Você está na página 1de 19

Prova 1

NOME: __________________________________________________________________________

LEIA ATENTAMENTE AS INSTRUÇÕES

1. Ao receber a ordem do fiscal de sala, confira este caderno com muita atenção, pois nenhuma reclamação sobre o total de questões
2. e/ou falhas na impressão serão aceitas depois de iniciada a prova.
3. Cartão de respostas:
a) Tem, obrigatoriamente, de ser assinado e não poderá ser substituído, portanto, não o rasure nem o amasse;
b) Marque, no cartão de respostas, para cada questão, uma única resposta. A ausência de marcação, a rasura ou a marcação de
mais de um campo implicará anulação dessa questão;
c) No cartão de respostas, a marcação das letras correspondentes às respostas deve ser feita cobrindo a letra e preenchendo
todo o espaço do campo, de forma continua e densa. A leitora ótica é sensível a marcas escuras; portanto, preencha forte-
mente os campos de marcação completamente, veja o exemplo:

d) Reserve os trinta (30) minutos finais para marcar seu cartão de respostas.
4. Será eliminado o candidato que:
a) Utilizar-se, durante a realização das provas, de máquinas e/ou relógios de calcular, bem como de rádios gravadores, headpho-
nes, telefones celulares ou fontes de consulta de qualquer espécie;
b) Ausentar-se da sala em que se realizam as provas levando consigo o caderno de questões e/ou o cartão de respostas;
c) Recusar-se a entregar o caderno de questões e/ou o cartão de resposta quando terminar o tempo estabelecido.

Observações: Recursos até terça-feira às 12 horas.


www.qstao.com.br DETRAN-SP (AGENTE)

Língua Portuguesa 02) Assinale a opção que preenche as lacunas do texto de forma
gramaticalmente correta e textualmente coerente.

01) Em relação às estruturas linguísticas do texto, assinale a Sem __1__ pujança econômica de outrora, __2__ Europa registra
opção incorreta. nos últimos tempos o fortalecimento de pressões xenófobas e
anti-imigração. Após __3__ crise global, iniciada em 2008, e o
TEXTO 1 consequente aumento dos índices de desemprego no continente,
O conceito de brasileiro cordial cai por terra ante a violência que grupos de extrema direita conquistaram níveis inéditos de parti-
se alastra de norte a sul do país. Não se fala aqui apenas de atos cipação nos Parlamentos nacionais da Suécia e da Grécia. Não
imoderados como os praticados pelos black blocs; ou de ação de satisfeitos em exercer __4__ representação política, tais agremia-
justiceiros que algemam pessoas a poste; ou de bandidos que ateiam ções têm protagonizado lamentáveis episódios de agressão __5__
fogo a ônibus e a seres humanos; ou de sequestros relâmpagos que minorias de outras nacionalidades.
assustam cidadãos e lhes limitam o direito de ir e vir; ou de homicí- a)  à a à a as
dios que ultrapassam cifras registradas em países em guerra. Fala-se
b)  a a a a às
do crime de racismo. Discriminar adultos e crianças com base na
cor da pele é, além de caduco, inaceitável. Baseia-se no prejulga- c)  a à a à as
mento de que há seres superiores e inferiores não em decorrência d)  a a à a às
de obras por eles realizadas, mas de característica física biologi- e)  à à a à as
camente herdada. Além da punição prevista em lei, impõem-se
Gabarito: B
ações aptas a evitar que cenas de preconceito se repitam. Entre elas,
campanhas governamentais destinadas à mudança de mentalida- Comentário: Em “sem a pujança”, há apenas o artigo (sem o
de da população. O brasileiro pode tornar-se cordial de fato. Ser vigor); em “a Europa”, há apenas o artigo; em “Após a crise global,
movido pelo coração pressupõe valores humanistas e democráticos. há apenas o artigo (após o problema global); em “exercer a repre-
Conviver com as diferenças é fruto da civilização. sentação política”, há apenas o artigo (exercer o cargo político);
em “agressão às minorias”, há preposição + artigo (agressão aos
a)  Mantém-se a correção gramatical do período e o respeito às
menores), mas poderia aparecer apenas a preposição (agressão a
suas informações originais ao se substituir “ante a” (l.1 e 2)
minorias / agressão a menores).
por diante da.
b)  O segmento “que algemam pessoas a poste” (l. 5) tem natureza
restritiva em relação a “justiceiros”. 03) Assinale a opção que preenche as lacunas do texto de forma a
torná-lo coeso, coerente e gramaticalmente correto.
c)  Preserva-se a correção gramatical ao se reescrever “lhes
limitam” (l. 8) como limitam a eles. Depois de cair logo após a reforma do regime previdenciário do
setor público de 2003 — que extinguiu a aposentadoria integral
d)  O termo “caduco” (l. 12) está sendo empregado com o sentido
__1__ servidor que ainda não contava __2__ direito e fixou condi-
de ultrapassado, sem validade, vencido.
ções mais rigorosas __3__ novas aposentadorias —, a proporção
e)  O pronome “elas” (l. 18) retoma o antecedente “cenas de dos servidores inativos em relação ao total de funcionários da
preconceito” (l. 18). União se estabilizou e, __4__ gradual envelhecimento médio dos
Gabarito: E funcionários ativos, poderá voltar a crescer __5__ pouco tempo. Um
estudo divulgado __6__ pouco pela Escola Nacional de Adminis-
Comentário: A letra A está correta porque a preposição “ante” pode
tração Pública (Enap) mostra que, atualmente, os inativos dos Três
ser empregada no sentido de “diante de”. Na substituição, retirou-
Poderes e do Ministério Público Federal representam 48% do total
se a preposição + o artigo (ante a) e empregou-se a locução prepo-
de servidores. Entre os servidores civis do Poder Executivo Federal
sitiva “diante de” + o artigo “a” (diante da).
a proporção é ainda maior: 52%.
A letra B está correta porque a oração é subordinada adjetiva a)  do – ter o – às – no – há – a
restritiva introduzida, por um pronome relativo, que tem a função
de retomar o termo anterior “justiceiros”. Como não há vírgulas b)  com o – pelo – nas – pelo – em – em
isolando tal oração, ela é classificada como restritiva, por isso se diz c)  pelo – para o – com as – para o – por – de
que ela restringe o termo antecedente “justiceiro”. d)  para o – com esse – para as – com o – dentro de – há
A letra C está correta porque o pronome oblíquo “lhes” pode ser e)  ao – ter o – em – do – em – com
substituído por “a eles”, sem prejuízo gramatical. Gabarito: D
A letra D está correta porque “caduco” está exatamente no sentido Comentário: Comece pelo final, pois fica mais fácil de entender a
de antigo, velho, não mais utilizado, ultrapassado. questão. 6) Um estudo divulgado há pouco (verbo haver no sentido
Desta forma, resta a letra E, que é exatamente a questão incorre- de tempo decorrido); 5) poderá voltar a crescer dentro de pouco
ta, pois o pronome “elas” funciona como um elemento de coesão, tempo (poderia ser “em” também); 4) com o gradual envelhecimen-
anáfora, e corresponde ao termo “ações aptas” (linha 17). to médio dos funcionários ativos, poderá voltar a crescer; 3) fixou
condições mais rigorosas para quem? para novas aposentadorias; 1)
e 2) extinguiu a aposentadoria integral para quem? para o servidor
que ainda não contava com o quê? Com esse direito (esse – retoma
aposentadoria integral).

Carreiras Administrativas 3
DETRAN-SP (AGENTE) www.qstao.com.br

04) Assinale a opção que corresponde a erro gramatical ou de Comentário: Observe que cada alternativa começa com um
grafia de palavra inserido na transcrição do texto. elemento coesivo (conjunção, locução conjuntiva, pronome
A Receita Federal nem sempre teve esse (1) nome. Secretaria da demonstrativo), exceto o 3º e o 5º trecho. Então, um desses deve
Receita Federal é apenas a mais recente denominação da Adminis- iniciar o texto, já que os demais ligam uma ideia à outra (possuem
tração Tributária Brasileira nestes cinco séculos de existência. Sua elementos coesivos no início do trecho). No 5º trecho, há o emprego
criação tornou-se(2) necessária para modernizar a máquina arreca- do demonstrativo “essa” (essa atualização legislativa), então está
dadora e fiscalizadora, bem como para promover uma maior integra- retomando uma atualização que já foi citada anteriormente, por
ção entre o Fisco e os Contribuintes, facilitando o cumprimento isso não pode ser o trecho inicial. Com isso, o trecho que inicia o
expontâneo (3) das obrigações tributárias e a solução dos eventuais texto só pode ser o 3º.
problemas, bem como o acesso às (4) informações pessoais priva-
tivas de interesse de cada cidadão. O surgimento da Secretaria da Os trechos abaixo constituem um texto adaptado de http://www.
Receita Federal representou um significativo avanço na facilitação ambito-juridico.com.br/site/).
do cumprimento das obrigações tributárias, contribuindo para o
aumento da arrecadação a partir (5) do final dos anos 60. 06) Assinale a opção transcrita de forma gramaticalmente correta.
a)  (1) a)  No transcorrer da história, desde os escritos de Aristóteles,
b)  (2) passando por Políbio, depois Locke, Russeau e Montesquieu,
sempre houve a preocupação de limitação do poder para a
c)  (3)
construção de um governo moderado, em que há um contra-
d)  (4) ponto dentro do próprio exercício da soberania, de modo a
e)  (5) mantê-la dentro de algumas balizas.
Gabarito: C b)  Desta forma, o poder de tributar nada mais é que um aspecto
Comentário: O vocábulo “espontâneo” deve ser grafado com “s”. da soberania estatal, ou uma parcela desta. Neste contexto,
antes, a tributação era realizada de modo tirânico: o monarca,
Os trechos a seguir compõem um texto adaptado do jornal Estado que reinvindicava a soberania para si, “criava” os tributos e os
de Minas, mas estão desordenados. súditos deviam suportá-los, sem qualquer garantia ou possi-
bilidade de resistência.
05) Assinale nos parênteses a ordem sequencial correta em que
devem aparecer para compor um texto coeso e coerente. c)  O Estado é entidade soberana. No plano internacional repre-
Coloque 1 no trecho que deve iniciar o texto e assim sucessi- senta a nação em sua relação com as outras nações, e, no plano
vamente. Em seguida, assinale a opção correspondente. interno, têm o poder de governar todos os indivíduos que se
encontrem em seu território. Logo, a soberania é um poder
( ) Esse poder Legislativo é o mais apto a ouvir e repercutir a voz que não reconhece outro que lhe seja superior, e no exercício
das ruas, os desejos e as preocupações do povo. E a segurança dessa soberania, ele exige que os indivíduos lhe forneçam os
pública tem se tornado a maior de todas as causas que afligem as recursos de que necessita: institui tributos.
pessoas, principalmente as que vivem em grandes cidades.
d)  Neste contexto, o constitucionalismo pode ser concebido
( ) Nos últimos anos, com o crescimento do crime praticado por como movimento ideológico e filosófico que pregam a limita-
menores, tem crescido o número dos que defendem a redução ção do poder para a garantia de direitos, tendo reformulado,
da idade de responsabilidade penal para 16 anos. É igualmente na evolução histórica, a concepção de Direito e de Estado, o
veemente a defesa da manutenção da idade atual, 18 anos, o que que haveria de repercutirem no poder de tributar.
torna a matéria altamente polêmica.
e)  Conforme foram sagrando-se vitoriosos, os movimentos
( ) Ter a iniciativa de propor e votar leis é uma das funções que constitucionais, através do constitucionalismo clássico e da
a sociedade, por meio da Constituição, atribuiu ao Legislativo evolução do Estado, a tributação também se altera, a exemplo
e espera que esse poder, o mais aberto e democrático do regime das contribuições, que são tributos que somente se justificam
democrático, cumpra esse papel. na compreensão de um Estado Social intervencionista, em
( ) Mas todo esse aparato da segurança acionado em defesa do que a uma consolidação da máquina pública para propiciar
cidadão corre o risco de produzir resultados inferiores ao desejado prestações positivas aos cidadãos.
em função de falhas ou de falta de atualização da legislação. Gabarito: A
( ) Por isso mesmo são bem-vindas medidas como o reforço do Comentário: Ao analisar cada uma das alternativas, percebemos
policiamento ostensivo e aumento da vigilância e da ação das
que a letra B está incorreta devido à palavra “reinvindicava”. Na
autoridades para conter a criminalidade.
verdade, a forma correta é “reivindicava”. Deveria haver uma vírgula
( ) Um dos problemas mais complexos quanto a essa atualização logo após a palavra tributo para evitar uma ambiguidade (criava
legislativa no Brasil é o do menor infrator, que, na maioria das os tributos e os súditos). A letra C está incorreta devido à falta da
grandes cidades brasileiras, já foi promovido a menor criminoso. vírgula após “No plano internacional”, que indicaria a posição da
Há sobre essa questão um grande debate na sociedade brasileira. expressão adverbial fora da sua posição original dentro da oração. O
a)  1, 3, 6, 2, 5, 4 verbo “ter” deveria ter sido grafado sem acento (tem) pois concorda
b)  2, 6, 1, 4, 3, 5 com “Estado”. “no exercício dessa soberania” deveria estar entre
c)  4, 5, 2, 6, 1, 3 vírgulas. A letra D está incorreta devido ao emprego incorreto do
d)  3, 1, 4, 5, 6, 2 verbo “pregam”, pois o pronome relativo “que” retoma “movimento”
e)  5, 2, 3, 1, 4, 6 (movimento que prega). “haveria de repercutir” seria o correto, pois
o verbo principal não deve ser flexionado. E a letra E está incor-
Gabarito: B

