Você está na página 1de 67

- Manual do Usuário

1
Guarde este manual

Este manual contém informações importantes e informações críticas


que você precisa seguir durante a instalação, operação,
armazenamento e manutenção do seu UPS. Não observar o correto
uso do produto pode invalidar sua garantia.

Copyright © 2010 por Delta Electronics Inc. Todos os direitos reservados. O conteúdo
deste manual pertence à Delta Electronics Inc. Doravante mencionada apenas Delta.
Nenhuma parte deste manual pode ser citada, reproduzida de qualquer maneira sem
prévia autorização formal da Delta. Devido às constantes melhorias nos produtos a Delta
irá sempre buscar manter as informações fornecidas através deste manual o mais
precisas possível. Algumas mudanças poderão surgir periodicamente sem que a Delta
obrigue-se a comunicar a quem quer que seja sobre estas alterações. Apesar de todos os
cuidados que tomamos ao produzir este manual pequenos erros podem haver ocorrido de
maneira não intencional. A Delta não é imputável por perdas e danos ou por quaisquer
reclamações sobre incidentes causados pela má interpretação do texto ou figuras deste
manual.

2
CONTEÚDO
1 - Informações importantes sobre segurança ................................................................... 5
1.1 Alertas sobre a instalação ..................................................................................... 5
1.2 Alertas sobre as conexões ..................................................................................... 5
1.3 Alertas na utilização ................................................................................................ 5
1.4 Alertas no armazenamento ..................................................................................... 6
1.5 Glossário de símbolos ............................................................................................ 6
1.6 Certificações …....................................................................................................... 7
2 - Introdução ......................................................................................................................... 8
2.1 Visão geral ............................................................................................................. 8
2.2 Inspeção do conjunto ............................................................................................ 8
2.3 Recursos ............................................................................................................... 9
2.4 Exterior ................................................................................................................... 10
2.5 Painel de controle .................................................................................................. 12
2.6 Mecanismos internos ............................................................................................. 14
2.7 Ventiladores ........................................................................................................... 18
3 - Modos de operação ......................................................................................................... 19
3.1 Modo normal (UPS singelo) .................................................................................. 19
3.2 Modo bateria (UPS singelo) .................................................................................. 20
3.3 Modo bypass (UPS singelo) .................................................................................. 21
3.4 Modo bypass mecânico (UPS singelo) ................................................................. 22
3.5 Modo ECO ............................................................................................................ 23
3.6 Modo normal (paralelo) ......................................................................................... 24
3.7 Modo bateria (paralelo) .......................................................................................... 25
3.8 Modo bypass (paralelo) ........................................................................................ 26
3.9 Modo bypass mecânico (paralelo) ......................................................................... 27
3.10 Redundância em standby .................................................................................... 28
3.11 Bateria comum .................................................................................................... 30
4 - Interface de comunicação ............................................................................................... 31
4.1 Slot para cartões opcionais ................................................................................... 31
4.2 Porta serial RS-232 ............................................................................................... 32
4.3 Contato secos ....................................................................................................... 32
4.4 Portas de paralelismo ........................................................................................... 33
4.5 Micro-chaves ........................................................................................................ 34
4.6 Contatos secos de saída ...................................................................................... 34

3
5 - Instalação e cabeamento ............................................................................................... 36
5.1 Antes de iniciar a instalação …............................................................................. 36
5.2 Ambiente de instalação ........................................................................................ 36
5.3 Transporte ............................................................................................................ 37
5.4 Posicionando a UPS …......................................................................................... 38
5.5 Cabeamento ........................................................................................................... 40
5.6 Gabinete de baterias …......................................................................................... 45
6 - Operação ........................................................................................................................... 46
6.1 Procedimentos de operação da unidade …........................................................... 47
7 - Operação e ajustas na tela LCD ....................................................................................... 58
7.1 Tela LCD e teclas de função ................................................................................... 58
7.2 Tela principal ........................................................................................................... 59
7.3 Menu principal ........................................................................................................ 60
7.4 Medidores .............................................................................................................. 61
8 - Acessórios opcionais ...................................................................................................... 63
9 - Especificações técnicas ….............................................................................................. 64
10 - Observações sobre a garantia do produto ................................................................... 65
10.1 Período de garantia …........................................................................................... 65
10.2 Como e onde solicitar atendimento técnico …...................................................... 65
10.3 Itens não cobertos pela garantia …....................................................................... 65
11 - Cuidados apropriados para descartar baterias …....................................................... 66

4
1 – Informações importantes sobre segurança

1.1 Alertas sobre a instalação

 Esta unidade UPS é trifásica para instalação 3 fases / 4 fios. Ela pode serr utilizada em
aplicações comerciais e industriais.

 Instale o UPS em uma área ventilada, longe de líquidos ou gases inflamáveis, Nunca deixe
a unidade ter contato com água.

 Aberturas externas e entradas de ar no gabinete existem para a circulação de ar no interior


do UPS. Para assegurar a operação do produto sem riscos de sobreaquecimento estas
aberturas não devem ser boqueadas nem cobertas. Nenhum tipo de objeto deve ser
inserido nas aberturas. Para maiores informações verifique 5.2 Ambiente de instalação.

 Todo o reparo ou instalação deve ser feito por pessoas capacitadas. O UPS contém
voltagens que podem ser potencialmente fatais.

 Siga os normas locais ou internacionais (IEC 60364-4-42) para instalar a UPS.

1.2 Alertas sobre as conexões

 Um cabo de aterramento com capacidade de condução proporcional deve ser


providenciado antes de iniciar as conexões.

 Isole o circuito elétrico do UPS antes de trabalhar na área. Dispositivos (chaves, fusíveis
e/ou disjuntores) apropriados devem ser inseridos na instalação física final.

 Estes dispositivos devem ser instalados próximo à UPS e possuir fácil acesso.

1.3 Alertas na utilização

 Este UPS foi projetado para alimentar computadores e periféricos tais como monitores,
modems, leitoras, periféricos e etc... Caso necessite utilizar para alimentar cargas
puramente indutivas ou capacitivas alguns ajustes podem ser necessários, solicite apoio
técnico.

 Aberturas externas e entradas de ar no gabinete existem para a circulação de ar no interior


do UPS. Para assegurar a operação do produto sem riscos de sobreaquecimento estas
aberturas não devem ser boqueadas nem cobertas. Nenhum tipo de objeto deve ser
inserido nas aberturas.

 Antes de aplicar carga deve-se permitir que a UPS se ajuste à temperatura do local
(desejável entre 20 e 25oC), por pelo menos 1 hora.

 Não deixe copos ou bebidas sobre o UPS, baterias, gabinetes e acessórios.

 Não remova tampas ou proteções internas da UPS, todo o reparo ou instalação deve ser
feito por pessoas capacitadas. Caso realmente acredite que é necessário realizar algum
serviço no interior da UPS solicite apoio técnico.

 Sugere-se que, se possível, chaves e disjuntores externos de proteção sejam do tipo


quadripolar.

5
 Há risco de choque elétrico quando as baterias estão conectadas ao UPS. Portanto, não
se esqueça de desconectar as baterias antes de realizar qualquer serviço no UPS. Para
desconectá-las abra o disjuntor ou remova o fusível de baterias do seu suporte localizado
no gabinete de baterias.

 Não jogue baterias no lixo ou fogo, baterias podem explodir.

 Baterias podem conter materiais potencialmente tóxicos que também podem ser irritantes
para pele e olhos. Não tente abri-las.

 Baterias podem apresentar riscos de choque elétrico e contaminação química. As


seguintes precauções devem ser seguidas ao trabalhar com baterias:
 Retire relógios, anéis e outros objetos metálicos.
 Use apenas ferramentas isoladas.
 Utilize botas e luvas de borracha.
 Nunca deixe ferramentas ou peças metálicas sobre as baterias.

 Remova a fonte de energia/carregador do circuito antes de trabalhar com baterias.

 Deve-se solicitar atendimento técnico especificado em caso de:


 Queda ou jatos de água sobre a UPS.
 O UPS apresenta comportamento anormal mesmo se seguidas as orientações deste
manual.

Caso você esteja utilizando a UPS em área onde há muita poeira instale
filtros de ar na unidade para proporcionar melhores condições de operação
e vida útil à mesma.

