Você está na página 1de 146

Safety – Schneider Electric

Sigefredo Neto

1
Como trabalhar com Segurança???

O conceito de segurança busca


padronizar suas formas de análise bem
como suas soluções.

Utilizando ferramentas como:


A análise de risco e com base as
Normas vigentes.

2
Leis Trabalhistas
A CLT surgiu como uma necessidade constitucional após a criação da – PPRPS: Programa de Prevenção de Risco em Prensas e
Justiça do Trabalho em 1939. Similares 2001.
Em novembro de 1942, foi apresentado o anteprojeto da CLT. Nota Técnica 16/2005.
CLT aprovada em 1946 por Getúlio Vargas.
Lei 5280, 27/04/1967 para máquinas importadas sobre segurança,
conforme CLT. Nova NR10 de 07 dezembro 2004. - Estabelece os requisitos e
Lei alterada em 1977 para lei 6.514. condições mínimas objetivando a implementação de medidas
de controle e sistemas preventivos, de forma a garantir a
Seção XI, exige dispositivos de partida e parada para prevenir acidentes
segurança e a saúde dos trabalhadores que, direta ou
de trabalho.
indiretamente, interajam em instalações elétricas e serviços com
eletricidade.
NR’s(Normas Regulamentadoras): Portaria n.º 3.214, de 8 de junho de
1978.
Código de defesa do consumidor (lei 8078, 11/9/90)

Confidential Property of Schneider Electric 3


Norma Regulamentadora – NR12
NR12.- SEGURANÇA NO TRABALHO EM
Publicação:
MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de 1978 06/07/78.

Regulamenta e seus anexos definem referências Atualizações:


técnicas, princípios fundamentais e medidas de Portaria SSST n.º 12, de 06 de jun de 1983 14/06/83.
proteção para garantir a saúde e a integridade Portaria SSST n.º 13, de 24 de out de 1994 26/10/94.
física dos trabalhadores e estabelece requisitos Portaria SSST n.º 25, de 28 de jan de 1996 05/12/96.
mínimos para a prevenção de acidentes e doenças Portaria SSST n.º 04, de 28 de jan de 1997 04/03/97.
Portaria SIT n.º 197, de17 de dez de 2010 24/12/10.
do trabalho nas fases de projeto e de utilização de
Portaria SIT n.º 293, de 08 de dez de 2011 09/12/11.
máquinas e equipamentos de todos os tipos, e Portaria MTE n.º 1893, de 09 de dez de 2013 11/12/13.
ainda à sua fabricação, importação, Portaria MTE n.º 857, de 25 de junho de 2015 26/06/15.
comercialização, exposição e cessão a qualquer
título, em todas as atividades econômicas, sem
prejuízo da observância do disposto nas demais
Normas NR aprovadas pela Portaria n.º 3.214, de 8
de junho de 1978, nas normas técnicas oficiais e,
na ausência ou omissão destas, nas normas
internacionais aplicáveis.
4
Procedimento – NR12
AÇÕES PRIORITÁRIAS – DIFICULDADES DE ADAPTAÇÃO

Elabore o inventário das máquinas e equipamentos


– Capitulo-12.153 da NR-12
Manter o inventário atualizado com o seguinte conteúdo mínimo:

Identificação da máquina e equipamento.


Descrição geral. (tipo, fabricante, modelo, características).
Capacidade, produtividade, tempo de operação por dia, operadores envolvidos.
Diagnóstico com relação a NR-12 (sistema de segurança).
Previsão da adequação.
Recursos financeiros para a adequação.
Localização em planta baixa (layout).
Faça a Apreciação de Riscos
Capitulo 12.39, alínea “a” da NR-12.
Emita ART – Anotação de Responsabilidade Técnica
Capitulo 12.39, alínea “b” da NR-12.
Lei nº 6.496, de 07 de dezembro de 1977.
5
Estatísticas
DADOS ESTATÍSTICOSno Brasil (fonte ABIMAQ)

No ano de 2012 foram gastos aproximadamente 41 Bilhões


Confidential Property of Schneider Electric 6
de Reais em processos com acidentes de trabalho
NR
DADOS 12 (Interdições)
ESTATÍSTICOS

Fonte: Sistema Federal de Inspeção do Trabalho / MTE


2014 – Referente ao período de Janeiro a Setembro
Confidential Property of Schneider Electric 7
NR 12 (Interdições UF)
DADOS ESTATÍSTICOS

4.000
3.401
3.500
3.000 POLO CALÇADISTA NOVA
SERRANA MG
2.500
2.000
1.500 1.177
1.000 710
357 441
500 271 233 292
86 23 84 196 156 213 61
201 124 186 210 169
25 67
2 20 11 20 8
0

Fonte: Sistema Federal de Inspeção do Trabalho / MTE


2014 – Referente ao período de Janeiro a Setembro

Confidential Property of Schneider Electric 8


NR 12 (Fiscalização - 2013)
DADOS ESTATÍSTICOS

Fonte: Sistema Federal de Inspeção do Trabalho / MTE


Elaboração: Confederação Nacional da Indústria - CNI

Confidential Property of Schneider Electric 9


SAT, NTEP e FAP

Decreto Número 6.042 de 02/2007

Critérios para utilização do Seguro Acidente do Trabalho (SAT),


flexibilizado através do Fator Acidentário de Prevenção (FAP) e criado
novas relações entre empregado / empregador e a previdência, regido
pelo Nexo Técnico Epidemiológico (NTEP).

10
SAT

SAT Anterior > Conceito do “Risco”

Alíquota da contribuição fixada de acordo com o grau de risco da atividade econômica


preponderante da empresa (Art. 22, Inciso II, alíneas “a”, “b” e “c”, da Lei n 8.212/1991,
aprovado pelo Decreto n 3.048/1999.

