Você está na página 1de 31

Novos Alimentos, Novos Sabores

Restrição alimentar é uma con- diagnóstico das restrições alimenta-


dição limitante, mas ao mesmo tem- res, elaboramos esse material com
po agregadora, pois nos convida a um conteúdo maravilhoso, cheio de
conhecer uma variedade de novos dicas e de substituições práticas, fá-
alimentos e sabores. ceis e acessíveis desses ingredien-
Traz possibilidade de exercitar tes que já não poderão mais fazer
um novo olhar, novos comporta- parte do preparo das receitas, ex-
mentos e novas experiências de se plicando os benefícios de cada um
ter uma alimentação mais rica e mui- dos novos ingredientes e como eles
to saudável. reagem entre si e o que melhor se
adapta em cada receita (qual a me-
Porém, uma das grandes dificul- lhor substituto, seja do ovo, trigo ou
dades da alquimia da culinária Inclusi- leite em cada situação).
va é a substituição dos ingredientes
tradicionais nas receitas (leite, ovos Acreditamos que cozinhar é uma
e farinha de trigo), principalmente forma de demonstrar amor, ainda
em pães, massas, biscoitos e bolos. mais se essa cozinha for inclusiva.

Adaptar uma receita é mesmo Incluir significa possibilitar.


desafio.... às vezes o pão sai duro, o SIM, é possível ter uma alimen-
bolo embatumado... tação rica e saborosa apesar das
Pensando em facilitar a sua vida restrições alimentares.
nas aventuras na cozinha após o Com amor,

Babi Oliveira Jaqueline Neves


Sabor Sem Limite Alérgicos Saudáveis
2
Índice

Traço de contaminação cruzada........................................................................................... 04


Leites Vegetais................................................................................................................................. 06
Cremes Vegetais............................................................................................................................. 13
Condensados Vegetais................................................................................................................ 16
Farinha sem Glúten........................................................................................................................ 19
Substituindo o ovo.......................................................................................................................... 23
Receitas Bônus................................................................................................................................ 26

3
Traços e contaminação cruzada:
conceitos importantes na Cozinha Inclusiva
Os alimentos industrializados po- Ao preparar os alimentos em sua
dem conter traços de alimentos aler- cozinha, você deverá ter muito cuida-
gênicos, que não estão na lista de in- do durante a manipulação e higieniza-
gredientes do rótulo. ção dos utensílios a fim de evitar a
Neste caso, o que são “traços”? contaminação cruzada.
Traço é uma quantidade muito pe- A contaminação cruzada é a con-
quena de um alimento. taminação de um alimento sem aler-
gênico, por outro alimento alergênico
A transferência dos traços de através do contato durante a manipu-
alergênicos ocorre através da con- lação, preparo, envase e armazena-
taminação cruzada durante a cadeia mento.
produtiva: do plantio a comercializa-
ção, principalmente na manipulação de Por exemplo, se ao elaborar um
alimentos. bolo sem leite você usar uma faca
que cortou um queijo antes, sem la-
Por exemplo: o fubá é derivado vá-la. Mesmo que não tenha leite e
do milho, um alimento originalmente derivados nos ingredientes do bolo,
sem glúten. Mas se for armazenado a preparação conterá traços de leite
ou envasado em um mesmo local que que estavam na faca devido à conta-
a farinha de trigo, que contém glúten, minação cruzada.
o fubá será contaminado por traços
de glúten e nesse caso passará a ter
glúten.
Outro exemplo são os casos de
maquinário compartilhado: uma indus-
tria produz um bolo que contém leite
em sua composição. Normalmente é
realizado um procedimento de higieni-
zação a cada ciclo de produção. Pos-
teriormente, no mesmo maquinário
será produzido um pão sem leite. O
pão apresentará traços de leite, pois
a higienização não é eficaz na elimina-
ção de vestígios das proteínas do leite.
4
Alguns cuidados importantes: - Separe uma esponja de lavar a
- Sempre lave as mãos antes de louça somente para lavar utensílios de
iniciar a preparação de qualquer ali- cozinha, utilizados em alimentos sem
mento. alergênicos. Pois a esponja que lavar
utensílios que contenha resíduos de
- Prepare os alimentos e refeições alimentos alergênicos, estará conta-
sem alergênico primeiro, posterior- minada.
mente prepare os outros alimentos.
Caso não seja possível, lave as mãos, - Ao conservar os alimentos na
limpe bancada, superfície e utensílios geladeira ou freezer, utilize vasilhas
antes de iniciar o preparo do alimento com tampas herméticas e não deixe o
sem alergênico. alimento destampado, pois pode haver
contaminação acidental.
- Não utilize a mesma espátula
ou talher para mexer ou servir uma - Restaurantes tipo selfservice
preparação que já teve contato com não são seguros para alérgicos ali-
algum alimento alergênico. mentares, pois há o risco de conta-
minação cruzada já que a mistura de
- Descarte todos os utensílios de utensílios é maior.
plástico que já tiveram contato com
alimentos alergênicos. O plástico é um - Consulte sempre os rótulos dos
material poroso e adere aos resíduos alimentos industrializados, para se
alimentares. Já os utensílios de inox, certificar que não contém o alimento
vidro e alumínio poderão ser reutiliza- alergênico em sua composição e em
dos, se higienizados da maneira ade- caso de dúvidas consulte o SAC.”
quada.