1.4 Alertas no armazenamento

• Utilize os acessórios originais da embalagem para embalar o equipamento em caso de


mudança para evitar danos na sua base.

• Caso a UPS necessita ser armazenada antes de instalação a mesma deve ser mantida em
local protegido. A temperatura tolerada para armazenamento é inferior à 40oC, com
umidade relativa inferior à 90%.

1.5 Glossário de símbolos

ITEM SÍMBOLO DESCRIÇÃO


Fase R
Fase S
Fase T
Neutro
Aterramento de proteção

6
Conectado ao terra
Terminal positivo da bateria
Terminal negativo da bateria
Tecla LIGA (ON)
tecla DESLIGA (OFF)
LED de rede da entrada
LED de rede de bypass
LED de inversor
LED de fonte do inversor
LED de fonte de bypass
LED de bateria
LED da chave de saída
LED de falha (FAULT)
Retorna à opção anterior ou cancela a seleção atual
Move acima
Move abaixo
Move à esquerda
Move à direita
Aumenta o número
Diminui o número
Confirma a seleção

1.6 Certificações padrão

• EN 62040-1-2
• EN 62040-2 Class A
• IEC 61000-4-2 Level 4
• IEC 61000-4-3 Level 3
• IEC 61000-4-4 Level 4
• IEC 61000-4-5 Level 4

• IEC 61000-4-6

7
2 - Introdução

2.1 Visão geral

O UPS Série DPS da Delta foi projetado para uso com cargas de grande escala em data center,
comunicações, redes, sistemas de emergência e produção. Esta unidade utiliza avançada
tecnologia com transistores IGBT para proporcionar uma forma de onda senoidal limpa, perfeita,
pura e de alta qualidade para a carga ligada na sua saída. Se encontram dentre as características
deste modelo, elevada eficiência, baixa dissipação térmica, baixo ruído e alta confiabilidade.

A unidade possui fonte de alimentação lógica dupla e pode operar em paralelo elevando ainda
mais o grau de proteção em aplicações sensíveis. Utilizando a porta RS-232 ou acessórios
opcionais de rede você pode facilmente gerenciar a UPS à distância. Caso queira monitorar várias
UPS simultaneamente a partir de um ponto central você pode usar o programa Insight Power
Manager, que pode ser baixado no sítio (http://59.125.232.140). Para aumento da capacidade de
proteção ou maior disponibilidade do sistema você poderá ainda colocar até oito UPS deste
modelo em paralelo somando suas capacidades ou atuando em redundância.

2.2 Inspeção do conjunto

• Exterior

Algumas ocorrências imprevisíveis podem ocorrer durante o transporte de um UPS. Portanto


recomendamos que antes de abrir a embalagem seja feita uma inspeção cuidadosa da mesma
procurando por sinais de incorreto transporte ou manuseio.

• Interior

1. Verifique a documentação e confira se o produto confere com seu pedido.


2. Procure notar se há partes soltas ou quebradas.
3. Observe se pode identificar cada um dos componentes do conjunto:

8
Num. Item Quantidade
1 UPS 1 peça
2 Manual do usuário 1 peça
3 Cabo RS-232 1 peça (1,8m)
4 Cabo de paralelismo 1 peça (5 m)
5 Terminal para contato REPO 1 peça (2 pinos)
6 Terminal para entradas de contatos secos 1 peça (4 pinos)
7 Terminal para saídas de contatos secos 1 peça (12 pinos)
8 Proteções contra insetos e roedores 1 kit com 4 unidades
9 CD-ROM com programa UPSentry Smart 2000 1 peça
10 Chave 1 kit com 02 cópias

4. Por favor, se qualquer acessório estiver danificado ou ausente entre em contato


com o transportador e/ou revendedor Delta.
5. Caso a UPS tenha que ser substituída envie-a devidamente embalada na caixa
original junto com todos os acessórios.

2.3 Recursos

• Equipamento em verdadeira configuração on line, dupla conversão com processamento


DSP e tecnologia de transistores IGBT para proteger até mesmo cargas eletrônicas
sensíveis em redes elétricas instáveis.
• Fator de potência de entrada >0,99 e THDi de entrada <3%, que proporcionam menores
custos de instalação e redução de distorções na rede elétrica.
• Eficiência >95%, que reduz os custos operacionais.
• Elevada tolerância da rede de entrada (de 242 à 477VCA F-F ou 140 à 276VCA F-N), o
que reduz o uso das baterias, prologando a vida útil das mesmas.
• Este modelo permite a partida à frio pelas baterias quando não há energia presente.
• Seleção automática de frequência permite que a UPS opere tanto em 50 como em 60Hz.
• Modo opcional de operação “ECO”, quando a rede elétrica se encontra com tensão dentro
de +/- 10% e frequência +/- 5% do nominal o UPS transfere a carga para o modo bypass,
elevando sua eficiência ao máximo, do contrário mantém a carga no inversor.
• Sensor automático de tensão anormal no bypass. Caso a UPS esteja fora de operação
este sensor evita que voltagens fora dos padrões programados sejam colocadas nos seus
equipamentos.
• Entradas separadas para retificador e bypass.
• Chave de bypass mecânico de manutenção incorporada à UPS.
• Religamento automático:
◦ Em caso de descarga total das baterias
◦ Após sobrecarga ou curto-circuito temporário na saída.
• Proteção contra surtos e filtros EMI incorporados.
• Fontes de alimentação dos circuitos lógicos e circuitos de controle redundantes, proteção e
confiabilidade em dobro.
• Capacidade de recarga programável para gabinetes adicionais (até 04 bancos padrão).
• Funções programáveis para teste de baterias e lembrete da data de troca das baterias.

9
• Carregador de baterias inteligente permite recarga automática e manual das baterias.
• Funções local e remota para botão de desligamento de emergência EPO.
• Slot para placas opcionais de gerenciamento em diversas plataformas e protocolos (SNMP,
SNMP IPv6, relês para contatos secos, MODBUS).
• Tecnologia avançada de gerenciamento interno microprocessado.
• Memória interna SRAM para armazenamento de histórico com até 500 alarmes.

2.4 Exterior

Doze ventiladores

Na parte frontal da UPS há


o painel de controle e a tranca
da porta. Na parte superior há
12 ventiladores que auxiliam na
refrigeração interna da UPS. Painel
Na parte interior há rodízios para
deslocamentos de curta distância
e niveladores para posicionar a
unidade corretamente.

Porta com chave

Rodízios

Niveladores
2.4.1 Dados mecânicos 160/200kVA

Tabela de dimensões da Série DPS


Potência Largura (mm) Profundidade (mm) Altura (mm)
160/200kVA 850 865 1950

Suportes de equilibrio

Vista inferior e passagens de cabos

10
2.4.2 Outras vistas

Vista frontal: Painel, tranca da porta, rodas e niveladores. (fig. 2-d)


Vista com a porta aberta: figura 2-d
Porta aberta e detalhes mecânicos da vista interior. (fig. 2-e)

Fig. 2d – Porta aberta e tranca da porta

Doze ventiladores

Interface de comunicação

Chaves de entrada e saída

Fusíveis de fonte e ventiladores

Fig. 2-e – Detalhes mecânicos internos

11
2.5 Painel de controle

2.5.1 LEDs indicadores

2.5.2 Teclas LIGA (ON)


DESLIGA (OFF) e
emergência (EPO)

2.5.3 Tela LCD

2.5.4 Teclas de
de função

Fig. 2F – Painel de controle da UPS

2.5.1 LEDs indicadores

LED Nome Descrição Cor

LED de entrada da rede Acende quando há rede presente Verde


LED de entrada de bypass Acende quando há tensão de bypass Verde
LED de inversor ligado Acende quando o inversor está ativo Verde

LED de saída do inversor Acende quando a carga está no inversor Verde

LED de saída do bypass Acende quando a carga está em bypass Amarelo

LED de bateria Acede quando a UPS está em baterias Amarelo

LED da chave de saída Acende quando a chave de saída fecha Verde


LED de falha Acende quando há falha na UPS Vermelho

12
2.5.2 Teclas LIGA (ON), DESLIGA (OFF) e EPO

TECLA NOME FUNÇÃO


Para ligar a UPS pressione esta tecla por 3 segundo e a solte ao
TECLA LIGA ouvir o bipe. Se não solta a tecla ao ouvir o bipe a UPS irá ligar
(ON) apenas depois de 7 segundos. Se a tecla for pressionada por
mais de 7 segundas a UPS não irá ligar.
Se desejar desligar a UPS pressione esta tecla por 3 segundos,
ao soltá-la você deverá verificar a seguinte mensagem no painel.

