Você está na página 1de 2
Vídeo – Como particionar discos rígidos (6 min.) Estou trabalhando em um computador com Windows

Vídeo – Como particionar discos rígidos (6 min.)

Estou trabalhando em um computador com Windows 7. Adicionei dois novos discos rígidos ao meu sistema e agora quero inicializá-los, particioná-los e formatá-los com um sistema de arquivos.

Vejamos como fazer isso no Windows 7. Vou até o menu Iniciar, Painel de Controle, Sistema e Segurança. Navego até Ferramentas Administrativas e escolho Criar e formatar partições do disco rígido. Isso abre a ferramenta Gerenciamento de Disco para mim. Como você pode ver, recebo uma solicitação para inicializar os discos. A mensagem diz: “Você deve inicializar um disco para que o Gerenciador de Discos Lógicos possa acessá-lo”. Disco 1. Disco 2. Preciso escolher se quero usar a tabela de partição MBR (registro principal de inicialização) ou a tabela de partição GUID ou GPT, que é mais recente. A GPT pode lidar com unidades de disco muito maiores e mais partições. Vou escolher a GPT e clicar em OK. Você pode ver agora que Disco 1 e Disco 2 foram inicializados e estão presentes e selecionáveis na ferramenta Gerenciamento de Disco.

Vamos observar o Disco 0, que é o disco rígido que contém o sistema operacional. Você pode ver que há duas partições no Disco 0: uma partição Reservada para o Sistema e a unidade C. Você também pode ver isso aqui. Se você fizer a instalação padrão do Windows 7, o instalador criará duas partições automaticamente. Uma partição tem 100 megabytes e é chamada de Reservada para o Sistema. Essa partição tem o código do Gerenciador de Inicialização e o banco de dados da Configuração da Inicialização instalados nela. Você pode ver aqui: Reservada para o Sistema, 100 megabytes. É a partição ativa e é uma partição primária. A segunda partição é a unidade C. Ela também é uma partição primária. Além de ser a unidade ou a partição que contém os arquivos de sistema do Windows. Se expandirmos esta parte onde se lê Status, veremos que ambas são partições primárias. Podemos ver que estão íntegras e usando o sistema de arquivos NTFS. As duas também são discos básicos. Meus dois discos rígidos novos são Disco 1 e Disco 2. Ambos são discos básicos e atualmente são espaços não alocados.

Vamos ver se conseguimos particionar o Disco 1 e colocar um sistema de arquivos nele. Eu clico com o botão direito nele e vejo Novo Volume Simples. Isso vai abrir o Assistente para Novas Partições Simples. Vou clicar em Avançar e escolher o tamanho da minha partição.

Vamos fazer com que a partição seja metade do tamanho do disco. Portanto, vou colocar 20.000 megabytes e pressionar Avançar. Também posso atribuir uma letra de unidade. Vou atribuir a letra de unidade E e pressionar Avançar. O sistema me pergunta se desejo formatar o volume com estas configurações: "Sistema de arquivos: NTFS?" Você pode ver que este é o padrão. Posso colocar um rótulo de volume nele, se quiser. Também posso executar uma formatação rápida e escolher Ativar compactação de arquivos e pastas, se quiser. Vou simplesmente escolher o padrão, pressionar Avançar e depois Concluir. Você pode ver que o espaço não alocado no Disco 1 foi dividido em duas regiões.

Vídeo – Como particionar discos rígidos

Agora tenho uma partição de 20 gigabytes que está sendo formatada e tenho outra partição de 20 gigabytes que não está alocada. A partição concluiu a formatação e agora eu tenho uma unidade

E, que é uma partição primária íntegra, na qual posso salvar meus arquivos. Se eu for para Iniciar,

Computador, você verá que tenho uma unidade nova, chamada Volume E, que é a minha unidade

E, com 20 gigabytes. O que acontece se eu mudar de ideia e decidir que quero adicionar o

restante do meu espaço não alocado à minha unidade E? O que eu posso fazer é clicar com o botão direito na partição e escolher Estender Volume. Isso vai abrir o Assistente para Extensão de

Volumes. Vou pressionar Avançar, e você verá que 20.829 megabytes do Disco 1 foram selecionados. Isso completará um total de 40.829. Vou escolher Avançar e depois Concluir. Como você pode ver, agora a unidade E tem 39,87 gigabytes, ou seja, o tamanho total da unidade. Se eu quiser excluir a partição e recomeçar, basta clicar com o botão direito e selecionar Excluir Volume.

O sistema me avisa que a exclusão do volume apagará todos os dados no volume e pergunta se

eu desejo continuar. Como não possuo nenhum arquivo nessa unidade E, vou escolher Sim. Agora

a unidade voltou a ser espaço não alocado.