Referências:
- PINOTTI, Renata. Guia do bebê e da criança com alergia ao leite de vaca, 1ª edição, Rio de Janeiro, AC Farmacêutica, 2013.
- Cartilha da Alergia Alimentar. Põe no Rótulo. Disponível em <http://www.poenorotulo.com.br/docs/PNR_CartilhaAlergiaA-
limentar.pdf>. Acessado em 08/01/2018.
- Publicada resolução sobre Rotulagem de alimentos que causam alergias alimentares. Food Safety Brazil. Disponível em
< https://foodsafetybrazil.org/publicada-resolucao-sobre-rotulagem-de-alimentos-que-causam-alergias-alimentares/> . Acessado
em 08/01/2018.
- O que são traços? Menu Bacana. Disponível em < https://menubacana.com/o-que-sao-tracos/>. Acessado em 08/01/2018.
- Perguntas e Respostas sobre Rotulagem de Alimentos Alergênicos. Anvisa. Disponível em < http://portal.anvisa.gov.
br/documents/33916/2810640/Rotulagem+de+Alerg%C3%AAnicos/283b1a22-d923-4eb1-84fa-cb1a662b7846>. Acessado em
08/01/2018.
5
Leites vegetais
Inicialmente é importantíssimo es- Hoje é possível encontrar nos
clarecer que nenhum leite (extrato) supermercados marcas de leites
vegetal é recomendado para subs- vegetais seguras para consumo por
tituir o leite materno; nesse caso o quem possui intolerância ou alergia
recomendado são fórmulas infantis alimentar e tê-los na despensa pode
receitados pelo médico ou nutricio- quebrar um galho em alguns mo-
nista; portanto os leites vegetais são mentos, mas certamente fazê-los
recomendados para substituir o leite em casa pode ser a solução ideal
de vaca nas preparações culinárias para economizar. Alternar os leites
ou acompanhar um café, vitamina... vegetais é uma boa ideia para diver-
Sempre importante salientar que sificar os nutrientes absorvidos.
nenhum leite e derivados de origem Fazer seus leites vegetais em
animal é indicado para quem tem casa é mais fácil do que você pensa!
alergia à proteína ao leite de vaca.

6
Leite de Amêndoas
O sabor das amêndoas deixa bolos e bis- DICA: Ferva as amêndoas de-
rca
por ce
coitos deliciosos e auxilia na untuosidade da molhadas em água limpa
água. Deixe
receita, devido ao alto teor de gordura das de 3 minutos. Escorra a
consegui-
amêndoas, além de fazer um sucesso enor- esfriar. Dessa forma você
doas com
me quando acompanha o café. rá retirar a pele das amên
amêndoas
as mãos e o seu leite de
O leite de amêndoas é rico em flavonoi-
des, que combatem os radicais livres e auxi- ficará mais branquinho
liam na saúde do sistema nervoso, rico em
gorduras polinsaturadas e minerais como
cálcio e potássio.
Ingredientes:
-1 xícara de amêndoas cruas e sem sal;
- Água quanto baste para deixar as
amêndoas de molho; D ICA: Não jogu
- 4 xícaras de água filtrada ou mineral. das amêndoas fora e o resíduo
.
utilizar para faze Você poderá
Deixe as amêndoas de molho em uma r uma pastinha
deliciosa ou para
fa
xícara de água por no mínimo oito horas. pria farinha de am zer sua pró-
Escorra as amêndoas. êndoas!
Coloque as amêndoas demolhadas no li-
quidificador junto com a água limpa e triture
bem, por cerca de 3 minutos. Coe em um
tecido de voil, separado somente para essa
finalidade. Guarde em geladeira em um reci-
piente fechado por até 4 dias.