4 Carreiras Administrativas
www.qstao.com.br DETRAN-SP (AGENTE)
reta porque falta complemento (predicado) do “os movimentos 08) Os trechos a seguir constituem um texto adaptado do jornal
constitucionais”. Observamos que a falta de uma pontuação correta Folha de S. Paulo. Assinale a opção transcrita de forma
comprometeu a compreensão do trecho, e, além disso, há a presença gramaticalmente correta.
de duas orações que se relacionam, porém a primeira é comprometi- a)  Conforme se consolida a recuperação — ainda que lentas —
da em relação à segunda justamente por não ter o seu complemento. das economias desenvolvidas e fica mais próximo o momento
“em que há uma consolidação da máquina pública” seria o correto. dos juros mais altos nos países emergentes, os investidores
redirecionam o capital para ao centro.
Assinale a opção que preenche a lacuna do texto de forma a torná-lo b)  Tende a haver saída em massa de divisas de países que há
gramaticalmente correto, coeso e coerente. pouco eram a coqueluche. Os alvos são os que apresentam
07) Normalmente o Estado de Direito é confundido com o maior déficit externo, fragilidades orçamentárias e baixo
Estado Constitucional (Estado Democrático de Direito), crescimento. Nesse grupo estão Turquia e África do Sul, por
entretanto, isto é um equívoco. _____________________ exemplo.
________________________________________________ c)  Nos últimos 20 anos, os emergentes viram dobrar sua parti-
________________________________________________ cipação no PIB mundial. Conforme o progresso técnico se
_______________________________________________ dissemina nesses países, surge uma nova classe média global
________________________________________________ – e não há nenhum sinal de cujo esse movimento se esgotará
________________________________________________ tão logo.
Com efeito, se é a legislação que serve de parâmetro para atuação d)  A prosperidade, é claro, não está garantida. A questão princi-
estatal, então, esta mesma legislação, por conseguinte, é livre. Em pal, no longo prazo, diz respeito mais as reformas internas
tais Estados (Estado de Direito), o absolutismo do rei é substituído que precisam ser implementadas do que o jogo de compara-
pelo absolutismo do parlamento (supremacia do parlamento e não ções e modismos.
da constituição). e)  Serão vitoriosos os países que conseguirem não só integrar
a)  Conquanto, no Estado Constitucional, a constituição melhor suas economias nas cadeias produtivas de alto valor
funciona como fundamento de validade de toda ordem por escala mundial, como também modernizar suas institui-
jurídica, disciplinando não só a atuação do Executivo e ções se, especialmente, desenvolveram capital humano.
Judiciário, como também do legislativo, vigendo, aí sim, a Gabarito: B
supremacia da constituição.
Comentário: Na letra A há o uso indevido da preposição “a” em “ao
b)  Embora, no Estado Constitucional, o legislador encontra centro”, deveria ser “o centro” (a regência do verbo “redirecionar”
limites jurídicos nas normas constitucionais, as quais traçam já exige o uso da preposição “para”, sem a necessidade de outra
o perfil de cada exação, de forma que a competência tribu- preposição). A letra C está incorreta porque foi usado o pronome
tária é delimitada através da conjugação das normas que relativo “cujo”, que deve ser empregado quando houver a ideia de
tratam especificamente de cada tributo com os princípios posse. O correto seria “não há nenhum sinal de que esse movimen-
constitucionais. to se esgotará tão logo”. A letra D está incorreta pela ausência da
c)  Daí podermos concluir que, no Brasil, por força de uma séria crase no fragmento “às reformas” e pela ausência da preposição “a”
de disposições constitucionais, não há falar em poder tribu- em “ao jogo”. E a letra E está incorreta porque houve erro de flexão
tário (incontrastável, absoluto), mas, tão somente, em compe- do verbo “desenvolveram”, quando deveria ser “desenvolver”, pois
tência tributária (regrada, disciplinada pelo Direito). é infinito da locução verbal “conseguirem desenvolver”. Observe o
d)  Isso porque no Estado de Direito os atos do Executivo e uso do infinitivo nos outros verbos do fragmento. Além disso, não
do Judiciário estão submetidos ao princípio da legalidade; faz sentido o emprego de “se” após “instituições”. “modernizar suas
contudo, o Legislativo é livre para atuar, já que esse princípio instituições e, especialmente, desenvolver capital humano.
não pode ser aplicado, por imposição lógica, à legislação.
e)  Portanto, poder tributário tinha a Assembléia Constituin- Raciocínio Lógico Matemático
te, que era soberana. Ela realmente tinha um poder ilimi-
tado, inclusive em matéria tributária. Contudo, a partir do 09) Em um time de basquete, a média aritmética das alturas
momento em que foi promulgada a Constituição, o Poder de 5 jogadores é 1,92m. Se fizermos a média aritmética de
Tributário retornou ao povo, restando aos poderes constituí- apenas quatro desses jogadores, sem considerar o armador,
dos as competências tributárias. ela aumenta para 1,95. Nesse caso, a altura do armador desse
Gabarito: D time é de

Comentário: Repare que as alternativas A e B iniciam com conjun- a)  1,92m


ção concessiva, ou seja, apresenta uma concessão em relação à ideia b)  1,89m
apresentada anteriormente. Isso seria correto se já tivessem sido c)  1,86m
expostos os conceitos de Estado de Direito e Estado Constitucio- d)  1,83m
nal, o que não ocorre. Nas alternativas C e E, há elementos coesivos
e)  1,80m
que introduzem uma conclusão, o que não é possível após a intro-
dução de uma ideia. A conclusão é apresentada no final, não no Gabarito: E
início. A letra D começa com “Isso”, pronome que se refere a algo
dito anteriormente, mantendo a linha lógica do texto.

Carreiras Administrativas 5
DETRAN-SP (AGENTE) www.qstao.com.br

Comentário: Questão envolvendo média aritmética: Informática


A média = soma : quantidade
Como a média das alturas de 5 jogadores é 1,92m, fazemos a multi- 12) O editor de textos Microsoft Word permite que sejam inseri-
plicação ⟶ 5 . 1,92 = 9,60 das tabelas nos arquivos em edição, que tem características
próprias. Indique a alternativa que NÃO apresenta uma
Assim a soma das alturas de 5 jogadores é 9,60m característica de tabelas do Microsoft Word.
Como a média de apenas 4 desses jogadores é de 1,95, então a)  Possui referencias relativas.
fazemos a multiplicação ⟶ 4 . 1,95 = 7,80 b)  Possui fórmulas em inglês.
Portanto a altura do armador desse time é de 1,80m (9,60 – 7,80 = 1,80) c)  Possui fórmulas dinâmicas.
Alternativa E d)  Permite correção ortográfica.
e)  Permite correção gramatical.
10) A razão entre o número homens e mulheres inscritos em um Gabarito: C
concurso é de 7/5. Sabendo-se que para esse concurso tem
12360 inscritos, o número de homens inscritos supera o de Comentário: A tabela inserida no editor de textos Microsoft Word
mulheres inscritas em tem fórmulas estáticas, pois quando é inserido um resultado ele
não é alterado quando o conteúdo de uma célula utilizada em tal
a)  1980 fórmula é alterado.
b)  2012
c)  2060 Analise a planilha abaixo, gerada no editor de planilhas Microsoft
d)  2180 Excel, para responder a próxima questão.
e)  2112 13)
Gabarito: C
Comentário: Questão envolvendo razão:
Fazemos 12360 : 12 = 1030
número de homens inscritos: 1030 . 7 = 7210
número de mulheres inscritas: 1030 . 5 = 5150
Indique a alternativa que apresenta o resultado da fórmula
o número de homens inscritos supera o de mulheres inscritas em 2060 =cont.se(A1:C3;”<5”) inserida na célula A6
Alternativa C a)  5
b)  4
11) Uma empresa possui 1200 produtos em estoque. Em uma c)  3
semana vendeu 1/4 dos produtos que estavam em estoque d)  6
e na semana seguinte 2/5 dos produtos que sobraram. Em
e)  0
relação ao número total de produtos em estoque, o número
de produtos que não foram vendidos representa Gabarito: B
a)  3/10 Comentário: A fórmula inserida procura as células que tenham
b)  11/20 valor menor do que 5 no intervalo entre A1 e C3, e as células que
atendem a esta condição são B1, B2, B3 e C3.
c)  13/20
d)  7/20
14) Considerando o cabeçalho padrão de e-mails, indique a alter-
e)  9/20
nativa que apresenta aquele que permite manter a mensagem
Gabarito: E nos servidores mesmo utilizando programas Clientes de
Comentário: Questão envolvendo fração: e-mail como o Microsoft Outlook.
a)  POP3
Uma semana: 1/4 dos produtos que estavam em estoque
b)  IMAP4
Outra semana: 2/5 dos produtos que sobraram em estoque c)  HTTP
(2/5 . 3/4 = 3/10) d)  SMTP
Assim vendeu 11/20 (1/4 + 3/10 = 11/20) e)  FTP
Portanto não foram vendidos 9/20 (20/20 – 11/20 = 9/20) Gabarito: B

Alternativa E Comentário: O protocolo de envio de e-mails IMAP4 permite a


manutenção das mensagens nos servidores dos provedores.

