente, mas
tenha vida eterna. Para isso, basta aceitá-lo como seu Senhor e Salvador.
Foram estas as demonstrações. Dele - verdadeiras demonstrações de amor.
Ele está interessado em todos os aspectos familiares e individuais de cada
integrante desta família.

MINISTRAÇÃO
• Ore para que cada participante seja grato pelo propósito de Jesus em
sua vida e aceite este cuidado;
• Ore pelos pedidos de oração especificamente, clamando para que
haja milagres e curas.

30
6ª SEMANA - COMO TER UMA CASA DE PAZ
"Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos seus caminhos.
Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás e te irá bem. A tua
mulher será armo videira frutífera aos lados da tua casa; os teus filhos
como plantas de oliveira a roda da tua mesa. Eis que assim será
abençoado o homem que teme ao SENHOR. O SENHOR te abençoará
desde Sião, tu verás o bem de Jerusalém em todos os dias da tua vida. E
verás os filhos de teus filhos, e a paz sobre Israel". SI. 128.1-6

Uma família não é invenção de ninguém. Ela foi ordenada pelo próprio
Deus (Gn. 2.24). É a junção de um homem e uma mulher que decidiram
unir-se em aliança e andarem na mesma direção, cooperando mutuamente
para construírem uma vida em comum, obviamente, baseada no amor.

DEUS AMA A SUA FAMÍLIA


Talvez você pense: Mas como? Minha família é tão problemática, tantas
crises acontecem no meio dela, como Deus pode importar-se conosco?
Estenda que Ele é tão interessado com sua família que deixou uma
promessa - a última promessa do Velho Testamento - certificando que
chegará o momento da restauração do seu lar.
"E ele converterá o coração dos pais aos filhos, e o coração dos filhos a
seus pais; para que eu não venha, e fira a terra com maldição". Ml. 4.6
Esta profecia; diz que Deus restauraria o relacionamento familiar e a honra
nas famílias. Que o coração dos pais se inclinaria ao dos filhos e os filhos
se converteriam ao coração dos seus pais, ou seja, haveria comunhão,
unidade e aliança dentro dos lares.
O fato é que atualmente, na maioria dos lares, temos visto bem ao contrário
do que diz a profecia de Malaquias. Lares rachados ao meio, famílias
vivendo em meio a agressões, insultos, num total desamor. Porém,
precisamos nos conscientizar que não existe nada que o diabo odeia mais
que as famílias. Quando ele a destrói, acaba também com a igreja e com a
sociedade. Em virtude dos seus ataques, as crises familiares geram o pior
problema dentro de uma casa - a desonra e, consequentemente, surge a
maldição.

31
DEUS NOS DEIXOU SEUS PRINCÍPIOS
Princípios são regras, direções estabelecidas pelo próprio Deus para que os
cumpramos e sejamos bem-sucedidos em todas as coisas. Ser sábios no
convívio - cada um cumprindo seu papel e agindo com educação, mesmo
nos momentos de tensão - faz com que o convívio familiar se torne
agradável. Princípios importantes para que haja paz em seu lar:
• Tendo uma rotina de oração - é preciso guardar a saúde do convívio
familiar e isso se torna possível através da oração.
• Estabeleçam juntos períodos de oração nem que seja somente antes
das refeições.
• Leiam a Bíblia juntos: a Bíblia é como um manual do fabricante e
nela encontramos respostas e estratégias para vencermos qualquer
situação. Faça da leitura bíblica uma rotina em seu lar. Estimulem
uns aos outros a conhecerem o que Deus diz através dela.
• Busquem uma Igreja: é na igreja que aprendemos ainda mais sobre
como conduzir nossa família rumo ao sucesso.
O Senhor Deus deseja escrever uma nova história na sua família, e para
isso, precisa muito da sua cooperação.

MINISTRAÇÃO
• Peça que a família esteja de mãos dadas neste momento e que juntos
todos orem agradecendo e se comprometendo em trabalhar, para
edificarem uma verdadeira Casa de Paz;
• Ore pelos pedidos de oração especificamente, clamando para que
haja milagres e curas;
• Convide-os e envolva-os para participarem dos cultos da Ágape.

