Você está na página 1de 21

1

PORTUGUÊS
1. Analise as passagens abaixo e assinale a opção em que se ERROU o número de
orações indicado ao lado.
A) Assim, por exemplo, um homem, o leitor ou eu, querendo falar do nosso país,
dirá (…) - 2 orações.
B) A soberania nacional reside nas Câmaras, as Câmaras são a representação
nacional. - 2 orações.
C) Peço à nação que decida entre mim e o Sr. Fidélis Teles de Meireles Queles; ela
possui nas mãos o direito superior a todos os direitos. - 3 orações.
D) Há só 30'% dos indivíduos residentes neste país que podem ler; desses uns 9%
não lêem letra de mão. - 3 orações.
E) E eu não sei que se possa dizer ao algarismo, se ele falar desse modo, porque
nós não temos base segura para os nossos discursos, e ele tem o recenseamento. -
4 orações.

2. Em: “A opinião pública deste país é o magistrado último, o supremo Tribunal dos
homens e das coisas” (…)
No trecho acima, temos uma figura de linguagem denominada:
A) Metáfora.
B) Catacrese.
C) Prosopopeia.
D) Silepse de gênero.
E) Eufemismo.

3. "O Tejo é mais belo que o rio que corre pela minha aldeia". Sem titubear, o sujeito
do verbo correr:
A) Tejo;
B) Rio;
C) Que (no lugar de rio);
D) Aldeia;
E) Indeterminado.

2
4. Donas de casa reunidas para zelar pela qualidade de produtos ou associações de
"vítimas de atrasos aéreos", por exemplo, batem-se por questões QUE deveriam
estar salvaguardadas pelo poder público.
O pronome em destaque refere-se a:
A) Donas de casa;
B) Qualidade de produtos;
C) Associações de vítimas de atrasos aéreos;
D) Por exemplo;
E) Questões.

5. O continente africano, que tantas vezes e por tanto tempo JÁ foi o espelho
sombrio e espoliado dos progressos da civilização ocidental, infelizmente continua
sujeito a um processo que, no limite, resume-se a uma implosão civilizatória. O
advérbio em maiúsculo exprime ideia de:
A) Modo;
B) Dúvida;
C) Intensidade;
D) Tempo;
E) Afirmação.

6. Há nos períodos abaixo um período de oração sem sujeito. Assinale a opção em


que ele aparece.
A) Publicou-se há dias o recenseamento do Império.
B) As letras fizeram-se para frases; o algarismo não tem frases, nem retórica.
C) Não saber ler é ignorar o Sr. Meireles Queles.
D) Proponho uma reforma no estilo político.
E) Publicou-se o recenseamento do Império.

3
7. Assinale a opção em que a palavra ou expressão sublinhada NÃO se classifica
como adjetivo ou locução adjetiva.
A) A opinião pública deste país é o magistrado de último grau.
B) ela possui nas mãos o direito superior a todos os direitos.
C) A isto responderá o algarismo com a maior simplicidade.
D) 70% jazem em profunda ignorância.
E) Proponho uma reforma no estilo político.

8. Assinale a opção em que a forma verbal está num tempo diferente das demais.
A) (…) do qual se colige que 70% da nossa população não sabem ler.
B) Mas, Sr. Algarismo, creio que as instituições...
C) Quando uma Constituição livre pôs nas mãos de um povo o seu destino.
D) Gosto dos algarismos porque não são de meias medidas nem de metáforas.
E) Há só 30'% dos indivíduos residentes neste país podendo ler.

9. Indique o item no qual os vocábulos obedecem à mesma regra de acentuação da


palavra NÓDOA.
A) Ânsia, âmbar, imundície.
B) Míope, ímã, enjoo.
C) Água, tênue, supérfluo.
D) Ímpar, míngua, lânguida.
E) Viúvo, argênteo, sórdido.

