Você está na página 1de 29
Sexo, uma dádiva divina
Sexo, uma dádiva divina
Sexo, uma dádiva divina
2º Trimestre Ano 2019 Cobiça e Orgulho Combatendo o Desejo da Carne, o Desejo dos
2º Trimestre Ano 2019 Cobiça e Orgulho Combatendo o Desejo da Carne, o Desejo dos
2º Trimestre
Ano 2019
Cobiça e Orgulho
Combatendo o Desejo da
Carne, o Desejo dos Olhos
e a Soberba da Vida.
Lição 1 – Um Mundo Imerso numa Cultura, Materialista Lição 2 – Nem pobreza e
Lição 1 – Um Mundo Imerso numa Cultura, Materialista Lição 2 – Nem pobreza e
Lição 1 – Um Mundo Imerso numa Cultura,
Materialista
Lição 2 – Nem pobreza e nem riqueza, mas o
necessário
Lição 3 – O dinheiro e seus perigos
Lição 4 – O uso virtuoso dos bens materiais
Lição 5 – Dízimos e Ofertas como disciplina para
uma vida bem sucedida
Lição 6 - Sexo, uma dádiva divina
Lição 7 - Prostituição, a perversão da sexualidade
Lição 8 - Relacionamento sexual segundo a
perspectiva cristã
Lição 9 - Seja santo, fuja do pecado
Lição 10 - O poder e os reinos deste mundo
Lição 11 - Orgulho e Inveja
Lição 12 - O governo da igreja local
Lição 13 - Resgatando o princípio da humildade e
do serviço ao próximo
MOSTRAR que Deus criou o homem e a mulher distintos e com objetivos específicos; SABER
MOSTRAR que Deus criou o homem e a mulher distintos e com objetivos específicos; SABER
MOSTRAR que Deus criou o homem
e a mulher distintos e com objetivos
específicos;
SABER que o sexo é uma dádiva
divina para ser desfrutada no
casamento.
Gênesis 2.21-25 21 - Então, o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão,
Gênesis 2.21-25 21 - Então, o SENHOR Deus fez cair um sono pesado sobre Adão,
Gênesis 2.21-25
21 - Então, o SENHOR Deus fez cair um sono pesado
sobre Adão, e este adormeceu; e tomou uma das suas
costelas e cerrou a carne em seu lugar.
22 - E da costela que o SENHOR Deus tomou do
homem formou uma mulher; e trouxe-a a Adão.
23 - E disse Adão: Esta é agora osso dos meus ossos e
carne da minha carne; esta será chamada varoa,
porquanto do varão foi tomada.
24 - Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e
apegar-se-á à sua mulher, e serão ambos uma carne.
25 - E ambos estavam nus, o homem e a sua mulher; e
não se envergonhavam.
“Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua
“Portanto, deixará o varão o seu pai e a sua mãe e apegar-se-á à sua
“Portanto, deixará o varão
o seu pai e a sua mãe e
apegar-se-á à sua mulher, e
serão ambos uma carne.”
(Gênesis 2.24)
Deus criou o sexo para proporcionar satisfação e senso de realização, em um casamento sem
Deus criou o sexo para proporcionar satisfação e senso de realização, em um casamento sem
Deus criou o sexo para
proporcionar satisfação e
senso de realização, em um
casamento sem mácula.
Hoje vamos iniciar a série de quatro Lições que foram reservadas para refletirmos a respeito
Hoje vamos iniciar a série de quatro Lições que foram reservadas para refletirmos a respeito
Hoje vamos iniciar a série de quatro Lições
que foram reservadas para refletirmos
a respeito do sexo.
Lição 6 - Sexo, uma Dádiva Divina
Lição 7 - Prostituição, a Perversão da
Sexualidade
Lição 8 - Relacionamento Sexual
segundo a Perspectiva Cristã
Lição 9 - Seja Santo, Fuja do Pecado
Iremos estudar a respeito da narrativa da criação do mundo e da humanidade na perspectiva
Iremos estudar a respeito da narrativa da criação do mundo e da humanidade na perspectiva
Iremos estudar a respeito da narrativa da criação do
mundo e da humanidade na perspectiva conjugal.
Veremos como
1 Deus planejou o
relacionamento
sexual entre o
homem e a mulher
no casamento e
2 Vamos abordar o
modelo bíblico
para o casamento
e como esse
modelo favorece
uma vida conjugal
qual o seu
propósito.
feliz e sem
pecado.
