Você está na página 1de 5

04/11/2018 ANÁLISE EPITÁFIO X NÃO OLHE PRA TRÁS | Programa Cultura Viva

___

Programa Cultura Viva


Programa de Extensão do IFRS – Campus Farroupilha

Inicial Galeria de Fotos Sobre

JUN
ANÁLISE EPITÁFIO X NÃO OLHE
25 PRA TRÁS
Publicado em 25/06/2013 por programaculturaviva

Epitáfio – Titãs

A música “Epitáfio” é um dos maiores sucessos da banda “Titãs”. Seu título é o nome
dado a uma inscrição sobre um túmulo, e se adapta perfeitamente à letra. Ao iniciarmos
uma análise sobre o sentido da letra, concluímos que esta se trata de uma espécie de
desabafo sobre arrependimentos, como se tivesse sido escrito por alguém que já está no
fim da vida. Essa constatação, embora hipotética como se o autor fosse um personagem,
se intensifica e torna-se mais consistente junto ao significado do título.

A compreensão desta letra é fácil e certamente qualquer um que prestar atenção terá um
entendimento no mínimo próximo. De forma direta e simples definimos, como já
mencionado anteriormente, a letra como um desabafo. Porém ao analisarmos a mesma de
maneira mais atenciosa, podemos extrair algumas informações internas.
Entre os versos da música, encontramos mensagens capazes de nos fazer refletir sobre
nossas ações. Por exemplo, na seguinte estrofe:

Curta no Facebook!

Programa Cult…
462 curtidas

Vemos uma mensagem que se aplica a qualquer pessoa. Quantas vezes não deixamos de
fazer o que temos vontade simplesmente pelo medo do que os outros vão pensar? O fato
é que nos privamos de muitas coisas por nos importarmos de mais com futilidades. Curtir Página
Acabamos, deixando de lado nossos desejos para agradar a sociedade.

Complicamos as coisas simples tornando tudo um Seja o primeiro de seus amigos a


grande problema, e assim passamos a vida sem curtir isso.
aproveitar os mais simples momentos. Muitas vezes
damos mais importância a coisas que na verdade nos
consomem e assim nos abdicamos a elas deixando o
resto, que possui mesmo valor ou até maior, de lado Autores
como se não importasse.
Os autores desse blog são os
Passamos grande
atuais bolsistas do Programa
parte do nosso
Cultura Viva: Anna Letícia De
tempo criticando e
Cesero, Dimy Dornelles e
reclamando como se nada desse certo, como se
Djenifer do Amarante.
ninguém nos entendesse e como se nossos problemas
fossem os maiores do mundo. Ao invés disso, de
ficarmos nos martirizando com pequenas coisas,
deveríamos aceitar o que nos cabe e tentar conviver Contato
com isso da melhor maneira. Pois, ao contrário do que
possamos pensar, cada um tem o que merece ou o que E-mail: programaculturaviva.ifrs
melhor convém para o seu crescimento. Além disso, não @gmail.com
somos melhores do que ninguém para julgar os outros e
decidir o que merece ou não, até porque não sabemos
como realmente é cada pessoa e o que ela passa.
O que deseja encontrar?
Por que simplesmente não vivemos? Apenas viver,
sem estar a todo momento resolvendo ou achando
algo para resolver, nos preocupando
desnecessariamente.
Privacidade e cookies: Esse site utiliza cookies. Ao continuar a usar este site, vocêA vida passa
concorda com seumuito
uso. rápido para
que desperdicemos
Para saber mais, inclusive sobre como controlar os cookies, consulte aqui: Políticamomentos
de cookies em que poderíamos
apenas viver cada segundo sem complicar tanto. Tags
Por meio dessa análise, podemos afirmar que a letra Fechar e aceitar
da música transmite a mensagem de que devemos viver sem muita “paranoia”, apenas
deixando que a vida siga o seu curso, aproveitando cada instante, os mais simples
https://programaculturaviva.wordpress.com/2013/06/25/analise-epitafio-x-nao-olhe-pra-tras/ 1/5
04/11/2018 ANÁLISE EPITÁFIO X NÃO OLHE PRA TRÁS | Programa Cultura Viva
momentos e fazendo o que nos faz bem, para que no final não tenhamos tantos 1º Sarau no Câmpus A Canção
arrependimentos. de Tróia A chave de Sarah Alberto
Não olhe para trás – Capital Inicial Caeiro alegria alegria alunos
Amor analise A passagem banner
A letra da música “Não olhe para trás”, da banda “Capital Inicial”, nos permite extrair uma
mensagem que se adapta a maior parte da população. Desde o título já podemos obter blues Caetano veloso Carlos
um significado, sendo este o fato de que não devemos ficar nos culpando por algo que Drummond de Andrade cartoons
passou, não devemos permanecer ligados ao passado, devemos seguir em frente.
Caxias do Sul Cine Arte cinema
Essa interpretação é a base da mensagem contida em toda a letra. Porém ao prestarmos consciência negra contos cultura
maior atenção no conteúdo, vemos que são apresentadas situações com as quais
convivemos diariamente e a maneira como vivemos problematizando tudo. cultura viva curta-metragem dica
Não podemos fazer com que tudo aconteça
como queremos e nem que tudo dê certo
dica da semana
sempre. Seria bem mais fácil se dicas ditadura militar Domingo
conseguíssemos aceitar uma parte do que
acontece, mesmo não sendo exatamente o Sangrento Edison Viana Schuch Era
que queríamos, e passássemos a ver o outro