Selecione SIM (YES) para desligar a UPS (o ivnersor será


TECLA DESL. desativado). Se você selecionar SIM e a UPS identificar riscos de
(OFF) efetuar a transferência com segurança será vista a seguinte
mensagem.

Para confirmar se realmente deseja desligar pressionar SIM


(YES) novamente. Veja 7. Tela LCD e ajustes para detalhes.

Quando ocorrer alguma emergência em que se faça necessário o


desligamento imediato da unidade levante a tampa protetora e
TECLA E.P.O.
pressiona esta tecla. O UPS desligará completamente o
retificador, inversor e saída.

2.5.3 Tela LCD

O seu UPS pode ter uma tela multi-idiomas. Por padrão os idiomas são inglês e mandarim. Se
desejar verificar se pacotes adicionais de idiomas se encontram instalados na sua UPS verifique
em 7.5 Ajustes e controles da UPS e 7.5.7 Ajustes locais.

O idioma padrão pode ser diferente de acordo com o país onde este modelo é
comercializado.

2.5.4 Teclas de função

As teclas de função não possuem símbolos em si mas há símbolos exibidos na tela LCD que se
referem à funções de cada tecla. A tabela abaixo lhe ajudará a identificar melhor cada um:

Retorna para a tela anterior ou cancela a seleção atual


Move acima
Move abaixo
Move à esquerda
Move à direita
Aumenta o número
Diminui o número
Confirma a seleção

13
2.6 Mecanismos internos

2.6.1 Chaves de entrada e saída

As chaves de entrada e saída da UPS são a chave de entrada do retificador (Q!-MAIN),


entrada de bypass (Q2), bypass mecânico de manutenção (Q3) e saída (Q4). Cada chave está
associada a fusíveis de proteção.

Entrada do retificador - Q1
Entrada do bypass - Q2

Saída - Q4

Bypass mecânico de manutenção - Q3

Fig. 2G – Chaves de entrada e saída

Veja na figura abaixo a maneira aconselhada de empunhar a manopla das chaves.

Fig. 2H – Ligando e desligando as chaves

14
2.6.2 Fusíveis de ventilador e fonte lógica

Caso uma falha grave nos ventiladores possa causar sobrecarga no controle o fusível de
ventilador automaticamente abrirá por proteção. O fusível de fonte garante a alimentação dos
circuitos de controle da UPS. Antes de colocar a UPS em operação cerifique-se de que os fusíveis
estejam bons e colocados no local correto. As figuras abaixo podem auxiliar.

Base do fusível de ventiladores

Base do fusível de fontes

Fig 2i - Bases de fusíveis de ventilador e fontes

Use as imagens abaixo como referência para destravar as bases de fusíveis.

Abrindo a base

vent. fonte

Fechando

Vent. Fonte

Fig. 2J – Bases de fusíveis

15
2.6.3 Terminais de conexão

Painel

Fig. 2K – Localização do painel

Conexão de bateria Conexão da Carga

Entrada da rede Terra para a carga

Terra para a UPS Entrada de bypass (se houver entrada separada)

Fig. 2L – Bloco de terminais de conexão

16
1. Apenas técnicos e engenheiros treinados pela Delta podem remover os painéis e executar
serviços no interior da unidade. Ou modificações no bloco de terminais e interligações internas.
Solicite suporte para realizar quaisquer serviços necessários.

2. Em alguns países a identificação das fases pode ser diferenciada

Brasil Brasil/EUA/Asia Europa India


A R U R
B S V Y
C T W B

2.6.4 Interface de comunicação

A interface de comunicação inclui slots para acessórios opcionais, porta RS-232, contatos
secos, portas de paralelismo, micro-chaves de programação do paralelismo e contatos secos de
saída conforme mostra a imagem abaixo. Verifique 4. Interface de comunicação para mais
detalhes.

Slots

RS-232

Contatos
secos

Paralelismo
Micro
chaves
Saída de
Contatos
Secos

Fig. 2M – Interface de comunicação

17
2.7 Ventiladores

Há 12 ventiladores na parte superior da UPS para auxílio na sua refrigeração. Verifique na


figura 2n a localização deste ventiladores. O sistema pode ser programado para ajustar a
venlocidade dos ventiladores de acordo com a carga ligada na sua saída. Quando este recurso
está ativo a máxima velocidade é obtida apenas quando há elevada corrente de saída.

Fig 2N – Localização dos ventiladores na UPS

18
3 - Modos de operação
Há quatro principais modos de operação no sistema, que alterna entre estes modos
automaticamente de acordo com as condições de qualidade de energia, são estes modos
NORMAL, BYPASS, BATERIAS e MANUTENÇÃO. Além destes quatro modos básicos de
operação a unidade pode ainda ser conectada à uma outra em configuração de espera (stand by),
bateria comum (compartilhada entre unidades em paralelo) e modo ECO. Adiantes explicamos a
maioria destes modos de operação.

Q!, Q2, Q3 e Q4 mostradas nos diagramas adiante são respectivamente as


chaves de entrada de rede, entrada de bypass, bypass mecânico de
manutenção e saída.

3.1 Modo normal (UPS singelo)

Fig 3A – Circulação de corrente na UPS em modo NORMAL.

Em modo normal, a tensão CC, proveniente da retificação da entrada CA através de Q1, é usada
para carregar as baterias e alimentar o inversor, que transforma energia CC em CA regulada para
alimentar a carga através de Q4. A tecnologia de dupla conversão promove melhor regulação da
unidade proporcionando energia pura e estabilizada para suas cargas críticas. Em modo normal
os LEDs que se iluminam são mostrados abaixo.

19
3.2 Modo bateria (UPS singelo)

Fig 3B – Circulação de corrente na UPS em modo BATERIAS

Quando ocorrer uma falta de energia (blecaute, transiente, picos ou flutuações), o UPS vai
transferir-se automaticamente do modo normal para o modo baterias. As baterias fornecem
energia para o inversor e este para sua carga crítica sem interrupções.

A configuração padrão de instalação é com entrada única de tensão. Para


configuração de entrada dupla verifique 5.5.2, adiante.

20
3.3 Modo bypass (UPS singelo)

Fig. 3C – Circulação de corrente na UPS em modo BYPASS

Caso o inversor identifique alguma situação anormal (tal como sobreaquecimento, sobrecarga por
longo tempo, curto-circuito na saída ou falhas de baterias) o inversor se desligará. Uma vez que o
UPS possa identificar que a entrada de bypass possui características normais o UPS irá transferir
a carga crítica para o bypass estático e continuar alimentando as cargas. Se a situação anormal
for temporária e deixar de existir o UPS irá transferir para o modo normal imediatamente. Nesta
condição os LEDs se apresentam como abaixo:

21
3.4 Modo bypass mecânico (UPS singelo)

Fig. 3D – Circulação de corrente na UPS em modo de BYPASS DE MANUTENÇÃO

Durante manutenções ou reparos pode ser necessário retirar a energia do UPS mas não das suas
cargas críticas. Primeiro certifique-se de que exista energia disponível na linha de entrada do
bypass então manualmente faça a transferência do UPS, de inversor para bypass estático. Depois
siga o correto modo de operação (descrito adiante) para usar o bypass de manutenção. Neste
momento o UPS estará fora de operação ou usando baterias. Um técnico poderá fazer a
manutenção do UPS ao mesmo tempo em que suas cargas críticas são mantidas funcionando.

Mesmo após desligar completamente a UPS ainda há tensão presente em


vários terminais do bloco de conexões, especialmente em Q3, evite
choques, não toque nos terminais.

22
3.5 Modo ECO

Fig. 3E – Circulação de corrente na UPS em modo ECO

Quando a energia de entrada apresenta boa qualidade, estando dentro de +/-10% em tensão e +/-
5Hz em frequência a UPS se mantém ligado mas conserva a carga em bypass. Exibindo a
seguinte indicação de LEDs.