6 Carreiras Administrativas
www.qstao.com.br DETRAN-SP (AGENTE)

Direito Constitucional d)  exemplificativo, porque não exclui outros, decorrentes do


regime e dos princípios por ela adotados ou de tratados inter-
nacionais com a participação do país.
15) Oserp veio de país longínquo para o Brasil e professa religião
e)  exemplificativo, mas a ele só podem ser acrescidos os direitos
de poucos adeptos. Foi preso por furto e, no presídio, pediu
e garantias decorrentes do regime e dos princípios por ela
assistência religiosa. Nesse caso, ele
adotados.
a)  terá que se integrar e se adaptar a um dos cultos religiosos
propiciados pelo presídio à maioria dos internos. Gabarito: D
b)  não poderá ser privado dessa assistência, podendo recebê-la Comentário: Os direitos fundamentais na Constituição Federal
de quem se dispuser a atendê-lo. estão inseridos no que se pode chamar de catálogo materialmente
c)  será colocado em regime de liberdade provisória para poder aberto dos direitos e garantias fundamentais, uma vez que a própria
assistir aos cultos. CF/1988 ampliou o rol dos direitos para admitir outros direitos e
garantias decorrentes do regime e dos princípios por ela adotados,
d)  não terá direito à assistência religiosa, visto que os presídios
ou dos tratados internacionais em que a República Federativa do
brasileiros só aceitam Ministros católicos e evangélicos.
Brasil seja parte (art. 5º, § 2º da CRFB/88).Desse modo, pode
e)  terá direito a essa assistência e, se não se dispuser de meios ser direito fundamental não só aqueles previstos no artigo 5º da
adequados, terá o direito de sair para assistir aos cultos, onde CF/988, mas também aqueles espalhados ao longo da constituição
os houver. ou até mesmo existentes fora dela. Estabelece o artigo 5º, parágrafo
Gabarito: B 2º, da CF: § 2º Os direitos e garantias expressos nesta Constitui-
ção não excluem outros decorrentes do regime e dos princípios por
Comentário: Inicialmente cabe destacar que o Brasil é um país ela adotados, ou dos tratados internacionais em que a República
laico, ou seja, não adota nenhuma religião oficial e respeita a liber- Federativa do Brasil seja parte. Assim sendo, correta a afirmativa
dade de crença dos seus cidadãos. que fala que o rol é exemplificativo, uma vez que admite a adição
Parte do que foi afirmado está estabelecido no artigo 5º, inciso VI, de outros direitos fundamentais.
da CF/1988, nos seguintes termos: VI – é inviolável a liberdade
de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos Direito Administrativo
cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais
de culto e a suas liturgias;
18) Suponha que determinado cidadão tenha sofrido ferimentos
Entretanto, a Constituição Federal prevê, na forma da lei, o direito enquanto aguardava uma audiência em um prédio do Poder
à assistência religiosa aos presos. Nesse sentido dispõe o artigo 5º, Judiciário, ocasionados por um servidor que buscava conter
inciso VII, da CF/1988: VII – é assegurada, nos termos da lei, a um tumulto que se formou no local em razão de protestos
prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de de determinada categoria de funcionários públicos. Referido
internação coletiva. cidadão buscou a responsabilização civil do Estado pelos
danos sofridos. De acordo com o que predica a teoria do risco
16) A Constituição Federal declara que administrativo, o Estado
a)  nenhuma prisão civil por dívida será aceita pela lei. a)  possui responsabilidade objetiva pelos danos sofridos pelo
cidadão, descabendo qualquer excludente de responsabilida-
b)  nunca haverá no Brasil pena de morte.
de, como força maior, culpa da vítima ou de terceiros.
c)  o tribunal do júri terá sete jurados.
b)  apenas responde pelos danos causados em caráter comprova-
d)  o racismo será inafiançável, embora prescritível como qualquer damente doloso ou culposo pelos seus agentes, assegurado o
outro crime. direito de regresso contra o agressor.
e)  será garantido o direito de herança. c)  não responde pelos danos causados, salvo se comprovada
Gabarito: E omissão no dever de fiscalizar a prestação do serviço público
envolvido e suas condições de segurança.
Comentário: Estabelece o inciso XXX do artigo 5º da CF/1988:
XXX – é garantido o direito de herança. d)  possui responsabilidade subjetiva pelos danos sofridos pelo
cidadão, a quem compete comprovar o nexo de causalidade e
a culpa anônima do serviço.
17) O rol dos direitos e garantias, contido no art. 5º da Consti-
tuição Federal, é e)  pode ser responsabilizado, independentemente de culpa ou
dolo de seus agentes, excluindo-se tal responsabilidade se
a)  taxativo, porque sua interpretação deve ser restrita, visto que a
comprovada culpa de terceiros.
atribuição de direitos e garantias deve ser feita expressamente
e só a Constituição pode fazê-lo. Gabarito: E
b)  taxativo, porque não admite outros direitos ou garantias, Comentário: As pessoas jurídicas de direito público e as de direito
sejam decorrentes do regime, sejam decorrentes dos princí- privado prestadoras de serviços públicos responderão pelos danos
pios por ela adotados. que seus agentes, nessa qualidade, causarem a terceiros, assegurado o
c)  exemplificativo, mas a ele só podem ser acrescidos os direitos direito de regresso contra o responsável nos casos de dolo ou culpa
e garantias decorrentes de tratados internacionais em que a (art. 37, §6º da CF). Independente do agente ter agido com dolo ou
República Federativa do Brasil seja parte. culpa, o Estado responderá, pois assume o risco por eventuais danos
que seus agentes, nesta qualidade, causarem a terceiros, é a teoria do

Carreiras Administrativas 7
DETRAN-SP (AGENTE) www.qstao.com.br

risco administrativo que admite excludentes, como por exemplo o fato Código de Trânsito Brasileiro
de terceiros. Vejamos: constitui causa excludente da responsabilida-
de da empresa transportadora: a ocorrência de assalto em interior de
ônibus, por tratar-se de fato de terceiro inteiramente estranho à ativi- 21) As competências da PRF, no âmbito das rodovias e estradas
dade de transporte (STJ AGREsp 620.259) e o assalto à mão armada federais, não incluem:
no interior de ônibus coletivo (STJ REsp 726.371). a)  Realizar o patrulhamento ostensivo, mediante a execução
de operações relacionadas com a segurança pública, com o
19) Roberto, empresário, ingressou com representação dirigida objetivo de preservar a ordem, a incolumidade das pessoas, o
ao órgão competente da Administração pública, requeren- patrimônio da União e o de terceiros.
do a apuração e posterior adoção de providências cabíveis, b)  Aplicar e arrecadar as multas impostas por infrações de trânsito,
tendo em vista ilicitudes praticadas por determinado servidor as medidas administrativas decorrentes e os valores provenientes
público, causadoras de graves danos não só ao erário como de estada e remoção de veículos, objetos, animais e escolta de
ao próprio autor da representação. A Administração pública veículos de cargas superdimensionadas ou perigosas.
recebeu a representação, instaurou o respectivo processo c)  Realizar o patrulhamento ostensivo das ferrovias federais que
administrativo, porém, impediu que Roberto tivesse acesso margeiam as rodovias federais.
aos autos, privando-o de ter ciência das medidas adotadas, d)  Integrar-se a outros órgãos e entidades do SNT para fins de
sendo que o caso não se enquadra em nenhuma das hipóte- arrecadação e compensação de multas impostas na área de sua
ses de sigilo previstas em lei. O princípio da Administração competência, com vistas à unificação do licenciamento, à simpli-
pública afrontado é a ficação e à celeridade das transferências de veículos e de prontuá-
a)  publicidade. rios de condutores de uma para outra unidade da Federação.
b)  eficiência. e)  Coletar dados estatísticos e elaborar estudos sobre acidentes de
c)  isonomia. trânsito e suas causas, adotando ou indicando medidas operacio-
d)  razoabilidade. nais preventivas e encaminhando-os ao órgão rodoviário federal.
Gabarito: C
e)  improbidade.
Comentário: Obviamente, não cabe à PRF o patrulhamento
Gabarito: A ostensivo nas ferrovias federais; à PRF caberá o patrulhamento nas
Comentário: Em razão do princípio da publicidade os atos editados rodovias e estradas federais, como previsto expressamente no caput
do Art. 20.
pela Administração devem ser públicos, não só em razão da trans-
parência da atuação administrativa, mas também para viabilizar o Art. 20. Compete à Polícia Rodoviária Federal, no âmbito das
controle dos atos emanados pelo Poder Público. rodovias e estradas federais:
(...)
É importante lembrar que, embora a regra geral seja a publicidade,
II - realizar o patrulhamento ostensivo, executando operações relacio-
também existem atos sigilosos, como, por exemplo, aqueles relaciona- nadas com a segurança pública, com o objetivo de preservar a ordem,
dos à segurança nacional ou os que sejam objeto de inquérito policial. incolumidade das pessoas, o patrimônio da União e o de terceiros.
É possível um ato ser público sem ter sido publicado em D.O., A: Está prevista no Art. 20, inciso II, comentado acima.
como, por exemplo, o edital de licitação na modalidade convite, B: Está prevista no Art. 20, inciso III. Poderia gerar duvidas já que
mas é certo que alguns atos apenas adquirem publicidade com a o agente autua, mas é a literalidade do inciso.
publicação em D.O., como ocorre com os atos normativos, ex.:
Art. 20. Compete à Polícia Rodoviária Federal, no âmbito das
decretos, portarias, resoluções etc. rodovias e estradas federais:
III - aplicar e arrecadar as multas impostas por infrações de trânsito,
20) Considere que determinado órgão administrativo, encarrega- as medidas administrativas decorrentes e os valores provenientes de
do da fiscalização das condições de segurança de estabeleci- estada e remoção de veículos, objetos, animais e escolta de veículos de
mentos comerciais, tenha identificado danos na estrutura de cargas superdimensionadas ou perigosas.
edifício onde funciona um grande shopping center. Diante D: Está prevista no Art. 20, X.
de tal circunstância, interditou o local, proibindo o acesso
Art. 20. Compete à Polícia Rodoviária Federal, no âmbito das
ao público. Entre os atributos do ato administrativo, o que rodovias e estradas federais:
autoriza a referida interdição, independentemente de decisão (...)
judicial, é:
X - integrar-se a outros órgãos e entidades do Sistema Nacional de
a)  Motivação. Trânsito para fins de arrecadação e compensação de multas impostas
b)  Discricionariedade. na área de sua competência, com vistas à unificação do licenciamen-
to, à simplificação e à celeridade das transferências de veículos e de
c)  Executoriedade. prontuários de condutores de uma para outra unidade da Federação.
d)  Tipicidade. E: Está prevista no Art. 20, VII.
e)  Legitimidade. Art. 20. Compete à Polícia Rodoviária Federal, no âmbito das
Gabarito: C rodovias e estradas federais:
(...)
Comentário: A executoriedade ou autoexecutoriedade é o atributo do
VII - coletar dados estatísticos e elaborar estudos sobre acidentes de
ato administrativo pelo qual o Poder Público pode compelir o adminis- trânsito e suas causas, adotando ou indicando medidas operacionais
trado a cumprir uma obrigação, independente de ordem judicial. preventivas e encaminhando-os ao órgão rodoviário federal;

