Você está na página 1de 20

Informática

Windows 7 e Linux

Professor Marcelo Leal

www.acasadoconcurseiro.com.br
Informática

SISTEMAS OPERACIONAIS

•• É o Software responsável por manter o computador em funcionamento. Não é possível um


computador funcionar sem o Sistema Operacional.
•• O Sistema Operacional é o software básico do nosso computador, ele gerencia todo o
Hardware e Software do nosso computador.
•• Exemplos de Sistemas Operacionais: Windows 7 e 10; Linux; Solaris; IOS.

Versões dos Sistemas Operacionais

WINDOWS 7 LINUX
•• Starter Edition •• SUSE
•• Home Basic •• UBUNTU
•• Home Premium •• MANDRIVA
•• Windows 7 Professional •• DEBIAN
•• Windows 7 Ultimate •• FEDORA
•• Windows 7 Enterprise

Gerenciar o Sistema Operacional

WINDOWS 7 LINUX
•• Área de Trabalho Principal – Desktop •• Área de Trabalho Principal – Desktop
•• Área de Trabalho de Configuração – •• Área de Trabalho de Configuração –
Painel de Controle Centro de Controle
•• Área de Trabalho de Gerenciamento •• Área de Trabalho de Gerenciamento -
– Windows Explorer konqueror e Nautilus

www.acasadoconcurseiro.com.br 3
Desktop do Windows 7

Painel de Controle do Windows 7

4 www.acasadoconcurseiro.com.br
Informática – Windows 7 e Linux – Prof. Marcelo Leal

Windows Explorer

WINDOWS 7

•• É um software proprietário.
•• Utiliza no máximo 255 caracteres para nomear e renomear arquivos e pastas. Os caracteres
ou símbolos que o Windows não aceita: \ I / : ? * > < “
•• O sistema de arquivos usado é o FAT 32 e NTFS.
•• o gerenciador de boot é 7 é EasyBCD.
•• O Windows 7 possui uma pasta chamada de biblioteca.

www.acasadoconcurseiro.com.br 5
1. (CESPE/PF/2012) Considerando a figura acima, que representa as propriedades de um disco em
um sistema operacional Windows, julgue o item subsequente.

O sistema operacional em questão não pode ser o Windows 7 Professional, uma vez que o tipo
do sistema de arquivo não é FAT32.
( ) Certo   ( ) Errado

2. (CESPE/TRE SP/2012) Uma conta de usuário criada com o tipo "Usuário padrão" no Windows 7,
permite que o dono desta conta ative ou desative recursos do Windows após
a) reinstalar o sistema.
b) formatar o volume de sistema.
c) confirmar a ação com um clique.
d) fornecer uma senha de administrador.
e) obter autorização do administrador do sistema.

3. (CESPE/IBAMA/2012) Julgue o próximo item, a respeito de segurança e gerenciamento da


informação.
O Windows 7, por meio de bibliotecas, permite ao usuário reunir arquivos de diferentes pastas
em um mesmo local, sem movê-las das pastas de origem.
( ) Certo   ( ) Errado

Atalhos do Windows 7

CTRL+ALT+DEL – Abre uma lista de cinco comandos: Bloquear este computador; Trocar Usuário;
Fazer Logoff; Alterar uma Senha e Iniciar o Gerenciador de Tarefas.
CTRL+SHIFT+ESC – Iniciar o gerenciador de tarefas. Nesse gerenciador temos seis abas:
Aplicativos, Processos, Serviços, Desempenho, Rede e Usuários.

6 www.acasadoconcurseiro.com.br
Informática – Windows 7 e Linux – Prof. Marcelo Leal

ALT+TAB – Faz alternância entre janelas abertas.


ALT+ESC – Faz alternância entre os botões minimizados na barra de tarefas.
CTRL+ESC – Abre o menu iniciar.
ALT+F4 – Fechar programa ativo.
CTRL+ALT+DEL
CTRL+SHIFT+ESC
ALT+TAB
ALT + ESC
CTRL+ESC
+D
+M
+E
+L

Componentes do Windows 7

•• Shell – Parte do programa do sistema operacional que cria uma interface de comunicação
com o usuário.
•• Kernel – É o Núcleo do Sistema.

