Você está na página 1de 4

Disciplina: PRR – Administração Aplicada à Engenharia de Segurança do Trabalho.

Identificação da tarefa: Tarefa 1. Envio de Arquivo.


Pontuação: 20 pontos.

Tarefa 1

Nesta atividade devem ser respondidas as questões abaixo, ligadas ao Programa de


Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA e ao Programa de Controle Médico de Saúde
Ocupacional. Utilize como conhecimento o conteúdo da disciplina e pesquise sobre o tema
também!

1. Qual o objetivo do PPRA?


O PPRA, como todo programa preventivo, impõe antecipação, reconhecimento, avaliação e
controle da ocorrência de riscos ambientais, envolvendo ações, sob a responsabilidade do
empregador, cuja abrangência depende das características de cada ambiente de trabalho e
tem como OBJETIVO preservar a saúde e integridade física dos empregados, identificando
riscos ambientais físicos, químicos e biológicos existentes no trabalho, tais como ruído, calor,
frio, radiações, vibrações, névoas, gases, neblinas, bactérias, fungos, parasitas etc.
ITEM 9.1.1 da NR 9
Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece a obrigatoriedade da elaboração e
implementação, por parte de todos os empregadores e instituições que admitam trabalhadores
como empregados, do Programa de Prevenção de Riscos Ambientais - PPRA, visando à
preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, através da antecipação,
reconhecimento, avaliação e consequente controle da ocorrência de riscos ambientais
existentes ou que venham a existir no ambiente de trabalho, tendo em consideração a proteção
do meio ambiente e dos recursos naturais.

2. Quais são os riscos ambientais para fins de elaboração do PPRA? Como são definidos
os riscos ambientais?

Para a elaboração do PPRA são considerados os Riscos Físicos, Químicos e Biológicos.

Riscos físicos: ruídos, vibrações, pressões anormais, temperaturas extremas, radiações, etc.

Riscos químicos: poeiras, fumos, névoas, neblinas, gases, vapores que podem ser absorvidos
por via respiratória ou através da pele, etc.

Riscos biológicos: bactérias, fungos, bacilos, parasitas, protozoários, vírus, entre outros.

3. Quem está obrigado a elaborar o PPRA? E quem deve assinar?

A elaboração e implementação do PPRA é obrigatória para todos os empregadores e


instituições que admitam trabalhadores como empregados. A elaboração, a implementação, o
acompanhamento e a avaliação do PPRA poderão ser feitas pelo Serviço Especializado em
Engenharia de Segurança e Medicina do Trabalho - SESMT ou por pessoa ou equipe de
pessoas que, a critério do empregador, sejam capazes de desenvolver o disposto na NR- 9.
Assina o Programa aquela pessoa que elaborou.

4. O PPRA se resume a um documento que deverá ser apresentado somente em caso de


fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego?

Não, o PPRA é um programa de ação continua, deve ser avaliado pelo menos uma vez ao ano,
todos os trabalhadores têm de ter acesso para assim terem conhecimento de todos os riscos
previstos na estruturação do programa.

5. O que deve ser elaborado primeiro: o PPRA ou o PCMSO?

O PPRA deve ser elaborado primeiro, muitas informações para a elaboração do PCMSO são
verificadas no PPRA. O PPRA serve de subsídio para o PCMSO.

6. O PPRA abrange todas as exigências legais e garante a saúde dos trabalhadores?

Não, pois o Programa faz parte de um conjunto mais amplo descrito no item 9.1.3 da NR 9 – “O
PPRA é parte integrante do conjunto mais amplo das iniciativas da empresa no campo da
preservação da saúde e da integridade dos trabalhadores, devendo estar articulado com o
disposto nas demais NR, em especial com o Programa de Controle Médico de Saúde
Ocupacional - PCMSO previsto na NR-7”.

7. Qual a estrutura básica do PPRA?

De acordo com item 9.2.1 da NR 9 o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais deverá


conter, no mínimo, a seguinte estrutura:

a) planejamento anual com estabelecimento de metas, prioridades e cronograma;

b) estratégia e metodologia de ação;

c) forma do registro, manutenção e divulgação dos dados;

d) periodicidade e forma de avaliação do desenvolvimento do PPRA.

