Você está na página 1de 9

PARA VODUNCES

Kwe Omo Dan Oro Togbo

Apostila de Estudo para Yawo


(Jeje mahi)

1
Aos novos vodunces,
Eu mãe Bianca de Bessen, confeccionei esta apostila
destinada aos meus filhos (as), para poder ajudar um
pouco mais aqueles que foram iniciados sem saber nada
sobre o que é o candomblé. Esta é uma apostila pra que
vocês já iniciados, tenham um pequeno conhecimento do
que é o maravilhoso mundo dos Orixás.

Arroboboi!
Bianca da Bessen.

Meu Asé
NAÇÃO
MEU VODUM
DOTÉ / DONÉ
AVÔ
BISAVÔ
TATARAVÔ
PAI PEQUENO / MÃE
PEQUENA
PEGIGÃ
DOFONO
DOFONITINHO
FOMO
FOMUTINHO
MÃE CRIADEIRA / PAI
EKEDJI
PAI ALABE
PAI AXOGUM
PADRINHO / MADRINHA
(ORUNKÓ)

ORIXÁS E CARREGO DE SANTO


1º 5º 9º
2º 6º 10º

2
3º 7º 11º
4º 8º 12º
ERÊ
DIA DO NASCIMENTO DO
SANTO

BARA
EXU
POMBAGIRA

ODUS REGENTES

DEVERES DO YAWO

1. Respeitar seu (a) Zelador (a) de Santo com o mesmo respeito que
dispensa aos seus pais carnais.
2. Respeitar Ogãs, Ekedjis, Mãe ou Pai pequeno, Ebomis, Vodunces
mais velhos, com o respeito que dispensa ao Zelador (a).
3. Estar sempre limpo, um yawo não anda sujo e nem com roupas
rasgadas.
4. Guardar o máximo de respeito quando o Orixá de seu (sua) Zelador
(a) estiver virado ou dançando, conservando-se abaixado de cabeça
baixa e em silêncio.
5. Manter o mesmo respeito para qualquer Orixá de outras pessoas, não
importando o tempo de santo.
6. Ajudar os seus irmãos de santo quando estes também estiverem
virados.
7. Respeitar seus irmãos de santo e sempre trocar bênçãos, (mesmo
com os mais novos de santo).
8. Pedir a benção e sempre respeitar sempre e respeitar a hierarquia. Ou
seja, começando sempre pelos mais velhos.
9. Dar adobá (ou adobalé) e tomar a benção quando tocar pro seu santo,
para o santo de seu Zelador (a) e Mãe (pai) pequena (o).
10.Comparecer sempre as obrigações, festas, feituras e matanças. Salvo
quando houver motivos graves ou doenças.
11.Não ficar embaixo ou sentado em soleiras de portas.

3
12.Não fumar (quando de kelê, obrigações, resguardo, e quando estiver
fazendo comidas de santo).
13.Rezar nas horas certas quando estiver recolhido. (6hs, 12hs, 18hs).
14.Não jurar em vão pelo Vodum / Orixá.
15.Quando estiver de kelê, andar sempre com a cabeça baixa, não olhar
ninguém nos olhos, não falar alto, não dormir de barriga para cima,
não andar NUNCA sozinho (a) na rua.
16.É expressamente proibido ao Yawo retirar seu kelê, contra egun,
umbigueira, xaorô sob qualquer pretexto ou motivo.
17.Falar ao Zelador (a) de Santo, Ogã, Ekedji, e Ebomis abaixado e em
voz baixa.
18.Não beber bebidas alcoólicas na frente de seu Zelador (a) de Santo,
Ogãs, Ekedjis, Ebomis. Salvo quando os mesmo permitirem.
19.Não beber bebidas alcoólicas ou fumar, com fio de contas no
pescoço.
20.Se seu Zelador (a) ou pessoas mais velhas de santo estiverem
sentados, o Yawo deverá sentar-se na azàn (esteira), ou num apoti
(banquinho de madeira, permitido somente depois de três anos pagos
ou com a concessão do Zelador), pois isso ofende o nosso Vodum /
Orixá dono do ori dele (a) como ao seu próprio.
21.Quando estiver de kelê e / ou obrigação, nunca comer carne
vermelha, tomar bebidas alcoólicas, fumar, ter relações sexuais ou
falar palavrão.
22.Quando servir café, água, ou prato de comida para o seu Zelador (a)
de santo, Ogãs, Ekedjis, Ebomis e pessoas mais velhas de santo que
você, colocar em prato branco, ou em bandeja e ao entregar abaixar-
se.
23.Dar osé nos assentamentos de seus santos uma vez ao mês, abster-se
de bebidas alcoólicas, e relações sexuais na véspera. Deve-se dar osé
com muito respeito e amor, e manter sempre tudo de seu Orixá limpo
e em ordem.
24.Ao chegar no barracão, saudar os quartos de santo, beber água,
descansar um pouco, tomar banho, (abo ou ervas frescas), trocar de
roupa, saudar as forças da casa (porta, cumieira, atabaques, sagbaji,
pé de tempo) e em seguida pedir a benção ao Zelador e os demais.
25.Tomar banho de abo antes de começar qualquer atividade no
barracão.
26.Não entrar nos quartos de santo, nem no roncó sem antes tomar o
banho de abo, e sem a autorização do pai de santo.
27.Quando as pessoas fora do Axé fizerem perguntas a respeito do que
se fez ou o que aconteceu quando você estava recolhido, sempre
diga: NÃO OUVI NADA, NÃO VI NADA!!