Componentes específicos:
•• Gerenciador de Arquivos
•• Acionadores de dispositivos (drivers)
•• Gerenciador de memória – Ram e Cache
•• Agendador – quem controla os processos
•• Despachante - determina o tempo

www.acasadoconcurseiro.com.br 7
COMANDOS IMPORTANTES DO BOTÃO DESLIGAR

4. (CESPE/IBAMA/2012) No Windows Explorer, existem cinco arquivos gravados na pasta C:\


TJ_CONTRATOS. Para mover os arquivos para a pasta C:\TJ_BACKUP, deve-se executar os
procedimentos a seguir.
Selecionar os arquivos em C:\ TJ_CONTRATOS e executar o atalho de teclado AT1.
Selecionar a pasta C:\TJ_BACKUP e executar o atalho de teclado AT2.
Os atalhos de teclado AT1 e AT2 são, respectivamente,
a) Ctrl + M e Ctrl + C.
b) Ctrl + X e Ctrl + C.
c) Ctrl + E e Ctrl + V.
d) Ctrl + X e Ctrl + V.
e) Ctrl + M e Ctrl + V.

5. (CONSULPLAN/MAPA/2014) Relacione as teclas de atalho às respectivas funcionalidades no


Sistema Operacional Microsoft Windows 7 (configuração padrão – idioma Português Brasil).

8 www.acasadoconcurseiro.com.br
Informática – Windows 7 e Linux – Prof. Marcelo Leal

Relacione as teclas de atalho às respectivas funcionalidades no Sistema Operacional Microsoft


Windows 7 (configuração padrão – idioma Português Brasil).
A sequência está correta em
a) 2, 4, 6, 1, 5, 3.
b) 3, 5, 2, 6, 1, 4.
c) 4, 5, 1, 2, 3, 6.
d) 5, 4, 3, 2, 1, 6.

LINUX

•• O Linux é um Sistema Operacional desenvolvido com base no Unix.


•• O Software Livre como movimento organizado teve inicio em 1983, quando Richard
Stallman deu inicio ao Projeto GNU e, posteriormente, à Free Software Foundation.

FSF – Fundação de Software Livre

Objetivos da FSF:
•• Criar um Sistema Operacional totalmente livre
•• Divulgar para o mercado a GPL (Licença Pública Geral)
•• Concretizar o Projeto GNU no mercado com o lançamento do primeiro sistema operacional
livre (UNIX).

LINUX

1. Sistema Operacional Livre

2. Licença GPL – 4 liberdades

3. Open Source – código fonte aberto

4. Copy Left – proíbe o fechamento do código fonte

www.acasadoconcurseiro.com.br 9
GPL – Licença Pública Geral

A GPL foi um documento criado pelo projeto GNU.

Normas básicas da GPL:


Estudar o programa
Modificar livremente o programa
Usar o programa para qualquer finalidade
Copiar e distribuir livremente o programa

Diferença entre Free Software e Freeware.


O Free Software, na sua mais ampla concepção, traz consigo o código-fonte, pode ser vendido e
ser livremente adaptado e redistribuído. O Freeware é obrigatoriamente de graça, mas não traz
consigo o código-fonte e, em consequência, não pode ser alterado.
•• Ambientes Gráficos
•• KDE
•• GNOME
•• BLACK BOX

10 www.acasadoconcurseiro.com.br
Informática – Windows 7 e Linux – Prof. Marcelo Leal

AMBIENTE GRÁFICO - KDE

www.acasadoconcurseiro.com.br 11
AMBIENTE GRÁFICO - GNOME

AMBIENTE GRÁFICO - BLACKBOX

12 www.acasadoconcurseiro.com.br
Informática – Windows 7 e Linux – Prof. Marcelo Leal

