Você está na página 1de 12

A MENSAGEM DA CRUZ E O CAMINHO

DA TRANSFORMAÇÃO

Clavio J. Jacinto
A Mensagem da Cruz e o Caminho da Transformação

“O Getsemani não é um campo de estudo para o nosso intelecto. É um


santuário da nossa fé”

“O Getsemani não é um lugar para apressado turismo teológico: é onde


o crente deve demorar-se, observar e orar”

“Mas Ele manteve a onipotência do Seu Silencio”

(Extraido de “A Cruz que Ele Suportou” de F. Leahy Editora Fiel)

Nosso cristianismo moderno tirou a ênfase do Calvário, raramente você


vai ver entre os falsos profetas que enganam os ignorantes espirituais,
uma ênfase sobre a mensagem da cruz. Eles não se importam com
regeneração, a cruz é um escândalo para a mente materialista, o calvário
não é um lugar de repouso para corações egoístas. Vejamos hoje em dia,
com a ênfase sobre o bem humano, a sua segurança e a multiplicação
dos bens terrenos seguido da resolução de todos os problemas
emocionais, espirituais e biológicos, essa é a suma da mensagem
moderna, nas igrejas de hoje, multidões são atraídas por causa de uma
“redenção financeira” não porque precisam ser libertos do poder
dominador do pecado. Assim, o ensino de Cristo com relação a obra da
cruz e a vida da cruz, é evitado a todo o custo. “E quem não toma a sua
cruz e não segue após mim, não é digno de mim” (Mateus 10:38 veja
também 16:24 Marcos 8:34 Lucas 14:27) assim, para esses falsos
profetas, lobos vestidos de ovelhas, que nunca ousam falar sobre a
doutrina da cruz, têm pregado outro evangelho, “Porque a palavra da
cruz é loucura para os que perecem, mas para nós que cremos é o poder
de Deus “(I Coríntios 1:18) assim, por intermédio de nossa pregação e fé,
a cruz de Cristo jamais pode ser vã (I Coríntios 1:17) Oh que grande graça
é sentar-se e ouvir um pregador bíblico que ousa falar sobre a cruz e a
obra consumada de Cristo, nesse era pós-cristã. Bendito é o cristão que
ainda considera relevante e fundamental a mensagem da cruz. Homens
bíblicos que não se envergonhem de falar como Paulo “Mas longe esteja
de mim gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pelo

1
qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo” (Gálatas
6:14) Tome cuidado, pois nesses dias de trevas, estamos vivendo um
surto enorme de falsos profetas e de falsos pregadores, que não falam
sobre a cruz, não pregam a mensagem da cruz, não proclamam a obra
redentora, a causa da morte de Cristo, o efeito da morte de Cristo, a
glória da ressurreição de Cristo e a vinda triunfante de Cristo, e porque
não? “Digo, chorando, que são inimigos da cruz de Cristo” (Filipenses
3:8)

A vida espiritual em Cristo é um chamado para viver após a cruz “Estou


crucificado com Cristo, e vivo, não mais eu, mas Cristo vive em mim”
(Gálatas 2:20) É uma vida de privações no que tange as coisas terrenas,
diabólicas e carnais. “Mortificai pois os vossos membros sobre a terra, a
fornicação, a impureza, a afeição desordenada, a vil concupiscência e a
avareza que é idolatria “ (Colossenses 3:5) Viver nessas circunstâncias, é
uma evidencia clara de que estamos vivendo a vida após o novo
nascimento (João 3:3) “Os que são de Cristo crucificaram suas paixões e
concupiscências” (Gálatas 5:14) As funcionalidades da própria
concupiscência precisam ser desativadas pela cruz, de outra forma, vai
produzir morte espiritual em todos miseráveis pecadores (Leia Tiago
1:14 e 15) O grande engano de nossos dias, é acolher a crença de que o
pecado não traz conseqüências terríveis e devastadoras, e isso ocorre
por falta da compreensão do sacrifício de Cristo na cruz. Outra evidencia
de que o homem não é transformado pelo evangelho, é que nunca está
disposto a reconhecer os próprios erros, colocando nos outros, a culpa
de suas desgraças, é que na verdade seus pêsames são por não ter
vigiado e deixado de abster-se das concupiscências que combatem
contra a alma (I Pedro 2:11) Oh! Como muitos hoje pensam que podem
viver num relacionamento sério com Cristo sem se d espojar do velho
homem que se corrompe pelas concupiscências do engano (Efésios 4:22)
A bíblia muito nos fala dessa natureza maligna, que o falso religioso
esconde por baixo de uma mascara tecida com fios dourados de
hipocrisia, vejam só, as Escrituras falam de : Concupiscências mundanas
(Tito 2:12) Carnal compreensão (Colossenses 2;18) Concupiscências
loucas (I Timóteo 6:9( Imundícia (Romanos 1:24) Paixões infames
(Romanos 1:26) Paixões do pecado(Romanos 7:5) Concupiscências do

