Você está na página 1de 44

ANÁLISE E PROJETO

DE TRANSPORTES
CURSO DE ENGENHARIA CIVIL – 2019.2
PROF. ESP. HUGO ALEXANDER MARTINS PEREIRA
• ENGENHARIA DE TRANSPORTES – CONCEITOS
• PROJETO RODOVIÁRIO
• ELEMENTOS DA ENGENHARIA DE TRÁFEGO
1º BIMESTRE • MOBILIDADE URBANA
• TRANSPORTE PÚBLICO URBANO E
MODAL RODOVIÁRIO INTERMUNICIPAL
• CONCEITOS SOBRE GERAÇÃO DE VIAGENS
• PLANEJAMENTO EM SIST. DE TRANSPORTES

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


• 35% - TRAB. PRÁTICO DE PLAN. DE TRANSPORTES
SOBRE A REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA
• 15% - APRESENTAÇÃO DE SEMINÁRIO
• 50% - PROVA BIMESTRAL (SEM CONSULTA)
TRABALHO 1 – O TRABALHO DE PLANEJAMENTO CONSISTIRÁ NA
1º BIMESTRE COLETA E TRATAMENTO DE DADOS QUE DEEM SUPORTE A APLICAÇÃO
DE ESTUDOS EM PLANEJAMENTO DE TRANSPORTE PÚBLICO URBANO
AVALIAÇÕES E INTERMUNICIPAL PARA UMA CIDADE DA REGIÃO METROPOLITANA
DE CURITIBA (RMC)
SEMINÁRIO 1 – COM TEMAS DIVERSOS E APENAS CONSIDERANDO
A APRESENTAÇÃO, DEVERÃO SER APRESENTADOS RESUMOS DE
TRABALHOS DE CONGRESSO, COM ESTUDO POR PARTE DOS ALUNOS
EM TEMAS PRÉ-DETERMINADOS

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


• MODAIS EM ESTUDO: FERROVIÁRIO, AQUAVIÁRIO,
AEROVIÁRIO E DUTOVIÁRIO
• CONCEITOS EM ESTUDO: CARACTERÍSTICAS,
2º BIMESTRE PROJETO E GESTÃO
• INTEGRAÇÃO ENTRE MODAIS DE TRANSPORTES
MULTIMODAL • POLÍTICA DE TRANSPORTES A NÍVEL ESTADUAL E
NACIONAL
• INVENTÁRIOS E ESTATÍSTICAS SOBRE O
TRANSPORTE DE CARGAS NO BRASIL

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


• 50% - SEMINÁRIO E ENTREGA DE ARTIGO SOBRE
TEMAS RELACIONADOS AOS MODAIS
• 50% - PROVA BIMESTRAL (SEM CONSULTA)

2º BIMESTRE NO TRABALHO DO 2º BIMESTRE, CADA EQUIPE (NÚMERO


REDUZIDO DE ALUNOS) DEVERÁ ESTUDAR UM TEMA PRÉ-
AVALIAÇÕES DETERMINADO E REALIZAR APRESENTAÇÃO DE UM SEMINÁRIO E
ENTREGA DE UM ARTIGO CIENTÍFICO SOBRE O TEMA,
APLICANDO CONCEITOS DE METODOLOGIA DE PESQUISA
CIENTÍFICA QUE SERÃO APROVEITADOS NO TCC.

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


• INTRODUÇÃO À ENGENHARIA CIVIL
• LEGISLAÇÃO E ÉTICA APLICADA À ENG. CIVIL
• TOPOGRAFIA I e II
PRÉ-REQUISITOS
SOFTWARES:
• EXCEL

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


ANÁLISE E PROJETO
DE TRANSPORTES
AULA 01 – INTRODUÇÃO À ENGENHARIA DE TRANSPORTES
PROF. ESP. HUGO ALEXANDER MARTINS PEREIRA
ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS DO ENGENHEIRO CIVIL
AS ATRIBUIÇÕES SÃO PREVISTAS NO DECRETO-LEI 23.569/1933, NA LEI 5.194/1966 E
NA RESOLUÇÃO 218/1973 DO CONFEA.

NO DECRETO-LEI 23.569/1933
Art. 28. São da competência do engenheiro civil :
- trabalhos topográficos e geodésicos;
- o estudo, projeto, direção, fiscalização e construção das estradas de rodagem e de
ferro;
ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO
ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS DO ENGENHEIRO CIVIL
NA LEI 5.194/1966
Art. 7º As atividades e atribuições profissionais do engenheiro, do arquiteto e do
engenheiro-agrônomo consistem em:
b) planejamento ou projeto, em geral, de regiões, zonas, cidades, obras, estruturas,
transportes, explorações de recursos naturais e desenvolvimento da produção industrial e
agropecuária;
c) estudos, projetos, análises, avaliações, vistorias, perícias, pareceres e divulgação técnica;
d) ensino, pesquisas, experimentação e ensaios;
e) fiscalização de obras e serviços técnicos;
f) direção de obras e serviços técnicos;
g) execução de obras e serviços técnicos;