Centro de Controle do Linux

Para um programa ou um sistema ser considerado um software livre não basta ser gratuito, o
seu código-fonte tem que ser liberado para quem desejar estudar e modificar.
O que vem a ser um distribuidor?
Um simples programador que teve a idéia de estudar e modificar uma distribuição já existente
de um software livre qualquer.
Podemos citar como exemplo, as varias distribuições já existentes do famoso Linux – Suse,
Debian, Mandriva, Ubuntu, etc...
Desse modo surgiu um brilhante programador universitário da Finlândia chamado Linus
Torvalds, lançando no mercado uma nova distribuição chamada Linux.
Essas distribuições são feitas por um distribuidor, fazendo modificações no Kernel que é o
núcleo de qualquer sistema operacional, seja ele pago ou não.

Os programas que gerenciam o Linux


O Kernel é um conjunto de subprogramas, revistos e alterados pela comunidade Linux o tempo
todo, com o intuito de melhorá-lo. Nem todas as alterações são aceitas, existem programadores
que são responsáveis por vistoriar essas alterações que essa comunidade faz diariamente,
entre eles o próprio Linus Torvalds, temos até um brasileiro nesse time “Marcelo Tosati” e Jon
MadDog Hall, um dos criadores da idéia de Software Livre.

www.acasadoconcurseiro.com.br 13
Shell – é o interpretador de comandos do Linux. É a partir do Shell que digitamos comandos
que serão entendidos pelo sistema.
Comandos Shell – para controlar o sistema em modo texto.

Sistemas de Arquivos
O sistema de arquivos é criado durante a “formatação” da partição do disco.
Cada sistema de arquivos tem uma característica em particular, mas, seu propósito é o mesmo:
Oferecer ao sistema operacional a estrutura necessária para ler/gravar os arquivos e diretórios.
Entre os Sistemas de Arquivos que o Linux utiliza estão:
EXT2; EXT3 Ext4.

6. (CESPE/TJ RR/2012) Acerca das características dos sistemas operacionais Linux e Windows e
dos softwares Microsoft Office e BrOffice, julgue o item a seguir.
Ubuntu é um sistema operacional baseado no Linux e pode ser utilizado em laptops, desktops
e servidores.
( ) Certo   ( ) Errado

7. (CESPE/CNJ/2013) Acerca dos ambientes Linux e Windows, julgue o item seguinte.


O kernel do Linux está constantemente em desenvolvimento por uma comunidade de
programadores, mas, para garantir a sua qualidade e integridade, existem mantenedores do
kernel, como o Linus Torvalds, que analisam e julgam a pertinência das alterações.
( ) Certo   ( ) Errado

8. (FCC/TCE SP/2012) O disco rígido do computador pode ser divido em partes lógicas, chamadas
de partições, que são formatadas para um devido sistema de arquivos. O sistema de arquivos
desenvolvido especificamente para sistemas operacionais Linux é chamado de
a) FAT32.
b) EXT2.
c) iso9660.
d) HFS+.
e) NTFS.

14 www.acasadoconcurseiro.com.br
Informática – Windows 7 e Linux – Prof. Marcelo Leal

GERENCIAMENTO DE BOOT

O Gerenciador de Boot.
LILO e GRUB são os mais famosos Gerenciadores de Boot.
O Gerenciador mais usado é o GRUB.
O Gerenciador de Boot do Windows 7 é EasyBCD.

