Você está na página 1de 16

ESCOLA ESTADUAL DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL PAULO PETROLA

CURSO TÉCNICO DE INFORMÁTICA 2° ANO

Everton de Almeida Rocha n° 10

Gabriele Rocha Barbosa n° 13

Kauan Cordeiro de Lima Mesquita n° 25

Cleberson de Sousa Farias n° 7

Lucas Araújo Moura n° 26

TRABALHO TÉCNICO: Mac OS

FORTALEZA

2019
2

Sumário
3

1. Criadores e história
Mac OS (Macintosh Operating System) é um sistema operacional lançado em
1984, juntamente com os primeiros computadores da linha Macintosh, onde ambos
foram criados e lançados pela empresa transnacional Apple. A empresa foi fundada
por Steve Jobs e Steve Wozniak em 1974. Esse computador tinha 128 KB de RAM e
processadores da família 68000 da Motorola, inicialmente, o seu sistema operacional
era chamado apenas de System.

A cada melhora do Macintosh o System também era modificado com pequenas


melhorias, sendo elas pequenas até 1991, quando a Apple lançou o System 7, tal
inovação chegou com inúmeras mudanças, sendo elas: Uso de cores, o sistema passa
a ser multitarefa, introdução da linguagem AppleScript e Drag & Drop de arquivos.
Outro avanço notável do sistema operacional surgiu em 1994, quando a Apple
começou a adotar o uso de processadores PowerPC da IBM, que permitiram maior
processamento pelo SO e pelos programas, e também começou a permitir a criação
de clones da sua arquitetura por outros fabricantes. Apartir da versão 7.6, o nome Mac
OS começou a ser adotado.

O Mac OS foi o primeiro sistema operacional a proporcionalizar uma interface


gráfica para os usuários, facilitando seu uso. Essa utilização de interface gráfica não
foi muito aceita pelos programadores, pois os mesmos já estavam acostumados com
um terminal de cor escura e linhas de comandos para executarem seus programas,
porém com a normalização da interface gráfica, o uso da mesma virou um dos meios
principais para desenvolvimento para computadores pessoais. Após a adoção do
sistema como padrão de seus computadores, a Apple lança a versão 9.

Alguns anos antes desses acontecimentos Steve Jobs é demitido da Apple, e


divido a esse ocorrido ele inicia sua própria empresa, a NeXT. Sua empresa era
voltada para a criação de computadores com alto poder de processamento. A NeXT
lança seu próprio SO, o NeXTStep, onde o mesmo era baseado num micronúcleo
Mach e no sistema Unix FreeBSD. A Apple estava enfrentando alguns problemas
financeiros devido a atenuação do uso do Mac OS, então ela resolve fazer algo
inovador para o mercado, uma versão totalmente melhorada do seu SO.
4

Esse “marketing” da Apple é que vai levar o retorno de Jobs a empresa, pois a
mesma compra o NeXTStep. Com os recursos desse sistema operacional, como
estabilidade do Unix, linguagem orientada a objetos (Objective C), que facilitava o de
senvolvimento de aplicações, e a disponibilidade de kits de desenvolvimento
refinados, juntamente com a aliciante interface gáfica do Mac OS, surgiu então o Mac
OS X.

1.1. Versões

As versões do 10.0 a versão 10.8 do Mac OS X receberam o nome de felinos.


São elas:

• Mac OS X v10.0 - Cheetah;


• Mac OS X v10.1 - Puma;
• Mac OS X v10.2 - Jaguar;
• Mac OS X v10.3 - Panther;
• Mac OS X v10.4 - Tiger;
• Mac OS X v10.5 - Leopard;
• Mac OS X v10.6 - Snow Leopard;
• Mac OS X v10.7 - Lion - versão atual;
• Mac OS X v10.8 - Mountain Lion.

1.1.1. Outras versões

• Mac OS X v10.9 - Mavericks


• Mac OS X v10.10 - Yosemite
• Mac OS X v10.11 El - Capitan
• Mac OS X v10.12 - Sierra
• Mac OS X v10.13 - High Sierra
• Mac OS X v10.14 - Mojave
5

2. Viabilidade

2.1. Mudando as coisas de lugar

Todas as pastas – até mesmo o System Folder* – podem ser rearranjadas de


qualquer maneira, a qualquer momento. Se o HD está muito cheio, você pode mover
a pasta de um programa para outro disco e o programa vai continuar funcionando
normalmente. Isso vale até para o sistema operacional: pode-se copiar o System
Folder para outro disco e assinalá-lo como drive de partida em um simples painel de
controle.
*System Folder: diretório no Mac OS que contém vários arquivos necessários
para o sistema operar, como fontes, extensões do sistema, painéis de controle e
preferências.
2.2. Instalando e desinstalando

Basta jogar fontes, sons, painéis, extensões e arquivos de preferências sobre


o ícone do System Folder, que o Mac se encarrega de colocá-los no lugar.
Praticamente todas as desinstalações no Mac OS se resumem a jogar a pasta
do programa no lixo.