7
Leite de Arroz
O leite de arroz tem sabor bem neutro e
pode ser utilizado tanto em receitas doces
como em salgadas. Pode ser feito tanto com
arroz branco quanto com o integral. Seu
preparo é bem simples.
O leite de arroz é sem colesterol, com
baixíssimo teor de gordura e de fácil diges-
tão. DICA: Se quiser consumi-lo
pode acres-
Ingredientes: para acompanhar o café,
essência de
- 1 xícara de arroz lavado e escorrido; centar algumas gotas de
i ficar
ilha para aromatizá-lo. Va
- Água quanto baste para cobrir o arroz; baun
uma delícia!
- 2 xícaras de água filtrada ou mineral.
Modo de preparo:
Deixe o arroz de molho na água por no
mínimo seis horas. Escorra a água. Em se-
guida, leve o arroz com a água filtrada ao
liquidificador e bata por cerca de 2 minutos.
Coe em um tecido de voil, separado somen-
te para essa finalidade. Guarde em geladeira
em um recipiente fechado por no máximo
4 dias.

8
Leite de inhame
O inhame é o queridinho em inúmeras receitas, porque ajuda a dar cremosi-
dade em molhos, substitui o ovo em diversas receitas e seu leite vegetal tem sa-
bor neutro, podendo ser utilizado tanto em preparações doces quanto salgadas.
O inhame ajuda a baixar os níveis de pressão sanguínea, é rico em vitaminas
do complexo B, vitamina C, Potássio, Ferro e Magnésio, dá aquela força no
sistema imunológico, e possui ação anti-inflamatória. Ou seja, inúmeras razões
para inclui-lo no seu dia a dia!
Para aproveitar melhor seus benefícios, o ideal é fazer o leite do inhame
cozido em água, porque quando o cozinhamos, reduzimos seus fatores anti
nutricionais e eliminamos o ácido oxálico, que dá aquela sensação de coceira do
inhame cru.
Para fazer o leite de inhame é muito simples.
Ingredientes:
- 1 inhame descascado e cortado em cubos;
- Água quanto baste para cozinhá-lo (descarte a água em seguida);
- 2 xícaras e meia de água filtrada ou mineral.

Modo de Preparo:
Em uma panela, cozinhe o inhame em água, com a panela destampada (ele
junta espuma na panela, é assim mesmo). Quando o inhame estiver bem macio,
descarte a água do cozimento, coloque o inhame no liquidificador com 2 xícaras
e meia de água filtrada ou mineral e bata bem.
Se o inhame estiver bem cozido não há necessidade de coar. Caso prefira,
coe em uma peneira fina.
Em um frasco tampado, dura 5 dias na geladeira.

9
Leite de Avelãs Leite de Coco
As avelãs têm sabor marcante e Esqueça o leite de coco industria-
seu extrato fica perfeito para acom- lizado! Esse aqui não possui espes-
panhar receitas doces, em especial santes (portanto tem uma coloração
com chocolate. mais clara e é mais líquido), o sabor
é bem mais suave e pode ser usado
As avelãs são ricas em gorduras
em substituição ao leite de vaca em
polinsaturadas, vitamina E e flavonói-
diversas receitas doces e salgadas
des, que combatem os radicais livres
inclusive para tomar com o seu café!
e são benéficos para a saúde do sis-
tema nervoso. O coco é rico em gorduras, sen-
do metade delas o ácido láurico, que
Ingredientes: ajuda a melhorar a nossa resposta
- 1 xícara de avelãs; imunológica. Além disso é rico em fer-
- Água quanto baste para deixar ro e potássio.
as avelãs de molho;
- 2 1/2 xicaras de água filtrada ou Ingredientes:
mineral.
- 1/4 xícara de polpa de coco;
- 1 xícara de água quente
Modo de preparo: Modo de preparo:
Deixe as avelãs de molho em água
Bata os ingredientes no liquidifica-
até cobri-las por no mínimo 8 horas.
dor e coe em um tecido de voil. Pode
Escorra as avelãs.
ser conservado em um vidro fechado
Coloque no liquidificador as ave- em geladeira por até 4 dias.
lãs hidratadas com 2 1/2 xícaras de
água e bata por cerca de 3 minutos.
Coe em um tecido de voil, separado
somente para essa finalidade. Guarde
em geladeira em um recipiente fecha-
DICA: Você pode utilizar o rebissí--
los ou
do por até 4 dias. duo do coco pra fazer bo
e utilizaria
coitos, do mesmo modo qu
do.
o coco ralado industrializa

