Você está na página 1de 16

Manual de MR 10 2002-07-31

EuroTech
Reparações
Direção Hidráulica
ZF 8097 Servocom

Direção Hidráulica
ZF 8097 Servocom
EuroTech

Descrição de Reparações
e Funcionamento
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Índice

Características e dados 5
Generalidades 6
Descrição de funcionamento 8
Funcionamento das válvulas limitadoras de pressão 10
Componentes da caixa de direção ZF 8097 Servocom 11
Regulagem da limitação hidráulica 13
Regulagem manual 13
Regulagem automática 13
Abastecimento de óleo 14
Sangria do sistema 14
Sistema de direção com sangria automática 14
Sistema de direção com parafuso de sangria 15
Verificação do nível de óleo 15
Folga na direção hidráulica com a bomba parada e em
16
funcionamento
Inspeções 16

3 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Características e dados

Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom


Óleo da direção Tutela GI / A
Quantidade 3 litros

A identificação das direções hidráulicas é feita através dos dados gravados nas plaque-
tas de identificação, conforme a figura abaixo.

Nº DE FABRICAÇÃO
Nº LISTA UNITÁRIA

MÊS/ANO
Nº DO CLIENTE
PRESSÃO

Figura 1

5 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Generalidades

Zona de baixa pressão

Figura 2

Válvula rotativa em posição neutra

A. Carcaça G. Válvula limitadora de pressão


B. Pistão H. Válvula de reabastecimento/sucção
C. Haste de direção Q. Reservatório de óleo
D. Sem-fim R. Bomba de palhetas
E. Barra de torção S. Válvula de restrição de fluxo
F. Eixo setor

6 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

O sistema de direção é constituído por A válvula de controle é constituída de


uma direção hidráulica ZF Servocom com uma válvula rotativa com seis ranhuras
válvula de controle, cilindro de trabalho, de controle em sua periferia, e do cabe-
bem como uma direção mecânica com- çote do sem-fim que também possui seis
pleta. ranhuras de controle.

Uma bomba de óleo acionada pelo motor A válvula rotativa está conectada à haste
fornece óleo sob pressão para a direção. de direção e gira junto com o sem-fim ao
movimentar o volante.
O pistão (B), localizado na carcaça de
direção (A), tem a função de converter a Uma barra de torção fixada à válvula
rotação da haste de direção (C) em um rotativa e ao sem-fim mantém a válvula
movimento axial e transferí-lo ao eixo na posição neutra, enquanto não seja
setor (F). Os dentes do eixo setor e do aplicado esforço ao volante.
pistão são retos e com alto acabamento
em suas superfícies, sendo necessário Em caso de falhas no sistema hidráulico,
apenas fazer um único ajuste sem folga, o óleo pode ser removido da linha de
na posição central através de dois excên- retorno através da válvula de recupera-
tricos das tampas laterais (rolamentos). ção (H), localizada na caixa de direção.

O furo roscado do pistão é acoplado ao Existe também uma válvula limitadora de


sem-fim (D) através de uma fileira de pressão (G), a qual limita a pressão de
esferas. Quando o sem-fim é movimen- solicitação da bomba de óleo ao valor
tado, um tubo com formato espiral trans- máximo necessário.
porta as esferas de uma extremidade a
outra da ranhura, formando uma fileira
contínua de esferas.

7 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Descrição de funcionamento
Para uma melhor interpretação, a válvula
e o fluxo de óleo são mostrados de forma
simplificada nas figuras 2 e 3. Além disso,
estas figuras apresentam a válvula em
corte transversal, para possibilitar a visu-
alização esquemática da conexão da vál-
vula de controle em relação aos
compartimentos do cilindro e o funciona-
mento da válvula.

O óleo sob pressão flui na ranhura anular


central da bucha de comando e é condu-
zido às ranhuras de controle da válvula
rotativa interna, através de três furos radi-
ais dispostos simetricamente.

