Você está na página 1de 10

Como testar o sensor de posição do acelerador

(1995-1997 2.5L V6 Chrysler)

Se a luz do motor da verificação estiver brilhando 'agradável e


brilhante' devido a um código de problema do sensor de posição
do acelerador (TPS) ... este tutorial ajudará você a testá-lo com um
multímetro (nenhuma ferramenta de verificação é necessária).
O sensor de posição do acelerador é provavelmente um dos
sensores de gerenciamento do motor mais fáceis de testar em seu
Dodge equipado com 2.5L V6 (ou veículo Plymouth).
O conteúdo deste tutorial de relance:
 Sintomas de um sensor de posição de aceleração ruim .
 TESTE 1: Testando o sinal de tensão do sensor de
posição do acelerador .
 TESTE 2: Verificar se o sensor de posição do acelerador
tem energia .
 TESTE 3: Verificando se o sensor de posição do
acelerador está aterrado .
 Onde comprar seu sensor de posição do acelerador e
salvar .
 Mais 2.5L V6 Chrysler Diagnostic Tutoriais .
Sintomas de um sensor de posição de
aceleração ruim
O trabalho do sensor de posição do acelerador é informar ao
PCM * o ângulo da placa do acelerador ao subir ou descer do pedal
do acelerador (já que o pedal do acelerador está conectado à
placa do acelerador por meio de um cabo).
Com a informação do ângulo da placa do acelerador, o PCM pode
agora calcular várias coisas para manter o motor e a transmissão
automática a funcionar de forma ideal. Entre essas 'coisas' estão:
injetar mais / menos combustível, avançar / retardar o tempo de
ignição, calcular os pontos de mudança da transmissão
automática.
1. Um código de problema de diagnóstico (DTC) do TPS
armazenado na memória do PCM:
 P0121: Problema de Desempenho do Circuito
da Posição do Acelerador (TP).
 P0122: Entrada Baixa do Circuito da Posição
do Acelerador (TP).
 P0123: Entrada Alta do Circuito da Posição
do Acelerador (TP).
2. O seu Stratus equipado com 2.5L V6 (Cirrus) falha na
verificação de poluição (teste de emissões obrigatórias
do estado).
3. Milhagem de gás ruim.
4. Arranque duro e / ou tempo de arranque prolongado
(depois de desligado).
5. Fumaça preta saindo do tubo de escape.
6. Hesitação ao acelerar o seu veículo na estrada.

Felizmente, o TPS pode ser testado sem uma ferramenta de


varredura e na próxima seção começaremos com o primeiro teste.
* PCM = Módulo de Controle do Trem de Força. Refere-se ao
computador de injeção de combustível.
TESTE 1: Testando o sinal de tensão do sensor
de posição do acelerador

Como você provavelmente já sabe, o sinal de tensão angular da


placa do acelerador, que o TPS cria, aumenta à medida que a placa
de aceleração se abre e diminui à medida que se fecha.
Em cerca de 95% dos casos, quando o sensor de posição do
acelerador falha, ele simplesmente pára de medir o ângulo da
placa do acelerador. Simplificando, ele fica preso relatando um
único valor de tensão, independentemente da localização da placa
de aceleração.
Você e eu podemos facilmente verificar isso tocando no fio ORG /
LT BLU , do conector elétrico TPS, com nosso multímetro.
Isto é exatamente o que vamos fazer nesta seção de testes.
OBSERVAÇÃO: O sensor de posição do acelerador deve
permanecer conectado ao seu conector para que este teste
funcione (isso é onde uma sonda de perfuração de fio é útil para
obter o sinal dentro do fio. Para ver como se parece, clique
aqui: Perfuração de arame Ferramenta de sonda .)
OK vamos começar:
1.1
Coloque o multímetro no modo Volts DC e com a
ponta de prova do multímetro RED o fio ORG / LT
BLU do conector do sensor.

2.2
Aterre o fio de teste do multímetro BLACK no
terminal negativo da bateria. Você ajuda a ligar a
chave, mas não ligue o motor (isso irá ligar o
sensor TP).

3.3
O multímetro deve informar uma tensão entre 0,2 a
9 volts CC. Se o multímetro não funcionar, não se
preocupe ainda, continue com as outras etapas.
Parte 2

1.4
Agora, abra lentamente o acelerador (à mão e do
compartimento do motor) enquanto observa a
alteração nos números de tensão no multímetro.