32
7ª SEMANA – PROSPERIDADE
“E tornou Davi a ajuntar todos os escolhidos de Israel, em número de
trinta mil. E levantou-se Davi, e partiu, com todo o povo que tinha
consigo, para Baalim de Judá, para levarem dali para cima a arca de
Deus, sobre a qual se invoca o nome, o nome do Senhor dos Exércitos, que
se assenta entre os querubins. E puseram a arca de Deus em um carro
novo, e a levaram da casa de Abinadabe, que está em Gibeá; e Uzá e Aiô,
filhos de Abinadabe, guiavam o carro novo. E levando-o da casa de
Abinadabe, que está em Gibeá, com a arca de Deus, Aiô ia adiante da
arca. E Davi, e toda a casa de Israel, festejavam perante o Senhor, com
toda a sorte de instrumentos de pau de faia, como também com harpas, e
com saltérios, e com tamboris, e com pandeiros, e com címbalos. E,
chegando à eira de Nacom, estendeu Uzá a mão à arca de Deus, e pegou
nela; porque os bois a deixavam pender. Então a ira do Senhor se acendeu
contra Uzá, e Deus o feriu ali por esta imprudência; e morreu ali junto à
arca de Deus. E Davi se contristou, porque o Senhor abrira rotura em
Uzá; e chamou àquele lugar Perez-Uzá, até ao dia de hoje. E temeu Davi
ao Senhor naquele dia; e disse: Como virá a mim a arca do Senhor? E não
quis Davi retirar para junto de si a arca do Senhor, à cidade de Davi; mas
Davi a fez levar à casa de Obede-Edom, o giteu". II Samuel 6.1-10

No Antigo Testamento, a presença de Deus era representada por um móvel


que ele mesmo mandou construir chamado de "arca da aliança". Onde a
arca estava, ali estava a presença de Deus. Porém, devido ao pecado do
povo de Israel, a arca foi levada pelos inimigos e ficou fora por muito
tempo. Isso também ilustra a nossa história. Vivemos em pecado e, como
consequência, não temos a presença do Senhor conosco.
Davi tentou trazer a arca de volta pra Jerusalém, mas não o fez conforme a
Palavra de Deus e um levita, chamado Uzá, morreu por tratar as coisas
sagradas de maneira leviana.
Nesse momento, entra na história um homem, que será objeto da nossa
reflexão hoje: Obede-Edom abriu a sua casa para receber a arca da aliança
e ela passou três meses ali. Sabe qual foi o resultado? A Bíblia diz que "O
Senhor o abençoou e a toda a sua casa". A prosperidade dessa família foi
tão evidente que todo mundo soube, inclusive o rei Davi.

A PROSPERIDADE DE DEUS EM NOSSAS VIDAS SEMPRE SERÁ


FRUTO DE NOSSAS DECISÕES - II Samuel 6:10

33
A arca do Senhor devia ser levada nos ombros dos sacerdotes. Isso
representa que a vida com Deus obedece aos princípios que Ele
estabeleceu em Sua Palavra e não à maneira como os homens querem que
seja. Uzá morreu porque não respeitou as Escrituras, ainda que tivesse boas
intenções. Diante disso, Davi tomou a decisão de não se comprometer e
desistiu de levar a arca pra Jerusalém, mas Obede-Edom abriu a sua casa,
sem medo, para a presença do Senhor e foi muito abençoado. (Texto de
apoio: Js.24:15)

A PROSPERIDADE DEPENDE DE LEVARMOS AS COISAS DE


DEUS A SÉRIO - II Sm 6:11
Ao aceitar receber a presença do Senhor em sua casa, sabendo do que
havia acontecido com Uzá, Obede-Edom demonstrou estar disposto a fazer
as coisas à maneira de Deus e organizar a sua casa de acordo com os
princípios bíblicos. Se Deus o abençoou com prosperidade é porque se
agradou dele e aprovou o seu comportamento. (Texto de apoio: SI. 37:4)

NÃO PODEMOS PERDER A OPORTUNIDADE DE MUDAR A


HISTÓRIA DE NOSSAS VIDAS E FAMÍLIAS - II Samuel 6:12
Obede-Edom vivia uma vida comum com a sua família. Quando surgiu a
chance de receber a presença de Deus através da arca, ele decidiu que não
perderia aquela oportunidade de ser abençoado e permitir que o Senhor
reescrevesse a sua história.
A maioria das pessoas está morrendo porque não conhecem as coisas de
Deus. Nós, porém, fomos escolhidos pelo Senhor para abrigar a sua
presença em nosso lar. Precisamos aproveitar essa chance e mergulhar de
cabeça na fé é num relacionamento de compromisso com Jesus.