- 1% Para as empresas em cuja atividade preponderante o risco de acidentes do trabalho seja


considerado leve;

- 2% Para as empresas em cuja atividade preponderante o risco de acidentes do trabalho seja


considerado médio;

- 3% Para as empresas em cuja atividade preponderante o risco de acidentes do trabalho seja


considerado Alto;

Confidential Property of Schneider Electric 11


Estrutura das Normas

Confidential Property of Schneider Electric 12


Normatização

IEC (electrical standards)

ISO (other standards: mechanical parts...)

CEN (mechanical standards)


CENELEC (electrical standards)
SIS
CSA BS GOST
ANSI NF DIN
UNE CEI JIS
UL
OSHA

NBR SAA
ABNT
ISO: International Organization for Normalisation
IEC: International Electrotechnical Commission
CEN: Comité Européen de Normalisation
CENELEC: Comité Européen de Normalisation Electrotechnique
ABNT -Associação Brasileira de Normas Técnicas
Confidential Property of Schneider Electric 13
Normas Internacionais

EN 693 EN 1088
Prensa Hidráulica Intertravamentos
EN 953
EN 692 – NBR13930 Proteções fixas e moveis
Prensa Mecânica
EN 60 204-1 NBR 14153 (Brasil)
Máquinas e Equipamentos EN 954-1 = ISO 13849-1:1999
Elétricos.  EN ISO 13849
Segurança de máquinas
EN 294 and 999
Distancia de Segurança
EN 1050 = ISO 14121
A Normas Basicas Avaliação de Risco
EN 418
Botões de Emergência B1 Aspectos Especificos de Segurança
EN 292 substituida por EN ISO 12100
Principios fundamentais de lógicas
EN 574 B2 Dispositivos de Segurança
Comando Bí-manual

C Especificas de máquinas
Confidential Property of Schneider Electric 14
ABNT
Fundada em 1940, a Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) é o órgão responsável pela
normalização técnica no Brasil .

É membro fundador da ISO (International Organization for Standardization),


da COPANT (Comissão Panamericana de Normas Técnicas) e
da AMN (Associação Mercosul de Normalização) e é
a única e exclusiva representante no Brasil das seguintes entidades internacionais:
ISO (International Organization for Standardization),
IEC (International Electrotechnical Comission); e
das entidades de normalização regional
COPANT (Comissão Panamericana de Normas Técnicas) e
a AMN (Associação Mercosul de Normalização).

A NBR é a sigla de Norma Brasileira aprovada pela ABNT, de caráter voluntário, e fundamentada no
consenso da sociedade. Torna-se obrigatória quando essa condição é estabelecida pelo poder público.
NR é a sigla de Norma Regulamentadora estabelecida pelo Ministério do Trabalho e Emprego, com caráter
Obrigatório.

Confidential Property of Schneider Electric 15


Normativa Brasileira
Organização das Normas

Normas tipo A (Normas básicas de segurança) aborda conceitos básicos, princípios para projeto e aspectos
gerais que podem ser aplicados em todas as máquinas.

Normas tipo B (Normas gerais de segurança) aborda um aspecto de segurança ou um tipo de componente de
segurança que pode ser aplicado em máquinas diversas e é dividido em.
- Tipo B1 – Aspectos particulares de segurança (Exemplo: distâncias de segurança, temperatura de
superfícies, ruídos);
- Tipo B2 – Componentes de segurança (Exemplo: cortina de luz, botão de emergência, bi-manual, etc);

Norma tipo C (Normas de segurança da máquina) aborda aspectos específicos de uma máquina ou um grupo
de máquinas (Exemplo: máquina injetora, prensa mecânica, etc ).

16
Normativa Brasileira

17
Resumo do Procedimento no Brasil
A NR12, tem força de lei
Portaria 197, DE 17 DE DEZEMBRO DE 2010, define os prazos de execuções
Caso seja necessário o HRN, pode auxíliar a visualização do grau do risco (existem vários modelos).
A NBR14153, define a categoria a ser utilizada (cat1, cat2, cat3, cat4.)
A NR10, define padrões elétricos.
A NR12, define procedimentos de proteção coletivas (fechamentos e proteções mecânicas e
ópticas).
Normas de apoio:
NBR ISO13855 antiga EN999 - Distância de segurança/tempo de parada.
ABNT NBRNM-ISO 13852 - Segurança de Máquinas - Distâncias de segurança para
impedir oacesso a zonas de perigo pelos membros superiores.
ISO14121 e EN60204-1- Padrões de circuitos elétricos.

18
NR12- SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS
ABNT NBRNM-ISO 13852 - Segurança de Máquinas - Distâncias de segurança para impedir o acesso a
zonas de perigo pelos membros superiores.

b
a
c

Confidential Property of Schneider Electric 19


NR12 - Padarias
ANEXO VI
MÁQUINAS PARA PANIFICAÇÃO E CONFEITARIA
(Vide prazos no Art. 4ª da Portaria SIT n.º 197, de 17 de dezembro de 2010)
1. Este Anexo estabelece requisitos específicos de segurança para máquinas de panificação e
confeitaria, a saber:

Amassadeiras,
Batedeiras,
Cilindros,
Modeladoras,
Laminadoras,
Fatiadoras para pães e
Moinho para farinha de rosca.

20
Solução Schneider-Electric exemplos de circuitos

Solução Básica

Fonte de alimentação 110vac/220vac para


24vcc.
Botão de emergência
Rele de segurança
Chave de segurança magnética
Rele de segurança
Contator de segurança
Botão rearme
Botão liga
Botão desliga
Caoa IP67
Chave Geral NR10

Solução Básica com inversor SAFETY

Fonte de alimentação 110vac/220vac para


24vcc.
Botão de emergência
Rele de segurança
Chave de segurança magnética
Rele de segurança
Contator de segurança
Solução com Inversor (frenagem rápida, controle
OU de velocidade)
Botão rearme
Botão liga
Botão desliga
Caoa IP67
Chave Geral NR10

21
Definição de Risco e Perigo
RISCO X PERIGO
Existe uma dúvida frequente entre Perigo e Risco
Um perigo está sempre presente enquanto o risco é a possibilidade de danos, quando este perigo está
acontecendo
Considere as seguintes afirmações:
Um tigre faminto pode ser perigoso.
Um tigre faminto pode apresentar riscos.

