Você está na página 1de 148

VICENTE CARUSO AVENTURA

O artista das pin-ups Feito Faça


parauso capotar
correto do fio
Silhueta da mulher foi materializada dental,
Equipe Baja escova
prepara e enxaguante
novidades
em campanhas PÁGINA 58 para 2015PÁGINA
PÁGINA 6090

SÃO CaRLOS
aNO 5 EDIÇÃO 94

ESPECIaL

auditada por: DISTrIBUIÇÃO


PricewaterhouseCoopers GrATUITA

28 DE OUTUBrO DE 2014

Golias: o maior artista


da história de São Carlos
Amigos e parentes falam sobre o comediante, ícone da televisão brasileira, que
conquistou o país com simplicidade, alegria, generosidade e muito talento

kappa ed94 23out14.indb 1 23/10/2014 22:01:58


2 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 2 23/10/2014 22:02:01


kappa magazine 3

kappa ed94 23out14.indb 3 23/10/2014 22:02:04


4 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 4 23/10/2014 22:02:05


kappa magazine 5

kappa ed94 23out14.indb 5 23/10/2014 22:02:07


6 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 6 23/10/2014 22:02:09


kappa magazine 7

kappa ed94 23out14.indb 7 23/10/2014 22:02:10


8 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 8 23/10/2014 22:02:13


kappa magazine 9

kappa ed94 23out14.indb 9 23/10/2014 22:02:14


sumário

14
CAPA
Conheça a história do
são-carlense Ronald
José Golias. O humorista
que fez história na
televisão brasileira
deixou um legado de
simplicidade e amor
pela família e profissão

34 126
Ruas da região central Confira o que
tiveram seu nome de rolou nos eventos
“batismo” alterado sociais de São
com o passar do Carlos, com festas
MUDANÇA tempo SOCIAL e apresentações de
novas coleções

72
Pastoral da
Criança arrecada
alimentos para
cestas de Natal

24
SOLIDARIEDADE

ESPECIAL
Processo industrial contou com o
incentivo da economia cafeeira,
usando sua estrutura de produção s

99
50
44
Moradores de São VOCÊ SABIA?
Carlos fazem uma São Carlos Borromeu
homenagem a é padroeiro de São
SABORES OPINIÃO
cidade e falam do
seu lugar favorito
Carlos e Milão
Mortadela do Bellini foi fabricada
em São Carlos entre as décadas
de 1950 e 1980

10 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 10 23/10/2014 22:02:30


editorial
Por
Luciano
Abelhaneda

Nova
auditada por:
PricewaterhouseCoopers DISTrIBUIÇÃO GrATUITA

Ano 5 | Edição 94
São Carlos, 28 de outubro de 2014

kappa
Expediente
kappa é uma publicação da Abelhaneda Editora e
Serviços de Comunicação Ltda.

Diretor Comercial
Adilson Haddad

Supervisor Comercial
José Carlos de Andrade ão Carlos e seus 157 anos, como não fazer um paralelo da his-

Editor-chefe e jornalista responsável


Luciano Abelhaneda - editor@revistakappa.com.br
MTb. 23.733
S tória de uma cidade que respira educação com o seu futuro?
E olhando de todas as formas sabemos que nossa cidade
se transformará pela educação ao longo dos próximos anos.
Quem dera o Brasil tivesse mais cidades como São Carlos, infelizmente nos-
Editora assistente
sa realidade não é essa, mas, já que estamos aqui, temos que comemorar. Muito
Carolina Zanchim - redacao14@revistakappa.com.br
obrigado por viver numa terra de tantas oportunidades.
reportagem Para comemorar o aniversário de São Carlos estamos lançando uma nova
Ana Paula Santos - redacao12@revistakappa.com.br
kappa, novo visual, mais leve.
Criação - Camila Pires e Aldo Pasetto Francisco Buscando uma harmonia entre as cores e os espaços em branco que tanto
valorizam a diagramação moderna.
Fotógrafos
João Moura (MTb. 33.200) e Estamos vivendo uma nova era na arte de buscar uma integração do con-
Fabio Mauricio (MTb 74.750) teúdo e do espaço publicitário, todos podem viver em plena sintonia, e é bom
revisão: Jussara Lopes que seja assim.
Nesta edição falamos do maior artista e ícone do humor brasileiro, Ronald
Diretor Jurídico: Fernando Abelhaneda
Diretor Financeiro: Mário Gonçalves de Mattos Jr.
Golias, que além de ser são-carlense, e ter valorizado sua terra sempre, investin-
do aqui, voltando para cá sempre para ver os amigos, foi um ídolo dos tempos
da ingenuidade no humor, você ria só de olhar para ele, das caretas deles.
kappa magazine Minha mãe me disse esses dias que eu, quando tinha dois aninhos, não po-
Rua Thomaz Antonio Gonzaga, 120
Pq. Arnold Schimidt - 16 3307-7930 dia ver o Golias na TV que não parava de rir. Não lembro desses momentos, até
São Carlos-SP | 13.566-583 pela pouca idade, mas sempre gostei do Golias, pelo seu humor largado e puro,
www.revistakappa.com.br
sem texto, sem marcações, assim ele marcou época.
Com certeza, metade da cidade pode até não saber que Ronaldo Golias era
Elogios, críticas e sugestões:
de São Carlos, mas a kappa não poderia deixar de fazer esta homenagem para
contato@revistakappa.com.br
esse grande artista, que sempre fez as crianças, os adultos, todos rirem muito. E
Quero anunciar: comercial@revistakappa.com.br um talento como esse não tem preço, é para ser eternizado na história de nossa
Para curtir: facebook.com/kappamagazine cidade nesses 157 anos.
Para seguir: twitter.com/kappamagazine Obrigado
kappa não tem responsabilidade editorial pelos conceitos Ronald Golias
emitidos nos artigos assinados e informes publicitários. “Ô Criddddddddddddddddde.”

Escrevo este texto com muita emoção e dedico esta kappa ao grande amigo jor-
nalista Michel Lacombe, que nos deixou semana passada para novos voos na sua
vida profissional. Michel um profissional apaixonado pela história de nossa terra,
idealizou parte desta edição com nossa equipe de jornalistas.
facebook.com/kappamagazine
Boa sorte Michel
twitter.com/kappamagazine

kappa magazine 11

kappa ed94 23out14.indb 11 23/10/2014 22:02:31


cartas

Que graça ficou a matéria [“A


moda que está fazendo a cabeça
da criançada”, edição 93, página
74] das pulseiras Rainbow Loom. As
meninas adoraram participar. Peguei
várias revistas para guardar e tam-
bém pra enviar para a nossa família
em Brasília. Parabéns!
Luciana Sanches

Quero agradecer em nome do Vi-


nícius Correia Salles a matéria [“Va-
mos ajudar o Vinícius?”, edição 92,
página 87], que, apesar de não falar,
demostra sua gratidão. Graças à so- doações de tintas, pisos e vidros para o depósito pode ser feito no Banco
lidariedade do povo são-carlense o as portas e janelas. O valor arrecada- do Brasil, agência 0295X, conta pou-
menino passou por três cirurgias e do nos pedágios está sendo usado pança 60.742-8, variação 51 Que
ainda ganhou uma cadeira de ba- para quitar dívida com o SAAE e para Deus abençoe a todos que colabora-
nho, colchão, além de um guindaste pagar os profissionais que farão a re- ram com a campanha e traga muita
e fraldas geriátricas. A casa também forma da casa do Vinícius. Quem pu- paz e prosperidade.
está recebendo melhorias graças a der contribuir com qualquer quantia Claudete da Rosa

12 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 12 23/10/2014 22:02:35


kappa magazine 13

kappa ed94 23out14.indb 13 23/10/2014 22:02:37


capa

9 anos
sem
Ronald
Golias
Na edição especial de
aniversário da cidade a Estatueta
kappa presenteia os leitores de bronze,
miniatura do
com uma reportagem artista que o
amigo Irineu
especial sobre a vida de um Gualtieri
dos filhos mais ilustres de recebeu da
família
São Carlos

Por Ana Paula Santos o são-carlense Ronald Golias morreu menos adjetivos (humilde, gene-
Colaboração Luís Carlos Barbano
em 27 de setembro de 2005 aos 76 roso, simpático) que o qualificam
anos, vítima de um câncer. como uma pessoa de caráter e to-
Homem simples, profissional ta- talmente do bem.
econhecido como um lentoso e pai amoroso. Quem teve Ronald José Golias nasceu em

R dos maiores humoris-


tas do país e precursor
da televisão brasileira,
oportunidade de conviver de forma
pessoal ou profissional com Ronald
Golias não poupa elogios, muito
São Carlos, em 4 de maio de 1929.
Descendente de avós italianos,
portugueses e espanhóis, filho da

14 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 14 23/10/2014 22:02:40


costureira e bordadeira Conceição
D’Aparecida Rayol Golias e do car-
pinteiro Arlindo Golias, Zinho, como
era carinhosamente chamado, era o
filho mais velho entre 3 irmãos.
Arlindo, o irmão caçula, lembra
que o nome Ronald foi escolhido
porque os pais eram fãs do ator de
cinema Ronald Colman. “Ele sem-
pre foi muito brincalhão e fazia imi-
tações, mas a primeira vez que ele
subiu num palco foi aos 8 anos, du-
rante uma apresentação teatral na
escola Dante Alighieri.”
Os três irmãos Ronald, Carolina
e Arlindo nasceram na mesma casa,
Fachada da casa da família Golias na rua Geminiano Costa
na rua Geminiano Costa, no centro
de São Carlos (Casa Ronald Golias, e Santa Elisa.
patrimônio que integra um projeto “Ele vinha muito pra cá, fazia
de preservação histórica e cultural questão de rever todos. Um dos me-
da cidade, que atualmente passa por lhores amigos foi Olindo Marrara,
reformas). Em 1940 a família mudou- que já faleceu, lembro inclusive de
-se para a capital. “Papai conseguiu uma viagem que fizemos juntos para
um emprego melhor, a vida era di- o Rio de Janeiro.”
fícil, minha mãe contava que meus Entre as amizades mais dura-
irmãos tinham apenas um caderno. douras em São Carlos destaca-se a
Carolina escrevia na frente e Zinho relação pessoal com o comerciante
na parte de trás”, explica. Irineu Gualtieri.
A irmã mora em Serra Negra (ci- Arlindo: “Meu irmão nunca perdeu contato “Estudamos juntos quando crian-
dade muito frequentada e querida com a família e repartiu tudo que tinha” ças, recolhíamos esterco de cavalo
por Golias) e o caçula, Arlindo, voltou das ruas para ganhar uns trocados,
há anos para São Carlos. Hoje, aos 79 e mesmo depois que a família mu-
anos, avô de 9 netos, Arlindo guarda dou para São Paulo, e ele fez carreira
com amor fotografias, recortes de como artista, continuamos amigos”,
jornais e principalmente lembranças declara.
do irmão famoso. Uma amizade que durou mais
“Ele sempre foi uma pessoa mui- de 70 anos e deixou frutos. “Eu sou
to simples e nunca perdeu contato padrinho da única filha do Zinho, a
com a família. Sempre ajudou finan- Paula, e ele batizou minha filha Sô-
ceiramente muita gente, fazia cari- nia. Convivemos intensamente, sem-
dade sem nunca divulgar. Sempre pre que podia ia até São Paulo e ele
repartiu tudo que tinha.” vinha muito para São Carlos.”
O irmão conta que a relação de Para ilustrar a relação próxima de
carinho com a cidade natal esteve Golias com a cidade, Irineu, que o
sempre presente. O sucesso permi- humorista chamava de “Iri”, recorda
tiu que Golias investisse e tivesse um ato beneficente. “Em 1988 eu as-
durante muitos anos duas fazendas sumi a Provedoria da Santa Casa, ele
Arlindo, Marrara e Golias no Rio de Janeiro
no distrito de Santa Eudóxia: Itararé me telefonou e disse: Iri, vou ajudar

kappa magazine 15

kappa ed94 23out14.indb 15 23/10/2014 22:02:47


capa

a nossa Casa Santa, e o show foi um riados, lembro da família do meu pai
sucesso!” reunida. São boas lembranças.”
Após a morte de Golias, Irineu Ela ressalta que os compromissos
não se afastou da família, pelo con- profissionais o afastaram da cida-
trário, mantém um contato direto e de onde nasceu. “Eu também tenho
além de todas as lembranças guarda muito carinho por São Carlos. Meu
com carinho a camisa vermelha e o padrinho Irineu é um amado, um
boné branco que Golias usava com a querido, nossas famílias mantêm
aba virada quando interpretava um uma relação de amor, um carinho
de seus mais famosos personagens, fora do comum, até meus filhos.”
o Pacífico. Aos 47 anos, a advogada casada
“Foi um presente que recebi da com Carlos Ney e mãe de Arnon e
Paula e me emociono todas as vezes Eron agradece a lembrança do públi-
que leio a carta que ela me escreveu. co e dos fãs.
Tenho muito contato com a família. Para o amigo Irineu, Lucia foi o grande “Meu pai tinha uma leveza de
Ligo sempre para Lucia, ex-mulher amor da vida do Golias alma e não tinha vaidades ou apego
de Golias”.
VIDA PESSOAL – Lucia Melo Ma-
chado tinha 15 anos quando conhe-
ceu Golias, que nessa época fazia Rá-
dio Nacional. Casou-se aos 17 anos e
conta que o marido tinha verdadeira
paixão por São Carlos. “Ele ficou ma-
goado com o pai por ter saído de São
Carlos. Mas acredito em destino, pois
se não tivesse vindo para São Paulo,
não teria tido sucesso como humo-
rista e não teríamos nos conhecido”,
pondera a viúva que destaca o afeto
entre eles. “Costumo dizer às minhas
amigas que é fácil enterrar o marido,
difícil é enterrar o amigo.”
Para Irineu, Lucia é um capítulo à
parte na vida de Golias. “Em determi-
nado momento do relacionamento
do casal, aconteceu a separação, mas
quando ele descobriu o câncer, ela
cuidou dele com carinho. Não imagi-
no que seria de outra forma, a Lucia
foi o grande amor da vida do Golias”,
reforça com convicção.
Paula Golias Pessoa Mendes, filha
única do artista, conta que o pai era
muito carinhoso e lembra com cari-
nho das viagens que fazia quando
criança para São Carlos.
“Me lembro bem das fazendas em
Golias com os pais e irmãos
Santa Eudóxia, passávamos férias, fe-

16 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 16 23/10/2014 22:02:54


a coisas materiais. Tem 9 anos que
ele faleceu e as pessoas têm tão viva
a imagem dele na memória. É um
carinho que não tem preço. Eu vi o
quanto ele se empenhava, o amor
que ele tinha pela profissão e pelas
pessoas.”
TrAJETÓrIA DE SUCESSO – Na
década de 40, já morando com os
pais e os irmãos em São Paulo, Ro-
nald Golias passou a praticar natação
no Clube de Regatas Tietê e integrou
um grupo de acrobacias aquáticas,
os Aqualoucos. Apresentações que
o levaram para a Rádio Cultura, onde
criou seu primeiro personagem, o
inquieto Pacífico. Pouco tempo de-
pois, teve seu talento reconhecido,
recebendo o prêmio Roquete Pinto
como melhor comediante do Brasil.
Em 1957, na Rádio Nacional, foi con-
Registro do grupo Aqualoucos, revista Amiga TV Tudo de 1972
vidado por Manoel de Nóbrega para
participar do programa humorístico
A Praça da Alegria, que depois es- fosse mulher seria amor à primeira para estrear no cinema.
treou na TV Paulista. vista”, afirma. Curiosamente, “Cride”, diminutivo
Foi nesta época que começou a O bordão “Ô Cride, fala pra de Euclides, é o nome de um mora-
amizade com Carlos Alberto de Nó- mãe...”, do personagem Pacífico, dor de São Carlos que conheceu o
brega, filho de Manoel de Nóbrega. o preferido de Golias, ganhou re- comediante na infância. O talento
“Éramos jovens, estávamos come- conhecimento na televisão e fez para fazer imitações era tanto que
çando a carreira, eu tinha 18 anos, surgir o convite de Herbert Richers desde criança Golias demonstrava
ele uns 24. Trabalhávamos juntos,
viajávamos muito, ele era uma pes-
soa muito fácil de conviver. Golias foi
um irmão que Deus me deu, se ele

Euclides, eternizado no bordão do


personagem Pacífico No centro Golias e Lucia em uma das fazendas em São Carlos

kappa magazine 17

kappa ed94 23out14.indb 17 23/10/2014 22:02:58


capa

No banco da praça com Manoel de Nóbrega na antiga TV Paulista

facilidade. Quem explica a criação do bo, Bandeirantes e SBT. A consagra- se destacar pela criatividade e im-
bordão é Euclides Gomes dos San- ção aconteceu no programa Família proviso. O episódio mais famoso foi
tos, o “Cride”. Trapo, com o personagem Carlos com a participação de Pelé, cenas
“Minha mãe Bronco Di- hilárias que entraram para a história
gritava meu nossauro, da televisão brasileira, quando Bron-
nome, me man- personagem co ensina o rei do futebol a bater um
dando voltar vivido por pênalti. 40 anos depois, em 2004,
para casa. Acho Golias, exi- ambos se reencontraram e se emo-
que foi por isso bido pela TV cionaram no Programa do Ratinho no
que o Golias Record entre SBT.
criou a frase. 1967 e 1971, “Uma das coisas que mais ajuda-
Desde criança onde contra- ram na minha carreira, que eu levarei
ele sempre foi cenava com até o fim da minha vida, foi o Pelé ter
muito sarrista, Jô Soares, Ri- feito a Família Trapo comigo”, dizia
começou a falar cardo Corte- Ronald Golias.
assim para imitar -Real, Cidi- No fim dos anos 70 Golias passou
minha mãe”. nha Campos, pela Rede Globo e nos anos 80 foi
Ronald Golias Renata Fronzi para a Bandeirantes. Em 1990 passou
dedicou a maior parte de sua carrei- e Otelo Zeloni. a integrar o elenco fixo da A Praça
ra para a televisão, tendo trabalhado As apresentações ao vivo no Tea- é Nossa, no SBT, onde permaneceu
em diversas emissoras: Record, Glo- tro Record permitiam ao humorista até 2005 interpretando personagens

18 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 18 23/10/2014 22:03:04


como O Profeta, Bronco, Pacífico e
Professor Bartolomeu. Nesse meio
tempo, foi protagonista na mesma
emissora dos humorísticos Escoli-
nha do Golias (com Nair Bello) e Meu
Cunhado (com Moacyr Franco).
Em 1986 recebeu o prêmio
Troféu Imprensa como melhor
humorista, vestindo um smoking
emprestado por Silvio Santos. Sim-
plicidade que fica fácil entender ao
ouvir um agradecimento que Go-
lias fez durante uma entrevista ao
jornalista Juca Kfouri em 1998:
“A vida é um constante aprendi-
zado. Tem que gostar do que está
fazendo, fazer com amor. De cora-
ção quero agradecer todos meus
colegas de comunicação, humoris-
Carlos Alberto de Nóbrega e Golias no início de carreira
tas, cantores, artistas, agradecer o

kappa magazine 19

kappa ed94 23out14.indb 19 23/10/2014 22:03:14


capa

carinho profundo e a ajuda que to- Reconhecimento


dos deram para a minha carreira.”
Com o companheiro de palco
Carlos Alberto viveu passagens
inesquecíveis, mas uma em espe-
cial Carlos Alberto destaca como
uma forma de atestar a generosi-
dade de Golias para quem não teve
a oportunidade de conhecê-lo:
“Certa vez ele foi renegociar o
contrato com a emissora e chegou
a dispensar o aumento de salário.
Ele disse para o superintendente
que assinava a renovação do con-
trato, mas o aumento eles deve-
Em 2007 foi inaugurada uma praça em
riam dividir entre os outros artis-
homenagem ao humorista Ronald Golias.
tas que precisavam receber mais”,
O local com 2 mil metros quadrados fica
conta o amigo. “Tenho 60 anos de no bairro Cidade Aracy 2 e de acordo com
carreira e nunca vi ninguém fazer a prefeitura deve acontecer em breve uma
isso, o coração que ele tinha era revitalização, com fixação de dez novos ban-
diferente mesmo. Golias foi a pes- cos, plantio de grama, pintura e melhoria na
soa mais pura e humilde que eu iluminação. Outro tributo é a reforma da casa
conheci na minha vida.” onde viveu o comediante, na rua Geminiano
Sobre São Carlos, Carlos Alber- Costa, no centro da cidade. O local manterá
to, que esteve, juntamente com a a fachada original que será restaurada para
filha, a viúva e outros familiares abrigar exposições e eventos culturais.
do artista na inauguração da pra- A filha e a viúva de Golias esperam com
muita alegria pela inauguração do espaço.
ça que homenageia Golias, reforça
“Todas as manifestações que São Carlos faz
o valor que o humorista sempre
ao Golias são espetaculares, reformar a casa é
uma forma de perpetuar a história dele e nós Luís Carlos Barbano, responsável pela
ficamos muito felizes com isso”, declara Lucia. biografia do gigante do humor
O lançamento de uma biografia, autoriza-
da pela família, é um dos tributos que o
comediante receberá também na cidade Outra iniciativa foi a criação em 2011 de um
natal. O responsável pela obra é o historiador, concurso literário com o nome do humorista.
Luís Carlos Barbano. O livro, em fase de revisão, O Prêmio Cultural Ronald Golias, criado pelo
promete oferecer um texto descontraído e jovem estudante e escritor André Luiz Moura
divertido, como foi a vida de Golias, com o de Lima, foi um dos vencedores do Prêmio
compromisso de retratar a realidade. Agente Jovem de Cultura, promovido pelo
Feliz e honrada pelas homenagens que o pai Ministério da Cultura.
ainda recebe, Paula elogia a biografia que Em Serra Negra, também no interior paulista,
deve ser lançada em breve. “O trabalho do existe uma estátua em bronze, em tamanho
Barbano foi impecável, minucioso e preciso, real do humorista. Golias e a família costuma-
um retrato da realidade”, enaltece a filha. vam passear pela região e também por isso
“Fico feliz em ver que a cidade quer retribuir o tornou-se muito conhecido e querido por lá. A
carinho que ele sempre demonstrou. Ele sem- homenagem enaltece a participação dele no
pre falou de São Carlos, em entrevistas fazia programa A Praça é Nossa, pois a figura
questão de enaltecer o povo e as qualidades do comediante está em um banco da praça em
da cidade.” frente à prefeitura da cidade.

