Você está na página 1de 6

www.qconcursos.

com

Direito Processual Penal > Princípios fundamentais do direito processual penal ,


81 Q800696
Introdução e Estrutura dos Princípios Processuais Penais: xando premissas
Ano: 2017 Banca: FCC Órgão: DPE-PR Prova: FCC - 2017 - DPE-PR - Defensor Público

Os princípios constitucionais aplicáveis ao processo penal incluem

A indisponibilidade.

B verdade real.
C razoável duração do processo.

D identidade física do juiz.


E favor rei.

82 Q800688 Direito Processual Penal > Das Citações e Intimações


Ano: 2017 Banca: FCC Órgão: DPE-PR Prova: FCC - 2017 - DPE-PR - Defensor Público

Sobre as citações e intimações, é INCORRETO a rmar:

Consoante posição do Supremo Tribunal Federal, a intimação pessoal da Defensoria Pública quanto à data de
A julgamento de habeas corpus não é necessária, exceto se houver pedido expresso para a realização de sustentação
oral.
Estando o acusado no estrangeiro, em lugar sabido, será citado mediante carta rogatória, suspendendo-se o curso do
B
prazo de prescrição até o seu cumprimento.
C Se o réu estiver solto, será citado por hora certa se estiver em local incerto e não sabido.
D É constitucional a citação com hora certa no âmbito do processo penal, consoante jurisprudência majoritária.

O processo seguirá sem a presença do acusado que, citado ou intimado pessoalmente para qualquer ato, deixar de
E
comparecer sem motivo justi cado, ou, no caso de mudança de residência, não comunicar o novo endereço ao juízo.

83 Q778067 Direito Processual Penal > Das Provas , Interrogatório


Ano: 2017 Banca: FCC Órgão: TRE-SP Prova: FCC - 2017 - TRE-SP - Analista Judiciário - Área Judiciária

Manoel está cumprindo pena em penitenciária paulista de segurança máxima, na cidade de Presidente Bernardes, após ser
condenado por quatro crimes de homicídio. Na cidade e comarca de São Paulo é instaurada uma nova ação penal contra
Manoel por crime de coação no curso do processo. Havendo fundada suspeita de que o réu, Manoel, integra organização
criminosa e que poderá fugir durante o deslocamento entre as cidades de Presidente Bernardes e São Paulo, o Magistrado
competente, por decisão fundamentada, e em caráter excepcional, assegurando ao réu a entrevista prévia com seu
advogado e o acompanhamento da audiência una de instrução, poderá,

de ofício, ou, a requerimento das partes, realizar o interrogatório de Manoel por sistema de videoconferência,
A
intimando as partes com, pelo menos, 10 dias de antecedência.

se houver requerimento das partes, apenas, realizar o interrogatório de Manoel por sistema de videoconferência,
B
intimando as partes com, pelo menos, 10 dias de antecedência.
de ofício, ou, a requerimento das partes, realizar o interrogatório de Manoel por sistema de videoconferência,
C
intimando as partes com, pelo menos, 5 dias de antecedência.
se houver requerimento das partes, apenas, realizar o interrogatório de Manoel por sistema de videoconferência,
D
intimando as partes com, pelo menos, 5 dias de antecedência.
de ofício, ou, a requerimento das partes, realizar o interrogatório de Manoel por sistema de videoconferência,
E
intimando as partes com, pelo menos, 7 dias de antecedência.

84 Q772229 Direito Processual Penal > Da Prisão e da Liberdade Provisória , Da Prisão em Flagrante
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: AL-MS Prova: FCC - 2016 - AL-MS - Agente de Polícia Legislativo

Sobre a prisão em agrante, considere:

I. A inexistência de testemunhas da infração impede, em regra, o auto de prisão em agrante.

II. Tratando-se de crime permanente, a prisão em agrante é possível enquanto não cessar a permanência.
III. Em até 48 horas após a realização da prisão será encaminhada cópia integral do auto de prisão em agrante à
Defensoria Pública caso o autuado não informe o nome do seu advogado.

