Você está na página 1de 8

CELEBRAÇÃO EM AÇÃO DE GRAÇAS

(22ª Turma de Direito da Faculdade Pitágoras de Uberlândia)


Catedral Santa Teresinha do Menino Jesus e da Sagrada Face
13/04/2018

1 - Comentário Inicial

(Pedro Melo) Boa Noite a todos! É com imensa alegria que nos reunimos neste
momento, na presença de Deus, juntamente com nossos pais, familiares, professores e
amigos, para louvar e agradecer por estarmos celebrando nossa formatura no curso de
Direito. A celebração deste dia é fruto de escolhas, de grandes esforços, de luta,
dedicação e, principalmente, de muita fé. É o momento de agradecermos as sólidas e
verdadeiras amizades, o conhecimento adquirido e a experiência vivida, que nos
acompanharão e guiarão nossos caminhos ao longo de nossas vidas. Por tudo isso,
Senhor, viemos à Tua presença para agradecer e celebrar este momento, junto com
todos aqui presentes. Em pé, acolhamos os formandos da 22ª Turma de Direito da
Faculdade Pitágoras de Uberlândia.

Entrada dos Formandos (Músicas: Viva La Vida, Coldplay e Perfect, Ed Sheeran).

2 - Acolhida

Celebrante: Irmãos e irmãs! É com amor e alegria que recebemos a todos para
agradecer a Deus pela formatura da 22ª Turma de Direito da Faculdade Pitágoras de
Uberlândia. Iniciemos esta Celebração invocando a Santíssima Trindade cantando:

Cântico (Deus Trino).

Em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Estamos Aqui. (Bis)


Para Louvar e agradecer, bendizer e adorar! Estamos aqui Senhor, ao seu dispor!
Para Louvar e agradecer, bendizer e adorar! Te aclamar! Deus Trino de Amor!

Celebrante: A graça de nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do


Espírito Santo estejam convosco.
Todos: Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo.

3 – Ato penitencial

Celebrante: Irmãos e irmãs! Toda conquista e enriquecimento de dons e talentos nos


comprometem mais com a sociedade. Diz Jesus: A quem mais foi dado, mais será
exigido. A formatura é sempre motivo de alegria, mas, ao mesmo tempo, exige de
cada formando maior empenho e compromisso. Abramos o nosso coração e nos
preparemos para celebrar dignamente dessa ocasião, fazendo um momento de reflexão
das nossas faltas e fraquezas humanas.

Cântico de reflexão (Conheço um coração).


Celebrante: Se nós estamos aqui celebrando a formatura destes jovens é porque o
amor de Cristo os acompanhou ao longo destes anos. Queremos reconhecer, neste
momento, que nem sempre nós correspondemos a este amor. Por isso, busquemos o
perdão de Deus sobre nós e sobre nossos pecados.

(Gisele Cortes) Senhor, fonte da verdadeira sabedoria e modelo de serviço, perdoai


nosso comodismo e tende piedade de nós.
Todos: Senhor, tende piedade de nós.

(Karla Lemes) Cristo, mestre da verdade e exemplo de humildade, perdoai nosso


orgulho e tende piedade de nós.
Todos: Cristo, tende piedade de nós.

(Felipe Quites) Senhor, luz que aponta e ilumina o caminho da justiça, perdoai nossas
injustiças e tende piedade de nós.
Todos: Senhor, tende piedade de nós

Celebrante: Deus Pai e misericordioso tende compaixão de nós, perdoai nossos pecados
e encaminhai-nos para a vida eterna.
Todos: Amém.

4 – Hino de Louvor

Celebrante: Com muita alegria pela conquista que celebramos neste dia pelo dom da
vida, elevemos nossos corações a Deus com nosso hino de louvor.

Cântico (Glória ao Pai Criador).

5 – Oremos

Celebrante: Pai de infinita bondade fazei com que estes formandos permaneçam na
alegria e que Vossa palavra seja força a orientar suas vidas profissionais que hão de
vir, permitindo-lhes, ao exercerem a profissão, serem justos e humanos. Por Nosso
Senhor Jesus Cristo, Vosso filho, na unidade do Espírito Santo.
Todos: Amém.

6 – Liturgia da Palavra:

(Augusto Xavier) Os ensinamentos que o Pai nos deixou chegam até nós através de Sua
Palavra. Que o nosso coração esteja atento para acolher a missão que nos será dada
nesta celebração. Ainda de pé, recebamos agora em nosso meio a Palavra do Senhor,
que é fonte de vida e alimento para a alma.

