Você está na página 1de 5

Ensaio em Aterros para Radier

MEMORIAL DE CÁLCULO

INTRODUÇÃO

OBJETIVO: Verificar se as camadas de aterro possuem resistência admissível suficiente para suportar a
pressão exercida pelo radier. O ensaio não visa determinar a capacidade de carga de solo, conforme o ensaio
de carga sobre placa (NBR 6489), mas visa aplicar uma pressão 13 vezes maior que a do radier em uma
camada de 20cm de aterro e verificar algumas propriedades físicas deste solo, que por analogia, permitirão
determinar os recalques gerados a partir da execução de um radier e verificar se a pressão exercida pelo
radier poderia causar a ruptura da camada de solo. Os recalques calculados deverão estar dentro de
parâmetros aceitáveis.

REFERÊNCIA NORMATIVA: NBR 6122/2010: 7.3.2 Métodos teóricos (para determinação de tensão
admissível para fundações superficiais): “Podem ser empregados métodos analíticos (teorias de capacidade
de carga) nos domínios de validade de sua aplicação, que contemplem todas as particularidades do projeto,
inclusive a natureza do carregamento (drenado ou não drenado).”

DADOS DO ENSAIO:

● Base da placa: 8 X 8 = 64 cm²


● Carga: 100 KG
● Tempo: 5 MINUTOS
● Pressão aplicada: 1,56 kgf/cm² ou 156,2 KPa
● O teste deve ser realizado após concluir a compactação da camada de aterro.

LEITURAS DO ENSAIO
COMPACTAÇÃO MEDIA ALTAMENTE COMPACTADO
SOLO FOFO

DADOS DE PROJETO (RADIER P4)

● Carga aproximada: 1.828,92 kN


● Área: 151,20 m²
● Pressão projetada: 0,12 kgf/cm² ou 12 kPa

OBS: A carga do teste é 13 vezes maior que a carga projetada.

CLASSIFICAÇÃO DO SOLO (CONFORME SONDAGEM E TABELAS):

● ARGILA SILTOSA COM AREIA


● SPT: 6 (ensaio próximo ao furo 2)

NBR 6484:2001 - Anexo A - Tabela dos estados de compacidade e de consistência


PROPRIEDADES DO SOLO

Para o cálculo das propriedades do solo, considerou-se como tendo-se obtido no ensaio de placa sobre
aterro uma deformação de 4mm. Valor este que foi estipulado como sendo o limite de afundamento para
que o aterro seja considerado adequado.
O local do ensaio foi considerado como um corpo de prova para ensaio de tensão / deformação. O ensaio
de tensão / deformação, por analogia, fornece um bom parâmetro do nível de compactação, e das
propriedades físicas do solo.

Deformação específica limite

𝜀 = 𝛥𝛥
𝛥0

Módulo de elasticidade
𝛥
𝛥=
𝛥

Módulo de deformabilidade:

Não se dispondo de ensaios de laboratório nem de prova de cargas sobre placa para a determinação do
módulo de deformabilidade do solo (Es), podem ser utilizadas correlações com a resistência de ponta com
do cone (qc) ou com índice de resistência à penetração (N) da sondagem SPT, como, por exemplo, as
apresentadas por Teixeira & Godoy (1996):

𝛥𝛥 = 𝛥 ⋅ 𝛥 ⋅ 𝛥𝛥𝛥𝛥

CÁLCULO DE RECALQUE PARA RADIER / COM BASE NOS DADOS CALCULADOS A PARTIR DO ENSAIO DE
SPT, CONSIDERANDO DEFORMAÇÃO OBTIDA DE 4mm NO ENSAIO.

TOLERÂNCIA A RECALQUE
O recalque calculado ( 3,10 mm ) está dentro da tolerância de recalque total admissível para argilas ( 65 a
100 mm), seguindo o parâmetro estabelecido para o teste de placa em aterro.

CONCLUSÃO

Considerando que os recalques são proporcionais à pressão exercida, e que o parâmetro estabelecido para
o ensaio (4mm) não configura ruptura do solo, por proporcionalidade podemos concluir que o teste
proposto é suficiente para assegurar que os recalques estão dentro dos recalques mínimos aceitáveis, e
que visto não haver ruptura com a carga do ensaio, a carga do radier, sendo 13x menor que a carga
ensaiada, também está dentro da faixa admissível de carga do aterro. Quanto às camadas inferiores,
estarão verificadas de acordo com a sondagem realizada nos terrenos.