8 Carreiras Administrativas
www.qstao.com.br DETRAN-SP (AGENTE)
Julgue os itens subsequentes com respeito ao SNT: III: Correto. Este item cobra do candidato o conhecimento acerca
I -  Os órgãos e entidades componentes do SNT respondem,
dos órgãos e entidades que compõem o SNT, previsto no Art. 7º
no âmbito das respectivas competências, objetivamente, por do CTB.
danos causados aos cidadãos em virtude de ação, omissão Art. 7º Compõem o Sistema Nacional de Trânsito os seguintes órgãos
ou erro na execução e manutenção de programas, projetos e entidades:
e serviços que garantam o exercício do direito do trânsito
I - o Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN, coordenador do
seguro.
Sistema e órgão máximo normativo e consultivo;
II -  O SNT é o conjunto de órgãos e entidades da União, dos
estados, do DF e dos municípios que tem por finalidade o II - os Conselhos Estaduais de Trânsito – CETRAN e o Conselho de
exercício das atividades de planejamento, administração, Trânsito do Distrito Federal – CONTRANDIFE, órgãos normativos,
normatização, pesquisa, registro e licenciamento de veículos, consultivos e coordenadores;
formação, habilitação e reciclagem de condutores, educação, III - os órgãos e entidades executivos de trânsito da União, dos
engenharia, operação do sistema viário, policiamento, fisca- Estados, do Distrito Federal e dos Municípios;
lização, julgamento de infrações e de recursos e aplicação de
penalidades. IV - os órgãos e entidades executivos rodoviários da União, dos
Estados, do Distrito Federal e dos Municípios;
III -  Compõem o SNT: o CONTRAN, os conselhos estaduais de
trânsito (CETRAN) e o Conselho de Trânsito do Distrito V - a Polícia Rodoviária Federal;
Federal (CONTRANDIFE), os órgãos e entidades executi- VI - as Polícias Militares dos Estados e do Distrito Federal; e
vos de trânsito da União, dos estados, do DF e dos municí-
pios, os órgãos e entidades executivos rodoviários da União, VII - as Juntas Administrativas de Recursos de Infrações – JARI.
dos estados, do DF e dos municípios, a PRF, as polícias IV: Correto. Busca-se o conhecimento acerca do conceito das
militares dos estados e do DF e as juntas administrativas de câmaras temáticas contido no Art. 13 caput do CTB.
recursos de infrações.
Art. 13. As Câmaras Temáticas, órgãos técnicos vinculados ao
IV -  As Câmaras Temáticas, órgãos técnicos vinculados ao
CONTRAN, são integradas por especialistas e têm como objetivo
CONTRAN, são integradas por especialistas e têm como
estudar e oferecer sugestões e embasamento técnico sobre assuntos
objetivo estudar e oferecer sugestões e embasamento técnico
específicos para decisões daquele colegiado.
sobre assuntos específicos para decisões daquele colegiado.
22) A quantidade de itens certos é igual a: 23) No que se refere ao trânsito de veículos mais lentos e de maior
a)  0 porte, quando não houver faixa especial a eles destinada, no
b)  1 caso de pista de rolamento com várias faixas de circulação
no mesmo sentido, o Código de Trânsito estabelece que o
c)  2
motorista deverá trafegar:
d)  3
a)  sempre na pista central.
e)  4
b)  exclusivamente à esquerda.
Gabarito: E
c)  preferencialmente à direita.
Comentário: Todos os itens estão corretos, vejamos: d)  com maior frequência nas faixas de acostamento.
I: Correto. Este item busca do candidato o conhecimento acerca da e)  somente nas faixas construídas, para suportarem maior peso.
responsabilidade adotada pelo legislador no CTB, que é a respon- Gabarito: C
sabilidade objetiva dos órgãos e entidades que compõem o SNT.
Responsabilidade objetiva é aquela que não importa o dolo ou culpa, Comentário: E o que traz o Art. 29, IV do CTB, em relação aos
basta haver nexo causal entre as condutas (Art. 1º, § 3º, CTB). veículos lentos e de maior porte, observe:

Art. 1º, § 3º Os órgãos e entidades componentes do Sistema Nacional Art. 29. O trânsito de veículos nas vias terrestres abertas à circulação
de Trânsito respondem, no âmbito das respectivas competências, obedecerá às seguintes normas:
objetivamente, por danos causados aos cidadãos em virtude de ação, (...)
omissão ou erro na execução e manutenção de programas, projetos e
IV - quando uma pista de rolamento comportar várias faixas de
serviços que garantam o exercício do direito do trânsito seguro.
circulação no mesmo sentido, são as da direita destinadas ao desloca-
II: Correto. Literalidade do Art. 5º do CTB, que traz de forma mento dos veículos mais lentos e de maior porte, quando não houver
genérica o conceito do SNT e suas finalidades, que depois são faixa especial a eles destinada, e as da esquerda, destinadas à ultra-
esmiuçadas ao longo do capítulo relativo às competências dos passagem e ao deslocamento dos veículos de maior velocidade.
órgãos e entidades que compõem o SNT.
Art. 5º O Sistema Nacional de Trânsito é o conjunto de órgãos e
entidades da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios
que tem por finalidade o exercício das atividades de planejamento,
administração, normatização, pesquisa, registro e licenciamento de
veículos, formação, habilitação e reciclagem de condutores, educação,
engenharia, operação do sistema viário, policiamento, fiscalização,
julgamento de infrações e de recursos e aplicação de penalidades.

Carreiras Administrativas 9
DETRAN-SP (AGENTE) www.qstao.com.br

24) Qual é a denominação dada às vias terrestres urbanas que c)  O pedestre, para atravessar uma via sobre a faixa a ele
não possuem cruzamentos diretos, não possuem semáforos destinada e onde houver semáforo que não possui foco de
nem passagens diretas para pedestres e cujo acesso se faz por pedestre, deverá aguardar que o semáforo interrompa o fluxo
pistas paralelas que permitem entrar com velocidade compa- dos veículos
tível com a do fluxo de trânsito? d)  O ciclista desmontado, empurrando a bicicleta, para cruzar
a)  Rodovias. a pista de rolamento, não precisa utilizar a faixa de pedestres
b)  Vias de trânsito rápido. caso ela exista numa distância de até 50 metros dele
c)  Vias arteriais. e)  O pedestre, para atravessar uma via sobre a faixa a ele desti-
nada e onde houver semáforo que possui foco de pedestre,
d)  Vias coletoras.
deverá obedecer à indicação das luzes.
e)  Estradas.
Gabarito: D
Gabarito: B
Comentário: O ciclista desmontado se equipara ao pedestre. Logo,
Comentário: Esta norma está prevista no anexo I do CTB. Observe: deverá seguir todos os deveres deste. Como os pedestres devem
VIA DE TRÂNSITO RÁPIDO – aquela caracterizada por atravessar na faixa quando esta existir em uma distância de até 50
acessos especiais com trânsito livre, sem interseções em nível, sem metros, o item torna-se errado.
acessibilidade direta aos lotes lindeiros e sem travessia de pedestres
em nível. 27) Estabelecer anualmente os temas e os cronogramas das
VIA ARTERIAL – aquela caracterizada por interseções em nível, campanhas da Educação para o Trânsito, de âmbito nacional,
geralmente controlada por semáforo, com acessibilidade aos lotes que deverão ser promovidas por todos os órgãos ou entidades
lindeiros e às vias secundárias e locais, possibilitando o trânsito do Sistema Nacional de Trânsito, em especial nos períodos
entre as regiões da cidade. referentes às férias escolares, feriados prolongados e à Semana
Nacional do Trânsito, é de responsabilidade do(a):
VIA COLETORA – aquela destinada a coletar e distribuir o
a)  DETRAN
trânsito que tenha necessidade de entrar ou sair das vias de trânsito
rápido ou arteriais, possibilitando o trânsito dentro das regiões da b)  CONTRAN
cidade. c)  DENATRAN
VIA LOCAL – aquela caracterizada por interseções em nível não d)  CONTRANDIFE
semaforizadas, destinada apenas ao acesso local ou a áreas restritas. e)  JARI.
Gabarito: B
Com base no Código de Trânsito Brasileiro, responda a questão.
Comentário: O CONTRAN estabelecerá, anualmente, os temas e
25) Estabelece o Art. 67-E § 4º que, a guarda, a preservação e a os cronogramas das campanhas de âmbito nacional que deverão ser
exatidão das informações contidas no equipamento registra- promovidas por todos os órgãos ou entidades do Sistema Nacional
dor instantâneo inalterável de velocidade e de tempo são de de Trânsito, em especial nos períodos referentes às férias escolares,
responsabilidade do: feriados prolongados e à Semana Nacional de Trânsito (art. 75).
a)  fiscal de transportes
b)  consultor de manutenção 28) Os locais destinados a postos de abastecimento de combus-
c)  condutor do veículo tíveis, oficinas, estacionamentos ou garagens de uso coletivo
deverão ter suas entradas e saídas devidamente identificadas,
d)  assistente operacional na forma regulamentada pelo:
e)  Proprietário do veículo a)  Conselho Nacional de Trânsito – CONTRAN
Gabarito: C b)  Departamento Nacional de Trânsito – DENATRAN
Comentário: A responsabilização pelo registro do tempo tratado c)  Sistema Nacional de Trânsito
no art. 67-C é do motorista, e deverá fazê-lo mediante o uso de d)  Departamento Estadual de Trânsito – DETRAN
registrador instantâneo de velocidade e tempo, o qual pode ser
e)  Conselho Estadual de Trânsito – CETRAN ou pelo Conselho
diário de bordo ou tacógrafo. Os equipamentos deverão funcionar
de Trânsito do Distrito Federal – CONTRANDIFE.
de maneira independente do motorista, evitando-se assim possíveis
fraudes. Gabarito: A
Comentário: Quem regulamenta em todo o Brasil situações
26) Assinale a alternativa INCORRETA: peculiares, como aquela abordada na questão, será sempre o
a)  Os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas CONTRAN. Veja:
delimitadas para este fim, não existindo sinalização semafóri- Art. 86. Os locais destinados a postos de gasolina, oficinas, estacio-
ca, terão prioridade de passagem namentos ou garagens de uso coletivo deverão ter suas entradas
b)  Nos locais em que houver sinalização semafórica de controle e saídas devidamente identificadas, na forma regulamentada pelo
de passagem, será dada preferência de passagem aos pedestres CONTRAN.
que não tenham concluído a travessia, mesmo em caso de
mudança do semáforo liberando a passagem dos veículos

