Você está na página 1de 2

GRUPO DE MC'S FORTALECE CENA TRAP RECIFENSE COM

LANÇAMENTO DE WEBSÉRIE MUSICAL

O Single "Super Oxe Gang" é o primeiro do projeto '150bpm Trapseries'

O trap, que vem dominando o mercado musical, está com raízes cada vez mais
fincadas em Recife. O lançamento de "Super Oxe Gang", single que entrou em circuito
nas plataformas digitais neste domingo (28), mostra que as iniciativas independentes se
fortificam quando estimuladas por um time de peso. A música faz parte do projeto
'150bpm Trapseries', e é a primeira de uma série de lançamentos de trabalhos
audiovisuais encabeçados por T-Bat, produtor musical do grupo Rapensantes, e
desenvolvidos com o apoio de D3 e Suavinho.

Cada rapper que participa da música tem 26 segundos para lançar suas linhas,
mostrando a identidade que os músicos vêm construindo através da cena local, apesar do
pouco incentivo. "Pra mim, a cena trap em Recife ainda está iniciando. A maioria das
pessoas pensa que é só fazer música e pronto. A principal dificuldade é falta de
infraestrutura (equipe trabalhando como apoio), dinheiro e networking. A maioria dos
artistas daqui faz tudo sozinho e não tem dinheiro pra investir", reforça Joma (João
Marcelo).

A despeito da crítica, ele se une a Marck S.A. (Marcone Souza), T-Bat (Thiago
Batista), Suavinho (Tadeu Paiva), D3 (Daniel Tríade), TTK (Arthur Hentz), Kaeli (Karla
de Medeiros), Nexo Anexo (Gabriel Marques), Vizzy Mane (Vinicius Guimarães) e
Rafazzy (Rafel Dias) na empreitada de fazer o mercado local girar, evidenciando nomes
que possam representar Recife no eixo nacional. "Nesse primeiro som da série, Suavinho
chegou no nome de "Super Oxe Gang", fazendo alusão a um som do eixo RJ/SP, que se
chama "Super Disgraça Gang". Escolhemos esse nome pra mostrar que existem MC's
bons fora do eixo sudeste também", reforça T-Bat, que assina o beat, a captação, a
mixagem e a masterização do single.

INDEPENDENTE E 'HOME-MADE'

É em um estúdio montado na própria casa, em Olinda, que T-Bat faz os beats que usa nos
seus trabalhos do Rapensantes. Com o FL Estúdio, aplicativo de computador, ele
consegue poupar dinheiro e tempo, além de empreender suas próprias ideias sem ajuda de
terceiros. 'Super Oxe Gang' foi totalmente produzida no home-studio improvisado, tendo
apenas a captação do vídeo sido feita externamente, gravado na Ponte da Boa Vista,
centro do Recife.
TRAPSERIES 150 BPM

O projeto se chama '150bpm Trapseries' fazendo uma alusão ao Funk 150bpm, que foi
inovador por aumentar os batimentos por segundo do ritmo carioca, e criticado por alguns
produtores por ser acelerado demais a ponto de não fazer a galera dançar nos bailes. Já
no trap, é comum as músicas seguirem esse ritmo, ou até mais rápido, podendo chegar em
190bpm.

SOBRE O RAPENSANTES

O Rapensantes foi idealizado em 2017 por Jonson Pereira e Pedro Leão (que deixou o
grupo em junho deste ano), com a proposta de ser um portal de mídia para o hip hop
pernambucano, trazendo visibilidade para as produções do Nordeste. Além da produção
de cyphers, o projeto aposta na divulgação da cultura no meio digital, na captura de áudio
e vídeo, além da venda de camisas para manter o grupo. Instagram: @rapensantes

CRÉDITOS DO CLIPE

Participação: Marck S.A. (Marcone Souza), T-Bat (Thiago Batista), Suavinho (Tadeu
Paiva), Joma (João Marcelo), D3 (Daniel Tríade), TTK (Arthur Hentz), Kaeli (Karla de
Medeiros), Nexo Anexo (Gabriel Marques), Vizzy Mane (Vinicius Guimarães) e Rafazzy
(Rafel Dias).

Filmagem: Jonson Pereira e Pedro Leão

Edição: Pedro Leão

Interesses relacionados