2
engano (Efésios 4:22) que diagnostico terrível! E quão terrível é ainda
mais, esconder tudo isso por trás de um teatro pessoal de fingimentos
piedosos. Agora veja que a bíblia fala que muitos andaria desse jeito nos
últimos dias (I Pedro 3:3 Judas 1:16 e 18 Mateus 24:38). Ora, todos
sabemos, os íntimos da Palavra de Deus que há a vontade do homem e a
vontade de Deus (I Pedro 4:2) Assim, precisamos da cruz, da doutrina da
cruz, da redenção da cruz, da mensagem da cruz pois de outra forma,
estará mui certo John Owen ao prenunciar: “Mate o pecado ou o pecado
te matará. Se estás morto com Cristo e se ressuscitasse com ele, não
deve existir desculpas para se descuidar dessa responsabilidade” Assim,
dele também procede a máxima: “O velho homem se fortalece ou decai
de acordo com a renovação do novo homem”. Assim, devemos nos
apropriar de Cristo e da sua obra na cruz “Mas revesti-vos do Senhor
Jesus Cristo” (Romanos 13:14) “E vos revistais do novo homem, que
segundo Deus é criado em verdadeira justiça e santidade” (Efésios 4:24)
“Purificai-vos mudai as vossas vestes” (Genesis 35:2) “O sangue de Jesus
Cristo, seu Filho, nos purifica de todo pecado” (I João 1:7) ou seja
transformado pelo evangelho, ou se arrependa de seus pecados, ou
então carregue o fardo abominável da hipocrisia. Certo sábio disse “A
hipocrisia é uma homenagem que o vicio presta a virtude” (La
Rochefoucaud) nesse caso o vicio da falsa religião transgride o bom
senso e homenageia a virtude com o insulto de uma vida de duplicidade.
Todos os que ouvem o chamado de Cristo (Mateus 11:28) também
seguem o caminho da santificação “Deus não nos chamou para a
impureza mas para a santificação” (I Tessalonicenses 4:7) “Porque o
pecado não terá domínio sobre vós” (Romanos 6:14) “Tende o vosso
fruto para a santificação, e por fim a vida eterna” (Romanos 6:22) R. T.
Willians afirmou : “A santificação pede a morte não somente dos atos
pecaminosos, mas até dos desejos pecaminosos, dos apetites maus e dos
afetos impuros. Chega-se ao centro do caráter humano para destruir a
carnalidade” Henry Scougal também disse: “Todo pecado ou vicio
provem da qualidade da nossa própria vontade. Toda virtude ou
perfeição nasce e cresce da mortificação da vontade pessoal e da
entrega dela totalmente ao prazer de fazer a vontade de Deus”. Do
centro da cruz e da sua mensagem, vem a libertação do domínio e do