10 Carreiras Administrativas
www.qstao.com.br DETRAN-SP (AGENTE)
29) O uso do cinto de segurança é obrigatório para condutor e 4. Freios ABS, conforme regulamentação do CONTRAN, em
passageiros: todos os veículos fabricados a partir de 2005.
a)  Nas vias locais, salvo em situações regulamentadas pelo Assinale a alternativa correta.
CONTRAN Conselho Nacional de Trânsito.
a)  As afirmativas 1, 2, 3 e 4 são verdadeiras.
b)  Nas vias de trânsito rápido, salvo em situações regulamenta-
b)  Somente as afirmativas 1, 2 e 3 são verdadeiras.
das pelo CONTRAN.
c)  Somente as afirmativas 1 e 3 são verdadeiras.
c)  Nas vias arteriais, salvo em situações regulamentadas pelo
CONTRAN. d)  Somente a afirmativa 1 é verdadeira.
d)  Nas vias coletoras, salvo em situações regulamentadas pelo e)  Somente as afirmativas 3 e 4 são verdadeiras.
CONTRAN. Gabarito: B
e)  Em todas as vias do território nacional, salvo em situações Comentário: O art. 105, nos incisos I, III e V estabelece justamente
regulamentadas pelo CONTRAN. o citado pela questão. Como foi remetido apenas a ideia do CTB
acerca dos equipamentos obrigatórios, não há que se falar em ABS,
Gabarito: E apesar de hoje já ser um equipamento obrigatório (desde 2014).
Comentário: É obrigatório o uso do cinto de segurança para
condutor e passageiros em todas as vias do território nacional, salvo 32) No caso de venda de um veículo, o prazo máximo para a
em situações regulamentadas pelo CONTRAN. Vale instar que as
exceções para o uso do cinto estão previstas no Art. 1º, inciso IV da transferência de propriedade perante o órgão de trânsito
Resolução 14/98 do CONTRAN. (Detran) é:
Art. 1º (...) a)  15 dias.
IV) cinto de segurança: b)  30 dias
a) para os passageiros, nos ônibus e micro-ônibus produzidos até 1º c)  45 dias.
de janeiro de 1999; d)  60 dias.
b) até 1º de janeiro de 1999, para o condutor e tripulantes, nos e)  90 dias.
ônibus e micro-ônibus; Gabarito: B
c) para os veículos destinados ao transporte de passageiros, em Comentário: O prazo para a transferência do veículo é de 30 dias,
percurso que seja permitido viajar em pé. sob pena de infração de natureza grave (art. 233).

30) Quanto à tração, os veículos classificam-se em: automotor, 33) A expedição de novo Certificado de Registro de Veículo é
elétrico, de propulsão humana, de tração animal e: obrigatória, quando:
a)  utilitário. a)  houver transferência da propriedade do veículo, salvo se o
b)  ciclomotor. novo proprietário for cônjuge do anterior.
c)  reboque ou semirreboque. b)  o proprietário se deslocar para outro Município distinto de
d)  triciclo. seu domicílio ou residência.
e)  caminhão-trator. c)  houver qualquer alteração na característica do veículo.
Gabarito: C d)  houver qualquer mudança na categoria do veículo, salvo a
Comentário: De acordo com Art. 96, os veículos classificam-se em: alteração de aluguel para particular.
e)  houver, à exceção da cor, qualquer alteração na característica
quanto à tração:
do veículo.
a) automotor;
Gabarito: C
b) elétrico;
Comentário: A alteração de qualquer característica deverá ser
c) de propulsão humana; autorizada pelo DETRAN, e em seguida, emitido um novo CRV
contendo a alteração.
d) de tração animal;
e) reboque ou semirreboque.
34) O licenciamento anual de um veículo deve ser efetuado por
seu proprietário perante:
31) O artigo 105 do Código de Trânsito Brasileiro especifica
a)  a Secretaria da Fazenda do Estado.
como equipamentos obrigatórios dos veículos, entre outros a
serem estabelecidos pelo CONTRAN: b)  a Prefeitura Municipal.
c)  o órgão municipal de trânsito.
1. Cinto de segurança, conforme regulamentação específica do
CONTRAN, com exceção dos veículos destinados ao transporte d)  o Comando de Policiamento de Trânsito.
de passageiros em percursos em que seja permitido viajar em pé. e)  o órgão executivo de trânsito do Estado.
2. Encosto de cabeça, para todos os tipos de veículos automotores, Gabarito: E
segundo normas estabelecidas pelo CONTRAN. Comentário: Todo veículo automotor, elétrico, articulado, reboque
ou semirreboque, para transitar na via, deverá ser licenciado anual-
3. Dispositivo destinado ao controle de emissão de gases poluentes mente pelo órgão executivo de trânsito do Estado, ou do Distrito
e de ruído, segundo normas estabelecidas pelo CONTRAN. Federal, onde estiver registrado o veículo, diga-se, os DETRANs.

Carreiras Administrativas 11
DETRAN-SP (AGENTE) www.qstao.com.br

35) Assinale a alternativa que traz a afirmação correta sobre o 37) João de Santo Antônio comprou uma motocicleta com o
Art. 130 do Código de Trânsito Brasileiro: Todo veículo propósito de realizar o transporte remunerado de mercadorias.
automotor, elétrico, articulado, reboque ou semirreboque, De acordo com a Lei N.º 9.503/1997, Código de Trânsito
para transitar na via, deverá ser licenciado anualmente pelo Brasileiro (CTB) e suas atualizações, é INCORRETO
órgão executivo de trânsito do Estado, ou do Distrito Federal, afirmar que João poderá transportar água e gás depois que
onde estiver registrado o veículo. a)  instalar protetor de motor mata-cachorro.
a)  Os veículos do Poder Judiciário estão isentos desta obrigação b)  instalar recipiente cilíndrico para o transporte de produtos
em razão da independência dos Poderes da República. tóxicos.
b)  Os veículos do Poder Judiciário estão isentos desta obrigação, c)  instalar aparador de linha antena corta-pipas.
mas devem ser registrados quando da sua aquisição.
d)  registrar o veículo como de categoria de aluguel.
c)  Os veículos do Poder Judiciário estão obrigados a cumprir
e)  Tacógrafo
esta disposição legal, mas são isentos do porte obrigatório do
Certificado de Licenciamento Anual. Gabarito: B
d)  Somente os veículos da esfera federal do Judiciário estão Comentário: O art. 139-A determina que, na verdade, tais veículos
dispensados do cumprimento da obrigação, já os dos Tribu- não poderão transportar produtos tóxicos.
nais Estaduais não.
e)  Nenhum veículo do Poder Judiciário está isento desta obrigação. 38) O candidato à obtenção de carteira nacional de habilitação
Gabarito: E deverá submeter-se a exames realizados pelo órgão executi-
vo de trânsito e nos casos em que não apresentar indícios
Comentário: Os veículos do poder judiciário têm algumas prerro- de deficiência mental, física ou de progressividade de doença
gativas, como placas especiais. No entanto, a lei não prevê dispensa que possa diminuir a capacidade para conduzir veículo, deverá
de registro e licenciamento de tais veículos. submeter-se à exame de aptidão física e mental, preliminares
Art. 130. Todo veículo automotor, elétrico, articulado, reboque ou e renováveis, a cada
semirreboque, para transitar na via, deverá ser licenciado anual- a)  6 anos ou a cada 3 anos para condutores com mais de sessenta
mente pelo órgão executivo de trânsito do Estado, ou do Distrito e cinco anos de idade.
Federal, onde estiver registrado o veículo. b)  6 anos ou a cada 3 anos para condutores com mais de sessenta
§ 1º O disposto neste artigo não se aplica a veículo de uso bélico. anos de idade.