4
10. Se as frases em destaque estivessem no plural, que alternativa preencheria
corretamente as lacunas da oração destacada abaixo:
É na_______________do Palácio que ocorre, por motivos___________, as
disputas do poder de influência sobre o Presidente.
A) antissalas - quaisquer;
B) antessalas - qualquer;
C) antessalas - quaisquer;
D) antessalas - qualquer;
E) antesalas – quaisquer.

11. Assinalar a alternativa que indique corretamente o processo de formação das


palavras SEM-TERRA, SERTANISTA e DESCONHECIDO:
A) composição por justaposição, derivação por sufixação, derivação por prefixação
e sufixação;
B) composição por aglutinação, derivação por sufixação e derivação por
parassíntese;
C) composição por aglutinação, derivação por sufixação e derivação por sufixação;
D) composição por justaposição, derivação por sufixação e composição por
aglutinação;
E) composição por aglutinação, derivação por sufixação e derivação por prefixação.

12. Na frase "Permitam-me fazer uma confissão: para mim o esforço no sentido
de obter...", o autor empregou o pronome "mim" no lugar de "eu", porque:
A) a preposição "para" rege o verbo "obter".
B) a preposição "para" rege o pronome oblíquo átono "mim".
C) a preposição "para" é regida pelo verbo "permitam".
D) o autor errou; o certo é usar "eu".
E) a preposição "para" rege o pronome oblíquo tônico "mim".

5
LITERATURA
1) Sobre o Quinhentismo é CORRETO afirmar:
A) Período caracterizado por textos produzidos sob a égide de uma uma única
língua, o que dava ao povo a sensação de pertença à uma nação.
B) Os textos, amplamente divulgados à época, foram determinantes na formação
identitária do povo brasileiro de então.
C) A linguagem e o tipo textual adotados pelos autores quinhentistas consistiam em
grande subjetividade e predominância expositiva.
D) As duas vertentes de escritos da época, Literatura informativa e Literatura
Jesuítica, eram voltadas a públicos restritos e tinham objetivos claros: informar ao
Rei e educar os índios, respectivamente.
E) Há controvérsias sobre o período com relação aos escritos da época, pois a
riqueza e diversidade estéticas do material produzido podem ser aproveitadas pelas
várias disciplinas do conhecimento humano como História e Literatura.

2) Em relação ao momento histórico do Quinhentismo brasileiro, podemos afirmar


que:
A) a Europa do século XVI vive o auge do Renascimento, com a cultura humanística
recrudescendo os quadros rígidos da cultura medieval.
B) o século XVI marca também uma crise na Igreja: de um lado, as novas forças
burguesas e, de outro, as forças tradicionais da cultura medieval.
C) os dogmas católicos são contestados nos tribunais da Inquisição (livros
proibidos) e no Concílio de Trento, em 1545.
D) o homem europeu estabelece duas tendências literárias no Quinhentismo: a
literatura conformativa e a literatura dominicana.
E) a política das grandes navegações coíbe a busca pela conquista espiritual levada
a efeito pela Igreja Católica.

6
3) Leia o poema abaixo e depois responda:
[...] Amou daquela vez como se fosse a última

Beijou sua mulher como se fosse a única

E cada filho seu como se fosse o pródigo

E atravessou a rua com seu passo bêbado

Subiu a construção como se fosse sólido.” (C. B. de Holanda)

A) Os dois primeiros versos possuem rimas perfeitas.


B) A sílaba tônica das palavras é sempre proparoxítona, assim trata-se de rimas
esdrúxulas.
C) A escansão indica que os versos possuem 09 sílabas poéticas.
D) O esquema rímico consiste em rimas alternadas.
E) As rimas são todas ricas.