20 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 20 23/10/2014 22:03:27


deu à cidade natal.
“Ele não tinha vaidade, viajamos
juntos por mais de 30 anos, pelo
Brasil inteiro, nunca reclamou do
hotel, do carro, nunca se queixou,
era uma pessoa, por essência, do
interior. Golias sempre falava muito
de São Carlos, mas acho que ele não
sabia o quanto era adorado.”
Sobre a ausência do amigo com
quem dividiu o banco da praça por
muitos anos, Carlos Alberto desa-
bafa. “A saudade é muito grande,
mas eu falo muito com ele, prin-
cipalmente quando vou sozinho
pro sítio. No SBT, quando estou
gravando o programa, passo pela
foto dele num dos corredores e me
lembro dele com alegria. Continu-
amos grandes amigos”, conclui.

kappa magazine 21

kappa ed94 23out14.indb 21 23/10/2014 22:03:28


gastronomia
informe publicitário

Ricardo, Hanna e equipe

Café Sete – Bar e Restaurante


Espaço cultural, restaurante e salão de eventos apresenta um cardápio completo
e diferenciado com atendimento que inclui almoço nos fins de semana

Fotos Fabio Mauricio Centro Cultural do Projeto Contribuinte investimentos e assumiram a adminis-
da Cultura, sob o patrocínio do Café 7.” tração do Bar e Restaurante Mosaico, lo-
Fátima Camargo Catalano é coorde- cal onde funcionou o Café Coreto, que
m lugar agradável, que nadora do projeto e já realizou mais de também pertenceu ao casal. “Quisemos

U oferece boa comida, as-


sim é o Café Sete – Bar e
Restaurante.
600 eventos que aproximam a comuni-
dade de São Carlos ao contexto artísti-
co local, nacional e internacional.
aproveitar a oportunidade. Gostamos
muito da praça e do entorno, aos pou-
cos deixaremos o local mais do nosso
Além do cardápio diário, que inclui “O Espaço 7 (salão anexo ao Café jeito, mas tudo vai acontecer de forma
sanduíches, massas artesanais, porções, Sete) é um local único, que impressio- gradativa”, garante Hanna.
quiches, crepes, saladas, omeletes, car- na por sua originalidade e beleza. Du-
nes e peixes, a casa oferece promoções rante 5 anos foi usado exclusivamente
nas noites de terça-feira com massas e para ações culturais do Contribuinte da
risotos às quartas. Cultura. Atualmente, a parceria e patro-
“Às quintas, sextas e sábados apre- cínio permitem a continuidade de uso
sentamos um cardápio especial com do espaço como Centro Cultural, além Café Sete
sugestões que podem incluir camarão, de restaurante.” Bar e Restaurante
bacalhau, cordeiro e outros pratos”, ex- Há mais de 20 anos no setor, o casal Rua 7 de Setembro, 1447
plica Ricardo Lobo e Silva, sócio-pro- Hanna Locher e Ricardo tem reconheci- Telefone (16) 3415-1026
prietário do restaurante, que apresenta do o talento. Formada em gastronomia, Face: Café Sete
diferentes e aconchegantes espa- Hanna, que morou na Suíça, agre- Funcionamento: de terça a
ços, incluindo uma área gou conhecimento às habi- sábado a partir das 18h30;
externa e um espa- lidades de Ricardo, que sábado e domingo das 12h
ço cultural com é formado em Águas às 15h - horários podem
capacidade para de São Pedro. sofrer alteração. Se preferir
100 pessoas, que Recentemente faça sua reserva antecipada
funciona como eles ampliaram os

22 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 22 23/10/2014 22:03:45


kappa magazine 23

kappa ed94 23out14.indb 23 23/10/2014 22:03:47


especial

A industrialização
em São Carlos
O setor industrial teve como aliado
inicial a estrutura deixada pela produção
cafeeira. Desenvolvimento que se
consolidou nos anos 40 como principal
economia da cidade

Por Ana Paula Santos economia cafeeira, já que seu de- Federal de São Carlos, a indústria
senvolvimento aconteceu a partir deve muito à economia cafeeira.
da estrutura que servia às planta- “O principal e talvez maior vetor
e maneira geral o ções de café. de incentivo tenha sido a própria

D processo industrial
de São Carlos contou
com o incentivo da
De acordo com o professor
Oswaldo Mario Serra Truzzi, di-
retor da Editora da Universidade
expansão ferroviária, que gerou a
criação de uma série de indústrias.
Inicialmente beneficiamento, fun-

24 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 24 23/10/2014 22:03:48


Serraria Santa Rosa
(Reprodução São Carlos
na esteira do tempo)

dições e serrarias e na sequência do almanaque da cidade apontam ruto, 2 de sabão, 8 de cerveja, 15


surgiram indústrias têxtil, de adu- o desenvolvimento do mercado ferreiros e serralheiros, 1 de fundi-
bo e de outros bens de consumo.” urbano na cidade. Em 1894 havia ção, 21 carpintarias e marcenarias,
Em Café, indústria e conheci- em São Carlos 16 alfaiatarias, 47 6 olarias e 2 serrarias.
mento – São Carlos, uma história oficinas de sapatos, 2 fábricas de Profissões que fizeram surgir a
de 150 anos, números extraídos móveis, 5 de macarrão, 1 de cha- indústria local.

kappa magazine 25

kappa ed94 23out14.indb 25 23/10/2014 22:03:48


especial

No livro Café e indústria São


Carlos: 1850-1950, publicado em
2007, o professor explica como o
sistema cafeeiro deu sustentação
ao desenvolvimento industrial da
cidade. Como se fosse uma conse-
quência, sem o primeiro não ha-
veria infraestrutura para a indus-
trialização que São Carlos viveu no
início do século passado.
Os imigrantes assumiram a mão
de obra cafeeira pós-escravidão e
foram eles os principais respon-
sáveis pelo consumo de bens não do de São Paulo.
duráveis, contribuindo com o cres- Nas décadas de 50 e 60 a indús-
cimento industrial. A fabricação tria solidifica-se com a instalação
de máquinas de beneficiamento, de fábricas de geladeiras, com-
sapatos, adubos, ferragens, mó- pressores, tratores e uma grande
veis, macarrão e charutos, assim quantidade de empresas peque-
como as alfaiatarias, cervejarias, nas e médias, fornecedoras de
fundições, serrarias, tecelagem, produtos e serviços.
uma indústria de lápis e olarias “Numa segunda fase a cidade
marcam a economia de São Carlos contou com a presença da família
nos anos 30. Pereira Lopes, que assumiu gran-
“A crise do café em 29 trouxe de importância para o desenvolvi-
mudanças e os imigrantes (maioria mento do setor industrial.”
italianos) foram os agentes princi-
pais. De fato São Carlos viveu uma TrAnSFOrMAÇÕES QUE FOr-
acelerada urbanização e, diante da TALECErAM – O livro São Carlos na
necessidade, parte dos imigrantes esteira do tempo reforça que a po-
empreendeu, no comércio e in- lítica da República Nova dos anos
dústria”, reforça Truzzi. 30 trouxe transformações econô-
Nos anos 40 a indústria são-car- micas, fortalecendo as atividades
lense se consolidou como princi- industriais. Antes deste período,
pal economia da cidade, chegan- o artesanato pré-industrial estava
do à década de 50 como centro voltado para aproveitamento de
manufatureiro diferenciado, com matéria-prima local, e o café em
relevante expressão industrial en- crise financiou a ascensão da in-
tre as cidades do interior do Esta- dústria. A expansão das atividades

26 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 26 23/10/2014 22:03:52


industriais fez com que os grandes
bancos da capital passassem a ter
agências na cidade.
Números apresentados no livro
indicam que em 1894 existiam 110
estabelecimentos classificados
como industriais, em 1914 o nú-
mero sobe para 129 e duas déca-
das depois chega a 205 estabele-
cimentos.

1911 marca a abertura de 2 gran-


O italiano Francesco Zavaglia (com suspensórios), durante entrega de seu café
à firma de Sazanelli e Belluzzo, na avenida São Carlos des indústrias em São Carlos:
(Reprodução Café, indústria e conhecimento – São Carlos, uma história de 150 anos) • Fábrica de Tecidos Magdale-

kappa magazine 27

kappa ed94 23out14.indb 27 23/10/2014 22:03:56


especial

Facchina & Giometti (Reprodução Almanaque Álbum de São Carlos 1916-1917)

na, rua José Bonifácio, junto ao miné. A Indústria Carlos Facchi- Francisco Gallucci e fábrica
trilho do trem. A Magdalena vi- na, de 1913, produzia adubos, de peneiras, pregos e raste-
veu tempos áureos de alta pro- cola e inseticidas agrícolas. los de Narvaez e Companhia,
dução, contando com quase que também fabricava o sabão
1.000 funcionários. nos anos seguintes surgiram Apollo
• Serraria Santa Rosa, na rua muitas indústrias, grandes e pe-
do Mercado (Geminiano Cos- quenas: 1928 – Fábrica de peneiras e
ta) esquina com Visconde de 1922 – Fábrica de espelhos grampos fundada por Miguel
Inhaúma, junto à ferrovia. Fun- Elias Arsenios Giometti, indústria que diversi-
dada pelo imigrante português ficou a produção, tornando-se
Francisco Ferreira, trabalhava 1924 – Serraria dos irmãos a partir de 1938 uma das mais
com energia própria e em seus Mastrofrancisco, cartonagem importantes forças da econo-
tempos de glória chegou a ser de Arthur Rodrigues e fábrica mia são-carlense.
a maior indústria madeireira do de móveis José Saia
estado. UrBAnIZAÇÃO – No livro Ur-
Uma das mais antigas indús- 1926 – Indústria de lápis H. banização e acumulação: um es-
trias são-carlenses marca até Fehr tudo sobre a cidade de São Carlos,
hoje uma área da região central Regina Balieiro Devescovi destaca
da cidade, atual Parque da Cha- 1927 – Fábrica de calçados que a partir da década de 20 ini-

28 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 28 23/10/2014 22:03:59


Fabio Mauricio

ciou-se um processo de fragmen-


tação das terras rurais em algu-
mas regiões do estado, tendência
intensificada com a crise de 29,
quando houve a queda na Bolsa
dos Estados Unidos.
Entre os anos 1920 e 1940 a po-
pulação urbana da cidade aumen-
tou consideravelmente. A falta de
oportunidade no campo induziu
a expansão urbana e consequen-
temente uma dinamização nos
setores industrial e comercial da
cidade. A autora destaca a organi-
zação efetiva da burguesia indus-
trial com a fundação em 1931 da Para o professor Oswaldo Truzzi, a indústria deve muito à economia cafeeira

kappa magazine 29

kappa ed94 23out14.indb 29 23/10/2014 22:04:03


especial

Associação Comercial e Industrial Neste período desapareceram


de São Carlos (Acisc), sendo que os cafezais e o município passou a
a partir de 1940 a atividade in- ser importante bacia leiteira, tanto
dustrial converteu-se no principal que em 1937 organizou-se a Coo-
polo econômico do município. perativa de Laticínios de São Car-
1930 é outro marco industrial los.
da cidade. Quando se instala a Em 1945 o Catálogo das Indús-
primeira empresa multinacio- trias do Estado de São Paulo (orga-
nal com capital estrangeiro. A nizado pelo Departamento Esta-
pequena Indústria de lápis H. dual de Estatística) divulgou que
Fehr é absorvida pela pode- entre os anos de 1941 e 1945, fo-
rosa indústria alemã Johann ram fundadas 62 novas unidades
Faber, que transferiu para São industriais em São Carlos. O que
Carlos a produção de toda indicava que a cidade possuía um
América do Sul. parque industrial impulsionador.

1934 – Fábrica de espelhos Re- SETOR INDUSTRIAL NA


gitti e Castraldi, a de camas de ATUALIDADE
Jacyntho Favoretto e a de en-
xovais para noivas de Antonio
Rauedi. De acordo com o diretor do Ciesp
São Carlos, Ubiraci Pires Corrêa, a
1936 – Tipografia Camargo de cidade não possui um ramo indus-
José Ferraz de Camargo trial específico, como por exemplo,
o setor calçadista de Franca. “Temos
1937 – Fábrica de tecidos Ger- indústrias de praticamente todas as
mano Fehr áreas: máquinas e equipamentos,
fundição, eletroeletrônicos, autope-
1940 – Indústria de ferramen-
ças, automação industrial, tecela-
tas agrícolas CIAR de Danta
Ciarrochi
gem, químicas, papel e celulose,
cerâmicas industriais, cosméticos,
1941 – Indústria de meias equipamentos médicos e odontoló-
Sallun Ltda e Colmeia gicos, gráficas, nanotecnologia, sem
contar dezenas de empresas nas-
1943 – Irmãos Remalli e Cia centes de alta tecnologia.” Ubiraci
reforça que de acordo com o Código
1946 – Tecelagem São Carlos Nacional de Atividade Econômica
S.A. (CNAE) são classificadas também
como indústrias, as empresas de
1947 – Indústria e Comércio de construção civil e as padarias, mas
Couros Cometa
tirando essas duas categorias, o
restante é considerado indústria de
Finalizando este período de
plena expansão industrial se trans-
transformação. E neste ramo especí-
fere para São Carlos as Indústrias fico, São Carlos tem entre 700 e 800
Pereira Lopes S.A., fundadas em empresas, que empregam cerca de
1943 em São Paulo. 30.000 pessoas.

30 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 30 23/10/2014 22:04:05


kappa magazine 31

kappa ed94 23out14.indb 31 23/10/2014 22:04:06


tradição
informe publicitário
Fotos: Fabio Mauricio

Daniel, João e Tiago, proprietários da Tim Calçados

Uma paixão
por sapatos
A Tim Calçados está em São Carlos
há 45 anos e faz parte do cenário
comercial da cidade

anter a tradição e qualida- com o antigo proprietário, em 1973 João Em 1994 foi feita a primeira reforma na

M de de seus produtos por


45 anos não é uma tarefa
fácil, é preciso muito esfor-
Aristides da Silva, então com 13 anos, é
contratado pela empresa e em 1982 re-
cebeu a proposta de seu antigo chefe
loja da rua Geminiano Costa, e em 2002
o empresário resolveu unificar a loja com
a outra localizada na rua 9 de Julho. Mas
ço, carisma e honestidade para alcançar para que comprasse a Tim Calçados. “Na a ousadia da família foi além. Seis anos
o sucesso e consolidar uma marca. A fa- época eu não tinha condições, mas meu depois foi inaugurada a loja da avenida
mília Silva é um exemplo de que a recei- pai me ajudou e com o tempo meus fi- Sallum, em um prédio próprio. “Vimos
ta dá certo, já que há mais de 3 décadas lhos também vieram trabalhar comigo. neste bairro um grande potencial, por
mantém a tradição da loja Tim Calçados Hoje somos uma empresa familiar”. ser tradicional e independente do cen-
em São Carlos. Com o sucesso da loja em São Carlos, tro”.
A história da loja começou em 1969 João começou a alçar voos mais altos. Em 2013 a família realiza mais um

32 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 32 23/10/2014 22:04:15


desejo e inaugura uma terceira loja na “Trazemos para São Carlos as grandes
Geminiano Costa. “No mês de outubro marcas brasileiras. Participamos, fre- Tim Calçados
faz exatamente um ano que nós inau- quentemente, de feiras que nos pos- Rua 9 de Julho, 1.056 –
guramos essa loja. Hoje a marca Tim sibilitam trazer aos nossos clientes as Centro - (16) 3372-3748
Calçados está consolidada na cidade e novas tendências das estações”, expli- Avenida Sallum, 909 – Vila
um dos nossos diferenciais são as nossas ca João. Prado - (16) 3364-5725
vitrines, que se tornaram conceitos”. A Outro diferencial da loja é a relação com Rua Geminiano Costa, 520 –
Tim Calçados conta hoje com 33 cola- os seus clientes, que são tratados como ami- Centro - (16) 2107-8787
boradores, é referência em multimar- gos. “Temos muitos clientes fiéis e por isso
cas e está antenada nos lançamentos. procuramos sempre valorizá-los”.

A aposentada Abbadia Zanfrili Cardinalli é uma das clientes mais antigas da Tim Calçados. “Tenho
92 anos e desde o início compro na loja. Eu morava em São Paulo e na década de 70 meu esposo
faleceu, e meu cunhado trouxe a mim e meus dois filhos para São Carlos. Certa vez eu precisa-
va comprar calçado para os meus netos, mas não conhecia nenhuma loja aqui na cidade. Um
vizinho me indicou a loja Tim Calçados, e desde então eu não parei mais de comprar com eles.
Cheguei a comprar sapato na Tim e levar para meus parentes em São Paulo. O João é como um
filho pra mim, qualquer coisa que eu preciso, eu ligo na loja e eles sempre me atendem muito
bem. Já são cinco gerações da minha família que são clientes da loja Tim Calçados”.

Loja da Geminiano Costa

Trabalho na Tim Calçados há 25 anos, este foi o meu primeiro emprego.