À luz do Código de Processo Penal, está correto o que se a rma APENAS em

A II.
B I e II.

C I e III.
D II e III.

E I.

85 Q772228 Direito Processual Penal > Inquérito Policial , Encerramento do Inquérito Policial
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: AL-MS Prova: FCC - 2016 - AL-MS - Agente de Polícia Legislativo

A autoridade policial de uma determinada cidade do Estado de Mato Grosso do Sul instaura inquérito policial para apurar
um crime de aborto cometido pelo médico X. No curso das investigações, a prisão preventiva do médico é decretada pela
Justiça e o mandado de prisão é cumprido. Neste caso, segundo estabelece o Código de Processo Penal, o inquérito policial
deverá ser concluído, a partir da data em que foi executada a prisão cautelar, no prazo de

A cinco dias.

B dez dias.
C trinta dias.

D quinze dias.
E sessenta dias.

Direito Processual Penal > Inquérito Policial , Notícia-crime e instauração ,


86 Q772226
Desenvolvimento: diligências e providências
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: AL-MS Prova: FCC - 2016 - AL-MS - Agente de Polícia Legislativo

À luz do Código de Processo Penal, no que se refere ao Inquérito Policial, é correto a rmar:

O ofendido, ou seu representante legal, não poderão requerer diligência à autoridade policial, cabendo ao Ministério
A
Público esta tarefa.
B A autoridade policial poderá mandar arquivar autos de inquérito policial.

Depois de ordenado o arquivamento do inquérito pela autoridade judiciária, por falta de base para a denúncia, a
C
autoridade policial não poderá proceder a novas pesquisas, se de outras provas tiver notícia.
A autoridade policial logo após tomar conhecimento da prática de um crime deverá colher informações sobre a
D existência de lhos, respectivas idades e se possuem alguma de ciência e o nome e o contato de eventual responsável
pelos cuidados dos lhos, indicado pela pessoa presa.

E A autoridade policial poderá instaurar inquérito policial de ofício, ainda que se trate de crime de ação penal privada.

87 Q772225 Direito Processual Penal > Das Provas , Prova pericial e exame de corpo de delito
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: AL-MS Prova: FCC - 2016 - AL-MS - Agente de Polícia Legislativo

Sobre o exame de corpo de delito e as perícias em geral, nos termos preconizados pelo Código de Processo Penal, é
INCORRETO a rmar:

Na falta de perito o cial, o exame será realizado necessariamente por três pessoas idôneas, portadoras de diploma de
A curso superior preferencialmente na área especí ca, dentre as que tiverem habilitação técnica relacionada com a
natureza do exame.
Nos crimes cometidos com destruição ou rompimento de obstáculo a subtração da coisa, ou por meio de escalada, os
B peritos, além de descrever os vestígios, indicarão com que instrumentos, por que meios e em que época presumem
ter sido o fato praticado.

C O juiz não cará adstrito ao laudo, podendo aceitá-lo ou rejeitá-lo, no todo ou em parte.
Quando a infração deixar vestígios, será indispensável o exame de corpo de delito, direto ou indireto, não podendo
D
supri-lo a con ssão do acusado.
Salvo o caso de exame de corpo de delito, o juiz ou a autoridade policial negará a perícia requerida pelas partes,
E
quando não for necessária ao esclarecimento da verdade.
88 Direito Processual Penal > Da Prisão e da Liberdade Provisória ,
Q758400
Medidas cautelares pessoais: normas fundamentais, pressupostos e fundamentos
Ano: 2013 Banca: FCC Órgão: AL-RN Prova: FCC - 2013 - AL-RN - Assessor Técnico de Controle Interno

Analise o seguinte trecho da ementa de acórdão da 1ª Turma do Supremo Tribunal Federal (HC 91.285, Relator Ministro
Ayres Britto): “A garantia da ordem econômica autoriza a custódia cautelar, se as atividades ilícitas do grupo criminoso a
que, supostamente, pertence o paciente repercutem negativamente no comércio lícito e, portanto, alcançam um
indeterminado contingente de trabalhadores e comerciantes honestos...”. No caso concreto, que culminou com o
indeferimento do habeas corpus pretendido, vê-se que a Turma julgadora, para balizar seu julgamento e manter a custódia
cautelar do paciente, reconhece a vulneração do princípio constitucional da

A defesa do consumidor.
B busca do pleno emprego.