3
poder do pecado, é Cristo quem diz “Conhecereis a verdade e a verdade
vos libertará” (João 8:32) W. Graham Scroggie comentou: “A historia
humana, vista como um todo, é um drama que apresenta o conflito da
mente humana com o tenebroso problema da vida; esse drama revela o
desenvolvimento das instáveis paixões e emoções humanas, revela o
conflito entre a fé e a duvida, entre a alegria e a tristeza entre esperança
e desespero”. O centro desse drama é a mensagem da cruz, ela nos
oferece uma mensagem de esperança desde que os homens se
arrependam de seus pecados e se convertam a Cristo (Atos 3:19) Que
grande obra fez o Senhor por nós, morrendo em nosso lugar, tomando
sobre si nossas iniqüidades e sofrendo a penalidade que era somente
nossa, essa é a graça de Deus, resgatando o pobre e miserável pecador,
dando-lhe nova vida em Cristo (II Corintios 5:17) Sobre Cristo na cruz,
vimos todos os requintes de crueldades, ele suportou a cruz (Hebreus
12:2) ela é um escândalo (Gálatas 5:11) foi a través da obra realizada
nela, que os eleitos receberam a reconciliação.(Efésios 2:16). Cada
cristão autentico recebe uma cruz diária (Mateus 16:24) a obra
consumada da cruz precisa exercer poder sobre nossa vida, nunca deve
ser uma obra vã em nossa vida espiritual, ela deve afetar todas as
esferas da nossa vida (I Coríntios 1:17) de outra forma seremos inimigos
da cruz de Cristo (Filipeses 3:18). A cruz carrega a morte e a maldição,
nela cristo morreu pelos nossos pecados (I Coríntios 15:4 e Gálatas 3:13).
A cruz é um espelho. Reflete as nossas abominações que foram
derramados em Cristo, revela a face da nossa iniqüidade, revela as
afrontas e o vilipendio de nossas atitudes, a cruz é uma demonstração
clara da natureza humana transbordando de pecados, e o modo como a
justiça de Deus trata esse assunto. As áspides de nossos pecados
devoram o Filho de Deus, esse veneno letal, chaga de mortandade
eterna que devora a carne de Cristo na cruz. É o juízo de Deus, nossas
penalidades sobre o mais santo dos homens, as mascaras da nossa
vergonha é posta na face de Cristo, o peso de todas as iniqüidades Ele
carrega em suas costas, todo o peso de um universo de malignidades
está sob seus ombros, os homens zombam, o fel é mais doce do que
nossos pecados, os açoites são mais suaves do que nossas iniqüidades, a
escoria de nossas ações são mais terríveis do que a sede do deserto de

4
um crucificado. Este é o espelho de nossa face adâmica, a cruz
demonstra o quanto somos iníquos. Ali está a imagem nítida da
assombração de nossos pecados, Ele carrega sobre si nossas atitudes
mórbidas e nossos pensamentos apodrecidos pelos efeitos da necrose
espiritual, até mesmo o sol se assusta diante da crucificação, e as trevas
abraçam aquele cenário de crueldade, Cristo está ali na cruz, não há
nada de superficial na obra consumada e perfeita da cruz de Cristo, não
há nada suave no cenário da redenção, o núcleo central onde converge a
libertação de cada homem redimido, é associado por um preço
inestimável de dor, vergonha e sofrimento. Ele levou os nossos pecados,
suportou a nossa condenação, pagou o preço de resgate, e por causa
disso mesmo é irreconciliável a vida superficial de um cristão raso com
um profundo entendimento do quanto Cristo teve que sofrer para tornar
possível a nossa redenção. Se você professa a fé em Cristo, viva a sua fé
na mais radical profundidade possível, e beba to perdão que flui do
Salvador

Transformados Depois da Mensagem da Cruz.

