Você está na página 1de 43

 Fisio - Função

 Logia - Estudo
Estuda a função e o
desenvolvimento dos seres
vivos
 ARISTOTELES – ( 384-322 a.C) primeiros
relatos sobre a função do corpo.

 ERASÍSTATO – ( 304-250 a.C) explica as


funções do corpo com base na física.
A fisiologia passou a ser
considera uma ciência
somente em 1628, após
trabalho publicado por Willian
Harvey sobre o sistema
circulatório.
Afisiologia moderna sagra-
se por volta de 1860 com a
descrição da
HOMEOSTASIA pelo
médico francês Claude
Bernard
 É A MANUTENÇÃO DE
CONDIÇÕES QUASE
CONSTANTES DO MEIO
INTERNO.
 Fisiologia Viral;
 Fisiologia bacteriana;

 Fisiologia celular;

 Fisiologia vegetal;

 Fisiologia humana.
 Busca
explicar as características e os
mecanismos específicos do corpo
humano que fazem dele um ser vivo.
Se baseia no estudo da
função de células e de
órgãos que compõem um
sistema.
 A célula como unidade viva básica do
organismo;
 Cada tipo de célula esta adaptada para realizar

uma função específica. Ex. Hemácias.


 As diversas células do corpo são diferentes uma

das outras, mas todas possuem características


comuns. Ex. Produção de energia.
 Reprodução celular.
Organização Funcional do
Corpo e "Meio Interno"
 Cerca de 60% do corpo humano é fluído,
principalmente de uma solução aquosa de
íons e outras substâncias.
FLUIDO INTRACELULAR – dentro
das células;
FLUIDO EXTRACELULAR - entre os
espaços das células, onde podemos
encontrar íons e nutrientes necessários
para que a célula se mantenha viva.
DIFERENÇASENTRE OS
FLUIDOS
EXTRACELULAR E
INTRACELULAR
 Contem grandes quantidades de
SÓDIO, CLORETO e ÍONS
BICARBONATO,
 Mais os nutrientes para as células, como

OXIGÊNIO, GLICOSE, ÁCIDOS


GRAXOS e AMINOÁCIDOS .
 Também contém DIÓXIDO DE

CARBONO, além de outras produtos da


excreção.
 Contém grandes quantidades
POTÁSSIO,
 MAGNÉSIO

 e ÍONS FOSFATO.
O fluido extracelular é transportado
através de todas as partes do corpo
em dois estágios:
 PRIMEIRO ESTÁGIO : Movimento de
sangue pelo corpo nos vasos
sanguíneos;

 SEGUNDO ESTÁGIO: É a
movimentação de fluido entre os capilares
sanguíneos e os espaços intercelulares
entre as células dos tecidos.
 Todo sangue da circulação
atravessa o circuito circulatório
inteiro em média uma vez a cada
minuto quando o corpo esta em
repouso, e até seis vezes por
minuto quando a pessoa esta
extremamente ativa.
As paredes dos capilares são
permeáveis à maioria das
moléculas do plasma do
sangue, com exceção das
grandes moléculas de proteína
plasmática.
 Grande quantidade de fluido e de
seus constituintes dissolvidos
difundem-se em ambas as
direções entre o sangue e os
espaços dos tecidos.
O fluido extracelular em toda
parte do corpo – tanto no plasma
quanto no fluido intersticial - está
continuamente sendo misturado,
mantendo quase completa
homogeneidade do fluido
extracelular no corpo.
 SISTEMA RESPIRATÓRIO

A membrana entre os alvéolos e o lúmem


dos capilares pulmonares, a membrana
alveolar, tem apenas 0,4 a 2,0 micrômetro
de espessura.
 SISTEMA GASTROINTESTINAL

Uma grande parte do sangue bombeado


pelo coração também flui através das
paredes do trato gastrointestinal.
Nutrientes são absorvidos para o fluido
extracelular do sangue.
 FÍGADO E OUTROS ÓRGÃOS QUE REALIZAM
FUNÇÕES PRIMORDIALMENTE METABÓLICA

Nem todas as substâncias absorvidas pelo


trato gastrointestinal podem ser usadas na forma
absorvida pelas células. O fígado altera quimicamente
muitas destas substâncias para formas mais utilizáveis.
Células adiposas, mucosa gástrica, rins e glândulas
endócrinas também contribuem.
Como o sistema músculo-
esquelético se enquadra nas
funções homeostática do
corpo
 Remoção do dióxido de carbono pelos
pulmões – o mais abundante de todos os produtos
finais.
 RINS – excreta uréia, ácido úrico, excessos de íons.

Filtra grande quantidade de plasma e depois


reabsorve para o sangue aquelas substâncias
necessárias ao corpo, como glicose, aminoácido,
água e íons.
 SISTEMA NERVOSO – composto por três
partes:
 Sistema Aferente Sensitivo

 Sistema Nervoso Central

 Sistema Eferente Motor

Sistema Autônimo – Segmento do Sistema


Nervoso.
 SISTEMA HORMONAL DE REGULAÇÃO –
regulação da função celular.
 Há no corpo oito glândulas endócrinas que

secretam os hormônios
 Ex. o hormônio da tireóide aumenta as taxas da

maioria das reações químicas em todas as


células;
 Insulina controla o metabolismo da glicose;
 Hormônios adrenocorticóides controlam o

metabolismo dos íons sódio, potássio e de


proteínas;
 Hormônio paratireóideo controla o cálcio e o

fosfato dos óssos.


 TODAS AS ESTRUTURAS DO CORPO SÃO
ORGANIZADAS PARA MANTER A
AUTOMATICIDADE E A CONTINUIDADE DA
VIDA.
 O corpo humano possui milhares de sistemas de
controle, sendo o mais intrincado deles é o
controle GENÉTICO;
 Muitos sistemas de controle operam dentro dos

órgãos para controlar funções de partes


individuais destes;
 Outros operam por todo corpo para controlar as

inter-relações entre os órgãos


 Sistema respiratório – funcionando
em associação com o sistema
nervoso, regula a concentração de
CO2 no fluido extracelular;
 O fígado e o pâncreas regulam a

concentração de glicose no fluido


extracelular;
 Os rins regulam as concentrações
de hidrogênio, sódio, potássio,
fosfato e de outros íons no fluido
extracelular.
 Regulação das Concentrações de
Oxigênio e Dióxido de Carbono no Fluido
Extracelular - HEMOGLOBINA – Está
regulação é chamada de FUNÇÃO DE
TAMPONAMENTO DO OXIGÊNIO
PELA HEMOGLOBINA
 A concentração de CO2 no fluido extracelular é
regulada de forma diferente do O2. O CO2 é o
produto final das reações oxidativas das células.
 O CO2 não pode se acumular no líquido tecidual

(pois isso deteria a reação de conversão de


energia das células).
 Uma concentração mais alta que
o normal de CO2 no sangue
excita o centro respiratório
fazendo com que a pessoa
respire rápida e profundamente.
 Regulação da Pressão Arterial –
vários sistemas contribuem para
a regulação da pressão arterial.
Um deles, o sistema
barorreceptor, é um simples e
excelente exemplo de um
mecanismo de controle de ação
rápida.
 Ex: CO2 e Pressão arterial

 Se algum fator se torna excessivo ou deficiente,


um sistema de controle inicia um feedbeck
negativo, que consiste em uma série de
alterações que recupera o valor médio do fator,
mantendo assim a homeostasia.