Você está na página 1de 4

Fisiologia do trabalho muscular

As principais funções do organismo humano que interessam à ergonomia, ou seja, aquelas


funções que influem no desempenho do trabalho, são principalmente a coluna vertebral,
músculos, visão, audição e o senso cinestésico.

Estrutura biomecânica do corpo humano


A estrutura biomecânica do corpo humano pode ser vista como um conjunto de alavancas,
formado pelos ossos maiores que se conectam nas articulações e são movimentadas pelos
músculos.

Coluna Vertebral
A coluna vertebral é constituída de 33 vértebras, classificadas em cinco grupos: são 7 vértebras
cervicais, 12 vértebras torácicas, 5 vértebras lombares e 9 vértebras sacrococcigenas, sendo 5
vértebras fundidas que formam o sacro e 4 vértebras da extremidade inferior que formam o
cóccix.

Das 33 vértebras, apenas 24 são flexíveis e, destas, as que têm mais mobilidade são as
cervicais (pescoço) e as lombares (abdominais). As vértebras torácicas estão unidas a 12 pares
de costelas, formando a caixa torácica, que limitam os movimentos.
Entre uma vértebra e outra existe um disco intervertebral cartilaginoso. Quando o trabalhador
executa uma atividade de forma errada, principalmente levantamento de peso, o núcleo do disco
intervertebral migra de seu local, do centro do disco para a periferia, em direção ao canal
medular ou nos espaços por onde saem ás raízes nervosas, levando à compressão das raízes
nervosas, a hérnia.

As vértebras sacrococcigenas são 5 vértebras fundidas que formam o sacro.

O cóccix é formado por 4 vértebras da extremidade inferior.

A coluna vertebral contém um canal formado pela superposição das vértebras, por onde
passa a medula espinhal, que se liga ao encéfalo. A medula funciona como uma grande
"avenida" por onde circulam todas as informações sensitivas, que transitam da periferia para o
cérebro e retornam, trazendo as ordens para os movimentos motores.
A coluna tem duas propriedades: rigidez e mobilidade. A rigidez garante a sustentação do
corpo, permitindo a postura ereta. A mobilidade permite rotação para os lados e movimentos
para frente e para trás.

A coluna vertebral está sujeita a diversas deformações. Estas podem ser congênitas ou
adquiridas durante a vida, por diversas causas, como esforço físico, má postura no trabalho,
deficiência da musculatura de sustentação, infecções e outras. As principais anormalidades
da coluna são a lordose, cifose e escoliose.

Cifose
É o aumento da convexidade, acentuando-se a curva para frente na região torácica,
correspondendo ao corcunda.

Lordose
Corresponde a um aumento da concavidade posterior da curvatura na região cervical ou
lombar, acompanhado por uma inclinação dos quadris para frente.

Escoliose
É a curvatura lateral da coluna vertebral. A pessoa vista de frente ou de costas, pende para um
dos lados, para direita ou para esquerda.

Função Neuromuscular
O conhecimento da fisiologia muscular é a base dos estudos ergonômicos do homem como um
sistema de transformação de energia. As forças do organismo são exercidas por contrações
musculares, mas, os músculos não se contraem por si próprios, são comandados pelo
sistema nervoso central, que é composto pelo cérebro e medula espinhal. Esses comandos
decorrem de algum tipo de estímulo ambiental, ou seja, os sinais produzidos por algum
estímulo do exterior ou do próprio corpo (luz, som, tato, temperatura,) que são conduzidos até
o sistema nervoso central, onde é interpretado e processado, gerando uma decisão. Esta é
enviada de volta, pelos nervos motores, que se conectam aos músculos, e provocam
movimentos musculares, como o piscar do olho, movimentação dos braços ou pernas.

O ser humano possui aproximadamente 650 músculos.


O músculo do coração, também chamado de miocárdio.
Músculos do crânio, pálpebra, nariz, boca.
Músculos do tronco, tórax, abdômen.
Músculos membro superior, ombro, braço, antebraço, mão.
Músculos membro inferior, coxa, perna, pé.

Fadiga muscular
Fadiga muscular é a redução da força provocada pela deficiência da irrigação sanguínea do
músculo. Quanto mais forte for a contração muscular, maior será o estrangulamento da
circulação sanguínea, reduzindo o tempo em que poderá ser mantida.

Lombalgia
Lombalgia significa "dor na região lombar" e é provocada pela fadiga da musculatura das
costas. O tipo mais simples ocorre quando se permanece durante muito tempo na mesma
postura, com a cabeça inclinada para frente.

Fatores de risco relacionados ao trabalho:


Trabalhadores com sobrecarga física apresentam maiores problemas na coluna cervical;
Trabalhadores inexperientes apresentam maior índice de problemas em membros superiores;
A utilização de técnicas incorretas para execução de tarefas aumenta os riscos para os
trabalhadores.