I – O Sexo e a Criação do Ser Humano
I – O Sexo e a Criação do Ser Humano
1 – O homem e a mulher como obra prima de sua criação (Gn 1.1
1 – O homem e a mulher como obra prima de sua
criação (Gn 1.1 – 2.22).
Deus criou o homem e a mulher à sua imagem,
macho e fêmea (Gn 1.27) para reinar sobre a criação.
Portanto o ser
humano tem o
Domínio sobre a
terra (Gn 1.28), os
vegetais (Gn 1.29)
e os animais
(Gn 1.30).
I – O Sexo e a Criação do Ser Humano
I – O Sexo e a Criação do Ser Humano
2 – Deus criou o homem e a mulher distintos e com objetivos específicos. Deus
2 – Deus criou o homem e a mulher distintos e com
objetivos específicos.
Deus criou macho e fêmea, homem e mulher, para
procriação, mas dentro do casamento.
Gn 2.24 utiliza a expressão
hebraica kenegdô, que
dá sentido de
algo distinto
e que se
ajusta perfeitamente.
I – O Sexo e a Criação do Ser Humano
I – O Sexo e a Criação do Ser Humano
2 – Deus criou o homem e a mulher distintos e com objetivos específicos. Os
2 – Deus criou o homem e a mulher distintos e com
objetivos específicos.
Os dois sexos têm a mesma dignidade de imagem
de Deus, para se complementarem e gerar filhos.
Portanto homem e
mulher foram
criados para se
relacionarem
emocional, efetiva e
sexualmente entre si
no casamento.
I – O Sexo e a Criação do Ser Humano
I – O Sexo e a Criação do Ser Humano
3 – O sexo foi criado para a procriação e a felicidade no casamento (Gn
3 – O sexo foi criado para a procriação e a
felicidade no casamento (Gn 2.21-24).
No relato da criação, o homem foi criado primeiro,
sua solidão “comove” o coração de Deus
que afirma não ser bom que ele vivesse só.
“Esta é agora osso dos meus ossos e
carne da minha carne” (Gn 2.23).
Deus então decide
criar para ele uma
companheira
(Gn 2.18).
II – Sexo, uma Dádiva Divina para ser desfrutada no Casamento
II – Sexo, uma Dádiva Divina para
ser desfrutada no Casamento
1 – O Sexo no Casamento (Gn 2.24). Sobre o casamento : ❶ Foi a
1 – O Sexo no Casamento (Gn 2.24).
Sobre o casamento :
❶ Foi a primeira instituição criada por Deus.
❷ Não é uma união acidental, mas planejada.
❸ Temos que preservar os princípios morais e
éticos que foram dados por Deus em
relação ao casamento, pois são imutáveis.
❹ Que haja uma plena união entre os
casados, uma parceria de amor e
de respeito.
II – Sexo, uma Dádiva Divina para ser desfrutada no Casamento
II – Sexo, uma Dádiva Divina para
ser desfrutada no Casamento
2 – As Escrituras Sagradas prescrevem o casamento hetero, monogâmico e indissolúvel (Gn 2.24). O
2 – As Escrituras Sagradas prescrevem o casamento
hetero, monogâmico e indissolúvel (Gn 2.24).
O Casamento deve :
❶ Ser entre um Homem e uma Mulher (Monogamia)
❷ Ser entre um Macho e uma Fêmea (Hetero)
❸ Ambos deve “deixar” pai e mãe, ou seja, ter
condições de assumir o compromisso, nos
aspectos físico, financeiro e psicológico.
❹ Pressupor aliança, afeição, amizade e amor
❺ A mulher deve ser sujeita ao marido
e o marido deve amá-la como a si mesmo.
II – Sexo, uma Dádiva Divina para ser desfrutada no Casamento
II – Sexo, uma Dádiva Divina para
ser desfrutada no Casamento
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25). O primeiro casal estava nu e não
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25).
O primeiro casal estava nu e não tinha vergonha
de sua nudez. Não havia motivo para se
envergonharem ou sentirem culpa.
Mais tarde, a
culpa não veio
com o ato sexual,
mas pela
desobediência à
Palavra de Deus
(Gn 3.3, 6,7).