Se a energia passa a apresentar baixa qualidade a carga é automaticamente transferida para o


inversor, Então a UPS passa a exibir a seguinte indicação.

23
3.6 Modo normal (paralelo)

Até oito UPS podem ser ligadas em paralelo para somar capacidades ou criar redundâncias. As
UPS devem possuir a mesma capacidade, tensão de trabalho para ser paraleladas.

Fig. 3F – Circulação de corrente num sistema paralelo em modo NORMAL

Neste tipo de instalação carga é compartilhada igualmente entre as duas unidades UPS. Se
houver algum problema em uma das unidades a carga passa a ser alimentada pelo outro. Se a
carga for maior do que a capacidade de um único módulo o sistema a transfere para bypass e se
desliga.

24
3.7 Modo bateria (paralelo)

Fig. 3G – Circulação de corrente em sistema paralelo no modo BATERIA

Se a qualidade de energia na entrada da UPS apresentar-se ruim as UPS entram em modo de


baterias. Os indicadores de todas as UPS em paralelo apresentam-se iguais quando em operação
normal do modo baterias.

Sistema de entrada única Sistema de entrada dupla

A configuração padrão de instalação é com entrada única de tensão. Para


configuração de entrada dupla verifique 5.5.2, adiante.

25
3.8 Modo bypass (paralelo)

Fig. 3H: Circulação de corrente no sistema paralelo em bypass

Em modo paralelo, quando os inversores encontram alguma condição adversa tal como
sobreaquecimento, sobrecarga, curto-circuito ou descarga indevida das baterias eles se
desativam para proteger o sistema. Entretanto, caso as UPS possam identificar que há boa
qualidade de energia na entrada de bypass eles transferem a carga automaticamente para esta
linha afim de manter a mesma alimentada. A carga deve dividir-se igualmente entre as unidades.
Assim que restarado o funcionamento das UPS a carga poderá voltar à ser alimentada pelos
inversores. Abaixo a sinalização de LEDs para esta condição.

26
3.9 Modo bypass mecânico (paralelo)

Fig. 3I: Circulação de corrente no sistema paralelo em bypass manual.

Em modo paralelo, se você necessitar colocar o sistema em condição de bypass manual verifique
se a rede CA está normal. Após confirmar, você deve transferir todas as UPS para o modo de
bypass manual. Neste modo de operação toda a energia da UPS é desligada e técnicos
devidamente treinados podem realizar sua manutenção com segurança. Enquanto isto as cargas
são alimentadas através do circuito manual.

Mesmo após desligar completamente a UPS ainda há tensão presente em


vários terminais do bloco de conexões, especialmente na chave de
bypass manual Q3, evite choques, não toque nos terminais.

Em sistemas paralelos, caso queira desativar apenas uma unidade para manutenção certifique-se
antes de que as demais unidades possuem capacidade disponível para suportar a carga.

27
3.10 Redundância em standby

O modo de redundância conhecido como hot standby usa uma unidade UPS alimentando a
entrada de bypass do outro UPS. Desta maneira se busca garantir que mesmo que o UPS
principal seja colocado em bypass sua fonte para a carga critica continue sendo a saída de um
outro UPS

Em condição normal apenas o UPS alimentará a carga crítica. Em ambas as UPS a sinalização se
mostrará da seguinte maneira.

28
Caso o UPS 2 venha a sofrer anormalidades o mesmo irá transferir para o bypass e a carga então
passará para a UPS 1. Então a sinalização da UPS 1 e 2 se mostrará conforme abaixo.

29
3.11 Bateria comum

Para economizar espaço e custos de instalação as UPS Delta em paralelo podem utilizar bancos
de bateria comum. Veja na figura 3K como é feita a instalação.

Fig. 3K – Circulação de corrente no sistema paralelo com bateria comum.

Dois UPS em paralelismo podem partilhar um mesmo banco de baterias, é preciso realziar
configurações adequadamente para capacidade (AH), quantidade de bancos, tensão de flutuação
e carga e corrente de carga através do painel de controle. Verifique também 7.5.3 Ajustes de
baterias e 7.5.4 Ajustes do carregador.

Observe que ambas as UPS possuem ajustes semelhantes de tensão de


flutuação (27aV por padrão) e de carga, 288V por padrão. Estas voltagens
devem ser iguais. Quando em paralelo e dividindo um banco de baterias
de, por exemplo, 120Ah caso você queira ajustar uma corrente total de
recarga de 20Amps você deverá ajustar a capacidade da bateria em 60Ah em cada UPS e 10
Amps de corrente de carga em cada UPS.

30
4 - Interface de comunicação
A interface de comunicação inclui slots para acessórios opcionais, porta RS-232, contatos secos,
portas de paralelismo, micro-chaves de programação do paralelismo e contatos secos de saída
conforme mostra a imagem abaixo. Verifique 4. Interface de comunicação para mais detalhes.

Slots

RS-232

Contatos
secos

Paralelismo
Micro
chaves
Saída de
Contatos
Secos

Fig. 2M – Interface de comunicação

4.1 Slot para cartões opcionais

A USP possui dois slots. Você pode escolher entre uma variedade de cartões opcionais para
gerenciar a UPS ou incrementar suas funções. Os dois slots podem ser usados ao mesmo tempo
sem influenciar na disponibilidade da porta RS-232. Abaixo um resumo das opções.

Placa Opcional Função


SNMP Gerenciar a UPS na sua rede
Placa de relés Aumenta a quantidade de contatos secos
Placa MODBUS Permite a integração com sistemas industriais e prediais em MODBUS

Caso queira comprar placas adicionais ou consultar opcionais disponíveis


procure a Delta ou seu revendedor.

31
4.2 Porta serial RS-232

Você pode usar um cabo padrão RS-232 para conectar o UPS à um computador e gerenciá-lo
com o programa UPSentry Smart 2000. A Delta desenvolveu algumas opções de software
bastante poderosas para integração do UPS no seu sistema tais como o “UPSentry Smart 2000” e
o “Insight Power Manager”, que pode gerenciar diversas UPS de um ponto centralizado. Para
mais detalhes visite o sítio htt://59.125.232.140.

4.3 Contato secos

Há sete entradas de contatos secos para receber informações externas de periféricos ligados à
UPS, estas são suas funções:

P1: Entradas de contatos secos (2 entradas).


P2: R.E.P.O. (Remote Emergency Power Off) Desligamento remoto de emergência.
P3: Entrada do sensor de status dos gabinetes de baterias.
P4: Entrada do sensor de temperatura do gabinete de baterias 1.
P5: Entrada do sensor de temperatura do gabinete de baterias 2.
P6: Entrada do sensor de temperatura do gabinete de baterias 3.
P7: Entrada do sensor de temperatura do gabinete de baterias 4.

P1: Entradas de contatos secos (2 entradas)

A série DPS permite a entrada de dois contatos secos afim de que o UPS realize ações
específicas. Estes contatos são normalmente abertos.

Configuração padrão:
Gerador alimentando

Configuração padrão:
N.D.

Fig. 4B – Entrada de contato secos

P2: R.E.P.O. (Remote Emergency Power Off) Desligamento remoto de emergência

O usuário poderá instalar um botão de emergência/pânico que facilmente irá desativar o UPS ao
ser pressionado. O R.E.P.O. é um contato normalmente aberto.

32
P3: Sensor de status do gabinete de baterias

Você pode utilizar um kit adicional para informar o UPS sobre o status dos gabinetes de baterias.
Esta função só é possível usando o gabinete de baterias originalmente fornecido pela Delta.

P3-P6: Entradas dos sensores de temperatura dos gabinetes de baterias

Você pode usar estes conectores para instalar os kits opcionais de temperatura dos
gabinetes externos de baterias. Estes sensores se aplicam apenas à bancos de baterias
originais Delta, para outras opções de gabinetes, consulte o revendedor Delta mais
próximo.

Caso queira comprar acessórios ou consultar opcionais disponíveis


procure a Delta ou seu revendedor.

4.4 Portas de paralelismo

Seja para criar redundância ou somar capacidade com até oito UPS, fazer o paralelismo é muito
fácil iniciando pelo uso do cabo apropriado conectado nas portas de paralelismo.

Utilize apenas um cabos de sinal originais para fazer paralelismo.


Improvisar uma ligação ou utilizar quaisquer outros cabos pode ocasionar
efeitos indesejáveis.

