Você está na página 1de 4

19/10/2018 Distúrbios do sangue - Manual MSD Versão Saúde para a Família

MANUAL MSD

Visualizar por:
Versão Saúde para a Família

Distúrbios do sangue
O sangue realiza várias funções essenciais enquanto circula pelo corpo. Ele transporta oxigênio e
nutrientes essenciais (como gorduras, açúcares, minerais e vitaminas) para os tecidos corporais.
Ele transporta dióxido de carbono para os pulmões e outros produtos residuais para os rins para
serem eliminados do corpo. Ele transporta hormônios (mensageiros químicos) para permitir que
várias partes do corpo se comuniquem umas com as outras. Além disso, ele transporta
componentes que combatem infecções e interrompem hemorragias.

Distúrbios do sangue Seções (A-Z)


Anemia

A anemia é um quadro clínico no qual a contagem de glóbulos vermelhos ou a quantidade de

hemoglobina (a proteína que transporta oxigênio nos glóbulos vermelhos) estão baixas.

Biologia do sangue

O sangue é uma mistura complexa de plasma (o componente líquido), glóbulos brancos, glóbulos
vermelhos e plaquetas. O corpo contém cerca de cinco litros de sangue. Desde o momento em que é
bombeado para fora do coração, o sangue demora 20 a 30 segundos para completar uma viagem
através da circulação e regressar ao coração.

Coagulação excessiva

A coagulação excessiva (trombofilia) ocorre quando o sangue coagula facilmente ou

excessivamente.

Distúrbios das plaquetas

As plaquetas (às vezes chamadas trombócitos) são fragmentos celulares que circulam na corrente
sanguínea e ajudam o sangue a coagular ( Como o sangue coagula). A trombopoietina, produzida
principalmente no fígado, estimula a medula óssea a fabricar células grandes (megacariócitos) que,
por sua vez, fabricam plaquetas a partir de seu citoplasma. As plaquetas não usadas em coágulos
circulam por sete a dez dias e são então destruídas. Cerca de um terço delas estão sempre
armazenadas no baço. A contagem de plaquetas (número de plaquetas circulando na corrente
sanguínea) pode diminuir perto do final da gravidez (trombocitopenia gestacional) e aumentar em
resposta a inflamações (trombocitose secundária ou reativa). Nenhum desses quadros é sério, e a
maioria das pessoas afetadas não apresenta problemas resultantes de nenhum deles.

https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-do-sangue 1/4
19/10/2018 Distúrbios do sangue - Manual MSD Versão Saúde para a Família

Distúrbios do baço

O baço é um órgão esponjoso e macio quase tão grande quanto o punho de uma pessoa que está
localizado na parte superior esquerda do abdome, logo abaixo da caixa torácica. A artéria esplênica
transporta o sangue proveniente do coração para o baço. O sangue sai do baço pela veia esplênica,
que drena o seu conteúdo em uma veia maior (veia porta), que transporta o sangue para o fígado. O
baço tem uma cobertura de tecido fibroso (cápsula esplênica) que suporta os seus vasos sanguíneos
e linfáticos.

Distúrbios dos glóbulos brancos

Os glóbulos brancos (leucócitos) são uma parte importante da defesa do corpo contra organismos
infecciosos e substâncias estranhas. Para defender adequadamente o corpo, um número suficiente
de glóbulos brancos deve receber uma mensagem de que um organismo infeccioso ou uma
substância estranha invadiu o corpo, chegar onde são necessários e, em seguida, eliminar e digerir
o organismo ou a substância nociva ( Glóbulos brancos e Sistema linfático: Ajuda a proteger contra
as infecções).

Distúrbios dos plasmócitos

Distúrbios de plasmócitos são incomuns. Eles começam quando um único plasmócito se multiplica
excessivamente. O grupo resultante de células geneticamente idênticas (chamadas de clone) produz
uma grande quantidade de um único tipo de anticorpo (imunoglobulina). Os plasmócitos se
desenvolvem a partir de células B (linfócitos B), um tipo de glóbulo branco que normalmente
produz anticorpos. Essas proteínas ajudam o corpo a combater infecções.

Distúrbios hemorrágicos e de coagulação

A hemofilia é um distúrbio hemorrágico causado pela deficiência de um dos seguintes dois fatores

de coagulação do sangue: o fator VIII ou o fator IX.