Comecei na loja aos 13 anos, e aprendi muito com eles. Comecei como
estoquista, depois fui para vendedor, auxiliar de gerência, gerente e hoje estou
como supervisor das lojas. Tudo o que eu sei foi a empresa que me ensinou.
Marcos Antonio Baldano

kappa magazine 33

kappa ed94 23out14.indb 33 23/10/2014 22:04:35


mudança

Primeiras ruas do Centro foram nomeadas em 1866

As primeiras ruas
de São Carlos
Nomes foram definidos em reunião em dezembro de 1866,
mas com o tempo a maioria foi trocada

Fotos Fabio Mauricio e João Moura pelo professor Ary Pinto das Neves, nida São Carlos, que é um ponto de
diz que “até 1868, bem depois da referência para muitos que aqui che-
ma reunião realizada na emancipação política e da elevação gam, foi denominada rua do Com-

U Câmara dos Vereadores


no dia 12 de dezembro
de 1866 teve como ob-
a vila, a área urbana permaneceu li-
mitada à metade sul do pátio da Ma-
triz, com as ruas situadas no flanco
mercio. Ela começava na porta da
Catedral e seguia até o cruzamento
da rua General Osório “atravessando-
jetivo nomear as primeiras ruas do da colina, declinando para o córrego -se o córrego por uma pinguela de
Centro de São Carlos. No livro São do Gregório”. madeira”.
Carlos na esteira do tempo, escrito A principal via da cidade, a ave- A rua Episcopal teve como primei-

34 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 34 23/10/2014 22:04:39


ro nome rua de Santo Ignácio e anos
depois passou a ser conhecida como
rua do Carvalho. Ela tinha início no
fundo do pátio da Catedral “passan-
do junto à venda Inacinho Mineiro,
margeando o seu pasto e o alagado
por um aterrado mandado altear em
1857”, e dava acesso ao cemitério,
hoje o largo de São Benedito. A rua
Av. São Carlos e av. Dr. Carlos Botelho tiveram o nome de “batismo” alterado
de Santo Ignacio era uma via impor-
tante para a cidade, pois ela servia de
estrada para as cidades de Araraqua- de seus moradores, que chegavam a teve seu nome alterado durante uma
ra e Rio Claro. “O trânsito de tropas e apelar ao governo provincial sobre o sessão da Câmara no dia 11 de abril
carros, especialmente na estação das assunto”. de 1887: “esta rua terminava na vár-
águas, tornavam-na frequentemente Já a rua do Jatahy, conhecida zea alagada, aqui ainda mais densa,
intransitável, para grande desprazer hoje como Rua Dona Alexandrina, a ponto de aparecerem, por vezes,

kappa magazine 35

kappa ed94 23out14.indb 35 23/10/2014 22:04:44


mudança

porcos do mato”.
A atual rua Riachuelo por mui-
to tempo foi conhecida como rua
da Mata, por conta da proximidade
com uma mata que havia na região.
Em 1887 duas ruas tiveram o nome
alterado, a rua do Itaqui, que passou
a ser conhecida como rua Jesuíno
de Arruda e a rua do Paysandu, atual
rua General Osório. “Ao todo eram 7
quarteirões, onde viviam no máximo
um milhar de pessoas (...)”.
“(...) Após 1768, com as doações
feitas na área norte, primeiro por
Dona Alexandrina Melchiades de
Alckimin e depois pelos condomí-
nios da Sesmaria do Pinhal, a vila
caminhou para o alto da colina, com
o prolongamento das ruas já antes
traçadas e com a abertura das trans- Vista da avenida São Carlos
versais seguintes”.
A rua Conde do Pinhal já teve três rua Américo Brasiliense, até chegar
nomes diferentes. O primeiro foi rua ao atual e mais merecido nome de
de São Bento. Em 1883 passou a ser Dr. Carlos Botelho, com honras de
chamada de rua Barão do Pinhal e Avenida (...)”.
anos mais tarde de rua Visconde. A A rua 28 de Setembro chegou a
rua Major José Inácio inicialmente ser chamada de rua do Monjolinho,
era chamada de rua Municipal, a rua e a rua Orlando Damiano era conhe-
Marechal Deodoro era a rua 2 de De- cida como rua do Lazareto “por dar
zembro e a rua Padre Teixeira foi co- acesso ao prédio de confinamento
nhecida durante muitos anos como dos lázaros”. A vila também cresceu
rua da Babylonia. para o lado oeste com a abertura da
Uma das principais vias de São rua Uruguayana, hoje chamada de
Carlos, a XV de Novembro, já foi rua 9 de Julho. Depois abriram mais
chamada de rua de São Sebastião duas paralelas, a rua Dom Pedro II,
e também de rua da Raia. “(...) já na antes chamada de rua da Palma, e
borda do campo, porque a transver- a rua Ruy Barbosa, que antes tinha
sal seguinte era o começo da estrada nome de rua do Bethlém.
vicinal que demandava Araraquara e Duas importantes ruas do Centro
servia para as corridas de cavalo, co- são-carlense mantiveram seus no-
muns na época (...)”. mes de “batismo”: a rua 7 de Setem-
“A rua do alto do espigão divisor bro e a rua São Joaquim, “esta rua
de águas recebeu na mesma sessão escapou da mania mudancista pelo
de 1887 o simpático apelativo de rua fracasso da tentativa de alterar-lhe a
da Boa Vista para transmudar-se na denominação tentada por ocasional
sessão de 26 de maio de 1981 em maioria na legislatura de 1956”.

36 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 36 23/10/2014 22:04:47


kappa magazine 37

kappa ed94 23out14.indb 37 23/10/2014 22:04:49


beleza
informe publicitário

Cliente antes e após o procedimento

Franciane durante aplicação da micropuntura

Adeus às rugas
e às linhas de
expressão
Inovadora, a Micropuntura, técnica que vem
fazendo muito sucesso no Brasil, chega a São
Carlos e apresenta resultados fantásticos Franciane é referência em procedimentos faciais

Fotos Fabio Mauricio Formenton, micropigmentadora e oriento as clientes sobre as precauções


micropunturista. “Além da ação cla- necessárias. A micropuntura não in-
readora, a técnica permite eliminar terfere na rotina do paciente.” O proce-
rugas e marcas de expressão de uma dimento é praticamente indolor e os
técnica desenvolvida na forma mais acessível e sem paralisar resultados, que podem ser vistos já a

a Argentina, que chegou ao


Brasil há pouco mais de 4
anos, vem sendo ofereci-
o músculo, como acontece com a
aplicação da toxina botulínica”, ga-
rante Franciane, que já se consolidou
partir da primeira sessão, podem ter 2
anos de duração. Franciane indica que,
para garantir um melhor resultado do
da, com sucesso e excelentes resultados na cidade como referência em desig- tratamento, deve ser feita uma comple-
em homens e mulheres, em São Carlos ner de sobrancelha, especialista em mentação e manutenção.
no Studio Franciane Formenton. cílios e simetria facial.
O procedimento inovador pro- O tempo de tratamento depen-
move a estimulação do tecido e re- de da necessidade de cada cliente, Studio Franciane
generação da pele através do ácido na maioria das vezes são indicadas Formenton
lático, implantado através de uma entre 10 e 15 sessões, com interva- Rua Antônio Botelho, 583, sala 6
pequena agulha, em um aparelho los de 15 dias, havendo contraindi- Travessa 5 ao lado da Igreja Santo
chamado dermógrafo, o mesmo usa- cação apenas para mulheres grávi- Antônio – Vila Prado
do em maquiagem definitiva. das, que estiverem amamentando, Telefone (16) 3201-9003
“Após a estimulação a pele pas- diabéticos e pessoas com proble- Atendimento: de segunda a sexta-feira
sa a produzir colágeno e elastina, mas de cicatrização. das 8h às 19h e aos sábados das 9h às 18h
amenizando cicatrizes, sequelas de “Todo procedimento é seguro, certi- face: Studio Franciane Formenton
acnes e estrias”, garante Franciane ficado pela Anvisa e antes da aplicação,

38 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 38 23/10/2014 22:04:57


kappa magazine 39

kappa ed94 23out14.indb 39 23/10/2014 22:04:58


economia

São Carlos deve receber mais de R$ 1 bi em investimentos

Na rota dos investidores


São Carlos firma parceria com grandes empresas e garante mais de
R$ 1 bilhão em investimentos

Por Carolina Zanchim da que se forma todos os anos nas anticorpos monoclonais em São
Foto Divulgação
universidades da cidade. Carlos, em uma área de 200 mil m².
Nos últimos meses duas gran- Joint venture integrada pelas em-
des empresas confirmaram a vinda presas sócias fundadoras, a Biolab
om pouco mais de 230 para a cidade: Airship e Orygen. Sanus Farmacêutica Ltda e a Euro-

C mil habitantes e loca-


lização privilegiada,
no centro do Estado
Além disso, a direção da Volkswa-
gen anunciou que a unidade em
São Carlos está habilitada para re-
farma Laboratórios S.A., a Orygen
deve investir R$ 500 milhões na
construção da planta, que nacio-
de São Paulo, São Carlos atrai cada ceber novos investimentos. nalizará a produção de medica-
vez mais olhares dos grandes in- Há dois anos planejando abrir mentos para doenças como câncer
vestidores, que veem na cidade uma fábrica no Brasil, a Orygen e artrites. Para isso a empresa con-
uma oportunidade de crescimen- anunciou a instalação de sua fá- ta com o apoio do Banco Nacional
to, além de mão de obra qualifica- brica nacional para a produção de de Desenvolvimento Econômico e

40 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 40 23/10/2014 22:05:02


Social (BNDES) e da Financiadora Tecnologia e Inovação.

freeimages.com
de Estudos e Projetos (Finep). A es- A unidade fabril de 5 mil m² de-
timativa é que a planta comece a verá gerar 500 empregos diretos e
operar em 2017, com os primeiros indiretos. Na planta serão fabricados
medicamentos saindo da fábrica dirigíveis e outras soluções utilizando
em 2018. tecnologias mais leves que o ar.
Além de investimentos, a Ory- nOVOS InVESTIMEnTOS – A
gen deve abrir novos postos de Volkswagen também anunciou no-
trabalho. A estimativa é que a em- vos investimentos para São Carlos.
presa inicie a operação com 110 O montante ainda está em fase
profissionais. de definição, mas faz parte de um
DIrIGÍVEIS DE CArGA – Outra projeto de investimentos de R$ 10
empresa que anunciou sua chega- bilhões até 2018. A planta em São
da a São Carlos foi a Airship do Bra- Carlos foi inaugurada em 1996, e
sil, para produção de dirigíveis de é uma das maiores produtoras de
carga. Com investimentos de cerca motores do grupo Volkswagen no
de R$ 500 milhões, a empresa tem mundo. Com uma área total de 80
apoio da Investe São Paulo, agên- mil m², a empresa emprega cerca
cia de promoção de investimentos de 800 colaboradores.
ligada à Secretaria Estadual de De- Empresas veem na cidade uma
oportunidade de crescimento
senvolvimento Econômico, Ciência,

kappa magazine 41

kappa ed94 23out14.indb 41 23/10/2014 22:05:03


homenagem

Professores
recebem
homenagem
do CPP e da
Câmara Sede do Centro do Professorado Paulista

a última quinta-feira

N (23) o Centro do Profes-


sorado Paulista (CPP) e
a Câmara Municipal de
São Carlos realizaram, no Teatro La
Salle (Colégio Diocesano), mais uma
sessão solene para homenagear os
professores, em reconhecimento aos
relevantes serviços prestados à edu-
cação. Pela Lei Municipal nº 13.211
de 2003, que substituiu a Lei 8.029
de 1979, são entregues os prêmios
“Professor João Jorge Marmorato”,
“Professora Benedicta Stahl Sodré” e
“Palmiro Mennucci”.
Ulysses Ferreira Picolo e Azuaite Martins de França
Azuaite Martins de França, secre-
tário geral e diretor regional do Cen-
tro do Professorado Paulista, destaca formas de reconhecer e prestigiar o
que essas homenagens prestadas trabalho exercido pelos profissionais
aos professores são sempre mais que dedicados à arte de educar.
merecidas, pois eles dedicaram parte O presidente da Câmara de São
de suas vidas à arte de educar seus Carlos, vereador Marquinho Amaral
alunos, sempre da melhor maneira (PSDB), destaca que a sessão solene
possível. em homenagem aos professores é
Ulysses Ferreira Picolo, tesourei- uma ocasião especial que permite
Vereador
ro do CPP São Carlos, acredita que expressar gratidão ao professorado Marquinho
homenagear o professor é uma das são-carlense. Amaral

42 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 42 23/10/2014 22:05:12


Depoimentos

Amarilza Helena Gianeis Peres soa em vida é a melhor forma de hon- em Magistério pelo Instituto de Edu- foi uma surpresa em sua vida. “Nunca
Prêmio “Professor João Jorge Marmo- rar a categoria, mostrar que a profis- cação “Dr. Álvaro Guião”, em 1965. imaginei ser homenageada. Para mim
rato” - Professora do Ano 2014 - con- são tem valor. Eu tenho orgulho de ser Mãe de dois filhos e viúva de Getulio foi uma glória sentir que sou lembra-
cedido a professores em exercício professora, pois, mesmo aposentada, Rodrigues de Campos, contribuiu ao da ainda, apesar de estar aposentada
A professora ainda sou professora”. longo de três décadas para formação há 21 anos. O meu maior orgulho é
Amarilza é mais acadêmica e pessoal de centenas de quando encontro ex-alunos, todos
conhecida como professores e educandos. Para ela, bem-sucedidos, e sinto que lhes dei
Branca, apelido Paulo Nathanael Pereira de Souza essa homenagem é fruto de todo o um pouquinho de mim”.
que ganhou do Prêmio “Palmiro Mennucci”, que ho- trabalho feito na Prefeitura. “Fiquei
pai quando nas- menageia professores que tenham se muito contente e agradecida por Maria José
ceu por ter os ca- destacado nacionalmente na área de terem se lembrado de mim. Eu acho Lisbôa
belos totalmente brancos. Branca é educação muito importante que se lembrem Maria José
formada há 30 anos como professora O professor das pessoas, tanto daquelas que estão iniciou sua
de Educação Infantil e Ensino Funda- Paulo Natha- em atividade como das aposentadas. carreira em
mental. Desses, 23 dedicados a aulas nael Pereira Minha família ficou muito orgulhosa 1958 ao le-
de História e Geografia. Branca conta de Souza foi da homenagem, meus dois filhos e cionar como
que, quando recebeu a notícia de que escolhido para meus netos gostaram muito. Estou substituta nas escolas da região de
seria homenageada como Professora receber o prê- muito feliz”, conclui a professora. Itapetininga-SP. Veio para São Carlos
do Ano, ficou muito emocionada. “Fi- mio “Palmiro no ano de 1967, lecionou no Instituto
quei extremamente feliz e com ânimo Menucci”. Ele é graduado em Eco- Iria Muller de Educação “Dr. Álvaro Guião”, nas
em continuar essa jornada. Atribuo nomia e Administração e doutor em Gerrini escolas Militão de Lima, Sebastião de
essa indicação àqueles que partici- Educação. Atualmente é presidente A professora Oliveira Rocha e Paulino Carlos. Ocu-
pam de minha vida diária como pro- do Conselho Federal de Educação, Iria encerrou pou também o cargo de diretora da
fissional. Sempre com boa vontade, tendo ocupado vários outros cargos: suas ativida- Escola Municipal Marechal Rondon.
esforço e responsabilidade dedico-me ex-membro dos Conselhos Estadu- des profissio- “Faz mais de quinze anos que me apo-
aos meus alunos e às escolas por onde al (SP) e Federal de Educação, ex- nais em ja- sentei. Agora fui lembrada, ou seja,
passo, procurando sempre dinamizar -secretário municipal de Educação e neiro de 2010. Ela possui Licenciatura a gente nunca é esquecida. Fiquei
minhas aulas, aprimorando habilida- Cultura de São Paulo (1971-1974) e em Física pela Faculdade de Filosofia muito feliz com esse reconhecimento
des e relacionando-me sempre com ex-superintendente da Bienal de São Ciências e Letras de Rio Claro (1968), e ensinamos porque gostamos, sem
ética”, declara a professora. Paulo. Possui numerosas condecora- especialização em Pedagogia pela Fa- pensar no retorno”, diz a professora.
ções nacionais e internacionais, com culdade de Educação São Luís (1984) “Sempre tive muita afinidade com
Marilene Sacchi Gallo destaque para a Legião de Honra e a e mestrado em Engenharia Metalúr- criança, acho que isso facilitava me
Professora Emérita do Ano - troféu Ordem Nacional do Mérito, da França. gica pela Escola de Engenharia de sentir próxima dos alunos”, completa.
“Professora Benedita Stahl Sodré” O professor afirma que a homenagem São Carlos USP (1980). “Fiquei muito
A Professora o emocionou, não só pelo que repre- feliz com a homenagem. É muito gra- Adolpho
Emérita deste senta essa instituição na história do tificante ser professora quando você Nocilli Neto
ano é Marilene professorado paulista, mas também gosta do que faz. Acredito que seja O professor
Sacchi Gallo. Ela por dar-se em São Carlos. “Cidade em um dos trabalhos mais gratificantes”, Adolpho se
é casada, mãe de que cresci e aprendi a ser professor, na comenta Iria. “É muito bom ver os formou, em
dois filhos e avó passagem dos anos 40 para os 50, e alunos bem-sucedidos, com carreira 1976, em
de quatro netos. fiz a escolha profissional pelo magis- feita e saber que fiz parte da orienta- Licenciatura
Iniciou sua vida profissional em 1967 tério, escolha essa da qual me honro ção deles”. Plena em Matemática. A maior parte de
na escola Eugênio Franco, instituição e na qual ainda hoje me insiro, com sua carreira foi dentro das salas de aula
na qual também finalizou sua car- sucesso e alegria”. Maria Luísa de do Centro Educacional Diocesano La Salle,
reira em 2008, quando aposentou. Paulo Nathanael destaca: “Que a ini- Barros instituição onde se aposentou em 2006,
Marilene lecionou também nas esco- ciativa dessa homenagem do CPP aos Professora mas permaneceu lecionando até 2011. “A
las Bispo Dom Gastão e Sebastião de que atrelaram seu destino aos fazeres de Geografia, homenagem é muito especial para mim,
Oliveira Rocha. “Fui aluna, estagiária, de ensino/aprendizagem prossiga, Maria Luísa pois há três anos estou fora do Colégio
lecionei e me aposentei na escola Eu- anualmente, prestando assim aos de Barros for- Diocesano e, depois que saí de lá, não
gênio Franco. A carreira de professora escolhidos a homenagem e o agrade- mou-se pela havia retornado. É uma honra estar pre-
é muito compensadora. A educação cimento da sociedade, que muito se PUC e se especializou em Estudos So- sente no teatro do colégio onde vivi mais
dos meus alunos era tudo para mim. beneficia da dedicação dos docentes”. ciais pela Faculdade Barão de Mauá. de 30 anos da minha carreira para receber
Quando nós víamos o progresso deles, Ela também é graduada em Peda- uma homenagem como professor”, diz.
nos sentíamos completas”, comenta. HOMENAGENS ESPECIAIS gogia pela Faculdade Carlos Pascale. “Agradeço de coração a quem se lembrou
“Fiquei muito admirada e satisfeita Dilma Terensi Atuou como professora no Instituto de de mim, ao CPP, ao Azuaite e a Deus, por
com a homenagem do CPP. Foi um A professora Educação “Dr. Álvaro Guião”, nas esco- ter me dado a minha mãe, porque peda-
reconhecimento muito bom por parte Dilma Terensi las Jesuíno de Arruda, Paulino Carlos goga igual a ela não existe. Para mim, a
das minhas colegas de profissão. Não Rodrigues e Industrial Paulino Botelho. Também principal pessoa que me educou e me
esperava. Foi algo muito gostoso de de Campos foi diretora substituta na escola Giá- preparou para a vida foi ela, portanto
sentir. Acredito que prestigiar a pes- formou-se como Stabilli. Para ela a homenagem agradeço-lhe muito também”.

kappa magazine 43

kappa ed94 23out14.indb 43 23/10/2014 22:05:19


sabores

A famosa mortadela do Bellini

Mortadela do Bellini
A famosa mortadela fabricada em São Carlos
entre as décadas de 1950 e 1980, consumida
dentro e fora do país, era apreciada até pelo
ministro do Trabalho Almir Pazzianotto

Por Ana Paula Santos los, quem conta é o filho de Raul. matadouro, que funcionava onde
“Além do frigorífico, funcionavam hoje é o Campus da USP, e seguia
2 açougues na rua Geminiano de bonde até o local da entrega.
Costa. No açougue fabricávamos No auge da produção, uma equipe
tradicional mortadela salsicha, linguiça, charque e a com 12 funcionários fabricava dia-

a começou a ser fabri-


cada em 1949 quando
Raul Dinucci e o só-
mortadela”, relembra Rui Dinucci.
“Alguns anos depois foi desfeita a
sociedade e meu pai tornou-se só-
riamente cerca de 500 quilos da
mortadela que, famosa pela quali-
dade e aroma, tornou-se conheci-
cio José Quattrocchi inauguraram cio de Lineu Bellini.” da até fora do país. Uma equipe de
na cidade o Frigorífico São Car- Naquele tempo, a carne saía do vendas era responsável pela distri-

44 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 44 23/10/2014 22:05:22


buição da mortadela em diversas sair de São Carlos. Ele dizia que mais
cidades e Rui conta que muitos importante que os ingredientes era
clientes presenteavam parentes e o modo de fazer a massa, tínhamos
amigos que moravam no exterior. até equipamentos importados da
“A mortadela era famosa mes- Itália, mas somente ele sabia dar o
mo, foi considerada uma das me- ponto certo”, garante ,emocionado
lhores do país. Aceitávamos enco- pela lembrança dos amigos que já
mendas especiais, por exemplo, Pinheiro: responsável pela receita da morreram.
famosa mortadela
com pimenta ou com menor quan- Entre os ilustres consumidores
tidade de toucinho.” da conhecida mortadela do Bellini
A receita não era segredo, mas temperos e toucinho de porco, era estão o são-carlense Ronald Go-
também nunca foi revelada. O res- o funcionário Reinaldo Pinheiro. lias, um dos maiores humoristas do
ponsável pela massa, que tinha “Pinheiro era o técnico, ele che- Brasil, e o ministro do Trabalho Al-
como ingredientes carne dianteira gou a ser convidado para fazer a mir Pazzianotto. “Frequentemente,
de boi (lombo, paleta e pescoço), receita no exterior, mas nunca quis militares de Pirassununga vinham

kappa magazine 45

kappa ed94 23out14.indb 45 23/10/2014 22:05:24


sabores

Fabio Mauricio
Rui e a esposa Maria de Fátima estão juntos há mais de 30 anos.
Tudo começou por causa da mortadela

Arquivo pessoal, fotos de 1980


Funcionários da Bellini & Dinucci durante a fabricação da mortadela

a São Carlos buscar a mortadela a esposa, com quem Rui teve um


para levar para Brasília.” casal de filhos.
Para Rui Dinucci, que sempre O filho de Lineu Bellini e os netos
acompanhou o pai nos açou- de Raul Dinucci não se interessaram
gues, uma das melhores con- pelo ramo e seguiram outros cami-
quistas que a mortadela trouxe nhos profissionais, por isso, desde o
foi pessoal. Há mais de 30 anos fim dos anos 1980 a mortadela não
ele se casou com Maria de Fátima é mais foi fabricada, deixando os
Danezi. “Eu lembro que ia com clientes que tiveram oportunidade
meu pai comprar a mortadela e de saborear tal iguaria com água na
sempre dizia, um dia vou casar boca e, por que não dizer, uma certa
com o homem do açougue”, diz dose de saudosismo.

