Você está na página 1de 3

Universidade Zambeze

Faculdade de Ciências Sociais e Humanidade


Curso de Contabilidade e Finanças

Aula Prática 2 Auditoria Interna

1) O Auditor Interno da firma XYZ, Lda. em Fevereiro de 2018 procedeu ao levantamento do SCI e
constatado os seguintes procedimentos adoptados pela empresa relativamente a pagamentos e
recebimentos:

a) Foi adoptado como procedimento, a existência de uma única conta de caixa através da qual são
registados todos os recebimentos e pagamentos, ainda que efectuados por meio de cheques. A folha de
caixa que possui periodicidade diária, só é remetida à contabilidade (firma subcontratada para prestação
de serviços de contabilidade) juntamente com a documentação relevante até o dia 28 do mês seguinte.
Sabe-se ainda, que da informação colhida tal procedimento tornou-se prática corrente pelo facto de se
verificar atrasos resultantes de muito trabalho e alguns documentos justificativos demorarem a ser
obtidos.

b) É normal existirem adiantamentos aos sócios em função da disponibilidade financeira da empresa, sob
pretexto de adiantamento por conta de futuros lucros. Para o exercício em análise, tais adiantamentos
totalizavam a quantia de 4.500.000,00 Mt (quatro milhões e quinhentos mil Meticais) e foram
contabilizados na conta de “outros devedores”. Por conseguinte, quando a Assembleia-Geral se reúne
para apreciação das contas em Março do ano seguinte, caso apresente resultados positivos (lucros) tais
transacções são transferidas para a conta de adiantamento por conta de lucros para os devidos efeitos. Da
informação colhida dos gestores, soube-se que tal prática deve-se a uma estratégia de minimizar os
possíveis riscos fiscais não dando a perceber a administração fiscal da tendência da empresa gerar lucros.

c) Foram identificadas guias de remessas referente a consignação de mercadorias à uma empresa do grupo
(Chiveve Business, Lda) remetidas em Fevereiro de 2018, com valores de 7.000.000,00 Mt (sete milhões
de Meticais) - excluindo o IVA. . Para o caso em apreço, obteve-se informação dos gestores que tais
mercadorias não retornariam à empresa pelo facto de terem sido vendidas a crédito pela empresa Chiveve
Business, Lda. Ademais, os gestores informaram a equipe de Auditores que é prática da empresa XYZ,
Lda. efectuar consignação de mercadorias por um prazo de um ano e que só emitem a respectiva factura
após o recebimento dos valores.

d) As vendas são fixadas em moeda estrangeira (Dólar Americano). De acordo com as políticas de gestão,
a empresa geralmente fixa um único câmbio no início do ano que é aplicado de forma consistente em

1 Auditoria Interna 2018 Docente: Iva Carla Leonardo


todas transações de venda. Para o ano em questão, o câmbio do Dólar em relação ao Metical foi de 1 USD
– 28,00 Mt. As vendas geradas pelos relatórios do sistema informático totalizaram USD 4.002.000,00 e
considerando os câmbios médios mensais oficiais:

Pretende-se:

1. A identificação do facto, riscos chave, Actividades de controlo apropriadas e avaliação.


Demonstre se necessário em mapas e cálculos numéricos de modo que possa obter provas
suficientes para a emissão da sua opinião ou parecer.
2. O Relatório de Auditoria Interna.

Modelo de relatório – Prova de Auditoria

Nome da Empresa: __________________________________

Departamento (Contas) Auditados____________________________________

Elaborado por: _________ em __/___/_____ Verificado por: _________ em ___/___/____

NÚMERO DE ORDEM

DESCRIÇÃO DO PROCEDIMENTO CONTABILÍSTICO OU DA MEDIDA DE CONTROLO


INTERNO CONSIDERADO FRACO

INFLUÊNCIA NEGATIVA (ACTUAL OU POTENCIAL) DE TAL PROCEDIMENTO

SUGESTÃO / PROPOSTA

PELOS AUDITORES

2 Auditoria Interna 2018 Docente: Iva Carla Leonardo


3 Auditoria Interna 2018 Docente: Iva Carla Leonardo