Você está na página 1de 2

Direito autoral, direitos autorais ou direitos de autor são as denominações empregadas em

referência ao rol de direitos dos autores sobre suas obras intelectuais, sejam estas literárias,
artísticas ou científicas. Segundo a doutrina jurídica clássica, nesse rol encontram-se direitos de
natureza pessoal e patrimonial, também denominados direitos morais e direitos patrimoniais.

O termo licença comercial é normalmente associado e designado a contratos de licenciamento


de uso de software e não só bem como para o funcionamento empresarial. Os softwares
chamados comerciais são aqueles pelos quais o usuário paga uma taxa de licenciamento para
poder utilizar.

É importante observar que, de acordo com o modelo de licenciamento de software comercial,


o que o usuário adquire quando paga pelo software é o direito de utilizá-lo segundo as regras
definidas por seu contrato de licenciamento de uso. Uma analogia pode ser feita com livros:
quando se compra um livro está se adquirindo a mídia impressa, mas o direito autoral do
conteúdo é do autor ou da editora.

As duas restrições mais comuns nas licenças comerciais são:

O direito de redistribuição, por exemplo, realizar uma cópia dele e repassá-la para outro
usuário. A cópia de softwares em desacordo com sua licença comercial é considerada uma
cópia ilegal e esta prática é conhecida pelo termo pirataria.

O direito de alterar o funcionamento do software, adaptando-o para um fim específico. Como


o software comercial raramente é distribuído com seu código fonte, para alterá-lo seria
necessário utilizar a prática da engenharia reversa, o que costuma ser terminantemente
proibido por esse tipo de licença.

A Licença comercial define também, em muitos casos, os serviços que a empresa que vende o
software disponibiliza para os usuários que adquirem seu direito de uso, tais como suporte,
correção de erros de funcionamento, atualização periódica e acesso a documentação de uso e
outros materiais - normalmente via Internet.

As contrapartidas dos softwares cujo uso é regido por licenças comerciais são os chamados
freeware, cuja licença de utilização é gratuita, e os softwares livres, normalmente distribuídos
com código fonte e que possuem uma licença de uso que permite explicitamente a sua cópia,
modificação e redistribuição.

Como elaborar um trabalho de pesquisa


Para realizar um trabalho de forma correcta é, necessário, primeiro, adquirir algumas informações e conhecer algumas regras
como as que se seguem:
1 – Capa
2 – Índice
3 – Introdução
4 – Desenvolvimento
5 – Conclusão
6 – Bibliografia
7 – Anexos (nem todos os trabalhos têm anexos)
O que é Propriedade Intelectual?

A convenção da Organização Mundial da Propriedade Intelectual (OMPI) define como propriedade intelectual como “a
soma dos direitos relativos às obras literárias, artísticas e cientificas, às interpretações dos artistas intérpretes e às
execuções dos artistas executantes, aos fonogramas e às emissões de radiodifusão, às invenções em todos os
domínios da atividade humana, às descobertas científicas, aos desenhos e modelos industriais, às marcas industriais,
comerciais e de serviço, bem como às firmas comerciais e denominações comercias, à proteção contra a concorrência
desleal e todos os outros direitos inerentes à atividade intelectual nos domínios industrial, científico, literário e artístico”.

Assim, a propriedade intelectual refere-se ao conhecimento que o criador detém de como produzir a sua criação. Para
assegurar o direito de exploração de propriedade intelectual, primeiro deve-se proceder à proteção da mesma. O
direito de propriedade intelectual propõe modalidades de proteção separadas em três categorias: Direito Autoral,
Propriedade Industrial e Proteção Sui Generis, como ilustrado na figura abaixo.

Análise crítica de contrato[editar | editar código-fonte]

É a avaliação feita pelo fornecedor (atividades sistemáticas), antes da assinatura de algum contrato, para garantir que os requisitos
para a qualidade estejam definidos de maneira clara e adequada, sem existir ambiguidade, que estejam documentados e que
possam ser atendidos pelo respectivo fornecedor.

Análise crítica de projeto[editar | editar código-fonte]

É o estudo sistemático e completo de um determinado projeto, tendo como objetivo avaliar sua capacidade de atender os
requisitos para a qualidade, identificando problemas que possam existir e propondo soluções para os mesmos.

Análise crítica de requisitos[editar | editar código-fonte]

Reunião ou processo no qual os requisitos para um sistema, itens de hardware ou software são apresentados para as pessoas
envolvidas (desenvolvedores, direção, coordenadores, usuários, clientes etc.) ou interessadas, tendo como objetivo analisa-los e
aprova-los.

Pesquisa e análise de informação na Internet

Para podermos pesquisar informação sobre um determinado conteúdo temos de aceder a um motor de busca.

Na Internet encontrámos vários motores de busca.

O modo de pesquisar informação é praticamente o mesmo em todos os motores de busca, diferindo apenas a língua em questão.