Para que o resultado do teste seja preciso, você


precisa abrir o acelerador manualmente e não de
dentro do veículo.

2.5
Quando o acelerador abrir, os números de
voltagem aumentarão. Este aumento na tensão
deve ser suave e sem falhas ou falhas. Quando o
acelerador estiver totalmente aberto, o multímetro
deverá ler algo entre 3,5 a 4,5 Volts CC.

3.6
Agora, feche lentamente o acelerador. Como o
acelerador está fechando, você deve ver a tensão
diminuir suavemente e sem quaisquer falhas ou
saltos, para a mesma voltagem que você notou no
passo 4.
Parte 3

1.7
OK, agora você vai precisar de alguém para ajudá-
lo a bater levemente no sensor de posição do
acelerador com a alça de uma chave de fenda (ou
algo similar, e eu quero enfatizar as palavras
"toque levemente") enquanto você lentamente
abre e fecha o botão. acelere e observe o
multímetro.

Se o TPS estiver ruim, o toque fará com que os


números de voltagem pulem ou fiquem em
branco. Se o TPS estiver OK, o toque não afetará
os números de tensão.

2.8
Repita o passo 7 várias vezes para se certificar
dos resultados do teste do multímetro.
Vamos dar uma olhada nos resultados do seu teste:
CASO 1: A tensão do ângulo do acelerador aumentou e diminuiu
quando você abriu e fechou a placa do acelerador . Isso confirma
que o sensor TP, no seu Stratus 2.5L ou Cirrus, está OK e não está
com defeito.
CASO 2: A tensão do ângulo do acelerador NÃO aumentou (e / ou
diminuiu) quando você abriu e fechou a placa do acelerador . Isso
indica que o TPS está ruim e causando o código de problema TPS
acendendo a luz do mecanismo de verificação (CEL) no seu
Stratus 2.5L ou Cirrus.
Antes de sair e comprar ... vou sugerir que você faça mais dois
testes. Uma delas é verificar se o TPS está recebendo energia. A
outra é verificar que está ficando no chão. Para verificar se o TPS
está recebendo energia, vá para: TESTE 2: Verificando se o sensor
de posição do acelerador tem energia .
CASO 3: Multímetro NÃO registrou nenhuma tensão , este
resultado de teste não condena o sensor TP como BAD ainda. Por
quê? Porque...
... o sensor TP pode estar faltando energia ou terra. Portanto, o
próximo passo é verificar se o sensor TP está recebendo energia,
vá para TESTE 2: Verificando se o sensor de posição do acelerador
tem energia .

TESTE 2: Verificar o sensor de posição do


acelerador tem potência

O fio VIO / WHT do conector TPS é o que fornece energia (5 Volts CC) ao sensor.
Como o TPS não criou um sinal de tensão de ângulo correto da placa borboleta no TESTE
1 ... nosso próximo passo é garantir que isso não seja devido à falta de energia (para o
sensor TP).
Este poder vem do PCM do seu veículo (Módulo de Controle do Trem de Força) e pode ser
facilmente verificado com um teste de tensão do multímetro.
Aqui estão os passos do teste:

1.1
Defina o multímetro para o modo Volts DC e ligue a chave, mas
não ligue ou ligue o motor.

Isso irá ligar o conector do sensor TP.