Um homem transformado pelo evangelho, vai viver de acordo com a


vontade de Deus “Seja feita a tua vontade assim na terra como no céu”
(Mateus 6:10) isso é fundamental, como perspectiva espiritual, porque
sendo criado em verdadeira justiça e santidade, o novo homem vive em
intimidade com o Senhor “Mas o que se ajunta com o Senhor é um
mesmo espírito” (I Coríntios 6:17) “Se alguém me ama, guardará a minha
palavra, e meu pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada”
(João 14:23) Uma mente santificada pela sã doutrina, produz
invariavelmente uma intelectualidade consagrada, verdadeiro
conhecimento teológico e elevado conhecimento espiritual. Robert Horn
com sabedoria afirmou; “A Palavra de Deus é o instrumento pelo qual o
Espírito de Deus transforma o cristão” ela é a espada do Espírito (Efésios
6:17) por favor, entenda que é a espada do Espírito e não do cristão, é o
instrumento de batalha do Espírito Santo, para abrir agir nas
profundezas do coração humano, assim, como disse François Turrentin
“Tribunal das Escrituras” porque nela está tudo o que nos favorece ou
condena um homem diante de Deus, ela é viva e eficaz, espada de dois

5
gumes, penetra até a divisão do homem interior, é capaz de discernir os
pensamentos e as intenções do coração (Hebreus 4:12) assim é bem
certa a proclamação do Salvador “Todo aquele que é da verdade ouve a
minha voz” (João 18:37) “A qualificação mais importante exigida do
leitor da bíblia não é erudição mas sim rendição, não pericia mas
disposição de ser guiado pelo Espírito Santo” (Martin Anstey) assim
procede: “Todas as veredas do são misericórdia e verdade para aqueles
que guarda, a sua aliança e testemunhos” (Salmos 25:10) As Escrituras
como a voz do Espírito Santo são perfeitas para conduzir cada homem
regenerado pelo caminho da vontade de Deus e cada pecador para o
caminho da salvação em Jesus Cristo. Ela é perfeita (Salmo 19:7) Dá
sabedoria (Salmo 19:8) reta (Salmos 19:8) Pura (Salmo 19:8) e verdadeira
(Salmo 19:9) a importância da intimidade com Cristo, é que Ele abre a
mente dos seus seguidores para que entendam as Escrituras (Lucas
24:45) assim procede, quem não tem o Espírito de Cristo, esse tal não é
dele (Romanos 8:9) Oh que grande benção! Deus quis se revelar aos
homens através das Escrituras (Êxodo 17;14 e 34:48 Números 33:2
Deuteronômio 31:22) assim como Cristo tinha uma intimidade com as
Escrituras (Mateus 4:8 Lucas 16:31 Marcos 7:10 João 5:45 a 47 7:22 e 23
Lucas 10:26) assim também descobrimos que Cristo é a consumação final
das Escrituras (Lucas 24:44 com Efésios 1:10) Ele bem percebia que era
fato mui real a voz do Pai no Antigo Testamento (Jeremias 9:13 Isaias 8:1
Miquéias 4:4 Amós 3:1 Deuteronômio 18:21 e 22 II Samuel 21:1 I
Crônicas 17:3) o Senhor se compraz em dar instruções aos homens
(Números 17:7 a 8 I Reis 19:12 a 18 I Samuel 3:10 a 19 Daniel 9:21 a 23)
desde o céu o brado é que os homens leiam a bíblia (Lucas 16:29) nós
precisamos reter grande afeto pelas Escrituras e em santa obediência
andar pelos caminhos da vontade de Deus “Puríssima é a tua Palavra e
por isso o teu servo a estima” (Salmos 119:140) “Pois tudo o quanto
outrora foi escrito, para o nosso ensino foi escrito, a fim de que pela
paciência e pela consolação das Escrituras tenhamos esperança”
(Romanos 15:4) “Toda escritura é divinamente inspirada e proveitosa
para ensinar, para repreender, para corrigir, para instruir em justiça,
parra que o homem de Deus seja perfeito e perfeitamente instruído para
toda a boa obra” (II Timóteo 3:16 e 17) “O mandamento do Senhor é