§ 2º No caso de transferência de residência ou domicílio, é válido, c)  5 anos ou a cada 2 anos para condutores com mais de sessenta
durante o exercício, o licenciamento de origem. e cinco anos de idade.
d)  5 anos ou a cada 3 anos para condutores com mais de sessenta
anos de idade.
36) Considere as seguintes afirmativas sobre veículo a condução
de escolares: e)  5 anos ou a cada 3 anos para condutores com mais de sessenta
e cinco anos de idade.
I -  deve estar registrado como veículo de carga;
II -  seu condutor deve ter idade mínima superior a dezoito anos; Gabarito: E
III -  seu condutor deve ser habilitado na categoria D; Comentário: Note o seguinte esquema:
IV -  seu condutor não pode ter cometido infração grave ou gravís-
sima nos últimos doze meses;
V -  seu condutor não pode ser reincidente em infrações leves nos
últimos seis meses.
Pode-se concluir que: Vale lembrar que o perito examinador poderá reduzir os prazos
a)  somente I e IV estão corretas; estabelecidos no CTB.
b)  somente II e III estão corretas;
39) Assinale a alternativa que corretamente define a categoria de
c)  somente III e IV estão corretas;
habilitação.
d)  somente II, III, IV e V estão corretas;
a)  Categoria C – condutor de veículo motorizado utilizado em
e)  todas estão corretas. transporte de carga, cujo peso bruto total exceda a três mil e
Gabarito: C quinhentos quilogramas.
Comentário: I: Incorreta. Na verdade, deve estar registrado como b)  Categoria B – condutor de veículo motorizado de duas ou
veículo de passageiros; três rodas, com ou sem carro lateral.
c)  Categoria E – condutor de veículo motorizado utilizado no
II: Incorreta. A idade mínima do condutor é de 21 anos;
transporte de passageiros, cuja lotação exceda a oito lugares,
III: Correta. Previsão expressa no Art. 138, IV do CTB; excluído o do motorista.
IV: Correta. Previsão do Art. 145, III. d)  Categoria A – condutor de veículo motorizado cujo peso bruto
total não exceda a três mil e quinhentos quilogramas e cuja
V: Incorreta. A lei não prevê tal hipótese. lotação não exceda a oito lugares, excluído o do motorista.

12 Carreiras Administrativas
www.qstao.com.br DETRAN-SP (AGENTE)
e)  Categoria D – condutor de combinação de veículos em que 41) Quando um proprietário de veículo muda de domicílio do
a unidade tratora se enquadre nas categorias B e C e cuja município de residência, a responsabilidade pela atualização
unidade acoplada, reboque, semirreboque, trailer ou articu- do endereço perante o Detran para que não haja caracteriza-
lada tenha 6000 kg (seis mil quilogramas) ou mais de peso ção da infração:
bruto total, ou cuja lotação exceda a 8 (oito) lugares. a)  do próprio Detran.
Gabarito: A b)  do proprietário no prazo máximo de trinta dias.
Comentário: A questão cobrou a literalidade do art. 143. Veja: c)  da Prefeitura Municipal.
Art. 143. Os candidatos poderão habilitar-se nas categorias de A a d)  do proprietário no prazo máximo de sessenta dias.
E, obedecida a seguinte gradação: e)  do proprietário, mas sem prazo estabelecido.
I - Categoria A – condutor de veículo motorizado de duas ou três Gabarito: B
rodas, com ou sem carro lateral; Comentário: Vale analisar que a regra perante a norma é imediata,
já para que haja caracterização da infração é necessário um prazo
II - Categoria B – condutor de veículo motorizado, não abrangi- superior a 30 dias, conforme previsão do Art. 233 do CTB.
do pela categoria A, cujo peso bruto total não exceda a três mil e
Art. 233. Deixar de efetuar o registro de veículo no prazo de trinta
quinhentos quilogramas e cuja lotação não exceda a oito lugares, dias, junto ao órgão executivo de trânsito, ocorridas as hipóteses
excluído o do motorista; previstas no art. 123:
III - Categoria C – condutor de veículo motorizado utilizado Infração – grave;
em transporte de carga, cujo peso bruto total exceda a três mil e Penalidade – multa;
quinhentos quilogramas;
Medida administrativa – retenção do veículo para regularização.
IV - Categoria D – condutor de veículo motorizado utilizado
no transporte de passageiros, cuja lotação exceda a oito lugares, 42) No que se refere à imposição de penalidades, é correto
excluído o do motorista; afirmar, EXCETO:
V - Categoria E – condutor de combinação de veículos em que a)  A responsabilidade pelas infrações decorrentes de atos prati-
a unidade tratora se enquadre nas categorias B, C ou D e cuja cados na direção do veículo caberá ao condutor.
unidade acoplada, reboque, semirreboque, trailer ou articulada b)  A aplicação das penalidades previstas no Código de Trânsito
tenha 6.000 kg (seis mil quilogramas) ou mais de peso bruto total, Brasileiro não afasta as punições originárias de ilícitos penais
ou cuja lotação exceda a 8 (oito) lugares. decorrentes de crimes de trânsito, conforme disposições de lei.
c)  São previstas no Código de Trânsito Brasileiro as penalida-
40) Transitar pela contramão de direção em uma via com sentido des de advertência por escrito, multa, suspensão do direito de
único de circulação representa uma infração: dirigir, apreensão do veículo, cassação da Carteira Nacional
a)  leve. de Habilitação, cassação da Permissão para Dirigir e frequên-
b)  média. cia obrigatória em curso de reciclagem.
c)  grave. d)  Quando o infrator cometer, simultaneamente, duas ou mais
d)  muito grave. infrações, ser-lhe-á aplicada apenas a penalidade correspon-
dente à infração de maior gravidade.
e)  gravíssima.
e)  Todas estão corretas
Gabarito: E
Gabarito: D
Comentário: Conforme previsão expressa do Art. 186, II. Aqui Comentário: Fere a literalidade do Art. 266.
temos uma infração gravíssima, pois é uma via de mão única.
Art. 266. Quando o infrator cometer, simultaneamente, duas ou
Art. 186. Transitar pela contramão de direção em: mais infrações, ser-lhe-ão aplicadas, cumulativamente, as respecti-
vas penalidades.
vias com duplo sentido de circulação, exceto para ultrapassar outro
veículo e apenas pelo tempo necessário, respeitada a preferência do
veículo que transitar em sentido contrário: 43) A suspensão do direito de dirigir será aplicada ao condutor
que atingir o total de:
Infração – grave;
a)  30 pontos.
Penalidade – multa; b)  25 pontos.
vias com sinalização de regulamentação de sentido único de c)  20 pontos
circulação: d)  18 pontos.
Infração – gravíssima; e)  15 pontos.
Penalidade – multa. Gabarito: C
Comentário: Existem duas hipóteses de cabimento para suspen-
são: pelo somatório de 20 ou mais pontos dentro de 12 meses ou
quando a própria infração por si só preveja. Cumpre lembrar que
não tem caráter imediato, devendo ser assegurada a ampla defesa.

Carreiras Administrativas 13
DETRAN-SP (AGENTE) www.qstao.com.br

44) Com relação aos crimes de trânsito, é correto afirmar que Resoluções do Código de Trânsito Brasileiro
a)  em qualquer hipótese de lesão corporal culposa, a ação penal
será pública condicionada.
46) A “autorização especial” valida apenas para o deslocamento
b)  no crime de homicídio culposo a ação penal poderá ser para o município de destino, será expedida para o veículo
pública condicionada. que portar os equipamentos obrigatórios previstos pelo
c)  o crime de embriaguez ao volante não admite transação CONTRAN (adequado ao tipo de veículo), com base na nota
penal, mas nada impede a incidência de suspensão condicio- fiscal de compra e venda; com validade de _____ dias trans-
nal do processo. corridos da data da emissão, prorrogável por igual período
d)  o crime de violação da suspensão ou a proibição de se obter a por motivo de força maior.
permissão ou habilitação para dirigir veículo é incompatível O prazo referido na resolução 04/98 é de:
com a suspensão condicional de processo.
a)  10 dias
e)  o crime de fuga do local do acidente não é considerado uma
b)  15 dias
infração penal de menor potencial ofensivo.
c)  20 dias
Gabarito: C
d)  25 dias
Comentário: Vamos às assertivas: e)  30 dias
a) Diante das hipóteses do art. 291, não se aplica a lei 9.099/95, Gabarito: B
logo o crime será de ação penal pública incondicionada.
Comentário: O prazo para a AET, no caso de trânsito de veículos
b) Com exceção do art. 303 do CTB, todos os demais crimes são de não licenciados será de 15 dias.
ação penal pública e incondicionada.
c) O crime de embriaguez extrapola o limite de 2 anos de pena 47) A lanterna de iluminação da placa traseira e a lanterna das
máxima da lei 9.099/95, logo, não admite a transação penal. No luzes de freio devem ser, respectivamente, nas cores
entanto, como a pena mínima é de até um ano, admite a suspensão a)  âmbar e vermelha.
condicional do processo.
b)  vermelha e âmbar.
d) Na verdade, tal crime é compatível com a suspensão condicional c)  branca e vermelha.
do processo.
d)  branca e âmbar.
e) O crime do art. 305 é uma infração de menor potencial ofensivo. e)  amarela e âmbar.
Gabarito: C
45) Considere a seguinte situação hipotética: O motorista “X”, ao
Comentário: Quando falamos em sistema de iluminação dos
participar, em via pública, de competição automobilística, não
autorizada pela autoridade competente, atropela o pedestre veículos devemos olhar a resolução 227 do CONTRAN e atentar
para suas modificações posteriores. Lá nós vamos ver que a lanterna
“Y”, provocando-lhe lesões corporais. Diante dessa situação e
considerando apenas o atropelamento, é correto afirmar que ade iluminação de placa traseira é branca e as lanternas das luzes
infração penal cometida é considerada um crime de freio são vermelhas. Bom, na real nem precisávamos recorrer
à resolução né? Feche os olhos e imagine um carro à sua frente
a)  comum de lesão corporal, sendo possível aplicar todos os
freando. Que cor você visualiza? Vermelha!!! Eliminamos as letras
dispositivos da Lei n° 9.099/1995.
B,D e E. A luz de placa é aquela coisinha branquinha em cima da
b)  de trânsito de lesão corporal, sendo vedada a aplicação de placa. Nunca viu? Corre lá na rua e vai ver!!!
alguns dispositivos da Lei n° 9.099/1995.
c)  de trânsito de tentativa de homicídio, sendo vedada a aplica-
48) São equipamentos obrigatórios para os veículos automotores
ção de alguns dispositivos da Lei n° 9.099/1995.
e ônibus elétricos, exceto:
d)  comum de tentativa de homicídio, sendo possível aplicar
a)  parachoques, dianteiro e traseiro.
todos os dispositivos da Lei n° 9.099/1995.
b)  protetores das rodas traseiras dos caminhões.
e)  de trânsito de lesão corporal, sendo possível aplicar todos os
dispositivos da Lei n° 9.099/1995. c)  espelhos retrovisores, interno e externo.
d)  limpador de para-brisa.
Gabarito: B
e)  alerta sonoro de marcha-a-ré.
Comentário: Perceba que o enunciado pede para o aluno consi-
derar apenas o atropelamento. Tendo isso em visto, tal conduta Gabarito: E
se amolda perfeitamente ao crime de lesões corporais culposas, Comentário: O alerta sonoro de marcha-a-ré apenas é obrigatório
não se aplicando a lei 9.099/95, pois o agente estava em disputa para tratores.
automobilística.