33
4.5 Micro-chaves

Quando estão funcionando em paralelo para configurar algumas funções. Veja também 6.6
Procedimentos de partida (sistema paralelo) para programação das micro-chaves.

4.6 Contatos secos de saída

Sua UPS possui seis saídas de contatos secos. Estes contatos são normalmente abertos mas
podem tanto ser programados para serem normalmente abertos como normalmente fechados. Há
dezenove eventos possíveis cuja programação para acionar estes contatos você pode alterar
através do programa Insight Power Manager. A mensagem padrão para cada contato é mostrada
conforme abaixo:

Item Evento Descrição


1 Carga no inversor O UPS está operando normalmente
2 Carga no bypass O UPS está operando em bypass
3 Bateria em descarga / rede A rede está ruim a as baterias estão sendo usadas
ñOK
4 Bateria baixa As baterias se descarregaram além do limite de 220VCC
5 Entrada de bypass ñOK A tensão, frequência ou ângulo de fase do bypass está ruim.
6 Falha do teste de bateria ou Durante o teste a tensão da bateria atingiu valor fora do
bateria não encontrada esperado.
7 Falha de comunicação interna Falha de comunicação da unidade de potência.
8 Pera de comunicação externa Em modo paralelo, a comunicação falhou
de paralelismo
9 Alerta de sobrecarga na A UPS está com sobrecarga ou desligou-se m virtude desta, a
saída/desligamento carga pode estar no bypass.
10 Desligamento do módulo de Houve falha interna da unidade, a carga pode estar no bypass.
potência por falha
11 Alerta de módulo de potência A unidade de potência pode apresentar falha mas segue em
operação.
12 EPO ativo A tecla de emergência foi pressionada
13 Carga em bypass manual A chave de bypass manual (Q3) foi acionada.
14 Alerta de temperatura do gab. A temperatura do gab. De baterias está muito elevada
de baterias.
15 Tensão anormal do inversor A voltagem de saída está muito alta ou baixa.
16 A bateria precisa ser trocada Atingiu-se a data programada para troca das baterias
17 Alerta de temperatura do A temperatura dos circuitos de bypass eletrônico está muito alta.
bypass
18 Falha da chave-estática do Os circuitos da chave-estática podem estar em curto ou abertos.
BYPASS
19 Alarme geral Qualquer outro alarme da UPS.

34
Apresentação dos contatos secos

Fig. 4D – Contatos secos

35
5 - Instalação e cabeamento
5.1 Antes de iniciar a instalação

Devido à diferenças entre distintas maneiras de instalar recomenda-se a completa leitura deste
manual e uma avaliação completa do projeto elétrico por um profissional habilitado antes que seja
realizada a instalação. Caaso deseje fazer a instalação por conta própria recomendamos
aconselhar-se com um autorizado Delta antes de proceder. Caso necessite movimentar a UPS
com empilhadeira verifique antes as tolerâncias de peso. As tabelas 5-1 e 5-2 trazem algumas
informações sobre peso.

5.2 Ambiente de instalação

5-1 Tabela de distribuição de peso do DPS

UPS DPS
Potência (kVA) 160/200
Peso (kg) 682
Distribuição de peso (kg/m2) 927,6

5-2 Tabela de distribuição de peso de gabinetes de baterias originais.

BANCO DE BATERIAS DELTA 40x 120Ah


Capacidade (Ah) 120Ah
Peso (kg) 1810
Distribuição de peso (kg/m2) 2366

saída de ar superior (ventiladores – 12 unid)

- Mantenha a área limpa. Use tubulação vedada


para evitar a entrada de insetos e animais.

- Uma vez que os ventiladores forçam a circulação


de ar de baixo para cima (figura ao lado),
assegure-se de que a área é grande o suficiente
para abrigar o conjunto sob manutenção. Sugerimos:

1. Manter uma área livre de 1,0m em frente à UPS para


ventilação e manutenção.

2. Manter uma área livre de -no mínimo- 10cm na parte


traseira da unidade para ventilação.

3. Deixar uma área livre de 100cm acima da UPS


para circulação de ar.

entradas de ar inferiores

Fig. 5A – Circulação de ar

- A temperatura do local de instalação deve ser mantida em torno de 25 oC e a umidade em cerca


de 90% sem condensação. Numa altitude inferior à 3000m.

36
- Para incremento da segurança elétrica sugere-se:

1. Mantenha somente extintores de incêndio do tipo pó seco ou CO2 nas proximidades.


2. Se for construir uma sala para a UPS use apenas materiais não inflamáveis.

Não coloque quaisquer tipos de saídas de ar condicionado forçando o ar sobre a


parte superior da UPS.

5.3 Transporte

A UPS possui rodízios para facilitar sua movimentação em curtos espaços. Durante o processo de
desembalagem e instalação, antes de movimentar a UPS com suas rodas levante os niveladores
para não danificá-los. Evite usar estes rodízios dando preferência ao uso correto de empilhadeiras
ou carrinhos hidráulicos com capacidade compatível para movimentar a UPS com segurança.

ATENÇÃO: A UPS vem fixada no pallet com quatro suportes de equilíbrio e cerca
de 20 parafusos. Quando forem retirados os suportes de equilíbrio tenha muita
atenção para que não ocorram deslocamentos acidentais. Leia atentamente o guia
de desembalagem que vem colado na caixa de madeira da UPS.

Os rodízios são dimensionados para movimentação do UPS


em pisos nivelados. Evite degraus ou desníveis pois estes
podem desequilibrar o UPS e causar o tombamento do
mesmo.

Se for necessário mover a UPS em pequenas distâncias


aconselha-se que pelo menos 03 pessoas façam a tarefa
com muita atenção.

Necessitando levar o UPS a um local mais distante faça uso


de ferramentas e equipamentos de transporte adequados.
Nunca dos rodízios do UPS.

Fig. 5B – Rodízios e niveladores

37
5.4 Posicionando a UPS

1o passo: Antes de colocar a UPS no seu local de instalação verifique se o espaço é


suficiente e confira a tolerância de peso do piso para suportar a UPS, baterias e
acessórios.

2o passo: Ao posicionar a UPS no seu local definitivo use uma chave 17mm para estabilizar o
gabinete com os niveladores. O equipamento deve manter-se firme no local.

3o passo: Para prevenir a entrada de insetos e roedores monte as grades protetoras na parte
inferior usando os 14 parafusos M4 que as acompanham.

4o passo: Use estes parafusos para fixar as grades. Veja a figura 5C.

5o passo: E também para as grades em formato C. Veja figura 5C.

Fig. 5C – Instalando as proteções contra roedores

6o passo: Use 10 unidades dos parafusos 19mm e dois dos suportes de equilíbrio que
fixavam a UPS no pallet para fixar a UPS ao piso na sua parte posterior. Veja a figura 5D

Fig. 5D – Fixando a UPS ao piso na parte traseira.

38
7o passo: Use 10 unidades dos parafusos 19mm e dois dos suportes de equilíbrio que
fixavam a UPS no pallet para fixar a UPS ao piso na sua parte frontal. Veja a figura 5E.

Fig. 5E – Fixando a UPS ao piso na parte traseira.

8o passo: Siga as orientações de instalação em 5.5 Cabeamento.

9o passo: Após concluir as instalações coloque as demais grades protetoras usando os


parafusos M4 assim como use os parafusos para fixar as peças de acabamento. Veja a figura 5F.

Vista frontal

3x parafusos M4

4x Parafusos M4

Fig. 5F Concluindo a instalação de grades protetoras

ALERTA: Não usar os suportes de equilíbrio pode permitir com que a UPS venha a
tombar. Aconselhamos o uso dos respectivos suportes para melhor segurança e
fixação da unidade no piso.

39
5.5 Cabeamento

5.5.1 Preparação

1. Desative todos os circuitos CA e CC relacionados às entradas e saídas do sistema UPS


antes de instalar ou alterar os cabos de força.
2. Certifique-se de usar cabos da bitola correta, seguindo atentamente as polaridades e
faseamento de rede onde for necessário. Veja também a tabela 5-3.