46 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 46 23/10/2014 22:05:30


kappa magazine 47

kappa ed94 23out14.indb 47 23/10/2014 22:05:31


tradição
informe publicitário

Queijos produzidos pela


Laticínios Bonura

De pai
para filho
Família Bonura trouxe da Itália para São Carlos o
que há de melhor em queijos

Fotos João Moura


aperitivos (palito, nozinho e porunga),
que são feitos sob encomenda. “No fi-
á mais de 40 anos a fa- nal do ano lançaremos o queijo prato”,

H mília Bonura se mudou


para São Carlos e trouxe
na bagagem a tradição
conta Pietro.
Ainda segundo Pietro, 30 produ-
tores da região são responsáveis pelo
Tradição veio da Itália

da fabricação de queijos. O patriarca leite utilizado na produção dos queijos,


da família começou com uma peque- todos com atestado e comprovação
na produção em um prédio localizado de vacinação de seus gados. “Essa é a
na avenida São Carlos e passando para garantia de qualidade que oferecemos
seus filhos as receitas dos queijos. Hoje aos nossos clientes.”
o responsável pela empresa é Pietro Os queijos Bonura podem ser en-
Giuliano Bonura, neto do fundador. contrados em estabelecimentos de
A Laticínios Bonura produz diver- São Carlos e região. “Nossos clientes Qualidade garantida em todo processo
sos tipos de queijos: parmesão, parme- são fiéis e não deixam de comprar, pois
são curado, provolone, muçarela, rico- sabem da qualidade que oferecemos”,
ta, minas frescal, além de queijos para completa Pietro.

Laticínios Bonura
Avenida Paulo Arruda
Correia e Silva, 326
Recreio dos Bandeirantes
Telefone: (16) 3372-9682
Fábrica no Recreio dos Bandeirantes laticiniosbonura@gmail.com

48 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 48 23/10/2014 22:05:46


kappa magazine 49

kappa ed94 23out14.indb 49 23/10/2014 22:05:47


você sabia?

Fabio Mauricio
Detalhe dos vitrais na capela de São Carlos Borromeu

São Carlos Borromeu:


padroeiro de São Carlos e Milão
Santo italiano abandonou honrarias e riquezas para
viver uma vida simples, cuidando dos pobres e doentes

Por Ana Paua Santos da de Médicis, que também perten- nhor. Convicto, dizia sempre: Se me
cia à nobreza. Por influência da mãe, preocupar com os pobres, Deus pro-
que morreu quando ele tinha apenas tegerá meus filhos.
9 anos, tornou-se devoto da Virgem Aos 21 anos diplomou-se em
arlos Borromeu nasceu Maria. A vocação de Carlos fez com Direito Canônico, um ano depois

C no castelo da família
em Arona, próximo de
Milão, em 2 de outubro
que ele fosse entregue para servir a
Deus aos 12 anos de idade. O pai era
profundamente religioso, tornando-
fundou uma academia para estudos
religiosos, com total aprovação de
Roma. Sobrinho do Papa Pio IV (ir-
de 1538. Era o segundo filho do con- -se conhecido por levar uma vida mão de sua mãe), Carlos Borromeu
de Gilberto Borromeo e de Margari- mais de monge que de grande se- tornou-se cardeal aos 22 anos, antes

50 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 50 23/10/2014 22:05:53


São Carlos Borromeu,
conhecido pela caridade e
amor aos pobres e doentes

mesmo de ser ção com a elite ministrativa da Igreja, que resultou


sacerdote, e foi de Roma para no Concílio de Trento (1545 a 1563).
nomeado bispo posicionar-se à “São Carlos Borromeu é também
aos 24 anos de frente, ao lado padroeiro dos catequistas e das Con-
idade. Segundo e até abaixo gregações das Irmãs Missionárias de
padre José Luiz dos pobres, do- São Carlos Borromeu Scalabrinianas.
Beltrame, cura- entes e, princi- Ele foi também um homem funda-
to da Catedral, a palmente, das mental na reforma da Igreja”, explica
obra de São Car- crianças.” o padre.
los Borromeu, um dos santos mais De acordo com a história, Carlos
importantes e queridos da Igreja Borromeu pode ter sido o primeiro HUMILDADE – Humilitas era o
Católica, pode ser resumida em duas secretário de estado no sentido mo- lema de Carlos Borromeu como bis-
palavras: dedicação e trabalho. derno da expressão. Formado pela po. Em 2007, o então Papa Bento XVI
“Ele sempre pregou a humildade, Universidade de Pávia, liderou uma se referiu a ele dizendo: “A humildade
de origem nobre, aproveitou a liga- reforma radical na organização ad- o impulsionou, como o Senhor Jesus,

kappa magazine 51

kappa ed94 23out14.indb 51 23/10/2014 22:05:54


você sabia?

Ilustração retrata a preocupação de São Carlos Borromeu: as vítimas da peste

a renunciar a si mesmo para fazer-se bitos e ofícios semelhantes aos que


servo de todos. Sua figura destaca- havia nas casas dos jesuítas. Ele dava
-se no século XVI como modelo de o exemplo, sendo o mais observan-
pastor exemplar pela caridade, dou- te de todos. Neste itinerário de mu-
trina, zelo apostólico e, sobretudo, danças Carlos apartou-se de tudo o
pela oração”. que era mundano e esforçou-se para
Em 1566 Carlos peregrinou para tornar a vida espelho de verdadeira
sua Diocese. Ele costumava dizer: santidade e penitência.
“Reformar-se para reformar”. Iniciou Incontáveis foram suas obras.
por sua casa a reforma que pregava, Fundou e construiu muitos semi-
estabelecendo nela um regulamen- nários, criou escolas, fundou a Con-
to para que todos vivessem com gregação de sacerdotes seculares
simplicidade e modéstia. Havia ho- Oblatos de Santo Ambrósio e 740
rário para as orações comunitárias e escolas catequéticas para a instru-
individuais e para o exame de cons- ção do povo. Fundou instituto para
ciência, e ninguém podia ausentar- órfãos e meninos de rua, refúgio
-se desses atos sem permissão. para prostitutas, organizou pensio-
No espírito da reforma do clero, nato para os pobres sem casa ou
os sacerdotes eram obrigados a se sem família e incentivou a fundação
confessar todas as semanas e a ce- de uma sociedade para as mulheres
lebrar a Santa Missa diariamente. Os abandonadas ou maltratadas pelos
não sacerdotes deveriam confessar- maridos.
-se, comungar semanalmente e as- DEDICAÇÃO DE PASTOr – Em
sistir à Missa diariamente. As refei- 1576, a cidade de Milão foi vitima-
ções eram em comum, com a leitura da pela peste da cólera, e o povo foi
de algum livro de vida espiritual. abandonado pelos poderes públi-
Enfim, ordenou sua casa como se cos. Compadecido, Dom Carlos Bor-
fosse um colégio da Companhia de romeu ficou na cidade, ofereceu aju-
Jesus, com exercícios espirituais, há- da material ao povo e aos doentes e

52 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 52 23/10/2014 22:05:55


Fabio Mauricio
também aos mais de cem sacerdotes
que contraíram a peste por terem se
dedicado ao serviço.
“Ele sofreu por cada filho seu atin-
gido pela doença, angustiado em ver
que tantos morriam sem o conforto
de uma palavra boa, sem a graça dos
sacramentos. Não foi vítima direta
da peste, mas certamente seu zelo
desgastou-lhe a saúde, já enfraque-
cida pelas penitências e jejuns. Isto
também favoreceu a morte precoce
de nosso Santo Patrono”, comenta o
curato da Catedral.
Carlos Borromeu morreu aos 46
anos, em 4 de novembro de 1584, na
Itália, e foi canonizado em 1610.
Padre José Luiz: ele foi também um homem fundamental na reforma da Igreja
Na região onde nasceu, em Aro-

kappa magazine 53

kappa ed94 23out14.indb 53 23/10/2014 22:05:58


você sabia?

Um pouco de história

na, no Lago Maior, foi construída A primeira Igreja Católica foi


uma gigantesca estátua de cobre e construída em São Carlos em 1856,
bronze com 23m de altura. antecipando o surgimento da
Em um dos seus discursos–homi- própria cidade. Era uma constru-
lias na Festa de São Carlos, o Papa ção bem rústica em madeira e foi
João Paulo II disse: “São Carlos! consagrada a São Carlos Borromeu
Quantas vezes me ajoelhei diante por ser o santo de devoção da
das suas relíquias na Catedral de família Arruda Botelho, uma das
Milão, quantas vezes tornei a pensar famílias fundadoras da cidade. Em
na sua vida, contemplando no meu 1857 foi celebrada a primeira missa
espírito a gigantesca figura deste e no ano seguinte o Bispo de São
homem de Deus e servo da Igreja, Paulo, Dom Antônio Joaquim de
Carlos Borromeo, Cardeal, Bispo de Melo, elevou a capela à categoria
Milão e homem do Concílio!” de Paróquia de São Carlos. Em 1868
foi realizada a primeira reforma
do templo e a visita do imperador
Dom Pedro II a São Carlos, em 1886,
motivou a ampliação da pequena
Estátua do
santo chamado
matriz. Em 1908 o Papa Pio X criou
carinhosamente a Diocese de São Carlos do Pinhal.
pelo povo de Em 1946 novas obras de ampliação
San Carlone (São
Carlão) começaram e a demolição completa
da primeira igreja aconteceu em
1949. A nova Catedral de São
Carlos foi inaugurada em partes
e oficialmente sagrada em 8
de dezembro de 1970. Parte
da beleza está nos 78
vitrais artísticos, alguns
decorados com a arau-
cária, árvore símbolo da
cidade. Entre eles está a
capela do padroeiro São
Carlos Borromeu. Nos
vitrais laterais estão
escritas as datas do
nascimento de São Carlos
Borromeu 1538 e de sua
morte 1584. Um cajado, símbolo
da ação pastoral dos bispos, que
com zelo devem conduzir seus
trabalhos pastorais na sua diocese
como o Cristo Bom Pastor que veio
para dar a vida pelo seu povo. E a
palavra em latim Humílitas.

54 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 54 23/10/2014 22:06:00


kappa magazine 55

kappa ed94 23out14.indb 55 23/10/2014 22:06:01


serviços
informe publicitário

Bruno Caciagli Filho, sócio proprietário

Itália Serv:
prestação Reformas, manutenções e gerenciamento de projetos

de serviço com qualidade


Se você precisa reformar ou quer garantir uma manutenção de
qualidade, a mais nova opção em São Carlos vai te surpreender
com soluções inteligentes

Fotos Fabio Mauricio uma forma diferenciada, com im- Confira alguns
portantes parcerias, garantindo efi- serviços oferecidos
ciência desde um pequeno reparo pela Itália Serv:
até uma manutenção preventiva e
anutenção ou reforma permanente. • Gerenciamento de projetos
• Elétrica
M podem ser para muitos,
sinônimo de dor de ca-
beça. Mas a Itália Serv,
A Itália Serv acredita que cooperar
com a infraestrutura de sua empresa
é dar tempo para desenvolver aquilo
• Pintura
• Hidráulica
• Jardinagem
a mais nova opção em consultoria que há de melhor. Por isso a equipe, • Ar-condicionado
e prestação de serviços, trouxe para formada por pessoas experientes no • Entregas
São Carlos uma gama completa de ramo, garante total satisfação nos
atendimentos que vão garantir a sa- projetos e serviços prestados.
tisfação de quem precisa. Além disso, a Itália Serv disponi-
Em um só lugar você encontra biliza técnicos habilitados para você,
profissionais de diversas áreas trei- administrador de condomínios, que
Itália Serv – Consultoria e
nados para atendimento residencial, busca cortar gastos com segurança e
Prestação de Serviços
comercial, predial e empresarial, responsabilidade.
Rua 7 de Setembro, 2174
dentro de um padrão máximo de Venha nos conhecer, peça um or-
Centro
qualidade. çamento sem compromisso, garanti-
Telefone (16) 3419-9554
São projetos, instalações, pintu- mos qualidade, além de preço justo e
www.italiaserv.com.br
ras e muito mais, tudo mantendo competitivo.

56 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 56 23/10/2014 22:06:07


kappa magazine 57

kappa ed94 23out14.indb 57 23/10/2014 22:06:09


artes

Índia pintada
por Caruso

O artista
das

-UPS
A arte americana foi adaptada para o Brasil pelo
são-carlense Vicente Caruso, que ilustrou campanhas
publicitárias com as formas da mulher brasileira

Segunda Guerra Mundial, e estampa- dou para Campinas. Anos mais tarde
vam os calendários carregados pelos Caruso mudou-se para São Paulo,
soldados. No Brasil, quem adaptou o onde morou nos bairros Aclimação
estilo americano ao “jeitinho” brasilei- e Ipiranga. Seu ateliê funcionou na
s pin-ups, pinturas que ro foi o são-carlense Vicente Caruso. Rua Augusta até 1986, ano de sua

a combinam a inocência
e volúpia das mulheres,
foram criadas nos Esta-
Caruso nasceu em São Carlos em
1912, e aqui ficou até os 10 anos,
quando seu pai recebeu uma pro-
morte. “Meu avô teve várias compli-
cações, entre elas uma pneumonia
muito forte, além de apresentar os
dos Unidos, no século XX, durante a posta de emprego e a família se mu- sintomas do Alzheimer”, relembra

58 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 58 23/10/2014 22:06:10


Arquivo Pessoal

seu neto, João Roberto Caruso. e, acima de tudo, as curvas e a bele-


João conta que o avô voltou a za da mulher brasileira. “Ninguém,
sua cidade natal apenas uma vez. “Eu como ele, soube transportar para
me lembro dele contando que foi a a tela a beleza da mulher brasileira,
São Carlos para receber uma home- o frescor da sua pele e aquele algo
nagem da Câmara dos Vereadores. mais que poucas mulheres no mun-
Nesse dia fizeram uma pequena ex- do conseguem mostrar”, descreve o
posição e lhe entregaram um troféu.” site Pintores Caruso.
Por ter saído muito cedo de São Sua arte ficou conhecida tam-
Carlos, poucas pessoas conhecem ou bém em campanhas publicitárias de
ouviram falar do trabalho de Vicente uma famosa indústria de pneus e na
Vicente Caruso
Caruso. Mas as que possuem uma de uma loja de colchões. Nas ima-
obra do artista têm muito orgulho gens é possível observar desde mu-
de exibi-la. “Por que isso acontece? texto publicado no site da família, lheres com seus filhos ou totalmente
Por que a maior parte das pessoas Pintores Caruso. nuas. Caipirinhas e índias também
que adquiriram a pintura por achá-la As obras mais conhecidas do ar- foram pintadas por Caruso, em meio
bonita não se preocupava em olhar a tista são as pin-ups, que representam à exótica natureza ou até diante de
assinatura e saber o nome do autor”, a natureza morta, paisagens, figuras emblemáticos edifícios da cidade de

kappa magazine 59

kappa ed94 23out14.indb 59 23/10/2014 22:06:11


artes

Arquivo Pessoal
São Paulo.
Na época em que mostrar as co-
xas era um escândalo, o artista mate-
rializou a silhueta da mulher nas pin-
-ups. “Ele tinha um nível de perfeição
muito alto em suas pinturas, traçava
o corpo da mulher nos mínimos de-
talhes e por isso recebia muitas en-
comendas. Talvez, por causa disso,
ele não tenha exposto muito suas
Caruso e sua única filha Yara Caruso
obras”, explica João.
Segundo o jornalista Rubens Ca-
ruso, sobrinho de Vicente, a maioria

Site Pintores Caruso


dos parentes de Caruso eram artis-
tas, mas não gostavam da badalação
da profissão escolhida, por esse mo-
tivo as obras da família não estão ex-
postas. “Meu pai sempre destacava
que os irmãos eram meio avessos à
badalação, ao assédio. Somando isso
ao fato de que alguns dos irmãos
partiram muito cedo, ao tempo de-
corrido e ao surgimento de novos
talentos contemporâneos com alta
exposição na mídia e nos círculos
culturais, tem-se a receita para que
boa parte da produção da família
esteja restrita às coleções privadas e, Campanha publicitária de fábrica de colchão
ocasionalmente, em leilões de arte”,
comenta.
MEMÓrIAS - O site www.pintores-
caruso.com.br foi idealizado por Ru-
bens e seu pai, também Rubens Ca-
ruso, com o objetivo de manter viva a
história da família de artistas. “Ajudei
papai na formatação do site Pinto-
res Caruso e no registro fotográfico
de uma parte do acervo da família.
Nunca vou esquecer uma frase dele,
às vésperas de completar 80 anos e
ainda no vigor do exercício do jorna-
lismo, quando colocamos o site no ar:
‘agora sim, estou realiza6do. Resgata-
mos a memória dos seus tios’. Dois
meses depois, papai partiu para o en-
Campanha publicitária de fábrica de pneus
contro deles”, relembra, saudoso.

60 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 60 23/10/2014 22:06:13


kappa magazine 61

kappa ed94 23out14.indb 61 23/10/2014 22:06:16


tradição
informe publicitário

Maricondi: um
dos maiores
laboratórios
do Interior
São mais de três milhões de
exames realizados por ano,
além do apoio para mais de 250
laboratórios Laboratório Maricondi: três milhões de exames realizados anualmente

Foto Menegatti
parasitologia, urinálise e provas de
função pulmonar. E para facilitar o
á 68 anos atuando em atendimento aos seus clientes, o La-

H São Carlos, o Labora-


tório Maricondi pode
comemorar o título de
boratório Maricondi aceita diversos
convênios. São eles: Unimed, São
Francisco, Cassi, Sulamérica, Ind. Pa-
um dos maiores do interior. “Anual- pel, Cesp, Faber-Castell, Cabesp, En-
mente nós realizamos mais de três gemasa, Funcional Assessoria, Sam-
Exames passam por rigoroso controle
milhões de exames”, afirma o Dr. de qualidade ple Med, Bradesco Saúde, Prominas,
Wagner Maricondi, presidente do Toalhas São Carlos, Casa de Saúde,
laboratório. além de que detém outras certifica- Clínica Veterinária Quatro Patas,
Além das análises clínicas reali- ções nacionais de qualidade. Como UFSCar, Medservice, Hospital Escola
zadas na cidade, o laboratório ainda resultado do excelente trabalho, o e Sistema Paulista de Assistência.
presta apoio para outros 250 cen- laboratório recebeu, durante todos
tros de análises clínicas localizados esses anos, o Certificado de Profici-
em diversas cidades da região. ência com aval da Anvisa e do Relas,
Todos os procedimentos passam órgãos governamentais pertencen-
por um rigoroso controle de quali- tes ao Ministério da Saúde.
dade, já que desde 1979 o Laborató- SErVIÇOS E COnVÊnIOS – O labo- Laboratório Maricondi
rio Maricondi participa do Programa ratório oferece quase 2.000 tipos de Rua Major José Inácio, 2392
Centro
de Excelência para Laboratórios Mé- exames em diversas áreas: biologia
Fone: (16) 2107-0123
dicos, supervisionado pelo Comitê molecular, bioquímica, citogenética,
de Controle de Qualidade da Socie- endocrinologia, hematologia, imu- Av. Dr. Teixeira de Barros,
1300 – Vila Prado
dade Brasileira de Patologia Clínica, nologia, microbiologia, toxicologia,
Fone: (16) 3375-8875
Rua Sete de Setembro,
3032 – Vila Nery
Fone: (16) 3411-1975
www.labmaricondi.com.br

62 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 62 23/10/2014 22:06:19


kappa magazine 63

kappa ed94 23out14.indb 63 23/10/2014 22:06:20


64 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 64 23/10/2014 22:06:22


“Não existe certo
ou errado na moda,
mas apenas o que
combina com você!”
O estilo nosso de cada dia Ana
por Ana Escrivão*

SIMPLES SIM, BANAL JAMAIS!


