Você está na página 1de 4

Procedimentos de utilização

Através da rotina de Acertos Fiscais por item, é possível alterar valores registrados no Livro Fiscal,
porém não retratando as movimentações de origem.

Desta forma, esse procedimento afeta algumas obrigações acessórias como Sintegra, GIA, etc., e, por
esse motivo, alerta o usuário, em mensagem na tela, sobre possíveis riscos/danos nesse processo, se
não utilizados com prudência.

1. No ambiente Livros Fiscais, opção “Miscelâneas/Acertos/Acertos fiscais”, selecione a opção “Por


item”.
2. Altere as notas fiscais desejadas e confirme.
O sistema apresenta a mensagem de possível alteração nos demais procedimentos do sistema.

3. Certifique-se da movimentação e confirme.


A partir desse momento, é possível acertar manualmente o Livro Fiscal/Livro Fiscal por Item.
Selecione a nota fiscal desejada.

4. Selecionada a nota, clique no botão “Por item” .


Será apresentada nova tela, em que é possível alterar valores escriturados no Livro Fiscal (tabela
SF3) e Livro Fiscal por item (tabela SFT), lembrando que somente o “CFOP” e a “Data de Entrada”
são retratados até a origem, ou seja, na nota fiscal, os demais campos alterados serão gravados
somente nos Livros Fiscais, e estarão divergentes da notas fiscais originais.
5. A opção , no topo da tela, determina se a nota fiscal
selecionada deve ser considerada no reprocessamento. Quando a opção for “Sim”, excluirá os
Livros Fiscais para as notas fiscais do período, gerando novos registros de Livro Fiscal nas tabelas
SF3 e SFT, eliminando as manutenções efetuadas anteriormente.
6. Ainda no primeiro quadro, são apresentados os campos-chave escriturados no Livro Fiscal (tabela
SF3) que devem ser replicados no Livro Fiscal por item (tabela SFT), cujos campos são
apresentados na primeira planilha. Já os valores dos campos “CFOP”, “Código de Serviço”,
“Observação”, etc., da tabela SF3 devem ser transportados para todos os itens da tabela (SFT)
correspondente, relacionado pelo campo de identificação (“Ident. SFT”).
7. Na segunda planilha, estão aos valores escriturados por item de nota fiscal que devem ser
aglutinados no Livro Fiscal (tabela SF3), de acordo com a “quebra” desse livro, através do campo
de identificação (“Ident. SF3”).
8. Realizadas as alterações, pode-se visualizá-las através da pasta “Resumo”, que relaciona os
campos alterados em seqüência, conforme segue:

 Item/Campo
Determinam qual linha foi alterada.
Conforme exemplo na tela, no primeiro registro podemos constatar que o campo F3_CFO (Livro
Fiscal - SF3) foi alterado na primeira linha “0001”.

 Campo
Determina qual campo sofreu alteração, no caso da primeira linha, o campo de CFOP foi
alterado.

 Seq.
Determina quantas vezes este campo foi alterado.
Conforme exemplo na tela, podemos constatar que o campo F3_CFO na linha “0001” foi
alterado três vezes (“001”, “002” e “003”).
 Vlr. Anterior/Vlr. Atual
Estes campos relacionam o conteúdo anterior e posterior à alteração.
Conforme exemplo na tela, o campo F3_CFO sofreu a primeira alteração (Seq. = 001), em que
o conteúdo do campo “CFO” passou de “6201” para “6101’.
Na segunda alteração (Seq. = 002), o conteúdo do campo “CFO” passou de “6101” para “6102”.
Na terceira alteração (Seq. = 003), passou de “6102” para “6103”, sendo esta a última
alteração.
9. Confirmadas as alterações, os valores de registro do livro fiscal serão alterados e gravados,
conforme manutenção de acerto fiscal.