Você está na página 1de 9

QUALIFICAÇÃO EM LÍQUIDO PENETRANTE NÍVEL 2

PROVA GERAL

NOTA:
NOME:.............................................................................................

EMPRESA:.......................................................................................

DATA:..............................................................................................

1- A rapidez e a extensão da ação capilar dependem de :

a) Tensão superficial e viscosidade;


b) Força de coesão;
c) Força de adesão;
d) Todas as alternativas anteriores estão corretas.

2- Qual é a finalidade do ensaio e a que tipo de material se aplica?

3- Quais as variáveis que definem o tempo de penetração?

4- Como se verifica a sensibilidade do Líquido Penetrante?

5- Por que o jateamento não é um método de pré limpeza indicado para


execução do ensaio por LP?

1
6- Em qual das seguintes situações o ensaio por Partículas Magnéticas
oferece vantagem em relação ao ensaio por Líquido Penetrante ?

a) Detecção de descontinuidades em peças de alumínio;


b) Detecção de descontinuidades sub-superficiais em peças de alumínio;
c) Detecção de descontinuidades em isolamento cerâmico;
d) Detecção de descontinuidades sub-superficiais em aço.

7- Qual das afirmações abaixo se aplica ao ensaio por Líquido Penetrante?

a) O ensaio com líquido penetrante é desaconselhável em peças usinadas;


b) O ensaio com penetrante é mais confiável que o ensaio radiográfico,
quando se pretende detectar pequenas descontinuidades superficiais;
c) O ensaio com penetrante é menos confiável do que o ensaio por
partículas magnéticas para encontrar defeitos em materiais
ferromagnéticos;
d) O ensaio com penetrante não detecta trincas de fadiga.

8- Qual dos seguintes tipos de descontinuidades não serão detectadas pelo


ensaio por Líquido Penetrante ?

a) Fendas internas nos forjados;


b) Trincas superficiais;
c) Porosidades;
d) Dobras superficiais.

9- Qual das afirmações abaixo não se aplica ao ensaio por Líquido


Penetrante?

a) O ensaio é de princípio simples e relativamente fácil de entender;


b) O ensaio é de aplicação relativamente simples;
c) O ensaio pode encontrar todos os tipos de descontinuidades;
d) Existem poucas limitações no tamanho das peças que podem ser
examinadas.

2
10- Quais os tipos de penetrante visível são conhecidos comercialmente?

a) Penetrantes removíveis com solvente;


b) Penetrantes removíveis com água;
c) Penetrantes removíveis após emulsificação;
d) Todas as alternativas estão corretas.

11- Qual das afirmações abaixo é correta?

a) O revelador no estado seco pode ser aplicado sobre a superfície da peça


por meio de spray;
b) Os reveladores úmidos não precisam de agitação constante para mistura
de seus constituintes;
c) O revelador no estado seco pode ser aplicado sobre a superfície da peça
por meio de pulverizador.

12- Quais os controles devem ser realizados no ensaio por LP fluorescente?

13- O tempo de penetração depende:

a) Da temperatura da peça sendo ensaiada;


b) Do tipo de penetrante e seu processo de remoção;
c) Do tipo de revelador utilizado e das descontinuidades a serem
detectadas.
d) Todas alternativas acima.

14- Na ausência de um documento com os critérios de aceitação e rejeição,


em que posso me basear?

a) Projeto da peça e aplicação desejada pretendida;


b) Na seleção do penetrante;
c) Na educação do inspetor;
d) No padrão apropriado do penetrante.

3
15- Quais as vantagens do LP em relação ao ensaio de PM?

16- Quando se trabalha no campo , um item importante quando se utiliza


líquido penetrante fluorescente é :

a) Água para limpeza da peça;


b) Escova para a remoção das partículas fluorescentes;
c) Um conjunto de removedor fluorescente;
d) Luz negra.

17- Em uma instalação automática , trabalhando com penetrante


fluorescente, qual o tempo de penetração :

a) É mais rápido que o sistema visível;


b) É mais lento que o sistema visível;
c) Depende da temperatura de aquecimento do penetrante fluorescente;
d) É o mesmo que para o sistema visível.

18- Cite as principais vantagens dos penetrantes visíveis sobre os


penetrantes fluorescentes:

19- Quando a peça é considerada rejeitada no ensaio , o que fazer a seguir ?

a) Indicar a quantidade que excede a Norma de ensaio e refugá-la;


b) Indicar a quantidade permissível pela Norma de ensaio, a quantidade que
a peça excede o padrão e refugá-la através de identificação;
c) Indicar a quantidade permissível pela Norma , a quantidade que a peça
excede o padrão , identificá-la e submeter à apreciação da engenharia para
reparo.