O Gerenciador de Boot GRUB

O Gerenciador de Boot LILO

www.acasadoconcurseiro.com.br 15
Gerenciador de Arquivos e Pastas Nautilus

Gerenciador de Arquivos e Pastas Konqueror

16 www.acasadoconcurseiro.com.br
Informática – Windows 7 e Linux – Prof. Marcelo Leal

Principais características do Linux

Há necessidade de se comentar algumas regras básicas na nomenclatura de arquivos. Regras


que, inclusive, até o Windows tem, embora com algumas diferenças:
Os nomes dos arquivos podem ter até 255 caracteres (igual ao Windows).
São aceitos espaços no nome dos arquivos (igual no Windows).
Praticamente todos os caracteres podem ser usados em nomes de arquivos (incluindo alguns
dos que o Windows julga proibidos, como *, ?...)
Não pode haver dois ou mais arquivos com o mesmo nome com a mesma extensão dentro da
mesma pasta (igual o Windows).
O Linux possui um sistema de arquivos Case-Sensitive, ou seja, ele diferencia maiúsculas de
minúsculas. Sendo assim, os arquivos Casa, CASA, casa e CaSa possuem nomes diferentes (para
o Windows, não há essa diferença: todos os nomes listados acima são iguais!). Normalmente,
no Linux, prefere-se criar arquivos com letras minúsculas apenas.

9. (CESPE/TRE RJ/2012) Com relação à organização e ao gerenciamento de programas e diretórios,


julgue o item que se segue.
No Linux, em um mesmo diretório, não podem existir dois subdiretórios com o mesmo nome,
contudo, em virtude de os nomes dos diretórios serem case sensitive, é possível criar dois
subdiretórios de nomes /usr/TreRJ e /usr/trerj.
( ) Certo   ( ) Errado

Arquivos ocultos, no Linux, têm seus nomes iniciados com um .(ponto). Em outras palavras,
todos os arquivos que apresentarem seus nomes começando com um ponto (como em .aula,
ou .casa) são considerados ocultos (não aparecem nas janelas comuns do gerenciador de
arquivos).
Linguagem – Para alterar um código – fonte aberto, o usuário precisa ter um conhecimento
razoável de programação. Tanto o Windows como o Linux foram desenvolvidos em plataformas
muito parecidas e utilizando a mesma linguagem, a Linguagem C.
Ambiente Gráfico – São programas que apresentam uma interface amigável com o usuário
(janelas, atalhos, etc.). Os Ambientes Gráficos rodam sobre o Shell. Esses ambientes são
chamados também de Gerenciadores de Janelas ou Interfaces Gráficas. As Interfaces Gráficas
mais usadas são: KDE e GNOME.
Protocolos - Podem trabalhar com diversos protocolos de rede (incluindo o TCP/IP que é nativo
Unix).
Sistemas de arquivos (File System) - Suporta diversos sistemas de arquivos, incluindo o FAT,
NTFS, HPFS, entre outros, mas o sistema de arquivos que o Linux trabalha é o EXT. No Linux o
arquivo não tem a necessidade de ter uma extensão, ele o identifica pelo seu conteúdo, mas
ele tem sim, mas não há a necessidade de usar.

www.acasadoconcurseiro.com.br 17
Gerenciamento de boot – é comum termos mais de um sistema operacional instalado em uma
máquina. Podemos ter um MS Windows e um GNU/Linux, ou dois GNU/Linux diferentes, por
exemplo, é instalado no setor GNU/Linux são o GRUB e o LILO.

Diretórios do Linux

/ - diretório Raiz (nível mais alto da árvore)


/ home – Contém os arquivos, documentos e configurações dos usuários. Cada usuário possui
um subdiretório próprio dentro desse diretório.
/ root – O usuário root é o administrador do sistema. É o único usuário que pode fazer qualquer
ação dentro do LINUX. Por motivos de segurança do sistema, o seu diretório de usuário não
está dentro de /home.
/ bin – Contém arquivos executáveis que podem ser acessados por qualquer usuário.
/ etc – Contém 95% dos arquivos de configuração do sistema operacional e dos serviços de
rede. É o centro nervoso do LINUX.
/ boot – Contém o Kernel e os arquivos que controlam a inicialização do sistema.
/dev – Contém arquivos que servem de ligação com os dispositivos de hardware do computador.
/ sbin – Similar ao /bin, contém arquivos executáveis. No entanto, esses arquivos são destinados
à administração e à manutenção do sistema.
/ proc – Esse é um diretório virtual. Na verdade, um filesystem virtual. Ele não contém arquivos,
e sim referências a informações dinâmicas do sistema, geradas constantemente pelo kernel.
Ex: ocupação de memória.
/ tmp – É um diretório utilizado pelo sistema para gravar informações temporárias e dados
durante processamentos. Esse diretório tem seu conteúdo totalmente apagado a cada boot do
sistema.
/ var – Contém dados variáveis, como logs, spool de impressoras, caixas postais em servidores
de e-mail, etc...
/ lib – Contém os módulos do kernel e as bibliotecas necessárias ao funcionamento do Linux.

