Você está na página 1de 2

Painel_especial 9/19/02 9:06 AM Page 2

Pain el Esp ecial

Radiação em
Telecomunicações
Revista CREA-SP esclarece dúvidas
N
a edição passada (nº 5 – maio/ mente por publicar a referida reportagem. que trabalha em telecomunicações e cursa
junho), a Revista CREA-SP publicou “Como médico – diz o vereador em sua carta pós-graduação na área, solicitando “algu-
uma reportagem sobre radiação por –, bem sei da importância de informar a po- mas respostas a alguns questionamentos
radiofreqüência, intitulada “Organização pulação sobre os malefícios desta ‘mo- colocados no texto” da referida matéria.
Mundial da Saúde adverte: o uso indiscri- dernidade’. Como parlamentar, fui relator da Em seu ponto de vista, “deve-se adotar
minado de celulares e antenas pode causar CPI das Áreas Públicas, na Câmara Municipal um critério único quanto aos índices esta-
câncer”, de autoria da jornalista Luciana de São Paulo, e durante 120 dias abordamos belecidos para densidade total de potência
Glenda de O. Silva (ArtPrinter) Apesar da exaustivamente várias denúncias de irregula- (expressa em microwatts por centímetro
matéria afirmar claramente que “não existe ridades de antenas instaladas em áreas públi- quadrado – W/cm2) de abrangência na-
nenhum estudo científico profundo e deta- cas sem os Termos de Permissão de Uso cional, revogando qualquer critério particu-
lhado sobre os riscos que esse tipo de radi- (TPUs) e que não ressarciram o Executivo em lar de um município específico. Por exem-
ação possa trazer aos seres vivos”, a nenhum centavo. Ou seja, o munícipe perde plo, a densidade total de potência permitida
revista colheu informações de quatro com a saúde e com a geração de renda”. na região de Campinas é de 100 W/cm2 e em
fontes específicas – três profissionais que Paulo Frange também informa que no outros municípios que não tenham este
estudam os possíveis efeitos desse tipo de ano passado solicitou à Câmara a constitui- critério é adotada a recomendação da OMS,
radiação na saúde humana e um parlame- ção de uma CPI para apurar irregularidades de 435 W/cm2. Será que os moradores de
ntar que teve aprovado projeto de lei que do setor em São Paulo, que, segundo o Campinas são mais suscetíveis à radiação
regulamenta a instalação de antenas para vereador, “tem chance de ser votada e posta do que outros moradores de outros municí-
telefonia móvel no Estado de São Paulo. em prática a partir de fevereiro de 2003”. pios? Cria-se muita especulação em torno
Além disso, a revista forneceu quatro deste assunto, onde se tratando de ondas,
endereços de sites sobre o assunto. A BCP SE MANIFESTA por que não analisar a densidade de potên-
Mesmo assim, a reportagem causou certa cia emitida somente por antenas transmis-
indignação por parte de alguns leitores e A segunda carta que chegou à redação, soras de rádio e televisão, cuja potência de
instituições ligados à área de telecomuni- datada de 2 de julho, foi da BCP Telecomu- transmissão é muitísimo elevada se
cações, mas também provocou elogios de nicações, em que seu gerente de relações equiparadaà das estações de telefonia móvel
pessoas que compreenderam o real teor da públicas, José Carlos Meira Mattos, coloca a celular”? A íntegra da carta do Deives está
matéria. Assim, visando à promoção de um empresa à disposição da revista “para con- no site www.creasp.org.
debate democrático sobre a questão, o tribuir futuramente com algumas declarações
Grupo de Trabalho de Telecomunicações da ou mesmo artigos de conceituados especialis- A ABRICEM PEDE A PALAVRA
Câmara Especializada de Engenharia tas na área de telecomunicações, especifica-
Elétrica do Crea-SP solicitou à revista um mente em radiação”. Agradecemos à BCP, No dia 5 de julho recebemos e-mail do
espaço nesta edição para publicação dos informando que estamos atendendo à sua presidente da Associação Brasileira de
devidos esclarecimentos. Pois além da sugestão já neste número. Compatibilidade Eletromagnética – Abri-
matéria preparada pelo GT Telecom (veja José Carlos ressalta em sua carta que cem, Leonel Sant’Anna, solicitando espaço
páginas 6 e 7), a Revista CREA-SP publica, “estudos europeus mostram que não há li- para um pronunciamento em nome de sua
a seguir, trechos de todas as mensagens gação entre o telefone e o câncer cerebral. entidade, que é “isenta e formada por
que chegaram à redação, por carta e e- Uma pesquisa com 420 mil pessoas na órgãos governamentais e universidades”.
mail, informando ainda que, por uma Dinamarca concluiu que a radiação dos apa- Segundo suas informações, a Abricem
questão de espaço, a íntegra de cada uma relhos não causa câncer no cérebro nem “estuda essa questão por aproximadamente
delas está disponível no site do Conselho – leucemia. Ao mesmo tempo, um grupo de 15 anos aqui no país, além de ter contatos
www.creasp.org –, a partir de uma chama- especialistas na França avaliou 946 publi- com entidades similares em outros países”.
da na primeira página (clique em Conexão). cações sobre o assunto e também determi- Leonel Sant’Anna concorda com o fato
nou que os celulares não estão ligados à for- de que, “de certa forma, temos de tomar
VEREADOR PEDE CPI mação de tumores. A pesquisa é a maior já cuidados com sua utilização (celulares e
realizada sobre o assunto em todo o mundo”. antenas), porém vários aspectos devem ser
A primeira mensagem comentando a considerados antes de causarmos impactos,
polêmica matéria sobre radiação em teleco- COMENTÁRIOS TÉCNICOS principalmente nos leigos, que podem,
municações veio do vereador paulistano através de informações distorcidas, polarizar
Paulo Frange (27 de junho), que parabeniza a No dia 3 de julho recebemos e-mail do opiniões totalmente errôneas, causando
revista por sua qualidade editorial, principal- engenheiro civil Deives Junior de Paula, transtornos e gastos desnecessários”.