2.3. O computador Mac não tem um vírus

O Mac não precisa de antivírus para funcionar: Privilegiando um Mac para a


sua escolha de computador você escolhe também a segurança, uma grande
vantagem para seus dados e navegação pessoal na internet

2.4. Um computador Mac inicia com muita velocidade

No Linux, não imagine esperar mais de 5 segundos entre ligar o computador e


a sua tela inicial aparecer. E não há falhas no horizonte, ao contrário do sistema
operacional Windows!
A principal vantagem do sistema está no desempenho, pois mesmo com uma
configuração inferior ele consegue extrair o máximo do hardware chegando a atingir
níveis muito elevados de performance. E é justamente isso que pesa a favor de
usuários que precisam rodar aplicativos mais "pesados", como engenheiros,
designers, fotógrafos, entre outros.
O segundo ponto a ser ressaltado é a segurança, que é praticamente imbatível.
O sistema solicita senhas adicionais quando uma alteração de sistema é necessária,
6

tornando a infiltração de malwares mais difícil. O manuseio de janelas do e aplicativos


é um ponto forte e proporciona uma experiência agradável ao usuário.
E por falar em janelas, a interface gráfica com sua elegância ímpar é outro
ponto a ser destacado. Além de bonita, a interface permite uma série de
customizações para deixar o sistema com a cara do usuário. Estilo não falta para um
Mac.
2.5. Segurança melhorada
A privacidade, como você bem sabe, tornou-se meio que a Big Thing da Apple.
No macOS Mojave, a companhia usa pop-ups com mais frequência para te informar
se um app estiver tentando acessar informações como sua localização, fotos ou
microfones.

Esse comprometimento com a privacidade se estende ao Safari, que impedirá


que o Facebook e outras redes sociais te rastreiem pela Internet. A Apple está
trabalhando ativamente para que um Mac pareça indistinguível de outro para evitar
esses rastreamentos.

2.6. Uso inteligente de memória e energia

O Mac mantém sempre rodando os programas em segundo plano consumindo


o mínimo possível de energia e memória. Assim, é sempre rápido abri-los quando
necessário, e não é preciso se preocupar com falta de RAM ou bateria – com a
exceção do Chrome.
O resultado é uma experiência mais leve, que requer menos preocupação em
sair dos apps abertos. Usuários podem fechar a tampa do Macbook após um dia de
trabalho e não se preocupar em desligar o sistema, que sempre estará pronto para
trabalhar.

2.7. Animações e efeitos de transição elegantes

O sistema da Apple lança mão do uso mais eficaz da GPU que sua base em
Linux oferece, resultando em uma experiência de uso mais agradável: as janelas
minimizam e maximizam suavemente e os programas em tela cheia flutuam na tela.

2.8. Captura de tela fácil

O Mac traz comandos nativos para tirar prints de tela, que ajudam na hora de
catalogar tudo o que você vê no computador, inclusive frames de vídeos: é possível
7

capturar o desktop inteiro, somente a janela ativa ou uma área selecionada com o
mouse.

No Mac, tudo o que é instalado fica organizado na pasta “Aplicativos”, com


ícones que identificam cada programas. O conteúdo de cada programa pode ser
explorado, mas fica oculto para os usuários que só precisam executá-los ou excluí-los
do computador com um clique ou movendo-os para a lixeira – não há painel de
controle ou prompt de desinstalação para todo app, por mais simples que ele seja.

2.9. Pré-visualização

Um recurso pouco valorizado no Mac é a ferramenta de pré-visualização, que


vem se tornando mais poderosa a cada versão do sistema. Com ela, é possível ver
rapidamente o conteúdo de um arquivo pressionando a tecla "Espaço" quando o
cursor está sobre o ícone - algo especialmente útil na hora de selecionar as melhores
fotos da sua última viagem, por exemplo.

3. Recursos

3.1. Tamanho

Necessita de 2GB de memória e 14,3 GB de armazenamento.

3.2. Velocidade

3.3. Gerenciadores

O gerenciador de arquivos é o Finder.

3.4 API Darwin

A API Darwin é um open source (Código aberto) baseado em BSD Darwin.


Ela possibilita o download de códigos abertos. Algo interessante a se notar é que
o Darwin é um open source e o Mac OS não.

3.5. Compatibilidade

3.5.1. Hacintosh, pré-requisitos de instalação:


8

• Mac OS não dá suporte a vasta diversidade de hardwares


• Necessita de uma placa mãe compatível

3.5.2. Processadores

Os processadores Intel recentes (4° geração em diante), são compatíveis.


Ajuste na função do bootloader. Placa de vídeo NVIDIA, Kepler.

3.6. Interface

3.6.1. Dock

O Dock ou barra de programas está localizado na parte inferior da tela.


Nesta barra você pode posicionar os programas que você mais usa, e assim
poderá acessá-los mais facilmente.

3.6.2. LaunchPad

Ao clicar nesta ferramenta será aberta uma nova janela onde você encontrará
todos os programas ou aplicativos instaladas no seu computador. Ali, você também
pode acessar ou abrir programas, dando apenas um clique. Lembre-se que o
LaunchPas está localizado no Dock.

3.6.2. Stacks

Com esta função os documentos e arquivos se agrupam de modo sobrepostos


(um sobre o outro) e se abrem com um clique, formando uma coluna inclinada.

3.7. Prioridades

Temos a prioridade dividida em 4 partes: Normal, sistema, kernel e tempo real.


A prioridade normal são as dos apps normais do usuário. A prioridade de
sistema são as das aplicações do sistema operacional, tendo maior prioridade
que a anterior. A prioridade de kernel é reservada para processos que
necessitam rodar com uma prioridade superior ao sistema de arquivos, já a
prioridade em tempo real, são processos nas quais as necessidades estão
baseadas na necessidade de reservar uma fração pr-e-definida de ciclos de
clock, independentemente de outras atividades sendo executadas.
9

3.8. Sistema de arquivos

Seu sistema de arquivo no macintocha era o HFS, possuia 16 bits, o mesmo é


uma abreviação para Hierarchical File System, lançado em 1985. Atualmente é
utilizado o HFS+, uma versão melhorada do modelo antigo. Essaa versão também é
conhecida como Mac OS X extended, ele possui blocos de arquivos de até 32 bits, o
mesmo trabalho com arquivos de até 8 EX, ou seja 8 bilhões de GB.

.
10
11
12
13
14
15
16