Você está na página 1de 5

PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ

2ª TURMA RECURSAL
Rua Mauá, 920 - 28º andar - Alto da Glória - Curitiba/PR - CEP: 80.030-200 -
Estado do Paraná Fone: (041) 3017-2568

RECURSO INOMINADO Nº 8639-27.2013.8.16.0035


ORIGEM: JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DE ARAUCÁRIA – PR
RECORRENTE: MARIA ROCHA DOS ANJOS OLIVEIRA
RECORRIDOS: BANCO BRADESCO S/A, OLX ATIVIDADES DE INTERNET
LTDA. e FABIANO HENRIQUE SOARES
RELATORA: LUCIANA BENASSI GOMES CARVALHO

RECURSO INOMINADO. CITAÇÃO DE


PESSOA NATURAL. ENDEREÇO NÃO
DEMONSTRADO NOS AUTOS.
ENDEREÇO DIVERSO DO CADASTRO
DA RECEITA FEDERAL. NULIDADE
ABSOLUTA. DECLARAÇÃO EX
OFFICIO. SENTENÇA ANULADA.
RECURSO PREJUDICADO.

Página 1 de 5 LUCIANA BENASSI GOMES CARVALHO


SUSTENTABILIDADE: Justiça com a vida Juíza de Direito
DMC
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ

2ª TURMA RECURSAL
Rua Mauá, 920 - 28º andar - Alto da Glória - Curitiba/PR - CEP: 80.030-200 -
Estado do Paraná Fone: (041) 3017-2568

RELATÓRIO
Trata-se de recurso inominado interposto contra
sentença que julgou parcialmente procedente o pedido inicial.

A recorrente propôs ação de indenização por danos


morais, buscando indenização em razão de frustrações decorrentes
da locação de bem imóvel.

Em sentença, o juízo a quo entendeu pela procedência


parcial do pedido, condenando o recorrido FABIANO HENRIQUE
SOARES ao pagamento de indenização por danos morais e à
restiuição de valores.

Inconformada, a recorrente interpôs o presente recurso,


alegando que os recorridos OLX ATIVIDADES DE INTERNET LTDA. e
BANCO BRADESCO S/A devem também ser condenados
solidariamente ao pagamento de indenização por danos materiais e
morais.

Em contrarrazões, os recorridos pugnaram pela


negativa de provimento ao recurso interposto.

É o relatório.

FUNDAMENTAÇÃO
Presentes os pressupostos de admissibilidade, o recurso
deve ser conhecido.

Página 2 de 5 LUCIANA BENASSI GOMES CARVALHO


SUSTENTABILIDADE: Justiça com a vida Juíza de Direito
DMC
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ

2ª TURMA RECURSAL
Rua Mauá, 920 - 28º andar - Alto da Glória - Curitiba/PR - CEP: 80.030-200 -
Estado do Paraná Fone: (041) 3017-2568

Quanto ao mérito, o julgamento do recurso resta


prejudicado, diante da nulidade da citação, que deve ser ex officio
declarada por esta Turma Recursal.

DA NULIDADE DA CITAÇÃO DE FABIANO HENRIQUE SOARES

A carta de citação foi expedida, constando como


endereço a Rua Guaraúna, 36 - Conjunto Habitacional Violim -
LONDRINA/PR - CEP:86.084-640 (mov. 40 dos autos principais).

Do aviso de recebimento consta a assinatura de


terceira pessoa, Sr. Carlos Alberto Soares (mov. 45 dos autos
principais).

O destinatário da mencionada citação não se


manifestou nos autos, deixando de comparecer à audiência de
conciliação pautada e tendo sua revelia decretada.

Instados a se manifestarem sobre a possível nulidade


da citação (mov. 147 destes autos), as partes quedaram-se silentes.

Muito embora o procedimento da Lei nº 9.099/95


propicie a agilidade e simplicidade na prestação jurisdicional, devem
ser observados os preceitos básicos do devido processo legal.

O enunciado 5 do FONAJE estabelece que:

“A correspondência ou contra-fé recebida no endereço


da parte é eficaz para efeito de citação, desde que
identificado o seu recebedor”.

Entretanto, verifica-se que o endereço apontado na


mov. 40 dos autos principais inicial como sendo de FABIANO

Página 3 de 5 LUCIANA BENASSI GOMES CARVALHO


SUSTENTABILIDADE: Justiça com a vida Juíza de Direito
DMC
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ

2ª TURMA RECURSAL
Rua Mauá, 920 - 28º andar - Alto da Glória - Curitiba/PR - CEP: 80.030-200 -
Estado do Paraná Fone: (041) 3017-2568

HENRIQUE SOARES não encontra respaldo em qualquer documento


juntado.

Destarte, solução outra não há senão a decretação da


nulidade da citação, com a retificação do procedimento a fim de
promover os atos necessários à triangularização da relação
processual.

Frise-se, os atos processuais posteriores foram eivados


pelo vício, uma vez que foram produzidos sem a participação do
litisconsorte, cuja defesa/participação, em regra, aproveita aos
demais.

Ex positis, vislumbrando efetiva ofensa ao devido


processo legal, bem como aos princípios do contraditório e ampla
defesa, voto no sentido de decretar a nulidade da citação e dos atos
subsequentes a ela e, consequentemente, julgar prejudicado o recurso
interposto.

DISPOSITIVO
Ex positis, esta Turma Recursal resolve, por
unanimidade de votos, DECLARAR A NULIDADE DA CITAÇÃO DE
FABIANO HENRIQUE SOARES E DOS ATOS SUBSEQUENTES A ELA,
JULGANDO PREJUDICADO O RECURSO INTERPOSTO, nos exatos termos
deste voto.

Restando prejudicado o recurso, determino a devolução


das custas, taxa e despesas processuais, valores a serem
devidamente corrigidos monetariamente pela média aritmética entre
os índices INPC e IGP-DI, desde a data dos respectivos depósitos pela
recorrente.

Página 4 de 5 LUCIANA BENASSI GOMES CARVALHO


SUSTENTABILIDADE: Justiça com a vida Juíza de Direito
DMC
PODER JUDICIÁRIO DO ESTADO DO PARANÁ

2ª TURMA RECURSAL
Rua Mauá, 920 - 28º andar - Alto da Glória - Curitiba/PR - CEP: 80.030-200 -
Estado do Paraná Fone: (041) 3017-2568

O julgamento foi presidido pelo Dr. , com voto, e


dele participou o Dr.

Curitiba – PR, terça-feira, 19 de outubro de 2015.

LUCIANA BENASSI GOMES CARVALHO


Juíza Relatora1

1
Decreto Judiciário nº 431/2014-D.M; Portaria nº 136/2015-D.M: 26º Regime de Exceção.

Página 5 de 5 LUCIANA BENASSI GOMES CARVALHO


SUSTENTABILIDADE: Justiça com a vida Juíza de Direito
DMC