4) (PUC-RS) - O paralelismo, uma técnica de construção literária nas cantigas


trovadorescas, consistiu em:
A) unir duas ou mais cantigas com temas paralelos e recitá-las em simultaneidade.
B) um conjunto de estrofes ou um par de dísticos em que sempre se procura dizer a
mesma ideia.
C) apresentar as cantigas, nas festas da corte, sempre com o acompanhamento de
um coro.
D) reduzir todo o refrão a um dístico.
E) pressupor que há sempre dois elementos paralelos que se digladiam
verbalmente.

5) “Ai dona fea! foste-vos queixar


porque vos nunca louv’em meu trobar
mais ora quero fazer um cantar
em que vos loarei toda via
e vedes como vos quero loar:
dona fea, velha e sandia!”

Assinale a informação correta a respeito do trecho de João Garcia de


Guilhade:
A) é cantiga satírica.
B) foi o primeiro documento escrito em língua portuguesa (1189).
C) trata-se de cantiga de amor.

7
D) foi escrita durante o Humanismo (1418-1527).
E) faz parte do Auto da Feira.
6) Eu, filho do carbono e do amoníaco,
Monstro da escuridão e da rutilância
Sofro, desde a epigênese da infância
A influência má dos signos do zodíaco. (Augusto dos Anjos)
Sobre o poema acima é CORRETO afirmar:
A) Segue o esquema rímico ABBA.
B) As rimas são imperfeitas.
C) São versos brancos.
D) São versos dodecassílabos.
E) Formam um haicai.

7) (EsPCEx) - "Se gostas de afetação e pompa de palavras e do estilo que chamam


culto, não me leias. Quando esse estilo florescia, nasceram as primeiras verduras
do meu; mas valeu-me tanto sempre a clareza, que só porque me entendiam
comecei a ser ouvido. (...) Esse desventurado estilo que hoje se usa, os que querem
honrar chamam-lhe culto, os que o condenam chamam-lhe escuro, mas ainda lhe
fazem muita honra. O estilo culto não é escuro, é negro (...) e muito cerrado. É
possível que somos portugueses e havemos de ouvir um pregador em português e
não havemos de entender o que diz?!"
Padre Antônio Vieira, nesse trecho, faz uma crítica ao estilo barroco conhecido
como:
A) conceptismo, por ser marcado pelo jogo de ideias, de conceitos, seguindo um
raciocínio lógico.
B) quevedismo, por utilizar-se de uma retórica aprimorada, a exemplo de seu
principal cultor: Quevedo.
C) antropocentrismo, caracterizado por mostrar o homem, culto e inteligente, como
centro do universo.
D) gongorismo, ao caracterizar-se por uma linguagem rebuscada, culta e
extravagante.
E) teocentrismo, caracterizado por padres escritores que dominaram a literatura
seiscentista.

8
8) (UEL-PR) - Ao lado dos versos críticos e contundentes, em geral dirigidos contra
os poderosos e os oportunistas, há os versos líricos, tocados pelo sentimento
amoroso ou pela devoção cristã. Num e noutro casos, apuravam-se o engenho
verbal, as construções paralelísticas, o emprego de antíteses e hipérboles, por
vezes inspirando-se diretamente em versos ou fórmulas dos espanhóis Gôngora e
Quevedo — mestres desse estilo.
O trecho anterior está-se referindo à obra poética de:
A) Cláudio Manuel da Costa.
B) Gregório de Matos.
C) Tomás Antônio Gonzaga.
D) José de Anchieta.
E) Antonio Vieira.

9) O poeta é um fingidor
Finge tão completamente
Que chega a fingir que é dor
A dor que deveras sente. (Fernando Pessoa)
Sobre o poema acima é CORRETO afirmar:
A) os versos são livres.
B) o esquema rímico é o emparelhado.
C) há redondilhas maiores no poema.
D) os versos são brancos.
E) As rimas são todas pobres.

10) Sobre os gêneros literários é CORRETO:


A) a ode pertence ao gênero épico.
B) no brasil, o auto da compadecida é um genuíno exemplo do gênero lírico.
C) farsa, comédia e tragédia são exemplos do gênero dramático.
D) a écloga não possui relação com o gênero lírico.
E) o hino exalta feitos heroicos de um povo, assim pertence ao gênero épico.

