Você está na página 1de 1

Como Funcionam os Telefones Celulares?

“A grande sacada que viabilizou os sistemas celulares foi a divisão das áreas a serem cobertas em
células.
Células pequenas não exigem grande potência e permitem que os mesmos canais de transmissão
possam ser reutilizados em outra célula.
A cidade de São Paulo, por exemplo, é dividida em centenas de células. Cada uma delas possui uma
antena retransmissora chamada estação radiobase, que, por sua vez, é ligada a uma central telefônica,
conhecida como Central de Comutação e Controle (CCC). Essa central se conecta a outras CCCs e às
centrais de telefonia fixa – com todo o resto do mundo, portanto.

Telefonia móvel divide a cidade em Cada célula tem uma antena da


células operadora

Como funciona uma ligação de celular:


1 – Quando o sr. X
disca para sua
amiga sra. Y, o
celular emite o
número do outro
aparelho por ondas
de rádio, em uma
faixa de freqüência
especialmente
reservada
2 – O número é
captado pela
estação radiobase
(ERB) da célula
amarela, onde está
o sr. X. A estação
detecta que o aparelho de destino não se encontra na mesma célula; por isso, contacta (via cabo ou
microondas) a Central de Comunicação e Controle (CCC)
3 – A CCC tem um banco de dados atualizado a cada segundo, informando em qual célula está cada aparelho
da cidade. Ao receber o comunicado da ERB, ela manda a informação da chamada para a estação da célula
de destino
4 – Toca o celular da sra. Y. Isso porque a estação da célula onde ela está, que recebeu o comunicado da
Central, avisa que seu número está sendo chamado pelo celular do sr. X
5 – Quando a sra. Y atende, cada uma das duas células procura um canal de freqüência que esteja livre.
Elas informam a ambos os celulares quais serão os canais que cada aparelho usará durante a conversa
Se o usuário se desloca pela cidade, a mesma ligação vai passando de uma célula para outra. Quando
um celular percebe que o sinal da sua célula está ficando fraco, ele busca outra célula mais próxima, que
então procura um canal livre e avisa ao celular para trocar de freqüência. Tudo é feito automaticamente,
sem que o usuário perceba. Às vezes, não há nenhum canal vago na nova célula – nesse caso, a ligação cai.