A posição das ranhuras de controle e do


cabeçote do sem-fim é ajustada de tal
Zona de baixa pressão Zona de alta pressão forma que, com a válvula em posição
Figura 3 neutra, o óleo sob pressão possa fluir
Válvula rotativa em posição de operação através das fendas de entrada (J e K)
(volante movimentado no sentido horário) para o interior das ranhuras axiais em
forma de arco (N e O) do cabeçote do
J. Fenda de entrada sem-fim.
K. Fenda de entrada
L. Fenda de retorno
M. Fenda de retorno
A partir daí, o óleo circula livremente atra-
N. Ranhura axial vés dos furos radiais para cada um dos
O. Ranhura axial lados do cilindro de trabalho. Enquanto a
P. Ranhura de retorno válvula de direção estiver na posição
neutra, o fluxo de óleo alcança ambos os
lados do cilindro de trabalho, bem como,
Ao transmitir um torque da haste de dire- escoa em direção às três ranhuras de
ção ao sem-fim ou vice-versa, a barra de retorno (P) da válvula rotativa e de lá
torção (E) é acionada dentro do limite retorna ao reservatório.
elástico, de forma a ocorrer uma torção
entre a válvula rotativa e o cabeçote do Ao movimentar a direção no sentido
sem-fim. Isto significa que as ranhuras de horário, o pistão do cilindro de trabalho é
controle da válvula rotativa são desloca- deslocado para a direita (figura 3).
das da posição central (posição neutra)
em relação às ranhuras de comando do Sendo o movimento do pistão auxiliado
cabeçote sem-fim. pelo óleo sob pressão, o mesmo deverá
ser conduzido para o lado esquerdo do
Quando o volante é solto, a barra de tor- cilindro.
ção retorna a válvula para a posição neu-
tra.

8 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

As três ranhuras de controle da válvula Quando o volante é movimentado no


rotativa são deslocadas no sentido horá- sentido oposto, o pistão do cilindro de tra-
rio e as entradas (K) ficam abertas para o balho é deslocado para o lado esquerdo,
fluxo de óleo sob pressão. sendo auxiliado pelo óleo sob pressão no
cilindro direito. As ranhuras de controle
As aberturas de entrada (J) fecham, no da válvula rotativa são deslocadas em
entanto, bloqueando a circulação de óleo sentido anti-horário e deixam que o óleo
sob pressão para as ranhuras axiais (O) sob pressão seja deslocado através das
da bucha de comando. fendas de entradas abertas (J) em dire-
ção às ranhuras axiais (O) e assim com-
Na posição descrita da válvula rotativa pleta o circuito ao cilindro direito.
(figura 3), o óleo sob pressão é enviado
através das aberturas de admissão (K) O óleo sai do cilindro esquerdo através
para a ranhura radial inferior (N) da da rosca das esferas do sem-fim e das
bucha de comando, atingindo a partir daí fendas de retorno abertas (L), sendo
o cilindro esquerdo e assim produzindo o enviado às ranhuras de retorno (P) da
auxílio hidráulico. As aberturas de válvula rotativa.
entrada (J) fechadas impedem que o óleo
possa escoar para o reservatório. Através do furo central da válvula rota-
tiva, o óleo é liberado para o reservatório.
O óleo é forçado para fora pelo lado
direito do cilindro. Através de fendas de
retorno (M) ele é conduzido em direção
às ranhuras de retorno (P) da válvula
rotativa.

9 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Funcionamento das válvulas limitado-


ras de pressão
As válvulas permanecem fechadas até
que um dos pinos de acionamento toque
o parafuso de ajuste.

Quando o êmbolo é movimentado, por


exemplo, para a direita (figura 5), a vál-
vula direita (T) é acionada pelo parafuso
de ajuste (X) antes do êmbolo atingir sua
posição final. Neste processo o êmbolo
da válvula (U) é deslocado pelo óleo sob
pressão, que possibilita a circulação do
óleo na câmara do cilindro de trabalho (V)
e na tubulação de retorno.
Zona de alta pressão Zona de baixa pressão

Figura 4
O processo inverso ocorre quando o
êmbolo é movimentado para a esquerda.
Ambas as válvulas limitadoras
de pressão fechadas

B. Êmbolo
T. Válvula limitadora de pressão, direita
U. Válvula limitadora de pressão, esquerda
V. Cilindro direito (pino de acionamento)
Zona de alta pressão Zona de baixa pressão
W. Cilindro esquerdo (pino de acionamento)
X. Parafuso de ajuste direito Figura 5
Y. Parafuso de ajuste esquerdo
Movimento do êmbolo para a direita, válvula
limitadora de pressão aberta e pressão
Duas válvulas limitadoras de pressão (T de óleo fortemente reduzida
e U) estão localizadas no êmbolo (B) ao
longo de seu eixo longitudinal.
Nota: Quando a válvula abre, a direção
Os pinos de acionamento das válvulas pode ser virada até o batente da roda,
projetam-se para fora, à direita e à porém é necessário maior esforço.
esquerda do êmbolo. Esses pinos são
acionados pelos parafusos de ajuste (X e
Y), localizados na carcaça e tampa do
cilindro, quando o êmbolo é deslocado
para a direita ou para a esquerda em
direção ao batente final.