9
MATEMÁTICA
01. Numa academia de ginástica que oferece várias opções de atividades físicas, foi
feita uma pesquisa para saber o número de pessoas matriculadas em alongamento,
hidroginástica e musculação, chegando-se ao resultado expresso na tabela a seguir.

Com base nessas informações, pode-se concluir corretamente que o percentual de


pessoas que estão matriculadas em exatamente uma das três atividades
apresentadas é
A) 50% B) 61% C) 25,9% D) 89% E) 60,2%

2. Um clube oferece, a seus associados, aulas de três modalidades de esporte:


natação, tênis e futebol. Nenhum associado pode se inscrever, simultaneamente,
em tênis e futebol, pois, por problemas administrativos, as aulas destes dois
esportes serão dadas no mesmo horário. Encerradas as inscrições, verificou-se que:
dos 85 inscritos em natação, 50 só farão natação; o total de inscritos para as aulas
de tênis foi de 17 e, para futebol, de 38; o número de inscritos só para as aulas de
futebol excede em 10 o número de inscritos só para as de tênis. O número de
inscritos, simultaneamente, para aulas de futebol e natação é:
A) 80 B) 53 C) 37 D) 23 E) 9

3. Seja f uma função do 1o grau real de variável real, definida por f(x) = ax + b. Se
f(1) = 4 e f(2) = 7, calcule o valor de a2 + b2.
A) 10
B) 12
C) 15
D) 20
E) 25

10
4. Na sorveteria do Sr. Ricardo, uma bola de sorvete diet custa R$ 2,00 e a
embalagem custa R$ 6,00 independente do número x de bolas que o cliente
comprar. Seja y o valor que um cliente paga por x bolas, podemos afirmar que:
A) y = 6x – 2
B) y = 6x + 2
C) y = 2x – 6
D) y = 2x + 6
E) y = 12x

5. A figura mostra os gráficos das funções custo total C(x) e receita total R(x) de
uma empresa produtora de CDs. Se, produzindo e comercializando 960 CDs, o
custo e a receita são iguais, o lucro pela venda
de 2000 CDs é

A) 1400 B) 2500
C) 3000 D) 2600
E) 1580

6. Sabendo que a função y = ax2 + bx + c, pode-se afirmar que


A) O gráfico da função passa sempre pela origem.
B) O gráfico da função corta sempre o eixo das abscissas (eixo x).
C) O gráfico da função é uma parábola com concavidade para cima de a<0.
D) A função é sempre crescente.
E) O gráfico da função tem vértice no ponto V(–b/2a, –𝛥/4a).

11
7. Uma pedra é lançada a partir do solo (y = 0) e sua trajetória é representada pela
parábola do gráfico da função y = –x2 + 6x – 5. Então, o ponto de altura máxima, ou
seja, as coordenadas do vértice da parábola são:
A) (6, –4)
B) (3, 4)
C) (6, 5)
D) (–6, 5)
E) (–3, 4)

8. Ao preço de R$ 30,00 por caixa, uma fábrica de sorvetes vende 400 caixas por
semana. Cada vez que essa fábrica reduz o preço da caixa em R$ 1,00 a venda
semanal aumenta em 20 caixas. A máxima receita dessa fábrica é:
A) R$ 11.000,00
B) R$ 12.000,00
C) R$ 12.500,00
D) R$ 12.800,00
E) R$ 12.975,00

9. Sabendo que 32𝑥+2 = 16𝑥+1 , qual o valor de 𝑥 2 ?


A) 30
B) 32
C) 34
D) 36
E) 38

10. O valor de X na expressão 32𝑥+2 + 2 ⋅ 3𝑥 − 15 = 0


A) 1
B) 2
C) 3
D) 4
E) 5

12
11. Sabendo que 𝑥 = 𝑙𝑜𝑔 5 + 𝑙𝑜𝑔 8 − 𝑙𝑜𝑔 4, o valor de x é igual a:
A) 5
B) 4
C) 3
D) 2
E) 1

