Você está na página 1de 7

Lista de transferência de calor

1) Determine a temperatura de uma tubulação de cobre de 4 in de diâmetro,


originalmente a 100ºC, quando subtamente imersa em a) água ( h= 70 kcl/h.m².ºC) a
25ºC; (b) ar ( h = 15 kcal/h.m².ºc) a 25ºC.
.
2) Uma placa de gelo com 10 mm de espessura e 300 mm em cada lado é
colocada sobre uma superfície bem isolada. Na superfície superior, a
placa está exposta ao ar ambiente em um local onde a temperatura é 25
oC e o coeficiente de película é 30 kcal/h.m2.oC. Desprezando a
transferência de calor pelas laterais da placa e supondo que a mistura
gelo-água permanece a 0 oC, quanto tempo é necessário para a fusão
completa da placa? A densidade e o calor latente de fusão do gelo são
935 kg/m3 e 80,3 kcal/kg, respectivamente.

e  10mm  0,01m L  300mm  0,3m


Tar  25 o C h  30 Kcal h.m 2 . o C
temp. da mistura gelo/água  T p 0 o C
 g  935Kg m 3 H f  80,3Kcal Kg

Volume da placa ® V  e. L   0,01  0,3  0,3  0,0009m3


2

Massa da placa ®  
m   g .V  935 Kg m3  0,0009m3  0,8415 Kg

Cálculo do calor necessário para a fusão do gelo :

Q  H f .m  80 Kcal Kg  0,8415Kg  67,57 Kcal

Cálculo do fluxo de calor para a placa ( desprezando as áreas laterais da


placa ) :

Área de transferência de calor ® A  L. L  0, 3  0, 3  0, 09 m2

q  h. A.Tar  Tp   30  0,09   25  0   67,5 Kcal h

Q Q 67,57 Kcal
 
q t    1,001h Þ t  1hora
t q
 67,5 Kcal h 
A parede de um edifício tem 30,5 cm de espessura e foi construída com um
material de k = 1,31 W/m.K. Em dia de inverno as seguintes temperaturas
foram medidas : temperatura do ar interior = 21,1 oC; temperatura do ar
exterior = -9,4 oC; temperatura da face interna da parede = 13,3 oC;
temperatura da face externa da parede = -6,9 oC. Calcular os coeficientes
de película interno e externo à parede.

T1  21, 1 0C k  1, 31 W m. K
T2  13, 3 0C A  1 m2
T3  6, 9 0C L  0, 305 m
T4  9, 4 0C

O fluxo de calor pode ser obtido considerando a condução através da


parede :
. T T2  T3 13,3    6,9
q  
R2 L 0,305
k.A 1,31  1
q& 86, 76 W p / m 2

Considerando agora a convecção na película externa :


. T1  T2 T1  T2 21, 1  13, 3
q    86, 76 
R1 1 1
hi . A h1  1
hi  11, 12 W m2 . k

Agora, na película externa :

 6,9    9,4 
86,76 
1
he  1
he  34, 72 W m2 . K

3) Um forno de formato cúbico, com altura de 6 ft, está isolado com 4" de
um material isolante de condutividade térmica 1,0 Btu/h.ft.oF. Nele são
inseridos 1000 Ib/h de uma liga que se funde a 1200 oF ( admite-se que a
liga já entre a 1200 oC ). O coeficiente de convecção do ar externo é 3
BTU/h.ft2.oF e a temperatura do ar externo de 77 oF. Desprezando-se a
resistência térmica da parede do forno e conhecendo-se o calor latente de
fusão da liga de 300 BTU/lb, calcular :
a) o fluxo de calor transferido pelas paredes do forno;
b) quantos KW são necessários para manter o forno em operação.
DADO : 1 KW = 3413 Btu/h
har  3Btu h. ft 2 .o F ki  0,05 Btu h. ft .o F
A  6   6  6   216 ft 2 Li  4   4 12  ft  0,3333 ft
Ti  1200 F o
Tar  77 oF
H fusão  300 Btu lb  liga  1000lb h
m
a) Cálculo do fluxo de
q 
 T  total
Ti  Tar

calor : Rt Ri  Rar
L 0,333 ft 
Ri  i   0,001543h.o F Btu

ki . A 1 Btu h. ft. F  216 ft
o 2
  
1 1
Rar    0,003086h.o F Btu

har . A 3 Btu h. ft . F  216 ft 2
2 o
  
1200  77
q& Þ q& 363901, 5 Btu h
0, 001543  0, 001543

b) Para manter o forno em operação é necessário repor as perdas pelas


paredes e fornecer o calor necessário para a fusão da liga:

q&op  q& q&f

 liga .H fusão  1000 lb h   300 Btu lb  300000Btu lb


calor para fusão  q f  m

q&op  363901, 5  300000  663901, 5 Btu h

Como 1 KW = 3413 Btu/h , obtemos :

663901, 5 q&op  194 , 5 KW (potência do forno )


q&op  Þ
3413

Um reator de paredes planas foi construído em aço inox e tem formato


cúbico com 2 m de lado. A temperatura no interior do reator é 600 oC e o
coeficiente de película interno é 45 kcal/h.m2.oC. Tendo em vista o alto
fluxo de calor, deseja-se isola-lo com lã de rocha ( k= 0,05 kcal/h.m.oC) de
modo a reduzir a transferência de calor. Considerando desprezível a
resistência térmica da parede de aço inox e que o ar ambiente está a 20oC
com coeficiente de película 5 kcal/h.m2.oC, calcular :
a) O fluxo de calor antes da aplicação da isolamento;
b) A espessura do isolamento a ser usado, sabendo-se que a temperatura do
isolamento na face externa deve ser igual a 62 oC;
c) A redução ( em % ) do fluxo de calor após a aplicação do isolamento.
har  5Kcal h.m 2 . o C hi  45Kcal h.m 2 . o C
k iso  0,05Kcal h.m. o C A  6   2  2   24m 2
Ti  600 o C Tar  20 o C T s  62 o C

a) Desprezando a resistência do inox e a variação da área devido à


espessura do isolante, o fluxo antes do isolamento é dado por :

q 
   total 
Ti  Tar

600  20
Rt 1 1 1 1 ® q& 62640, 4 Kcal h
 
hi . A har . A 45.24 5.24
b) Após o isolamento o fluxo pode ser calculado na camada limite externa :