Um tigre faminto é sempre perigoso, mas ele só representa um risco se ele tem acesso a você!

Podemos evitar ou reduzir o risco se delimitarmos o acesso (usando uma


grade por exemplo)

Confidential Property of Schneider Electric 22


Avaliação do Risco de acordo com NBR 14153
(ref. antiga EN 954-1)

S- Severidade do ferimento
S1 leve (reversível) Category
S2 grave (irreversível) inclusive fatal
B 1 2 3 4
S1
Ponto de partida para
F- Freqüência e tempo de exposição avaliação do risco da P1
F1
seção de controle de
P2
segurança.
F1 raramente (e/ou pequena exposição) S2
P1
F2 freqüente (até contínuo e/ou longa exposição) F2
P2

P- Possibilidades de evitar o perigo


(referem-se geralmente à velocidade e freqüência com
a qual a peça analisada movimenta-se e a distância do operador da mesma).

P1 possível (sob determinadas condições)


P2 pouco possível

Na análise de risco observar se existe Normas do Tipo C para a máquina em questão.


23
Princípios
Categoria Resumo das necessidades Característica característicos para
do sistema alcançar a segurança

B As peças relacionadas com a segurança das máquinas, Uma falha pode levar à perda da
função de segurança
Através da seleção dos
seu controle e/ou seu equipamento de segurança e componentes
todos componentes, devem ser projetados,
construídos, selecionados e combinados de acordo
com as normas em vigor,de forma a resistir às
influências esperadas.

1 As exigências da categoria B devem ser Como descrito na cat. B, mas


satisfeitas com maior confiabilidade nas
funções relativas à segurança
Aplicação de componentes de segurança com
tecnologia confiável

As exigências da categoria B devem ser satisfeitas e Uma falha pode levar à


2 tecnologia de segurança confiável deverá ser usada. perda da função de A perda é detectada
As funções de segurança deverão ser testadas em segurança entre os pelo teste
adequados intervalos de tempo pelo controle da testes.
máquina.

24
Princípios
Categoria Resumo das necessidades Característica característicos para
do sistema alcançar a segurança

As exigências da categoria B devem


3 Algumas, mas nem
ser satisfeitas e tecnologia de
todas as falhas são
segurança confiável deverá ser
detectadas Através da
usada.
construção
O controlador deverá ser projetado :
Um acúmulo de falhas
-de forma que uma única falha não não detectadas poderá
levará para a perda da função de levar à perda da função
segurança e de segurança.
-detectar a falha sempre que
possível

Categoria 3: quando o comportamento de sistema permite que:


a) quando ocorrer o defeito isolado, a função de segurança sempre seja cumprida;
b) alguns, mas não todos, defeitos sejam detectados; e 25
c) o acúmulo de defeitos não detectados leve à perda da função de segurança.
Princípios caracteristicos
Categoria Resumo das necessidades Característica do sistema para alcançar a segurança

4 As exigências da categoria B devem ser O acúmulo de Através da


satisfeitas e tecnologia de segurança falhas não poderá construção
confiável deverão ser usadas. levar à perda da
O controlador deverá ser projetado de função de
forma que uma única falha não levará segurança.
para a perda da função de segurança e
detectar uma falha única no
acionamento ou antes do acionamento
seguinte da função de segurança.

Categoria 4: quando as partes dos sistemas de comando relacionadas à segurança devem ser projetadas de tal forma que:
a) uma falha isolada em qualquer dessas partes relacionadas à segurança não leve à perda das funções de segurança, e
b) a falha isolada seja detectada antes ou durante a próxima atuação sobre a função de segurança, como, por exemplo,
imediatamente, ao ligar o comando, ao final do ciclo de operação da máquina. Se essa detecção não for possível, o
acúmulo de defeitos não deve levar à perda das funções de segurança.

26
Categoria de Risco 1 - Parada de Emergência
Circuito principal simplificado

Desl.

K1
Liga

K1

3~
Confidential Property of Schneider Electric 27
Categoria de Risco 1 - Parada de Emergência

● Categoria 1 –
Requerimentos dos
sistemas de controle
● Uso de componentes
testados e com
princípios de
segurança
comprovados

● Categoria 1 –
Comportamento do
sistema de controle no
caso de falha
● Maior confiabilidade,
mas há possibilidade
de perda da função de
segurança
Confidential Property of Schneider Electric 28
Categoria de Risco 2 - Parada de Emergência
Circuito principal simplificado

NF

K1

RESET E-Stop

Desl.
Simples Monitoração
K1
Liga

K1

3~
Confidential Property of Schneider Electric 29
Categoria de Risco 2 - Parada de Emergência
● Categoria 2 –
Requerimentos dos
sistemas de controle
● Funções de segurança
devem ser verificadas
em intervalos
constantes (freqüência
deve ser determinada
de acordo com a
aplicação)

● Categoria 2 –
Comportamento do
sistema de controle no
caso de falha
● Falha detectada em Monitoração do contator

cada teste

Confidential Property of Schneider Electric 30


Categoria de Risco 3 - Parada de Emergência
Circuito principal simplificado

K2
+

K1
RESET

E-Stop
Desl.