8. Qual o objetivo do PCMSO?

O objetivo primordial é a promoção e a preservação da saúde do conjunto dos seus


trabalhadores, por meio da prevenção, detecção precoce, monitoramento e controle de
possíveis danos à saúde do empregado.

9. Quais as responsabilidades do empregador em relação ao PCMSO?


 Garantir a elaboração e efetiva implementação do PCMSO, bem como zelar pela sua
eficácia.
 Custear, sem ônus para o empregado, todos os procedimentos relacionados ao
PCMSO.
 Indicar, dentre os médicos dos SESMT da empresa, um coordenador responsável pela
execução do PCMSO.
 No caso de a empresa estar desobrigada de manter Médico do Trabalho, de acordo
com a NR-4, deverá o empregador indicar Médico do Trabalho, empregado ou não da
empresa, para coordenar o PCMSO.
 Inexistindo médico do trabalho na localidade, o empregador poderá contratar médico de
outra especialidade para coordenar o PCMSO.

10. Quais as modalidades de exames médicos previstos na NR-07?

a) Admissional;

b) periódico;

c) de retorno ao trabalho;

d) de mudança de função;

e) demissional.

11. Como se faz a comprovação da realização dos exames médicos ocupacionais?

Através do ASO - Atestado de Saúde Ocupacional, observando o item 7.4.4. Para cada exame
médico realizado o médico emitirá o Atestado de Saúde Ocupacional – ASO.

12. Quais os requisitos que se devem satisfazer o Atestado de Saúde Ocupacional?

De acordo com o item 7.4.4.3. da NR 7 O ASO deverá conter no mínimo:


a) nome completo do trabalhador, o número de registro de sua identidade e sua função;

b) os riscos ocupacionais específicos existentes, ou a ausência deles, na atividade do


empregado, conforme instruções técnicas expedidas pela Secretaria de Segurança e Saúde no
Trabalho-SSST;

c) indicação dos procedimentos médicos a que foi submetido o trabalhador, incluindo os


exames complementares e a data em que foram realizados;

d) o nome do médico coordenador, quando houver, com respectivo CRM;

e) definição de apto ou inapto para a função específica que o trabalhador vai exercer, exerce ou
exerceu;
f) nome do médico encarregado do exame e endereço ou forma de contato;

g) data e assinatura do médico encarregado do exame e carimbo contendo seu número de


inscrição no Conselho Regional de Medicina.

13. Como proceder quando se constatar exposição excessiva do trabalhador aos riscos
constantes do Quadro 1 da NR-07?

O trabalhador deverá ser afastado do local do trabalho. De acordo com item 7.4.7: “Sendo
verificada, através da avaliação clínica do trabalhador e/ou dos exames constantes do Quadro I
da presente NR, apenas exposição excessiva (EE ou SC+) ao risco, mesmo sem qualquer
sintomatologia ou sinal clínico, deverá o trabalhador ser afastado do local de trabalho, ou do
risco, até que esteja normalizado o indicador biológico de exposição e as medidas de controle
nos ambientes de trabalho tenham sido adotadas”.

14. Quais as providências a serem adotadas na constatação de ocorrência ou agravamento


de doenças profissionais?

O médico coordenador ou encarregado deverá:

 Solicitar à empresa a emissão de Comunicação de Acidente do Trabalho – CAT.


 Indicar, quando necessário, o afastamento do trabalhador da exposição ao risco, ou do
trabalho.
 Encaminhar o trabalhador à Previdência Social para estabelecimento de nexo causal,
avaliação de incapacidade e definição da conduta previdenciária em relação ao
trabalho.
 Orientar o empregador quanto à necessidade de adoção de medidas de controle no
ambiente de trabalho.

15. Como deverá ser planejado o PCMSO?

Conforme o item 7.2.4. da NR 7 o PCMSO deverá ser planejado e implantado com base nos
riscos à saúde dos trabalhadores, especialmente os identificados nas avaliações previstas nas
demais NR.