10
Leite de gergelim
O gergelim auxilia no reforço do sistema imunológico, na redução da pressão
arterial e é rico em fósforo, zinco, magnésio e Ômega 3. Também é rico em
cálcio e, embora vemos muitas publicações falando sobre isso, existem estudos
que apontam que a biodisponibilidade do cálcio do gergelim não é boa (ou seja:
o aproveitamento desse nutriente pelo organismo é baixo). A Profª Drª Silvia
Cozzolino, nutricionista da USP e ex presidente da Sociedade Brasileira de Ali-
mentação e Nutrição, em seu livro Biodisponibilidade de Nutrientes, aborda esse
tema com profundidade.
Muito se comenta sobre o paladar do leite de gergelim, que é um pouco
amargo, realmente. Tentei algumas vezes fazer esse leite vegetal de forma
que não ficasse tão amargo e a melhor forma que encontrei foi não deixá-lo
de molho por mais de 1 hora. Além disso, você sempre pode misturar os leites
vegetais e, dessa forma, pode suavizar o sabor e aproveitar seus benefícios.
Ingredientes:
- 50g de sementes de gergelim;
- Água quente, quanto baste, para cobrir as sementes;
- 1 xícara de água filtrada ou mineral.

Modo de preparo:
Deixe as sementes de gergelim de molho na água quente por no máximo 1
hora. Descarte a água do molho.
Bata no liquidificador o gergelim demolhado com 1 xícara de água. Coe em
uma peneira fina e se restar resíduo, coe em seguida em um tecido de voil.
Dura 5 dias na geladeira se conservado em um frasco tampado.

11
Leite de banana
O leite de banana fica ótimo como
substituto em bolos ou para usar em
vitaminas. Deixa sabor adocicado,
portanto não é indicado em receitas
salgadas.
A banana é rica em potássio em
vitamina B6 e tem alta concentração
de carboidratos.
Ingredientes:
- 1 banana prata (ou 1/2 bana-
na nanica) congelada;
- 1 xícara de água.

Modo de preparo:
Bata os ingredientes no liquidifica-
dor até que não restem resíduos.
Faça a quantidade para consumo
imediato. Não é aconselhado o ar-
mazenamento, devido a oxidação da
banana.

12
Cremes Vegetais

13
Creme de leite de castanha de neral (para bater as castanhas)
caju Modo de preparo:
O creme de leite de castanha de Deixe de molho as castanhas de
caju tem uma cremosidade muito pa- caju por cerca de 8 horas (você pode
recida com a do creme de leite de fazer isso à noite e terminar o prepa-
vaca, principalmente pelo teor de gor- ro no dia seguinte) Descarte a água.
dura das castanhas. Pode ser utilizado
tanto em preparações doces quanto Leve as castanhas demolhadas
em salgadas, sendo o substituto ideal para o liquidificador e acrescente
para molhos cremosos. 150ml de água filtrada ou mineral e
bata até virar um creme. Não é ne-
Ingredientes: cessário peneirar, as castanhas vão
- 100 gramas de castanhas de se desmanchar completamente.
caju cruas e sem sal Você pode conservar o creme
- Água quanto baste para co- leite de castanhas por até 5 dias na
brir as castanhas de água geladeira.
- 150ml de água filtrada ou mi-

-
DICA: Caso não encontre catorsta
ra-
com as
nhas cruas poderá fazer
rá necessário
das e salgadas; porém se
o sal e deixar
lavá-las bem para retirar
12 horas, tro-
de molho por no mínimo
neste período.
cando a água duas vezes

