Você está na página 1de 13

SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA

TEODORO SAMPAIO - SP
Supervisão de Ensino Municipal

INSTRUÇÕES GERAIS PARA PREENCHIMENTO DO DIÁRIO DE CLASSE

O Diário de Classe é um documento de escrituração escolar, oficial, no qual devem ser


registradas as atividades desenvolvidas com a turma.
Documenta a trajetória da turma, sendo fundamental para que o trabalho executado
tenha legalidade e gere direitos, sendo o primeiro documento de consulta sobre a vida
escolar do aluno.

É imprescindível que o profissional em sala de aula efetue o preenchimento correto, pois o


Diário reflete o trabalho do professor, seus resultados e efeitos para a escola, devendo
ter características de fidelidade, fidedignidade e clareza de dados preservados.

1
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
TEODORO SAMPAIO - SP
Supervisão de Ensino Municipal

QUADRO 01: Capa do Diário


Identificação da Escola – Registrar o Nome da Escola
Curso – Registrar o nome do curso. Ex.: Ensino Médio ou
EMEF Nome da Escola Educação Infantil.
Componente Curricular - Ex. Matemática, Ed. Física, etc.
Ano – 20xx
Turno: Manhã: 1; Tarde: 3; Noite: 5; Integral: 6
Grau ou Nível - EI: Educação Infantil; EF: Ensino Fundamental
Série – 1º ano, 2º ano, Pré I, Maternal II, etc.
Ensino Fundamental
Turma – A, B, C, etc.
Educação Física

2019 3 EF 9° ano B

2
GRAU
3 EF 9° ano B

QUADRO 3: Preencher com as mesmas informações da Capa

3
QUADRO 04 – Nome dos alunos
A relação dos alunos deve ser fornecida e preenchida pela secretaria escolar,
após deferimento das matrículas.
O nome dos alunos devem estar completos, sem abreviaturas, conforme certidão
de nascimento ou de casamento ou averbação.
A lista de chamada deve seguir a ordem alfabética.
Novas matrículas, após o início do ano letivo, deverão ser deferidas e
informadas pela secretaria escolar ao coordenador local e docentes. O novo
aluno será incluído ao final da listagem do Diário de Classe.

4
QUADRO 5 – Frequência dos alunos
Utilizar (C) para o aluno frequente e (F) para o aluno ausente.
Não utilizar pontos ( . ) ou traços ( - ) para o aluno frequente, já que esses sinais são fáceis de alterar e/ou rasurar.
O controle de frequência deve ser rigoroso, feito diariamente e sem rasuras. Quando houver necessidade de correções apontar no campo
Observações no final da página.
Alunos matriculados após início do ano letivo, anotar a data do início na frente do nome ou no campo Observação localizada ao final da
página , efetuar a chamada a partir dessa data e passar traço no espaço do período anterior. Ex.:

Alunos de abandono colocar falta ( F ) até o aval da Diretoria e Secretaria Escolar, para então passar um traço aos alunos que sem
justificativa faltarem consecutivamente mais 15% da carga horária prevista no curso. Ex.:

A unidade deverá registrar todos os procedimentos e recursos adotados referente aos


Quando possuir duas aulas no mesmo dia, as
alunos faltosos. Registrar a presença em dia, conforme calendário escolar. Ex.:
duas formas de preenchimento são válidas:

Reposições de aulas deverão ser registradas nas colunas posteriores as do registro de aulas previstas.

5
Preenche-se as datas até o final do bimestre e não até o final do mês. Ex.:
Se no calendário, o bimestre encerra 12/04, então preenche somente até
essa data e fecha o bimestre. Na folha seguinte, inicia-se o próximo
bimestre e continua com o preenchimento das datas seguintes.

