Você está na página 1de 15

Prova Prática 02

Foto 01

De acordo com a foto, considerando que a sinalização está em


desacordo, conforme norma 464, da Petrobrás, pois está faltando
o marco delimitador nas margens, indicando o inicio do curso
d’água (f)

Foto 02

Figura 02

Se o armazenamento das válvulas e flanges está correto (F)


Foto 03

Pergunta: se esse tipo equipamento (expansor) é utilizado no


curvamento para evitar ovalização (V)

Foto 04

De acordo com a foto, o abaixamento de duto com revestimento


térmico, com esse tipo de equipamento com o rolinho, está em
desacordo com a norma 464, da Petrobrás (V)
Foto 05

Esse tipo de restauração de pista com canaletas longitudinais e


transversais está correto, e também é conhecido como espinha
de peixe (V)

Foto 06

De acordo com a foto, esse tipo de travessia, por esse método é


conhecido como flutuação (V)
Foto 07

Esse tipo de cruzamento está sendo realizado corretamente,


passando por baixo da interferência (V)

Foto 08

De acordo com a foto, o encarregado no interior da vala para


verificar se o revestimento não está danificado pelas paredes da
vala no abaixamento. Isso não é uma pratica não recomendada,
pois se trata de um ato inseguro (V)

Foto 09

Essa sinalização significa PT nº. 78 (F)

Foto 10

Considerando que todos os envolvidos estão com todos epi’s, a


atividade estaria sendo desenvolvida corretamente, se o
colaborador colocasse corda guia e o outro estivesse fora da
área de alcançe da máquina (V)

Foto 11

Esse tipo de passagem para máquinas agride o meio ambiente de


forma incondicional (F)

Foto 12
Essa abertura de pista está protegida contra a erosão (F)

Foto 13

No abaixamento em terrenos rochosos, o uso de apoios de sacos


de areia ou de solo selecionado, sendo estes espaçados a cada 2
metros, pode ser usado de forma a evitar qualquer contato dos
tubos com o fundo da vala (V)

Foto 14
Esse tipo de atividade deve ser realizado na mesma jornada de
trabalho (V)

Foto 15

Esse tipo de broca é utilizado na operação de perfuração a trado


boring (F)

Foto 16
As mangueiras estão instaladas de forma segura (F)

Foto 17

Foto de um dinamômetro e pergunta se o teste de aderência tem


que ser feito nos 10 primeiros tubos e depois a cada 100 ( f )

Foto 18
Estes são acessórios para fazer teste de slump (V)

Foto 19

Este tipo de aparelho é utilizado para medir curvatura do tubo (V)

Foto 20
Este tipo de pig espuma e um pig selado são usados na pré –
secagem (V)

Foto 21

A foto ilustra um tipo de medição de temperatura do duto (F)

Foto 22
A foto ilustra um tipo de revestimento sobre a solda de proteção
catódica, você como inspetor de dutos liberaria para que fosse
feita a cobertura (V)

Foto 23

A foto ilustra uma vala protegida contra erosão (F)

Foto 24
Este tipo de proteção da vala é usado para evitar
desmoronamentos e erosão da vala (V)

Foto 25

A foto mostra uma abertura de vala em rocha e diz que o fundo da


mesma tem que ter uma espessura de 20 cm de solo isento, de
pedras e outros materiais que possam danificar e revestimento
de tubo (V)
Foto 26

A foto mostra um Side-boom descarregando um tubo e diz que a


patola esta devidamente conformada, se a lança esta protegida
para não danificar o revestimento (V)

Foto 27

Foto de buracos redondos para sondagem igual a estes, só que


com a sinalização de advertência com fita zebrada entorno dos
buracos, perguntava se estava correto (v) acho que deveria ser
com tela.
Foto 28

Uma válvula esfera armazenada fechada dizendo ser


procedimento correto (F)

29 – A foto mostra um multímetro selecionado para medir miliamperes, dizendo que o


mesmo esta adequado para medir proteção catódica do duto F volt correto
30 – A foto mostra um paquímetro dizendo que o mesmo esta, medindo 6,30 mm V
31 – Mostra manta termocontratil sendo aquecida da extremidade para o centro, se o
aquecimento desta manta estava correto F
32 – Um tubo concretado, o colaborador tirando a gaiola e a cambota, pergunta se ele esta
colocando acessórios para o processo de cura do concreto F
33 - A foto mostra um início de uma tubulação dizendo ser o local utilizado para
introdução de pig, este início parecia uma cabeça de teste V
34 – Um operador com botas e perneira, fala que o mesmo esta com Epi´s inferiores V
35 – A foto mostra uma válvula de retenção tipo portinhola classe 600 V
36 – A foto mostra um tubo marcado na geratriz superior para curvamento dizendo que
este procedimento não é obrigatório por norma F
37 – Placa com 1,30 m profundidade, fala que existe uma tubulação naquele cruzamento,
para evitar o trânsito de máquinas pesadas V
38 – Pig com metade introduzida no duto, com dois discos guias e dois copos, se é
utilizado para enchimento de teste hidrostático V
39 – Máquinas em rampa íngreme ancoradas, diz que é procedimento correto V

Você também pode gostar