Você está na página 1de 1

IDENTIFICAÇÃO DE NÍVEL - resumo da live do @terceiratoga

Em primeiro lugar, resolva estas Prova Nível A - top Nível B - intermediário Nível C - iniciante
três provas ou pegue seus TJPR 70-78 60 - 69 Menos de 59
resultados ---------------------- TJSC 66-74 55-65 Menos de 55
Menos de 55 -> FALTA BASE TJSP 70-78 60-69 Menos de 59

4 pilares do estudo: doutrina, Nível A - top Nível B - intermediário Nível C - iniciante


jurisprudência, lei seca e Doutrina 30% 50% 70%
questões. Dividir o tempo Jurisprudência 20% 20% 10%
conforme seu nível ------------ Lei seca 15% 15% 10%
Questões 35%+caderno erros 15% 10%

DOUTRINA – pode ser aula, cursinho, livro, caderno, o que melhor se adaptar ao seu estudo. Isto forma a sua BASE. O
caderno precisa ser inteligível, pois de nada adianta ler e não entender. Não se entendeu com o caderno, pegue um livro.
JURISPRUDÊNCIA – dizer o direito, pai de todos
LEI SECA – Se vc tem apenas 30min diários de lei seca dentro do seu cronograma, fracione o texto legal (minhas tabelas né
queridos)
QUESTÕES – faça uma prova por semana. Se vc tem pouco tempo, tipo 2h semanais para questões, fracione as provas, faça
por grupos ou meia prova. Corrija seus erros. Aqui tem um macete, se dentro da questão, vc elimina de cara duas ou três,
ficando em dúvida em duas assertivas, você está num nível bom, é isso o que o examinador quer. Depois de terminar a
questão veja o índice de acertos dela no QC. Se vc não tem noção do que trata a questão, falta base. Se for muito difícil não
pegue como parâmetro, questões absurdas tb não valem.

ANÁLISE DAS MATÉRIAS – mantenha equilíbrio entre os grupos. Não adianta deixar o grupo 3 de lado. Analise quais
matérias afetam seu desempenho. Pegue as provas acima e veja seu aproveitamento médio em cada matéria. 85% ótimo.
60% grave. 50% falta base. FOCA.

META – DENTRO DOS PRÓXIMOS 6 MESES


Nível A - top Nível B - intermediário Nível C – iniciante
PASSAR SE TORNAR NÍVEL A SE TORNAR NÍVEL B

DICAS FINAIS – dadas no início da live kkkkkk


 Trace objetivos coerentes com a sua preparação;
 NÃO MUDE DE MATERIAL – siga apenas um! Cada vez que você troca, você volta para o ponto de partida. Não seja
a louca do material (me identifico);
 CURSINHOS – não farão você passar. Eles estão apenas interessados em vender. Nada contra, mas você não precisa
deles e nem de certas editoras. CURSOS para BASE são válidos, mas não adianta fazer reta final sem base. Pular de
reta final em reta final só fará que a sua reta final jamais chegue. O cursinho hoje em dia está preocupado em
vender seu método, vender PUBLICIDADE, NÃO ESTÃO PREOCUPADOS COM VOCÊ. Você será mais um número
estampado nas suas propagandas, quando não seu nome, por fazer um cursinho que as vezes não te acrescentou
nada (qualquer semelhança com meus últimos posts é mera coincidência)
 AULÃO DE VÉSPERA – se você já estiver no nível A, vale mais a pena dividir com um grupo de amigos as matérias do
edital e o estudo da banca e passar as impressões para os colegas um dia antes. Usa o quarto do hotel, o
restaurante, qualquer lugar. Se os cursinhos acertam muitas questões, você consegue fazer igual.
 COACH – vai te auxiliar a encontrar tua curva de erros, que podes encontrar sozinho seguindo as dicas, até pq
ninguém tem como pagar durante os 5 anos em média da preparação e, nas 24h da PROVA ORAL é vc e só vc, tens
que saber exatamente o que está fazendo.
SUA APROVAÇÃO É POSSÍVEL

Você também pode gostar