K1
REDUNDÂNCIA
Liga

K1

K2

3~

Confidential Property of Schneider Electric 31


Categoria de Risco 3 - Parada de Emergência
● Categoria 3 –
Requerimentos dos
sistemas de controle
● Uma única falha não
deve causar perda da
função de segurança.
Esta falha deve ser
detectada sempre
que possível

● Categoria 3 –
Comportamento do
sistema de controle no
caso de falha
● Funçao de segurança
assegurada,exceto Monitoração do contator
quando há acúmulo
de falhas
Confidential Property of Schneider Electric 32
Categoria de Risco 4 - Parada de Emergência
Circuito principal Simplificado

K2
+

K1 _
RESET

E-Stop
Desl.
K1

K2
REDUNDÂNCIA COM
Liga
POLARIDADES
INVERSAS

K2

M
3~

33
Categoria de Risco 4 - Parada de Emergência
● Categoria 4 –
Requerimentos dos
sistemas de controle
● Uma única falha não deve
causar a perda da função
de segurança. Esta falha
deve ser detectada antes
ou quando a função de
segurança for solicitada.
Um acúmulo de falhas não
deve causar perda da
função de segurança
● Categoria 4 –
Comportamento do sistema
de controle no caso de falha
● Função de segurança
sempre assegurada, Monitoração do contator
acúmulo de falhas não é
possível 34
EN 60204-1
Redundância:

Definida na EN 60204-1, item 9.4.2.2. com a redundância é


possível minimizar a probabilidade de uma falha elétrica levar a
uma condição insegura. A redundância é obtida quando
dois dispositivos executam a mesma tarefa, monitorando
assim, um ao outro.

Redundância: aplicação de mais de um componente, dispositivo ou sistema, a


fim de assegurar que, havendo uma falha em um deles na execução de sua
função o outro estará disponível para executar esta função (NR12).

35
EN 60204-1
Diversidade:

Definida na EN 60204-1, item 9.4.2.3. O uso de circuitos com


diferentes princípios ou tipos, pode reduzir a probabilidade de
existir uma condição perigosa. Por exemplo, a combinação de
contatos normalmente fechados e abertos para portas, ou circuitos
eletrônicos de diferentes características/princípios

Diversidade: aplicação de componentes, dispositivos ou sistemas com diferentes


princípios ou tipos, podendo reduzir a probabilidade de existir uma condição perigosa (NR12).

Confidential Property of Schneider Electric 36


EN 60204-1
Auto-Teste :

Definida na EN 60204-1, item 9.4.2.4. Testes funcionais devem ser


executados pelo sistema de controle, manualmente ou
automaticamente, na inicialização do sistema e durante determinados
períodos.

Autoteste: teste funcional executado automaticamente pelo próprio dispositivo,


na inicialização do sistema e durante determinados períodos, para verificação
de falhas e defeitos, levando o dispositivo para uma condição segura.(NR12)

Confidential Property of Schneider Electric 37


NOSSOS PRODUTOS SAFETY

38
Periféricos: Botões de Emergência
Linha Harmony XB4 Linha Harmony XB5 Linha Harmony XB7
Linha XALK

* XB5AS8444 *XB7NS8444
XB4BS8444
*Fixação 22mm *Fixação 22mm
Fixação 22mm * XALK174F
*Cogumelo 40mm *Cogumelo 40mm
Cogumelo 40mm *Fixação 22mm
*Com trava na ativação. *Com trava na ativação.
Com trava na ativação. *Cogumelo 40mm
*Ruptura brusca *Ruptura brusca
Ruptura brusca *Com trava na ativação.
*Botão e corpo de contatos
*Ruptura brusca
em um unico bloco.
* Com Caixa Plastica

39
Periféricos: Emergência por cabo

1- suporte de fixação
2- primeiro suporte de cabo
3 - esticador
4 - polia suportes de fixação
5- molas tensionadoras
6 - apertos de cabo Ajuste
7 - chave de segurança
8 - ponto de conecção elétrica
40
Periféricos: Emergência por cabo - modelos

41
Total Controle de Acesso

com Botão Biométrico Harmony


42
Resumo dos reles de segurança (parte1)

43
Ofertas de Reles de Segurança

44
Oferta de produtos XPSMCM

XPSMC

M2xx TM3
Functionality

Reles de Segurança linha XPS

from safety modules to embedded safety network


Confidential Property of Schneider Electric 45
Reles de Segurança

46
Oferta de Reles de Segurança

Application For emergency stop and switch monitoring For Emergency For Emergency stop an switch monitoring
stop and protective
guard applications

Module type
XPSAC XPSAXE XPSATE XPSATR XPSAV XPSABV XPSAF
Safety Category 4 4 4 4 4 4 4
Case (width) 22,5mm (0.89 in) 22,5mm (0.89 in) 45mm (1.77 in) 45mm (1.77 in) 45mm (1.77 in) 22,5mm (0.89 in) 22,5mm (0.89 in)

Nr of Safety 3 NO 3 NO 2 NO 3 NO 3 NO 2 NO 3 NO
outputs instantaneous + 3 instantaneous + 3 instantaneous+ 3 instantaneous + 1
time delay NO time delay NO time delay NO time delay
Display 2 LEDs 2 LEDs 4 LEDs 5 LEDs 11 LEDs 3 LEDs 3 LEDs
Performance e e e e e e e
level (PL)
Safety integrity 3 3 SILCL3 for ins. 3 3 SILCL 3 for ins. 3
level outputs and SILCL outputs and
SILCL 2 for time delay SILCL 2 for time
outputs delay outputs
Confidential Property of Schneider Electric 47
Stop Category 0 0 0 and 1 0 and 1 0 and 1 0 and 1 0
Oferta de Reles de Segurança

Application For Emergency stop, switch or solid-state For Emergency For enabling For electrical monitoring of two-hand control stations
output safety light curtain monitoring stop and protective switch monitoring
guard applications

Module type
XPSAFL XPSAR XPSAK XPSVC XPSBAE XPSBCE XPSBF
Safety Category 4 4 4 4 1 4 4

Width from front 22,5mm (0.89 in) 90mm (3.45 in) 45mm (1.77 in) 22,5mm (0.89 in) 22,5mm (0.89 in) 22,5mm (0.89 in) 22,5mm (0.89 in)

Nr of Safety 3 NO 7 NO 3 NO 2 NO 1 NO 2 NO 2 NO
outputs instantaneous
Display 3 LEDs 4 LEDs 4 LEDs 3 LEDs 2 LEDs 3 LEDs 3 LEDs
Performance e e e e c e e
level (PL)
Safety integrity 3 3 3 3 1 3 3
level
SILCL
Stop Category
Confidential 0 Electric
Property of Schneider 0 0 0 0 0 0 48
Oferta de Reles de Segurança
Application For control of 1 to 4 For monitoring type 2 For extending the number of safety contacts For the monitoring of applications requiring
single-beam photo- and type 4 light safety time delays
electric sensors XU2 curtains
S (transmitter- Compact and slim
receiver pair) ranges