Entrada da Bíblia (Música: Hallelujah, Rufus Wainwright).

(Ana Carolina Paes) Bíblia


(Felipe Quites) Vela 1
(Gisele Cortes) Vela 2
(Ana Cristina Fonseca) Vela 3

Celebrante: Assentados, ouçamos atentamente a palavra de Deus.

7 – Primeira leitura (At 5,34-42) – Assentados

(Angélica Silva) Naqueles dias um fariseu, chamado Gamaliel, levantou-se, então, no


Sinédrio. Era mestre da Lei e todo o povo o estimava. Gamaliel mandou que os
acusados saíssem por um instante. Depois disse: 'Homens de Israel, vede bem o que
estais para fazer contra esses homens. Algum tempo atrás apareceu Teudas, que se
fazia passar por uma pessoa importante, e a ele se juntaram cerca de quatrocentos
homens. Depois ele foi morto e todos os que o seguiam debandaram, e nada restou.
Depois dele, no tempo do recenseamento, apareceu Judas, o galileu, que arrastou o
povo atrás de si. Contudo, também ele morreu e todos os seus seguidores se
dispersaram.

(Ana Carolina Paes) Quanto ao que está acontecendo agora, dou-vos um conselho: não
vos preocupeis com esses homens e deixai-os ir embora. Porque, se este projeto ou
esta atividade é de origem humana será destruído. Mas, se vem de Deus, vós não
conseguireis eliminá-los. Cuidado para não vos pordes em luta contra Deus!’ E os
membros do Sinédrio aceitaram o parecer de Gamaliel. Chamaram então os apóstolos,
mandaram açoitá-los, proibiram que eles falassem em nome de Jesus, e depois os
soltaram. Os apóstolos saíram do Conselho, muito contentes, por terem sido
considerados dignos de injúrias, por causa do nome de Jesus. E cada dia, no Templo e
pelas casas, não cessavam de ensinar e anunciar o evangelho de Jesus Cristo.

Palavras do Senhor!
Todos: Graças a Deus.

8 - Salmo de Meditação

Cântico (Sonda-me).

Senhor, eu sei que tu me sondas, sei também que me conheces. Se me assento ou me


levanto, conheces meus pensamentos. Quer deitado ou quer andando, sabes todos os
meus passos. E antes que haja em mim palavras, sei que em tudo me conheces.

Senhor, eu sei que tu me sondas. (4x)

Deus, tu me cercaste em volta, tuas mãos em mim repousam. Tal ciência é grandiosa,
não alcanço de tão alta. Se eu subo até o céu, sei que ali também te encontro. Se no
abismo está minh'alma, sei que aí também me amas.

Senhor, eu sei que tu me sondas. (4x)


Senhor, eu sei que tu me amas. (4x)
9 - Evangelho

(Camila Almeida) No sermão da montanha, Jesus nos fala da bem aventurança,


enfatizando duas questões: a esperança de concretizar nossa luta e a importância do
nosso papel na sociedade, com a certeza de que não estamos sós. Todos de pé para
aclamação do Santo Evangelho.

Cântico (Aleluia, a minh’alma abrirei).

Celebrante: O Senhor esteja convosco.


Todos: Ele está no meio de nós.

Celebrante: Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.


Todos: Glória a vós Senhor!

(Mateus 5, 13-16)
Celebrante: Naquele tempo, Jesus disse ao povo: “Vós sois o sal da terra”. Ora, se o
sal perder o gosto salgado, com o que se há de salgar? Já não servirá para nada,
apenas para ser jogado fora e pisado pelas pessoas. Vós sois a luz do mundo. Não é
possível esconder uma cidade situada sobre um monte, nem se acende uma lamparina
para se pôr debaixo de uma vasilha, mas num candelabro, para que ilumine todos os da
casa. É assim que deve brilhar vossa luz diante das pessoas, para que vejam vossas
boas obras e glorifiquem vosso Pai que está no céu.

Celebrante: Palavra da Salvação!


Todos: Glória a vós Senhor!

10 – Homilia (Assentados)

11 – Oração da Assembleia (Em pé)

Celebrante: Deus, nosso Pai, que estais no céu, aqui na terra estão reunidos vossos
filhos nesta celebração Eucarística pela formatura no curso de Direito. Vós conheceis
cada um pelo nome e sabeis da sinceridade de cada um deles em procurar uma vida
verdadeiramente cristã. Escutai, pois, suas orações.

(Bruce Daymon) Em ação de graças pelo dom mais precioso que recebemos: a própria
vida. Nosso louvor a Deus por tudo o que a vida nos trouxe e por tudo que realizamos,
rezemos.
Todos: Senhor, escutai a nossa prece.