II – Sexo, uma Dádiva Divina para ser desfrutada no Casamento
II – Sexo, uma Dádiva Divina para
ser desfrutada no Casamento
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25). Não haverá culpa se o relacionamento enquanto
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25).
Não haverá culpa se o relacionamento enquanto
namorado, noivo ou já casado estiver dentro do
projeto ideal de Deus,
respeitando os
limites
estabelecidos
por Ele.
II – Sexo, uma Dádiva Divina para ser desfrutada no Casamento
II – Sexo, uma Dádiva Divina para
ser desfrutada no Casamento
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25). Sexo no tempo certo, dentro do casamento,
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25).
Sexo no tempo certo, dentro do casamento,
Não haverá culpa, haverá prazer e realização.
O homem e a mulher
foram criados para
procriação e
felicidade
conjugal.
II – Sexo, uma Dádiva Divina para ser desfrutada no Casamento
II – Sexo, uma Dádiva Divina para
ser desfrutada no Casamento
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25). O sexo não deve ser praticado para
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25).
O sexo não deve ser praticado para a satisfação
apenas de um dos cônjuges, mas de ambos.
Casar sem esse
entendimento
pode causar
sérios
problemas no
relacionamento
entre o casal.
II – Sexo, uma Dádiva Divina para ser desfrutada no Casamento
II – Sexo, uma Dádiva Divina para
ser desfrutada no Casamento
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25). É fundamental que a compreensão ocorra durante
3 – O Sexo sem Culpa (Gn 2.25).
É fundamental que a compreensão ocorra durante
o namoro, para que ao chegar ao casamento
desfrutem de uma vida sexual sem culpa
e dentro dos
princípios
estabelecidos
pelo Senhor,
como convém
aos santos.
Deus formou o homem e a mulher com um propósito definido. O Objetivo para o
Deus formou o homem e a mulher com um propósito definido. O Objetivo para o
Deus formou o homem e a mulher com um
propósito definido.
O Objetivo para o sexo no casamento: a Procriação
e a felicidade do casal.
O modelo bíblico de casamento é hetero,
monogâmico e indissolúvel.
Os desvios nos relacionamentos, no casamento e na
vida sexual antes do casamento devem ser tratados
segundo os preceitos bíblicos.
Deus deseja que você tenha, no tempo certo, um
casamento e uma vida sexual saudável e feliz.
Segundo a lição, o domínio do homem é sobre quem? É sobre “os peixes do
Segundo a lição, o domínio do homem é sobre quem? É sobre “os peixes do
Segundo a lição, o domínio do homem
é sobre quem?
É sobre “os peixes do mar, e sobre as aves dos
céus, e sobre o gado, e sobre toda a terra, e sobre
todo réptil que se move sobre a terra” (Gn 1.26).
Qual o sentido da expressão hebraica Kenegdô? A expressão hebraica kenegdô, dá sentido de algo
Qual o sentido da expressão hebraica Kenegdô? A expressão hebraica kenegdô, dá sentido de algo
Qual o sentido da expressão hebraica Kenegdô?
A expressão hebraica kenegdô, dá sentido
de algo distinto e que se ajusta
perfeitamente.
De acordo com a lição, qual o propósito do sexo? O sexo foi criado para
De acordo com a lição, qual o propósito do sexo? O sexo foi criado para
De acordo com a lição, qual o propósito do sexo?
O sexo foi criado para a procriação e a
felicidade no casamento (Gn 2.21-24).
O que a expressão “apegar-se-à à sua mulher” pressupõe? Esta expressão pressupõe aliança (Dt 11.22-25).
O que a expressão “apegar-se-à à sua mulher” pressupõe? Esta expressão pressupõe aliança (Dt 11.22-25).
O que a expressão “apegar-se-à à sua mulher”
pressupõe?
Esta expressão pressupõe aliança (Dt 11.22-25).
A culpa no relacionamento de Adão e Eva foi resultado de quê? Foi resultado do
A culpa no relacionamento de Adão e Eva foi resultado de quê? Foi resultado do
A culpa no relacionamento de Adão e Eva foi
resultado de quê?
Foi resultado do pecado, da desobência a Deus.
Prostituição, a perversão da sexualidade
Prostituição, a perversão da sexualidade
Prostituição, a perversão da sexualidade

Deus Abençoe !