14
Creme de leite de arroz - 1 1/2 xícara de água, para ba-
Esta é uma solução mais barata ter com o arroz cozido.
que o creme de leite de castanha de Modo de preparo:
caju e também muito versátil, usado Em uma panela pequena, cozinhe
em várias receitas doces e salgadas, o arroz em água até que esteja muito
como por exemplo o sorvete de cho- macio e sem líquido. Não se preocupe
colate, e substitui aquele creme de lei- se o arroz virar papa: quanto mais
te de arroz de caixinha, que não é fácil cozido o arroz, mais fácil será chegar
de ser encontrado. no ponto desejado.
E você só vai precisar de dois Coloque o arroz cozido no liquidi-
ingredientes que certamente tem em ficador e acrescente 1 xícara e meia
casa: arroz e água. de água. Bata aos poucos, mexendo
Ingredientes: de vez em quando, até adquirir con-
- 1/4 xícara de arroz cru (o sistência cremosa.
melhor resultado de consistência ob- Você pode guardar por até 3 dias
temos com o arroz branco); em geladeira.
- 1 xícara de água para cozi-
mento do arroz;

DICA: O creme de leite de


quando
arroz não fica tão bom
al é fa-
descongelado, então o ide
que for
zer somente a quantidade
utilizar.

15
Condensados Vegetais
Os condensados vegetais pos- Ajuste a quantidade de ingredien-
suem uma textura incrível e sabor tes para fazer quantidades maiores
delicioso, sendo perfeitos para fazer ou menores.
docinhos, recheios de bolos e tortas, O rendimento de cada receita
e incrementar qualquer receita doce! apresentada é de cerca de 400ml.

16
Condensado vegetal de amêndoas
Ingredientes:
- 1 litro de leite vegetal de amêndo-
as;
- 1 xícara de açúcar (pode utilizar o
cristal comum, o orgânico ou o demera-
ra). DICA: Use uma panela alta,
ta fervu-
porque o leite vegetal levan
o prepa-
Modo de preparo: ra diversas vezes durante
e o figo ou
Leve os ingredientes ao fogo, mexen- ro. Neste momento abaix
sem parar
do sempre. Com a ajuda de uma espátula retire a panela do fogo,
ou um batedor de claras. de mexer
O condensado começará a ficar um
pouco mais escuro conforme vai ficando
próximo do ponto.
Quando o conteúdo da panela estiver
pela metade, faça um teste: coloque um
pouquinho do leite condensado em um pi-
res frio (deixe-o no congelador). Se o lei-
te condensado escorrer lentamente, está
pronto.
Condensado vegetal de coco
Ingredientes:
- 1 litro de leite vegetal de coco;
- 1 xícara de açúcar (pode ser o
cristal comum, o orgânico ou o demera-
ra).
DICA: Use uma panela alta,
ta fervu-
Modo de preparo: porque o leite vegetal levan
o prepa-
ra diversas vezes durante
Leve os ingredientes ao fogo, mexen- e o figo ou
do sempre. Com a ajuda de uma espátula ro. Neste momento abaix
sem parar
ou um batedor de claras. retire a panela do fogo,
O condensado começará a ficar um de mexer
pouco mais escuro conforme vai ficando
próximo do ponto.
Quando o conteúdo da panela reduzir
para a metade, faça o teste do pires ge-
lado que relatamos na receita do conden-
sado de amêndoas. Se passar no teste,
estará pronto.

18
Farinhas sem glúten
Para substituir a farinha de tri- sidade, ajudando a reter os gases de
go não basta a utilização de uma fermentação e mantendo a umidade
única farinha sem glúten: é neces- da preparação.
sário sempre um mix delas em pro- As farinhas que ensinaremos
porções variadas de acordo com o aqui farão sempre parte de um mix;
preparo que vai ser feito, já que o porém você poderá obter um pro-
glúten presente na farinha de trigo duto livre de contaminação cruzada
atua de diversas maneiras nas re- e de quebra economizará um boca-
ceitas, conferindo elasticidade, visco- do!