4
20- Como devo controlar o tempo máximo para duração do ensaio a partir
da aplicação do penetrante?

21- Quais são os cuidados que devem ser tomados na remoção do excesso
de penetrante com água?

22- Os dentistas utilizam o ensaio por Líquido Penetrante para :

a) Detectar finas trincas nos dentes , por ser mais sensível que os raios-x;
b) Verificar informações questionáveis após a realização dos raios-x , no
dente do paciente;
c) Localizar defeitos em dentes artificiais antes da montagem.

23- Qual é o método mais sensível para detectar trincas superficiais


bastante estreitas?

24- Se a temperatura da superfície da peça estiver demasiadamente


aquecida :

a) A tensão superficial do penetrante aumenta;


b) A viscosidade do penetrante aumenta;
c) O penetrante pode evaporar da descontinuidade;
d) Aumenta a sensibilidade.

25- Descreva a ação capilar e sua função no ensaio:

5
26 – Os ensaios abaixo têm por finalidade detectar que tipo de
descontinuidades ?

Ultra-som : ___________________________________________________

Raios-X : ____________________________________________________

Partículas Magnéticas : _________________________________________

Líquido Penetrante : ___________________________________________

27- Qual é a técnica mais comum para se assegurar o excesso de penetrante


fluorescente foi convenientemente removido antes da aplicação do
revelador ?

28 – A remoção insuficiente de penetrantes fluorescentes , resultará em :

a) Posterior corrosão superficial;


b) Excessiva fluorescência de fundo;
c) Maior dificuldade na aplicação do revelador;
d) Na detecção de trincas estreitas e rasas.

29 – Qual das seguintes descontinuidades pode ser encontrada numa chapa


laminada?

a) Mordedura;
b) Dupla laminação;
c) Falta de fusão;
d) Falta de penetração .

6
30- Qual das seguintes descontinuidades pode ser classificada como
descontinuidade induzida durante o serviço?

a) Trinca de fadiga;
b) Porosidade;
c) Trinca de usinagem;
d) Escórias.

31- Cite 04 (quatro) propriedades do penetrante para que o ensaio seja


realizado de maneira adequada.

32 – Quais os métodos mais efetivos de aplicação de revelador não aquoso?

a) Imersão
b) Ventilação
c) Spray

33- Enumere a sequência correta do ensaio :

( ) Aplicação do revelador ( ) Pós –limpeza (final)


( ) Aplicação do penetrante ( ) Tempo de penetração
( ) Pré-limpeza ( ) Remoção do revelador
( ) Verificar a Norma específica ( ) Inspeção
( ) Remoção do excesso de penetrante

34- Relacione a descontinuidade com a sua forma :

( 1 ) Trinca; ( ) Mancha ligeiramente arredondada;


( 2 ) Poro; ( ) Mancha de forma irregular;
( 3 ) Inclusão; ( ) Linha contínua e irregular.

35- Como se verifica a fluorescência do Líquido Penetrante?

7
36 – Como devo verificar a lavabilidade do emulsificador?

37- Quando devemos iniciar a interpretação das descontinuidades no ensaio


de peças?

a) Após 30 minutos;
b) Imediatamente;
c) Após 7 minutos;
d) Imediatamente após a aplicação do revelador.

38- Qual dos seguintes métodos de ensaio com Líquido Penetrante não
requer uma fonte de energia elétrica para ser realizado?

a) Penetrante fluorescente removível com água;


b) Penetrante fluorescente removível com água após emulsificação;
c) Todas as alternativas estão erradas;
d) Penetrante visível.

39- Qual das seguintes propriedades afetará a velocidade e o grau de


penetração do Líquido Penetrante em trincas , fissuras e outras pequenas
descontinuidades superficiais?

a) Dureza do material;
b) Cor do penetrante;
c) Condutividade do material;
d) Condição superficial do material.

8
40- Um método normalmente utilizado para verificar e avaliar a
performance de um procedimento de ensaio por Líquido Penetrante é :

a) Determinação da viscosidade do penetrante;


b) Medição da capacidade do penetrante de molhar a superfície;
c) Medição da densidade do penetrante;
d) Comparando o resultado de corpos de prova artificialmente trincados

Você também pode gostar