Você está na página 1de 137

FUNDAÇÃO INSTITUTO BRASILEIRO BE

GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA

PRESIDENTE

Eduardo Augusto Guimarães

DIRETOR GERAL
]ns6 Guilherme A~meida dos ~eis

ORG~OS T~CNI[OS SETORIAJS

0lRETO~I# DE GEOCI~N<`IAS
Mau/o Ps)sira de Mello

DI~ETORlA DE [NFU~M~lICA
Nuno Duarte da Custa Bittpnrou~t

D[RE[OR[A l/E FES')UIEA


/snildo Fc)nandps Silva

CENl~O DE ~/OC{!MEN[A~~O E D[SS[(ilNAC~O l/E INFO~MAC~ES


N~lsnn dc Cast)o Senra
INS7ITUT0 BRASILEiRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍ57ICA - IBGE

DIRETORIA DE GEOCIENCIAS - DGC

DEPARTAMENTO DE GEOGRAFIA - DEGEO

DIVISÃO DO BRASIL

EM MCSORREGIÕES E MiCRORREGIÕES GEOGRÁFICAS

RIO DE JANEIRO

1990
DIRETORIA DE GEOCIENCIAS

Matxro Pèx~eira de Mel.lO - Dlrt?tOr


Mdr~lOllii:c ra - Dlretora AdjLÜl~C1

DEPARTfWlENTO DE DOCI~+~lENTAÇÃU E I NFORMAÇ1KiO


Angelo José Pavan

Departamento de Cartografia Ge.~~ncia de Suporte Admi.nistrative~


José Roberto Duque Novaes Flocriano dos Reis HaYi~osa
Demito de Geografia Departamento Regional/CE
Solatx~e Tietzmar~n Silva José Clavis MDta de Alencar
Departamento de Geodésia Demito Regional/SA
~ Augusto de A. 8rarx3~o Filho Ney Alves Ferreira
Depto de Recursos Naturais e Estudos Ambientais Deputo Regional/GO
Iìli.z Goes Filho rIIiyro C~çalves Laranj a Fil.i»
Departarrnnto de Estudos Territoriais Departamento Regional/DF
~ RoC7rigues de ~ David A7~oei da de Freitas
Núcleo de Planejamexito e Organização Demito Regíonal/RJ
Antoaii o Ferreira Ant~uyes Erasto Souto Maior

DIVISI~LO REGIONAL DO BRASIL


EM NIESORREGIõES E MICRORREGIõES GEOGRÁFICAS

Joil Rafael Pbrtella - Editor


Miguel Guimarãr~ de Bultnes - Co-Editor

Capa Impressão
I~,ite
Jasé Li_naaln . Fernando Mprtta Lima
Copidesque FeYT~o S~tca~nto da Cc~~_i_
olavo Cairt~a Jesus de Souza Balão
Ed.ição de Te~,tos Paulo R~~.,Yfit3 .~z ~a/
Everaldo Bor~s dcs Santas
APRESENTAÇÃO

Caber<do ao Departamento de Geografia (DEGEO) elaborar como parte da

missão institucional do IBGE a Divisão Regional do Brasil foi delegada à sua

Divisão de Estudos Territoriais (DITER) no ano de 1987 a tarefa de produzir a

Divisão Regional em Miesorregiões e Microrregiões Geográficas para fins

estatísticos em substituiçâo à Divisão Regional em Microrregiões Homogêneas

editad2 pelo IBGE em 1968

Sob a supervisão do chefe da Divisão Aluizìo Capdeville Duarte e sob

a gerência da geógrafa Onorina Fátima Ferrari foi elaborado de março a

dezembro de 1987 um projeto-piloto compreendendo a formulação metodológica e a

proposta éxperimental de divisão mesorregional e microrregional de oito Unidades

Federadas localizadas nas diferentes macrorregiòes do Pais Durante o ano de

1988 foi fixada a metodologia definitiva uma vez aprovada pelo Departamento de

Geografia e pela Diretoria de Geociências procedendo-5e então à divisão

regional de todas as Unidades Federadas inclusive a do Estado do Tocantins

desmembrado do de Goiás

A definição dos novos agregados espaciais foi avalizada através de

discussão dos geógrafos do DEGEO participantes do projeto Com téCnicos das

Unidades Regionais do IBGE e de instituições federais estaduais e municipais

As propostas compreendendo a metodologia e a divisão mesorregional e

microrregional elaboradas no DEGEO foram encaminhadas às diferentes Unidades

Federadas através das seguintes formas :