Tabela 5-3 Informações sobre o cabeamento

Capacidade da UPS 160 kVA 200 kVA


Tensão de entrada 380V 380V
Tensão de saída 380V 380V
DJ de entrada 315A 400A
2
Cabos de entrada 2x 50mm 2x 70 mm2
DJ de bypass 315A 400A
Cabos de bypass 2x 50mm2 2x 70 mm2
DJ de saída 315A 400A
2
Cabos de saída 2x 50mm 2x 70 mm2
Cabos de baterias 2x 50mm2 2x 70 mm2
Fusível de baterias 600A 600A
2
Cabo de terra 2x 50mm 2x 70 mm2

As informações acima são meramente sugeridas. Consulte as normas


locais e padrões exigidos nas instalações elétricas do seu país, incluindo
as especificações mínimas para cabos e disjuntores.

Se sua instalação provêm de um transformador em configuração “ Y” nunca conecte o cabo de


neutro diretamente ao terra. Os diagramas propostos nas figuras 5K, 5I, 5M e %N seguem uma
configuração em Y.

Se há tensão flutuantes elevada entre o neutro da sua instalação e o aterramento sugerimos o uso
de um transformador isolador de entrada da UPS criando um neutro exclusivo a partir deste.

Conexões da rede CA

As fases R,S, e T devem estar em sequência positiva e seus respectivos cabos mais neutro (N)
devidamente conectados.

Conexão do gabinete de baterias

Certifique-se de conectar os cabos “+”, “-” e neutro “N” de baterias aos terminais corretos.

Aterramento do gabinete de baterias

Leve um cabo terra diretamente para o gabinete de baterias, não conecte o aterramento do banco
de baterias à nenhum outro ponto. O terminal terra é onde vem ser conectados os cabos de
aterramento.

40
5.5.2 Modificação para entrada dupla de tensão (fonte do retificador separada do bypass)

ALERTA: Apenas pessoas habilitadas e autorizadas devem realizar esta


modificação.

A UPS vem de fábrica com pontes para tornar fácil sua operação com uma única fonte de energia,
havendo duas fontes é necessário remover as pontes, que se encontram sob a tampa identificada
abaixo.

Fig. 5G – Localização do painel

Após remover a tampa do painel retire as três pontes para permitir o uso de dupla fonte de
alimentação na UPS.

Fig. 5H – Localização das três barras de cobre

Se em algum momento for necessário retornar a UPS à configuração de


entrada com fonte única basta remontar as pontes.

41
5.5.3 Cabeamento de uma unidade singela

Antes de iniciar leia 5.5.1 Preparando a instalação.

Conexão de bateria Conexão da Carga

Entrada da rede Terra para a carga

Terra para a UPS Entrada de bypass (se houver entrada separada)

Fig. 2L – Bloco de terminais de conexão

Faças a conexão dos cabos de neutro de entrada e bypass ao ponto (N)


no bloco principal de conexões.

A tensão trifásica nominal da UPS é 380, 400 ou 415VCA.

A tensão nominal do banco de baterias é 480V (+240 - 0 - -240V)

Mantenha as chaves de entrada da rede Q1, bypass Q2, Q4 saída e Q3 bypass mecânico abertas
como mostra a figura 5J.

Q2 – entrada de bypass
Q1 entrada da rede Q4 saída da UPS

Q3 – bypass mecânico

Fig. 5J Localização das chaves

42
Use a tabela 5-3 como referência para definir os cabos a usar na instalação.

Faça a conexão dos cabos de entrada, saída e baterias na barra de terminais conforme figura 5K.

Não se esqueça de fornecer aterramento para a UPS.

BAT.

SAIDA
ENTR.

TERRA UPS TERRA CARGA

Fig. 5K Fiação de uma unidade singela com fonte única

43
Unidade singela com entrada dupla

Quando há duas fontes o processo de conexões deve ser feito da seguinte forma

Faça a modificaçao necessária para dupla fonte conforme 5.5.2.

Verifique os procedimentos acima para as conexões da unidade singela.

Faça as conexões dos cabos de baterias, entrada de rede, entrada do bypass e saída como na fig. 5I

Faça a conexão dos cabos de neutro das fontes de rede e bypass nos pontos (N) do bloco de terminais.

Não se esqueça do aterramento.

BATERIA

REDE SAÍDA

TERRA UPS TERRA PARA CARGA


BYPASS

Fig. 5I – Unidade singela com entrada dupla

44
5.6 Gabinetes de baterias

Gabinetes de baterias de qualquer tipo podem ser conectados à UPS desde que possuam 38, 40
ou 42 baterias baterias (sugere-se que possuam pelo menos 120Ah de capacidade devido à
elevada corrente de descarga da UPS). Além do positivo e negativo da série um ponto neutro
(zero ou central) também deve ser conectado à UPS através de 03 cabos cujas bitolas mínimas
sugeridas apresentam-se na tabela 5-3 Informação sobre cabos. Faça as conexões, evite o uso
de disjuntores CA, perfira fusíveis ou disjuntores CC de acordo com a máxima capacidade e com
isolação mínima de 500VCC, o ideal é que estes estejam o mais próximo das baterias.

Conecte +, - e N da bateria
como na fig. 5I

Use fusíveis ou
disjuntor CC

Para qualquer
tipo de gabinete
de baterias

45
6 – Operação
6.1 Procedimentos de operação de unidade singela

Alertas preliminares para unidade singela

 Assegure-se de que antes de iniciar todas as chaves estejam na posição DESLIGADO.

 Confirme se a tensão entre neutro e terra é inferior à 3V.

 Então verifique se as conexões estão corretamente executadas e as tensões adequadas.

 Inspecione as bases de fusíveis de fonte e ventilador mostradas na figura 6A.

Fig. 6A – Base dos fusíveis fechadas e travadas.

Alertas para desligamento da unidade singela

Ao seguir o procedimento completo de desligamento as cargas serão desenergizadas. Se


realmente desejar desligar a UPS completamente certifique-se de que seja possível desligar a
carga.

46
6.1.1 Procedimento de partida da UPS singela

1o passo: Feche todos os disjuntores e fusíveis externos que alimentam a UPS e certifique-se de
que a chave Q3 esteja na posição DESLIGADO (OFF).

2o passo: Fecha e chave Q2, de entrada do bypass. Quando a UPS iniciar os ventiladores se
ligam e o LED indicador da entrada de bypass se acende, assim como o LED indicador
do alimentador de bypass. Na tela LCD pode-se ver o seguinte.

3o passo: Feche e chave de saída da UPS (Q4) e o LED deve acender-se, também sendo
indicado na tela. À partir deste momento a carga está alimentada pelo bypass.

4o passo: Feche as chaves de entrada da rede (Q1) e o LED indicador deve se iluminar
indicando que a UPS iniciou a geração de tensão do retificador.

5o passo: Pressione a tecla no painel de controle por três segundos e solte-o assim que
ouvir o bipe. A tela então deve se apresentar como segue.

47
6o passo: Durante o tempo de partida o sistema inicia o inversor e seu respectivo LED
se ilumina. Após isto o sistema inicia a sincronização com a linha de bypass.

7o passo: Após sincronizar-se a UPS deve transferir a carga automaticamente entre a fonte de
bypass e o inversor e a partir deste ponto o inversor estará alimentando a carga. Quando isto
ocorre o LED indicador de bypass alimentando se apaga e o LED indicador de inversor
alimentando se ilumina.

8o passo: Assim que você concluir o processo de aprtida os LEDs se acendem como abaixo.

48
6.1.2 Procedimento de partida em modo baterias

1o passo: Feche todos os disjuntores e fusíveis externos que alimentam a UPS e certifique-se de
que a chave Q3 esteja na posição DESLIGADO (OFF) e Q4 esteja na posição LIGADA (ON).

2o passo: Pressione a tecla no painel de controle por três segundos e solte-o assim que
ouvir o bipe. Com a partida da UPS o LED deve acender-se, também sendo indicado na
tela.

3o passo: A UPS iniciará a carga do circuitos CC e a partida do inversor se dá quando torna-se


visível a indicação . Ao final do processo a UPS estará alimentando através das
baterias, com o LED também aceso.

4o passo: Após a partida do inversor a UPS passa a alimentar a carga. Neste momento os
ventiladores começam a funcionar e o LED também se acende. A tela deve mosntrar-se
como segue.

