Você está na página 1de 16

 Pergunta 1

O conceito de alienação é um dos centrais na obra de Karl Marx. Sobre esse conceito avalie as
afirmações a seguir:

I. Para Marx, esse conceito representa um sentido negativo, pois entende alienação como o
processo que caracteriza uma desumanização do trabalhador frente ao seu processo de trabalho.
II. O trabalho deveria ser um instrumento de realização para o homem. No entanto, o que ocorre é
a alienação, porque os trabalhadores não são donos daquilo que produzem, nem dos meios de
produção.
III. Após o trabalhador conscientizar-se do sofrimento laboral ocorrerá a alienação, a qual
conduzirá a um processo de reflexão do trabalho, possibilitando, assim, a transformação de sua
realidade e de seu processo de trabalho.
É correto o que se afirma em:

Resposta Selecionada:
I e II, apenas.
Respostas: II e III, apenas.
I, apenas.
I, II e III.

I e II, apenas.
II, apenas.
Feedback da A afirmação I e II correspondem ao conceito de alienação. A
resposta:
terceira não corresponde, pois a alienação não condiz com a ideia
de conscientização e reflexão sobre o processo de trabalho.
 Pergunta 2

Ação social é um conceito de Max Weber e diz respeito à ação de um indivíduo sobre outro,
isto é, a ação social existe quando o indivíduo estabelece uma relação com os demais. Há
quatro tipos de ações sociais, quais sejam: ação afetiva, ação tradicional, ação racional com
relação a fins e ação social racional com relação a valores. Com base nisso, analise o exemplo
abaixo:

“Joana mora em São Paulo e pretende viajar para Maceió. Ela fez um orçamento com uma
agência de viagens e sabe que precisará de R$ 4.000 para custear passagens, hospedagens e
alimentação. Fez os cálculos e viu que precisa economizar R$ 200,00 por mês e assim o faz, até
chegar o dia de sua viagem”.

Sobre o exemplo descrito, trata-se da ação social:

Resposta Selecionada:
Racional com relação a fins.
Respostas: Afetiva.
Racional com relação a valores.
Tradicional.
Valorativa.
Racional com relação a fins.
Feedback da A ação racional com relação a fins é aquela que visa um
resposta:
objetivo, isto é, o atingimento de um fim, tal como o descrito no
exemplo.
Quinta-feira, 13 de Junho de 2019 14h10min09s BRT

 Pergunta 1

Ação social é um conceito de Max Weber e diz respeito à ação de um indivíduo sobre outro,
isto é, a ação social existe quando o indivíduo estabelece uma relação com os demais. Há
quatro tipos de ações sociais, quais sejam: ação afetiva, ação tradicional, ação racional com
relação a fins e ação social racional com relação a valores. Com base nisso, analise o exemplo
abaixo:

“Joana mora em São Paulo e pretende viajar para Maceió. Ela fez um orçamento com uma
agência de viagens e sabe que precisará de R$ 4.000 para custear passagens, hospedagens e
alimentação. Fez os cálculos e viu que precisa economizar R$ 200,00 por mês e assim o faz, até
chegar o dia de sua viagem”.

Sobre o exemplo descrito, trata-se da ação social:

Resposta Selecionada:
Racional com relação a fins.
Respostas: Valorativa.
Racional com relação a valores.
Afetiva.
Tradicional.

Racional com relação a fins.


Feedback da A ação racional com relação a fins é aquela que visa um
resposta:
objetivo, isto é, o atingimento de um fim, tal como o descrito no
exemplo.
 Pergunta 2

Pierre Bourdieu foi um importante sociólogo francês. Bourdieu desenvolveu conceitos que
contribuíram para analisar a educação e seus processos de desigualdade. Assinale a alternativa
que corresponde a um conceito de Bourdieu:

Resposta Selecionada:
Capital cultural.
Respostas: Alienação.
Hegemonia.
Coerção social.
Mais-valia.