(Thalisson Ribeiro) Por nós formandos, para que Deus nos proteja e nos ampare em
nossa vida profissional que agora se inicia, nos ajudando a sermos profissionais
conscientes de nossas responsabilidades, rezemos ao Senhor.
Todos: Senhor, escutai a nossa prece.
(Tassiane Teodora) Pelos nossos familiares e amigos, que contribuíram, e muito, para
o prazer desta realização, que se sintam tão felizes e realizados como nós, rezemos
ao Senhor.
Todos: Senhor, escutai a nossa prece.

(Ana Caroline Ferreira) Pelos professores, que dedicaram o seu tempo e conhecimento,
possibilitando, também, que estivéssemos aqui hoje. Que a prática deles seja sempre
abençoada, rezemos ao Senhor.
Todos: Senhor, escutai a nossa prece.

Celebrante: Deus de bondade, nós vos agradecemos de coração a conquista destes


jovens aqui presentes. Ouça suas preces em favor de todos os que sofrem. Dai-lhes
um coração muito humano, compreensivo e bom, para que possam ser sal e luz na
sociedade. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso filho, na unidade do Espírito Santo.
Todos: Amém.

Celebrante: Assentados, preparemos o nosso ofertório.

12 – Ofertório (Assentados)

(Ana Cristina Fonseca) Na simplicidade de nossa gratidão, queremos oferecer ao


Senhor a nossa vida e a nossa profissão, na certeza de que, em Cristo, tudo o que
aprendemos se transformará em bênçãos. Recebe, ó Pai, nossas lutas, esforços e
conquistas.

Canto do Ofertório (Um coração para amar).

Entronização das ofertas:

(Andressa Cristina) Bandeja com Pão e Uvas


(Luana Fernandes) Cálice
(Maria Eduarda Morgan) Símbolo do curso
(Pedro Melo) Canudo
(Marina Guimarães) Flores
(Karla Lemes) Flores

13 - Pai Nosso (Cantado) – Em pé

Celebrante: Repletos de fé, com alegria de estarmos todos aqui reunidos em nome de
Deus, cantemos com amor e muita esperança a oração que Ele nos ensinou:

Cântico (Pai Nosso, Pe. Marcelo Rossi).

Celebrante: Assentados, acompanhemos com carinho e atenção às homenagens dos


formandos.

14 - Agradecimentos (Assentados)
(Lucas Timóteo) I. A Deus

Agradecemos Àquele que nos presenteou com o bem mais precioso que poderíamos
receber um dia, a vida, e com ela a capacidade para pensarmos, amarmos e lutarmos
pela conquista de nossos ideais. Muitas foram às lutas, maiores as vitórias, e isso
porque o Senhor se fez sempre presente, transformando a fraqueza em força e a
derrota em vitória. Reconhecemos que o tempo todo o Senhor nos amou e que sem a
Sua misericordiosa graça e intervenção nada disso seria possível. Não somos mais os
mesmos. Amadurecemos ao enfrentar os vários obstáculos, mas agora tudo é
felicidade, pois atingimos nosso alvo. Hoje, temos a certeza de que a Sua companhia
foi o que fundamentou essa vitória. Não temos outra forma de agradecer senão
dizendo: use-nos como instrumento de transformação e crescimento do nosso próximo.
Somos gratos ao Senhor hoje, amanhã e eternamente. Obrigado, Senhor! Te
agradecemos por tudo que fomos, que somos e ainda seremos e, principalmente, por
nunca nos ter deixado nos momentos difíceis e por nos ter permitido chegar até aqui.

(Tiago Fabiano) II. Aos Pais

O amor tem nuances que apenas o amor pode explicar. Permitiram-nos nossos pais a
vida por amor. Emprestaram-nos sua boca para que pudéssemos falar, seus pés para
que pudéssemos andar, seu amor para que pudéssemos existir, e como se a existência
fosse pouca, deram parte de suas próprias vidas para que nossa existência tivesse
algum sentido. Hoje, apesar de pensarmos saber bastante, não aprendemos ainda algo
que seja suficiente e possa substituir o simples muito obrigado. A vocês que hoje
sorriem orgulhosos, ou choram emocionados, que muitas vezes na tentativa de acertar,
cometeram falhas, que se doaram inteiros e renunciaram aos seus sonhos, para que
pudéssemos realizar os nossos. A vocês que compartilharam nossos ideais e os
alimentaram, incentivando-nos a prosseguir na jornada, mostrando que esse caminho
deveria ser seguido sem medo, independente dos obstáculos.