12. Se a = 2m e b = 2n, com m e n números positivos, então o valor de 𝑙0 𝑔𝑏𝑎 é:


A) m + n
B) m – n
C) m.n
D) m/n
E) m + 2n

HISTÓRIA
1. Durante o chamado Período pré-colonizador, na América Portuguesa, a atividade
econômica básica e a mão-de-obra nela empregada ficaram caracterizadas,
respectivamente, pelas
A) Feitorias, exploração do pau-brasil e a da mão-de-obra indígena.
B) Capitanias hereditárias, cultivo da cana-de-açúcar e pelo índio sob regime de
escravidão.
C) Feitorias, exploração do pau-brasil e mão-de-obra escrava africana.
D) Governo-Geral, exploração do pau-brasil e mão-de-obra indígena submetida á
orientação dos jesuítas.
E) Capitanias Hereditárias, exploração do pau-brasil e mão-de-obra escrava
africana.

2. O que foi a Lei Áurea e quem a aprovou?


A) Lei que declarava extinta a escravidão no Brasil. Princesa Florentina.
B) Lei que declarava extinta a escravidão no Brasil. Princesa Leopoldina.
C) Lei que não declarava extinta a escravidão no Brasil. Princesa Isabel.
D) Lei que declarava extinta a escravidão no Brasil. Princesa Isabel.

13
E) Nenhuma das alternativas anteriores.
3. “Façamos a revolução antes que o povo a faça”. A frase, atribuída ao governador
de Minas Gerais, Antônio Carlos de Andrada, deixa clara a ideologia política da
Revolução de 1930, promovida pelos interesses
A) da burguesia cafeicultora de São Paulo, com vistas à valorização do café.
B) do operariado, com o objetivo de aprofundar a industrialização.
C) dos partidos de direita fascistas, no intuito de estabelecer um Estado forte.
D) das oligarquias dissidentes (derrotadas nas eleições), aliadas aos tenentes
(movimento de 1922) que desejavam a reforma do Estado.
E) das elites açucareiras nordestinas.

4. (UFRR) - Para promover o povoamento e desenvolvimento do Brasil, o rei


português D. João instituiu, em 1534, as Capitanias Hereditárias. É INCORRETO
afirmar que:
A) Todos os donatários eram da pequena nobreza, burocratas ou comerciantes
ligados à Coroa.
B) As terras foram divididas em linhas paralelas à Linha do Equador.
C) Todas as capitanias responderam aos anseios de sua criação.
D) A Carta de Doação era o documento que dava a posse das terras.
E) Os donatários tinham o direito de administrar, exercer a justiça e doar sesmarias.

5. A chamada Guerra dos Mascates, ocorrida em Pernambuco em 1710, deveu-se:


A) Ao surgimento de um sentimento nativista brasileiro, em oposição aos
colonizadores portugueses.
B) Ao orgulho ferido dos habitantes da vila de Olinda, menosprezados pelos
portugueses.
C) Ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de
Olinda pelo controle da mão-de-obra escrava.
D) Ao choque entre comerciantes portugueses do Recife e a aristocracia rural de
Olinda cujas relações comerciais eram, respectivamente, de credores e devedores.
E) A uma disputa interna entre grupos de comerciantes, que eram chamados
depreciativamente de mascates.