49
Ao concluir a partida da unidade em modo de baterias os LEds do painel devem mostrar-se como
segue:

6.1.3 Partida em bypass no modo singelo

1o passo: Fecha e chave Q2, de entrada do bypass. Quando a UPS iniciar os ventiladores se
ligam e o LED indicador da entrada de bypass se acende, assim como o LED
indicador do alimentador de bypass. Na tela LCD pode-se ver o seguinte.

2o passo: Feche a chave de saída da UPS Q4. O LED se ilumina e a seguinte tela deve
ser mostrrada, o bypass estará alimentando a saída.

50
Ao concluir esta etapa os LED se mostram desta forma.

6.1.4 Procedimento para colocação da UPS no modo bypass mecânico manual

ALERTAS:

1. Observe que o uso da chave de bypass mecânico deve ser priorizado para quando a UPS
necessitar de reparo. Isto permite alimentar a carga crítica mesmo com a UPS fora de
serviço. Caso você feche acidentalmente a chave Q3 com a UPS em funcionamento
normal o inversor será desligado e a carga transferida para a linha comercial, deixando as
cargas desprotegidas.

2. Neste modo de operação as cargas são alimentadas pela rede ou gerador, permitindo a
manutenção da UPS.

3. Quando está em bypass de manutenção e desligada a UPS não apresenta elevadas


tensões no seu interior porém à tensão na chave Q3 e suas conexões. Evite choques
elétricos.

Do modo NORMAL para o modo BYPASS MANUAL

1. No modo de normal os LEDs se mostram da seguinte forma.

2. Pressione a tecla desliga no painel de controle por 3 segundos e solte-a ao ouvir o bipe.
A tela LCD irá mostrar a mensagem “SHUTDOWN UPS ?” (DESLIGAR UPS ?); Selecione “YES”
(SIM) e pressione a tecla ENTER para confirmar o comando. A UPS então transfere a
carga para o bypass e os LEDs de inversor e inversor alimentando se apagam.

51
A tela abaixo mostra-se quando a UPS se encontram em modo bypass eletrônico.

3. Para confirmar se a UPS está em bypass verifique se os LEDs encontram-se iluminados como
demonstrado abaixo.

4. Agora é possível fechar manualmente a chave Q3, abrir as chaves Q1, Q2 e Q4. Todos os
LEDs se apagam e a tela se mostrará da seguinte mameira:

5. Neste momento é possível também abrir o disjuntor ou fusíveis de baterias.

Enquanto isto a UPS descarrega seus circuitos internos. Momentaneamente o LED de inversor em
operação se ilumina para indicar este processo. Este LED se apaga logo em seguida e a
tela se apaga.

52
Do modo de bypass manual para o modo normal

1. Verifique se estão posicionados corretamente os fusíveis de fonte e ventiladores.

2. Feche as chaves de entrada de bypass Q2 e saída da UPS Q4. Após a UPS iniciar os
ventiladores entram em operação. Espere o LED correspondente ao bypass eletrônico acender-
se.

3. Abra a chave de bypass manual Q3. A carga será transferida para o bypass eletrônico e tanto
os LEDs quanto a tela LCD serão mostrados como abaixo.

4. Feche o disjuntor ou fusíveis do gabinete de baterias.

5. Feche a chave de entrada Q1 o LED correspondente à tensão de entrada se acende e a


UPS começará a gerar tensão CC.

53
Pressione a tecla no painel de controle e solte-a ao ouvir o bipe. A tela deverá mostrar-se da
seguinte maneira.

Durante o processo de partida do inversor o LED deve acender-se e o sistema inicia a


sincronização com a linha de bypass.

Após sincronizar-se a UPS irá transferir a carga automaticamente entre o bypass e o inversor. O
LED correspondente ao bypass se apaga e o LED correspondente ao inversor se
acende.

Ao concluir a operação os LEDs se mostram da seguinte maneira.

54
6.1.5 Procedimento para desligar a UPS a partir do modo mornal

1o passo: Em operação normal a tela e os LEDs se mostram da seguinte maneira

2o passo: Pressione a tecla no painel de controle por 3 segundos para acionar o


desligamento e a solte quando ouvir o bipe. A tela irá mostrar a mensagem “SHUTDOWN UPS ?”.
Selecione YES (SIM) e pressione a tecla ENTER para confirmar.

3o passo: Ao confirmar a opção a UPS irá transferir do modo normal para o modo bypass e tanto
a tela quanto os LEDs se mostrarão como abaixo:

4o passo: Abra a chave Q1 e observe que o LED se apaga.

5o passo: Enquanto isto a UPS descarrega seus circuitos internos. Momentaneamente o LED de
inversor em operação se ilumina para indicar este processo. Este LED se apaga
logo em seguida e a tela se apaga.

6o passo: Abra o disjuntor ou fusíveis do banco de baterias e também Q2 e Q4. Tanto a tela
quanto os LED devem mostrar-se apagados.

55
6.1.6 Procedimento para desligar a UPS a partir do modo baterias

1o passo: Durante a operção no modo de baterias as indicações se mostram como abaixo:

2o passo: Pressione a tecla no painel de controle por 3 segundos para acionar o


desligamento e a solte quando ouvir o bipe. A tela irá mostrar a mensagem “SHUTDOWN UPS ?”.
Selecione YES (SIM) e pressione a tecla ENTER para confirmar.

3o passo: Ao confirmar a sua seleção a UPS desliga o inversor e desativa a saída do mesmo. As
indicações do painel se mostram da seguinte maneira.

4o passo: Quando o inversor descarrega seus circuitos o LED se ilumina, apagando-se


ao final da operação.

5o passo: Abra a chave q4. Os LEDs e painel devem apagar-se em aproximadamente 30


segundos.

6o passo: Abra todas as chaves e disjuntores da UPS e fusíveis do bancos de baterias.

56
6.1.7 Procedimento para desligar a UPS a partir do modo bypass

1o passo: Em bypass as seguintes sinalizações são mostradas.

2o passo: Abra as chaves Q2 e Q4. Todos os LEDs e a tela LCD devem apagar-se.

6.1.8 Procedimento para desligar a UPS a partir do modo bypass mecânico

No modo de bypass mecânico não há nenhuma indicação de LED ou painel, para desligar
totalmente apenas abra a chave Q3.

57
7 - Operação e ajustas na tela LCD
NOTA: Os valores mostrados nestes exemplos podem não expressar informações reais. As
leituras no painel da UPS em operação mostram dados reais da sua instalação.

7.1 Tela LCD e teclas de função

Fig. 7A – tela LCD

No painel frontal da UPS há uma tela LCD que permite ao operador fazer leituras dos alarmes
ativos, medidas e informações assim como verificar a programação de parâmetros. Embora
possam haver diferentes idiomas disponíveis para cada região ou país o idioma padrão é o inglês.

O pacote de idiomas disponível pode variar de acordo com o país

Retorna à tela anterior ou cancela a seleção


Move acima
Move abaixo
Move à esquerda
Move à direita
Aumenta um número
Diminiu um número
Confirma a seleção

58
7.2 Tela principal

Quando você aciona a chave Q2 alimentando a entrada de bypass e Q4 a UPS apresenta a


seguinte tela. O sistema pode mostrar diferentes telas de acordo com o modo de operação. Esta é
a chamada tela principal.

ALERTA:

Quando ocorrer um alarme na UPS você verá o símbolo “ ! “ piscando. Pressione as


teclas ACIMA ou ABAIXO para visualizar a mensagem do alarme ativo. Abaixo um
exemplo

 Pressione as teclas ACIMA ou ABAIXO para verificar os alarmes.


 Pressione a tecla correspondente ao símbolo de retorno para voltar à tela anterior
 Se a tela ficar ociosa por 5 minutos a luz se apaga. Para reativá-la pressione qualquer
botão.

59
7.3 Hierarquia do menu

*1 significa que é necessário uma senha de acesso.

60
7.4 Medidores

Na tela principal mostrada abaixo, usando as teclas ▲ e ▼ para selecionar MEASURE e


pressionando da tecla ENTER é possível acessar a tela de medidores (MEASURE)

Após acessar a área de medidores basta usar as teclas ▲ e ▼ para conferir as leituras

61
Ciclo da tela de medidores

Pressione a tecla com símbolo de retorno para retornar ao início.

62
8 - Acessórios opcionais

Há uma série de acessórios opcionais para sua UPS da série DPS. A tabela abaixo lista a maioria
deles e suas descrições.