10. (FCC/TRT/2014) O sistema operacional Linux, em todas as suas distribuições (versões), utiliza
uma estrutura de diretórios (pastas) padronizada, na qual diferentes tipos de arquivos são
armazenados em diferentes diretórios. O diretório para a instalação de programas não oficiais
da distribuição é o:
a) /etc
b) /bin/tmp
c) /dev
d) /usr/local
e) /sbin

18 www.acasadoconcurseiro.com.br
Informática – Windows 7 e Linux – Prof. Marcelo Leal

11. (CESPE/CBM/2014) No que se refere aos ambientes Windows e Linux, julgue o item que se
segue.
No diretório /dev do Linux, constam os arquivos de configuração do sistema utilizados para
desenvolver alterações do ambiente gráfico.
( ) Certo   ( ) Errado

Konsole de Comandos do Linux

Tipos de usuários
$ - usuário comum
# - administrador

Principais comandos

Passwd – alterar a senha do usuário.


Pwd – mostrar em qual diretório você esta trabalhando.
Ex1: /home/marceloleal – marceloleal esta dentro do diretório /home que esta dentro do
diretório raiz.
Ex2: /home/root – diretório do super usuário.
c:\Casadoconcurseiro\provatrt – barra invertida windows
/Casadoconcurseiro/provatrt – barra no linux.
O comando shutdown serve para reiniciar ou desligar o computador.
Shutdown - R + 30 (minutos)
shutdown – H + 8 (minutos)
shutdown – R – now (agora)
Ls – listar o conteúdo de um diretório.
Ls – a – vai mostrar os arquivos ocultos.
Os arquivos ocultos são identificados por um ponto na frente do arquivo.
Ex1 - .Casadoconcurseiro – esse arquivo esta oculto.
Cd – abre uma pasta.
Ex1: cd Casadoconcurseiro – quero entrar na pasta Casadoconcurseiro.

www.acasadoconcurseiro.com.br 19
mkdir- cria diretórios
Ex1: mkdir Casadoconcurseiro.
Rmdir - para remover o diretório.
mv – esse comando pode ser usado para renomear e mover (transferir)
Ex1: mv Casadoconcurseiro.txt
Ex2: mv Casadoconcurseiro.txt Casadoconcurseiro2.txt
cp - comando usado para copiar.
Ex: cp Casadoconcurseiro.txt Casa – vai copiar o arquivo de nome Casadoconcurseiro para
dentro do diretório Casa.
cat – esse comando vai exibir na tela o conteúdo de um arquivo.
Ex1: cat casadoconcurseiro – vai exibir na tela o conteúdo do arquivo casadoconcurseiro
Ex2: cat casa casadoconcurseiro – o conteúdo dos dois arquivos casa e casadoconcurseiro serão
exibido na tela.

12. (FCC/TRT/2014) Originalmente, os sistemas operacionais Windows e Linux possuíam


primordialmente interfaces de modo texto, tais como oPrompt de comando no Windows e
o Shell de comando no Linux, para que o usuário utilizasse os recursos do sistema operacional.
Por exemplo, para listar os arquivos de uma pasta utilizando o Prompt de comando do Windows
deve-se utilizar o comando dir. O comando equivalente no Shell de comando do Linux é
a) ls.
b) pwd.
c) cat.
d) mkdir.
e) cd.

20 www.acasadoconcurseiro.com.br