4
28.Quando for retirar-se para sua casa, o Yawo deve despedir-se de seu
(a) de santo e os demais pessoas que se encontram no local. Nunca
sair sem se despedir, como se estivesse fugindo.
29.Usar roupas brancas todas as sextas-feiras e dias do seu Orixá.
30.Nunca mais comer axés (miúdos) de bichos e comidas que levem
sangue ( ao molho pardo).
31.Não beber bebidas alcoólicas ou ter relações sexuais nas sextas-feiras
e dias do seu Orixá.
32.Quando estiver de kelê e sair a rua deverá enrolar o kelê e nunca sair
sem os fios de conta, mokã, e pano da costa cobrindo o corpo.
33.Zelar sempre pelo seu Axé, afinal ele é a sua nova família.

NO RONKÓ

 Para solicitar a presença de alguém, bata paó e aguarde ser atendido.


 Não deve permanecer em pé, deve-se ficar sempre deitado ou sentado.
 Não deitar nunca de barriga para cima.
 Rezar sempre antes das refeições.
 Não falar alto, não dar gargalhada nem no ronkó nem no barracão.
 Ao falar com seu Zelador (a) de Santo, deverá manter-se abaixado e
com os olhares voltados para o chão, principalmente na presença de
pessoas estranhas e de vodunces de outras casas.
 Não se preocupar com o que se passa do lado de fora do ronkó, pensar
sempre em coisas boas e no seu Orixá.
 Não ficar fazendo perguntas e nem ter curiosidade em coisas que não
lhe forem dirigidas.
 Não fumar (nem escondido) lembre-se, você esta fazendo obrigação
para seu Orixá e estará enganando e prejudicando a si próprio.
 Deverá obedecer tudo o que for pedido e não reclamar ou resmungar de
nada.
 Não reclamar quando acordado as para o TÓ (banho) e após o mesmo
fazer a reza, tomar seu dengue e voltar a dormir.

O YAWO DE KELÊ E / OU DE OBRIGAÇÃO NÃO PODE:

5
 Sentar-se em lugares altos, somente na azàn.
 Usar roupas de cor. Somente branco.
 As mulheres ficam proibidas de usar calças compridas.
 Entrar no balé (cemitério) ou acompanhar enterros.
 Visitar doentes ou ir a hospitais.
 Falar alto ou gargalhar.
 Correr, pular corda.
 Soprar fogo (nunca mais).
 Passar das 18:00 h na rua, caso aconteça não fique até meia noite.
 Passar por debaixo de cordas de roupa.
 Pegar peso, carregar bolsas ou sacolas.
 Não dormir com o kelê enrolado.
 Não manter contatos amorosos (beijos, abraços) ou relações sexuais.
 Não beber bebidas alcoólicas, fumar, tomar café ou caldo de cana.
 Olhar-se no espelho ou procurar ver seu reflexo.
 Falar ao levantar e antes do café (desjejum).
 Dormir no escuro.
 Pegar sol, chuva ou sereno.
 Tomar banho morno ou quente, usar sabonete perfumado.
 Não pegar ou comer coisas quentes ou geladas.
 Ficar com as mãos na cintura.
 Tomar ou passar remédios.
 Consultar dentistas ou médicos.
 Assobiar.
 Pintar unhas.
 Raspar as pernas, axilas ou fazer a barba.
 Ir a festas ou clubes.

