Você está na página 1de 15

II Força electrostática

2.1 Força resultante entre cargas estáticas (lei


de Coulomb)
2.2 Princípio de superposição (distribuição
discreta e contínua de cargas)
2.3 Condutores e Isolantes

2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 1


• A lei que regula a interacção entre cargas eléctricas
pontuais e imóveis, conhecida por lei de Coulomb, foi
estabelecida em 1784 por Charles Augustin Coulomb:
• A magnitude da força de interacção entre 2 partículas
puntiformes q1 e q2 é directamente proporcional ao
produto entre as cargas e inversamente proporcional a
distância entre os seus centros r.
 



 
  
,
 



,   ̂ - vector unitário


2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 2
∙ 
Onde   9 × 10 ;   8,99 ×
 
∙
10


 -permissividade eléctrica do vácuo;   8, 85 ×



10!
.
F- é atractiva se as cargas tem sinais opostos e
repulsiva, caso contrário.
A lei de Coulomb é análoga a lei de gravitação excepto
o facto de o carácter desta ser apenas atractivo;
As 2 leis estabelecem relações inversas ao quadrado

da distância (∼ )

2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 3


Exemplo: Uma partícula α (alfa) é o núcleo do átomo
de Hélio. Ela tem massa #  6,64 × 10!& ' e
carga (  )2  3,2 × 10! ,. Compare a força de
repulsão eléctrica entre 2 partículas α com a de
atracção gravitacional entre elas.

 3,2 × 10! 
-     9 × 10
 
# 6,64 × 10!& 
  .   6,67 × 10!
 
2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 4
-    9 × 10 3,2 × 10! 
 ∙  × 
0 . # 6,67 × 10 ! 6,64 × 10 !& 
-
 3,1 × 1012
0
O resultado mostra que a força electrostática é muitas
vezes superior em relação a gravitacional (esta última
é desprezível ao nível atómico).

2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 5


Princípio de superposição (distribuição
discreta)
• A força eléctrica obedece o princípio de sobreposição, tal como a
gravitacional.

A força eléctrica sobre a carga Q , na figura, em consequência da acção de


todas outras cargas é igual à soma vectorial das forças causadas por cada uma
das cargas individualmente:


 (  (  ( 6 (
3  
 )  
 ) ⋯ )      5 
6
    6
67
2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 6
• Exemplo: Duas cargas puntiformes positivas e iguais
q1 = q2 = 2,0 µC estão localizadas em x = 0,0 ; y =
0,30 m e x = 0,0; y = -0,30 m, respectivamente.
Detrermine o módulo, a direcção e o sentido da
força eléctrica resultante que age sobre uma
terceira partícula puntiforme de carga Q = 4,0 µC,
situada em x= 0,40 m e y = 0.
Solução:Representemos primeiro o diagrama
contendo as 3 cargas, bem como a forças F1,Q e F 2,Q
exercidas pelas cargas q1 e q2 sobre Q, bem como o
vector resultante FQ . Pela simetria do problema,
podemos simplificar o diagrma e a solução.
2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 7
3,9  ,3 cos = ) ,3 cos =  2,3 cos =
8
3,>  ?,3 sin = ) ,3 sin =  0
• Logo,
B 3
3  2 cos =;


,
Onde cos = 
,2
&
B 3 ,×CD ×,×CD
2  2 × 9,0 × 10 ×

 576 ×

,2
10!1
 0,576
,
Logo, 3  0,576 ×  0,46 E
,2
Direcção da força resultante: Horizontal; Sentido: para a
direita
2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 8
Princípio de superposição (distribuição
contínua)
• Numa distribuição contínua de cargas pressupõe as
seguintes transformações:
6 → G & ∑ → I . Ou seja,

BJ 3
Em vez de   ∑ passamos para

J
LGM ∙ (
  K

2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 9
• Quando a distribuição de carga é superficial (N 
OB
) tem-se:
OP
NGQ ∙ (
  K

De igual modo, para distribuição linear de cargas
OB
(R  ) a força total calcula-se por:
OS
RGT ∙ (
  K


2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 10


• Exemplo: uma haste fina tem carga eléctrica Q
uniformemente distribuída pelo comprimento da
haste. Uma carga puntiforme é colocada a uma
distância a do ponto médio da haste. Qual é a força
total exercida pela haste sobre a carga?

Solução: dividimos a haste em elementos de


comprimento dx, cada qual com carga dq

2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 11


Pela simetria do problema,  ≡ >
`O9∙3
> = I  cos a

9 Oe
Pela figura = tan a → Gc = d &   = c  + d
b fgh e
cos a dGa
> = R( K ∙ =
c  ijk a
d  + 1
d
R( Ga R(
> = K = K cos a Ga =
d ldm a + 1 cos a
 d
R( R( c
> = ∙ sin a = ∙
d d c  + d
X varia de –L/2 à +L/2. Logo,
n n
R( 2 2 R( n (
> = ∙ + = ∙ =
d n 
n  d n 
n 
+ d + d + d d + d
2 2 2 2

2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 12


O que acontece se a barra do exemplo for infinita (L
>> a)?
Recorremos a série de Tailor!

mc m m − 1 c
1±c p =1± + ± ⋯ , c ≪ 1
1! 2!
e

mc m m − 1 c
1 ∓ c !p = 1 ∓ + ∓ ⋯ , c ≪ 1
1! 2!
wt
3B v3 `
Logo,  =  = x
/ ≈ (
t t x b
b ub u
t

2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 13


Condutores e isolantes
• Materiais condutores: aqueles em que muitas
partículas carregadas movem-se com muita facilidade
no interior do material, como os metais (Cu, Al, etc.),
corpo humano e água comum.
• Materiais isolantes(não condutores): aqueles que não
apresentam cargas livres, como os plásticos (usados
para isolar condutores), borracha, vidro e água
destilada.
• Existe um terceiro grupo de materias cujas
propriedades eléctricas são intermediárias entre as dos
condutores e isolantes, como o Si, Ge, entre outros,
chamados Semicondutores.
2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 14
• Uma casca esférica carregada uniformente, interage
com uma partícula carregda como se toda a carga
da casca estivesse concentrada no centro;

• Se uma partícula carregada estiver situada no


interior de uma casca esférica uniformemente
carregada, a casca não exercerá nenhuma força
electrostática sobre a carga.

2019-07-29 Fisica II_UEM_FE_2019 15

Você também pode gostar