O calor não só deu as caras, como chegou se aproprian- e deixa qualquer mulher segura.
do da nossa existência como senhor absoluto e de quebra Abuse dos acessórios com brincos
veio a seca que nos faz, acima de tudo, ter consciência da e anéis poderosos, clutch e sapatos
necessidade da economia de água. São Pedro deve estar estonteantes.
irado e a Natureza se vingando de todo o mal que o ho- Este verão está para mostrar
mem faz a ela. Estamos na primavera então vamos ver o as pernas, o colo e as horas gas-
que já está rolando no quesito moda nesta estação (fer- tas na academia e quem não está
vendo literalmente). As estampas parecem que já estão podendo (ainda!) também não
incorporadas ao mood e suas misturas já não chocam precisa passar calor. Pode-se
mais - print de bicho com florais, xadrezes com listras, poás ficar chique numa pantalona
com étnicos. O verão 2015 segue a onda garota galerista maravilhosa de linho, seda
de arte, aliás, o artsy está presen- ou tecidos tecnológicos que
Blusa
BobStore, te em quase todas as coleções. são extremamente frescos.
White Denin Mas não é fácil não! Tem que Abuse dos vestidos, das
BobStore, ter um olho pra lá de critico e saias e bermudas. Mas
Cinto e
Acessórios criativo. Na dúvida opte pe- quer saber, não se inti-
BobStore los lisos. Estou de olho no mide, use e abuse dos
total white e curtindo os shorts, saias e regatas.
amarelos, laranjas e ma- Mesmo no calor não abro
rinho. Misturar estampa mão de um bom par de jeans,
com uma peça lisa é ma- (os da vez são os relaxed). Com
mão com açúcar e impos- uma blusa fresca + cinto bacana
sível errar. Independente é deliciosamente compulsório
do seu estilo não passe e atravessa o continente. Bom
vontade, arrisque! O pre- então fica assim: estampas florais
to, que não é mais bá- + bichos + étnicos = cara da bra-
sico, continua sendo sileira e do nosso país tropical. O
o curinga da estação. que está vindo por aí - a tendência
Para a noite, nas fes- do inverno 2015 lá de fora: um
tas, ainda reina abso- minimalismo cool chamado
luto. Um pretinho de de normcore. Traduzindo,
renda (que parece que invista em boas peças
não vai sair nunca mais dos dois estilos e use do
das coleções) faz bonito seu jeito. Essa é a ideia!
Vestido Vix

POnTO DE EQUILÍBrIO
Informe

Está chegando por aí uma onda mais cool, já dá para ir testando a formula apostando em peças mais
conceituais. Depois falamos mais sobre o normcore.

Ana Escrivão já foi workaholic. Hoje é worklove. Fale com ela: ana@equilibriomoda.com.br
kappa magazine 65

kappa ed94 23out14.indb 65 23/10/2014 22:06:23


novidade
informe publicitário

Aula de hidroginástica Sala de musculação

Equipe de professores

Uma academia
completa
Olympus Gym oferece todas as atividades
físicas em um mesmo espaço, trazendo
praticidade para seus clientes Academia Olympus Gym

Fotos João Moura los, a Olympus Gym oferece estrutura mada por profissionais capacitados e
diferenciada e planejada com amplo especializados em suas áreas de atua-
espaço funcional para atender seus ção. Na musculação os alunos contam
verão está chegando e clientes, modernos equipamentos para com personal trainer e no muay thai

O com ele a busca por um


corpo mais definido e
saudável para aproveitar o
musculação, aulas de zumba, muay thai,
localizada, spinning, hidroginásica com
piscina aquecida, e o treino funcional,
com um lutador profissional. Além
disso, a academia oferece acompanha-
mento nutricional, com especialista
calor. Com a correria do dia a dia, é natu- onde os alunos utilizam equipamentos em nutrição esportiva.
ral que as pessoas optem por uma aca- estratégicos e até mesmo lúdicos para Outro diferencial da Academia
demia que ofereça conforto e praticida- realizar atividades de força, flexibilidade, Olympus Gym é o horário de funcio-
de, e a Olympus Gym é a melhor opção. coordenação e equilíbrio. namento, de segunda a sexta-feira das
Inaugurada há um mês em São Car- A equipe da Olympus Gym é for- 6h30 às 23h, e aos sábados das 14h às
17h, além do estacionamento próprio.
Aula de spinning Venha fazer parte dessa equipe!

Academia Olympus Gym


Rua Doutor Duarte Nunes,
468 – Vila Prado
Telefone: (16) 3419-0204
E-mail: olympus.gym.
Aula de zumba academia@gmail.com

66 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 66 23/10/2014 22:06:42


kappa magazine 67

kappa ed94 23out14.indb 67 23/10/2014 22:06:43


eleito

Roberto Massafera (PSDB) fala das prioridades e desafios do seu terceiro mandato de deputado estadual

“Minha votação mostrou que


represento a região central”
O deputado estadual Roberto Massafera (PSDB) foi reeleito para
seu terceiro mandato na Assembleia Legislativa

Por Marcia Bessa Martins -Araraquara) e MBA em gerencimen- Esperança do Sul (1.913), Nova Euro-
Foto Luciano Valério
to de empreendimentos (Poli-USP), pa (1.614), Bariri (1.526), e Santa Lúcia
Massafera foi prefeito de Araraquara (1.206), além de votos registrados em
de 1992 a 1996. Sua primeira eleição a mais de 200 cidades.
om 93.255 votos, o ex- deputado estadual foi no ano de 2006, “Minha votação mostrou que

C -prefeito de Araraquara
e deputado estadu-
al Roberto Massafera
quando ele obteve 72.205 votos. Em
2010, foi reeleito com 81.380 votos.
Dos mais de 93 mil eleitores que
sou um deputado distrital, repre-
sento a região central”, avaliou o
deputado reeleito à reportagem
(PSDB) foi reeleito para seu terceiro o mantiveram no cargo neste último da kappa, apontando como priori-
mandato na Assembleia Legislativa pleito, 41.243 votos vieram de Arara- dade neste mandato o trabalho ao
de São Paulo. Engenheiro civil for- quara, um aumento expressivo frente lado das prefeituras e das entida-
mado pela Escola de Engenharia da aos 33.616 da eleição anterior. Massa- des sociais. “Vou continuar atuando
USP de São Carlos, com cursos de fera também obteve sólido apoio do para melhorar a saúde e educação;
pós-graduação em planejamento eleitorado de Matão (13.410), São Car- implantando escolas técnicas, e
urbano ( EESC-USP), especialização los (6.966), Américo Brasiliense (5.097), atuar no parlamento paulista em
em administração pública (Unesp- Ibaté (2.611), Tambaú (2.128), Boa áreas como meio ambiente, ciência

68 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 68 23/10/2014 22:06:46


e tecnologia, saúde e educação. ral, mas só 10% retornam para São apoiar um ao outro nos projetos
Massafera também apontou de- Paulo. A maior parte dos impostos, que forem de interesse da região”,
safios para seu terceiro mandato. 60%, vai para a União; 25% para os pondera.
“Todos os brasileiros têm desafios Estados e só 15% para os municí- Pensando no seu futuro políti-
em comum, enfrentar a inflação e pios. Isso precisa mudar”, defende co, manter essa representação na
o desemprego; buscar o crescimen- Massafera. Assembleia Legislativa é objetivo
to econômico e encontrar soluções OPOSIÇÃO - Sobre a eleição de de Massafera. Mesmo com sua vo-
para saúde”. Ele vai legislar a partir Márcia Lia (PT), também eleita na tação expressiva e estando e região
do ano que vem com um aliado região, que fará parte da bancada sem deputado federal, ele não con-
tucano, o senador José Serra, que de oposição a partir de janeiro no sidera a possibilidade de disputar
foi eleito para ocupar a vaga de plenário da Assembleia, Massafera uma cadeira na Câmara dos Depu-
Eduardo Suplicy (PT) no Senado. afirma que embate político-ideoló- tados. “Meu próximo passo é man-
Além disso, terá o também tucano gico é feito no plenário, nas vota- ter a representação na Assembleia
Aloysio Nunes, que permanece no ções. Legislativa e trabalhar para que a
cargo e é líder do PSDB no Senado. “Da mesma forma como Edinho região eleja um deputado federal.
“José Serra e Aloysio Nunes fa- Silva [também petista, que não ten- Como segundo suplente, o Lobbe
zem a diferença por São Paulo, por- tou a reeleição neste ano], acredito Neto é nossa grande expectativa.
que defendem os interesses do Es- que vamos trabalhar no interesse É competente, tem experiência e
tado em Brasília. Hoje, os paulistas regional. As diferenças são naturais legitimidade para nos representar
arrecadam 40% de todos os impos- e são a base da democracia, mas porque foi o deputado federal mais
tos que vão para o governo fede- não tenho dúvidas de que vamos bem votado da região.”

kappa magazine 69

kappa ed94 23out14.indb 69 23/10/2014 22:06:47


eleita

Márcia Lia, deputada estadual eleita pelo PT

“Diálogo é fundamental para


o avanço das políticas sociais
no Estado”
Márcia Lia se elegeu deputada estadual com 70.945 votos
conquistados em 439 cidades de SP

Por Marcia Bessa Martins ministrações do deputado estadual 1.458; Taquaritinga, 1.267, e Santa Lú-
Foto arquivo
Edinho Silva na cidade vizinha, de cia, 1.229.
2001 a 2008. No segundo mandato, Em entrevista à kappa, Márcia diz
foi secretária de Governo. E foi com que, da mesma forma que buscou vo-
árcia Lia foi eleita de- o apoio do ex-prefeito petista que tos fora de Araraquara, também vai

M putada estadual com


70.945 votos. Advogada,
ela é presidente do Di-
ela conseguiu mais de 70 mil votos
em 439 das 645 cidades do Estado.
Em Araraquara obteve quase 24% do
trabalhar para as demandas dessas
cidades do estado. “São Carlos é um
exemplo disso. Estarei sempre pronta
retório do PT de Araraquara e levará total; aproximadamente 24 mil. Fora para atender as demandas da cidade
para a Assembleia Legislativa sua ex- do seu domicílio, recebeu 71% da que beneficiem a população. Sei dos
periência como vereadora na cidade, sua votação. Na capital foram 11.795 problemas e, no que puder, vou aju-
cargo que ocupou de 2008 a 2011. votos, Américo Brasiliense, 4.043; Ma- dar e estar presente. Tive o apoio do
Antes disso, participou das duas ad- tão, 3.058; São Carlos, 2.907; Limeira, deputado Newton Lima e do verea-

70 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 70 23/10/2014 22:06:50


dor Lineu Navarro, aos quais agrade- foi de 37%. “Quatro deputados foram o plenário da Assembleia com o de-
ço muito. Meu mandato será parti- para a Câmara Federal. O governador putado estadual Roberto Massafe-
cipativo, dialogado com as pessoas. terá a maior base de apoio, que ja- ra (PSDB), reeleito para seu terceiro
Todo mundo sabe onde me achar”, mais teve. A bancada do PT caiu de 22 mandato, ela fala em respeito. “En-
garante. Ela aponta também como para 14 deputados, mas isso não re- quanto parlamentares, temos as mes-
prioridades no seu mandato questões duz nossa capacidade de apontar os mas prerrogativas embora tenhamos
que envolvem o trabalho por mora- problemas e cobrar soluções”. posições distintas politicamente. Isso
dia digna e outras ligadas aos movi- quer dizer que, muitas vezes, teremos
mentos sociais, além da fiscalização Minoria - “Não é fácil às mu- divergências ideológicas e programá-
do Executivo. “Vou me debruçar sobre lheres, aos homossexuais e aos ne- ticas; que faremos a defesa da nossa
as questões da saúde e da educação. gros chegarem a postos como este. região e do povo paulista com visões
Questões ligadas ao desenvolvimen- Nestas eleições, dez mulheres foram diferentes de mundo. Certamente se-
to regional me interessam muito e aí eleitas ou reeleitas, para a Assem- rei respeitada como vou respeitá-lo,
falo de aproveitar melhor o potencial bleia paulista, ou, 10,6% do total de como a todos os outros e outras. A
das cidades regionalmente”, resumiu. cadeiras. Do PT somos três mulheres, coincidência é que somos originários
Entre os desafios que ela pensa de 14 no total. É muito pouco por- de uma mesma cidade e região e de-
em encontrar, Márcia cita o governo que somos maioria na população”, fenderemos um mesmo estado. Mas
do PSDB. “O diálogo será fundamental avalia. “Na Assembleia podem ter vou defender muito a nossa região e
para que consigamos avançar em po- certeza que vou continuar zelando o nosso estado, vou buscar recursos
líticas sociais”, pondera. Ainda sobre o para que as mulheres ampliem e ve- que possam beneficiar a um maior
governo de oposição, ela enfatiza que jam garantidos seus direitos e sua número de pessoas que precisem”, fi-
o índice de renovação na Assembleia proteção”, completou. Sobre dividir nalizou a deputada estadual eleita.

kappa magazine 71

kappa ed94 23out14.indb 71 23/10/2014 22:06:51


solidariedade

Alimentos serão entregues a 720 famílias

O verdadeiro sentido do Natal


A Pastoral da Criança está arrecadando alimentos para cestas
natalinas que serão entregues a 720 famílias

Foto Fabio Mauricio façam sua festa”, explica Mauro Evaristo


da Silva, coordenador diocesano. Como doar?
Outro objetivo da pastoral com a
Pastoral da Criança começou sua cam- campanha é o fortalecimento dos laços As doações podem ser feitas
panha de final de ano familiares. “Colocar a família em volta por qualquer pessoa com o

a e, como em 2013, a in-


tenção não é arrecadar
brinquedos e sim man-
da mesa para celebrar a data é mostrar
para a criança a importância deste laço.
Os presentes são importantes, mas não
desejo de ajudar e podem ser
entregues na sede da Pasto-
ral da Criança, na rua Padre
Teixeira, 1.110, no centro. As
timentos tradicionais natalinos. “Serão demonstram o verdadeiro significado cestas serão entregues no dia 23
distribuídas ceias para as 720 famílias do Natal”. de dezembro. Mais informações
cadastradas na Pastoral. Como temos a UM POUCO DA PASTOrAL - Criada pelo telefone (16) 3412-7051
preocupação com a obesidade infantil, em 1983 no Brasil, a Pastoral da Criança ou pelo site www.pastoralda-
procuramos montar as cestas com ali- desenvolve um trabalho reconhecido e crianca.org.br .
mentos saudáveis para que as famílias replicado em várias partes do mundo.

72 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 72 23/10/2014 22:06:56


Em São Carlos, o trabalho chegou atra-
vés das Irmãs Sacramentinas, em 1987,
e hoje são 1.050 famílias cadastradas e
atendidas em 29 cidades da região de
São Carlos. “O trabalho da Pastoral é
cadastrar as famílias e acompanhá-las
com visitas e orientações”, explica Mau-
ro. Uma das primeiras campanhas reali-
zadas pela Pastoral foi a do aleitamento
materno, depois veio a orientação para
as mamães colocarem o bebê para dor-
mir de barriga para cima. “Esse peque-
no gesto previne a morte súbita”. Outra
campanha encabeçada pela Pastoral foi
a “Antibiótico primeira dose imediata“.
Muitas mães nos procuravam para sa-
ber o que fazer quando uma criança era
detectada com pneumonia no posto
de saúde, por isso criamos a campa-
nha, assim são medicadas logo após
a constatação da doença”.
Mauro Evaristo da Silva: “Queremos mostrar o verdadeiro sentido do Natal”

kappa magazine 73

kappa ed94 23out14.indb 73 23/10/2014 22:07:01


www.pisolejo.com.br
Rua Giácomo Casale, 215 - Jd. Alvorada
CEP: 13562-350 | São Carlos - SP
Telefones: (16) 3372-2724 | (16) 3372-6232

REFERÊNCIA EM CONSTRUÇÃO E
ACABAMENTO PARA SÃO CARLOS

Fachada da antiga loja na Travessa 7 da Vila Prado Fachada da loja atual, na Rua Giácomo Casale, 215

H
á 21 anos no mercado, a Pisolejo, teve início na Rua sofisticados, investindo em materiais diferenciados e re-
Desem. Júlio de Faria, mais conhecida como Tra- nomados como Ceusa, Villagres, Itagres, Stato dell’Arte,
vessa Sete da Vila Prado, em 1994. Naquela época Lanzi e Via Rosa na área de pisos e revestimentos. Roca e
contava com um quadro de apenas 4 funcionários e cer- Incepa na parte de louças e, Docol e Delta Faucelt (uma
ca de 12 fornecedores, onde loja e depósito funcionavam das maiores empresas americanas em metais de alta qua-
juntos atendendo o município de São Carlos e região lidade) na linha de metais, assim como a Big/Lu. Na linha
(Ribeirão Bonito, Dourado, Descalvado, Itirapina e Broa). de gabinetes e tampos, marcas como Bumi, Palladium,
Os produtos principais eram pisos, revestimentos mais Tomdo, Cozimaz e Venturini se destacam sempre. A Piso-
populares, argamassas e rejuntes. Apesar do pequeno lejo trabalha também com esquadrias das marcas Vent-
espaço, a loja foi crescendo devido ao atendimento e os -Lar e Sasazaki.
excelentes preços oferecidos. Em 1999, com a transferên- Com foco em inovação e modernidade, investiu há mais
cia do depósito para a Rua Giácomo Casale, a loja passou de 3 anos num setor de projetos que tem como intuito
a oferecer mais itens como louças, metais e gabinetes. Em auxiliar o cliente na hora da compra e dar suporte técni-
2003 foi aberta a segunda loja ao lado do novo barracão co tanto aos vendedores como aos clientes, encontrando
e em 2008 a loja da Travessa 7 foi transferida para o novo soluções que venham de encontro com cada necessida-
endereço, reunindo assim seu quadro de funcionários em de, participando de feiras e eventos. Sempre atenta ao
um espaço mais amplo para atender com mais agilidade mercado, busca constantemente peças exclusivas e dife-
e qualidade e com uma variedade maior de produtos. renciadas como a Rerthy do Brasil, Falcon Moisacs, Adá-
Hoje a Pisolejo possui 20 funcionários, além da diretoria gia e Delta Faucelt, entre outras.
formada por Irma Sorensen Guidorzi e seu filho Daniel Com grande satisfação, a Pisolejo foi indicada por mais de
Guidorzi. Trabalha com cerca de 100 fornecedores entre uma vez através do IPP (impacto Pesquisas e Promoções)
pisos e revestimentos, louças, metais, esquadrias e aces- como a loja mais lembrada no ramo de construção na
sórios. Passou ao longo do tempo, junto com o cresci- região, somando para São Carlos mais uma importante
mento de São Carlos, a atender todas as necessidades, di- referência no setor de comércio de construção e acaba-
versificando produtos, desde os mais populares aos mais mento.
* Irma Guidorzi é diretora da Pisolejo Informe
74 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 74 23/10/2014 22:07:04


kappa magazine 75

kappa ed94 23out14.indb 75 23/10/2014 22:07:05


personagem da kappa
MAURO CÉSAR JENSEN

Preparativos
para um
futuro
próximo
Gerente do Sesc São
Carlos fala sobre os
desafios da unidade para
ampliar o atendimento
sem que a instituição
perca qualidade e
credibilidade

Por Michel Lacombe


Foto Fabio Mauricio

m seu primeiro desafio

E como gerente de uma


unidade do Sesc, Mauro
César Jensen mantém
o foco que consagrou a instituição
como referência no setor cultural e
na promoção do esporte, não apenas
para os comerciários, que é o público
principal do órgão, mas para toda a
comunidade: manter a qualidade no
atendimento prestado.
Ele, que está há seis anos em São
Carlos e há 30 no Sesc, construiu
a carreira começando como esta-
giário na unidade de São Caetano.
Após uma curta experiência fora, ele
Mauro: mudança de conceito com comerciários
voltou para não mais sair. Entre os