14
6. Do ponto de vista social, a Inconfidência Mineira e a Conjuração Baiana se
diferenciaram, pois:
A) enquanto a primeira apresentou um forte caráter elitista e escravocrata, a
segunda foi um movimento fortemente marcado pela ação das camadas populares e
de cunho abolicionista.
B) embora ambas tenham lutado pela independência do Brasil e pela abolição da
escravatura, a Inconfidência Mineira possuía um caráter menos elitista do que a
Conjuração Baiana.
C) se por um lado os dois movimentos eram elitistas e foram inspirados no êxito da
Revolução Francesa, por outro, somente a Conjuração Baiana era verdadeiramente
abolicionista e republicana.
D) somente a Inconfidência Mineira, pelo fato de ser inspirada nos ideais do
pensamento iluminista, pregava a igualdade de direitos sociais e,
consequentemente, o fim da escravidão.
E) de certo modo, defendiam interesses distintos, afinal, enquanto a primeira lutava
pela liberdade de toda a população brasileira, a segunda lutava apenas em defesa
dos senhores de escravos da Bahia.

15
GEOGRAFIA
1. (EsSA) O segundo mais extenso domínio natural brasileiro caracteriza-se por
estar associado ao clima tropical, que possui estações bem definidas, com verões
chuvosos e longas estiagens no inverno; quanto à vegetação, predominam
formações arbustivas que cobrem solos ácidos. O texto apresenta características do
seguinte domínio natural;
A) Mata de Araucária.
B) Caatinga.
C) Cerrado.
D) Mares de Morro.
E) Amazônico.

2. (EsSA) - Os últimos censos demográficos do Brasil têm registrado inúmeras


mudanças na dinâmica e no comportamento da população brasileira. Todas as
afirmações abaixo são exemplos destas alterações com exceção da(o):
A) declínio das taxas de natalidade, fecundidade e
mortalidade geral.
B) aumento da população idosa no conjunto da
população.
C) crescimento da população e ameaça de explosão
demográfica.
D) elevação do número de pessoas empregadas no
setor terciário.
E) aumento da expectativa de vida.

3. (EsSA) - Assinale a alternativa que contém a segunda região mais industrializada


do país e que, historicamente, teve importante participação do capital local na
implantação de novas indústrias, inicialmente, voltadas para o mercado regional.
A) Norte.
B) Nordeste.
C) Centro-Oeste.
D) Sudeste.

16
E) Sul.
4. (EsSA) - Aos deslocamentos populacionais temporários relacionados às estações
do ano ou às atividades econômicas, aplicamos o conceito de:
A) Movimento Diurno.
B) Movimento Noturno.
C) Nomadismo.
D) Transumância.
E) Sedentarismo.

5. (EsSA) - Quanto aos trabalhadores do campo, os posseiros são ocupantes de


terras:
A) devolutas ou propriedades inexploradas.
B) de outros mediante o pagamento de uma renda em dinheiro.
C) de outros mediante o pagamento de uma renda em produto.
D) das quais são proprietários formais.
E) pertencentes ao Governo Federal e que são exploradas mediante contratos com
o Ministério da Agricultura.

6. (EsSA) - O período de maior crescimento vegetativo da população brasileira


ocorreu:
A) entre os anos de 1940 e 1970, devido ao rápido declínio das taxas de
mortalidade e manutenção, em patamares elevados, das taxas de natalidade.
B) entre 1972 e 1940, devido à entrada de milhares de imigrantes no país.
C) entre os anos de 1960 e 1990, devido às mudanças estruturais ocorridas na
economia brasileira.
D) nos primeiros anos do século XX, em decorrência das medidas sanitárias
implantadas em todo o território nacional.
E) entre os anos de 1988 e 2008, em decorrência do planejamento familiar sugerido
em nossa última Constituição Federal.

17
INGLÊS
1. According to the quote: "When I die, I want to go peacefully like my Grandfather
did, in his sleep - not screaming, like the passengers in his bus", one may infer that
(3 answers)
A) the author wants to be a passenger.
B) the author's Grandfather is dead.
C) the author's Grandfather did not like the screaming passengers in his bus.
D) the author wants to be a bus driver.
E) the passengers in the bus were not screaming.