aprendendo lidar com os negativos.


lado disso, achando os pontos positivos e uma vez Experiências em
Fotografia expressões artisticas feira
Além do mais não existe algo totalmente certo
ou errado, as pessoas pensam diferente e o literária Fernando Pessoa filme
que é bom para um pode ser ruim para outro.
ifcine IFRS IFRS Câmpus
Em tudo há um lado bom e outro ruim, muitas
coisas nos beneficiam de um ângulo e nos Farroupilha igreja católica
trazem consequências negativas de outro,
intervenção intervenção
como é subentendido nos dois últimos versos
da estrofe ao lado. Além disso, devemos artistica joan miró jornal Leo Aprato
aceitar algumas coisas imutáveis, pelas quais não faz sentido ir contra.
literatura livro livros Machina
E já que não faz sentido, não tem por que não
Sapiens mafalda milonga mitos
aceitarmos, pois se não tem sentido algum,
não é nada de mais. Sendo assim, devemos Murilo Rubião Música Música
seguir e não permanecer no lugar, esquecendo nova também presta natal
o que passou devemos escolher um caminho e
segui-lo. nazismo oficinas oly jr O medo
oportunidade O Que as Paredes Têm
Mas ao invés disso, complicamos cada vez a Dizer? O Retrato de Dorian Gray
mais, tornando cada escolha, cada passo um Patrick Süskind Portinari Pouco me
dilema. Insistimos em nos preocupar com
coisas desnecessárias, achando problema em importa Programa cultura
tudo, tornando a vida mais difícil e manos
prazerosa. Vemos defeito em tudo e
viva projeto quadrinhos quadros
continuamos insistindo nisso, parando no lugar quino Retirantes Sambô Sociedade dos
sem seguir em frente. Poetas Mortos Sunday Bloody Sunday
textos U2
Muitas vezes não acreditamos em nós
mesmos, pensamos não ter capacidade para
algo e isso nos prejudica, já que se não
estarmos ao nosso próprio lado como é que
Arquivos
vamos vencer? Acabamos muitas vezes
precisando de uma ajuda externa, de alguém junho 2016
que nos diga que somos capazes. Devemos maio 2016
seguir em frente e confiar mais em nós outubro 2015
mesmos, não procurando desculpas para nossas falhas e problemas onde não há.
setembro 2015
agosto 2015
julho 2015
dezembro 2014
novembro 2014
outubro 2014
setembro 2014
COMPARAÇÃO
agosto 2014
EPITÁFIO X NÃO OLHE PARA TRÁS
julho 2014
Como podemos ver na análise das letras, ambas referem-se ao modo como levamos a junho 2014
vida, a maneira como muitas vezes perdemos tempo com pequenas coisas. As letras têm maio 2014
muito em comum, principalmente no sentido de que complicamos muito, achando
abril 2014
problema onde não há. Insistimos em querer que as coisas sejam do nosso jeito, ao invés
de aceita-las e aproveitar o que realmente é importante. dezembro 2013
novembro 2013
outubro 2013
setembro 2013
agosto 2013
Privacidade e cookies: Esse site utiliza cookies. Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso.
Para saber mais, inclusive sobre como controlar os cookies, consulte aqui: Política de cookies julho 2013
junho 2013
maio 2013
abril 2013 Fechar e aceitar
fevereiro 2013

https://programaculturaviva.wordpress.com/2013/06/25/analise-epitafio-x-nao-olhe-pra-tras/ 2/5
04/11/2018 ANÁLISE EPITÁFIO X NÃO OLHE PRA TRÁS | Programa Cultura Viva
janeiro 2013
dezembro 2012
novembro 2012
outubro 2012
setembro 2012
agosto 2012