76 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 76 23/10/2014 22:07:11


cargos, ele foi monitor de esportes, Mauro Jensen – Diferente da mas pela atuação de vários colegas
coordenador de programação em capital, onde você tem a figura do que passaram por aqui e construí-
São Caetano e na unidade de Itaque- diretor-regional e superintendentes ram essa relação de confiança e cre-
ra. Também passou, dentre outras próximos, aqui nós fazemos também dibilidade. Hoje, acredito piamente
unidades, por Santo André, já como a parte externa. Nós representamos que o Sesc tem um reconhecimento
gerente-adjunto. Antes de chegar essas autoridades e fazemos a me- e credibilidade com a cidade e tam-
à cidade, ele passou pela unidade diação com os grupos e representan- bém com outras da região.
no bairro paulistano de Santana. À tes políticos. Esse foi o primeiro gran- kappa – Recentemente houve
kappa, ele fala sobre os desafios da de desafio e um superaprendizado. uma mudança na inclusão de co-
instituição em São Carlos, a relação kappa - Como você resumiria a merciários. O que aconteceu?
com a comunidade local, a questão relação do Sesc com a cidade? Mauro Jensen - Até pela credi-
dos comerciários e os planos para o Mauro Jensen – É muito estreita. bilidade e reconhecimento do Sesc,
futuro da unidade. As instituições têm o Sesc como um temos, em todo o estado, uma fre-
kappa – Quais os desafios en- parceiro, a cidade o reconhece como quência muito maior que nos anos
contrados quando você chegou referência na parte cultural. E o reco- anteriores. A demanda é muito gran-
em São Carlos? nhecimento não é por essa gestão, de, muito acima da instalada nas uni-

kappa magazine 77

kappa ed94 23out14.indb 77 23/10/2014 22:07:11


personagem da kappa
MAURO CÉSAR JENSEN

dades. No modelo atual, a categoria modelo piloto, mas temos que ir de-
de usuários ocupa 20% do quadro vagar, já que o impacto é grande no
de associados. Por isso, houve uma orçamento. Esse estudo está acon-
mudança conceitual. Ao invés de fa- tecendo desde 2009 porque o Sesc
zer uma carteirinha nessa categoria, vem enxergando essa demanda.
nós vamos acolher essas pessoas, kappa – E quais os desafios
sem deixar de atender ninguém, pontuais do Sesc São Carlos?
mas teremos mais critérios, porque Mauro Jensen – O desafio é
há muito comerciário que não está atender com a dignidade de sem-
conseguindo ser atendido. Vamos pre. O público está crescendo, as
priorizar, como sempre foi o propó- instalações têm limites e precisamos
sito do Sesc, o comerciário. trazer algumas regras, uma delas é
Essas pessoas [que se enqua- o atendimento de forma escalona-
dram como usuários] não deixaram da. Nosso desafio é a mudança de
de ser atendidas. O que houve foi cultura com essa demanda, que era
uma mudança de conceito. Nossa compatível e agora vem crescendo.
preocupação é com a crescente de- Tudo isso mantendo a qualidade
manda, que resultaria em um im- de nossas programações, inovando
pacto lá na frente. Hoje, os usuários e criando situações que atendam a
que estão com a gente continuam. realidade do seu entorno. Estamos
O novo acesso será diferenciado, atentos com as equipes para atender
terá um modelo de inscrição pontu- onde estamos instalados.
al. E essa mudança é do Sesc como kappa – Há planos de amplia-
um todo. Não estamos deixando ção de espaço ou da oferta de
de atender ninguém. Pelo contrá- serviços tanto aos comerciários
rio: estamos abrindo cada vez mais como à população em geral?
os espaços para que as pessoas os Mauro Jensen – Está prevista
ocupem e participem das programa- para 2016 a atualização do nos-
ções. so equipamento. Será construída
kappa – Houve também uma uma quadra de futebol society,
mudança nos horários de aten- próximo ao teatro de arena, a sala
dimento, ampliando a oferta de multifuncional será ampliada em
oportunidades? 100 metros quadrados e as salas de
Mauro Jensen – Sim. O Sesc São reuniões se transformarão em es-
Carlos não funcionava efetivamen- paço para a realização de oficinas.
te no período da manhã durante Nossas equipes vão para um novo
a semana e, sentindo que essa de- local, em cima da lanchonete.
manda crescia, estamos ocupando o Além disso, estamos tentando
período. Além das atividades físicas, buscar novos terrenos e novos es-
a odontologia e o atendimento às paços. O Sesc está crescendo, mas
crianças também tiveram o atendi- estamos sempre preocupados em
mento ampliado. atualizar e otimizar o equipamento
No verão, queremos abrir as pisci- para atender cada vez mais gen-
nas recreativas no período da manhã te. Esses são os desafios. Quanto a
durante a semana. Mas, para isso, isso temos tranquilidade. Estamos
precisamos de mão de obra para alinhados com as necessidades e ex-
implementar. Vamos tentar em um pectativas da cidade.

78 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 78 23/10/2014 22:07:13


kappa magazine 79

kappa ed94 23out14.indb 79 23/10/2014 22:07:15


varal

80 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 80 23/10/2014 22:07:17


kappa magazine 81

kappa ed94 23out14.indb 81 23/10/2014 22:07:19


moda

A vez das
bermudas
Aproveite o verão com looks elegantes

ara arrasar na estação se sinta segura, esco- tes. No

P mais quente do ano, in-


clua a bermuda no guar-
da-roupa. A peça, chique
lha uma peça neutra
que não vai ter erro.
Se você prefere um
SPFW, as
modelos
exibiram
e confortável, desfilou no São Paulo look mais sério, in- bermudas
Fashion Week (SPFW) e nas passarelas vista nas bermudas mais lar-
da Europa. É, portanto, tendência para de alfaiataria, que gas, tanto de
2015. combinam com ca- cintura baixa
Quem quer um visual mais des- misa, blazer, blusa como de cintu-
pojado pode apostar nas bermudas de renda ou seda. ra mais alta, com
estampadas. Só é preciso atenção na O visual mais clássi- comprimento que
hora de combinar com a blusa. Você co pode ser utilizado também variou bastan-
pode se arriscar em uma combinação para ir ao trabalho, uma boa te. Como se vê, uma moda
de diferentes estampas, mas caso não opção para os dias mais quen- bem democrática.

82 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 82 23/10/2014 22:07:20


kappa magazine 83

kappa ed94 23out14.indb 83 23/10/2014 22:07:21


varal

84 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 84 23/10/2014 22:07:23


kappa magazine 85

kappa ed94 23out14.indb 85 23/10/2014 22:07:25


varal

86 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 86 23/10/2014 22:07:27


kappa magazine 87

kappa ed94 23out14.indb 87 23/10/2014 22:07:28


tratamento

Fotos: João Moura


Hipnose desponta trazendo novas esperanças

Hipnose Clínica:a terapia do futuro


O seu corpo fala, você sabe ouvi-lo?

Por Dra. Gisele E. Bifurco* justados, resolver conflitos, lidar com têm problema de controle de peso,
problemas de forma positiva, trazer obesidade, anorexia e bulimia, difi-
o equilíbrio emocional, projetando culdade de aprendizagem, controle
uitas vezes após um a verdadeira “saúde”, onde nenhum de Transtorno Obsessivo Compulsivo

M choque conflituoso,
que nos pega despre-
venidos, ficamos enfer-
componente químico pode entrar “na
mente humana”. A hipnose atinge di-
retamente os registros que estão no
(TOC) e controle do Transtorno de
Ansiedade Generalizada (TAG). É tam-
bém excelente para vestibulandos,
mos. Esse choque geralmente é um nível mental, conscientes e inconscien- desempenho de atletas, auxílio do
incidente muito pessoal, condiciona- tes, onde estão alojados os registros tratamento da hipertensão arterial,
do por nossas experiências de vida, de memória causadores ou desenca- parto sem dor, e em cirurgias, tanto
nossas vulnerabilidades, nossas per- deadores dos sintomas do estresse, re- no preparo quanto na recuperação.
cepções individuais, nossos valores move toda carga emocional dos fato- A hipnose clínica desponta tra-
e crenças. Imediatamente ao choque res estressores, para que a mente não zendo novas esperanças para o mun-
são interrompidas as funções biológi- consiga mais fazer associação. do moderno. Certamente é a terapia
cas normais do organismo. A Hipnose Clínica tem contribuído do futuro. A doença começa na men-
Pela hipnose clínica podemos alte- para melhoria da qualidade de vida, te. A cura também! Mais informações
rar comportamentos e crenças desa- atuando também na saúde preven- na Medical Center, rua Maestro João
tiva e coadjuvante à medicina con- Sepe, 900, sala 12. Telefone (16) 3116
vencional. Ela pode auxiliar a pessoa -3424 ou (16) 3201-7556.
a perder o medo de dirigir, de voar,
de animais, de água, de dentista, de
falar em público, além de cuidar de * Dra. Gisele E. Bifurco
insônia, estresse, traumas de infância, é Psicanalista Clínico, Teóloga, Mestre em
mau humor, insegurança, timidez, Psicologia, Doutora em Filosofia da Reli-
insônia, bullying, fobia social, depres- gião, Terapeuta Holística, Terapeuta Floral e
são, pânico, tristeza, vícios e compul- Hipnóloga.

Hipnose atinge diretamente os registros mentais


sões. Outras recomendações para o Membro da Sociedade Ibero Americana de
tratamento estão em pessoas que Hipnose Condicionativa. CRT- 39074

88 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 88 23/10/2014 22:07:36


kappa magazine 89

kappa ed94 23out14.indb 89 23/10/2014 22:07:37


Fabio Mauricio

aventura

Equipe EESC USP Baja SAE

Feito para capotar


A equipe EESC USP Baja SAE comemora 20 anos e prepara
novidades para o campeonato de 2015
Fotos Fabio Mauricio alunos uma vivência com a engenha- comenta José Henrique Brum Ribeiro
ria e com o ambiente corporativo. Junior, diretor da equipe e aluno do
á 20 anos o professor Iniciava-se então o projeto EESC USP quinto ano do curso de engenharia

H doutor Álvaro Costa


Neto, docente do De-
partamento de Mate-
Baja SAE (Society of Automotive En-
gineers).
Entre lama e capotes, nasceu uma
mecânica.
No Brasil, a equipe da USP foi
pioneira no projeto Baja e em 1994
riais, Aeronáutica e Automobilismo equipe, que atualmente conta com participou da primeira competição.
da Escola de Engenharia da USP São 40 membros, cada um desenvol- “Nosso objetivo também é estar en-
Carlos, teve uma ideia, construir um vendo uma função especifica, com tre os três primeiros colocados. Em
carro off road, pensado e planejado tarefas e obrigações diárias. “Essa é 2005 ficamos em segundo lugar e
como os modelos americanos, com uma das atividades mais gratifican- em 2012 em nono, nossas melhores
o objetivo de proporcionar aos seus tes para o aluno dentro do campus”, colocações”, comenta Valmir Vieira

90 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 90 23/10/2014 22:07:42


Rocha Junior, gerente de recursos segurança exigidas e um design di- mos”, explica Samuel Hermanson
humanos. ferenciado a cada competição. Carvalho Filho, gerente de projetos.
Mas engana-se quem pensa que O CArrO – O baja é um carro pe- Os treinos acontecem nos dois
os resultados não tão satisfatórios queno e de pouca potência. O que campi da USP. “No campus II pode-
desanimam a equipe, que vê nos diferencia ele das “gaiolas” são os pa- mos fazer treinamentos de arranque
adversários uma forma de incentivo. drões de segurança. “O carro que es- e colocar o carro na lama. É impor-
“Eles nos impulsionam, já que têm tamos preparando para a competi- tante destacar que nós contamos
muitas pessoas trabalhando forte ção de março de 2015 terá inovações com parceiros que nos ajudam na
para terem um bom desempenho na parte de eletrônica, seguindo montagem do carro”, co-
nas próximas competições, com isso uma tendência de sustentabilidade. menta José Henri-
trabalhamos muito em cima de um Vamos reduzir o peso do carro, o que.
bom projeto para desenvolver um que vai melhorar seu desempe- O BAJA FEZ
ótimo carro”, explica Valmir. nho. Estamos colocando neste DIFErEnÇA – No-
A equipe conta com alunos de carro tudo o que a nossa equipe mes importantes
várias áreas da engenharia: mecâni- tem de bom, com todo o co- e conhecidos no
ca, elétrica, produção, materiais, me- nhecimento que nós cenário automo-
catrônica. “Já tivemos até alunos da adquirimos e con- bilístico fize-
engenharia ambiental participando solida- ram parte da
da equipe”, comenta Alexia Velasque
da Costa, gerente de marketing.
Tudo para garantir as regras de

kappa magazine 91

kappa ed94 23out14.indb 91 23/10/2014 22:07:44


aventura

equipe EESC USP Baja SAE. Entre eles


estão: Murilo Duarte, engenheiro Programe-se
de dinâmica veicular na Honda R&D
No dia 14 de novembro a
Americas, e o engenheiro do campo
equipe EESC USP Baja SAE
de provas da General Motors, Rober-
realizará um evento de
to da Dalto. comemoração aos 20 anos
“No tempo que estive na equipe da equipe. No networking,
tudo foi difícil: reuniões, trabalhar que reunirá universitários e
fora de hora, discutir, brigar pelo que empresas de engenharia de
eu acreditava. Tudo isso fez com que todo país, serão realizadas
o menino que entrou empolgado na palestras, wokshops e expo-
faculdade criasse confiança, conheci- sição, além da apresentação
mento e paciência para enfrentar as da nova identidade visual do
coisas fora de lá. Devo minha forma- carro da equipe e o lança-
ção ao Baja, à EESC, aos amigos, aos mento do novo protótipo do
Baja 2015.
rivais, à paixão e ao amor que tenho
pela equipe! Suem sangue, chorem
barro, sejam BAJA!”, Roberto da Dalto. prazos. Os amigos que fiz durante
Outro profissional que deve muito esses anos são a principal conquista
da sua formação à equipe é Murilo que o Baja me proporcionou. Pro-
Duarte, que vê sua história na Esco- fissionalmente o aprendizado que
la de Engenharia se confundir com as competições e a equipe me pro-
a do Baja. “Participei do Baja prati- porcionaram foi fundametal para o
camente durante toda a faculdade, rumo que tomei desde que me for-
desde o primeiro ano, e acredito que mei. A busca por melhorar todo ano
a equipe teve um papel fundamen- nossos carros é uma atitude que pro-
tal no profissional que me tornei, curo carregar até hoje, no trabalho e
aprendi demais naqueles anos, prin- principalmente na vida pessoal”.
cipalmente a trabalhar em equipe e
lidar com objetivos, pressão e

Baja é
um carro
pequeno e
de pouca
potência

92 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 92 23/10/2014 22:07:48


kappa magazine 93

kappa ed94 23out14.indb 93 23/10/2014 22:07:50


kappa 4 anos

Osmar aproveitou a visita e acompanhou a chegada do caminhão com a edição 92

Referência para muitos


As 93 edições da revista multiplicam o número de leitores em toda
a cidade e alguns fazem questão de compartilhar com amigos e
parentes que moram fora de São Carlos

Por Ana Paula Santos gou na cidade no mesmo período “A qualidade do papel, da im-
Fotos João Moura
em que a kappa começou a circu- pressão e, principalmente, de con-
lar e se encantou com o produto teúdo me chamou a atenção. A
logo no início. “Sou um leitor de- kappa poderia ser comercializada
webdesigner Osmar claradamente viciado por revistas, com sucesso em qualquer grande

O Bispo mora em São


Carlos há pouco mais
de quatro anos, che-
sou assinante de muitas e me sur-
preendi com a kappa. Sou fanáti-
co e coleciono”, declara.
centro do país.”
Osmar é baiano e morava em
São Paulo. Veio para São Car-

94 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 94 23/10/2014 22:07:55


los com a esposa, Sheila Duarte, nhecemos sua história. Neste dia, optou por acompanhar o marido,
pois ela precisava cuidar dos pais ele acompanhou inclusive a che- Antonio Sergio em São Paulo, e
que já são idosos e passavam por gada do caminhão da kappa com vive como educadora dos 3 filhos
problemas de saúde. “Viemos na a edição número 92. “Me sinto um – Thaís, Lana e Gabriel –, tem um
intenção de ajudar. Meu sogro pouco distribuidor da revista, já capítulo todo especial com a revis-
faleceu e nós acabamos ficando. mandei até para o meu pai que ta.
Com o passar do tempo, quando mora em Jeremoabo, no sertão da “A kappa para mim é como
alguém da família vinha para a Bahia.” uma bússola. Ela me norteia nos
cidade, nós apresentávamos a ka- BÚSSOLA – Maria Beatriz de assuntos da cidade. Foi através
ppa e, desta forma, passei a enviar Azevedo Galego mora com a fa- da revista que marquei consultas
com certa frequência as edições mília em São Carlos há 2 anos e médicas, conheci restaurantes, ca-
pelo correio.” já se declara são-carlense. “Brinco beleireiros, lojas em geral e muito
Atualmente, Osmar vende pe- com meu marido e digo para ele mais.”
daços de bolos e tortas e foi desta comprar um terreninho no cemi- O envolvimento da família com
forma que conheceu a revista. Foi tério, porque não pretendo sair a cidade é tamanho que foi por
durante um dia de trabalho, quan- da cidade.” A história da curitiba- meio da revista que Beatriz ajudou
do passou pela redação, que co- na, instrumentadora cirúrgica que um trabalho solidário, doando

kappa magazine 95

kappa ed94 23out14.indb 95 23/10/2014 22:07:56


kappa 4 anos

cabelo da filha mais velha para a veio realizar um trabalho em São


confecção de perucas para vítimas Carlos, e ela o acompanhou. Com
de câncer e participando por 3 a cidade foi paixão à primeira vis-
anos seguidos das festividades do ta, tanto que na segunda visita
Santuário Nossa Senhora Apareci- trouxeram o filho caçula. “Neste
da da Babilônia. dia, visitamos até escolas. Adora-
“Fiquei encantada com a fé dos mos a cidade e não tivemos dúvi-
moradores. Em 2012 fui de carro da. Mudamos no começo do ano
até o Santuário, no ano passado seguinte. As meninas ficaram em
quis fazer o trajeto a pé e este ano São Paulo. Agora a mais velha já
minha irmã veio de Curitiba só para está casada, mas Lana, a filha do
participar conosco da procissão.” meio, está morando conosco, es-
Ela conta que foi lendo a ka- tudando na UFSCar, e igualmente
ppa que conheceu a história da ci- encantada com a cidade”, garante
dade e ficou sabendo informações a mãe, que é só elogios para o mu-
importantes sobre São Carlos, nicípio. “O nível cultural da popu-
como o fato da cidade ter as fábri- lação é um grande diferencial, mas
cas da Electrolux e de motores da o melhor é ver as pessoas olhando
Volkswagen. nos olhos quando conversam com
Tudo começou quando o ma- você. O individualismo e o estresse
rido de Beatriz, que é arquiteto, da capital não me faziam bem.”

Beatriz: paixão por São Carlos e pela kappa

96 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 96 23/10/2014 22:08:02


kappa magazine 97

kappa ed94 23out14.indb 97 23/10/2014 22:08:04


João Moura
odontologia
informe publicitário

Guia cirúrgico
(abaixo) e projeto
3D ( no monitor)

Dr. Augusto: tecnologia e experiência fazem a odontologia do futuro

“Cirurgia virtual” de implantes e “osso


artificial” - o futuro ao seu alcance
Tecnologia e tradição: a combinação ideal para um
tratamento de excelência e sem traumas

objetivo da clínica Santa to. Neste contexto surge a Cirurgia Vir- nam mais rápidas e seguras, com ex-

O Apolonia é resolver de
maneira rápida, eficien-
te e menos traumática
tual Guiada, na qual um projeto em 3D
é feito no computador, colocando os
implantes na posição ideal. Depois um
celentes resultados e pós-operatórios
melhores.
“É uma grande satisfação poder
possível os problemas da boca de seus guia ajuda a transferir este projeto para usar do que existe de melhor no mer-
clientes. Para tal, conta com uma equipe a boca do paciente. Implantes são fei- cado, e assim conquistar de maneira
especializada, composta de 4 cirurgiões- tos sem incisões na gengiva, colocados segura e eficiente, sem traumas, um
-dentistas e 4 auxiliares odontológicas com alta precisão. O tempo cirúrgico e novo sorriso para nossos pacientes”,
com treinamento especializado ACDs. de recuperação é menor e dentes po- finaliza dr. Augusto.
A odontologia faz parte da história fa- dem ser colocados mais rapidamente.
miliar do especialista Augusto de Sousa O inchaço depois da cirurgia já quase A clínica também oferece:
e Silva, que está há 10 anos à frente da não existe mais. • Tratamento estético de alta performance: as lentes
clínica e é bisneto, neto e filho de cirurgi- Resultados de excelência que são de contato cerâmicas, que mudam sorrisos com
ões-dentistas: “É muito importante para frutos da alta tecnologia aliada à expe- excelência e rapidez sem desgastar o dente;
• Próteses modernas, com projetos e confecção 3D
mim esta bagagem de mais de 100 anos, riência clínica dos profissionais envolvi-
(CAD/CAM) – estéticas e resistentes;
pois o conhecimento teórico fica muito dos: “É como se comparar o uso de um • Sedação consciente para pacientes traumatizados
mais eficaz com uma prática apurada”, mapa para andar de carro em São Paulo poderem desfrutar de um tratamento odontológico
enfatiza o dr. Augusto. ao uso dos modernos GPS. Claro que tranquilo;
• Ortodontia com aparelhos convencionais e cerâ-
Para continuar sempre evoluindo com a tecnologia fica mais rápido e mais micos, estes praticamente invisíveis que corrigem a
e servindo bem seus clientes, novas fácil se locomover. Porém um excelente posição dos dentes sem chamar a atenção.;
tecnologias são constantemente im- piloto ainda é preciso!”, completa.
plantadas visando a excelência em tra- Neste ambiente de inovações, sur-
Clínica Santa Apolonia
tamentos odontológicos: “O avanço tec- gem também novos biomateriais de
Rua Nove de Julho, 2130
nológico aliado à experiência prática faz última geração (“osso artificial”), que
Telefone (16) 3371-0251
uma odontologia do futuro: ágil, segura podem substituir o osso natural do pa-
www.santaapolonia.com
e altamente eficaz”, comenta dr. Augus- ciente. As cirurgias de enxerto se tor-

98 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 98 23/10/2014 22:08:10


em São Carlos
Ouvimos moradores de São Carlos que apontaram pontos
especiais oferecidos pela cidade

Fotos: João Moura e Fabio Mauricio são-carlenses, nascidos aqui e os que ta quem mora ou quem passa por São
escolheram a cidade para viver, qual Carlos é a famosa Praça XV, que recebe
seu lugar favorito em São Carlos. A desde feiras a grandes eventos. Apro-
Capital da Tecnologia maioria não conseguiu escolher um veitamos essas opiniões para prestar

a completa 157 anos e


para homenagear a ci-
dade perguntamos aos
único lugar e as respostas são muitas,
dentre elas o Shopping Iguatemi e a
UFSCar. Mas o lugar que mais encan-
nossa homenagem a São Carlos e des-
tacar alguns de seus pontos mais boni-
tos e queridos. Acompanhe.

kappa magazine 99

kappa ed94 23out14.indb 99 23/10/2014 22:08:10


opinião

UFSCar, construindo uma sólida


relação com São Carlos
“São Carlos me acolheu
quando eu me tornei
estudante universitário,
ainda muito jovem, e,
depois de tantos anos e
tantas lembranças, hoje
posso dizer que esta é a
minha cidade. Há muitos
locais que se tornaram
importantes para mim
ao longo dessa trajetória,
dos quais gosto muito e
onde vivi momentos muito
importantes da minha
vida, mas, como a maior
parte do tempo estive
na UFSCar, sempre digo
que me sinto em casa
na Universidade. Além
desse aspecto pessoal,
nós temos um dos
campi universitários
mais bonitos do Brasil,
arborizado, florido, que
encanta a todos que
frequentam a UFSCar
diariamente e, também, os
muitos visitantes que São
Carlos e a Universidade
recebem. E, também,
quando olho para o
Campus, vejo a cidade presente na Universidade, e me emociono ao pensar como, ao longo destes já
quase 45 anos de história, fomos construindo essa relação entre a UFSCar e a cidade de São Carlos,
que hoje é sólida e tantos frutos rendem para todos nós. Assim, para mim, a UFSCar é uma parte
importante de São Carlos, que abriga, nela, várias faces da nossa querida cidade”.