Module type
XPSCM XPSLCM XPSECME XPSECPE XPSTSA XPSTSW
Safety Category 2 4 4 4 3 3

Width from front 45mm (1.77 in) 100 mm (3.93 in) 22,5mm (0.89 in) 45mm (1.77 in) 45mm (1.77 in) 45mm (1.77 in)

Nr of Safety outputs 2 NO 2 solid-state 4 NO 8 NO 1 NO time delayed 1 NO pulse type

Display 4 LEDs 14 LEDs + 2-digit 2 LEDs 3 LEDs 4 LEDs 3 LEDs


display
Performance level e e e c e e
(PL)
Safety integrity 1 3 3 1 2 2
level
SILCL
Confidential Property of Schneider Electric 49
Stop Category 0 0 0 0 1 N/A
Oferta de Reles de Segurança

Application For coded magnetic switch monitoring For zero speed For lift control For dynamic For dynamic For safety stop at top
detection for monitoring of monitoring of dead centre with
remnant voltage in hydraulic valves on double-bodied automatic overtravel
their windings due linear presses solenoid valve monitoring and
to residual control
magnetism

Module type
XPSDMB XPSDME XPSVNE XPSEDA XPSPVT XPSPVK XPSOT
Safety Category 4 4 3 4 4 4 4

Width from front 22,5mm (0.89 in) 45mm (1.77 in) 45mm (1.77 in) 22,5mm (0.89 in) 100mm (3.94 in) 152mm (4.62 in) 200mm (7.87 in)

Nr of Safety 2 NO 2 NO 1 NO + 1 NC 2 NO 2 NO + 1 NC 1 NO + 1 NC 3 NO
outputs
Display 3 LEDs 4 LEDs 14 LEDs 2 LEDs 3 LEDs 4 LEDs 3 LEDs
Performance e e e e c e e
level (PL)
Safety integrity 3 1 3 3 1 2 2
level SILCL
Confidential Property of Schneider Electric 50
Stop Category 0 0 Zero Speed 0 0 0 0
Oferta de Reles de Segurança

Application Includes 15 pre-programmed safety functions, 2 functions could be used


independently at the same time.

Module type
XPSMP
Safety Category 4

Width from front 45mm (1.77 in)

Nr of Safety 2 x 3 NO
outputs
Display 12 LEDs
Performance e
level (PL)
Safety integrity 3
level
SILCL
Stop Category
Confidential 0 Electric
Property of Schneider 51
Diagrama Elétrico

Application For emergency stop and switch


monitoring

K4

Connection to
contactors or drive K5

Stop category 0

Confidential Property of Schneider Electric 52


Diagrama Elétrico

Application For emergency stop and switch


monitoring

K4

K5

Confidential Property of Schneider Electric Connection to drive (LI3) for Connection to contactors or drive 53
delay Stop category 1 (STO)
Diagrama Elétrico

Application For emergency stop and switch


monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 54


Diagrama Elétrico

55
Diagrama Elétrico

Application For Emergency stop and protective


guard applications

Confidential Property of Schneider Electric 56


Diagrama Elétrico

Application For emergency stop and switch


monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 57


Diagrama Elétrico

58
Diagrama Elétrico

59
Diagrama Elétrico

Application For emergency stop and switch


monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 60


Diagrama Elétrico

Confidential Property of Schneider Electric 61


Diagrama Elétrico

Application For emergency stop and switch


monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 62


Diagrama Elétrico

Confidential Property of Schneider Electric 63


Diagrama Elétrico

Application For Emergency stop, switch or


solid-state output safety light
curtain monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 64


Diagrama Elétrico

65
Diagrama Elétrico

Application For Emergency stop, switch or


solid-state output safety light
curtain monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 66


XPS-AR

67
Diagrama Elétrico

Application For Emergency stop, switch,


sensing mat/ edges or solid-state
output safety light curtain
monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 68


Diagrama Elétrico

69
Diagrama Elétrico

Application For enabling switch monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 70


Diagrama Elétrico

71
Diagrama Elétrico

Application For electrical monitoring of two-


hand control stations

Confidential Property of Schneider Electric 72


Diagrama Elétrico

Application For electrical monitoring of two-


hand control stations

Confidential Property of Schneider Electric 73


Diagrama Elétrico

Application For electrical


eergency monitoring
stop and switch
of two-
monitoring
hand control stations

Confidential Property of Schneider Electric 74


Diagrama Elétrico

Application For control of 1 to 4 single-beam


photo-electric sensors XU2 S
(transmitter-receiver pair)

Confidential Property of Schneider Electric 75


Diagrama Elétrico

Confidential Property of Schneider Electric 76


Diagrama Elétrico

Application For monitoring type 2 and type 4


light curtains
Compact and slim ranges

Confidential Property of Schneider Electric 77


Diagrama Elétrico

Application For extending the number of safety


contacts

Confidential Property of Schneider Electric 78


Diagrama Elétrico

Application For extending the number of safety


contacts

Confidential Property of Schneider Electric 79


Diagrama Elétrico

Application For the monitoring of applications


requiring safety time delays

Confidential Property of Schneider Electric 80


Diagrama Elétrico

Confidential Property of Schneider Electric 81


Diagrama Elétrico

Application For the monitoring of applications


requiring safety time delays

Confidential Property of Schneider Electric 82


Diagrama Elétrico

Confidential Property of Schneider Electric 83


Diagrama Elétrico

Application For coded magnetic switch


monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 84


Diagrama Elétrico

Application For coded magnetic switch


monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 85


Diagrama Elétrico

Application For zero speed detection of AC or


DC motors which produce a
remanent voltage in their windings
due to residual
magnetism

Confidential Property of Schneider Electric 86


Diagrama Elétrico

Application For lift control

Confidential Property of Schneider Electric 87


Diagrama Elétrico

Application For dynamic monitoring of


hydraulic valves on linear presses

Confidential Property of Schneider Electric 88


Diagrama Elétrico

Application For dynamic monitoring of double-


bodied solenoid valve

Confidential Property of Schneider Electric 89


Diagrama Elétrico

Application For safety stop at top dead centre


with automatic overtravel
monitoring and control

Confidential Property of Schneider Electric 90


Wiring Diagrams

Application Includes 15 pre-programmed safety functions, 2


functions could be used independently at the same
time.