Capital cultural.
Feedback da Os conceitos de mais-valia e alienação dizem respeito a Marx, o
resposta:
de Hegemonia foi o conceito trabalhado em Michael Apple e o
de Coerção Social é de Émile Durkheim.
Quinta-feira, 13 de Junho de 2019 14h10min49s BRT

UNIDADE 2

 Pergunta 1

Sobre as instituições sociais, assinale V, se verdadeira, ou F, se falso:

( ) As instituições sociais são independentes umas das outras, de modo que é possível afirmar,
por exemplo, que se houver alterações nas instituições sociais familiares, as instituições
religiosas não sofrerão influências.

( ) Ao longo dos anos, o conceito de família sofreu alterações. Desse modo, não é
representativo, devido à grande diversidade de configurações familiares, conceber a família
como sendo apenas pai, mãe e filhos.

( ) A escola é uma instituição social, e uma das maneiras de impor seus valores e normas aos
indivíduos é, por exemplo, na forma como concebe a educação.

( ) A religião é uma instituição social e por meio de suas normas e valores pessoas fazem ou
deixam de fazer coisas em nome daquilo que acreditam.

( ) Interpretações acerca de valores e normas religiosas podem fazer com que as pessoas matem
umas as outras.

A sequência correta, respectivamente, é:

Resposta Selecionada:
F, V, V, V, V.
Respostas: F, F, F, V, V.
F, F, V, V, V
V, V, F, V, F.
V, V, V, F, F.

F, V, V, V, V.
Feedback Como mencionado na unidade II do livro didático, “As instituições
da
resposta:
sociais caminham praticamente juntas, uma reforça a outra e
colabora para que o sistema de normas de cada instituição se
perpetue, tome força”. Desse modo, apenas a primeira afirmativa é
falsa, pois é mencionado que as instituições são independentes.
 Pergunta 2

Segundo Lakatos (1997), as instituições sociais podem atuar de forma regulativa ou operativa.

Assinale a opção que apresenta um exemplo de instituições regulativas, isto é, aquelas que têm
a função de regular.

Resposta Selecionada:
Família e escola.
Respostas: Professor e família.
Escola e autoridade moral.
Escola e gestão escolar.

Família e escola.
Religião e professor.
Feedback da A única alternativa que representa instituições sociais regulativas
resposta:
é: família e escola. As demais não condizem, pois nem todas são
instituições, e sim agentes regulativos, tal como o professor.
Quinta-feira, 13 de Junho de 2019 14h11min40s BRT

 Pergunta 1

Segundo Berger e Berger (2004, p. 165), “o indivíduo não seria capaz de eliminar uma árvore
com um movimento da mão e nem uma instituição”. Isso porque, segundo os autores, há uma
realidade que existe anterior ao indivíduo, de modo que as regras e normas das instituições
sociais não podem ser facilmente alteradas. Sobre o que foi mencionado, podemos afirmar que
se trata de uma característica das instituições sociais. Assinale a alternativa que corresponde a
essa característica:

Resposta Selecionada:
Exterioridade.
Respostas:
Exterioridade.
Realidade externa.
Autoridade institucional.
Historicidade.
Autoridade moral.
Feedback da Trata-se da exterioridade, característica que diz respeito a algo
resposta:
que já existe sem que se possa ser modificado, pois são regras e
normas já existentes na sociedade.
 Pergunta 2

De acordo com Lakatos (1997), as instituições sociais têm cinco características, quais sejam:
finalidade; conteúdo relativamente permanente; são estruturadas; têm estrutura unificada e
valores. Com base nisso, analise as características abaixo e associe as colunas, fazendo a
correspondência.

1) Finalidade.

2) Conteúdo relativamente permanente.

3) Estruturadas.

4) Estrutura unificada.

5) Valores.

( ) Há uma conduta que deve ser seguida pelos indivíduos.

( ) As instituições possuem objetivos, elas têm um fim.

( ) São os papéis, os padrões e as relações entre indivíduos da mesma cultura.

( ) As instituições funcionam como uma unidade.

( ) Em virtude de combinações estruturais de padrões de comportamento, há coesão entre os


componentes.

