Você está na página 1de 3

I – AS TRANSFORMAÇÕES TECNOLÓGICAS NA SOCIEDADE CONTEPORÂNEA E SEUS

IMPACTOS SOBRE A EDUCAÇÃO.

Mudanças na sociedade ocorrem sempre ocorrem ao longo dos anos, mas com a
introdução das TIC’s em vários setores da sociedade, essas mudanças estão ocorrendo de
forma veloz e perceptível. O uso cada vez maior das TIC’s na sociedade, modificou a forma
como as pessoas de comunicam e buscam informações, as ferramentas de trabalho e até a
maneira de ensinar e aprender mudaram e consequentemente o comportamento do
indivíduo dentro da sociedade também, melhorando sua qualidade de vida. As mudanças
trazidas pelas TIC’s, geraram grandes benefícios para vários setores da sociedade, desde a
área empresarial até a da saúde.

A presença das tecnologias dentro da sociedade possibilitou também o surgimento


de duas gerações influenciadas diretamente pelo seu uso, a geração Y (1980 a 2000), com livre
acesso à internet, e a atual, denominada de geração Z, usuárias das redes sociais, ou seja, são
gerações que estão familiarizadas com os aparelhos tecnológicos, onde transformam essas
tecnologias em ferramentas usadas para se informar, se comunicar, estudar e se divertir.

Em vários setores da sociedade, verificamos o uso das TIC’s e seus benefícios e


também a presença da mesma no cotidiano das pessoas, principalmente dos mais jovens. O
avanço tecnológico está cada vez mais influenciando o comportamento do indivíduo, tanto na
vida pessoal quanto profissional.

A escola, que tem como um dos seus objetivos preparar os jovens para serem agentes
ativos e transformadores dentro da sociedade, tem sido desafiada em relação ao uso efetivo
das novas tecnologias, esse desafio é diário, e na maioria das vezes ocorrem dentro da sala de
aula, onde o professor, através do uso tradicional de ensino, se depara com alunos
desmotivados e desinteressados pelo conteúdo ensinado, escolas equipadas
tecnologicamente, mas sem resultados positivos em relação ao uso dessas ferramentas para
a melhoria do ensino, onde os professores não conseguem criar situações de aprendizagem e
fazer com que o uso dos recursos digitais sejam ferramentas de auxilio e consiga ter algum
tipo de relação com a disciplina estudada. As gerações mais novas, dificilmente ficam
concentrados em uma aula tradicional, sua realidade fora da escola é outra, eles vivem em
contato com equipamentos tecnológicos e estão inseridos em um mundo onde as
informações são de fácil acesso e são acessadas de forma mais dinâmica e muitas vezes
divertidas, e com isso o aprendizado se torna mais fácil e interessante, muito diferente da
forma como é transmitido dentro da sala de aula.

Por falta de conhecimento, para alguns professores a tecnologia assusta, pois para
eles, a mesma tira o controle do docente, ele não consegue ver que o papel do professor é
fundamental dentro deste novo contexto, pois o mesmo é o responsável pelo uso efetivo
dessas ferramentas tecnológicas de forma pedagógica, deixando de ser um mero transmissor
de informações e se transformando em um mediador entre o aluno e as TIC’s, sabendo
administrar os métodos aplicados nas aulas, decidindo qual, como e quando usar tal método,
vendo suas possibilidades de uso para melhor compreensão dos alunos e separando as
informações mais relevante para o entendimento do conteúdo, mas para que o professor
esteja preparado para lidar com essas transformações pedagógicas, o mesmo deve se
atualizar através de formações profissionais e troca de experiências com demais docentes.
Num primeiro momento, as TIC’s podem ser introduzidas sem provocar muita mudança no
modo de ensinar, onde as ferramentas digitais podem ser caracterizadas como simplesmente
uma versão computadorizadas dos métodos tracicionais

Entre as vantagens de se usar as TIC’s como ferramentas de aprendizagem, é de


respeitar o ritmo do aluno, onde fica mais fácil de identificar a dificuldade de um determinado
discente e o mesmo tem um retorno imediato do seu aprendizado, podendo rever o assunto
ou avançar para o próximo.

[…] a educação é o elemento–chave para a construção de uma sociedade da


informação e condição essencial para que pessoas e organizações estejam aptas a
lidar com o novo, a criar e, assim, garantir seu espaço de liberdade e autonomia.
Isto porque a educação deve permanecer ao longo da vida para que o indivíduo
tenha condições de acompanhar as mutações tecnológicas (TAKAHASHI, 2000,
p.45).
II – ESTRATÉGIAS GOVERNAMENTAIS PARA DIFUSÃO DEO USO DE TECNOLOGIAS DA
INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA EDUCAÇÃO NO BRASIL.

A escola tem a função de preparar o aluno para participar ativamente da sociedade,


uma sociedade que está em constante mudança, mudanças pelas quais são influenciadas cada
vez mais pelas tecnologias da informação e comunicação, com isso, nada mais coerente que
as tic’s estajam cada mais presente no espaço escolar.