Confidential Property of Schneider Electric 91


Wiring Diagrams

Confidential Property of Schneider Electric 92


Embedded safety modules

> The embedded TM3 safety expansion modules make it possible in a cost effective and
easy way to manage safety on machines
> Integration of Diagnostic communication on the backplane bus  reducing wiring efforts and
cost

> Configuration of the module is managed within the same configuration environment M2xx
range of controllers. One software “SoMachine” managing both non-safety & safety project
(diagnostics)

> Modicon TM3 Safety provides:


> Advanced diagnostics
> Less connections for diagnostics
> One Software platform- SoMachine
> Embedded safety and non-safety modules to M2xx controller platform
Confidential Property of Schneider Electric 93
Module Offer
Modicon TM3 functional safety modules

Application Control of Emergency stop, switches, Control of Emergency stop, switches, pressure-
Control of Emergency stop and switches solid-state output safety light curtains sensitive mats and edges, solid-state output
and sensors with PNP+PNP outputs safety light curtains and sensors with PNP+PNP
or PNP+NPN outputs

Module type TM3SAC5R/-G TM3SAF5R/-G TM3SAFL5R/-G TM3SAK6R/-G


Safety Category 3 4 3 4
Width from front 43,7 mm 43,7 mm 43,7 mm 43,7 mm
Nr of Safety outputs 3 3 3 3
Display 6 LEDs 6 LEDs 6 LEDs 6 LEDs
Performance level d e d e
(PL)
Safety integrity level 2 3 2 3
SILCL
Confidential Property of Schneider Electric 94
Stop Category 0 0 0 0
SoMachine Logic Builder
Modicon TM3 Parametrisation

● Within the configuration environment a number of


features can be set such as:
● Enable bit
● Reset bit
● Keep alive
● Synchronization time (for TM3SAK versions only)

● Direct feedback is available:


● input and output states
● supply voltage
● what the embedded safety module is waiting for such as “waiting for start”

● The major advantage of the solution:


● all diagnostic data is available and can be used within the application program or on an HMI to ease quickly
identify issues around the safety circuitry of the machine.
● possibility to reset and to enable the device via a controller or HMI is provided

Confidential Property of Schneider Electric 95


Wiring Diagrams
Modicon TM3 TM3SAC5R
Applic Control of Emergency stop and
-ation switches

Confidential Property of Schneider Electric 96


Wiring Diagrams
Modicon TM3 TM3SAF5R / -G
Applic- Control of Emergency stop and
ation switches

K4

K5

Connection to contactors or drive


Confidential Property of Schneider Electric 97
(STO) stop category 0
Wiring Diagrams
Modicon TM3 TM3SAFL5R / -G
Applic Control of Emergency stop,
-ation switches, solid-state output safety
light curtains and sensors with
PNP+PNP outputs Monitoring of a protective guard

Garde

Confidential Property of Schneider Electric 98


Wiring Diagrams
Modicon TM3 TM3SAK6R / -G
Applic Control of Emergency stop,
-ation switches, pressure-sensitive mats
and edges, solid-state output
safety light curtains and sensors Monitoring of a protective guard
with PNP+PNP or PNP+NPN
outputs

Garde

Confidential Property of Schneider Electric 99


Safety controllers
Stop Category 0 or 1 and speed monitoring

100
Monitoring & Processing

> Configurable Safety Controllers (XPSMC)


> An electronic safety controller for the monitoring of safety functions up
to safety category 4
> Configurable controller with
- 16 or 32 Digital inputs
- 6 Digital outputs
- 2 Category 4 relays
> Configurable hardware for multiple safety functions
> Simple to use, easy to obtain diagnostic information
> Non Safety communications capabilities
- Modbus Serial (RTU)
- CANopen
- Profibus DP

Confidential Property of Schneider Electric 101


Preventa Configurable
Safety Controllers

Module type XPSMC16Z XPSMC16ZC XPSMC16ZP


Safety Category 4 4 4
Width from front 74 mm (2.91 in) 74 mm (2.91 in) 74 mm (2.91 in)
Nr of Safety outputs 6+2 6+2 6+2
Display Yes Yes Yes
Performance level (PL) e e e
Safety integrity level 3 3 3
SIL
Modbus serial link Yes, slave Yes, slave Yes, slave
Profibus bus No No Yes, slave
CANopen bus No Yes, slave No
Stop Category 0 and 1, zero speed monitoring 0 and 1, zero speed monitoring 0 and 1, zero speed monitoring
Confidential Property of Schneider Electric 102
Preventa Configurable
Safety Controllers

Module type XPSMC32Z XPSMC32ZC XPSMC32ZP


Safety Category 4 4 4
Width from front 74 mm (2.91 in) 74 mm (2.91 in) 74 mm (2.91 in)
Nr of Safety outputs 6+2 6+2 6+2
Display Yes Yes Yes
Performance level (PL) e e e
Safety integrity level 3 3 3
SIL
Modbus serial link Yes, slave Yes, slave Yes, slave
Profibus bus No No Yes, slave
CANopen bus No Yes, slave No
Stop Category 0 and 1, zero speed monitoring 0 and 1, zero speed monitoring 0 and 1, zero speed monitoring

Confidential Property of Schneider Electric 103


Wiring Diagrams
Application Example – Safety Gate with Authorisation switch
Applic- Safety Gate with Authorisation switch
ation

K4

K5

• Output channels connection to contactors or drive (STO) stop


category 0 or stop category 1 with connection to drive LI3
• Outputs are configurable with or without delay
Confidential Property of Schneider Electric
• Zero speed monitoring by proximity sensors 104
XPSMCM – Mini CLP Modular
Foco 2016

105
Arquitetura com:
CLP de automação + CLP de Segurança

106
Caracteristicas

O controlador de segurança XPSMCMCP0802 pode se usado em:


Aplicações com somente a cpu (equivalente a 3 reles de segurança, mais botão de rearme) e
com o limite de 14 cartões de segurança I/O.