- envio de documentos específicos para apreciação ás Delegacias de


Estatística do IBGE {DEGE s) sem o deslocamento de técnicos do DEGEO Esta
foi a forma utilizada para Roraima e Amapá pélo numero reduzido demuni_cípios
compreendidos é peta pequena densSdãdé da estruturá ecònbmica e para Mato
Grosso do Sul pelo caráter recente de uma divisão regional elaborada pelo
DEGEO após seu desmembramento do Estado de Mato Grosso ;
apresentação de um esboço de proposta de técnicos do DEGEO que se deslocaram
aos Estadós para elaboração conjunta com os técnicos das DEGE s da divisão
mesorregional e microrregional Esta forma foi empregada para Mato Grosso e
Tocantins Unidades Federadas nas quais o intenso processo dé ocupação e
ampliação dos espaços produtivos aliado à criação recente de numerosos
munìcípios dificultavá uma delimitação precisa com base em dados estatísticos

e mapeamentos elaborados em gabinete ;


envio prévio de propostas ás DEGE s e Departamentos Regíonáís de Geociências

(DRG s) envolvendo posterior deslocamento de técnicos do DEGEO a 25 Unidades


Federadas para discussões desdobradas em duas etapas com vistas a facilitar o

intercâmbio de idéias e a aproveitar plenamente a"s sugestões recebidas A

primeira etapa consistiu em reuniões dos técnicos do DEGEO com os das Unidades

Regionais do IBGE et eventualmente com Supervisores da área e a segunda

constou de reuniões realizadas com participação de órgãos das esferas,

federal estadual e municipal convidados pelas DEGE s


As sugestões recebidas pelo DEGEO da parte das DEGE s e DRG s foram

de extrema valia uma vez que o conhecimento empírico das realidades das

diferentes Unidades Federadas acrescentou qualidade às propostas inicialmente

formuladas pela equipe responsável pelo Projeto Cabe registrar o interesse de

técnicos de órgãos dos Governos Federal Estaduais e Municipais que tendo

participado das discussões a respeito da Divisão Regional contribuíram

posteriormente com documentos específicos que tendo em conta os objetivos dò


r
IBGE permitiram maior aproximação entre a linha metodológica e a realidade

espacial regionalizada

No intercâmbim ocorrido com os Estados para a discussão da presente

Divisão do Brasil em Mesorregiões e Microrregiões Geográficas foram envolvidos

183 técnicos do IBGE e 222 técnicos de diférentes órgãos e entidades das esferas

federal estadual e municipal conforme expresso nos Quadros I e II


A discussão final é aprovação da nova Divisão Regional em Mesorregiões

è Microgegiões Geográficas foi efetuada em Seminário realizado pelo Departamento

de Geografia em 22/11/88 promovido pela Diretoria de Geociências e ao qual

estiveram preséntes chefes dos Departamentos das demais Diretorias do IBGE ou

seus representantes e os Coordenadores de Censos


A Divisão Regional do Brasil em Mesorreáiões e Microrreglões

Geográficas ora apresentada foi aprovada pela Presidëncia do IBGE através da

Resolução PR-51 de 31/07/89 publicada no Suplemento d~ boletim de Serviço da

Instituição n 1763 semanas 927 a 931 Ano XXXVIII de circulação interna

Atendendo ao Art 3 da referida Resolução o Departamento de

Geografia procedeu à atualização da Divisão Regional de data inicial de

01/01/89 para 01/01/90 naquelas Mesorregiões e Microrregiões nas quais houve

criação e ìnstalaçâo de novos munìcipìos Procedeu-se também à necessária

atualização da toponímia dos municípios dos Estados de Goiás e Tocantins em

áecorrëncia da instalação deste ultimo em 01/01/89 bem como ás correções de

ordem tipográfica e de õmìssões ocorridas na publicação do Suplemento do citado

Boletim de Serviço Coube ao Departamento de Cartografia da Diretoria de

Geociências estabelecer a codificação dessa nova Divisão Regional do Brasil

institucionalizada pelo IBGE

Tat Divisão Regional será divulgada em dois volumes 0 primeiro

abrangerá a metodologia de trabalho e a listagem dos agregados espaciais que

compõem a referida Divisão 0 segundo elaborado em 1989 constará de mapas

municipais com os limites das mesorregiões e mícrorregiões geográficas de

textos descritivos caracterizadores da identidade regional das mesorregiões e

das especificídades das mi crorregiões e de quadros comparativos entre as

Divisões de 1968 1986 para Mato Grosso Mato Grosso do Sul e Rondônia e a

atual com vistas a permitir aos usuários a compãrabilidade espaço-temporal em

suas pesquisas

Com esta obra o Departamento de Geografia da Diretoria de Geociências

do IBGE entrega aos seus usuários a Divisão Regional que deverá ser adotada a

partir de 01/ 1/90 pelo Sistema Estatístico Nacional em observância ao

parágrafo unico do Art 2 da Resolução PR-51 A releváncia deste trabalho sobre

a organização regional dc Brasil reside não só no fato de servir á divulgação de

dados estatísticos segundo os apreçados espaciais produzidos mas também na

perspectiva de oferecer elementos para a compreensão da organização do

território nacional

SOLANGE TIETZMANN SILVA

Chefe do Departamento de Geografia

Você também pode gostar