4 CREA-SP
Painel_especial 9/19/02 9:06 AM Page 3

Paine l Espe cial

A Revista CREA-SP atendeu ao pedido Telecomunicações se manifestado sobre Escola de Engenharia Mauá, que rebate as
da Abricem e já disponibilizou no site do assunto tão relevante à saúde pública, afirmações contidas no artigo sobre a pos-
Conselho o artigo “Exposição Humana a omitindo-se na fiscalização que deveria sível incidência de câncer pelo uso de tele-
Radiações de Estações Celulares”, de auto- ser promovida sobre as operadoras”. fone celular, publicado na revista do Crea”
ria do presidente da entidade. Salvador Khuriyeh lembra que seu proje- na edição passada. Esse material consiste
to “tem o mesmo contexto da batalha contra em uma carta de 60 linhas, mais um traba-
LAUDO APONTA TORRE IRREGULAR o fumo, que por longos anos postergou efe- lho de 14 páginas intitulado “Efeitos
tivas práticas contra seu consumo, mesmo Biológicos dos Campos Eletromagnéticos
Outra carta que recebemos, datada de com cada vez mais estudos mostrando o de Radiofreqüências e Microondas”, ambos
8 de julho, veio acompanhada de um laudo quanto o tabagismo tornou-se uma ver- do próprio Prof. Senise, além de três arti-
de sete páginas, apontando irregularidades dadeira epidemia, relegando ao Estado pesa- gos, num total de 12 páginas em inglês, da
na implantação de uma torre de telefonia dos custos para tratar das vítimas do fumo”. Organização Mundial de Saúde. Por uma
celular nas imediações do imóvel de nº 319 Veja a íntegra da mensagem no site no questão de espaço, tivemos de optar por
da Rua Prof. Roberto Mange, na Vila. Santo Crea-SP. inserir em nosso site apenas o artigo de 60
Stéfano (Ipiranga). O autor da denúncia, linhas do Prof. Senise, em que ele sugere
engenheiro civil Ary Ribeiro de Oliveira NOVENTA LINHAS DE PURA CRÍTICA ler também “as fact sheets 193 e 263” pro-
Filho, anexou ao processo farto material duzidas pela Organização Mundial de Saúde
(croqui do local, fotos, cópias da legis- No mesmo dia 11 de julho chegou à – http://www.who.int/inf/ -,além de um
lação, de documentos da Prefeitura e de redação, por e-mail, uma “Carta aberta ao statement datado de 23 de janeiro de 2002.
um artigo do Estadão) e agradeceu ao Crea”, escrita pelo engenheiro civil Daltiney Quanto ao trabalho “Efeitos Biológicos dos
Crea-SP pela publicação da matéria sobre José Zagato, em que, ao longo de quase 90 Campos Eletromagnéticos de Radiofre-
radiação em telecomunicações, “onde foi linhas, destila críticas à repórter (que não qüências e Microondas”, os interessados
citada a Lei nº 10.995, de 22 de dezembro trabalha mais para a Revista CREA-SP), podem entrar em contato com seu autor
de 2001, a qual desconhecíamos e que aos editores e responsáveis pela aprovação (jtsenise@maua.br) e verificar a possibili-
possivelmente venha a proteger os direitos da matéria, a um dos profissionais que dade de acessar o texto.
dos moradores da referida área”. concedeu depoimento para a mesma, ao
Ary descreve no laudo a vistoria técni- depu-tado estadual mencionado e até ao TELESP CELULAR TAMBÉM SE PRONUNCIA
ca da obra – realizada por uma multina- Crea-SP, que teve a sua idoneidade fiscali-
cional do setor –, menciona a legislação zadora questionada pelo missivista. Finalmente, a última carta que recebe-
estadual e os riscos que a empresa corre- Apesar do engenheiro ter dito em sua mos sobre o assunto, datada de 26 de
ria por descumprimento à mesma, além da carta que “a matéria deveria ser tratada agosto, foi enviada por Jovito Buinhas, da
