Você está na página 1de 5

LISTA COMPLEMENTAR EXERCÍCIOS DE SOLUÇÕES

TODAS AS TURMAS DE 3ºANO E PRÉ


PROF. ERÁCLITO LIMA

01.Tem-se 500g de uma solução aquosa de sacarose (C 12H22O11), saturada a 50°C. Qual a massa de cristais
que se separam da solução, quando ela é resfriada até 30°C?
Dados: Coeficiente de solubilidade (Cs) da sacarose em água:
Cs à 30°C=220g/100g de água
Cs à 50°C=260g/100g de água
a) 40,0 g
b) 28,8 g
c) 84,25 g
d) 55,5 g
e) 62,5 g

02 - (UEG GO) Considere 5 L de uma solução aquosa contendo 146 g de cloreto de sódio que será utilizada
como solução de partida para outras de mais baixa concentração. Uma quantidade de 2 mL dessa solução
contém uma massa de soluto, em miligramas, de aproximadamente
a) 3
b) 29
c) 58
d) 73
e) 292

03 -(FPS PE) A cefalotina, C16H16N2O6S2, é um antibiótico que possui ação bactericida, sendo utilizada em
infecções variadas, incluindo a meningite. Um auxiliar de enfermagem precisa administrar 50,0 mL de uma
solução de cefalotina 6,0 x 10–2 mol.L–1 em um paciente, e a enfermaria só dispõe de ampolas de 20 mL
com concentração igual a 0,25 mol.L–1 de cefalotina. Calcule o volume de cefalotina 0,25 mol.L–1 que deve
ser aspirado da ampola para administrar a dosagem prescrita.
a) 10 mL
b) 12 mL
c) 14 mL
d) 16 mL
e) 18 mL

04 - (UECE) O magnésio subministrado na forma de cloreto de magnésio tem papel importante para o
fortalecimento dos músculos e nervos, função imunológica, reforça a estrutura óssea, regula os níveis de
pressão arterial e o açúcar do sangue, etc. A título experimental, um estudante de bioquímica preparou uma
solução de cloreto de magnésio utilizando 200 g de água e 20 g de cloreto de magnésio que passou a ter
densidade de 1,10 g/mL. Para essa solução, a concentração em quantidade de matéria é, aproximadamente,
a) 1,05 mol/L.
b) 1,20 mol/L.
c) 1,30 mol/L.
d) 1,50 mol/L.
e) 1,80 mol/L
05 - (FAMERP SP) O problema de escassez de água em São Paulo é um tema polêmico em discussão que
envolve governo e especialistas. O “volume morto”, que passou a ser utilizado em maio de 2014, é um
reservatório com 400 milhões de metros cúbicos de água situado abaixo das comportas das represas do
Sistema Cantareira. (http://g1.globo.com)
Considere um reservatório hipotético com água de densidade 1 g/mL e volume igual ao do “volume morto” do
Sistema Cantareira. Se a água desse reservatório encontra-se contaminada com 20 ppm de chumbo, a
massa total deste metal na água do reservatório hipotético é
a) 2 000 kg.
b) 8 000 kg.
c) 4 000 kg.
d) 8 000 t.
e) 2 000 t.

06 – Determinou-se, em uma solução aquosa, a presença dos seguintes íons: Na +, Cl- e SO42-. Se, nesta
solução, as concentrações dos íons Na+ e SO42- são, respectivamente, 0,05 mol/L e 0,01 mol/L. A
concentração, em mol/L, de íons Cl- será:
a) 0,01
b) 0,02
c) 0,03
d) 0,04
e) 0,05

07 - (ENEM) O soro fisiológico é uma solução aquosa de cloreto de sódio (NaCl) comumente utilizada para
higienização ocular, nasal, de ferimentos e de lentes de contato. Sua concentração é 0,90% em massa e
densidade igual a 1,00 g/mL. Qual massa de NaCl, em grama, deverá ser adicionada à água para preparar
500 mL desse soro?
a) 0,45
b) 0,90
c) 4,50
d) 9,00
e) 45,00