2.2
Com a ponta de prova do multímetro VERMELHO, conecte o fio
VIO / WHT do conector do chicote de fiação do motor TPS .

IMPORTANTE Não inspecione a frente do conector TPS. Sondar o


terminal metálico do conector TPS pode danificá-lo e exigir a
substituição do conector. Use uma sonda traseira ou uma sonda de
perfuração de arame em vez de sondar a frente do conector.
3.3
Conecte o fio do multímetro BLACK a um ponto de aterramento
bom e limpo no motor ou diretamente no terminal negativo (-) da
bateria.
4.4
Quando você tiver configurado o teste, peça a um ajudante que
desligue o Key On Engine Off (KOEO) .
5.5
Seu multímetro deve exibir 4,5 a 5 Volts em sua tela .
Vamos examinar o resultado do seu teste:
CASO 1: O multímetro confirma que o VIO / WHT está alimentando o TPS com 4,5 a
5 Volts . Isso significa que o sensor de posição do acelerador (TPS) está recebendo energia
do computador de injeção de combustível.
O próximo e último teste é certificar-se de que o sensor de posição do acelerador esteja
sendo aterrado (também no PCM). Para este teste, vá para: TESTE 3: Verificando se o
sensor de posição do acelerador está aterrado .
CASO 2: O multímetro confirma que o VIO / WHT NÃO está alimentando o TPS com
4,5 a 5 Volts . Verifique todas as suas conexões e repita o teste. Se o seu multímetro ainda
não registrar a corrente de 4,5 a 5 Volts DC ...
.. então este resultado do teste informa que o próprio TPS não está com defeito (e, portanto,
causando o código de problema do TPS). Sem energia, o TPS não pode criar um sinal de
tensão de ângulo de aceleração. Embora além do escopo deste tutorial, sua próxima etapa é
diagnosticar e restaurar esse poder ausente.
TESTE 3: Verificar o sensor de posição do
acelerador com terra

O fio BLK / LT BLU do conector TPS é aquele que alimenta o sensor do seu PCM Stratus
'(Cirrus') 2.5L V6 equipado.
Para verificar se o TPS está se aproximando, faremos um teste de tensão simples
no fio BLK / LT BLU com nosso multímetro.
IMPORTANTE: O terra é fornecido diretamente pelo computador de injeção de
combustível. Tenha cuidado e não encurte intencionalmente ou acidentalmente este fio
(circuito) para a bateria ... ou você vai fritar o computador de injeção de combustível.
OK, aqui estão os passos do teste:

1.1
Defina o seu multímetro para o modo Volts DC .
2.2
Teste o fio BLK / LT BLU do conector TPS com o fio do
multímetro BLACK .

IMPORTANTE: Evite sondar a frente do conector TPS. Sondar o


terminal metálico do conector TPS pode danificá-lo e exigir a
substituição do conector. Use uma sonda traseira ou uma sonda de
perfuração de arame em vez de sondar a frente do conector.
3.3
Agora, com o cabo do multímetro VERMELHO, teste o terminal
positivo da bateria (+) .
4.4
Gire a chave para a posição ON, mas não ligue o motor. Isso irá
ligar o computador de injeção de combustível.
5.5
O multímetro exibirá de 11 a 12 Volts se o BLK / LT BLU estiver
alimentando o terra no sensor de posição do acelerador (TPS).
Vamos dar uma olhada no que seus resultados de teste significam:
CASO 1: O multímetro exibiu 11 a 12 Volts, confirmando assim que o BLK / LT BLU
está alimentando o solo . Este é o resultado correto e esperado do teste e confirma que o
TPS está se recuperando.
Tendo em conta os resultados do teste de todos os 3 testes, você confirmou que:
1. O sensor TP não está fornecendo um sinal de tensão variável ao abrir
manualmente a placa do acelerador (TESTE 1).
2. O sensor TP está sendo alimentado com 5 Volts DC (TESTE 2).
3. O sensor TP está sendo alimentado no terra (TESTE 3).

Portanto, você pode concluir que o sensor de posição do acelerador está com defeito e
precisa ser substituído (e isso resolverá o código do sensor TP acendendo a luz do motor da
verificação).
CASO 2: O multímetro NÃO exibiu 11 a 12 Volts, confirmando assim que o BLK / LT
BLU NÃO está alimentando o terra . Verifique se você está testando o fio correto do
terminal do sensor TP e repita o teste.
Se o resultado do seu teste ainda indicar que o TPS não está sendo obtido, então podemos
concluir que uma das duas coisas está causando essa falta de terra:
1. Há uma abertura no fio BLK / LT BLU entre o conector do chicote do
sensor TP e o conector do chicote do computador de injeção de
combustível.
2. O PCM tem um problema interno (embora isso seja extremamenteraro).

Embora o teste dessas duas condições esteja além do escopo deste artigo, você eliminou o
sensor de posição do acelerador (TPS) em seu 2.5L V6 Stratus (Cirrus, Sebring ou Avenger)
como sendo a causa do problema e / ou o TP o código de problema de diagnóstico do
sensor (DTC) acende a luz do motor da verificação (CEL).

Você também pode gostar