A sequência correta, respectivamente, é:

Resposta Selecionada:
5, 1, 2, 4, 3.
Respostas:
5, 1, 2, 4, 3.
4, 2, 5, 3, 1.
4, 2, 3, 1, 5.
5, 1, 2, 3, 4.
1, 5, 3, 4, 1.
Feedback De acordo com Lakatos, as características das instituições sociais são
da cinco: finalidade, isto é, as instituições sociais têm um fim, são estruturadas, o
resposta: que significa que “há coesão entre os componentes, em virtude de combinações
estruturais de padrões de comportamento” (LAKATOS, 1997, p. 167),
têm conteúdo relativamente permanente, em que há padrões e papéis entre
indivíduos da mesma cultura e, por fim, há valores, ou seja, há um
comportamento a ser seguido pelos indivíduos.
VERIFICAÇÃO

 Pergunta 1

É a base da exploração no sistema capitalista, constituindo-se como a diferença entre o valor


produzido pelo trabalho e o valor recebido pelo trabalhador que produziu determinada
mercadoria. O trabalho produzido não condiz com o valor recebido por aquele que produziu.
Esse é um conceito sociológico importante na obra de Karl Marx. Trata-se da ideia de:

Resposta Selecionada:
Mais-valia.

Respostas:
Mais-valia.

Alienação.

Força de trabalho relativa.

Meios de produção.

Capitalismo selvagem.

Feedback da Resposta Comentada: Aqui se trata do conceito de mais-valia, isto é, a


resposta: exploração que o trabalhador sofre em relação ao que produziu.

 Pergunta 2

Émile Durkheim afirma que fatos sociais são as regras e as ações que exercem força sobre os
indivíduos. Os fatos sociais possuem três características: generalidade, coercitividade e exterioridade.
Em relação aos fatos sociais, associe as características ao correspondente de cada uma.

( ) Diz respeito à forma como a sociedade se organiza e como as regras são postas aos indivíduos pela sociedade.
( ) Condiciona as pessoas a seguirem suas regras, independente da escolha do indivíduo.
( ) Devem atingir a grande maioria dos indivíduos.
Assinale a alternativa que apresenta a sequência correta, de cima para baixo

Resposta Selecionada:
3, 2, 1.

Respostas: 2, 1, 3.

1, 3, 2.

2, 3, 1.

1, 2, 3.
3, 2, 1.

Feedback Para Durkheim, os fatos sociais são coletivos, isto é, há uma generalidade. Os fatos
da resposta: sociais também têm como característica a exterioridade, que significa que a sociedade
possui regras e valores e cabe ao indivíduo adaptar-se a elas. Por fim, a coercitividade;
essa característica se refere ao modo como a sociedade vai impor ao indivíduo suas
regras.

ATIVIDADE 3

 Pergunta 1

A Lei 10.639/03 instituiu a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira” no


currículo das escolas brasileiras. Essa lei constitui-se em um importante avanço no
reconhecimento da cultura negra e de sua importância na formação da sociedade brasileira.

Dessa forma, analise as seguintes proposições:

1. I. A cultura negra deve ser reconhecida e valorizada nas escolas.

PORQUE

2. II. É importante que os alunos compreendam como os escravos viveram na época da


escravidão no Brasil.

Sobre as asserções, assinale a opção correta.

Resposta
Selecionada: As duas asserções são verdadeiras, mas a segunda não é
justificativa da primeira.
Respostas: As duas asserções são verdadeiras, mas a segunda não é
justificativa da primeira.
As duas asserções são falsas.
As duas asserções são verdadeiras, e a segunda é
justificativa da primeira.
A primeira asserção é falsa e a segunda é verdadeira.

A primeira asserção é verdadeira e a segunda é falsa.


Feedback A segunda é uma assertiva falsa porque os negros foram trazidos à
da
resposta:
força para o Brasil e não eram escravos, isto é, não era um dado
natural, mas foram submetidos a essa condição. Por meio dessa lei,
a história e a cultura do negro foram reconhecidas, legitimando seu
pensamento, sua cultura e toda a sua contribuição para a formação
da sociedade brasileira.
 Pergunta 2

A indisciplina e a violência escolar se apresentam aos professores e às escolas como um


desafio. Todavia, esses dois fenômenos são diferentes e não devem ser tratados da mesma
forma. Analise as seguintes afirmativas e relacione com a coluna correspondente.