10 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Componentes da caixa de direção ZF 8097 Servocom

12
50
11 53 54
21
55
4 20
170
177 3 169
51
2 32
7 30
6 22 31
5 23

8
163 172 9
10 1
151 164
171 112 168
130 167 80
113
163 165
114
115 166
131
111
159
158 111 2
110
156 3

155 101
117 4
116 121
118
120 5
119
126 6
123
127 122
7
124
128 100
125 52
129
169
170

Figura 6

11 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

1. Carcaça 114. Anel-O


2. Anel-O 115. Anel de vedação
3. Arruela 116. Anel de apoio
4. Tampa 117. Anel de apoio
5. Anel de vedação 118. Anel-O
6. Anel de apoio 119. Anel de vedação
7. Anel elástico 120. Gaiola de agulhas
8. Retentor 121. Arruela
9. Arruela 122. Anel-O
10. Rolamento axial 123. Anel de vedação
11. Placa de identificação 124. Anel-O
12. Rebite ranhurado 125. Tampa do cilindro
20. Pino roscado 126. Arruela
21. Porca com aba 127. Parafuso
22. Válvula 128. Pino roscado
23. Anel-O 129. Porca
30. Parafuso 130. Chapa de ajuste
31. Anel-O 131. Pino
32. Válvula 151. Conjunto sem-fim
50. Porca 155. Anel elástico
51. Guarda-pó 156. Tubo deslizante
51. Protetor 158. Anel-O
52. Tampão 159. Anel de apoio
53. Protetor 163. Tampão
54. Anel elástico 164. Anel de vedação
55. Protetor 165. Sangrador
80. Eixo setor 166. Capa de proteção
100. Conjunto pistão completo 167. Conexão
101. Pistão 168. Anel de vedação
109. Válvula 169. Anel-O
110. Esfera 170. Parafuso
111. Tubo bipartido 171. Anel-O
112. Tampão 172. Anel de apoio
112. Vedador 177. Braço pitman
113. Vedador

12 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Regulagem da limitação hidráulica

Regulagem manual

Parafuso de regulagem

Contra porca

Figura 7

A primeira regulagem da limitação hidráulica da direção é realizada no banco de provas


da ZF, conforme as especificações da Iveco.

Uma outra regulagem é convenientemente executada após a montagem da direção no


veículo.

Esta regulagem pode ser realizada tanto com o auxílio de um manômetro, como por
meios puramente mecânicos.

Regulagem automática

Parafuso
Bucha deslizante

Figura 8

A válvula automática consiste de uma válvula convencional, com parafusos e buchas


deslizantes, localizadas nos mesmos locais dos parafusos de regulagem manual.

No primeiro giro, o êmbolo de direção ao encontrar-se com a bucha deslizante, abre a


válvula e em seguida desloca a bucha deslizante até atingir o batente do eixo dianteiro.

Após a montagem da direção no veículo, estando o veículo com as rodas no solo, efe-
tue movimentos para a direita e para a esquerda até alcançar o batente do eixo dian-
teiro previamente ajustado.

13 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Abastecimento de óleo Sangria do sistema

Notas: 1. Assim que o sistema de direção esti-


ver cheio, ou seja, que com alguns
- Não reutilize o óleo retirado. giros do motor o nível de óleo não
desça abaixo da marca superior da
- Certifique-se de que o reservatório de vareta, efetue a partida do motor.
óleo nunca fique completamente vazio,
pois caso contrário, surgirão novas 2. Levante o veículo com um macaco
bolhas de ar no sistema de direção. hidráulico, pela parte dianteira, e posi-
Além disso, durante o abastecimento cione dois cavaletes no eixo dianteiro.
de óleo, bem como do processo de
sangria, trabalhe com as menores rota- 3. Gire lentamente o volante, várias
ções possíveis. No caso de um fluxo de vezes, de batente a batente, de modo
sucção muito forte, pequenas bolhas de que o ar contido nos cilindros possa
ar seriam novamente aspiradas pela sair. Observe o nível de óleo durante
bomba e durante o funcionamento da este processo. Caso este nível ainda
mesma seriam transformadas em abaixe, complete-o imediatamente.
bolhas minúsculas, o que poderia resul-
tar na formação de espuma e prolongar Nota: Isto deve ser feito até que o
por tempo demasiadamente longo o nível de óleo permaneça constante na
processo de sangria. marca superior da vareta e que, ao
movimentar o volante, não subam
1. Para o abastecimento da direção e da mais bolhas de ar no reservatório.
bomba, retire a tampa do reservatório
de óleo e abasteça-o até a borda.
Sistema de direção com sangria auto-
2. Em seguida, gire o motor algumas vol- mática
tas, para abastecer com óleo o sis-
tema hidráulico completo. Durante Os modelos de direção com sangria auto-
este processo, o nível de óleo do mática não possuem parafusos de san-
reservatório cai rapidamente. Por este gria. Estas direções expulsam
motivo, o reservatório deverá ser sem- automaticamente qualquer ar remanes-
pre abastecido para evitar a sucção de cente na caixa de direção, de acordo com
ar. Neste caso, recomendamos que o processo de sangria acima.
um operador efetue a partida do motor
e um segundo abasteça o óleo de Nota: Como as válvulas de sangria não
acordo com o volume consumido pela trabalham sob carga, evite o acúmulo de
bomba. pressão desnecessária.