Distúrbios mieloproliferativos

Nos distúrbios mieloproliferativos (mielo = medula óssea, proliferativo = rápida multiplicação), as


células produtoras de sangue da medula óssea (células precursoras) se desenvolvem e se
reproduzem de maneira excessiva ou são expulsas por um crescimento excessivo de tecido fibroso.
Normalmente, esses distúrbios são adquiridos e não hereditários, embora em casos raros existam
famílias nas quais diversos membros apresentam esses distúrbios.

Hemorragia decorrente de distúrbios de coagulação

(Consulte também Como o sangue coagula).

Hemorragia devido a vasos sanguíneos anormais

Os distúrbios dos vasos sanguíneos que causam hemorragias resultam de defeitos dos vasos
sanguíneos que, por sua vez, normalmente causam alteração da cor da pele para uma cor do
vermelho ao roxo ou hematomas, mas raramente causam perdas de sangue graves. A hemorragia
pode ser o resultado de distúrbios do tecido conjuntivo, deficiências de vitaminas, anormalidades
de proteínas do sangue, vasos sanguíneos defeituosos ou quadros clínicos que causam inflamação

https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-do-sangue 2/4
19/10/2018 Distúrbios do sangue - Manual MSD Versão Saúde para a Família

dos vasos sanguíneos. A hemorragia sob a pele também pode ser mais comum entre pessoas mais
idosas (púrpura senil).

Leucemias

As leucemias são cânceres de glóbulos brancos ou de células que se transformam em glóbulos

brancos.

Linfomas

Os linfomas são cânceres de linfócitos, que residem no sistema linfático e nos órgãos produtores

de sangue.

O processo de coagulação sanguínea

A hemostasia é a maneira como o corpo faz com que vasos sanguíneos lesionados parem de
sangrar. Ela inclui a coagulação do sangue. Coagulação demais pode bloquear vasos sanguíneos
que não estão sangrando. Em consequência, o corpo possui mecanismos de controle para limitar a
coagulação e dissolver coágulos não mais necessários. Uma anomalia em qualquer parte deste
sistema que controla a hemorragia pode provocar hemorragia ou coagulação excessivas, sendo
ambas perigosas. Quando a coagulação é deficiente, até mesmo uma leve lesão a um vaso
sanguíneo pode causar perda de sangue grave. Quando a coagulação é excessiva, vasos sanguíneos
pequenos em locais críticos podem ser obstruídos por coágulos. Vasos obstruídos no cérebro
podem causar acidentes vasculares cerebrais e a obstrução de vasos que levam sangue ao coração
pode provocar o infarto do miocárdio. Pedaços de coágulos de veias das pernas, da pelve ou do
abdômen podem viajar pela corrente sanguínea até os pulmões e lá bloquear grandes artérias
(embolia pulmonar).

Sintomas e diagnóstico dos distúrbios do sangue

Os distúrbios que afetam o sangue são chamados de distúrbios do sangue ou distúrbios


hematológicos. Existem vários distúrbios do sangue, e eles podem afetar a quantidade e a
funcionalidade das células do sangue (células sanguíneas) ou proteínas no sistema de coagulação
sanguínea ou sistema imunológico.

Sobrecarga de ferro

O ferro é essencial para a vida e, por isso, o organismo geralmente controla de maneira estrita a
absorção do ferro dos alimentos e recicla o ferro dos glóbulos vermelhos. As pessoas perdem
pequenas quantidades de ferro todos os dias, e mesmo uma dieta saudável contém somente uma
pequena quantidade de ferro. Assim, as pessoas raramente têm muito ferro no seu organismo. As
causas do excesso de ferro no corpo (sobrecarga de ferro) incluem as seguintes:

Transfusão de sangue

Uma transfusão de sangue é a transferência de sangue ou de um dos seus componentes de uma

pessoa (um doador) para outra (um receptor).

https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-do-sangue 3/4
19/10/2018 Distúrbios do sangue - Manual MSD Versão Saúde para a Família

Visualizar por:
© 2018 Merck Sharp & Dohme Corp., subsidiária da Merck & Co., Inc., Kenilworth, NJ, EUA

https://www.msdmanuals.com/pt-br/casa/dist%C3%BArbios-do-sangue 4/4