CAMPO
QUADROOBSERVAÇÕES
08 – Nome e assinatura do Professor
P ara escolha
Pela registrarmetodológica
informações importantes, como feriados,
aplicada pelĂĞƐĐŽůĂ͕ pontos facultativos,
os professores ƐƵďƐƚŝƚƵƚŽƐ
datas de assinar
deverão avaliações, datas diário
o registro que marcam início e fim
dos conteúdos quedo bimestreŶŽcampo
aplicaram, etc. 6.
Também informações
Cabe aoƉƌŽĨĞƐƐŽƌ de entradapela
responsável e saída de alunos
turma e outros
registrar dadose enviados
seu nome assinar o
pela Direção
Campo 8. e/ou secretaria da escola.
QUADRO 06 – Resumo do Conteúdo programático e das atividades desenvolvidas
Sintetizar o conteúdo desenvolvido (não as estratégias) de acordo com o Plano Escolar e

Formatos válidos plano de aula do professor. Não cabe registro do tipo exercícios, pesquisas, etc.
de data: É necessário especificar o conteúdo que foi trabalhado. Ex.: Prevenção de riscos ambientais
e sanitários e assinatura do Professor que lecionou.
Nesse campo pode-se discriminar as datas e os tipo de avaliação a que se refere os
conceitos atribuídos.
Quando houver reposições de aula, registrar a palavra REPOSIÇÃO em vermelho,
OU
relacionando abaixo, em azul, dias e conteúdos trabalhados.
A reposição de aulas são para as aulas previstas e não dadas, sempre de acordo com o
calendário escolar homologado.

6
QUADRO 07 – Avaliação
Utilizar apenas a escala avaliatória prevista no Regimento Escolar.
Os conceitos satisfatórios devem ser registrados na cor azul e os insatisfatórios
na cor vermelha para facilitar a visualização da situação do aluno e da turma.
Não utilizar NF (não fez), - ou + nem +1 ou -1.
Não utilizar a palavra "Média".
Alunos sem faltas pode-se anotar 0 ou o traço (-)

7
QUADRO 09 – Dias letivos previstos e dados/Aulas previstas e dadas
Apontar as horas de formação referente a cada página de registro de
frequência dos alunos

Para Educação Infantil e aulas Classes do Ensino Fundamental ciclo I, deve-se


contabilizar dias letivos, enquanto que aulas das demais disciplinas do Ensino
Fundamental ciclo I, ciclo II e Médio, deve-se contabilizar todas as aulas.
A quantidade de aulas previstas só deve ser diferente da quantidade de aulas
dadas quando houver pontos facultativos ou feriados não previstos no
calendário escolar.

8
QUADRO 08 – Nome e assinatura do Professor
Pela escolha metodológica aplicada pelĂĞƐĐŽůĂ͕ os professores ƐƵďƐƚŝƚƵƚŽƐ
deverão assinar o registro diário dos conteúdos que aplicaram, ŶŽcampo 6.
Cabe aoƉƌŽĨĞƐƐŽƌ responsável pela turma registrar seu nome e assinar o
Campo 8.

8
QUADRO 11 – Generalidades

Esse quadro é de uso exclusivo do professor, para que seja utilizado da maneira que lhe aprouver, de modo que anote
a programação, reuniões, problemas detectados com alunos (doenças, indisciplina, etc.), contato com os pais,
resultados de conselhos, comunicados, alunos com frequência irregular, licença-saúde, entre outros.
SUGESTÕES:

(se cumpriu, registrar o conteúdo desenvolvido e os procedimentos metodológicos utilizados).


Licença-Gestante: Decreto Lei n.1044/69 e Lei n. 6.022/75.
No caso de licença-saúde ou licença-gestante, registrar falta no campo 07 do diário de classe e o total de ausências
compensadas no período.

9
FECHAMENTO - Importante

A cada bimestre concluído, deve-se fechar os espaços em brancos e anular campos não preenchidos.
SECRETARIA MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO E CULTURA
TEODORO SAMPAIO - SP
Supervisão de Ensino Municipal

ORIENTAÇÕES FINAIS

• Todos os documentos decorrentes do Diário de Classe devem transcrever fielmente os seus dados

• Nos diários não devem conter anotações a lápis e nem espaços em branco, que devem ser
inutilizados com traços.

• Evitar rasuras e se houver a necessidade de correções, registrar a retificação em campo próprio


apontando a incorreção.

• Manter o Diário de Classe em Lugar adequado e seguro.

• Não utilizar o Diário para fins coleta de assinatura da ciência de alunos referente a comunicado ou
ocorrência. Utilizar nesses casos livros próprios para ocorrências.

• É de responsabilidade da escola a guarda e arquivamento dos diários de classe ao final do ano letivo.

10

Você também pode gostar