14 Carreiras Administrativas
www.qstao.com.br DETRAN-SP (AGENTE)
49) Para aferição da alcoolemia na caracterização do crime do art. Comentário: Segundo a Resolução CONTRAN nº 432/2013,
306 do CTB, a resolução CONTRAN 432/2013 estabelece deve-se priorizar a utilização do teste com etilômetro: Art. 3º. A
os seguintes critérios: confirmação da alteração da capacidade psicomotora em razão da
a)  exame de sangue com concentração igual ou superior a 8 influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine
decigramas (8 dg/L) de álcool por litro de sangue ou teste dependência dar-se-á por meio de, pelo menos, um dos seguintes
do etilômetro com medição igual ou superior a 0,34 miligra- procedimentos a serem realizados no condutor de veículo automotor:
ma (0,34 mg/L) de álcool por litro de ar expirado ou exames I - exame de sangue;
laboratoriais ou sinais de alteração da capacidade psicomotora.
II - exames realizados por laboratórios especializados, indicados
b)  exame de sangue com concentração igual ou superior a 6
pelo órgão ou entidade de trânsito competente ou pela Polícia
decigramas (6 dg/L) de álcool por litro de sangue ou teste
Judiciária, em caso de consumo de outras substâncias psicoativas
do etilômetro com medição igual ou superior a 0,34 miligra-
que determinem dependência;
ma (0,34 mg/L) de álcool por litro de ar expirado ou exames
laboratoriais ou sinais de alteração da capacidade psicomotora. III - teste em aparelho destinado à medição do teor alcoólico no ar
c)  exame de sangue com concentração igual ou superior a 6 alveolar (etilômetro);
decigramas (6 dg/L) de álcool por litro de sangue ou teste do IV - verificação dos sinais que indiquem a alteração da capacidade
etilômetro com medição igual ou superior a 0,36 miligrama psicomotora do condutor.
(0,36 mg/L) de álcool por litro de ar expirado ou sinais de
(...)
alteração da capacidade psicomotora.
d)  exame de sangue com concentração igual ou superior a 6 § 2º Nos procedimentos de fiscalização deve-se priorizar a utiliza-
decigramas (6 dg/L) de álcool por litro de sangue e teste do ção do teste com etilômetro.
etilômetro com medição igual ou superior a 0,34 miligrama
(0,34 mg/L) de álcool por litro de ar expirado mais sinais de 52) De acordo com a resolução 254 do CONTRAN, complete
alteração da capacidade psicomotora. e lacuna.
e)  exame de sangue com concentração igual ou superior a 6 “A transmissão luminosa não poderá ser _______________ para
decigramas (6 dg/L) de álcool por litro de sangue ou teste do os vidros incolores dos para-brisas e _______ para os pára-brisas
etilômetro com medição igual ou superior a 0,34 miligrama coloridos e demais vidros indispensáveis à dirigibilidade do veículo.”
(0,34 mg/L) de álcool por litro de ar expirado ou sinais de
a)  inferior a 75% e 70%
alteração da capacidade psicomotora.
b)  superior a 75% e 70%
Gabarito: E
c)  inferior a 70% e 75%
Comentário: Para aferição da alcoolemia na caracterização do
crime do art. 306 do CTB, a resolução CONTRAN 432/2013 d)  superior a 70% e 75%
estabelece os seguintes critérios exame de sangue com concentra- e)  70% e 75%
ção igual ou superior a 6 decigramas (6 dg/L) de álcool por litro
de sangue ou teste do etilômetro com medição igual ou superior a Gabarito: A
0,34 miligrama (0,34 mg/L) de álcool por litro de ar expirado ou Comentário: O art. 3º da resolução estabelece que a transmissão
sinais de alteração da capacidade psicomotora.
luminosa não será inferior a 75% para vidros incolores e 70% para
vidros coloridos.
50) Nos termos da resolução 168/04, são requisitos para habili-
tar-se como condutor, exceto:
53) Sobre a resolução nº. 723/2018, que trata sobre a uniformi-
a)  Ser penalmente imputável zação do procedimento administrativo para imposição das
b)  Saber ler e escrever penalidades de suspensão do direito de dirigir e da cassação
c)  Possuir documento de identidade da CNH, julgue as afirmativas a seguir.
d)  Possuir carteira de trabalho I -  Asuspensão do direito de dirigir pode ser por pontuação ou
por infração específica.
e)  Possuir CPF
II -  Asdatas dos cometimentos das infrações são irrelevantes
Gabarito: D
para a suspensão por pontuação.
Comentário: Nos termos do art. 2º da resolução, não é necessário
III -  Decorridos dezoito meses da cassação do documento de
que o candidato possua carteira de trabalho.
habilitação, o infrator poderá requerer sua reabilitação,
submetendo-se a todos os exames necessários.
51) Nos procedimentos de fiscalização, em relação ao consumo
de álcool, deve-se priorizar: Está(Estão) correta(s) a(s) afirmativa(s)
a)  a confissão do condutor. a)  I e II.
b)  o exame de sangue. b)  I e III.
c)  os exames realizados por laboratórios especializados. c)  I.
d)  o teste com etilômetro. d)  III.
e)  a verificação dos sinais que indiquem a alteração da capacida- e)  II
de psicomotora do condutor. Gabarito: C
Gabarito: D

Carreiras Administrativas 15
DETRAN-SP (AGENTE) www.qstao.com.br

Comentário: I. CORRETA. Art. 3º A penalidade de suspensão do Comentário: Considerando a Resolução nº 670, de 18 de maio de
direito de dirigir será imposta nos seguintes casos: I – sempre que o 2017 – CONTRAN, que trata sobre o processo administrativo de
infrator atingir a contagem de 20 (vinte), no período de 12 (doze) troca de placas de identificação de veículos automotores em caso de
meses; II – por transgressão às normas estabelecidas no CTB, cujas clonagem, atente para as seguintes afirmações:
infrações preveem, de forma específica, a penalidade de suspensão
do direito de dirigir. I. Veículo clonado é o veículo original que teve a sua Placa de
II. ERRADA. As datas são relevantes, pois observe que, no caso Identificação Veicular (PIV) aplicada em outro veículo. Exatamen-
de suspensão por atingir a contagem de 20 pontos, esta deve ser te como define no Art 2º da resolução.
contabilizada pelo período de 12 meses. Art. 3º A penalidade de
II. Veículo dublê ou clone é o veículo que utiliza a combinação
suspensão do direito de dirigir será imposta nos seguintes casos: I –
sempre que o infrator atingir a contagem de 20 (vinte), no período alfanumérica da PIV do veículo clonado, apresentando sempre as
de 12 (doze) meses; mesmas características do veículo original, contudo, sem adulte-
ração do Número de Identificação Veicular gravado no chassi. b)
III. ERRADA. O prazo é de 2 anos: Art. 20. Decorridos 02 (dois)
veículo dublê ou clone: veículo que utiliza a combinação alfanu-
anos da cassação do documento de habilitação, o infrator poderá
requerer a sua reabilitação, submetendo-se a todos os exames mérica da PIV do veículo clonado (original), apresentando ou não
necessários, na forma estabelecida no §2º do art. 263, do CTB. as mesmas características do veículo original (marca, modelo, cor,
dentre outras), com adulteração ou não do Número de Identifica-
ção Veicular (VIN) gravado no chassi.
54) Uma criança de 6 anos que transitar em um veículo automo-
tor, em regra, deverá transitar: III. A troca de placas de identificação de veículos automotores,
a)  no banco de trás, com cadeirinha com a substituição de caracteres alfanuméricos de identificação,
será realizada mediante a instauração de processo administrativo
b)  no banco de trás, com assento de elevação
pelo órgão executivo de trânsito da unidade da federação em que
c)  no banco de trás, com bebê conforto estiver registrado o veículo. Exatamente como define no Art 3º da
d)  no banco de trás, com cinto de segurança resolução.
e)  nenhuma das alternativas IV. Após a instauração do processo administrativo, e enquanto não
Gabarito: B for realizada a troca de placas, será inserida restrição administrativa
Comentário: Nos termos do anexo da resolução 277, é possível de “suspeita de clonagem” no cadastro do veículo original, sendo
constatar que crianças com idade superior a quatro anos e inferior obrigatória a retirada da restrição a pedido do proprietário do
ou igual a sete anos e meio deverão utilizar o dispositivo de retenção veículo dublê ou clone.
denominado “assento de elevação”.
Art. 4º. Parágrafo único. Após a instauração do processo adminis-
trativo e enquanto não for realizada a troca de placas, será inserida
55) Considerando a Resolução nº 670, de 18 de maio de 2017 – restrição administrativa de “suspeita de clonagem” no cadastro do
CONTRAN, que trata sobre o processo administrativo de veículo original, sendo facultada a retirada da restrição a pedido do
troca de placas de identificação de veículos automotores em proprietário do veículo.
caso de clonagem, atente para as seguintes afirmações:
I -  Veículo clonado é o veículo original que teve a sua Placa de 56) De acordo com a resolução 292, marque a alternativa correta.
Identificação Veicular (PIV) aplicada em outro veículo.
a)  As modificações permitidas em veículos, bem como a aplica-
II -  Veículo dublê ou clone é o veículo que utiliza a combinação ção, a exigência para cada modificação e a nova classifica-
alfanumérica da PIV do veículo clonado, apresentando sempre as ção dos veículos após modificados, quanto ao tipo/espécie e
mesmas características do veículo original, contudo, sem adulte- carroçaria, para fins de registro e emissão de CRV/CRLV,
ração do Número de Identificação Veicular gravado no chassi. constarão da Tabela anexa à Portaria a ser editada pelo órgão
III -  A troca de placas de identificação de veículos automotores, máximo normativo e consultivo de trânsito da União.
com a substituição de caracteres alfanuméricos de identi- b)  As modificações em veículos devem ser precedidas de autori-
ficação, será realizada mediante a instauração de processo zação da autoridade responsável pelo cadastramento de
administrativo pelo órgão executivo de trânsito da unidade veículos de escolta.
da federação em que estiver registrado o veículo.
c)  Fica proibida a modificação da estrutura original de fábrica
IV -  Após a instauração do processo administrativo, e enquanto dos veículos para aumentar a capacidade de carga, visando o
não for realizada a troca de placas, será inserida restrição uso do combustível diesel.
administrativa de “suspeita de clonagem” no cadastro do
d)  É permitido, para fins automotivos, inclusive para ciclomoto-
veículo original, sendo obrigatória a retirada da restrição a
res, motonetas, motocicletas e triciclos, o uso do gás natural
pedido do proprietário do veículo dublê ou clone.
veicular – GNV como combustível.
Está correto o que se afirma somente em
e)  Semestralmente, para o licenciamento dos veículos que
a)  I, II e IV. utilizam o gás natural veicular como combustível será exigida a
b)  I e III. apresentação de novo certificado de segurança veicular – CSV.
c)  III. Gabarito: C
d)  II e IV. Comentário: O art. 5º, parágrafo único da resolução em questão
e)  III e IV afirma justamente o que foi cobrado na questão.
Gabarito: B