C propriedade privada.
D livre concorrência.

E soberania nacional.

89 Q737202 Direito Processual Penal > Ação Penal , Ação Penal - Noções Gerais
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: SEGEP-MA Prova: FCC - 2016 - SEGEP-MA - Técnico da Receita Estadual - Tecnologia da Informação -

Conhecimentos Gerais

Nas ações penais em que a lei exige a representação do ofendido, a retratação pode ocorrer enquanto NÃO:

A oferecida a denúncia.

B julgada a ação penal.


C concluído o inquérito policial.

D oferecida a queixa crime.


E pronunciado o acusado.

Direito Processual Penal >


90 Q707185 Do juiz, do ministério público, do acusado e defensor, dos assistentes e auxiliares da justiça ,
Ofendido e assistente de acusação
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: DPE-ES Prova: FCC - 2016 - DPE-ES - Defensor Público

Com relação ao assistente de acusação no processo penal:

A o assistente de acusação somente poderá se habilitar na ação penal pública, condicionada ou incondicionada.
B é vedado ao assistente de acusação a indicação de assistente técnico nos exames periciais.

C a intervenção do assistente de acusação é proscrita após o início da fase instrutória do processo penal.
é vedado ao assistente de acusação arrazoar o recurso interposto pelo Ministério Público, devendo utilizar recurso
D
próprio.

E é garantido ao assistente de acusação o mesmo tempo para alegações nais orais no procedimento comum ordinário.

Direito Processual Penal > Das Provas , Sistemas de apreciação e valoração ,


91 Q707184
Prova pericial e exame de corpo de delito Interrogatório , Con ssão , Reconhecimento de pessoas e coisas
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: DPE-ES Prova: FCC - 2016 - DPE-ES - Defensor Público

Sobre as provas no processo penal,

após realização do reconhecimento pessoal, deve ser lavrado auto pormenorizado, subscrito pela autoridade, pela
A
pessoa chamada para proceder ao reconhecimento e por duas testemunhas presenciais.

em virtude do princípio do livre convencimento motivado, o juiz pode suprir a ausência de exame de corpo de delito,
B
direto ou indireto, pela con ssão do acusado nos crimes que deixam vestígios.
de acordo com o sistema acusatório, o interrogatório é o ato nal da instrução, não podendo ocorrer mais de uma vez
C
no mesmo processo.
segundo a Convenção Americana de Direitos Humanos, a con ssão do acusado só é válida se feita sem coação de
D nenhuma natureza, de modo que não há mácula na con ssão informal feita no momento da prisão quando apenas
induzida por policiais.
diante da notícia concreta de trá co de drogas e da presença de armas em determinada favela, é possível a expedição
E
de mandado de busca domiciliar para todas as casas da comunidade.

Direito Processual Penal > Da Prisão e da Liberdade Provisória , Da Prisão Preventiva ,


92 Q707183
Medidas cautelares pessoais: normas fundamentais, pressupostos e fundamentos Prisão domiciliar
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: DPE-ES Prova: FCC - 2016 - DPE-ES - Defensor Público

Sobre as medidas cautelares pessoais no processo penal brasileiro, é correto a rmar que

a prisão domiciliar é cabível apenas para a mulher quando for imprescindível aos cuidados especiais de pessoa menor
A
de seis anos de idade, em virtude do relevante papel social que cumpre na sociedade.

podem ser aplicadas nos crimes dolosos com pena privativa de liberdade máxima inferior a quatro anos se o crime
B
envolver violência doméstica e familiar contra a mulher para garantir a execução das medidas protetivas de urgência.
em respeito à Convenção Americana de Direitos Humanos, só podem ser aplicadas no âmbito das audiências de
C
custódia.

a adequação das medidas cautelares diversas da prisão não interferem na conversão da prisão em agrante em
D
preventiva, se presentes os requisitos do art. 312 do Código de Processo Penal.
as hipóteses de exclusão da licitude do Código Penal, por serem aferidas após cognição exauriente no processo penal,
E
não impedem a aplicação da prisão preventiva.