possibilidade de riscos à população por sem isenção”, a Revista CREA-SP decidiu Diretoria de Qualidade da Telesp Celular,
barulho ininterrupto e a desvalorização dos responder-lhe com isenção, só que não contendo mais de 80 linhas. Diz a men-
imóveis próximos à torre. “Diante dos através da seção “Painel do Leitor” – já sagem em suas primeiras linhas:
fatos aventados – relata no processo –, que não há espaço suficiente para cartas “Gostaríamos em primeiro lugar de
solicitamos averiguações para con- de 90 linhas – e sim através do site do parabenizar esse conceituado Conselho
statações das possíveis irregularidades e Crea-SP. A resposta também serve para o Regional, por manter, de modo regular,
medidas, no intuito de coibi-las, como arquiteto Luiz A. Cortez Ferreira, que no uma publicação que promove a comuni-
também preservar a imagem da instituição dia 19 de julho enviou e-mail para a cação entre os respectivos Membros, que
(Crea-SP)” – solicitação já providenciada revista, mais ou menos no mesmo teor da constituem um setor importante da
pelo Conselho. carta de Zagato. Como as considerações Sociedade e, em adicional, divulga infor-
técnicas de ambos a respeito do assunto mação que contribui para o respectivo
ESPECIFICAÇÕES RIGOROSAS são pertinentes (o segundo inclusive enriquecimento intelectual e profissional”.
forneceu 13 endereços da Internet onde “É, no entanto, porque pensamos que
No dia 11 de julho, o deputado estadual osinteressados podem obter mais infor- as preocupações que sabidamente têm,
Salvador Khuriyeh enviou à redação da mações), a íntegra de suas mensagens com o rigor e a qualidade das informações
Revista CREA-SP, através de sua assesso- está no site do Crea-SP, com a devida vinculadas nesse Órgão de Comunicação, e
ria, um press release que informa sobre resposta de nossa equipe. a que estão obrigados, enquanto represen-
projeto de lei que estipula obrigatoriedade tantes de uma classe de profissionais com
das empresas fabricantes de celulares em UM TRATADO SOBRE O ASSUNTO elevada formação científica, não foram ade-
grafar nos aparelhos, com destaque, a quadamente atendidas no artigo sobre
advertência de que o uso indiscriminado de Outra correspondência importante, Radiação publicado na recente Edição de
celulares pode causar danos à saúde. datada de 30 de julho, foi enviada pelo pro- Mai/Jun, que vimos à vossa presença, para
O deputado, autor da lei nº 10.995, de fessor Antonio de Oliveira, conselheiro re- tecer alguns comentários que julgamos
21.12.2001, que regulamenta a instalação presentante da Escola de Engenharia Mauá, adequados e esperamos possam ajudar a
de antenas para telefonia celular no para o engenheiro Luiz Carlos de Alcântara, uma melhor compreensão sobre o tema”.
Estado de São Paulo, aponta, em relação 1º vice-presidente do Conselho, que se Como a Revista CREA-SP já informou nos
ao seu novo projeto, que “diversas encarregou de enviá-la à redação da Revista casos das mensagens anteriores, os
pesquisas científicas concluíram que há Crea-SP. Em seu breve comunicado, o con- comentários da Telesp Celular estão
sério risco de contaminação radioativa selheiro Antonio de Oliveira informa que disponíveis no site do Conselho –
emanada dos aparelhos celulares, não está encaminhando “o material preparado www.creasp.org – a partir de uma chama-
tendo a Anatel – Agência Nacional de pelo Engº Prof. José Thomaz Senise, da da na primeira página (clique em Conexão).

CREA-SP 5