I want to be six again


A man asked his wife what she'd like for her birthday.
"I'd love to be six again," she replied.
On the morning of her birthday, he got her up bright and early and off they went to
a local theme park. What a day! He put her on every ride in the park: the Death
Slide, the Screaming Loop, the Wall of Fear - everything there was!
Wow! Five hours later she staggered out of the theme park, her head reeling and
her stomach upside down. Right to a McDonald's they went, where her husband
ordered a Big Mac for her along with extra fries and a refreshing chocolate shake.
Then it was off to a movie - the latest Star Wars epic, and hot dogs, popcorn, Pepsi
Cola and M&Ms. What a fabulous adventure!
Finally she wobbled home with her husband and collapsed into bed.
He leaned over and lovingly asked, "Well, dear, what was it like being six again?
One eye opened. "You idiot, I meant my dress size." The moral of this story is: if a
woman speaks and a man is there to hear her, he will get it wrong anyway.

2. O texto revela uma mulher:


A) imatura.
B) jovial.
C) rancorosa.
D) "de mal com a vida".
E) preocupada com a forma física.

18
3. Segundo o texto:
A) O marido em questão tem por costume proporcionar à esposa experiências que a
fazem sentir jovem e feliz.
B) Voltar a ser criança era o desejo da referida esposa no dia de seu aniversário.
C) A esposa em questão é do tipo de pessoa que come compulsivamente.
D) Não é aconselhável tentar repetir, na idade adulta, o padrão de atividade física
exercido na infância.
E) Os homens nunca entendem o que as mulheres pretendem comunicar-lhes.

4. Na frase “On the morning of her birthday” a quem o possessive adjective her se
refere?
A) a esposa.
B) o homem.
C) o aniversário.
D) o parque.
E) a manhã.

5. Em qual tempo verbal se encontra a oração “I meant my dress size.”?


A) simple presente.
B) present continuous.
C) present perfect.
D) simple past.
E) past continuous.

6. Na oração “What a fabulous adventure” a palavra fabulous está sendo utilizada


como:
A) uma preposição.
B) um advérbio.
C) um pronome.
D) um substantive.
E) um adjetivo.

19
TEXTO PARA AS QUESTÕES 7 A 10
A LANGUAGE BY WOMEN, FOR WOMEN
In China, in the past, only men learned to read and write chinese. Because of that,
scholars are not sure how, or exactly when, women of a fertile valley in the
southwestern corner of Hunan province developed their own way to communicate.
So, a new language called Nushu was born. It was a delicate, graceful script passed
from grandmother to granddaughter, from aunt to niece, from girlfriend to girlfriend –
and they never shared it with the men and boys. Chinese scholars believe it is the
only one of its kind.

7. In the sentence “It was a delicate, graceful script...”, “It” refers to:
A) the Chinese woman.
B) the Chinese way.
C) Nushu language.
D) the women’s way of life in China.
E) women of Hunan province.

8. In the title “A LANGUAGE BY WOMEN, FOR WOMEN” the use of “by” and “for”
means that:
A) women both created and used Nushu to communicate.
B) somebody created a language for women.
C) women created their own language to Chinese people.
D) only men learned and read Chinese.
E) Nushu became China’s oficial language.

9. In the sentence “...developed their own way to communicate.”, “their” refers to:
A) Chinese women.
B) people from Hunan province.
C) Chinese scholars.
D) a group of women from Hunan province.
E) grandmothers.

20
10. In the sentence “a new language called Nushu was born.”, “born” is an irregular
verb in the past participle. What is the base form of the verb born?
A) born. B) bore. C) bear. D) borned. E) bor.

11. Choose the correct alternative to fill in the blank below:


Jack is ________ friend I have.
A) better than.
B) the best.
C) as good as.
D) as good.
E) better.

12. Choose the correct alternative to fill in the blanks below:


I _________ to the radio every day, but I _________ listening to it now.
A) listen / am not.
B) listening / was not.
C) listened / am.
D) not listen / was.
E) was listening / do not.

21