93 Q707182 Direito Processual Penal > Princípios fundamentais do direito processual penal
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: DPE-ES Prova: FCC - 2016 - DPE-ES - Defensor Público

Sobre a garantia do duplo grau de jurisdição,

é típico de sistemas processuais inquisitivos e se vale para uma melhor gestão da prova em virtude da colegialidade
A
dos Tribunais.

B não se aplica nos Juizados Especiais Criminais, em virtude da informalidade que vigora nesse sistema.
é expressa e explicitamente prevista na Constituição de 1988, aplicando-se, inclusive, aos casos de competência
C
originária do STF.

a jurisprudência dominante dos Tribunais Superiores considera aplicável o duplo grau de jurisdição apenas em
D
relação ao acusado, não podendo o Ministério Público recorrer em caso de absolvição em primeira instância.

a Corte Interamericana de Direitos Humanos já decidiu que no caso de o acusado ter sido absolvido em primeiro grau,
E mas em razão de recurso da acusação, é condenado em segundo grau pela primeira vez, deve ser garantido recurso
amplo desta decisão, podendo rediscutir questões de fato e de direito.

Direito Processual Penal > Inquérito Policial , Ação Penal , Desenvolvimento: diligências e providências
94 Q690104
Condições para o Exercício da Ação Penal
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: DPE-BA Prova: FCC - 2016 - DPE-BA - Defensor Público

Sobre o inquérito policial e as condições da ação, é correto a rmar:

É possível a interceptação de comunicações telefônicas quando o indiciado for investigado por delitos apenados com
A
reclusão ou detenção, desde que a pena mínima para o fato investigado seja igual ou superior a dois anos.
No crime de furto, no caso de a vítima, com 19 anos, ser separada judicialmente do autor do delito, a ação penal
B
depende de representação da ofendida.

C Com a morte do ofendido, o direito de oferecer queixa não passa para os ascendentes.
Tendo em vista o caráter administrativo do inquérito policial, o indiciado não poderá requerer perícias complexas
D
durante a tramitação do expediente investigatório.

No caso de declaração de ausência da vítima por decisão judicial, o direito de representação nas hipóteses de ação
E
penal pública condicionada não se transmite para o cônjuge.

95 Q688071 Direito Processual Penal > Ação Penal , Ação Penal - Noções Gerais
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: SEGEP-MA Prova: FCC - 2016 - SEGEP-MA - Procurador do Estado

Em tema de ação penal privada, correto a rmar que

A o perdão do ofendido independe de aceitação.

B o requerimento de instauração de inquérito policial não interrompe o prazo de oferecimento da queixa.


importa em renúncia tácita ao direito de queixa o fato de o ofendido receber indenização do dano causado pelo
C
crime.
D admissível o perdão do ofendido mesmo depois que passa em julgado a sentença condenatória.

E incabível extinção da punibilidade por perempção.

96 Q640825 Direito Processual Penal > Da Prisão e da Liberdade Provisória , Procedimento de aplicação e recorribilidade
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: Prefeitura de Campinas - SP Prova: FCC - 2016 - Prefeitura de Campinas - SP - Procurador

Em se tratando de prisão cautelar, entendendo como sendo aquela que não decorre de sentença penal condenatória,
transitada em julgado, é correto a rmar:

A prisão temporária, não sendo prorrogada, se exaure no prazo legal, enquanto que a prisão preventiva depende de
A
revogação judicial.

