Você está na página 1de 2

Lista 5 - Geometria Analı́tica - 2/2018

1. Sejam os pontos A = (4, 2, −1), B = (6, 4, −6), C = (−1, 3, 2) e D = (0, −1, 5). Deter-
mine

(a) a área do triângulo ABC.


(b) a altura do triângulo ABC em relação à base AB.
(c) a equação da reta r que passa por A e B.
(d) o ângulo entre a reta r e a reta s determinda por C e D.
(e) a posição relativa das retas r e s.
(f) a distância entre as retas r e s.
(g) a distância do ponto A a reta que passa pelos pontos B e C.
−→ −→ −−→
(h) se os vetores AB, AC e AD são L.I.
(i) o volume do tetraedro determinado pelos quatro pontos.
(j) a distância do ponto D ao plano determinado pelos pontos A, B e C.
(k) a reta paralela a r que passa pelo ponto D.
(l) a reta perpendicular a r que passa pelo ponto C.

2. Dados A = (1, 1, 1) e r : X = (1, 1, 4) + λ(1, −1, 0), λ ∈ R, ache os pontos de r que



distam 11 de A. Em seguida, diga se a distância do ponto A à reta r é maior ou igual

a 11 e justifique.

3. Estude a posição relativa das retas, calcule o ângulo e verifique se são perpendiculares
x−1 y−5 z+2
(a) r : 3
= 3
= 5
e s : x = −y = z−1
4
.
(
x+1 x + y − 3z = 1
(b) r : 2
= y = −z e s:
2x − y = 2z

4. Seja a reta r determinada pelos pontos A = (1, 2, 1) e B = (−1, 3, 1). Determine

(a) o ponto simétrico à C = (−2, 1, 4) em relação à reta r.


(b) a reta t simétrica à reta s : X = (−3, 4, 1) + β(−3, −1, 3), β ∈ R, em relação à reta
r.
(c) a reta que passa por D = (1, 1, 1) e é perpendicular ao plano determinado pelos
pontos ABC.

1
(d) a reta simétrica à reta r : X = (5, −3, 1) + α(1, −1, 0), α ∈ R, em relação ao plano
π determinado pelos pontos A, B e C.
(e) uma reta que passa pelo ponto D e é paralela ao plano π.
(f) o ponto E simétrico a D em relação ao plano π.
(g) o volume da figura determinada pelos pontos A, B, C, D e E.

5. Identifique o lugar geométrico dos pontos do espaço que equidistam de A(1, 2, 0), B(2, −1, 1)
e C(1, 2, 3)

6. Desafio 1: Obtenha a equação vetorial da reta r paralela √ à reta s : X = (1, 1, 0) +


20
λ(2, 1, 2), contida no plano π : x − 4y + z = 0, e que dista do ponto P (1, 0, 1).
3
7. Desafio 2: Sejam P (1, 0, 2) e r : x − y = x + 2z = x + z. Obtenha uma equação geral do
plano π que contém r e dista 1 do ponto P .
x
8. Desafio 3: Ache uma reta que passa por P = (1, 1, 1), intercepta a reta r : 2
=y=z e
forma com ela um ângulo θ tal que cos(θ) = √13 .