Ts  Tar   
q&     Kcal h
 
har . A . 
A espessura do isolamento pode ser calculada levando em conta as
resistências térmicas da película interna e do isolante :

Ti  Ts 600  62
q&  5040 
1 L 1 L
 
hi . A kiso . A 45. 24 0, 05. 24

L  0,1273 m  12, 73 cm

q& q& 62640, 4  5040


c) %Redução  q&
 100 
62640
 100 ® %Redução  91, 95 %

4) Um tubo de aço de 10" de diâmetro interno e 0,375" de espessura,


transporta vapor a 500oF. O tubo é coberto por 2" de isolação para reduzir
as perdas de calor para a atmosfera ambiente a 80 oF. Sabe-se que os
coeficientes de película para a superfície interna do tubo e para superfície
externa da isolação são respectivamente 2500 Btu/h.ft.oF e 1,6
Btu/h.ft.oF. Para proteção de pessoal a temperatura da superfície externa
não deve exceder 140 oF. Calcular :
a) O fluxo de calor por unidade de comprimento;
b) Se a condutividade térmica do aço é 26 Btu/h.ft.oF e a da isolação 0,045
Btu/h.ft.oF, irá as duas polegadas de espessura satisfazer as exigências.
5) Um reservatório esférico de aço ( k=40 kcal/h.m.oC ) com 1 m de
diâmetro interno e 10 cm de espessura, é utilizado para armazenagem de
um produto a alta pressão, que deve ser mantido a 160 oC. Para isto o
reservatório deve ser isolado termicamente, com um material isolante
( k=0,3 kcal/h.m.oC ). Sabendo-se que os coeficiente de película do
produto e do ar são 80 kcal/h.m.oC e 20 kcal/h.m.oC, respectivamente, e
que a temperatura do ar ambiente é 20 oC, pede-se :
a) o fluxo de calor antes do isolamento;
b) espessura de isolante necessária, para que o fluxo de calor através do
conjunto seja igual a 30 % do anterior;

6) Um tubo de 8 cm de diâmetro e 6 metros de comprimento,


conduzindo água quente, passa através de um ambiente que está a
20oC. Se a temperatura superficial externa do tubo for 70oC,
determine a taxa de troca de calor por Convecção Natural.

7) Considere uma placa fina quadrada de lado 0,6 m, colocada em


um ambiente a 30oC. Um lado da placa é mantido a 90oC,
enquanto o outro está isolado. Determine a taxa de troca de calor
da placa, por convecção natural, considerando que a placa esteja
colocada (a) verticalmente, (b) horizontalmente, com a superfície
quente apontando para cima e (c) horizontalmente, com a superfície
quente apontando para baixo.

8) Considere uma placa vertical a 93 °C em contato com ar a 77 °C.


Determine o calor trocado por Convecção Natural nestas condições
(despreze a influência da Radiação Térmica). Considere que o
comprimento da placa seja de 1 m e a largura seja de 0,5 m.

9) Um cano de água quente (diâmetro 6 cm, comprimento 8


m) atravessa horizontalmente uma sala a 22 ºC. Se a
temperatura da superfície do cano for 65ºC e a emissividade
do material 0.8, calcular a taxa de calor perdido por: a)
convecção; b) radiação. Resp: 382 W e 295 W.

10) Uma placa quadrada de 0.8 x 0.8 m a 60 ºC está


emergida em ar ambiente a 20ºC. Considerando que uma
das faces da placa está isolada, calcular a taxa de calor
transferido pela outra face se a orientação for: a) vertical; b)
horizontal para cima; c) horizontal para baixo. Resp: 101.5 W,
124.5 W, 55.0 W.

11) Um transístor de potência (180 mW), de forma cilíndrica


(4 mm diâmetro; 4.5 mm comprimento) está montado
horizontalmente numa parede, com ar ambiente a 35 ºC. A
emissividade da superfície do transistor é 0.1 e as paredes
da sala estão a 25 ºC. Calcular a temperatura superficial do
transístor. Resp: 183 ºC.

12) Uma panela cilíndrica com 25 cm diâmetro contém água


a ferver (100 ºC) até uma altura de 12 cm. Considerando que
a superfície exterior lateral da panela está a 98 ºC e tem
missividade 0.95, e que a temperatura ambiente é 25 ºC,
calcular a potência calorífica perdida pela superfície lateral
or: a) convecção; b) radiação. Obter ainda a percentagem do
calor perdido por condução pelas paredes da panela em
relação ao calor perdido por evaporação, sabendo que se
evaporam 2 kg de vapor por hora. Resp: 46.6 W, 56.1 W, 8.5
%.

Calcular os coeficientes convectivos exterior e interior duma


lata de refrigerante a 3 ºC quando a temperatura do ar
exterior é 25 ºC. Dimensões da lata: 6 cm diâmetro x12.5 cm
altura. Líquido com propriedades semelhantes à água. Resp:
5.5 W/m ºC.
2

Você também pode gostar