08 - (Mackenzie SP) Uma solução aquosa de ácido sulfúrico, com densidade igual a 1,400 g/mL–1,70% em
massa de soluto. A concentração, expressa em mol por litro, para essa solução será igual a
Dado: massa molar (g/mol–1) H = 1, O = 16 e S = 32.
a) 8 mol/L–1.
b) 9 mol/L–1.
c) 10 mol/L–1.
d) 11 mol/L–1.
e) 12 mol/L–1.
09 - (UNITAU SP) Um dado fluido biológico apresenta 45 mg de glicose (massa molar = 180) para cada
decilitro do fluido (45 mg/dL). A concentração molar de glicose é
a) 50 mmolar.
b) 25 mmolar.
c) 5,0 mmolar.
d) 2,5 mmolar.
e) 1,25 mmolar.
10 - Um dirigível experimental usa hélio como fluido ascensional e octano (C 8H18) como combustível em seu
motor, para propulsão. Suponha que, no motor, ocorra a combustão completa do octano:
2C8H18(g) + 25 O2(g)  16 CO2(g) + 18 H2O(g)
Para compensar a perda de massa do dirigível à medida que o combustível é queimado, parte da água
contida nos gases de exaustão do motor é condensada e armazenada como lastro. O restante do vapor de
água e o gás carbônico são liberados para a atmosfera.
Qual é a porcentagem aproximada da massa de vapor de água formado que deve ser retida para que a
massa de combustível queimado seja compensada?
a) 11%
b) 16%
c) 39%
d) 50%
e) 70%

11 - (UEG GO) Uma solução estoque de hidróxido de sódio foi preparada pela dissolução de 4 g do soluto em
água, obtendo-se ao final 100 mL e, posteriormente, determinado volume foi diluído para 250 mL obtendo-se
uma nova solução de concentração igual a 0,15 mol.L–1.
O volume diluído, em mL, da solução estoque, é aproximadamente (dado: NaOH= 40g/mol)
a) 26
b) 37
c) 50
d) 75
e) 90
12 - (PUC Camp SP) Cada um dos bastõezinhos espiralados da Campylobacter jejuni tem de 0,5 a 5
micrômetros de comprimento. Eles são uma das principais causas de diarreia do mundo, via consumo de
água ou de leite contaminados, em geral. Um levantamento feito no Reino Unido em 2000, por exemplo,
concluiu que a C. jejuni estava por trás de 77% das intoxicações alimentares causadas por bactérias.
(Revista Galileu, agosto de 2012. p. 81)
Além de estar isenta de micro-organismos, a água potável também deve ter o nível controlado de vários
constituintes. Por exemplo, o cloro total livre, usado na desinfecção, tem um limite de 5 mg.L –1 (Portaria nº
2.914/2011 do Ministério da Saúde). Cada litro de água potável que tenha 8 mg.L–1 de cloro total livre, para
chegar no limite estabelecido pela legislação, deve ser diluído para um volume, em L, igual a
a) 1,2.
b) 1,6.
c) 1,9.
d) 2,2.
e) 2,5.

13 - O hidrogenossulfito de sódio, NaHSO 3, é um insumo usado na indústria de fabricação de papel e de


curtume. Pode ser obtido a partir da reação representada na seguinte equação:
Na2CO3(aq) + 2 SO2(g) + H2O(l)  2 NaHSO3(aq) + CO2 (g)
A quantidade máxima de NaHSO3, em mols, produzida a partir de 42,4 toneladas de Na2CO3, é
a) 4 x 104.
b) 4 x 105.
c) 8 x 104.
d) 8 x 105
e) 8 x 106

14 - (UERGS) O volume em litros de uma solução de HNO 3 0,1 mol.L–1 que deve ser adicionado a 5 litros de
uma solução de HNO3 0,5 mol.L–1 para obter uma concentração final igual a 0,2 mol.L–1 é
a) 3.
b) 6.
c) 12.
d) 15.
e) 30.

15. (ENEM) A varfarina é um fármaco que diminui a agregação plaquetária, e por isso é utilizada como
anticoagulante, desde que esteja presente no plasma, com uma concentração superior a 1,0 mg/L. Entretanto,
concentrações plasmáticas superiores a 4,0 mg/L podem desencadear hemorragias. As moléculas desse
fármaco ficam retidas no espaço intravascular e dissolvidas exclusivamente no plasma, que representa
aproximadamente 60% do sangue em volume. Em um medicamento, a varfarina é administrada por via
intravenosa na forma de solução aquosa, com concentração de 3,0 mg/mL. Um indivíduo adulto, com volume
sanguíneo total de 5,0 L, será submetido a um tratamento com solução injetável desse medicamento.
Qual é o máximo volume da solução do medicamento que pode ser administrado a esse indivíduo, pela via
intravenosa, de maneira que não ocorram hemorragias causadas pelo anticoagulante?
a) 1,0 mL.
b) 1,7 mL.
c) 2,7 mL.
d) 4,0 mL.
e) 6,7 mL.
16. Admita que a solubilidade de um sal aumenta linearmente com a temperatura. A 40 ºC, 70 g desse sal
originam 420 g de uma solução aquosa saturada. Elevando-se a temperatura dessa solução a 80 ºC, a
saturação da solução é mantida adicionando-se 70,0 g de sal. Com base nesta informação, indique a
alternativa que apresenta a porcentagem em massa desse sal numa solução saturada, a 60 ºC, com 50 g de
água.
a) 15,0%
b) 23,1%
c) 27,2%
d) 30,0%
e) 43,5%