PELO PERIODO DE UM ANO O YAWO NÃO PODE:


 Pintar cabelos. Cortar cabelo somente no barracão.
 Usar pente ou sabonete que não lhe pertença.
 Usar roupas de outras pessoas ou roupas escuras.
 Ir à praia ou cachoeira.
 Não deverá freqüentar outros candomblés, sem o consentimento ou
acompanhamento de seu (sua) Zelador (a).
 Qualquer duvida ou pergunta, deverão ser feitos diretamente ao seu
(sua) Zelador (a) ou seus irmãos mais velhos e nunca à estranhos à
casa.
 Não ter relações sexuais no dias de seu Orixá e sextas – feiras.
 Comer pimenta, amendoim, abacaxi, manga, goiaba.

O YAWO NÃO DEVERÁ MAIS


 Comer em vasilhas ou pratos rachado ou quebrados.

6
 Vestir roupas rasgadas, despencadas ou sujas.
 Costurar roupa no corpo.
 Usar mascara ou fantasias imorais.
 Comer miúdos de bichos pontas de asas, ponta de peito de frango,
pés de galinha, pescoço, comida ao molho pardo, peixe de pele (só
de escama), pato, ganso, cabrito, sardinha, coelho.
 Comer tangerina, abóbora, banana d’água, pepino, jaca, maçã,
manga espada, folha de jambo ou a fruta, batata barôa.
 Amolar faca dentro de casa ou no barracão.
 Assoprar fogo ou passar fogo pelas costas.
 Passar embaixo de cercas de arame.
 Comer caranguejo (aranhola), mariscos e siri.
 Comer raspas de panela, sobra de outras pessoas (comida ou bebida).
 Passar embaixo de escadas.
 Ficar embaixo das soleiras de portas.
 Usar preto, roxo, cinza (pelo menos até completar 7 anos de feito).
 Comer inhame acará.
 Beber no gargalo de garrafas.
 Beber cachaça, fumar maconha ou cheirar cocaína.

Nota:

 No candomblé se aprende praticando. Durante anos vai-se juntando o


quebra-cabeça e só depois de certa idade a pessoa começa a juntar as
peças para entender o seu conjunto. Não se pode pretender saber de
assuntos que estão acima de sua condição hierárquica.
 No candomblé a precedência e o respeito são mais visíveis e
determinantes pela idade de iniciação do que pelo status que possui.

DIAS EM QUE DEVERÃO SER RESPEITADOS PELO YAWO E


TAMBÉM O SEU COMPARECIMENTO OBRIGATÓRIO NO
BARRACÃO.

 Aniversário de Santo do seu (sua) Zelador (a): ___/___.

 Aniversário de Santo do Yawo. ___/___.

 Quinta-feira antes do carnaval – Osé geral para quaresma.

 Sexta-feira da Paixão – Cura anual.

7
 Domingo de Páscoa – A benção.

 Dias dos Pais ou Mães.

 Dia do Aniversário do Yawo.

 Dia de Finados – 02 de Novembro (preceito dos eguns).

 Dia de Natal – 25 de Dezembro.

 Passagem de Ano – 31 de Dezembro.

 Aniversário do Zelador (a).

O QUE O YAWO DEVE APRENDER

 LEBÁ ou BARÁ = Laroyê koba laroyê.


 OGUM (TOGBO) = Ogunhê, jessi, jessi patakorí
Ogum.
 OXOSSI (TOLU) = Arolè Ode kokè mão, oke arô.
 OSSAÃE (AGUÉ) = Ewe assá, ewe èjé.
 OBALUAYÈ e OMOLU (AZANSÚ) = Atotô Ajuberú.
 BESSEM = Arroboboi.
 XANGO (SOGBO) = Kaô kabyecilê.
 IANSÃ (SINVÓ) =Eparrey oya.
 OXUM (AZIRI) = Ora yeyeu, fiderioman.
 LOGUN EDÉ (AVEREKÈTÈ) = Loci loci, O luau.
 OBA = Oba xire
 EWA = Rinró
 NANÃ = Saluba
 YEMANJÁ = Eruya, Odoya.
 OXALA = Epa babá, Epy Molé.

RITIMOS DOS TOQUES DE CANDOMBLE

 Bara

8
 Ogum
 Oxossi
 Ossae
 Obaluaye, Omolu
 Bessem
 Xangô
 Iansã
 Oxum
 Logun Ede
 Oba
 Ewa
 Nana
 Yemanjá
 Oxalá