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


ATRIBUIÇÕES PROFISSIONAIS DO ENGENHEIRO CIVIL
NA RESOLUÇÃO 218/1973
Art. 7º - Compete ao ENGENHEIRO CIVIL ou ao ENGENHEIRO DE FORTIFICAÇÃO e
CONSTRUÇÃO:
I - o desempenho das atividades 01 a 18 do artigo 1º desta Resolução, referentes a
edificações, estradas, pistas de rolamentos e aeroportos; sistema de
transportes, de abastecimento de água e de saneamento; portos, rios, canais,
barragens e diques; drenagem e irrigação; pontes e grandes estruturas; seus
serviços afins e correlatos.
ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO
TÉCNICOS COM EXCELENTE FORMAÇÃO PARA
VIABILIZAR UM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E, AO
MESMO TEMPO, ENCAMINHAR BOAS SOLUÇÕES PARA AS
EXTERNALIDADES NEGATIVAS PROVOCADAS PELO CONSUMO
DE TRANSPORTES.
NECESSIDADES
DOS PROFISSIONAIS
POR SE TRATAR EM SUA GRANDE MAIORIA DE UMA PRÁTICA NA ENGENHARIA
PROFISSIONAL CORRELATA AO SERVIÇO PÚBLICO, A ÉTICA E DE TRANSPORTES
O EMBASAMENTO TÉCNICO NOS ESTUDOS E DECISÕES
TOMADASDEVEM NORTEAR A AÇÃO DESTE PROFISSIONAL.

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


• CONHECIMENTOS INDIVIDUAIS EM ALTO NÍVEL
ACUMULADOS E CONSTANTEMENTE RENOVADOS;
• UTILIZAÇÃO DE RECURSOS TECNOLÓGICOS DE
ÚLTIMA GERAÇÃO;
• DOMÍNIO DE UM OU MAIS IDIOMAS;
REQUISITOS
• MARKETING PROFISSIONAL, CAPACIDADE DE
TÉCNICOS PARA
COMUNICAÇÃO E BOM RELACIONAMENTO
O EXERCÍCIO
PROFISSIONAL; PROFISSIONAL
• CAPACIDADE DE ADAPTAÇÃO E MUDANÇAS;
• ÉTICA E INTEGRIDADE PROFISSIONAL.

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


A ATIVIDADE DA ENGENHARIA DE TRANSPORTES
• TRANSPORTE NÃO É SÓ UMA QUESTÃO TÉCNICA;
• É UMA QUESTÃO SOCIAL E POLÍTICA, POIS ORGANIZA O MOVIMENTO DE
PESSOAS NO ESPAÇO URBANO E RURAL INSERIDAS EM UMA SOCIEDADE COMPLEXA;
• EXISTEM MILHÕES DE DESLOCAMENTOS INDIVIDUAIS EM UM ESPAÇO QUE DEVE SER
DIVIDIDO ENTRE PESSOAS E SEUS MAIS VARIADOS INTERESSES;
• AS DECISÕES ENVOLVEM ASPECTOS POLÍTICOS, UMA VEZ QUE DIVERSOS
INTERESSES SÃO AFETADOS COM AS AÇÕES PROVENIENTES DE ESTUDOS E PROGRAMAS
NA ÁREA. CABE AO ENGENHEIRO DE TRANSPORTE ANALISAR COM MUITO
CUIDADO E SE PAUTAR SEMPRE PELA TÉCNICA E PELA PRESTAÇÃO DE
SERVIÇO OU DOS BENEFÍCIOS À POPULAÇÃO.
ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO
ÁREAS DE ATUAÇÃO
• FEDERAL
• MINISTÉRIOS: INFRAESTRUTURA, DES. REGIONAL
• AGÊNCIAS REGULADORAS: ANTT, ANTAq, ANAC
• AUTARQUIAS FEDERAIS: DNIT, INFRAERO
• ESTADUAL
• SECRETARIAS DE ESTADO: SEDU, SEIL
• AGÊNCIA REGULADORA: AGEPAR
• AUTARQUIAS: DER, PARANÁ CIDADES, COMEC, APPA
• MUNICIPAL
• SECRETARIAS: SEOP, SEC. HABITAÇÃO, SETRAN, URBS
• SETOR PRIVADO
• CONCESSIONÁRIAS
• OPERADORAS DE TRANSPORTE