17. Oleum, ou ácido sulfúrico fumegante, é obtido através da absorção do trióxido de enxofre por ácido
sulfúrico. Ao se misturar oleum com água obtém-se ácido sulfúrico concentrado. Supondo que uma indústria
tenha comprado 1.000 kg de oleum com concentração em peso de trióxido de enxofre de 20% e de ácido
sulfúrico de 80%, calcule a quantidade de água que deve ser adicionada para que seja obtido ácido sulfúrico
com concentração de 95% em peso.
Dados:
Massas atômicas (u.m.a): S = 32; O = 16; H = 1
a) 42 kg
b) 300 kg
c) 100 kg
d) 45 kg
e) 104,5 kg

18. Quando expressa em porcentagem em massa, a solubilidade de certo sal passa de 30% a 0 ºC para 60%
a 80 ºC. Sabendo que a solubilidade desse sal é uma função linear da temperatura, calcule a massa do sal
que se deposita quando 100 g de uma solução saturada, contendo 59 g do referido sal, são resfriados a 20
ºC.
a) 12,3g
b) 24,6g
c) 34,4g
d) 46,7g
e) 52,4g

19. A técnica de aplicação de fertilizantes líquidos em lavouras tem sido cada vez mais utilizada pelos
agricultores. Os fertilizantes são vendidos na forma de soluções concentradas que contêm diferentes
composições de nutrientes, e são formuladas e diluídas pelo agricultor, de acordo com a lavoura a ser tratada.
A tabela a seguir apresenta dados encontrados nos rótulos de dois frascos de fertilizantes líquidos
concentrados de duas marcas diferentes.

Para tratar uma lavoura de morangos um agricultor necessita preparar 100 litros de uma solução diluída de
fertilizante utilizando uma combinação dos frascos I e II. Em função das características do solo, a
concentração final da solução deve ser ajustada de forma a conter 0,1g/L de potássio e 0,1g/L de nitrogênio.
Calcule a concentração, em g/L, de fósforo presente na solução de fertilizante usada no tratamento da lavoura
de morango.
a) 0,27g/L
b) 0,33 g/L
c) 0,44g/L
d) 0,67g/L
e) 0,84g/L

20. O peróxido de hidrogênio (H2O2), mais conhecido como “água oxigenada”, é usado como desinfetante (em
cortes e feridas, por exemplo) e também como alvejante/descolorante (em papéis, tecidos, cabelos, etc.),
conforme atestam as famosas “louras de farmácia”. O permanganato de potássio explode violentamente
quando aquecido com ácido sulfúrico concentrado. Porém, quando uma solução de peróxido de hidrogênio é
misturada com uma solução do permanganato e diluída em ácido sulfúrico, as duas combinações
decompõem-se juntas, formando uma solução incolor e liberando oxigênio, de acordo com a equação não
balanceada representada abaixo:

MnO4 + H2SO4 + H2O2  K2SO4 + MnSO4 + H2O + O2

Determine a quantidade de oxigênio produzida (em mols) quando misturamos 100 mL de permanganato 0,4
mol/L com 9,0 x 10-2 mol de peróxido de hidrogênio em excesso de ácido. Suponha que a reação tenha um
rendimento de 90%.
A) 2,3 x 10-2
B) 4,0 x 10-2
C) 8,1 x 10-2
D) 3,6 x 10-1
E) 1,3 x 10-1

GABARITO:

1) Gab: D
2) Gab: C

3) Gab: B

4) Gab: A

5) Gab: D

6) Gab: C

7) Gab: C

8) Gab: C

9) Gab: D

10) Gab: B

11) Gab: B

12) Gab: B

13) Gab:D
14) Gab: D
15) Gab: D
16) Gab: B
17) Gab: C
18) Gab: C
19) Gab: A
20) Gab: C