19
Farinha de Arroz Ingredientes:
A farinha de arroz é amplamente - Arroz cru e seco (branco ou
utilizada na cozinha sem glúten, fazen- integral)
do parte de muitos mix de substituição
à farinha de trigo, trazendo mais peso
às receitas. Possui baixa capacidade Modo de preparo:
de retenção de líquidos e de elasticida- Coloque entre 1 xícara e meia e
de, sendo necessário o acréscimo de 2 xícaras de arroz no liquidificador
algum amido (geralmente amido de mi- e ligue-o no modo pulsar, agitando o
lho ou fécula de batata) e aglutinante copo de vez em quando ou mexendo
(como o polvilho doce por exemplo). com uma colher, até que o arroz vire
Possui baixo índice glicêmico e sabor farinha. Passe por uma peneira para
neutro. obter uma farinha bem fina.
A farinha de arroz é fácil de en- Você pode conservar em um pote
contrar em mercados, mas fazê-la bem fechado e em local seco por três
em casa do modo correto pode ga- meses.
rantir um produto sem contaminação
cruzada e, portanto, livre de alergê-
nicos.
óti -
DICA: A farinha de arroz fica sa l-
de tortas
ma em receitas de massas
gadas, bolos e panquecas.

20
Farinha de grão-de-bico água por cerca de 12 horas. Escorra
O grão-de-bico é altamente nutriti- a água.
vo, sendo rico em vitaminas do com- Disponha os grãos em uma as-
plexo B, ácido fólico, ferro, ômega-6 sadeira antiaderente e leve ao forno
e fibras. Sua farinha pode substituir pré-aquecido a 180 graus por cerca
em parte a farinha de arroz em bolos, de 40 minutos, mexendo de vez em
pães e tortas salgadas, conferindo- quando para que os grãos não quei-
-lhes maior maciez (por reter maior mem.
quantidade de umidade e possuir pro- Retire do forno e deixe esfriar.
priedades de viscosidade) e valor nu- Bata no liquidificador até virar farinha.
tritivo.
Passe pela peneira para obter
Ingredientes: uma farinha fina.
- 200 g de grão-de-bico Você pode guardá-la em um pote
- Água quanto baste para co- fechado por até um mês.
bri-los
Modo de preparo:
Deixe o grão-de-bico de molho em

é
DICA: A farinha de grão-de-balimicoen-
ínas na
excelente para incluir prote
se adapta aos
tação e é a que melhor
ente usam fari-
preparos que tradicionalm
em pães.
nha de trigo, principalmente

21
Farinha de amêndoas Coloque as amêndoas em uma pa-
A farinha de amêndoas é mais nela cobertas com água e deixe fer-
untuosa (rica em óleo), deixando a ver por 3 minutos. Escorra a água.
massa menos esfarelenta (uma das Deixe esfriar. Retire a pele das amên-
queixas frequentes em preparações doas com as mãos.
sem glúten). Ela fica incrível substituin- Disponha as amêndoas em uma
do uma parte da farinha de arroz em forma antiaderente e leve ao forno
bolos, ou utilizada em tortas doces e pré-aquecido a 180 graus por cerca
biscoitos. de 30 minutos, mexendo de vez em
Vamos ensinar aqui duas maneiras quando para que as amêndoas não
de fazer a farinha de amêndoas. queimem (elas precisam estar torra-
das sem queimar).
Aproveitando os resíduos do leite
de amêndoas: Leve as amêndoas para o liquidi-
ficador, batendo no modo pulsar até
Disponha o resíduo do leite de que vire farinha.
amêndoas em uma assadeira antia-
derente. Leve ao forno pré-aquecido Passe por uma peneira para obter
a 180 graus, por cerca de 20 minu- uma farinha mais fininha.
tos, mexendo de vez em quando para
não queimar, até que a farinha esteja po de ser
completamente seca. DICA: A farinha de amêndoas, cup cakes
s, bolos
Passe por uma peneira para obter usada em biscoitos, muffin
entos, em substitui-
uma farinha fininha. e até para empanar alim
mazene-a em um
ção à farinha de rosca. Ar
ra que a farinha não
Para fazer farinha a partir das recipiente bem vedado, pa
amêndoas inteiras çoso.
oxide e adquira sabor ran
Substituindo os ovos
em uma receita
Os ovos são um dos ingredien- e emulsificar (unir os ingredientes).
tes mais difíceis de ser substituídos, A boa notícia é que dá pra conse-
já que exerce inúmeras funções, a guir bons resultados em bolos, pães,
depender da preparação: manter a tortas e biscoitos com ingredientes
umidade, auxiliar no crescimento, dar fáceis de encontrar.
liga (evitar que o alimento se quebre)