6
puro e ilumina os olhos” (Salmos 19:8 e 119:73)assim com certeza plena
afirmo que a mente que transporta ao coração as verdades mais
preciosas do evangelho, produzirá os mais profundos e verdadeiros
pensamentos sobre a graça de Deus. Alem disso, como salvaguarda da
verdade (João 17:17) é a palavra que ilumina para tudo o que verdadeiro
(Salmos 119:105) no confronto e na controvérsia, a bíblia foi a
autoridade final para os apóstolos e para Cristo (Mateus 4:6 e 7 22:29
Atos 17:2 e 11 18:28 e 26;22) devido a essa tão suprema importância o
Senhor deu aos discípulos essa ordem: “Ensinando-os a guardar todas as
coisas que vos tenho ordenado” (Mateus 28:20) “Quanto mais elevadas
e sublimes as comunicações divinas, maior é a iluminação da alma
humana, e com maior plenitude exerce o homem as suas próprias
faculdades naturais e espirituais” (Wiley-Culbertson) Grande gozo eterno
terá o homem que crê na completa inspiração verbal das Escrituras e
assim põe em pratica a ordem do Espírito de Cristo: “E sede cumpridores
da palavra e não somente ouvintes, enganando-vos a vós mesmos”
(Tiago 1:22). Há um caminhos ímpios, cuja direção é a desobediência e a
rebelião contra o criador (Provérbios 14:12) a falsa fé cristã, também
conduz o homem por caminhos mui idênticos, a falsa piedade põe o
homem dentro da religião mas fora da obediência, e todo o erro
doutrinário também é desobediência, como disse nosso bendito
Salvador, o Senhor Jesus Cristo: “Errais não conhecendo as Escrituras”
(Mateus 22:29) aquele que tem uma percepção mental pode também ter
uma compreensão espiritual, os saduceus porém não tinha um
conhecimento adequado e isso comprometia toda a estrutura doutrina
deles, e por um agiam de acordo com suas convicções erradas, e
pecavam por causa de seus equívocos espirituais e doutrinários. Assim,
tomemos cuidado, o homem sob a lei precisa obedecer para ser, mas o
novo homem é salvo pela graça para caminhar sob a luz da vontade de
Deus, não são os convertidos, que vieram a Cristo em contrição e
arrependimento de seus pecados e se tornaram novas criaturas pelo
poder da redenção que há somente em Cristo Jesus e mais ninguém
(João 14:6) aos regenerados, não compete essa sentença do Novo
Testamento: Não obedecem a Palavra” (I Pedro 3:1) porque eles vivem
conforme a luz da aurora espiritual e caminham diante de Deus dizendo

7
“Seja feita a tia vontade assim na terra como no céu” (Mateus 4:10) e
que grande benção é seguir por esse precioso caminho santo, peregrinos
rumo ao lar celestial (I Pedro 2:11) aos redimidos também não convém
outra sentença: “Tropeçam porque são desobedientes a palavra” (I
Pedro 2:8) essa também é de natureza ímpia não de um coração
consagrado ao evangelho. Louvemos pelo frescor da Palavra de Deus, a
vitalidade das sentenças divinas e das promessas aos santos redimidos
pelo sangue precioso e puro de Cristo que foi derramado no calvário por
nossa causa, esse tão precioso que nos redime, pois a graça do Senhor
fez com que a iniqüidade nossa caísse sobre o Verbo divino e então
agora podemos viver me novidade de vida, pois o Senhor é conosco, o
Espírito Santo habita em nós, outrora ainda que como ossos secos, ainda
assim a Palavra do Senhor vem sobre nós e nos renova, e grande é o
poder da palavra, pois que no poder profético da inspiração plenária, os
ossos de Israel ainda hoje foram juntados, e isso nos convoca a olhar
para a santa Palavra de Deus e admirar seu poder e autoridade sobre o
tempo e as circunstancias, ainda mais sobre nossos corações rendidos a
tão grande glória que é a gloria do evangelho de Cristo; (Ezequiel 37:1 a
14) Quando olhamos para esse final dos tempos, difíceis por sinal (II
Timóteo 3:1) sabendo que nenhum profecia é de particular interpretação
(II Pedro 1:20) isso porque é o Espírito Santo que ilumina o nosso
entendimento e nos concede a sabedoria necessária para entendermos
as Escrituras, e nada melhor do o autor para dar a mais clara explicação,
assim a Escritura não é de particular interpretação como sendo do
coração do homem, o dever de dar o sentido das coisas espirituais, mas
sim o Espírito Santo que nos concede a graça para o entendimento dado
por Ele no que concerne a Sua divina Palavra inspira e inerrante”Aquele
Espírito de verdade, vos Ele guiará em toda a verdade” (João 16:13)
desde então, o Espírito do Senhor usa homens para explicar as coisas
sagradas a outros homens, quando assim deseja, e ilumina o coração do
estudioso que em santo temor desce até os palácios da revelação
sagrada das Escrituras, mergulha nas profundezas do oceano das
palavras inspiradas e procura as perolas mais preciosas, pois nesse mar
infinito de graça e sabedoria, pelos sofrimentos vicários de Cristo, as
mais lindas perolas espirituais podem ser encontradas para adornar a