16 Carreiras Administrativas
www.qstao.com.br DETRAN-SP (AGENTE)
57) Considerando a Resolução nº 624, de 19 de outubro de 2016 58) Nos termos da resolução 300 do CONTRAN, o condutor
– CONTRAN, que regulamenta a fiscalização de sons produ- condenado por delito de trânsito deverá ser submetido aos
zidos por equipamentos utilizados em veículos, atente para seu seguintes exames para voltar a dirigir, exceto:
artigo primeiro, transcrito a seguir: “art. 1º Fica proibida a utili- a)  aptidão física e mental
zação, em veículos de qualquer espécie, de equipamento que
b)  avaliação física
produza som audível pelo lado externo, independentemente do
volume ou frequência, que perturbe o sossego público, nas vias c)  avaliação psíquica
terrestres abertas à circulação”. Excetuam-se do disposto no d)  exame escrito de legislação de trânsito
artigo acima transcrito os ruídos produzidos por e)  de direção veicular
I -  buzinas, alarmes, sinalizadores de marcha-à-ré, sirenes, pelo Gabarito: B
motor e demais componentes obrigatórios do próprio veículo;
Comentário: O texto do art. 3º não inclui no seu rol a avaliação
II -  veículos prestadores de serviço com emissão sonora de
física, tornando-a desnecessária.
publicidade, divulgação, entretenimento e comunicação que
estejam em via pública;
59) O CONTRAN regulamentou a utilização de veículos
III -  veículos de competição e os de entretenimento público, somente
quadriciclos por meio da Resolução nº 573/2015, que estabe-
nos locais de competição ou de apresentação devidamente
lece os requisitos de segurança e circulação desses veículos
estabelecidos e permitidos pelas autoridades competentes.
automotores. Considerando essa resolução, atente à seguinte
Estão corretas as complementações contidas em proposição: Devem ser observados os seguintes requisitos
a)  I, II e III. para a circulação de quadriciclos nas vias públicas:
b)  II e III apenas. I -  placas de identificação traseira, com dimensões idênticas às

c)  I e II apenas. de motocicleta e que atendam à legislação vigente;


II -  lanterna de marcha à ré na cor branca quando o veículo
d)  I e III apenas.
permitir este tipo de deslocamento;
e)  III apenas.
III -  transporte apenas de passageiro maior de 7 anos;
Gabarito: D
IV -  circulação restrita às vias urbanas, sendo proibida sua circu-
Comentário: Considerando a Resolução nº 624, de 19 de outubro lação em rodovias federais, estaduais e do Distrito Federal.
de 2016 – CONTRAN, que regulamenta a fiscalização de sons
Estão corretas as complementações contidas em
produzidos por equipamentos utilizados em veículos, atente para
seu artigo primeiro, transcrito a seguir: “art. 1º Fica proibida a a)  I, II, III e IV.
utilização, em veículos de qualquer espécie, de equipamento que b)  I, II e III apenas.
produza som audível pelo lado externo, independentemente do c)  III e IV apenas.
volume ou frequência, que perturbe o sossego público, nas vias
d)  I, II e IV apenas.
terrestres abertas à circulação”. Excetuam-se do disposto no artigo
acima transcrito os ruídos produzidos por: e)  III apenas
Gabarito: A
I. buzinas, alarmes, sinalizadores de marcha-à-ré, sirenes, pelo
motor e demais componentes obrigatórios do próprio veículo; Comentário: Comentando cada item de acordo com a Resolução
Igual ao inciso I. nº 573/2015 que estabelece os requisitos de segurança e circulação
de veículos automotores denominados quadriciclos.
II. veículos prestadores de serviço com emissão sonora de publi-
cidade, divulgação, entretenimento e comunicação Desde que que I. CERTO. Art. 4º Devem ser observados os seguintes requisitos
estejam em via pública; de circulação nas vias públicas para os veículos previstos no Art. 3º
desta Resolução: I – Placas de identificação traseira, com dimen-
veículos prestadores de serviço com emissão sonora de publicida-
sões idênticas às de motocicleta e que atendam à legislação vigente;
de, divulgação, entretenimento e comunicação, desde que estejam
portando autorização emitida pelo órgão ou entidade local competente, II. CERTO. Art. 4º Devem ser observados os seguintes requisitos
de circulação nas vias públicas para os veículos previstos no Art. 3º
III. veículos de competição e os de entretenimento público, somente
desta Resolução: (...) II – Lanterna de marcha à ré na cor branca
nos locais de competição ou de apresentação devidamente estabele-
quando o veículo permitir este tipo de deslocamento;
cidos e permitidos pelas autoridades competentes. Igual ao inciso III.
III. CERTO. Art. 4º Devem ser observados os seguintes requisitos
de circulação nas vias públicas para os veículos previstos no Art. 3º
desta Resolução: (...) III – Transporte apenas de passageiro maior
de 7 anos.
IV. CERTO. Art. 4º Devem ser observados os seguintes requisitos
de circulação nas vias públicas para os veículos previstos no Art.
3º desta Resolução: (...) IV – Circulação restrita às vias urbanas,
sendo proibida sua circulação em rodovias federais, estaduais e do
Distrito Federal;

Carreiras Administrativas 17
DETRAN-SP (AGENTE) www.qstao.com.br

60) No que se refere à remoção, custódia e realização de leilão de Copyright © 2019 – Qstao.com.br – Todos os direitos reservados
veículos removidos ou recolhidos a qualquer título, por órgãos
e entidades componentes do Sistema Nacional de Trânsito –
SNT – (Resolução nº 623/2016 – CONTRAN), relacione
corretamente os itens listados a seguir aos seus respectivos
conceitos, numerando a Coluna II de acordo com a Coluna I:
Coluna I
1. Remoção de veículos
2. Recolhimento
3. Custódia de veículos
4. Leilão
Coluna II
( ) Ato de encaminhamento do veículo ao pátio de custódia a
qualquer título, decorrente de remoção, retenção, abandono ou
acidente, realizado por órgão público ou por particular contratado
por licitação pública, inclusive por meio de pregão.
( ) Modalidade de licitação entre quaisquer interessados para a
venda de veículos removidos ou recolhidos a qualquer título a quem
oferecer o maior lance, igual ou superior ao valor da avaliação.
( ) Medida administrativa aplicada pelo agente da Autoridade de
Trânsito, quando da constatação da infração de trânsito que caracte-
rize a necessidade de se retirar o veículo do trânsito, que será recolhi-
do em local apropriado, conforme o estabelecido no art. 271 do CTB.
( ) Procedimento administrativo de guarda e zelo de veículo recolhi-
do a local apropriado diretamente por órgão público responsável
pelo recolhimento, por órgão público conveniado, por particular
contratado por licitação, inclusive por meio de pregão, ou mediante
credenciamento.
A sequência correta, de cima para baixo, é:
a)  1, 3, 4, 2.
b)  2, 4, 1, 3.
c)  3, 2, 1, 4.
d)  1, 3, 2, 4.
e)  1, 2 , 3 , 4.
Gabarito: A
Comentário: ( 2) Recolhimento: Ato de encaminhamento do
veículo ao pátio de custódia a qualquer título, decorrente de
remoção, retenção, abandono ou acidente, realizado por órgão
público ou por particular contratado por licitação pública, inclusive
por meio de pregão.
( 4 ) Leilão: Modalidade de licitação entre quaisquer interessados
para a venda de veículos removidos ou recolhidos a qualquer título a
quem oferecer o maior lance, igual ou superior ao valor da avaliação.
( 1) Remoção de veículos: Medida administrativa aplicada pelo
agente da Autoridade de Trânsito, quando da constatação da
infração de trânsito que caracterize a necessidade de se retirar
o veículo do trânsito, que será recolhido em local apropriado,
conforme o estabelecido no art. 271 do CTB.
( 3) Custódia de veículos: Procedimento administrativo de guarda e
zelo de veículo recolhido a local apropriado diretamente por órgão
público responsável pelo recolhimento, por órgão público conve-
niado, por particular contratado por licitação, inclusive por meio de
pregão, ou mediante credenciamento.

18 Carreiras Administrativas
DETRAN-SP (AGENTE) www.qstao.com.br
PROPOSTA DE REDAÇÃO

Quando você está na direção de qualquer veículo é preciso ser muito atento. Não basta apenas que seu veículo seja um dos mais
seguros. Além de não colocar sua vida em risco, é importante não colocar em risco a vida de outras pessoas também. Se fala muito
sobre segurança no trânsito. E por que será?
Fonte: https://doutormultas.com.br/seguranca-transito/

Tendo o texto acima apenas como motivador, desenvolva uma dissertação-argumentativa que responda à pergunta:

Por que educar para o trânsito?

Comentário:
Segundo dados do Ministério da Saúde, os acidentes figuram entre as maiores causas de morte ou invalidez em nosso país, sendo o
trânsito um dos principais responsáveis por óbitos e hospitalizações de crianças, jovens e adultos. Estima-se que 40% das mortes na
faixa etária entre 0 e 14 anos sejam causadas por acidentes envolvendo a criança enquanto pedestre, ocupante de veículo ou ciclista.
Destes, 90% poderiam ser evitados por meio de ações de segurança e prevenção.
A Organização das Nações Unidas (ONU), com o objetivo de combater o alarmante número de mortes provocadas por
acidentes de transportes terrestres em todo o mundo, estabeleceu o período entre 2011 e 2020 como a Década de Ações
para a Segurança Viária, na qual deverão ocorrer ações para a redução em 50% da mortalidade no trânsito em todos os
países, incluindo o Brasil.
A letalidade do trânsito torna fundamental o desenvolvimento de programas educacionais de proteção da infância, sensi-
bilização e conscientização de jovens e adultos e de formação e aprimoramento de educadores capacitados, que atuem
direta e efetivamente em suas escolas e comunidades com o objetivo de propagar a cultura de valorização e preservação
da vida.
A função da educação para o trânsito é criar condições didático-pedagógicas voltadas à análise, à reflexão e ao debate
sobre o respeito às leis de trânsito e a convivência em sociedade. Trata-se, sobretudo, de abordar a transversalidade do
tema nos aspectos que envolvem o convívio entre pessoas e veículos, e o compartilhamento pacífico de espaços públicos.
Assim, a educação no trânsito advoga a favor da afirmação dos princípios da responsabilidade, da solidariedade e de
tantos outros valores imprescindíveis à promoção de uma cultura de mobilidade que priorize um trânsito mais seguro.

19