Item Descrição
Filtros de ar Previne a entrada e acumulo de poeira no interior da UPS
Placa SNMP Permite gerenciar a UPS via rede
Placa de relés Aumenta a quantidade de contatos secos
Placa MODBUS Permite gerenciar a UPS em protocolo MODBUS
Gabinetes de baterias Proporciona maior tempo de autonomia para as cargas
críticas ligadas à UPS
Transformador Proporciona equalização de tensão para altas ou para
baixas tensões e/ou isolação galvânica para a unidade.
Sensor de temperatura da bateria Informa a temperatura interna do banco de baterias
Sensor de status da bateria Informa o status do disjuntor de banco de baterias

Caso queira comprar acessórios ou consultar opcionais disponíveis


procure a Delta ou o revendedor mais próximo.

63
9 - Especificações técnicas

Modelo DPS 160kVA/144kW DPS 200kVA/180kW

Tensão nominal 380/220, 400/230, 415/240VCA (3fases, 4 fios + terra)


Regulação de tensão 242 à 477 VCA *1
THDi à plena de carga
Entrada < 3%

Fator de potência > 0,99


Frequência 50 / 60Hz
Voltagem 380/220, 400/230, 415/240VCA (3fases, 4 fios + terra)
Frequência 50 / 60
Saída
THD (carga linear) < 1,5%
Sobrecarga < 125 %: 10 minutos; <150%: 1 minuto
LEDs Normal – Bypass – Em baterias – Alarme

Painel Medições de tensão e corrente de entrada, saída, inversor, bypass,


LCD baterias e mensagens sobre o diagnóstico e condições anormais
identificadas pelo UPS
Padrão RS-232 e contatos secos
Interface
Opcional Cartões SNMP, relés, MODBUS, sensor ambiental e hub de rede
Paralelismo Sim (até 08 unidades da mesma capacidade)
EPO Local e remoto
Histórico de eventos 500 eventos
Outros Parâmetros SIM
Carregador com
Opcional
compensação de temperatura
Partida a frio via baterias Padrão
Normal 95%
Eficiência
ECO MODE 99%

Temperatura 0 à 40oC
Dados genéricos Umidade (sem condensação) 95%
Ruído (à 1 m) 70dB
Dimensões (L x P x h) 850 x 865 x 1950 mm
Peso 721 kg

Dados sujeitos à alteração sem prévio aviso.

*1: Quando a rede de entrada se encontrar entre 242 e 324VCA a máxima carga aplicável à saída da UPS
deve ser entre 70 e 100%, proporcionalmente à tensão de entrada.

64
10 - Observações sobre a garantia deste produto
Esta garantia limitada não afeta seus direitos legais de acordo com as leis nacionais aplicáveis
relacionadas à venda de bens de consumo. A Delta Greentech (Brasil) S/A ou apenas Delta oferece
esta Garantia Limitada ao cliente que adquiriu seu(s) produto(s).

A Delta assegura que, durante o período da garantia, a própria, ou um centro de serviços autorizado
Delta, em período comercialmente razoável, solucionará defeitos em materiais, design e mão de obra
de fabricação gratuitamente através de reparos ou, se a Delta, a seu exclusivo critério, considerar
necessário, substituirá o de produto. Esta Garantia Limitada só é válida e exigível no país onde o
Produto foi adquirido.

10.1 Período de garantia

O período de garantia tem início no momento da aquisição original do Produto pelo primeiro usuário
final. O Produto pode consistir de diferentes partes e diferentes partes podem ser cobertas por um
período de garantia de 09 (nove) meses para o processador de energia e acessórios incluídos no
pacote fornecido pela Delta, adicionalmente aos 03 (três) meses da garantia legal.

Até onde é permitido pela legislação nacional, o Período de Garantia não será prorrogado ou renovado
ou afetado de outra forma por revenda posterior. Entretanto, as peças reparadas ou substituídas
durante o período de garantia serão garantidas pelo período restante ao período de garantia ou por 90
(noventa) dias a contar da data de reparo ou substituição, o que for mais longo.

Recomenda-se manter uma cópia da nota fiscal de compra e/ou do relatório técnico de ativação do
sistema (start-up) junto deste manual por todo o período de garantia.

10.2 Como e onde solicitar atendimento técnico

Se você cliente deseja fazer sugestões, reclamações, pedidos de orientação, suporte técnico,
orçamentos, envio de técnico, agendamento de visitas ou compra de peças de reposição poderá entrar
em contato diretamente com o Service Center Delta através dos dados abaixo. As informações
atualizadas sobre o Service Center Delta e os centros autorizados de reparo também podem ser
obtidas na página local da Delta cujo endereço também é informado abaixo.

DELTA GREENTECH (BRASIL) S.A.

 Telefax: (0xx41) 3383-3691 / 11 3568.3850


E-mail: customer.service.sa@delta-corp.com
www.deltapowersolutions.com

10.3 Itens não cobertos pela garantia

A garantia não cobre defeitos causados pelo fato da bateria não ser recarregada -no mínimo- a cada 3
meses ou se a mesma sofrer curto-circuito, inversão de polaridade ou ainda apresentar sinais de
violação. Esta garantia não é exigível se o produto foi aberto, modificado ou reparado por terceiros
diferentes de um centro de serviço autorizado Delta, se foi instalado erroneamente ou reparado
utilizando peças sobressalentes não-autorizadas ou se o número de série do produto, se seu código ou
dados forem removidos, apagados, alterados, raspados ou estejam ilegíveis de qualquer forma, o que
será tecnicamente verificado e determinado pela Delta em seu laboratório técnico. Esta garantia não é
exigível se o produto foi exposto a umidade, condições térmicas extremas, corrosão ou oxidação
ocasionada pro agentes externos, derramamento de alimentos ou líquidos ou influência de produtos
químicos contaminantes.

65
11 - Cuidados apropriados ao descartar baterias

Baterias são elementos de elevada importância para o bom funcionamento do UPS e


periodicamente precisão ser substituídas. Esta substituição só deverá ser realizada por técnicos
habilitados e cientes dos riscos elétricos envolvidos na atividade pois as baterias, mesmo que
descarregadas, apresentam elevados níveis de tensão e carga residual capazes de causar
acidentes, queimaduras e outras consequências indesejáveis se as devidas precauções no seu
manuseio não forem tomadas.

No Brasil, assim como em muitos outros países e proibido descartar baterias no lixo comum.
Baterias são produzidas usando plástico, ácido sulfúrico e chumbo, que podem facilmente
contaminar o solo, a água e gerar danos à natureza e aos seres humanos.

Por efeito de normas federais, o CONAMA - Conselho Nacional do


Meio Ambiente por meio da resolução número 257 de 1.999,
estabelece que:

“TODO CONSUMIDOR/USUÁRIO FINAL É OBRIGADO A


DEVOLVER SUA BATERIA USADA A UM PONTO DE VENDA. NÃO
DESCARTE BATERIAS NO LIXO COMUM.

OS PONTOS DE VENDA SÃO OBRIGADOS A ACEITAR A


DEVOLUÇÃO DE SUA BATERIA USADA E A DEVOLVÊ-LA AO
FABRICANTE PARA RECICLAGEM.”

A Delta vem aprimorando a tecnologia dos seus produtos mundialmente para utilizar cada vez
menos componentes cuja composição possa vir à poluir o meio ambiente, e solicita ao proprietário
deste equipamento que, ao trocar baterias nos seus sistemas de energia, autorize o técnico a
remover a(s) bateria(s) usadas do local, ou providenciar sua entrega em uma empresa qualificada
para realizar o manuseio e o descarte adequado deste tipo de material.

66
Fábrica e Administração

DELTA GREENTECH (BRASIL) S.A.


Rua Almirante Alexandrino, 3100 – Afonso Pena
83040-420 – São José dos Pinhais – PR - Brasil
Fone: +55 41 2141-6363
Fax: +55 41 2141-6300

Escritório de Vendas

DELTA GREENTECH (BRASIL) S.A.


Rua Itapeva, 26, 3º andar – Bela Vista
01332-000 - São Paulo - SP - Brasil
Fone: +55 11 3568-3850
Fax: +55 11 3568-3865

www.deltapowersolutions.com

67

Você também pode gostar