8
esperança do homem santo. Assim, prosseguimos na fé de que uma vez
foi dada aos santos (Judas 3) a mensagem sublime da cruz é odiada pela
carne pecaminosa, é evitada pelo coração egoísta e é uma repulsa a
alma materialista, mas todavia é o poder de Deus para iluminar o
caminho santo da salvação que só há em Cristo Jesus (Atos 4:12). As
maravilhas da Palavra de Deus seguem a via crucis, o caminho da cruz. O
cume da redenção é a mensagem da cruz, essa mensagem é o nosso
Calvário espiritual, a redenção é o remédio para o nosso desespero e a
ressurreição de Cristo a luz que ilumina a nossa morte e a Vinda do
Senhor é o quebrar das algemas da vida terrena, que glória há na
mensagem do Evangelho, que bênçãos há na obra consumada e perfeita
de Cristo na cruz, não devemos seguir outro caminho, a cruz pode ser
uma mensagem amarga para o ego pecaminoso mas por fim ela nos dá
a redenção,que é a doçura mais pura para a alma redimida. Agora, deixo
uma palavra de alerta, pois “Digo isto para que ninguém vos engane com
palavras persuasivas” (Colossenses 2:4 veja também Romanos 16:17)
alguns tem torcido,deturpado as escrituras (II Pedro 3:16) outros andam
falsificando a palavra de Deus (II Coríntios 4:12) cuidado com versões
modernas, provenientes de textos corrompidos, cuidado com falsos
pregadores, cuidado com os falsos profetas, cuidado com os falsos
doutores, cuidado como os hereges, cuidado com aqueles que
acrescentam opiniões humanas ás Escrituras, Cuidado com os que
acrescentam tradições em igualdade com as Escrituras, cuidado com os
que publicam outro evangelho “Nada acrescenteis às suas palavras para
que não te repreendas e seja achado mentiroso” (Provérbios 30:6) Nada
acrescentareis ao que vos ordeno e nada diminuíres dela para que
guardeis os mandamentos do Senhor Vosso Deus” (Deuteronômio 4:2 e
12:32) Ora, devemos ficar nas bases fundamentais da fé cristã, na
segurança que existe na rocha eterna, nesses tempos confusos, em que
tantas vozes ecoam contra as verdades bíblicas, não deveríamos
permanecer firmes e não remover facilmente do nosso entendimento? (
II Tessalonicenses 2:2) “Um cristianismo sem Cristo é um embuste, um
cristão sem Ele um embusteiro confiar em Cristo é confiar-se a Cristo
completamente (Sigisfredo Wanderley) carecemos de um retorno
completo à Palavra de Deus, precisamos de um retorno completo á