A arquitetura vai até:


128 entradas de segurança, 16 saidas de segurança 26 saídas de status.
Pode ser distribuido em até 6 ilhas com até 50 metros entre modulos.
CPU to CPU communication can be created to manage a common emergency stop and reset
between controllers by standard hardwiring (no field bus involved)
Até 4 modulos de expanções similares em cada configuração.

Confidential Property of Schneider Electric 107


Software

> FBD Language


> Ready to use library of functions
> Graphical user interface available in the following languages
> German, English, French, Spanish, Italian, Chinese and Japanese
> Online help
> English
> Standalone

Confidential Property of Schneider Electric 108


Software
> Configuration > Online simulation & testing > Commissioning
> Define hardware module > Validate software configuration > Use project documentation to
configuration > View configuration behavior by on support the wiring and safety
line visualization in graphic or text calculation and machine
> Creation project
views documentation
- configuration by drag and drop of
function blocks and assignment of
inputs and outputs

Confidential Property of Schneider Electric 109


Certification

> Certification
> SIL 3 IEC 61508, IEC 62061
> PL e, Cat 4 EN/ISO 13849-1
> TÜV SÜD
> cULus
> RCM (Ctick)
> CE
> Green premium

Confidential Property of Schneider Electric 110


Nossa Oferta
Description Safety controller Safe expansion Safety relay
CPU Modules Output modules

Reference XPSMCMCP0802 XPS XPS XPS XPS XPSMCMRO0004 / DA


MCMMX0802 MCMDI0800/- MCMDO0002/- MCMER0002/4
1600/-1200MT 4

Inputs 8 Digital inputs + 2 for 8 digital inputs 8/16/ 12 digital 2 /4 for Start/ 1 / 2 for Start / 4 for Start / Restart
Start/Restart interlock + 2 for inputs Restart Restart interlock interlock
Start/Restart interlock
interlock

Outputs 2 OSSD pairs + 4 test 2 OSSD pairs 4 test outputs/ 4 OSSD pairs + 2 / 4 relays for 4 relays / 4 relays
outputs + 2 status outputs + 4 test 8 test outputs 4 status outputs 1/2 outputs with 8 status outputs
outputs 0 2 ( 2 NO + 1 NC) /
status outputs ( 4 NO + 2 NC)

Connection - To main controller by expansion bus To DO module by hardwire

Stop Category
Confidential Property of Schneider Electric 0 and 1 0 and 1 0 and 1 111
Nossa Oferta
Description Safe speed monitoring Safe communication

Reference XPSMCM XPSMCM XPSMCM XPSMCMCO0000S1 XPSMCMCO0000S2


EN0100SC EN0200SC EN0200

Inputs 1 Sin / Cos Up to 2 Sin / 2 inputs for -


encoder and Cos encoders proximity
proximity sensor and proximity switches
inputs sensor inputs

Outputs - -

Connection To main controller by expansion bus To main controller by expansion bus

Stop Category Zero speed, Speed range, Direction and Maximum N/A
Confidential Property of Schneider Electric
speed monitoring
112
Nossa Oferta

Description Non-safe communication modules

Reference XPSMCMCO0000UB XPSMCMCO0000EI XPSMCMCO0000EM

Field bus / network Universal Serial Bus Ethernet IP Modbus TCP


type

Connector type 1x Mini USB 1x RJ 45 (in/out) 1x RJ 45 (in/out)

Confidential Property of Schneider Electric 113


Nossa Oferta
Acessorios
Description Memory card Expansion bus RS 485 shielded Encoder splitter cable
connector cables

Reference XPSMCMME0000 XPSMCMCN0000SG TSXSCMCN010/-25/-50 TSXESPPM001/-3/-5

Application For saving configuration data For connecting the various Between two safe Between SIN/COS safe
for subsequent transfer to a expansion modules to the communication expansion speed monitoring module and
new device without using a safety controller CPU modules PacDrive M drives and the
PC associated servo motors

Length - - •10 meters •1 meter


•25 meters •3 meters
•50 meters •5 meters

Confidential Property of Schneider Electric 114


Wiring Diagram
XPSMCMCP0802 Example

K4

K5

• Output channels connection to contactors or drive (STO) stop


category 0 or stop category 1 with connection to drive LI3
• Outputs are configurable with or without delay
• Zero speed monitoring by proximity sensors or encoder with
combination of XPSMCMEN* modules
Confidential Property of Schneider Electric 115
Speed monitoring with modular safety controller

•Speed monitoring with encoder by combination of XPSMCMEN*


modules
• Up to SIL3, Performance level e
• Zero speed, speed range, direction and maximum speed

Confidential Property of Schneider Electric 116


Configuration software
> Input functions

117
Configuration software
> Speed monitoring functions

118
Configuration software
> Muting functions

> Logical functions

AND OR XOR NOT NAND NOR XNOR MULTIPLEXER

119
Configuration software
> Timer functions
TIMER operators allow you to generate a signal (TRUE or FALSE) for a user-definable period.

> Memory functions


Are used if you decide to save any data (TRUE or FALSE) from other project components.

120
Configuration software
> Output functions

OSSD (safety outputs) STATUS (signal output)

Relay (safety outputs) Fieldbus


INPUT OUTPUT

121
Cortina de Luz

122
Por que Cortina de Luz?

As cortinas de luz de segurança são normalmente utilizadas em aplicações onde:


Operadores necessita acesso frequente à zona de perigo.
O movimento perigoso pode ser interrompido rapidamente.