(Priscila Fernandes) O carinho da tua voz, a esperança do teu sorriso, o conforto de


tuas lágrimas, o brilho do teu olhar nos fez tão grandes quanto seu amor por nós. Se
pudéssemos fazê-los eternos... Eternos os faria. Nossa imensa gratidão vai além dos
sentimentos, pois vocês cumpriram o dom Divino: o dom de serem pais e mães.
Obrigado pelo sonho que realizamos neste dia em que nos transformamos profissionais
e, sobretudo, pela lição de amor que ensinaram durante a nossa vida. Tomara Deus
que possamos transmiti-la no exercício da profissão e ensiná-la aos nossos filhos com
a mesma dignidade com a qual fizeram. Se conseguirmos estaremos realizados, acima
de profissionais seremos seus filhos. Dividam conosco os méritos dessa conquista,
porque ela é tão vossa quanto nossa.

(Suellen Alves) Nesse momento, gostaríamos de entregar a vocês, pais, algo que
simbolicamente representa o nosso carinho e o nosso agradecimento por tudo o que
sempre dedicaram a nós e pelo amor incondicional de vocês.

Entrega das Flores aos Pais (Músicas: Beauty and the Beast, Musical Sibelius e part.
especial de Herbert Levy; All of Me, John Legend; A Thousand Years, Christina
Perri; Photograph, Ed Sheeran; I Won’t Give Up; Jason Mraz; Tears in Heaven, Eric
Clapton).

(Hexilaine Lopes) III. Aos Ausentes

Você partiu antes que o momento tão esperado chegasse. Às vezes, fico imaginando
como seria vê-lo sentado aí nesta plateia, olhando para mim com os olhos cheios de
lágrimas e o coração transbordando de orgulho. Sinto saudades! Eu sei que, de uma
forma ou de outra, você estará comigo. Sentirei para sempre sua presença, e nesses
dias de comemorações sinto que você me acompanha cheio de orgulho. Como queria
sentir suas mãos carinhosas a afagar meus cabelos! Como eu queria poder te abraçar
e sorrir em silêncio! Tenho certeza que de onde você estiver está orgulhoso me
aplaudindo e repartindo comigo a alegria deste momento. Estou realizando um sonho
nosso e só consegui porque você sempre me apoiou e hoje continua vivo dentro de mim.
Você não está mais aqui, mas eu ainda sou uma parte sua e te carregarei comigo
eternamente, lembrando com carinho tudo de bom que me deixou.

Música: Angels, Robbie Williams.

(Denise Bernardes) IV. Aos Colegas

Nestes dias de comemorações, com o coração a mil e um enorme sorriso no rosto,


talvez pensemos que tudo esteja acabado e, neste momento de alegria, é quase
inevitável certa nostalgia. Contudo, ainda há tempo, pois a vida é um eterno
recomeço. E mesmo que as dúvidas persistam, que a emoção nos cale, a esperança nos
falte e mesmo que as palavras fujam, não importa. Ainda haverá tempo. Tempo para
trocar o silêncio pelo sorriso, os punhos fechados pelos braços abertos, para
dispensar e acolher a cumplicidade, para pedir perdão e sentir saudades, de tudo e de
todos. Foram inesquecíveis os abraços que demos, as risadas que permitimos, as
pessoas que descobrimos e as festas que fizemos. Foi real o apego por uns, as
reservas por outros e o amor por tantos. Em qualquer lugar onde estejamos, é
impossível estarmos sozinhos, pois já carregamos na memória a companhia e a
esperança alegre do reencontro. Por isso, nada de despedidas, nada de adeus. Um
simples até breve.

Música: Eternos Amigos, Anjos de Resgate.

15 – Bênção Final (Em pé)

Celebrante: O Senhor esteja convosco.


Todos: Ele está no meio de nós.

Celebrante: Deus, o Senhor das ciências, vos aponte seus caminhos.


Todos: Amém.

Celebrante: O Cristo, sabedoria eterna, vos ensine as palavras da verdade.


Todos: Amém.
Celebrante: O Espírito Santo, luz dos corações ilumine as vossas inteligências.
Todos: Amém.

Celebrante: Que a benção de Deus Pai todo poderoso, desça sobre vós e vossas
famílias e permaneça para sempre, em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.
Todos: Amém.

Celebrante: Vamos em paz e que o Senhor nos acompanhe.


Todos: Graças à Deus.

Saída (Música: Somewhere over the rainbow, Israel "IZ" Kamakawiwoʻole).