1. Indisciplina escolar.
2. Violência escolar.

( ) Ocorre no interior da escola e pode ser expresso por agressões verbais.

( ) Um exemplo desse fenômeno é a resistência do aluno a uma ordem imposta.

( ) Depredações é um exemplo de uma ação que ocorre com esse fenômeno escolar.

( ) Punir é um exemplo desse fenômeno.

( ) O ato do aluno não coincide com a ordem imposta pela disciplina.

A ordem correta, de cima para baixo, é:

Resposta Selecionada:
2, 1, 2, 2, 1
Respostas:
2, 1, 2, 2, 1
1, 1, 1, 2, 1
1, 1, 2, 1, 2
2, 1, 2, 2, 2
2, 2, 2, 1, 1
Feedback da Nas páginas 58 a 61 do livro didático há uma discussão acerca da indisciplina e
resposta: da violência escolar, diferenciando os conceitos e apresentando alguns
exemplos sobre eles.

Em linhas gerais, ambos podem ser conceituados da seguinte maneira:

“Violência escolar: deve ser analisada e entendida como um problema mais


amplo a ser resolvido pela escola. Indisciplina: é fruto de um desacordo dos
alunos em relação às normas disciplinares, que, geralmente, são moralizantes”.
 Pergunta 1

Diante das constantes transformações ocorridas na sociedade, é possível afirmar que a atitude
do professor do século XXI:

Resposta
Selecionada: Deve mudar. À medida que a sociedade se modifica, sua forma
de atuação deve compreender novas formas de ensinar.
Respostas: Deve ser a mesma, pois a formação obtida na graduação não
mudou, o que impede que o ensino e a maneira de atuar sejam
diferenciados.

Deve mudar. À medida que a sociedade se modifica, sua forma


de atuação deve compreender novas formas de ensinar.
Deve mudar, mas não esquecer que o professor é autoridade
máxima e, por isso, capaz de impor sua vontade sobre os
demais.
Deve ser a mesma, uma vez que, para atingir os objetivos
principais da educação, é preciso disciplina e
comprometimento, condição que não permite mudanças.
Deve se dar a critério do professor, pois só ele é capaz de
definir a melhor forma de agir com os alunos.
Feedback O professor precisa acompanhar as constantes transformações da
da resposta:
sociedade, tais como a presença cada vez maior das tecnologias na
vida dos alunos. Dessa forma, é necessário que o professor ensine
de outras formas, a fim de contemplar a diversidade no cotidiano
escolar.
 Pergunta 2

Analise a charge:
(Disponível em: https://bit.ly/2PXiW0Y. Acesso em: 26/09/2018).

Diante do apresentado e considerando os princípios de igualdade e de equidade, é possível


afirmar que a charge:

Resposta
Selecionada: Faz uma crítica ao princípio da igualdade ao propor uma
mesma ação a todos, sem considerar as especificidades.
Respostas: Apresenta um exemplo de como uma seleção deve ser feita,
dando a todos os mesmo direitos e deveres.
Ao propor que todos subam na árvore, trata da ideia de
meritocracia, pois quem quer, dá um jeito.
Apresenta um exemplo de que a justiça se faz quando todos
têm a mesma oportunidade e condições, que, naquele caso, é
subir na árvore.

Faz uma crítica ao princípio da igualdade ao propor uma


mesma ação a todos, sem considerar as especificidades.
Faz uma crítica ao princípio da equidade ao propor uma mesma
ação a todos, sem considerar as especificidades.
Feedback A charge apresenta uma crítica à ideia de igualdade, pois não
da
resposta:
considera as especificidades de cada um. Ao analisar a imagem,
percebemos que só há um animal que conseguiria alcançar o
objetivo proposto: o macaco. Os demais não teriam a mesma
condição apenas com a ordem dada pelo homem. A equidade, por
sua vez, é um princípio que considera as especificidades de cada
um, por isso, respeitaria as diferenças ali existentes.
ATIVIDADE 4

 Pergunta 1

(Disponível em: https://bit.ly/2Cxn2Jo. Acesso em: 10/10/2018).