Deve ser evitado:


As altas temperaturas
Ejeção de peças, respingos.
Máquinas com um longo tempo de parada (inércia)

123
Cortina de Luz

Cortina de luz de segurança é um dispositivo óptico com feixe infravermelho


que é utilizado para garantir a segurança dos operadores nas proximidades
das áreas perigosas, cortando os sinais de saída OSSD1 e OSSD2, quando
pelo menos um dos feixes de luz é interrompido

As cortinas de luz de segurança facilita o acesso para os operadores


quando carga e descarga da máquina e garante a proteção do operador
quando a máquina está em funcionamento.

124
Animation

Como funciona a Cortina de Luz

transmissor
Em Funcionamento
Parado
receptor

K2 K1

Outputs OSSD 2 Outputs OSSD


1

125
Cortina de luz “Resolução”

Resolução (R) ou Capacidade de Detecção. Este é o menor diâmetro (objeto) que um tipo de sistema de cortina de luz de
segurança 4 ou tipo 2 é capaz de detectar com certeza absoluta.

R=P+E
E onde:
P = distancia entre feixes.
P E = diametro do objeto.

126
Cortina de Luz “Altura de Proteção”
R = Resolução
HP = Altura de Proteção

First beam

HP

Last beam

127
Animation

Cortina de Luz “Status de operação”

Emissor
Receptor

128
Animation

Cortina de Luz (EDM)


A função EDM monitora os contatores externos K1 / K2.

Transmissor
Parado
Funcionamento
Receptor

K2 K1

saída OSSD 2 saída OSSD 1

129
Animation

Cortina de Luz monitoração de contator (EDM)


Monitoração de cotatores.
Em funcionamento
Parado 1 - Quando você pressionar e solta o botão de rearme a cortina de luz ativa as
saídas OSSD1 e OSSD2.

2. Os contatores mudam para o estado ON. A máquina protegida pode


trabalhar.
3. Se um feixe for interrompido, as saídas OSSD1 e OSSD2 vão para OFF.

4. Os contatores liberam os contatos (estado OFF). A entrada de 5 recebe


+ 24V ea cortina de luz recebe o feedback do estado contatores.

K1 NO K2

K1’ NC K2’
+24V Input 5
OSSD 1 OSSD 2

130
Animation

Cortina de Luz monitoração de contator (EDM).

5 - Quando a área de detecção estiver limpa, pressione e solte o botão de


Parado
Em Funcionamento arranque
6. Quando você pressionar e soltar o botão de arranque, cortina de luz é
restartada e a máquina pode trabalhar

7. Se um feixe for interrompido, as saídas OSSD vai para OFF.

8. Se algum dos contatores “colar”, a monitoração do EDM detecta a falha


e não permite que o sistema seja rearmado. Mantendo a função de
segurança.

K1 NO K2

K1’ NC K2’
+24V Input 5
OSSD 1 OSSD 2

131
Animation

Cortina de Luz Função “MUTING”


S1 S2

MUTING
Function

Outputs
OSSD

Sensores
Cortina de Luz

132
Animation

Cortina de Luz Função “MUTING”


Parou !!!
S1 S2

MUTING
Function

Outputs
OSSD

Sensores
Cortina de Luz

133
Seleção da Cortina de Luz
Type4 – SIL3

XUSL4E14F
DEDO •Resolution: 14mm

XUSL4E30H
MÃO • Resolution: 30mm

XUSL4ExBB
• Resolution: 2-3-4 Beams
CORPO

134
Contatos Positivamentes Guiados
A abertura dos contatos será executado através do resultado direto de um movimento específico do atuador da
chave através de seu conjunto mecânico.
Chaves de segurança empregam uma ligação mecânica rígida com o atuador para abrir contatos normalmente
fechados. O funcionamento normal do interruptor irá forçar a abertura dos contatos, mesmo aqueles que ficarem
soldados. conforme ISO14119 e IEC 60947-5-1.

135
Chaves de Segurança

136
Aplicações para chaves de Segurança

• Principais aplicações:
• Máquinas de empacotamento;

• Máquinas de montagens;

• Máquinas ferramentas;

• Linhas de produção automatizadas;

137
Chaves de Segurança magnéticas

138
Chaves de Segurança magnéticas

Pricípio de funcionamento -
Reed Switch:
Magnéticos codificados

Tecnologia Reed: contato ativa por


campo magnético. S N

Composição: Par de lâminas N S =


ferromagnéticas encapsulado
hermeticamente fechado em tubo de S N
vidro contendo gás inerte para
prevenir oxidação/corrosão das
lâminas. Contatos de Segurança

139
Chaves de Segurança magnéticas
XCS-DM3 /4

3 opções de montagem entre transmissor/receptor: face a face,


lado a lado, face com lado
2 direções de aproximação para cada tipo de sensor (exeto
XCS-DMR)

140
Inversores com função Safety Integrado
Funções de segurança incoporada
Fácil de usar com software SoMove
Entrada torque desligado seguro (STO) (inércia)
Velocidade limitada segura (SLS) (limita vel.)
Parada segura (SS1) (frenagem forçada)
SIL- 1, SIL- 2, SIL- 3
Cat.2, cat.3 e cat.4

Safe Torque Off STO

Safe Limited Speed SLS

Safe Stop SS1

Confidential Property of Schneider Electric 141


Parada cat3. com inversor de automação comum.

Q1
L1 (+) S1

I> I> I>

ATV312 N (-)

S2 ESC

KM1 KM2
LI2

+24 LI1 KM2 KM1

KM1

KM2

M
Exemplo de diagrama cat.3 e cat.4
ATV 32 em Cat.4

147
ATV 32 em Cat.4

148
Workshop de NR12

Sigefredo Neto – 085-99237-2710


jose.neto@schneider-electric.com

André Ogino – 085-98878-8738


andre.ogino@schneider-electric.com
©2014 Schneider Electric. All Rights Reserved.
All trademarks are owned by Schneider Electric Industries SAS or its affiliated companies or their respective owners. 149