TEMOS QUE DECIDIR ENTRE PERDER OU SEGUIR A


PRESENÇA DE DEUS
Quando o rei Davi soube que a casa de Obede-Edom e tudo o que lhe
pertencia haviam sido abençoados, se inspirou e foi buscar a arca da
aliança para levá-la à Jerusalém. Assim, Obede-Edom não pôde manter a
arca em sua casa, mas certamente manteve a presença de Deus. E por quê?
Porque decidiu seguir servindo ao Senhor.
Quando continuamos estudando a Bíblia, o encontramos lá na frente, como
um sacerdote que servia ao Senhor no templo. (I Cr. 15:17-18;24). Ele
tomou a decisão de não ficar com a bênção de Deus por apenas 03 meses,
34
mas de prosseguir crescendo na fé e envolvendo se cada vez mais com o
Senhor e com a sua obra.
E nós? Vamos seguir o caminho de Obede-Edom? A nossa campanha termina
hoje! Vamos parar por aqui ou vamos perpetuar a presença de Deus em nossas
casas, avançando em nosso crescimento espiritual? (Texto de apoio: Oséias 6.3)

CONCLUSÃO
Será que Deus já mudou a história de nossa vida, como fez com Obede- Edom?
Independente da bênção que está sendo buscada nessas 07 semanas, será que
nossa vida voltará a ser a mesma sem a presença do Senhor ou vamos nos
envolver cada vez mais com o Senhor? Esse é um tempo de decisões muito
sérias! Não podemos perder o que Deus começou a fazer em nossas vidas!

35
INSTRUÇÕES PARA ENCERRAMENTO DO "LAR DE PAZ"

Chegamos ao final da "Casa de Paz" e com isso encerramos o ciclo de


ministrações na casa escolhida. Nesse ponto precisamos motivar todos os
participantes a dar continuidade no caminhar com Cristo.
Deverá ser feito um convite especial a todos os participantes da "Casa de Paz"
para o encerramento oficial no grande culto de celebração a ser realizada na igreja
no dia 11/08 - O CULTO DA PAZ.
Será uma grande festa, pois reuniremos todos os Atalaias e o resultado das 07
semanas de ministração da "Casa de Paz" que realizaram.
Motive-os a participar, pois poderá haver alguns que ao longo das 07 semanas
ainda não foram à Igreja nenhuma vez. Essa será a ocasião perfeita para leva-los
em massa!
Deverá também ser falado a respeito do Impacto com Deus, da bênção e da
necessidade que todos terão de viver uma nova vida em Cristo Jesus, livre das
amarras e das cadeias as quais tentam frear o novo caminhar com Cristo.
Se a família sinalizar o desejo de ir ao Impacto com Deus, acesse o site da
igreja juntamente com os participantes e os auxilie a preencherem suas fichas de
inscrição e pagamento.
É muito importante que os líderes sejam presentes na vida desses novos
convertidos com o objetivo de transformá-los em DISCÍPULOS não deixando
brechas para que o inimigo roube tudo o que foi recebido nessas 07 semanas da
"Casa de Paz"!
Seja um consolidador na vida desses novos irmãos, motivando-os a frequentar
a Igreja nos cultos oficiais, na vigília e no Impacto. Nosso objetivo maior é leva-
los a fechar o ciclo:
IMPACTO – BATISMO – LEC – DISCIPULADO (GDF)
Lembre-se que assim vocês iniciarão a sua geração de discípulos e sua geração
espiritual será frutífera!! Deus os abençoe rica e abundantemente!

36
REFERÊNCIAS

Manual do Projeto Casa de Paz – Igreja Apostólica em Células


Mensagem do Amor de Deus. Bispos Denilson Marinho da Silva e
Cláudia Marchioreto da Silva.

Casas de Paz – Uma Estratégia de Fomento à Multiplicação Celular.


Pastor Danilo Figueira

37

Você também pode gostar