14 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Sistema de direção com parafuso de Verificação do nível de óleo


sangria
A verificação do nível de óleo da direção
1. Retire a tampa protetora e introduza hidráulica deverá ser efetuada junta-
uma mangueira plástica transparente mente com a verificação do nível de óleo
sobre o parafuso de sangria do ar e a do motor.
outra extremidade da mangueira den-
tro de um recipiente com óleo. Com o motor em funcionamento e o sis-
tema da direção aquecido, o óleo deverá
2. Remova o parafuso de sangria de ar estar sempre entre a marca superior e
de 1/2 a 1 volta. inferior da vareta. Caso contrário, com-
plete o nível com óleo Tutela GI / A.
3. Gire lentamente o volante várias
vezes, de batente a batente, de modo Notas:
que o ar contido nesta parte da car-
caça possa sair. - É um fenômeno natural que o nível de
óleo abaixe um pouco depois que o
4. Quando sair somente óleo pelo orifício motor comece a funcionar, pois o óleo
do parafuso de sangria, aperte o sempre contém um pequeno volume de
mesmo novamente, monte a tampa e ar e, devido à resistência à vazão, o
complete o nível de óleo. Em seguida, óleo requer aproximadamente uma
movimente o volante de batente a pressão de 2 - 4 bar para atravessar o
batente. mecanismo da direção. Além disso,
certifique-se de que a diferença do
Nota: Quando forem observadas as nível de óleo com o motor parado e em
recomendações acima, ao parar o funcionamento não seja superior a 20
motor, o nível de óleo no reservatório mm. No caso do nível ultrapassar este
não poderá subir mais de 1 a 2 centí- limite, é sinal que o óleo contém ar em
metros, conforme o tamanho do sis- excesso.
tema de direção.
- Certifique-se de que não hajam vaza-
5. Desligue o motor e remova os cavale- mentos de óleo. Caso contrário, pro-
tes do eixo dianteiro. cure imediatamente o local e corrija a
falha.

- Recomenda-se trocar o óleo ao efetuar


reparos ou substituição do mecanismo
da direção ou bomba. Nesta ocasião
deve-se também efetuar a troca do filtro
de óleo.

15 / 16
EuroTech / Direção Hidráulica ZF 8097 Servocom MR 10 2002-07-31

Folga na direção hidráulica com Inspeções


a bomba parada e em funciona-
mento - Inspecione o sistema de direção diaria-
mente, observando o nível de óleo do
reservatório.
Durante a condução normal do veículo,
isto é, quando a bomba de óleo desloca o
- Verifique todas as conexões roscadas,
óleo sob pressão, ao virar a direção ou
travas e tubulações do sistema de dire-
com um impacto da pista de rodagem, a
ção com referência à sua estanquei-
barra de torção é acionada e, conseqüen-
dade.
temente, a válvula de controle é deslo-
cada. Nesta ocasião, entra em ação o
Em caso de reparos no sistema de dire-
reforço hidráulico.
ção, recomendamos a verificação após
os primeiros 1.000 quilômetros roda-
Para este processo de comando,
dos.
somente é necessária uma ligeira movi-
mentação da direção ou deslocamento
- Para o perfeito funcionamento da dire-
axial do êmbolo, de forma que ocorra
ção e da bomba, é necessária a utiliza-
imediatamente um reforço hidráulico per-
ção de um óleo hidráulico adequado.
ceptível sem retardamento.
O óleo também tem a função de lubrifi-
Bem diferente é a situação onde a dire-
car o mecanismo de direção e da
ção hidráulica tenha sido acionada com a
bomba, por conseguinte, necessita-se
bomba parada, por exemplo, durante o
apenas um único lubrificante para todo
rebocamento. Então, no caso de maiores
o sistema.
trações na direção, deve-se contrapor
todo o curso da válvula de comando até o
Para tanto, utilize somente óleo hidráu-
batente, antes que o movimento de giro
lico especificado pela Iveco (Tutela GI /
da direção seja transferido para o
A).
êmbolo. Com isto, ao dirigir sem auxílio
hidráulico, existe uma considerável folga
- Certifique-se de que o filtro ou o ele-
no volante.
mento não estejam sujos, as conexões
roscadas estejam suficientemente
apertadas e que não haja insuficiência
de óleo no sistema. Caso contrário,
poderão surgir ruídos na direção.

16 / 16