B O período de prisão cautelar não pode ser considerado para ns de cumprimento da pena de nitiva.
C A prisão temporária só pode ser decretada após a sentença condenatória e dura até o julgamento da apelação.

D A prisão preventiva não pode substituir a prisão em agrante delito.


As prisões cautelares somente poderão ser decretadas pela autoridade judiciária competente mediante provocação
E
do interessado.

97 Q640822 Direito Processual Penal > Ação Penal , Condições para o Exercício da Ação Penal
Ano: 2016 Banca: FCC Órgão: Prefeitura de Campinas - SP Prova: FCC - 2016 - Prefeitura de Campinas - SP - Procurador

Nos crimes de licitações, a ação penal é pública incondicionada porque

A é do interesse público a publicidade dos atos licitatórios.

são crimes que violam os princípios de legalidade, impessoalidade, moralidade, publicidade e e ciência da
B
administração pública.

a licitação destina-se a garantir a observância do princípio constitucional da isonomia, a seleção da proposta mais
C
vantajosa para a Administração e a promoção do desenvolvimento nacional sustentável.
D cabe ao ministério público promovê-la independentemente de provocação.

E o titular da ação penal somente poderá promovê-la mediante requisição do chefe do poder executivo.

98 Q614767 Direito Processual Penal > Da Prisão e da Liberdade Provisória , Da Prisão Preventiva
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: DPE-RR Prova: FCC - 2015 - DPE-RR - O cial de Diligência

A prisão preventiva

A somente pode ser decretada no curso do inquérito policial.


B somente é admissível para os crimes punidos com detenção.

é admissível sem exibição de mandado judicial, desde que se trate de infração punida com pena privativa de liberdade
C
máxima superior a quatro anos.
pode ser decretada para assegurar a aplicação da lei penal, quando houver suspeita de existência do crime e da
D
autoria.

pode ser decretada por conveniência da instrução criminal, quando houver prova da existência do crime e indício
E
su ciente de autoria.

99 Q614765 Direito Processual Penal > Da Prisão e da Liberdade Provisória , Da Prisão em Flagrante
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: DPE-RR Prova: FCC - 2015 - DPE-RR - O cial de Diligência

Atenção: Na questão, assinale a a rmativa correta em relação à proposição apresentada. “A" foi preso em agrante delito.
Nessa circunstância,

caso a infração que lhe foi atribuída fosse permanente, “A" poderia ter sido preso em agrante enquanto não cessasse
A
a permanência.

B “A" poderia estar em agrante apenas se estivesse, no momento da prisão em agrante, cometendo a infração penal.
C se não houver testemunhas presenciais da infração, não poderá ser lavrado o auto de prisão em agrante de “A".

a prisão em agrante de “A" e o local onde se encontre preso serão comunicados apenas à família de “A" e à
D
Defensoria Pública.
E “A" pode ter sido preso em agrante somente pelas autoridades policiais e seus agentes.

100 Q614764 Direito Processual Penal > Ação Penal , Ação penal de iniciativa privada: de nição, princípios e espécies
Ano: 2015 Banca: FCC Órgão: DPE-RR Prova: FCC - 2015 - DPE-RR - O cial de Diligência

Atenção: Na questão, assinale a a rmativa correta em relação à proposição apresentada. Em relação à ação penal de
iniciativa privada:

A A renúncia ao exercício do direito de queixa se estende a todos os querelantes.

O perdão concedido a um dos querelados aproveitará a todos, sem que produza, todavia, efeito em relação ao que o
B
recusar.
C Não se admite renúncia tácita.

D O Ministério Público não pode intervir na ação penal de iniciativa privada.


E Admite-se a ocorrência de perempção na ação penal de iniciativa privada exclusiva ou subsidiária da pública.

Respostas

81: C 82: C 83: A 84: A 85: B 86: D 87: A 88: D 89: A 90: A 91: A 92: B

93: E 94: B 95: B 96: A 97: D 98: E 99: A 100: B

www.qconcursos.com