Agenda

junho 2013
Analisando as letras em conjunto, vemos perfeitamente o que disse anteriormente. Nas
estrofes acima, está explicita a relação entre as letras, já que ambas abordam o fato de S T Q Q S S D

que deveríamos aceitar mais a vida e as pessoas como são. As coisas não podem ser   1 2
sempre como queremos, por isso devemos ser mais tolerantes com as imperfeições, pois
não temos sempre conhecimento sobre todos os lados envolvidos e tudo tem um lado 3 4 5 6 7 8 9
bom e outro ruim.
10 11 12 13 14 15 16

17 18 19 20 21 22 23

24 25 26 27 28 29 30

« maio   jul »

Meta

Cadastre-se
As pessoas complicam de mais, tornam tudo um dilema e acham problema em todas as situações. Essa ideia é Anúncios
facilmente percebida nas estrofes destacadas acima, onde vemos claramente essa mensagem que nos mostra o quanto Fazer login
nos ocupamos em nos incomodar ao invés de aceitar que não há nada de tão errado. Posts RSS
RSS dos comentários
Enfim, as letras possuem sentidos muito semelhantes e transmitem uma mensagem
WordPress.com
próxima, nos fazendo refletir sobre como perdemos tempo desnecessariamente. Mas
ainda, comparando as mesmas, podemos encontrar um embate, o qual pode ser
percebido pelo titulo. Enquanto uma se chama “Epitáfio” e de alguma maneira se refere a
morte, além de, durante a letra, tratar como um desabafo e arrependimentos, a outra entra Visitas
de um certo ângulo, à contra ponto, já que se chama “Não olhe pra trás”. Ou seja,
enquanto uma letra aborda espécies de arrependimentos e visões sobre o passado, a
outra traz a ideia de que não devemos olhar para o passado pois o que passou, passou. 96.473 visitantes

Apesar desse contraponto, as letras nos transmitem a ideias de que não devemos encarar
tudo com tanta seriedade e de maneira tão critica e problematizadora. Ou seja, a única
coisa que diferencia as músicas é a abordagem, a maneira como tratam o mesmo tema, REPORT THIS

para passar uma mensagem praticamente igual e nos fazer refletir sobre como levamos a
vida .

ADVERTISEMENT

Privacidade e cookies: Esse site utiliza cookies. Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso.
Para saber mais, inclusive sobre como controlar os cookies, consulte aqui: Política de cookies

Fechar e aceitar

https://programaculturaviva.wordpress.com/2013/06/25/analise-epitafio-x-nao-olhe-pra-tras/ 3/5
04/11/2018 ANÁLISE EPITÁFIO X NÃO OLHE PRA TRÁS | Programa Cultura Viva
Anúncios

REPORT THIS AD REPORT THIS AD

SHARE THIS:

Twitter Facebook 6

Curtir

Seja o primeiro a curtir este post.

Relacionado

ADAPTAÇÃO MUSICAL NOVA INTERVENÇÃO


Em "adaptação musical" ARTÍSTICA
SUNDAY BLOODY SUNDAY Em "intervenção artistica"
Em "Domingo Sangrento"

Arquivado sob Uncategorized com a tag analise, Capital inicial, Comparação, Epitáfio, Não olhe para trás, Titãs | 1 comentário

SOBRE PROGRAMACULTURAVIVA
Programa de Extensão do IFRS - Campus Farroupilha

Visualizar todos os posts por programaculturaviva »

Post Próximo
Anterior Post

Uma resposta »

Bruno De Bona em 28/06/2013 às 15:51 disse:

Incrível análise! Por que complicamos tanto o que por si só já é belo? Nos versos “Se não faz sentido,
discorde comigo Não é nada de mais…” acrescentaria a reflexão sobre as paranoias que fazemos
quando alguém apresenta uma opinião diferente. Não é mais simples aceitar as diferenças e
compreender que não existe uma verdade absolta? Capital e titãs, lado a lado na criação de letras
magníficas que não permitem um olhar superficial.

Responder ↓

Deixe um comentário

Digite seu comentário aqui...

Privacidade e cookies: Esse site utiliza cookies. Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso.
Para saber mais, inclusive sobre como controlar os cookies, consulte aqui: Política de cookies

Fechar e aceitar

https://programaculturaviva.wordpress.com/2013/06/25/analise-epitafio-x-nao-olhe-pra-tras/ 4/5
04/11/2018 ANÁLISE EPITÁFIO X NÃO OLHE PRA TRÁS | Programa Cultura Viva

Blog no WordPress.com.

Privacidade e cookies: Esse site utiliza cookies. Ao continuar a usar este site, você concorda com seu uso.
Para saber mais, inclusive sobre como controlar os cookies, consulte aqui: Política de cookies

Fechar e aceitar

https://programaculturaviva.wordpress.com/2013/06/25/analise-epitafio-x-nao-olhe-pra-tras/ 5/5