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


RODOVIÁRIO
INFRAESTRUTURA
VIÁRIA FERROVIÁRIO

GESTÃO DE MARÍTIMO
TRÂNSITO

APLICAÇÕES NA ENGENHARIA
DE
ENGENHARIA DE PLANEJAMENTO
DE TRANSPORTE
TRANSPORTES
FLUVIAL
TRANSPORTES
URBANO

NÃO
MOTORIZADOS LACUSTRE

DUTOVIÁRIO AEROVIÁRIO
MATRIZ DE TRANSPORTES DE CARGAS
BOLETIM ESTATÍSTICO CNT – FEV/2019
DUTOVIÁRIO 4,19% AÉREO 0,40%

AQUAVIÁRIO 13,59%

FERROVIÁRIO 20,73% RODOVIÁRIO 61,09%

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


EVOLUÇÃO DOS MODAIS DE TRANSPORTES
VEÍCULOS DE TRAÇÃO HUMANA E ANIMAL
PRIMEIRAS EMBARCAÇÕES NO BRASIL
N AV I O S A VA P O R
LOC OM OTI VAS A VAP OR
PRIMEIROS VEÍCULOS AUTOMÓVEIS
P R I M E I R O S AV I Õ E S
SISTEMAS DE TRANSPORTES
LOCAL ONDE TRANSITAM OS VEÍCULOS É O QUE PROMOVE O TRANSPORTE
ruas, avenidas, passeios, estradas, hidrovias, automóvel, caminhão, moto, bicicleta,
rotas aéreas, tubos, esteiras, etc. elevadores, navio, trem, aeromóvel, etc.

VIA VEÍCULO

MEIO
AMBIENTE USUÁRIO
O QUE NOS CERCA É O QUE UTILIZA O SISTEMA
chuva, sol, neblina, vento, fumaça, poluição, pedestre, motorista, passageiro, ciclista,
ruído, congestionamento, acidentes, etc. transportador, etc.
ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO
SISTEMAS DE TRANSPORTES
• CONCEITO
CONJUNTO DE PARTES QUE SE INTEGRAM DE MODO A ATINGIR DETERMINADO FIM
• ELEMENTOS DO SISTEMA
• MEIO AMBIENTE
NÃO FAZ PARTE DO SISTEMA, MAS INFLUENCIAM DIRETAMENTE
• ENTRADA
CONJUNTO DE PESSOAS, VEÍCULOS, ETC.
• SAÍDA
SÃO OS RECURSOS PROCESSADOS, SEJAM PESSOAS TRANSPORTADAS, CARGAS, ETC.

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


MODAIS DE TRANSPORTES
ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO
MATRIZ DE TRANSPORTES: BRASIL X MUNDO

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


MATRIZ DE TRANSPORTES: BRASIL X MUNDO

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


• AÉREO – OFERECE RAPIDEZ E CONFORTO
• RODOVIÁRIO – PERMITE O TRANSPORTE “DOOR-TO-DOOR”
• FERROVIÁRIO – DESLOCA GRANDES QUANTIDADES COM PEQUENOS
CARACTERÍSTICAS CUSTOS
OPERACIONAIS • HIDROVIÁRIO – ADEQUADOS PARA CARGAS GRANDES E PESADAS
DOS MODAIS
• DUTOVIÁRIO – OFERECE SERVIÇO CONTÍNUO COM RESTRITA
INTERFERÊNCIA PELAS CONDIÇÕES DE TEMPO E DE
CONGESTIONAMENTO

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


CUSTO TEMPO CONFIANÇA CAPACIDADE DISPONIBILIDADE

RODO

HIDRO
CARACTERÍSTICAS
OPERACIONAIS
DOS MODAIS DUTO

AERO

FERRO

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


CAPACIDADE DE CARGAS NOS MODAIS

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


COMPARATIVO DO CUSTO DOS FRETES

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO


CENÁRIO ATUAL DO BRASIL
R O D O V I A S S E M PAV I M E N TA Ç Ã O
FA LTA D E E S T R U T U R A PA R A O T R A N S P O R T E
P O N T E S C O M D I L ATA Ç Ã O E X C E S S I VA E PAV I M E N T O D E T E R I O R A D O
ACESSO AOS PORTOS COM PROBLEMAS PELO BRASIL
FERROVIAS ABANDONADAS
ABANDONO DOS MODAIS DE TRANSPORTES
NECESSIDADE DE INVESTIMENTOS NO SISTEMA PORTUÁRIO
MODAL AÉREO PRECISA DE MODERNIZAÇÃO E AMPLIAÇÃO DA ESTRUTURA
• A ENGENHARIA DE TRANSPORTES É UMA DAS ATRIBUIÇÕES DOS
ENGENHEIROS CIVIS
• HÁUMAGAMAGRANDEDEPOSSIBILIDADENAATUAÇÃODOPROFISSIONAL
CONCEITOS • O MODAL RODOVIÁRIO RESPONDE POR QUASE 2/3 DA MATRIZ DE
TRANSPORTES NOBRASIL

FUNDAMENTAIS •
PARACADAMODALDETRANSPORTEHÁUMACARACTERÍSTICAPREDOMINANTE
A ESCOLHA DOS MODAIS LEVA EM CONTA AS NECESSIDADES E
ESTRUTURA EXISTENTE
• O CONHECIMENTO TÉCNICO EMBASA DECISÕES QUE ENVOLVEM A LOGÍSTICA DE
TRANSPORTES

ANÁLISE E PROJETO DE TRANSPORTES - PROF. HUGO