9
doutrina do arrependimento bíblico, a única via de transformação
espiritual verdadeira, pois de outra forma, como poderá ocorrer o novo
nascimento? A regeneração é uma transformação radical, a conversão é
uma mudança total de todo o ser, não é uma mudança de religião mas
uma mudança de coração, é um viver constante na nova vida, pois de
Cristo flui verdadeira vitalidade pela presença do Espírito Santo.(João
7:38) “O avivamento é o viver diário totalmente sob o ensino do Espírito
Santo” (Andrew Murray). O viver para dentro das Escrituras é um viver
em que as Escrituras se exteriorizam em nossas ações, de modo que os
incrédulos lerão a verdade das Escrituras em nossas ações. A grande
necessidade de nossos dias é ver o quanto a igreja clama por homens
que vivam inteiramente para o Senhor, que voltem a ser homens da
“bíblia” ao invés de místicos cheios de bizarrices comportamentais. Digo
com grande lastima, dor profunda no meu coração, que entre os mais
hipócritas estão os mais exóticos modelos de sentimentalismo falso,
pessoas que se portam como “super-espirituais” e na verdade são
moralmente falidos, essa é uma das grandes aberrações produzidas por
uma religião falsa que pondera muito sobre poder mas vive debaixo da
desgraça dos mais vis escândalos morais. Não é isso que caracteriza tão
bem o nosso tempo, mas nós somos chamados para sermos santos em
toda a nossa maneira de viver (I Pedro 1:15) somos convocados a viver a
vida integra e irrepreensível, todo o salvo, lavado pelo sangue do
cordeiro, todo o homem que nasceu de novo, que foi gerado pelo
Espírito Santo que se fez nova criatura, deve andar conforme a doutrina
do Novo Testamento, de outra forma será uma farsa, pois mostra com
isso que é um falso Cristão. Devo salientar aqui, que não se trata de
legalismo, não! Pois estou falando de homens que foram transformados
pelo Espírito Santo mediante a regeneração, por causa da obra
redentora de Cristo na cruz, e esse novo homem regenerado é feita para
viver em verdadeira justiça e caráter, tem em si o mais elevado grau de
santidade e moralidade porque está em Cristo, tem o espírito de Cristo,
é templo do Espírito Santo, é nova Criatura, foi criado em verdadeira
justiça e santidade, sua nova natureza é totalmente santa porque não
está mais sob a direção do caminho de Adão mais agora caminho sob a
bendita estrada da vida celestial, o caminho que é Cristo. Estejamos

10
cientes desse fato, porque esse é o testemunho do Novo Testamento;
leia e estude as epístolas de Paulo e os ensinos de Cristo, e verá por si
mesmo que essas palavras minhas são ensinos fundamentais do
evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo e assim nos ordena o santo Novo
testamento, com suas palavras divinas inspiradas pelo bom Consolador o
Espírito Santo “Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus
inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a
qual resplandeceis como astros no mundo” (Filipenses 2:15) Que nossos
olhos estejam abertos (Efésios 1:18), que o nosso coração medite muito
sobre essas sublimes verdades, pois a mensagem da cruz sumiu dos
púlpitos modernos, rara exceções. Há uma continua apostasia que
avança em passos largos, seus proponentes, se vestem como ministros
de justiças, mas encobrem os intentos mais terríveis sob o manto de
uma falsa piedade. Grande parte dos lideres modernos são exatamente
isso: modernistas disfarçados de conservadores, e como podemos
perceber isso? O modo como aceitam versões bíblicas aprovados pelos
modernistas apenas provam que eles não são conservadores, não estão
debaixo da santidade da sã doutrina, porque abraçam a causa dos
apostatas e seus frutos mais corrompidos. Não é admirável que a igreja
pós-cristã esteja debaixo de uma grande confusão doutrinaria e sofrendo
múltiplas divisões? Olhe para o estado dos lideres espirituais de hoje?
Sempre apelando para o bom senso de que realmente existem as
exceções, mas grande parte dos lideres cristãos de hoje são corrompidos
porque são egoístas, pastores que nunca nasceram de novo, teólogos
que não crêem na inspiração verbal e total das Escrituras e muito menos
na autoridade final delas, profetas falsos que conduzem multidões após
outro evangelho, nesse momento tão crucial, torne-se amigo intimo de
Cristo e descanse aos pés da cruz, pois a redenção de Cristo, consumada
e perfeita é um lugar onde um coração atormentado pelo fim dos
tempos encontra verdadeiro descanso. Amém

Autor: Clavio J. Jacinto

www.heresiolandia.blogspot.com

11

Você também pode gostar