Prof. Dr. Targino de Araújo Filho – Reitor da UFSCar

100 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 100 23/10/2014 22:08:17


Praça XV, um lugar de
múltiplos interesses
“Quando há dez anos atrás, cheguei a São Carlos,
imediatamente me encantei com a Praça da
XV. Era um mês de Fevereiro e as arvores estavam frondosas e lindas, bem
como seus canteiros mostravam-se cuidados. Com o passar dos anos aqui, vi
naquela praça a síntese de toda a cidade: enfeites lindos de natal nas casas, a
praça enfeitada para o Natal, espetáculos de música e cultura, ponto de troca-
troca de figurinhas, restaurantes no seu entorno, feiras de produtos artesanais
e de livros. Enfim um lugar de múltiplos interesses e de todas as tribos. Hoje,
junto com sua beleza e tradição a Praça da XV e com sua multifacetada
importância no burburinho da cidade é meu lugar preferido e um dos que acho
mais bonito em São Carlos”.

Nelson Lourenço, diretor-presidente da Fesc.

kappa magazine 101

kappa ed94 23out14.indb 101 23/10/2014 22:08:21


opinião

Shopping Iguatemi,

Waltinho Milanetto
praticidade e lazer
“Com relação aos locais preferidos, eu e a Ana,
minha esposa, temos ido à pizzaria Florença,
Restaurante Vai Uai, panificadora Guanabara, Bar
Santa Teresa e à Igreja Nossa Senhora de Fátima. Também damos
umas voltas de moto até o posto Castelo. Mas, dois dos lugares que
destacamos e gostamos são Armazém de Maria, para o tradicional
“breakfast” e o Shopping Iguatemi, onde aliamos compras,
mercado, alimentação e lazer. Fraterno abraços a todos”.

Adalberto José Ferreira, Major da Polícia Militar

Praça XV, um
espaço agradável
“Tenho dois lugares preferidos em São Carlos: o
Shopping Iguatemi, porque é diariamente ponto
de encontro de milhares de são-carlenses e
pano de fundo de muitas histórias. Destaco também a Praça XV de
Novembro: um espaço agradável, tranquilo e arborizado no Centro
da cidade. Na época da Natal, a Praça fica ainda mais bela!”.

Marcelo Borba, gerente geral do Shopping Iguatemi

102 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 102 23/10/2014 22:08:31


Gastronomia e sua
diversidade

“Um dos pontos de destaque em


São Carlos é a sua diversidade
gastronômica, que atende a todos os
gostos.”,

Rogério Fakhany Vita, Delegado


Seccional de Polícia

kappa magazine 103

kappa ed94 23out14.indb 103 23/10/2014 22:08:37


opinião

Praça Dr. Crhistiano


de Atenfelder Silva,
benfeitor da cidade
“São Carlos tem inúmeros pontos charmosos,
aconchegantes e históricos. O meu preferido
fica na parte alta da cidade e tem bastante
historia para contar. Começando pela passagem do “Bonde” que circulou até
1963, ano também em que recebeu o calçamento de “petit-pavê”. Lá acontecem
exposições, shows, campanhas educativas, apresentações de teatro, inúmeras
manifestações culturais, alem de feira de artesanato, comidas típicas e
regionais. Ao seu redor há inúmeros restaurantes, lanchonetes, lojas e agencias
bancarias. Um verdadeiro centro multifuncional, mas com um charme próprio.
Estou falando da “PRAÇA XV”, como é muito conhecida, mas ela tem nome e
sobrenome, isto é, Praça Dr. Crhistiano de Atenfelder Silva, um grande benfeitor
de nossa cidade”.
Ana Escrivão, empresária.

nota

Música evangelizadora
Foto Fabio Mauricio às drogas e outras situações de vio-
lência. O Hallel surgiu há mais de 20
anos em Franca (SP) e já é considera-
do o maior evento de evangelização
2º Hallel, festival de mú- da Igreja Católica na América Latina.

O sica católica, acontece


no dia 15 de novembro.
O evento, sem fins lu-
A palavra Hallel significa cânticos de
louvor a Deus e esta é a principal pro-
posta do acontecimento. O 2º Hallel
crativos, tem a proposta de evange- acontece a partir das 9h no Ginásio
lizar os jovens e promover a união do Salesianos, na rua Padre Teixeira,
de comunidades de São Carlos e ci- 3.649, na Vila Nery, a entrada é gra-
dades da região. Entre os principais tuita, mas os organizadores pedem a
objetivos do festival está a conscien- doação de alimentos não perecíveis.
tização de jovens, que estão em esta- A programação conta com shows, Evento já é considerado o maior da
Igreja Católica
do de risco e fragilidade, em relação pregações, adoração e missas.

104 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 104 23/10/2014 22:08:43


kappa magazine 105

kappa ed94 23out14.indb 105 23/10/2014 22:08:46


romance

Milan: de professor de química quântica a escritor de romance

Uma nova fase


Milan Trsic , professor aposentado da USP, lança seu primeiro romance

Fotos João Moura amplos. As construções não eram mora há 31 anos em São Carlos, onde
modernas, mas sim bonitas e bem já escreveu oito livros científicos,
cuidadas; davam certa sensação de sendo que três deles foram também
vida acomodada.” Assim começa a publicados no exterior. Aposentado
icardo nunca tinha es- história de Ricardo, Maria e Estela, desde 2009, professor Milan afirma

“R tado nessa cidade. Não


teria adivinhado que
nesse bairro houves-
contada no livro Vive, Maria, primeiro
romance escrito pelo professor apo-
sentado da USP, Milan Trsic.
que está vivendo uma nova fase de
sua vida. “Eu já tinha alguns planos
na minha mente e depois que me
se casarões grandes, com terrenos O professor de química quântica aposentei quis me dedicar a outros

106 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 106 23/10/2014 22:08:51


projetos, e o romance é um deles”. Ricardo e Estela lembra o famoso ro-
A história já estava na sua cabeça mance de Jorge Amado, Dona Flor e
e transcrevê-la não demorou mui- seus dois maridos, só que, no caso do
to tempo. “Escrevi este livro em três livro lançado em São Carlos, to-
meses, no máximo. Quando sentei dos os personagens estão
em frente ao computador aconteceu vivos. “Ricardo conhece
uma coisa maravilhosa e o romance Estela em um bordel na
começou a ser criado sem nenhum cidade natal dela, para
esforço”, conta o professor. onde ela foi com 60
“Junto com este livro publiquei anos. Como as mu-
outro, totalmente diferente, falando lheres ficavam ves-
sobre a minha experiência pessoal tidas da cabeça aos
com relação à teoria da evolução”. pés, os clientes não
O LIVrO - Na cabeça do autor a viam o rosto delas”.
personagem principal do romance A romance gira em
seria Estela, mas enquanto escrevia a torno dos três perso-
história percebeu que a Maria tinha nagens principais, que
um papel mais importante. “Ela é jo- vivem histórias de trai-
vem e inteligente e quando o Ricar- ção e liberdade. “Levei pouco tempo
Triângulo amoroso lembra o
do conhece a Estela ela já está com para escrever este livro, mas ele ficou romance “Dona Flor e seus
seus 60 anos”, conta. exatamente como eu queria”, finaliza dois maridos”
O triângulo amoroso entre Maria, professor Milan.

kappa magazine 107

kappa ed94 23out14.indb 107 23/10/2014 22:08:52


saúde

Mesmo no
inverno, a pele
precisa de
proteção

Área em expansão no shopping Jaraguá: obras aceleradas

Protetor solar:
indispensável mesmo no frio
Proteger a pele do sol é compromisso diário, seja qual for a estação

Por Patrícia Piacentini mais frios ou nublados. ficar exposta ao sol sem se quei-
O protetor solar impede que os mar. Por exemplo, se a pessoa co-
raios solares ultravioleta do tipo A meça a se queimar com 10 minutos
(UVA) e do tipo B (UVB) atinjam, respec- de exposição ao sol, ao usar um
só a temperatura cair um tivamente, a derme (camada interna filtro com FPS 15, ela poderá ficar

É pouquinho e o sol apare-


cer mais tímido que mui-
ta gente deixa de lado
da pele) e epiderme (a mais externa).
Recomenda-se o uso do filtro
solar regularmente porque o sol
15 vezes esse tempo (150 minu-
tos) sem queimar quando estiver
exposta aos raios solares. Porém,
o protetor solar. Algumas pessoas pode causar queimaduras, man- protetores com FPS acima de 30
se lembram do produto só quando chas, envelhecimento da pele e não aumentam em muito mais a
vão à praia ou piscina. É um gran- câncer. A intensidade da radiação proteção ao sol. Independente do
de erro, porque a exposição aos solar é maior entre as 10 e 16 horas. FPS, é importante reaplicar o pro-
raios solares pode fazer mal em O fator de proteção solar (FPS) duto após o banho, suor excessivo
qualquer dia do ano, mesmo nos indica o tempo que a pessoa pode e a cada duas horas.

108 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 108 23/10/2014 22:08:52


Os produtos com FPS mais alto UVA e UVB. Para não ter erro, siga a
são indicados para pessoas de pe- orientação de um dermatologista.
les mais claras e sensíveis, que se Aplique o filtro solar com meia
queimam com mais facilidade. Po- hora de antecedência antes de sair
rém, mesmo as pessoas com pele de casa e não se esqueça de passar
mais escura não podem deixar de o produto nas mãos, nuca e orelhas,
usar os protetores. que também ficam expostas. Evite
Não se esqueça de usar o filtro misturar perfumes com o protetor
solar em crianças: existem produ- solar para evitar manchas na pele.
tos específicos para os pequenos!
InVErnO – Nos dias mais frios,
QUAL ESCOLHEr – Na hora além do protetor solar, é importan-
de escolher o protetor solar, há te seguir outros cuidados para ga-
opções em creme, mousse, gel e rantir a saúde da pele: evite banhos
spray, e a escolha vai depender do muito quentes porque podem res-
seu tipo de pele. É recomendado secar a pele, tome bastante líquido,
usar, no mínimo, um produto com Protetor solar e chapéu: aliados na use protetor labial e creme hidra-
prevenção aos danos causados pelo sol
FPS 15 e que proteja contra os raios tante para o corpo.

kappa magazine 109

kappa ed94 23out14.indb 109 23/10/2014 22:08:53


João Moura
móveis
informe publicitário

Equipe
Romanzza
Plus

Romanzza Plus: sua casa


com um “plus” a mais
Empresa que chega a São Carlos é a única marca que tem compromisso com
os clientes firmado em cartório
ue tal dar um “plus” na é vice-presidente de um dos maiores em investimento”, analisa. “Vivemos

q sua casa? A Romanzza


Plus chega a São Carlos
trazendo o know how
bancos de investimentos do mundo
em Wall Street, Manhattan, New York,
também possui uma equipe de deco-
num cenário onde errar é muito caro.
As pessoas e empresas acabam não
entendendo o fundamental papel de
de uma empresa multinacional que ração nos Estados Unidos muito res- um arquiteto em um projeto, mas isso
investe em tecnologia e vai além, peitada. “Atendimento personalizado, se aprende com o tempo, pois o erro
com gestão focada no compromisso produtos, material de ponta, o constan- dói no bolso”.
público na satisfação dos clientes, em te aperfeiçoamento da equipe técnica, Além do compromisso com o clien-
contrato firmado em cartório pelos e, principalmente, a garantia de uma te firmado em cartório, a Romanzza
dirigentes da marca, garantindo a en- multinacional, são de alta relevância Plus tem compromisso com a preserva-
trega, a montagem, a perfeita execu- em qualquer projeto, e mais ainda no ção e manutenção do meio ambiente,
ção do serviço, além da garantia direta segmento de móveis planejados.” adotando práticas ecologicamente cor-
fornecida pela fábrica. DIVERSIDADE E PLANEJAMENTO – A retas. Tudo para não apenas oferecer
A empresa se instalou em São Car- Romanzza Plus possui uma diversida- um serviço, mas fazer valer o slogan:
los após minuciosa pesquisa, que refor- de de soluções para qualquer ambien- você totalmente satisfeito.
çou a importância de que tanto a cida- te, seja sua casa, escritório, empresa e
de quanto a região podem desfrutar do decoração. Pasquarelli alerta de que os
conceito apresentado pela empresa. “É projetos devem ser pensados por um Romanzza Plus
fundamental que o consumidor, além arquiteto. “Além de estar alinhado com Rua Sao Sebastião, 1555 -
de ter o suporte jurídico e garantia re- as inúmeras tecnologias, materiais e próximo a Praça da XV
gistrada em cartório, compre aquilo tendências, ele já conhece a fundo Telefone (16) 3364-2287
que lhe emocione, deixando de lado o tanto as empresas que indica e tam- www.romanzza.com.br
apego”, afirma Vinicius Pasquarelli bém entende a demanda do cliente gestao@romanzzaplus.com.br
O gestor da filial São Carlos, que para transformar todo este contexto

110 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 110 23/10/2014 22:08:57


nota

Damha Urbanizadora
lança novo website
Damha Urbanizadora, distribuídas, a página fornece uma prezamos.”
uma das empresas lí- boa noção de cada produto já lan- A presença da Damha em redes
a deres no setor de lote-
amento, está com seu
çado ou ainda à venda.
Segundo Fernanda Toledo, ge-
como Facebook, Twitter, YouTube
e Instagram também ganha des-
site reformulado. Além rente de marketing da empresa, a taque na página principal do site.
do website, que está mais limpo necessidade de reformulação do “A disponibilização dos links das
e visualmente melhor distribuído site está intimamente ligada ao de- redes sociais é uma forma de apro-
para facilitar a navegação, uma ver- senvolvimento da própria urbani- ximar ainda mais o relacionamento
são móbile foi criada. zadora. “Nosso respeito e atenção com o nosso público-alvo”, conta a
Os empreendimentos são outro com o cliente é prioridade, e o pri- gerente.
destaque do novo site. Com ima- meiro contato, muitas vezes pelo Para conferir o site, acesse: http://
gens, vídeos e informações bem site, tem de transmitir tudo o que www.damha.com.br/

kappa magazine 111

kappa ed94 23out14.indb 111 23/10/2014 22:08:57


kappa cultura

Fabio Mauricio
Shopping Iguatemi recebe evento itinerante

Exploração Discovery Kids


chega ao Iguatemi
Atividades temáticas são guiadas pelo tema “Amigos Conectados”

Shopping Iguatemi re- divertida. Tudo inspirado em atrações

O cebe, entre os dias 20 de


outubro e 2 de novem-
bro, o evento Exploração
do canal. A edição 2014 traz novida-
des, que ficam por conta dos perso-
nagens mais queridos das crianças.
O quê: Exploração
Discovery Kids
Discovery Kids. O evento itinerante é O evento é gratuito e indica- Quando: Até 2 de
composto por áreas com atividades do para crianças de 0 a 11 anos,
novembro
temáticas guiadas pelo tema central sempre acompanhadas de um
“Amigos Conectados”, que buscam adulto responsável. Os ingressos Onde: Shopping Iguatemi,
passar às crianças conceitos sobre podem ser retirados no site www. na Praça de Eventos
amizade, união e a importância do discover yk idsbrasil.uol.com.br. Quanto: Gratuito
trabalho em equipe, de forma lúdica e ou antecipadamente no local.

112 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 112 23/10/2014 22:09:01


programação cultural

M SESC
Miles Davis à Brasileira
Shopping Iguatemi
Giovana Guastaldi e Danilo Gust: Pop Rock
MÚSICA
Dia 31, sexta, às 20h. Gratuito Dia 30, quinta, às 19h. Gratuito

Os Inimitáveis
Dia 4, terça, às 15h30. Gratuito

Centro Cultural USP


Conversa de Botequim
Dia 30, quinta, às 12h. Gratuito

C SESC
O Segredo de Eleonor Deserto Verde Rastros de Ódio
CINEMA

Dias 1, sábado, às 16h e 2, do- Dia 2, domingo, às 19h. Gratuito Dia 8, sábado, às 20h, Gratuito
mingo, às 11h. Gratuito
Cineclube CDCC Centro Cultural da USP
Sinfonia do Solo O Cangaceiro A Arte de Ensinar
Dia 2, domingo, às 17. Gratuito Dia 1, sábado, às 20h. Gratuito Dia 15, quarta, 18h. Gratuito

kappa magazine 113

kappa ed94 23out14.indb 113 23/10/2014 22:09:02


“Uma a cada quatro
mulheres com mais de
50 anos desenvolve a
Por Dr. Raul Borges Filho osteoporose”
CRM 88002

Osteoporose
A doença pode atingir todos os ossos do corpo, fazendo com que fiquem fracos; exames preventivos podem
diagnosticar a doença a tempo de se evitar as fraturas

Como qualquer outro tecido do ma citados, sempre que possível,


nosso corpo, o osso é uma estrutura e pode incluir a ingestão diária de
viva que precisa se manter saudá- alimentos ricos em cálcio. Além
vel. A osteoporose ocorre quando disso, em alguns casos, o médico
o corpo deixa de formar material poderá indicar a suplementação de
ósseo novo suficiente, ou quando cálcio e de vitamina D.
muito material dos ossos antigos é Outra medida que pode con-
reabsorvido pelo corpo. Se os ossos tribuir para o fortalecimento dos
não estão se renovando como de- ossos é praticar exercícios físicos,
veriam, ficam cada vez mais fracos como caminhada, dança ou hidro-
e finos, sujeitos a fraturas. ginástica, pelo menos 3 vezes por
FATOrES DE rISCO - A prin- semana.
cipal causa da osteoporose é a PrEVEnÇÃO - A prevenção da
diminuição da densidade óssea osteoporose deve se iniciar na in-
decorrente do processo natural de fância, através de uma alimentação
envelhecimento, mas alguns fato- saudável, com boa quantidade de
res de risco podem favorecer a ins- alimentos ricos em cálcio especial-
talação da doença: pessoas do sexo embora possa ocorrer em qualquer mente presente nas verduras escu-
feminino, indivíduos de raça bran- local do corpo; diminuição da esta- ras, no gergelim, no feijão branco
ca, pessoas que tiveram menopau- tura em 2 ou 3 centímetros; ombros e no tofu. Além disso, deve-se pro-
sa precoce e não fizeram reposição descaídos e presença de corcunda. porcionar para a criança e o adoles-
hormonal, os fumantes, história DIAGnÓSTICO – O diagnóstico cente a possibilidade de brincadei-
de fraturas na família, alimentação precoce faz-se através do exame de ras e atividades ao ar livre. Isto não
deficiente em cálcio e vitamina D; densitometria óssea, que permi- somente vai estimular o exercício
baixa exposição à luz solar; seden- te identificar o estágio da doença físico, que fortalece o esqueleto em
tarismo; consumo de álcool; certos e o risco de fraturas e serve como crescimento, mas também possi-
tipos de câncer; algumas doenças método de acompanhamento do bilitar a exposição ao sol para que
reumatológicas, endócrinas e he- tratamento. É um exame indolor ocorra a produção de vitamina D
páticas. que mede a massa óssea da colu- na pele.
SInTOMAS - A osteoporose ra- na, quadril e antebraços, que pode É importante salientar que,
ramente apresenta sintomas. A pri- ser feito a cada 3 anos, caso o re- mesmo com todos estes cuidados,
meira manifestação pode ser uma sultado seja normal, ou a cada 2 uma parte dos indivíduos vai ter
fratura, por isso a importância da anos, quando houver diagnóstico osteoporose, pois a herança gené-
realização de exames periódicos de de osteopenia e pode ser repetido tica não pode ser modificada. A boa
controle de massa óssea. A doença anualmente quando a osteoporose notícia é que existem tratamentos
pode aparecer a partir dos 45 anos for confirmada e até que estabilize com medicamentos eficazes. Pro-
de idade, sendo mais comum nas e haja controle. cure um reumatologista ou endo-
mulheres após a menopausa. Os sin- TrATAMEnTO - O trata- crinologista ou ginecologista, que
tomas são fragilidade óssea; fraturas mento para osteoporose inclui a poderá conduzir seu tratamento de
nas vértebras da coluna ou quadril, retirada dos fatores de risco aci- maneira adequada e tranquila.