A partir da charge de Latuff e considerando as diferentes realidades que habitam o cotidiano


escolar, analise as afirmações a respeito das juventudes negras:

I. A realidade da juventude negra é marcada pela convivência com situações como a apresentada
na charge, isto é, de ser visto como um suspeito em potencial devido ao racismo institucional
da polícia.
II. A charge representa a ação desproporcional da polícia, muito provavelmente em virtude de o
menino ser negro, uma vez que a desigualdade racial é reinante no Brasil.
III. Negros e brancos não são tratados de formas diferentes na sociedade, de modo que a charge
retrata apenas a realidade violenta do Rio de Janeiro.
IV. A violência se expressa de muitas maneiras na vida da juventude brasileira, sobretudo se for
jovem e negro.
É correto o que se afirma em:

Resposta Selecionada:
I, II e IV, apenas.
Respostas: II e III, apenas.

I, II e IV, apenas.
II, apenas.
I e III, apenas.
I e IV, apenas.
Feedback A charge retrata cenas que, provavelmente, a juventude branca pouco vivencia.
da Dados da violência no Brasil retratam que jovens negros morrem mais que os
resposta: jovens brancos, além de serem interpelados de forma mais efetiva pela polícia.
Dessa forma, a partir da charge, podemos depreender que a ação policial é
baseada na cor, como também fora previsto no Mapa do Encarceramento. Ainda
é possível afirmar que as juventudes se expressam e são vividas de formas
diferentes, por isso dizemos que há juventudes, no plural.

 Pergunta 2

Pesquisas posteriores, como as de Adorno (1996) e Kant de Lima (2004), apontaram que
mesmo a transição para o regime democrático não corrigiu a produção da desigualdade racial
do campo da justiça criminal. Já Vargas (1999) verificou que em crimes de estupro, na fase
judicial do oferecimento da denúncia, a porcentagem de brancos e negros acusados é próxima,
entretanto, na fase da sentença há mais condenação para pretos e pardos. Publicada nos anos
2000, uma pesquisa da Fundação Seade (Sistema Estadual de Análise de Dados) analisou todos
os registros criminais relativos aos crimes de roubos, no estado de São Paulo, entre 1991 e
1998. A constatação foi que réus negros são, proporcionalmente, mais condenados que réus
brancos e permanecem, em média, mais tempo presos durante o processo judicial (LIMA,
TEIXEIRA e SINHORETTO, 2003).

(BRASIL. Presidência da República. Secretaria Geral. Mapa do encarceramento: os jovens


do Brasil. Brasília: Presidência da República, 2015. (Série Juventude Viva). Disponível
em: https://bit.ly/2CBjExr. Acesso em: 04/10/2018).
Com base no exposto acima, analise as seguintes proposições:

I. Negros são condenados de forma diferente em relação aos brancos.

PORQUE

II. A desigualdade racial é observada no âmbito da justiça criminal.

Sobre as asserções, assinale a opção correta.

Resposta
Selecionada: As duas asserções são verdadeiras, e a segunda é uma
justificativa da primeira.
Respostas: As duas asserções são falsas.
As duas asserções são verdadeiras, mas a segunda não é uma
justificativa da primeira.
A primeira asserção é falsa e a segunda é verdadeira.
A primeira asserção é verdadeira e a segunda é falsa.

