Você está na página 1de 35

Portuguesa Compreensão e

Interpretação de
Língua

Textos
Texto
Texto é um conjunto coerente de
enunciados, os quais podem serem escritos
ou orais. Trata-se de uma composição de
signos codificada sob a forma de um
sistema e que forma uma unidade de
sentido.
Texto
O texto tem intenção comunicativa:
através dos seus signos, procura transmitir
uma determinada mensagem que adquire
sentido de acordo com o contexto.
Contexto
É a situação concreta a que o texto se
refere, logo todo texto tem um contexto. Há
diferentes tipos de contextos (social,
político, cultural, estético, esportivo,
educacional, histórico...) e sua identificação
é fundamental para que se possa
compreender bem o texto.
Texto
Texto
Texto
Conhecimento de Mundo
Conhecimento guardado na memória
adquirido no meio em que vivemos:
sociedade, experiência, televisão, modo de
vida, etc.
Conhecimento de Mundo
Conhecimento de Mundo
Conhecimento de Mundo
Compreensão e Interpretação
Há diferença no objetivo das questões de
compreensão e de interpretação de textos:
Compreensão e Interpretação
Compreensão ou Intelecção de Texto –
Consiste em analisar o que realmente está
escrito, ou seja, coletar dados do texto.

Interpretação de Texto – Consiste em


saber o que se infere (conclui) do que está
escrito.
Compreensão e Interpretação
Compreensão (está no texto):
Segundo o texto...
O autor/narrador do texto diz que...
O texto informa que...
No texto...
Compreensão e Interpretação
Interpretação (está fora do texto):
Depreende-se, infere-se, Conclui-se...
O texto permite deduzir que...
É possível subentender-se a partir do texto
que...
Qual a intenção do autor quando afirma que...
Compreensão e Interpretação
A interpretação de um texto, para ser bem
feita, pressupõe o reconhecimento dos
elementos que o compõem. Quando o texto
possui uma natureza técnica e dissertativa,
sua intenção é apresentar ou comprovar
uma ideia – ao contrário de um texto literário,
que procura provocar sentimentos, enredos.
Compreensão e Interpretação
a) a ideia principal do texto:
o que o autor pretende provar com este
texto?
b) os argumentos (ideias secundárias):
o autor usa a argumentação e as objeções
com o objetivo de reforçar a ideia principal.
Compreensão e Interpretação
Para interpretar um texto, precisamos ser
capazes não apenas de entender o que se
lê, mas também de perceber a intenção do
que está escrito, notando o que está
implícito no texto.
Compreensão e Interpretação
Muitas vezes, os leitores reconhecem e
compreendem as palavras de um texto,
mas se mostram incapazes de perceber
satisfatoriamente o sentido do texto como
um todo.
Compreensão e Interpretação
1ª leitura – informativa – Macroestrutura
Tem-se uma ideia do que trata o texto, qual o
tema. É importante buscar as palavras mais
importantes de cada parágrafo, que
constituem as palavras-chave do texto em
torno das quais as outras se organizam para
dar significação e produzirem sentidos.
Compreensão e Interpretação
2ª leitura – interpretativa – Microestrutura
Compreender, analisar e sintetizar as
informações do texto. A leitura interpretativa
requer:
Compreensão e Interpretação
Compreensão: entender a mensagem
literal contida no texto. As questões versam
sobre a postura ideológica do autor, a ideia
central, a tese defendida.
Compreensão e Interpretação
Análise: depreender do texto a informação
essencial. Para isso é importante buscar as
palavras mais importantes de
cada parágrafo, elas constituirão as
palavras-chave do texto. Atentar para
os modos de articulação das ideias.
Coesão
É a conexão, ligação, harmonia entre os
elementos de um texto. As palavras, as
frases e os parágrafos estão entrelaçados,
um dando continuidade ao outro.
Mecanismos de Coesão
Referencial: coesão por retomada ou
antecipação
Anáfora: A empresa faliu. Mas ela não
estava no vermelho. Somos todos
inteligentes. Isso é óbvio.
Catáfora: Meu amigo disse isto: não sei
nada!
Mecanismos de Coesão
Retomada (ou substituição) por item
lexical:
- sinônimos: apelido = alcunha
- hiperônimos: flores = rosas, margaridas
- hipônimos: ipê, pinheiro = árvores
Mecanismos de Coesão
Sequencial: coesão por encadeamento de
segmentos textuais:
a) conexão – concatenação por conectores
discursivos;
Mecanismos de Coesão
“Os sem-terra fizeram um protesto em
Brasília contra a política agrária do país,
porque consideram injusta a atual
distribuição de terras...”
Mecanismos de Coesão
b) justaposição - estabelecimento da
sequência textual com ou sem
sequenciadores.
Preciso sair. Tenho compromisso.
Coerência
É a relação lógica entre as ideias, essas
devem se complementar. O assunto
abordado tem que se manter intacto, sem
que haja distorções, facilitando, assim, o
entendimento da mensagem.
Coerência
Coerência é a manutenção da mesma
referência temática em toda extensão do texto.
A coerência de um texto não se define somente
pelo modo como elementos linguísticos se
combinam, depende também do conhecimento
do mundo, do texto partilhado pelo emissor e
receptor.
Macroestrutura
Os elementos da macroestrutura do texto
argumentativo são: tema, tese, hipóteses e
argumentação.
A hipótese é uma suposição feita a fim de
solucionar o problema levantado.
Microestrutura
É o conjunto formado pelas frases que
integram a superfície textual linear. É a este
nível que operam os códigos estilísticos,
responsáveis pela ordenação da coerência
de curto raio de ação, também chamada
coerência linear.
Microestrutura
Podemos utilizar diversos mecanismos
linguísticos para exercer a coesão em um
texto - Os elementos coesivos: conjunções,
sinônimos, pronomes, numerais,
advérbios são alguns exemplos.
Portuguesa Compreensão e
Interpretação de
Língua

Textos