Fale com o Dr. Raul: clinicafocus@bol.com.br


114 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 114 23/10/2014 22:09:04


kappa magazine 115

kappa ed94 23out14.indb 115 23/10/2014 22:09:05


desenvolvimento
informe publicitário

Fotos: Fabio Mauricio


Elisangela Sitta, coach e proprietária da empresa Espaço amplo para treinamentos

O poder das Pessoas


A Aliigi oferece soluções para desenvolvimento de pessoas através de
programas de Treinamento e Coaching

uito se fala hoje sobre car o desempenho profissional e pesso- “Aliigi significa transformar, trans-

M “empoderar” as pessoas,
mas realmente o que isso
significa?
al. A tomada de consciência de nossos
múltiplos papéis (família, trabalho,
lazer, amizade etc) e da importância
mudar e esse é o nosso propósito ao
lidar com pessoas. Acreditamos que
pessoas melhor preparadas são ca-
Conseguir despertar o nosso pro- dada a cada um deles nos torna mais pazes de gerar resultados extraordi-
pósito e alcançar todos os objetivos de poderosos e seguros para seguir nários.”
vida e de carreira, desenvolvendo o que adiante. “É muito satisfatório poder Elisangela reforça, ainda: “Somos
temos de melhor nem sempre é fácil e participar desse momento de trans- uma empresa de desenvolvimento
simples de se conseguir sozinho. formação e descobertas” comenta humano, seja para o trabalho ou para
Para contribuir com esse processo Elisangela Sitta, coach formada pelo a vida.”
de autoconhecimento, a Aliigi oferece Instituto Brasileiro de Coaching (IBC)
uma poderosa ferramenta chamada e pela Corporate Coach U (CCU).
Coaching. São sessões individuais ou Além das competências adequa-
em grupo que têm a missão de alavan- das para se obter o sucesso é preciso
também conhecer tecnicamente as
necessidades do cargo ou da ativi-
dade que você desempenha. A Aliigi
desenvolve treinamentos técnicos ALIIGI DESENVOLVIMENTO
conceituais e vivenciais em Lean PROFISSIONAL
Manufacturing e Supply Chain. As Rua Passeio dos
capacitações podem ter um formato Flamboyants, 60
inovador com o uso de jogos corpo- Condomínio Tríade / Torre
rativos, que simulam o ambiente real São Paulo – Sala 606
de empresas. O The Fresh Connec- Telefones: (16) 3415-7003 /
tion é um jogo reconhecido interna- (16) 99701-1693
cionalmente e a Aliigi é credenciada www.aliigi.com.br
Espaço reservado para Coaching
para aplicá-lo aqui no Brasil.

116 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 116 23/10/2014 22:09:17


kappa magazine 117

kappa ed94 23out14.indb 117 23/10/2014 22:09:19


construção
informe publicitário

Três empresas
unificadas para melhor
atender seus clientes
URS, Feraço e Escavatech estão no mercado são-carlense há três
anos, oferecendo serviços diferenciados e de qualidade

Foto João Moura FErAÇO – Especializada em ferra- e abrir a vala de uma piscina”, comple-
gens, a empresa oferece todos os tipos menta. A empresa também realiza pe-
de vigas, pilares e ferros armados para quenos serviços de terraplanagem.
URS, a Feraço e a Esca as obras. A agilidade na entrega do ser-

a vatech são empresas do


ramo da construção civil
e juntas oferecem aos
viço é o diferencial. “Quando trabalha-
mos com ferragem bruta entregamos
no máximo em 48 horas. Fazemos tam-
seus clientes praticidade e serviços de bém armação de escadas em concreto
qualidade. A empresa trabalha com armado, e os projetos podem ser enca-
profissionais treinados e qualificados minhados via e-mail.”
em todas as áreas atendidas. ESCAVATECH – Você pretende fa-
UrS COnSTrUÇÕES - A empresa zer uma piscina na sua casa, mas não
tem como objetivo financiar a compra tem como colocar uma escavadeira
do terreno e a construção da obra, além no local? A Escavatech tem a solução URS Construções, Feraço e
de oferecer serviços de reformas. O di- para sua obra, fazendo a locação de Escavatech
ferencial da empresa é cuidar de todo o minimáquinas, modelos bobcat, como Rua Major José Inácio, 2.650
trâmite documental da construção. “O a miniescavadeira. “Mesmo com a casa – Centro
cliente não precisa se preocupar já que pronta, nós conseguimos entrar com a Telefone: (16) 3364-2634
cumprimos todos os prazos estabeleci- miniescavadeira por uma porta normal, acosarmados@gmail.com
dos pelo financeiro”, explica Fernando sem transtornos. Desta maneira, con- ursconstrucao@gmail.com
de Almeida, proprietário das empresas. seguimos fazer tubulação de esgoto

118 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 118 23/10/2014 22:09:25


kappa magazine 119

kappa ed94 23out14.indb 119 23/10/2014 22:09:26


concessionária
informe publicitário

Modelo vem em
quatro versões de
motorização e sete
opções de cores

Novo Honda Fit é destaque


na Santa
Emília
Espaço interno foi
totalmente reestilizado
para maior conforto do
motorista

Mais espaço, conforto e autonomia para o motorista e passageiros

Fotos Divulgação ponibiliza suas quatro versões - DX, LX, a transmissão CVT oferece conversor
EX e EXL. Um dos destaques do mo- de torque e maior elasticidade de giro.
delo é a motorização 1.5L i-VTec Flex O motor 1.5L é capaz de desenvol-
One, agora disponível com câmbio ver até 116 cavalos de potência a 6.000
novo Honda Fit 2015 é o manual ou o novo CVT (Continuously rpm e torque de 15,3 kgfm a 4.800 rpm,

O carro destaque da con-


cessionária Santa Emília
de Araraquara, que dis-
Variable Transmission ou Transmissão
Variável Contínua). Desenvolvida para
melhorar a economia de combustível,
movido a etanol. O espaço interno foi
reestilizado com o objetivo de facilitar
o contato do motorista com as funcio-

120 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 120 23/10/2014 22:09:27


nalidades disponíveis. Todas as versões Barium Metálico. As demais são as sóli- Santa Emília Honda
vêm equipadas com sistema de dire- das: Vermelho Rally e Branco Taffeta; as Av. Alberto Santos Dumont,
ção eletricamente assistida, computa- metálicas: Cinza Iridium e Prata Global; 111 – Centro
Tel. (16) 3301-4001
dor de bordo, cintos de segurança de e o perolizado, preto Cristal..
três pontos e conjunto adaptável para
assentos infantis ISOFIX e LATCH.
As versões EX e EXL oferecem o
sistema de áudio 2DIN, com rádio
AM/FM e tela de LCD de 5 polegadas,
integrada ao sistema de câmera de
ré, sistema de ligações telefônicas
HFT (Hands-Free Telephone), câmera
de ré (EX/EXL), além de MP3/WMA.
O carro também conta com entra- Espaço interno
das auxiliares P2 (semelhante aos de foi totalmente
reestilizado
fone de ouvido) e porta USB. A ver-
são LX vem com rádio AM/FM 2DIN
com entrada USB.
Novas cores - O Fit 2015 é apre-
sentado em sete cores, entre elas as
inéditas Azul Netuno Metálico e Cinza

kappa magazine 121

kappa ed94 23out14.indb 121 23/10/2014 22:09:29


nota

Mauricio Mota
UFSCar oferece avaliação
física e exame de sangue
para homens diabéticos
esquisadores do Pro- o sexto país com maior número
P grama de Pós-Gradua-
ção em Fisioterapia da
de diabéticos. Cerca de 90% dos
casos de diabetes correspondem
Universidade Federal ao tipo 2, que desenvolve-se na
de São Carlos (UFSCar) convi- vida adulta e está fortemente
dam voluntários para avaliação relacionado com a obesidade
de força muscular e exames san- visceral e o sedentarismo. Em
guíneos, para avaliar o nível de São Carlos, aproximadamente
açúcar no sangue, além de diag- 13% da população é diabética.
nóstico de neuropatia diabética, Após os exames, os pacientes
que são lesões nos nervos cau- que não possuírem restrições
sadas pela hiperglicemia. Podem para a prática de exercício físico
participar homens com diabetes serão encaminhados a um gru-
do tipo 2 e idades entre 18 e 60 po de atividade física orientada
anos, de São Carlos e região. Os e gratuita. Todas as avaliações
estudos são realizados pelo mes- serão feitas no DFisio, localiza-
trando do PPGFt, Jean de Paula do na área norte do campus São
Ferreira, orientado pela docente Carlos da UFSCar. Interessados
Tania de Fátima Salvini, do De- em participar da pesquisa podem
partamento de Fisioterapia (DFi- entrar em contato pelo telefone
sio). A diabetes mellitus atinge (16) 3351-8345 de segunda a sexta-
índices epidêmicos em todo o -feira, das 10h às 17h, ou pelo email
mundo e, atualmente, o Brasil é ferreirajpfisio@hotmail.com.

122 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 122 23/10/2014 22:09:32


kappa magazine 123

kappa ed94 23out14.indb 123 23/10/2014 22:09:33


prêmio

Tenho um aluno surdo, e


agora? recebe Prêmio Jabuti
publicação Tenho um aspectos relacionados à Língua Bra-

a aluno surdo, e agora?


Introdução à Libras e
educação de surdos,
sileira de Sinais (Libras) e à educação
de surdos. A publicação oferece, além
de um conhecimento inicial a respei-
lançado pela EdUFSCar e organiza- to da educação de surdos, o aprofun-
do pelas professoras Cristina Broglia damento teórico de questões relati-
Feitosa de Lacerda e Lara Ferreira dos vas à abordagem bilíngue e à Libras e
Santos, ambas do Departamento de subsídios para a atuação do professor
Psicologia (Dpsi) da UFSCar, ficou da educação básica junto a alunos
na primeira colocação na categoria surdos. A cerimônia de entrega do
Educação do 56º Prêmio Jabuti. Jabuti ocorre no Auditório Ibirapuera,
O livro reúne textos de diversos na cidade de São Paulo, no dia 18 de
autores, surdos e ouvintes, que atu- novembro. A relação dos vencedores
am na área da surdez, com o objetivo pode ser conferida no site do prêmo,
de possibilitar uma visão ampla de em http://premiojabuti.com.br.

124 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 124 23/10/2014 22:09:35


kappa magazine 125

kappa ed94 23out14.indb 125 23/10/2014 22:09:37


social
Fabio Mauricio

João Tinoz, Roberto Tanache e Silvio Miranda Juliana Donadio, Leonardo, Daniele Nogueira e Lucas Munhoz

Giovana Carvalho e Pamela Marvim Heloisa, Jaqueline e Édina Maia

Passeio
Confira quem aproveitou
para passear e
aproveitar as atrações
do Shopping Iguatemi

Daniele e Joneilson

Camila Moraes

Lucca e Melissa Taina e Tati Zanichelli Elga Darezzo

126 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 126 23/10/2014 22:10:13


Luciele Boli, Giulia Campus, laura Filipiaki e Yngrid Fernanda Mizael, Gabriela e Adriana

Mariana, Sérgio, Giovana e Natalia Sandra, Willian e Wellington Lopes

kappa magazine 127

kappa ed94 23out14.indb 127 23/10/2014 22:10:30


social

João Moura
Hilario Bocchi, Claudio Lopes, Michele Bordão, Jaqueline Siqueira e Renata Fagali

Cabanha
Grill
Clientes e amigos
aproveitaram
para saborear as
delícias da casa

Sandra Rombotis e Simone Soriano

Roberta Simionato e Angela Oioli

128 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 128 23/10/2014 22:10:42


Divulgação
Equipe Flex Lu Zanollo e Gabriele Bueno

Acquaflex
Academia Flex
inaugura nova
unidade na Vila
Prado

Luiz Maldonado, Vanessa Carvalho, Thiago


Oliveira e Tatiana Franchini Correa Ila Velludo

kappa magazine 129

kappa ed94 23out14.indb 129 23/10/2014 22:11:06


social

Fabio Mauricio
Vernissage
A KLAXON Galeria
recebeu convidados
para a exposição de
Fernando Dória

André Monteiro

Ivan, Eunice, Alfonso e Carlos

Sérgio Chiancone, André Monteiro e Antonio Tambasco

Fatima e Fernando Catalan Giselle Siedschlag e André Peticov

130 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 130 23/10/2014 22:11:37


Rubia, Caio e Marco Moraes

Rafael Zafalon

Toninha Sebin, Marcos Calligaris e Leny Fernando Dória

kappa magazine 131

kappa ed94 23out14.indb 131 23/10/2014 22:12:00


social

João Moura
Dr. Rafael Luporini, Dr. Luiz Tadeu Vicentin,
Dr. Carlos Erbolato e Dr.Moysés Costa Lemos.

Lazinha Vieira e Maria de Fátima Vicentin

Posse
Nova diretoria da Sociedade
Médica de São Carlos tomou
posse durante assembleia
Dr. Francisco Marcio de Carvalho Dr Luiz Tadeu Vicentin

Dr. Luis Eduardo Andreossi, Dr. Francisco Marcio de Carvalho,


Laura Vicentin e Geane Erbolato Dr. Nelson da Silva, Dr. Eduardo Portugal e Silva e Dr. Luis Alfredo Menegazzo

Laura, Luiz Tadeu, Luiz Eduardo e Fátima Vicentin Dr. Wilson Ribeiro e Silvia

132 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 132 23/10/2014 22:12:31


João Moura
Alberto, Pedro, Enzo, Silmara, Sylvio, Karina, Deivid, Silvio e Edevaldo Pedro e Joao Donadon

Residencial
ADN Construtora
promoveu o
lançamento
do Residencial
Flamboyant II

Eduardo e Juan Michelle e Sylvio

Pedro, Sergio de Andrade, Silvio, Agnaldo de Meo, Sylvio e Daniel Ivo, Aduto, Edileu, Elizangela, Edevaldo e Daniel Villani

Pedro, Sylvio, Bruna, Silvio, Priscila, Ivan, Gabi, Eduardo e Paula Alessandro, Sergio, Sandra, Davi, Zenaide, Geise e Ivaldo

kappa magazine 133

kappa ed94 23out14.indb 133 23/10/2014 22:12:59


social

João Moura
Adele Equipe Tudo Bem e Dudalina

Lançamento
Harmonia Tudo
bem recebeu
amigos e clientes
para lançamento
da coleção
Dudalina Ilha de
Gisele e Gabriela Capri Eliana Boggis e Suzi

Marta e Fatima Suzi, Red e Amanda

Margarethe Sandra Trindade Meire e Bruna

134 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 134 23/10/2014 22:13:21


Divulgação
Equipe Criativa - Clara Luiz, Jorge Oz, Elizandra de
Maria Thereza Anthoniolli, Giovana Santos, Julia Almeida, Liz Ortiz Jesus, Gabriela Bagnato, Fernando Cruz

Contação
Ballet Expressão recebeu convidados para
uma contação de história

Aline Gallo, Leonardo de Oliveira, Mariana Borges,


Ana Luíza Sampaio, Luísa Araújo, Kakau Gonçalves Ana Laura Ciarlo, Lívia Trindade, Letícia Bento, Marianne Baptista

kappa magazine 135

kappa ed94 23out14.indb 135 23/10/2014 22:13:28


social

Almoço
João Moura

Veja quem aproveitou para


saborear os pratos do
restaurante Barone

Cynthia, Pedro e Alexandre

Valeria, Marina e Pedro Longo Franciane e Felipe

Giovanna Maffei e Cristiano Oliveira Carmen, Pelayo, Salva e Elena

Kely Leão e Camila Costa Sabrina, Erika e Nazira

136 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 136 23/10/2014 22:13:56


kappa magazine 137

kappa ed94 23out14.indb 137 23/10/2014 22:13:57


social

Fabio Mauricio
Guto e Natalia

Culinária japonesa
Confira quem aproveitou para experimentar as delícia orientais no
Natsumi Sushi

Ana Clara, Heloisa, Filipe e Eduardo

Cristiane Rocha, Jeferson Filho e Eveline Bezerra

Gabriel e Bruno Marinho Andrade e Katiane Conceição

138 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 138 23/10/2014 22:14:17


João Moura
Kamila Crystina

Equipe zumba

Academia
Alunos se
preparam para
o verão na
Olympus Gym

Robson e Carla Dato Layon Vieira

kappa magazine 139

kappa ed94 23out14.indb 139 23/10/2014 22:14:34


social

divulgação
Cecilia Malavazi, Prof.Vanessa, Gabriel Zanon, Prof. Nadia

Dia das
Crianças
Academia Vida
promoveu diversas
atividades durante a
semana da criança

Prof.Helviamar, Isadora Tony, Gabriel Spaziani, Prof. Silas

Prof.Andressa, Mariana
Alvarenga, Isabella Robazza Julia Vilela , Prof. Nadia, Marco Castelano

João Ricardo Donato, Prof. Fernanda, Nathalia Esquelino, Prof. Livia

140 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 140 23/10/2014 22:14:43


Jubileu de

Fabio Mauricio
Prata
O 38º Batalhão da
Polícia Militar realizou
uma cerimônia para
comemorar seus
25 anos
Cap. PM Nucci Ten. Cel. PM Wilhelm Ten. Cel. PM Jean

Maj. Mills, Maj. Adalberto e Cap. Jefferson Maj. PM Wellington

kappa magazine 141

kappa ed94 23out14.indb 141 23/10/2014 22:14:56


social

João Moura
Antonio Silveira,Fernando Gurgel e Luiz Andrade

Edmundo Neto e Gabriela Antonio, Alice, Lia, Luiz, Flavia e Mauro

Degustação
Casa Deliza recebeu
amigos e clientes para
apreciar cervejas

Erica Vecchia e Chico

Daniela Schmidt e Anderson Barros

Fernando Silvana e Edmundo Escrivão Mara Fontes e Vitor

142 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 142 23/10/2014 22:15:15


kappa magazine 143

kappa ed94 23out14.indb 143 23/10/2014 22:15:17


social

Fabio Mauricio
Quase 2
Veja quem aproveitou o
almoço do restaurante
Quase 2

Antonio Walter Frujuelle

Edson, Everton, Chris, Bruno, Alessandro e Ricardo

Richard, Edison e Rafael Cleber Muller, Tiago Freitas e Caio Lopes

Ronan, Giovani, Herbert e Gabriel

144 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 144 23/10/2014 22:15:37


Fernanda, Renata, Rubia e Maria Emyllia Natalia Evangelista

Ivan Messias e William Carlos Denis, Marcelo, Ricardo e Leandro

kappa magazine 145

kappa ed94 23out14.indb 145 23/10/2014 22:15:51


social

Fabio Mauricio
Aline e Bruna André Petroni

Carla e Roseane
Lançamento
Hering da José Bonifácio
promoveu coquetel para
lançar a coleção de alto
verão

Richard e Odair Ana Carolina e Lilian

Juliana Hernandez Edmara e Gustavo

Willian Leticia Maluf Nayara, Felipe e Gabriela Morelli

146 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 146 23/10/2014 22:16:24


kappa magazine 147

kappa ed94 23out14.indb 147 23/10/2014 22:16:26


148 kappa magazine

kappa ed94 23out14.indb 148 23/10/2014 22:16:27

Você também pode gostar