As duas asserções são verdadeiras, e a segunda é uma


justificativa da primeira.
Feedback A desigualdade racial é um fator observado pelo “Mapa do
da
resposta:
Encarceramento: os jovens do Brasil” e revela que o
encarceramento de jovens negros é maior que o de jovens brancos.
Além disso, as pesquisas mostram que o negro e o branco recebem
sentenças diferentes, mesmo quando o crime é o mesmo, como
trazido no excerto sobre os casos de estupro, o que acaba revelando
a desigualdade racial inclusive na justiça criminal.
Quinta-feira, 13 de Junho de 2019 14h14min32s BRT

 Pergunta 1

O cotidiano escolar torna-se um espaço complexo de interações, com demarcação de


identidades e estilos, visíveis na formação dos mais diferentes grupos, que nem sempre
coincidem com aqueles que os jovens formam fora dela. A escola aparece como um espaço
aberto a uma vida não-escolar, numa comunidade juvenil de reconhecimento interpessoal. É em
torno dessa sociabilidade que muitas vezes a escola e seu espaço físico são apropriados pelos
jovens alunos e reelaborados, ganhando novos sentidos (DAYRELL, Juarez. A escola “faz” as
juventudes? Reflexões em torno da socialização juvenil. Educ. Soc., v. 28, n. 100, p. 1105-
1128, 2007).
Sobre o exposto acima, em relação à escola é possível afirmar, EXCETO:

Resposta
Selecionada: Deve impedir que o protagonismo juvenil conquiste espaço
no cotidiano escolar.
Respostas:
Deve impedir que o protagonismo juvenil conquiste espaço
no cotidiano escolar.
Proporciona um espaço de sociabilidade e interação aos
alunos.
Ganha outros sentidos ao receber alunos de diferentes
identidades.
Representa um espaço de interação e de formação de
diferentes grupos.
É um espaço em que habitam diferentes identidades e grupos
culturais.
Feedback da A escola não só deve permitir que o protagonismo juvenil
resposta:
aconteça, como deve propiciar um espaço em que o estudante se
reconheça enquanto sujeito de direitos, respeitado pelo que é e
reconhecido em suas especificidades.
 Pergunta 2

“A realidade social demonstra, no entanto, que não existe somente um tipo de juventude, mas
grupos juvenis que constituem um conjunto heterogêneo, com diferentes parcelas de
oportunidades, dificuldades, facilidades e poder nas sociedades. Nesse sentido, a juventude, por
definição, é uma construção social, ou seja, a produção de uma determinada sociedade
originada a partir das múltiplas formas como ela vê os jovens, produção na qual se conjugam,
entre outros fatores, estereótipos, momentos históricos, múltiplas referências, além de
diferentes e diversificadas situações de classe, gênero, etnia, grupo etc.” (ESTEVES, Luiz C.
Gil.; ABRAMOVAY, Miriam. Juventude, juventudes: pelos outros e por elas mesmas.
In: ABRAMOVAY, M. et al. (org.). Juventudes: outros olhares sobre a diversidade. Brasília:
Ministério da Educação, Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização e Diversidade;
UNESCO, 2007. p. 21-56).
Sobre o exposto acima e baseado no conceito de juventude, é possível afirmar, EXCETO:

Resposta
Selecionada: A juventude é uma fase da vida e, por isso, vivida de igual
forma por todos.
Respostas: A juventude negra e a juventude branca experimentam
realidades diferentes, uma vez que vivemos em uma sociedade
desigual.
As juventudes são experenciadas de diferentes formas, a
depender da classe, do gênero, da etnia, isto é, do contexto
histórico e social vivido por cada um.

A juventude é uma fase da vida e, por isso, vivida de igual


forma por todos.
Não é possível falar que a juventude é uma só, uma vez que há
realidades totalmente diferentes, impedindo de afirmarmos que
a juventude é igual para todos.
A juventude é vivida de forma diferente por cada um, de modo
que é influenciada por questões étnicas, de gênero, orientação
sexual, entre outras.
Feedback A juventude não é vivida de igual forma por todos. A juventude se
da
resposta:
expressa de maneiras diferentes, uma vez que questões como raça,
gênero, orientação sexual e classe influenciam o modo como as
juventudes são vividas. Portanto, as oportunidades, as dificuldades
e as experiências são diferentes a cada um, fazendo das juventudes
uma ideia no plural, ou seja, não é possível dizer que a juventude é
uma e vivida de igual forma por todos.
Quinta-feira, 13 de Junho de 2019 14h14min53s BRT