23
Purê de maçã
Bom substituto para os ovos quan-
do você precisar umedecer e dar liga
à massa, como em um bolo ou um
biscoito.
DICA: Para obter uma receita
Essa propriedade da maçã se deve scentar 1 co-
à pectina, uma fibra solúvel que tem a mais macia você pode acre
ento em pó
capacidade de formar um gel viscoso, lher de sobremesa de ferm
utilizado para dar liga nas nossas re- ao purê de maçã.
ceitas.
Para fazer o purê de maçã basta
bater a maçã (inclua caroços e casca)
em um processador ou no liquidifica-
dor. Utilize 1/3 de xícara desse purê
para substituir um ovo.
Purê de inhame
Queridinho em muitas receitas de
pães e bolos, também funciona muito
bem para substituir o ovo para ume-
decer, dar liga e até mesmo emulsifi- o
car, além de não deixar sabor residual. DICA: Você pode conservar
a por até 3
Para fazer o purê, descasque purê de inhame na geladeir
dias.
o inhame, lave e corte em pedaços. dias e congelado por até 30
Leve ao fogo em uma panela com
água suficiente para cobri-los. Mante-
nha a panela aberta durante o cozi-
mento. Desligue o fogo quando o inha-
me estiver bem macio (faça o teste
com um garfo). Triture o inhame ainda
quente com a ajuda de um mixer.

25
Purê de banana
Também é excelente substituto para bolos e biscoitos doces, já que, assim
como o purê de maçã, ajuda a umedecer e dar liga à massa.
Amasse ½ banana nanica para obter ¼ de xícara de purê de banana, o
suficiente para substituir um ovo.

Chia e Linhaça
A chia e a linhaça são bons subs-
titutos do ovo quando o objetivo é
dar liga às receitas, como no caso
de massa de tortas ou biscoitos. Não
possuem sabor residual e agregam
muitas fibras e minerais às receitas.
Para substituir um ovo, misture
uma colher de sopa de chia ou linha-
ça (em grãos ou em farinha) em três
colheres de sopa de água e deixe des-
cansar por 10 minutos. O resultado
será um gel viscoso.

26
Receitas Bônus

27
Cookies Em uma tigela misture bem a bana-
Ingredientes: na amassada com a quinoa, a farinha
de amêndoas, a canela, o fermento ,
- 2 bananas maduras amassadas o mel e o óleo de coco até obter uma
(a banana substitui o ovo na receita) massa homogênea.
- 1 xícara de chá de quinoa em flo- Em uma assadeira forrada com
cos papel manteiga, disponha as bolinhas
- 1/2 xícara de chá de farinha de de cookies (para dar o formato utili-
amêndoa ze duas colheres) e coloque uma uva
passa para decorar (se preferir pode
- 2 colheres (sopa) de mel colocá-las na massa, durante o pre-
- 1 pitada de canela em pó paro)
- 1 colher (sopa) de óleo de coco Leve ao forno pré-aquecido a 180°
- 1 colher (chá) de fermento quí- por aproximadamente 15 a 20 minutos
mico ou até dourar em baixo.
- uvas passas para decorar Espere esfriar e sirva
Modo de preparo:
is
DICA: Se desejar uma massasmae a
floco
uniforme, bata a quinoa em
processador,
farinha de amêndoas no
e os demais
depois acrescente a banana
ingredientes.

28
Sorvete de chocolate fervendo por cerca de 3 minutos. Dei-
Ingredientes: xe esfriar em uma vasilha com tam-
pa e só então leve ao freezer para
- 250ml de leite de amêndoas ou congelar.
de avelãs;
Você pode colocar em forminhas
- 200ml de creme de arroz; de picolé ou então fazer para colo-
- 4 colheres de sopa cheias de car em um pote. Para isso, depois de
açúcar cristal; congelado, corte em pedaços grandes
e bata no liquidificador até ficar cre-
- 2 colheres de sopa de cacau em moso. Volte à vasilha e congele no-
pó; vamente. Repita o procedimento mais
- 2 colheres de chá de óleo de uma vez.
coco. Retire do freezer alguns minutos
Modo de preparo: antes de servir.
Em uma panela, leve todos os in-
gredientes ao fogo mexendo sempre,

29
30
www.saborsemlimite.com.br